You are on page 1of 137

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE

SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

02 28/12/2016 REVISÃO DE TEXTO MCP LB LB
01 28/11/2016 EMISSÃO INICIAL MCP LB LB
Rev. Data Natureza da Revisão Elaborado Verificado Aprovado

Gerência da Gasnatural Fenosa Gerência de Projetos e Construção Alta
Engineering Brasil S.A Pressão

Responsável Técnico da GNFe Responsável Técnico PCAP
Marcelo da Costa PIres Paulo Roberto Oliveira de Sá
CREA – 2006106491 – RJ CREA – 1981105200 – RJ

CADERNO DE ENCARGOS CONSTRUÇÃO

Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2

22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS Pág. 1 de 1
FUGA NÍVEL 1

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

1. OBJETIVO 5

2. MEMORIAL DESCRITIVO 5
2.1.1. Localização e Diâmetros 8
2.1.2. Pressão 9
2.1.3. Temperatura 9
2.1.4. Classe de locação 9
2.1.5. Materiais 10
2.1.6. Paralelismo e cruzamento com outros serviços 10

2.2. Sondagens 10

2.3. Normas para Projeto e Construção 11

3. MATERIAIS 13

3.1. Fornecimento de Materiais GNF 13
3.1.1. Tubos 14
3.1.2. Válvulas e demais componentes 15

3.2. Fornecimento de Materiais da CONTRATADA 16

4. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 18

4.1. Licenças e Responsabilidades 18

4.2. Relatório Fotográfico 19

4.3. Obra Civil 20
4.3.1. Locação da obra 21
4.3.2. Abertura de valas 22
4.3.3. Profundidade de enterramento 24
4.3.4. Levantamento do subsolo 24
4.3.5. Demarcação e sinalização 26
4.3.6. Sinalização e circulação de veículos e pedestres 27
4.3.7. Identificação da obra 27
4.3.8. Aterro, compactação e recomposição do pavimento existente 28

4.4. Tampas de Visita 29

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 1 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

4.5. Obra Mecânica 30
4.5.1. Soldagem 30
4.5.2. Montagem Mecânica 31
4.5.3. Lastro e ancoragem 32
4.5.4. Curvamento 32
4.5.5. Ensaios não destrutivos - END 33
4.5.6. Revestimento anticorrosivo 33
4.5.7. Testes de resistência e estanqueidade 34
4.5.8. Limpeza e secagem 36
4.5.9. Inertização das tubulações 36
4.5.10. Purga e colocação em carga 37

4.6. Válvulas 37

4.7. Furo Direcional 38
4.7.1. Considerações gerais 38
4.7.2. Obtenção de licenças 39
4.7.3. Equipe técnica 40
4.7.4. Mapeamento de interferências 40
4.7.5. Plano de furo 43
4.7.6. Abertura de vala 43
4.7.7. Equipamento e materiais utilizados 44
4.7.8. Instrumento localizador 46
4.7.9. Montagem da coluna de dutos e outras providências 46
4.7.10. Sinalização da tubulação 48

4.8. Considerações Gerais 48

5. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 48

5.1. Conhecimento da documentação 49

5.2. Cronograma e procedimentos 50

5.3. Qualidade dos Serviços 50
5.3.1. Objetivo 50
5.3.2. Garantia da qualidade 51
5.3.3. Plano de supervisão e controle 51
5.3.4. Classificação dos defeitos 52
5.3.5. Tratamento das não conformidades 53
5.3.6. Penalidades aplicadas 54

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 2 de 86

Obra civil e alvenaria 69 8.3. MEDIDAS DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO 56 7.1.3. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .2.1. MULTAS CONTRATUAIS 75 CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.6. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DA OBRA 72 9.2.2.1. Obra Mecânica 69 8.FUGA NIVEL 1 5.5. Meios disponibilizados a GNF pela CONTRATADA 68 8.5.4. Restrições das Licenças Ambientais 54 5.7. Previsão de Início 72 9.3.4. Prazo da Obra 72 9.1. Subcontratações 55 6. Organização da Obra 73 10.2. Condições Relacionadas com a Execução das Obras 65 8.3.5.5. Realização Documental 60 8.4. Recepção da Obra 70 8.1.1. Diário da obra 63 8.3. Pessoal da CONTRATADA em Obra 64 8.1. Visita de obra 64 8.5. Condições Relacionadas com a Direção da Obra 61 8. Plantas de Obra Construída – As Built 71 9. 3 de 86 . DOCUMENTAÇÃO DE POSSE OBRIGATÓRIA 58 8. Garantias de Boa Realização 60 8.3.1. Inspetores 67 8. Prazo de garantia 60 8. RESPONSABILIDADES E COMPETÊNCIAS 59 8. Recursos Materiais e Humanos 55 5.

Atraso na Entrega da Obra 75 10. RELAÇÃO DE ANEXOS 86 CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Certificações 83 13. 4 de 86 .3. CERTIFICAÇÕES DA OBRA 83 13. PROPOSTA ECONÔMICA 79 12.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .2. Não Conformidades e Advertências 75 10.2.FUGA NIVEL 1 10. EMISSÃO DE ATESTADO TÉCNICO 85 16. Observações 81 13. Preço Contraditório 84 14. Data Book da Obra 76 11. TABELA DE DESEMBOLSO 84 15.2. Preço Ofertado 79 12.1.1. PROPOSTA TÉCNICA 76 12.

Belford Roxo e Nova Iguaçu. abrangendo os critérios técnicos que deverão ser observados nas fases de licitação e construção.FUGA NÍVEL 1. 2. conforme representado nas plantas do projeto: Planta e Perfil 22474I00111 – Item 4 22474I00115 – Item 5 22474I00116 – Item 6 22474I00117 – Item 7 22474I00118 – Item 8 22474I00119 – Item 9 22474I00120 – Item 10 e 11 22474I00121 – Item 13 22474I00122 – Item 14 22474I00123 – Item 15 22474I00124 – Item 16 CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 5 de 86 .FUGA NÍVEL 1. OBJETIVO O projeto denominado PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .FUGA NIVEL 1 1. O presente documento descreverá o alcance e as condições para execução dos serviços de engenharia e demais trabalhos correlacionados.FUGA NÍVEL 1 serão descritos nos parágrafos a seguir. podendo indicar a necessidade de remanejamento da localização atual. tem como objetivo definir as especificações e detalhamentos técnicos das substituições de 24 válvulas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . MEMORIAL DESCRITIVO As características e os detalhes do PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . instaladas nos Municípios do Rio de Janeiro. São João de Meriti. a serem realizados para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .

6 de 86 .FUGA NIVEL 1 22474I00125 – Item 17 22474I00126 – Item 18 22474I00127 – Item 19 22474I00128 – Item 21 22474I00129 – Item 22 22474I00130 – Item 24 22474I00164 – Item 23 22474I00174 – Item 12 22474I00180 – Item 20 22474I00182 – Item 9 22474I00190 – Item 1 e 2 22474I00191 – Item 3 Isométrico: 22474I00156 – Item 5 22474I00159 – Item 14 22474I00160 – Item 21 22474I00165 – Item 13 22474I00166 – Item 16 22474I00167 – Item 19 22474I00168 – Item 22 22474I00169 – Item 23 22474I00170 – Item 24 22474I00175 – Itens 10. 11 e 12 22474I00176 – Item 15 22474I00177 – Item 18 22474I00178 – Item 20 CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .

7 de 86 . 2 e 3 Detalhe Típico de Trepanação e Bloqueio: 22474I00134 – Trepanação e Bloqueio com By-Pass Permanente 14” 22474I00135 – Trepanação e Bloqueio com By-Pass Permanente 20” 22474I00136 – Trepanação e Bloqueio com By-Pass Provisório sem Remanejamento 14” 22474I00141 – Trepanação e Bloqueio com By-Pass Provisório sem Remanejamento 20” 22474I00142 – Trepanação e Bloqueio com By-Pass Provisório com Remanejamento 20” 22474I00143 – Trepanação e Bloqueio com By-Pass Provisório com Remanejamento 14” Detalhe Típico de Válvulas de Bloqueio e Tampas de Visita: 22474I00133 – Detalhe Típico Detalhe Típico da Base de Concreto: 22474I00152 – Memória de Cálculos Estruturais 22474I00153 – Procedimento Construtivo Caixa de Válvula em Concreto Armado: 22474I00196 – Caixa com Fundações Diretas – Formas 22474I00197 – Caixa com Fundações Diretas – Armaduras – 1/3 22474I00198 – Caixa com Fundações Diretas – Armaduras – 2/3 22474I00199 – Caixa com Fundações Diretas – Armaduras – 3/3 22474I00200 – Caixa com Fundações Indiretas (estacas) – Formas CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .FUGA NIVEL 1 22474I00183 – Item 7 22474I00184 – Item 8 22474I00185 – Item 9 22474I00188 – Item 4 22474I00192 – Itens 1.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . em frente a Mabel 14” Caxias 8 Carolina Machado com rua Sanatório.1. Washington Luíz. em Vicente de 12 14” frente ao Sesi Carvalho CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Brasil próximo ao viaduto da Ilha . n° 56 14” Belfort Roxo 3 Rua João Fernandes Neto. Brasil.FUGA NIVEL 1 22474I00201 – Caixa com Fundações Indiretas – Armaduras – 1/3 22474I00202 – Caixa com Fundações Indiretas – Armaduras – 2/3 22474I00203 – Caixa com Fundações Indiretas – Armaduras – 3/3 22474I00204 – Caixa com Fundações Diretas e Indiretas – Memória de Cálculos Estruturais Lista de Material Consolidada 22474I00194 Memorial Descritivo 22474I00158 2. 8 de 86 .Após a Sotreq. n° 5176 (Batalhão da Aeronáutica). n° 57 14” Belfort Roxo 4 Rod. Washington Luíz. Localização e Diâmetros Item Endereço Ø Bairro 1 Rua João Fernandes Neto. em Vicente de 10 14” frente ao Sesi Carvalho Avenida Pastor Martin Luthe King Junior sem número. n° 600 (acesso a Linha Vermelha) 20” Cidade Alta Av. n° 55 14” Belfort Roxo 2 Rua João Fernandes Neto.1. n° 108 (na praça) 14” Madureira Avenida Pastor Marthin Luther King Junior com estrada do 9 14” Colégio Colégio Avenida Pastor Martin Luthe King Junior sem número. em Vicente de 11 14” frente ao Sesi Carvalho Avenida Pastor Martin Luthe King Junior sem número. Santo 6 14” Bonsucesso Ribeiro Duque de 7 Rod. com Av. no ponto 5 20” Bonsucesso de ônibus em frente a elevatória da Cedae Av.

4. Pressão  Classe 150 #  Pressão máxima de operação: 16 bar As pressões de ensaio após a construção estão definidas de acordo com o estabelecido pela NBR 12712.FUGA NIVEL 1 13 Rua Cícero com rua Professor Lindolfo Gomes 14” Pavuna 14 Estrada do Colégio em frente a Vulcan 14” Colégio 15 Rua Gomesoro. n° 576 14” Olaria 17 Rua Ourique em frente ao n° 247 14” Olaria 18 Av. 9 de 86 . destinados a ocupação humana.1.2. 2. Temperatura A faixa de temperatura do gás considerada para os cálculos de projeto está compreendida entre 20°C e 50°C.1. devido à predominância de edificações com 4(quatro) ou mais andares. Presidente Dutra com Frederico Castro Pereira 14” Carolina 22 Avenida João Ribeiro. Classe de locação A classificação de locação desse PROJETO foi realizada de acordo com o item 6 da NBR 12712. n° 754 14” Tomás Coelho 23 Avenida João Ribeiro.3. n° 754 14” Tomás Coelho 24 Estrada do Quitungo esquina com rua Itabira 14” Cordovil 2. n°42 14” Olaria 16 Rua Leopoldina Rego. Automóvel Clube após a rua Matura 14” Acari 19 Praça Alberto Monteiro Filho em frente a Cisper 14” Jacaré 20 Av. Automóvel Clube em frente a Liquid Carbono 14” Acari 21 Rod.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . sendo adotado classe de locação 4. 2.

Os tubos. Todos os materiais e equipamentos previstos e que serão utilizados.1. Paralelismo e cruzamento com outros serviços Foram indicados nos projetos a existência de diversos serviços de infraestrutura. em todas as válvulas e os resultados estão indicados no Relatrório de Levantamento das Interferências Subterrâneas com Georradar. Nota: A CONTRATADA deverá contatar o responsável de todas as concessionárias para acompanhar à execução da obra.5.1. n° 22474I00145. assim como os procedimentos de construção. Os materiais a serem utilizados nas redes de gás natural serão de aço carbono API 5L Gr. Materiais Todos componentes estão devidamente especificados na lista de materiais e caracterizados de acordo com as Normas Técnicas aplicáveis. sendo os de maior expressão os listados abaixo:  Cruzamento e Paralelismo com redes e galerias de água e esgoto.6.  Cruzamento e Paralelismo com redes da GNF. terão revestimento externo de polietileno extrudado tripla camada. cumprirão de um modo geral com os requisitos estabelecidos pela NBR-12712 e especificações da GNF. 2.B PSL-2.2.  Cruzamento e Paralelismo com cabos de fibra ótica. Em todas as válvulas a CONTRATADA deverá fazer sondagens de maneira a identificar as tubulações e infraestruturas existentes ao longo da faixa de dutos da GNF com a realização de CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 10 de 86 .FUGA NIVEL 1 2. nos diâmetros de 14” e 20”. 2. em sua maioria. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Sondagens Foram realizadas sondagens indiretas por meio de GPR (Ground Penetrating Radar).

8 com requerimentos específicos em todo caso mais rigorosos que os exigidos nos regulamentos citados. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 11 de 86 . empregando como especificação básica a API 5L com qualidades de aço Grau B. ⇒ Qualidade dos materiais de condução. Foram respeitadas as prescrições brasileiras contidas na NBR 12712 e na ASME B 31. Normas para Projeto e Construção Em todos os aspectos do projeto foram adotados critérios de segurança máxima.FUGA NÍVEL 1. estando já incluídos no preço ofertado para PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .3.FUGA NIVEL 1 escavações de trincheiras ou outro método aceito pela fiscalização da GNF. Os custos e a responsabilidade da realização das sondagens. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. pesquisas e identificação das interferências existentes ao longo do traçado do gasoduto fazem parte do escopo da CONTRATADA. A seguir. para cumprir exigências do capítulo 4 da NBR 12712. segundo capítulo 6 da NBR 12712. quantas forem necessárias. ⇒ Profundidade de enterramento segundo capítulo 8 da NBR 12712. 2. tubulação de linha. segundo capítulo 7 da NBR 12712 complementada com ASME B 31. ⇒ Cálculo de espessura da tubulação. relacionamos os códigos e normas adotadas no projeto de canalização e instalações auxiliares: ⇒ Classificação das áreas atingidas pelo PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS - FUGA NÍVEL 1 (classificação de locação).8. com o objetivo de evitar acidentes ou danos em instalações existentes que reflitam na paralisação dos serviços da CONTRATADA ou de terceiros.

 NT-800-BRA Partes – Procedimentos de segurança.GN-DG – Procedimento de proteção entre redes e ramais de gás e outros serviços enterrados.BR-CN-PT. Além das anteriormente citadas. controle e a captura dos planos/croquis de obra (“as-built”).03 – Critérios e procedimentos técnicos de distribuição.1 – Documentação e livro de obra de construção de canalização.02 – Materiais a serem utilizados em redese ramais.  ES. homologação dos soldadores.BR-CN – Instalação da caixa metálica para válvulas subterrâneas. ⇒ Ensaios após a construção segundo a NBR 12712.FUGA NIVEL 1 ⇒ Qualificação dos procedimentos de soldagem.9200.  PE.09115.0932.GN-DG – Tubo de acero DN 50 (2”) Hasta DN 750 (30”). CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .  EM-838-BRA – Conexões de aço carbono forjado.  EM-853-BRA – Parafuso tipo estojo.0030.BR-CN Ed.9200. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. porcas sextavadas série pesada e arruelas lisas.  ES.BR-CN Ed.DG – Accessorios para derivación e obturación en canalizaciones.  PE.GN-DG – Válvulas de bola de acero  ES.9505.BR-EX – Autorização e preparação para realização de intervenções programadas nas redes em carga.BR-CN – Tampa de concreto para caixa de ferro fundido.GN.  PE. também foram utilizadas as seguintes normas:  ES.BR-CN-PT.0349. inspeção radiográfica e ultrassom de acordo com o capítulo 28 da NBR 12712 complementada com a especificação API 1104.BR-EX – Operação de bloqueio em rede metálica em carga – balonamento.  NT-813-BRA – Sinalização do sistema de distribuição de gás.  ES.0034.  PE.0082.  EM-837-BRA – Conexões tubulares de aço Carbono forjado.  PE.0025.1 – Caixa de válvula e caixa de passagem de ferro fundido.0335.  PE. 12 de 86 .  PE.0084.GN-DG – Critérios para a elaboração.9550.  PE.  NBR 15938 – Via férrea – travessia de tubulação.

 NT-905-BRA Partes – Redes e ramais em alta pressão / construção – obra civil. o fornecimento de todos os materiais de tubulação acima de 2” (duas polegadas).FUGA NIVEL 1  NT-830-BRA – Critérios para instalação de válvula de setor.  ES. purga e colocação em serviço.  NR 10 – Segurança em instalações e serviços em eletricidade.  NR 24 – Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho.  NR 09 – Programas de prevenção de riscos ambientais. estanqueidade.1.  NR 35 – Trabalho em altura.ESS – Gestión de los trabajos de empresas contratistas.  NT. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .  NR 17 – Ergonomia.  NT. 13 de 86 .00039. MATERIAIS 3.00034.  NR 33 – Segurança e saúde em espaços confinados.  NR 16 – Atividades e operações perigosas.  NR 23 – Proteção contra incêndios.  NT-909-BRA – Redes e ramais em alta pressão / testes de resistência.  NT-906-BRA Partes – Soldagem – considerações gerais – qualificação e certificação.  NR 25 – Resíduos industriais.ESS – Trabalho em altura.  NR 21 – Trabalho a céu aberto.  NR 26 – Sinalização de segurança. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 3.GN-SP.  NR 07 – Programa de controle médico de saúde ocupacional. Fornecimento de Materiais GNF Ficará a cargo da GNF.GN-SP.00074.BR-CN Partes – Placas e marcos para sinalização de gasodutos.  NR 06 – Equipamentos de proteção individual – EPI.

Após o recebimento pela CONTRATADA dos materiais fornecidos pela GNF. contados a partir da emissão do Termo de Aceite da Obra – TAO. Tubos Os tubos para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .1. 3. apontando todas as discrepâncias encontradas. a CONTRATADA deverá realizar a inspeção da recepção destes. na quantidade prevista para a substituição de todas as válvulas. O(s) parque(s) de tubos deverá(ão) ser fiscalizado(s) e aprovado pela GNF.FUGA NÍVEL 1 de 14” e 20” deverão ser retirados do almoxarifado da GNF. Esta fiscalização deverá ser realizada CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. estabelecendo as condições de segurança e vigilância (24h) necessárias à movimentação adequada das carretas. Se ocorrer a entrega dos tubos diretamente pelo fabricante na obra (parque de tubos). Por ocasião do carregamento dos materiais no almoxarifado da GNF. de todos os materiais fornecidos pela GNF. Para o recebimento dos tubos. guindastes. esta deverá ser acompanhada por profissional da área de suprimentos da GNF e pelo fabricante dos mesmos. bem como pelo fabricante dos tubos que serão entregues diretamente na obra.FUGA NIVEL 1 Ficará a cargo da CONTRATADA: carga. de modo que a entrega e as condições de armazenamento não causem danos aos tubos. 14 de 86 .1. a CONTRATADA deverá providenciar áreas de armazenamento com capacidade suficiente para acomodar todo o material. até a obra. Em nenhum caso serão aceitas reclamações posteriores decorrentes de problemas eventuais relativos aos suprimentos entregues. O(s) parque(s) de tubos deverá(ão) estar disponível(is) para recebimento dos tubos no prazo máximo de 10 (dez) dias corridos. descarga e o transporte desde o almoxarifado da GNF. por escrito. caminhões e armazenamento dos tubos. na ocasião da entrega. a guarda e posse destes serão única e exclusivamente de responsabilidade da CONTRATADA. pela CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . problemas estes que não tenham sido apontados.

9550. sendo realizadas por empresa homologada pela GNF. independente do diâmetro dos mesmos. com base nos critérios estabelecidos pelas normas API 6D e API 598. com utilização de profissional qualificado. 15 de 86 . antes do início das atividades. canteiro e frentes de obras. A CONTRATADA deverá submeter a empresa executante a aprovação da Fiscalização da GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. nos respectivos pontos de instalação. Será de responsabilidade da CONTRATADA. As operações de Trepanação e Bloqueio são de responsabilidade da CONTRATADA. e entre estes últimos até as frentes de obra. Todos os Fittings para trepanação e Bloqueio serão de fornecimento da GNF. todo o transporte dos materiais entre o almoxarifado da GNF e o canteiro de obras ou parque(s) de tubos. o corte destas tubulações para a realização do transporte entre o almoxarifado da GNF.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . sendo sua instalação de responsabilidade da CONTRATADA.BR- EX.2.FUGA NIVEL 1 antes do início do transporte dos materiais provenientes do almoxarifado da GNF ou daqueles entregues diretamente pelo respectivo fabricante. no momento do recebimento na obra. 3. As operações de trepanação e bloqueio deverão ser realizadas de acordo com o PE. com a presença e acompanhamento da fiscalização da GNF. com acompanhamento e aprovação da Fiscalização da GNF. Os tubos fornecidos pela GNF terão comprimento de 12 metros. Válvulas e demais componentes Todas as válvulas de 14” e 20” serão fornecidas pela GNF e deverão ser testadas pela CONTRATADA. Previamente a instalação dos Fittings a CONTRATADA deverá realizar medição por meio de Ultrassom da espessura de parede das tubulações de 14” e 20”. Não será permitido em hipótese alguma.

vents e flanges para balonamento. mantas termocontráteis para revestimento dos trechos de construção pelo método a céu aberto. 16 de 86 . by-pass e corte de tubulação. também deverão ser fornecidos. As mantas a serem instaladas nas juntas de campo deverão ser impreterivelmente dos fabricantes Canusa (GTS-65) ou Raychem (HPLP-60). com todo o material e mão-de-obra para aplicação de fornecimento da CONTRATADA.2. deverão ser revestidos com fita de petrolato. Todos os Fittings. conforme projeto apresentado pela GNF. bem como todos os acessórios. 3. Fornecimento de Materiais da CONTRATADA Fica a CONTRATADA obrigada a fornecer todos os materiais de tubulação com diâmetro igual ou inferior a 2” (duas polegadas). CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . os seguintes itens: ⇒ Placas de proteção de concreto. após a realização de todas as operações necessárias. Deverão também ser fornecidas pela CONTRATADA. ⇒ Materiais a serem utilizados nos serviços de restauração das faixas de domínio e de proteção. bloqueio. porcas. O escopo de fornecimento da CONTRATADA também inclui. Caso seja necessária a atuação de um Engenheiro Elétrico para instalação de Válvulas Telecomandadas a CONTRATADA deverá disponibilizar um sem custos extras a GNF. tais como estojos. quando necessário. mas necessários à completa execução dos trabalhos. além daqueles que não estiverem explicitamente definidos como sendo do escopo de fornecimento da GNF. ⇒ Materiais para jateamento de acordo com as normas do INEA e pintura dos tubos aéreos. O procedimento de instalação das mantas termocontráteis deverá atender os requisitos e parâmetros indicados pelos fabricantes e aprovado previamente pela Fiscalização da GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Demais materiais não listados. arruelas e mantas. com acompanhamento da Fiscalização da GNF. vents e flanges para balonamento deverão ser revestidos com Fita de Petrolato.FUGA NIVEL 1 Todos os Fittings. sendo os revestidores treinados em campo pelos respectivos Fabricantes. sem limitações. juntas. parafusos. das operações de trepanação.

⇒ Materiais de sinalização e marcação. além de todo o material necessário para o revestimento de concreto dos tubos. etc. estufas de armazenamento e ressecagem dos eletrodos e outros materiais de consumo necessários aos serviços de construção e montagem (oxigênio. outros materiais e produtos necessários aos testes hidrostáticos e de condicionamento. ultrassom. estojos. ⇒ Todos os materiais e equipamentos para montagem do sistema de proteção catódica provisório na fase de construção. ⇒ Parafusos. permanente ou temporários. porcas. ⇒ Todos os demais materiais não fornecidos pela GNF para a instalação das caixas de válvulas. se necessário. combustíveis. flanges e demais acessórios não contemplados nas listas de materiais. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . porcas. ⇒ Todos os materiais necessários à soldagem. ⇒ Gaxetas. inertização e colocação da rede em carga. máquinas de solda. bases dos suportes da tubulação e válvulas. líquidos penetrantes. além dos materiais necessários para a realização do processo de limpeza e secagem da linha. acetileno. para os trabalhos de Substituição de Válvulas. inibidores. 17 de 86 . arruelas e juntas para as uniões flangeadas. ⇒ Todos os equipamentos e materiais de consumo para a obra civil. elétrica. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. parafusos. etc. grupos geradores. para a instalação das caixas de válvulas.FUGA NIVEL 1 ⇒ Materiais para ensaios não destrutivos. instrumentação e mecânica. ⇒ Instrumentos.). dos testes de resistência e estanqueidade. tais como: gamagrafia. ⇒ Todos os materiais necessários às conexões temporárias com pontos existentes de teste eletrolítico e conexões elétricas entre os trechos. tais como eletrodos.

FUGA NIVEL 1 ⇒ Fornecimento. inspeção e testes das Mantas Termocontráteis tripla camada de resistência reforçada nas juntas de campo das colunas das perfurações direcionais. junto a todos os órgãos públicos e privados que sejam necessários. e quando for o caso. 18 de 86 . Caberá a CONTRATADA a responsabilidade do planejamento da obra. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 4.1. a não ser que fique evidenciado que tais prorrogações não ocorreram por sua falha no planejamento e execução de obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. para que sejam analisadas pelo Gestor do empreendimento. com a apresentação do Certificado de Qualidade. com a antecedência mínima de 15 (quinze) dias úteis. caberá a CONTRATADA solicitar a prorrogação das mesmas junto a Prefeitura do Rio de Janeiro e/ou demais órgãos responsáveis pelas licenças para implantação da rede. 4. monitorando o desenvolvimento dos trabalhos. Os materiais e equipamentos cuja responsabilidade de fornecimento é da CONTRATADA deverão ser adquiridos através de fabricantes idôneos. de modo a garantir a conclusão dos mesmos até a data do término das licenças. Caberá a CONTRATADA todo o ônus com eventuais prorrogações nos prazos das licenças. devendo os mesmos serem submetidos à aprovação prévia da GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Licenças e Responsabilidades A CONTRATADA ficará encarregada de providenciar os trâmites necessários e a obtenção das licenças municipais para REPAROS DE EMERGÊNCIA. Caso fique constatada a impossibilidade de se cumprir a meta. Os Certificados de Qualidade dos materiais utilizados deverão integrar o DATA BOOK da obra e devem ser entregues quando da conclusão do empreendimento. Tais evidências deverão ser encaminhadas a GNF por escrito. com exceção das Licenças Ambientais. instalação.

FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA deverá executar os serviços relativos às Substituições de Válvulas respeitando as Normativas Técnicas. ferrovias. após a comunicação oficial da reprovação do Relatório Fotográfico pela GNF O início das substituições de válvulas não será autorizado pela fiscalização da GNF. Relatório Fotográfico Antes do início dos trabalhos para as Substituições de Válvulas. contemplando todas as benfeitorias e estruturas existentes nas áreas que serão atingidas pelo projeto. inclusive obtenção de autorizações junto aos órgãos públicos e privados. a CONTRATADA deverá elaborar relatório fotográfico. 4. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. a CONTRATADA deverá apresentar o Relatório Fotográfico à GNF num prazo máximo de 10 (dez) dias corridos. Após a emissão do Termo de Aceite da Obra – TAO. quatro fotografias a cada válvula a ser substituída. Necessidades eventuais de utilização de áreas adicionais. Nova Iguaçu e Duque de Caxias. Este estudo tem por objetivo permitir a perfeita restauração das áreas e benfeitorias porventura existentes e que possam vir a ser afetadas com as obras. serão de total responsabilidade da CONTRATADA. devendo relacionar cada foto a cada válvula correspondente e nome do logradouro. sendo produzida. fora dos limites acima indicados. Após a entrega pela CONTRATADA do Relatório Fotográfico. 19 de 86 . de Segurança e Sinalização.2. o mesmo será avaliado pelos Técnicos da GNF e caso seja considerado insuficiente ou inadequado. Este relatório deverá ser entregue a GNF impresso e assinado. com vista a montante e a jusante. antes da aprovação do relatório fotográfico. Belford Roxo. assim como os pontos de travessias de cursos d’água e cruzamento. estradas de rodagem. no mínimo. vias especiais e outras áreas importantes. colorido. além de detalhes que a CONTRATADA julgue necessário evidenciar. vigentes para a execução de obras em Vias Públicas nos Municípios do Rio de Janeiro. documento que autoriza o início dos trabalhos de Substituições de Válvulas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a CONTRATADA deverá providenciar novo documento num prazo máximo de 5 (cinco) dias corridos.

transporte. e comprovar junto GNF o seu destino final. “como construído” (As Built). A CONTRATADA deverá descartar o material proveniente de escavação para abertura de vala que estiver reprovado por norma. Os serviços de locação e estaqueamento do eixo.3. 2 e 3 do item 2. conforme projeto. em bota-fora devidamente regularizado e autorizado por órgão ambiental. sendo obrigada a emitir ART do CREA e apresentá-la a GNF com comprovante de recibo de quitação da taxa. A CONTRATADA deverá considerar as obras civis e materiais necessários para a construção de qualquer caixa de válvula que se faça necessária para a instalação de válvulas telecomandadas. soldagem. dos serviços civis executados. salvo indicação da GNF. inspeção. observando-se: CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. manuseio e desfile dos tubos e outros materiais. com custo unitário indicado na tabela de preços do item 12. revestimento de juntas. sinalização do duto e faixa. marcação da faixa de domínio. com os ajustes e acréscimos necessários.1. revestimento de concreto. 20 de 86 . Deverão ser executados os seguintes trabalhos referentes às obras civis: A CONTRATADA deverá utilizar material para reaterro da vala proveniente de jazida regularizada e autorizada por órgão ambiental. travessias e cruzamentos.FUGA NIVEL 1 4. onde aplicável. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Obra Civil A CONTRATADA deverá estar habilitada pelo CREA a realizar obras na área civil para as substituições e renovações de válvulas. montagem e instalação de complementos. limpeza da área. deverão ser realizados. limpeza da área e elaboração de desenhos. abaixamento. abertura e preparação de valas. bem como efetuar a retirada de todas as válvulas e trechos de tubulação que serão substituídos. A CONTRATADA deverá considerar em seu preço global os custos para realização de obras civis e materiais necessários para uma possível mudança da localização indicada no projeto das válvulas dos itens 1.1. e comprovar junto a GNF a origem deste material. A CONTRATADA deverá efetuar a demolição de todas as caixas de válvulas existentes.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. e comprovar junto a GNF a origem deste material. a CONTRATADA enviará a fiscalização da GNF. Locação da obra Pelo menos 10 (dez) dias corridos antes do início das substituições e renovações de válvulas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . A obra deverá ser locada e estaqueada através do uso de métodos topográficos. principalmente das interrupções de trânsito e acesso aos logradouros públicos ou privados. Os serviços deverão ser planejados e programados de modo a evitar a interrupção do acesso de pessoas e veículos às propriedades ou aos imóveis locais. 21 de 86 . Estes contatos devem ser estendidos aos órgãos públicos responsáveis pelas diferentes áreas Afetadas no PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . A CONTRATADA deverá utilizar material para reaterro da vala proveniente de jazida regularizada e autorizada por órgão ambiental. A CONTRATADA deverá descartar o material proveniente de escavação para abertura de vala em bota-fora devidamente regularizado e autorizado por órgão ambiental. sendo de responsabilidade da CONTRATADA a elaboração deste planejamento e as negociações com os proprietários ou responsáveis pelos estabelecimentos. prevendo se forem necessário. rural ou industrial.FUGA NÍVEL 1. estaqueamento e drenagem do terreno. antes do início da abertura de valas. inclusive as indenizações pertinentes às paralisações. declarações de todos os proprietários e órgãos públicos envolvidos. e comprovar junto a fiscalização da GNF o seu destino final. interrupções dos negócios ou similares que porventura prejudiquem suas atividades. CONTRATADA deverá fazer análise do solo através (sondagem a trado) e adequar o projeto aos resultados obtidos. a CONTRATADA deverá contatar os proprietários dos terrenos e imóveis que serão afetados durante o processo do PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . mantendo-os sempre informados quanto ao planejamento da execução dos serviços. comercial.3. através de cartas e panfletos. Ao fim dos serviços.FUGA NÍVEL 1. A CONTRATADA deverá apresentar também relatório de estabilidade do talude.FUGA NIVEL 1 4. afirmando que nada têm a reclamar relativamente aos serviços executados nas suas respectivas propriedades.1. seja residencial. caso existam.

Passando este prazo será considerado uma Não Conformidade. ⇒ Para fins de dar acesso a residências. classificada como Defeito Principal. herbicidas. 48 (quarenta e oito) horas. paralelo. não poderá ultrapassar a 5 (cinco) dias. sempre que o material oferecer riscos de desmoronamento ou danos a terceiros. bactericidas. conforme LEI Nº 4. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. no caso de risco de desmoronamento e danos a propriedades vizinhas. Abertura de valas Serão observadas as seguintes recomendações complementares: ⇒ Elaboração de plano de estabilização para as paredes da vala. as valas permanecerão abertas apenas o tempo estritamente necessário à instalação da tubulação.3.. quando solicitado pela GNF. quando comprovada culpa da CONTRATADA. pedra portuguesa. serão realizadas obras de instalação e manutenção de pontes providas de parapeitos e rampas de acesso para portadores de deficiência física e de necessidades especiais. garagens. 4. as valas serão descontinuadas em alguns locais de forma a permitir acesso. ⇒ No caso de rampas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . não sendo de forma alguma permitidos avanços excessivos entre fase de abertura da vala e as fases de construção subsequentes. 22 de 86 . cuidar-se-á para impedir que o material resultante da escavação venha a rolar.2. devendo a CONTRATADA prestar toda assistência que for necessário e indenização ao proprietário em caso de morte do animal. piso cimento e outros. utilizando-se estação total. isto é. Caso seja ultrapassado este tempo será considerada uma Não Conformidade. transversalmente à escavação ou. ⇒ A recomposição de asfalto. classificada como 1 (um) Defeito Principal por dia de atraso. ⇒ A vala será mantida aberta o tempo mais curto possível. Será de responsabilidade da CONTRATADA a queda de qualquer animal na vala.FUGA NIVEL 1 As juntas soldadas deverão ser cadastradas topograficamente.847 DE 20 DE MAIO DE 2008. bem como a prática de queimada para limpeza da área e do solo não será permitida. a utilização de chapas de aço de 1” de espessura para trânsito de veículos e de espessura de 3/4" para trânsito de pedestres ⇒ Onde houver criação de animais. O uso de germicidas. etc.

que deverá registrar no Diário de Obras a entrega da documentação pertinente. obrigatoriamente deverão estar cercados por tapumes padrão. devendo a CONTRATADA apresentar a documentação pertinente (licença. devendo ser apresentado manifesto de resíduos. ⇒ A CONTRATADA manterá no canteiro de obras equipamentos de esgotamento de água adequados e dotados de crivo na sucção. Não será permitido o esgotamento diretamente sobre o logradouro. de forma a se reduzir ao mínimo o bombeamento de partículas sólidas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. sem que os serviços mecânicos estejam sendo realizados. cabendo à executante a realização de todas as instalações necessárias. 23 de 86 . com as dimensões compatíveis com a vazão e constituição do solo escavado. transporte e descarte da mesma. mantendo-o permanentemente limpo. ⇒ Caso a origem da água contida na vala seja proveniente de esgoto. e que necessitem ficar abertos durante a noite. ⇒ Caso seja necessária a utilização de explosivos. deverá ser obedecido o procedimento específico prévio. a CONTRATADA deverá contratar empresa credenciada pelo INEA para esgotamento. ⇒ Os resíduos (materiais provenientes de escavação de vala) deverão ser retirados e dispostos em local que atenda às leis ambientais. classificada como Defeito Crítico. Para evitar o assoreamento das canalizações de águas pluviais deverá a executante instalar tanque de decantação de sólidos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . devidamente aprovado pelos órgãos competentes. capazes de suportar cargas laterais de 90 kg e possuírem sinalização iluminada.FUGA NIVEL 1 ⇒ As valas ou “cachimbos” que não forem fechados. ⇒ Os referidos tapumes deverão ser confeccionados de acordo as recomendações dos órgãos das Prefeituras e normas GNF. A água esgotada deverá ser lançada na rede de águas pluviais por meio de canalização conveniente. autorização da prefeitura e manifesto de resíduos) à supervisão da GNF. A não utilização deste equipamento será considerada uma Não Conformidade.

00 m. utilizando-se de escavações de trincheiras transversais a diretriz do projeto. Profundidade de enterramento A cobertura mínima do tubo a partir da superfície até a sua geratriz superior foi estabelecida como: ⇒ Áreas de solo de baixa consistência: 1. Em situações especiais haverá indicação expressa do recobrimento na prancha do projeto da área afetada. a CONTRATADA deverá tomar toda a precaução necessária para não avariar estes serviços quando da execução da obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .3.3. se certificando da proximidade destes.60 m (mínimo). 4. relacionada com a profundidade de recobrimento mencionada nos projetos. a abertura de trincheiras para verificações da existência de interferências no subsolo. e registradas em Diário de Obras.50 m.70 m (mínimo). Levantamento do subsolo Embora o projeto em questão apresente informações orientativas cadastrais quanto à existência de instalações de outras Concessionárias de Serviços Públicos ou Privados.FUGA NIVEL 1 4. Nota : Para o presente projeto foi estabelecida à cobertura mínima de 1. ⇒ Cruzamentos com cursos de água: 2. ⇒ Para outras áreas: mínimo 1.3. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.4. A fiscalização da GNF poderá solicitar a qualquer tempo.0m abaixo da calha hidráulica (mínimo). através de execução prévia de sondagens no itinerário projetado.00m. 24 de 86 . ⇒ Cruzamentos de logradouros públicos onde haja tráfego de carretas ou equipamentos de grande peso: 1. deverão ser autorizadas previamente pelo Gerente da obra. ⇒ Para solos em rocha consolidada: 0. Qualquer alteração que seja necessária para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS - FUGA NÍVEL 1.

FUGA NIVEL 1 Os custos referentes à abertura destas trincheiras correrão por conta da CONTRATADA. sondagens e elaboração de consulta técnica com croqui para uma possível mudança de posição das válvulas 1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .1. assim como fibras óticas. não cabendo a GNF nenhum ônus indenizatório pelos danos e reparos causados. 2 e 3 do item 2. foram realizados mapeamentos de interferências de solo. Por frente de trabalho poderá ser aberto no máximo 100m de vala (escavação + assentamento + recomposição). Os custos relacionados à elaboração deste NOVO ESTUDO DE DETALHAMENTO DO SUBSOLO serão de única e exclusiva responsabilidade da CONTRATADA. estudos de subsolo (Georadar e Pipe Locator). para a obtenção de informações complementares relacionadas aos cadastros e existência de redes no subsolo. os custos para realização de topografia. utilizando métodos de sondagem e acompanhamento de obra que julgar conveniente. Para a elaboração dos Projetos que compõem este Caderno de Encargos. solicitando a aprovação por escrito do mesmo ao Gestor da obra. esta deverá providenciar a elaboração de um novo ESTUDO DE DETALHAMENTO DO SUBSOLO. Os eventuais danos causados a estes serviços correrão por conta da CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Será de responsabilidade da CONTRATADA o contato com os órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos.1 deste caderno de encargos. conforme indicado no relatório n° 22474I00145. Especial atenção deverá ser dada à presença. e outras interferências. Caso a empresa CONTRADADA para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . de ramais elétricos de alta e baixa tensão. galerias e/ou ralos de escoamento de águas pluviais. A contratada deverá considerar em seu preço global. estando já incluídos no preço ofertado para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS - FUGA NÍVEL 1.FUGA NÍVEL 1 considere insuficientes às informações contidas nos Projetos apresentados. adutoras. 25 de 86 .

conforme a seguir: ⇒ Fitas de identificação para a tubulação de gás enterrada com largura 0. Os Marcos de Concreto serão fornecidos e instalados pela CONTRATADA. Tais possibilidades de alterações já deverão ser consideradas na proposta econômica durante o processo de licitação.0074.3. deverão ser representadas no As Built da obra.0074.FUGA NIVEL 1 Sendo o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .FUGA NÍVEL 1 e a realização das sondagens. conforme norma NT-813-BRA.BR-CN-PT.01 e ES. Demarcação e sinalização Deverão ser observados e instalados os equipamentos de sinalização que permitam a identificação da existência de tubulação enterrada da GNF. Neste caso as buchas e os parafusos devem ser comprados pela CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. de acordo com o acima estabelecido. o que poderá acarretar em alterações na diretriz da tubulação. Os Marcos Planos serão fornecidos pela GNF e instalados pela CONTRATADA. 26 de 86 . uma obra de característica urbana. e levantadas em campo durante o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . devendo ter aprovação da GNF antes da instalação.FUGA NÍVEL 1. 4. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .BR-CN-PT. Nestes casos a GNF se responsabilizará pelo fornecimento de todos os materiais de tubulação ficando a CONTRATADA responsável pela escavação e demais serviços que forem necessários. o surgimento de obstáculos no subsolo não identificados nos projetos é de grande probabilidade. NT-905-BRA Parte 7. ⇒ Placas e marcos de sinalização. Todas as interferências localizadas no subsolo.50 m. seja no plano vertical ou horizontal.5.02. Os materiais necessários para desvio de interferências não cadastradas serão fornecidos pela GNF. A instalação das placas de sinalização e os respectivos adesivos serão de responsabilidade da CONTRATADA. ES.

A falta da placa de obra na frente de serviço poderá acarretar multa pela fiscalização municipal. conforme NT-905 partes. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .3.FUGA NIVEL 1 Caso não seja observado pela CONTRATADA. Placa de obra Para cada frente de serviço. classificada pela GNF como Defeito Secundário. no uso de métodos destrutivos. de Belford Roxo. no que diz respeito à sinalização diurna e noturna da obra.6. o que também gerará multas para a CONTRATADA. Identificação da obra 4. 27 de 86 . tanto as obras realizadas na calçada como no leito da via devem ter suas áreas totalmente cercadas com tapumes (ou telas com autorização prévia da GNF) e devidamente sinalizadas e ainda que deva ser prevista a utilização da chapas de aço de 1’’ para tráfego de veículos ou ¾’’ para tráfego de pedestres. a CONTRATADA deverá confeccionar uma placa de obra. No assentamento das placas não pode haver intervalo vazio. Toda tubulação assentada sob pista de rolamento rodoviário. Conforme detalhado no projeto de sinalização se aplicável.7. conforme padrões das Prefeituras do Rio de Janeiro. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. deverá ser provido de proteção mecânica. que segundo a norma citada.3.7. passível de aplicação das sanções contratuais. além de ser considerada uma não conformidade.1. a instalação dos marcos e placas de sinalização conforme parágrafo anterior. a falta destes será considerada Defeito Crítico. Sinalização e circulação de veículos e pedestres A CONTRATADA deverá cumprir as recomendações da direção da obra. de Nova Iguaçu e de Duque de Caxias. 4. Observar. e normas municipais. 4. assim como cumprir todos os requisitos da norma NT-813-BRA. seja por Tubo Camisa quando do uso do método não destrutivo ou Placa de Proteção Mecânica.3.

FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA arcará com todo ônus relativo a multas e sanções impostas pela municipalidade ou pela GNF. objetivo do empreendimento. sendo vedado o reaproveitamento do material originário. tais como asfalto. inclusive aquelas que sejam encaminhadas em nome da GNF A CONTRATADA deverá confeccionar 2 (duas) placas para identificação da obra. compactação e recomposição do pavimento existente Deverão ser observadas as “Instruções para Recomposição de valas em leito carroçáveis e calçadas” da Secretaria Municipal de Obras do estado do Rio de Janeiro. DNIT-RJ E DER- RJ”. onde deverão figurar dados como: Empresa concessionária. e deverá ser realizada a recomposição com material com as mesmas características do material retirado. Deverá ser observado que na demolição de pavimentos diversos. 4. Os reaterros deverão ser executados com o emprego de areia grossa ou pó de pedra preferencialmente ou outro material de boa qualidade previamente aprovado pela fiscalização.8. concreto. Aterro. 28 de 86 . fornecido pela CONTRATADA. com resistência à compressão de fck15 MPa.3. e demais informações pertinentes ao projeto. organismos estaduais e municipais. deverá ser realizada sub-base de concreto. DE NOVA IGUAÇU. e serão instaladas em locais a serem definidos em conjunto com a gerência da obra e os Órgãos Municipais. na espessura de 10 cm. Na recomposição da pavimentação de calçadas. Cada placa deverá ter no mínimo 4 (quatro) m². placa de cimento. empresa financiadora. pedra portuguesa. DE BELFORD ROXO. deverá ser considerado qualquer tipo de sub-base. Para recomposição de revestimento asfáltico deverão ser atendidas as exigências de fresagem e recapeamento. logotipos das empresas citadas anteriormente. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . empresa executora. DE DUQUE DE CAXIAS. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. estabelecidos nas ”NORMAS DAS PREFEITURAS DO RIO DE JANEIRO.

com resistência à compressão de fck 15 MPa. e os custos pelos reparos dos serviços. em qualquer trecho da obra. multas relacionadas com a Prefeitura Municipal e outros Órgãos. execução de apoios e vent's. 29 de 86 . incluindo os relativos aos licenciamentos. caberá a CONTRATADA todos os ônus referentes aos danos causados pelos defeitos. ⇒ Montagem de módulos auxiliares. ⇒ A CONTRATADA deverá fazer análise do solo e adequar o projeto aos resultados obtidos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . os seguintes aspectos: ⇒ Construção das tampas de visita de acordo com ES. indenizações relativas a acidentes ocorridos com terceiros. não exclui a CONTRATADA das responsabilidades quanto às garantias da obra. a qualquer momento. Tampas de Visita No projeto estão definidas as quantidades e localizações das válvulas a serem substituídas.4. na espessura de 20 cm.FUGA NIVEL 1 Na recomposição da pavimentação das caixas de rolamento dos logradouros.0335. estaqueamento e drenagem do terreno. além dos trabalhos descritos anteriormente. A realização destes ensaios e aprovação da compactação do reaterro da vala. A CONTRATADA deverá executar a instalação das válvulas. prevendo se necessário.1 – Anexo 05. referentes a afundamentos futuros do piso. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. No caso de constatação de má qualidade de compactação. deverá será realizada sub-base de concreto. assim como qualquer outro de caráter menor não contemplado.BR-CN Ed. seja pelos ensaios solicitados pela GNF ou por afundamentos na pista ocorridos após a recomposição do pavimento desta. A CONTRATADA deverá fornecer todos os materiais necessários para a instalação das válvulas. 4. Poderá ser solicitado pela fiscalização da GNF. observando. a elaboração de ensaios de compactações das valas. para verificar a qualidade do serviço executado. ⇒ Fornecimento dos equipamentos e acessórios de montagem não fornecidos pela GNF ⇒ Interligação das tubulações construídas.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . ⇒ Impermeabilização total do recinto.5.FUGA NIVEL 1 ⇒ Pintura das instalações. sendo obrigada a emitir ART do CREA – RJ e apresentá-la a GNF com comprovante de recibo de quitação da taxa. válvulas e acessórios. 30 de 86 . O acoplamento. deverão estar de acordo com a API 1104 e deverão cumprir o disposto na NBR 12712 e NT-906-BRA. inclusive a homologação do procedimento e qualificação dos soldadores. ⇒ Revestimento das linhas enterradas. desde que estes procedimentos sejam devidamente qualificados. Podem ser fornecidas conexões. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. alinhamento. de acordo com procedimento aprovado. por meio de ultrassom com registro ou gamagrafia em sua circunferência. Caso a execução seja por equipamento de ultrassom automático. os registros gráficos ou digitais deverão ser remetidos a GNF. no caso da caixa ser construída em local com vegetação que venha a cobrir. Todas as soldas devem ser inspecionadas.5. 4.1. curvas. com espessuras diferentes das espessuras dos tubos. ⇒ Limpeza final do recinto. Obra Mecânica A CONTRATADA deverá estar habilitada pelo CREA a realizar obras na área mecânica. Soldagem As soldas poderão ser realizadas por método semiautomático ou automático. ⇒ Instalação de aterramento. 4. impedir ou dificultar o acesso à caixa. da tubulação. ⇒ Construção de calçada de concreto e acesso. devendo as peças serem adoçadas para permitir a soldagem. ⇒ Testes e colocação em funcionamento. dos serviços mecânicos executados. como por exemplo.

Para todos os casos relacionados acima. As juntas soldadas deverão ser cadastradas topograficamente.FUGA NIVEL 1 Para tubulação de diâmetro igual ou maior que Ø 8”. no mínimo.2. 31 de 86 . ⇒ Execução de soldas e cortes na tubulação existente nos pontos de interligação. Quando for comprovado a impossibilidade de acesso à junta por 2 soldadores simultaneamente. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . quanto no enchimento e acabamento. será exigido que seja utilizada apenas solda TIG. nesta única hipótese. ⇒ Enfitamento e sinalização das linhas enterradas e limpeza final do recinto. 4. ⇒ Execução de soldas em carga e trepanação. acessórios e demais soldas que sejam necessárias para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . ⇒ Montagem mecânica da REDE ⇒ Fornecimento dos equipamentos e acessórios de montagem não fornecidos pela GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. as soldas deverão estar suportadas por EPS específicas e os soldadores deverão estar qualificados para estas respectivas EPS. Montagem Mecânica Deverão ser executados os seguintes trabalhos referentes à Montagem Mecânica: ⇒ Montagem e instalação do Atuador da válvula telecomandada caso necessário. utilizando-se estação total.5.FUGA NÍVEL 1. admite-se. a realização da soldagem por apenas um soldador. na tubulação existente nos pontos de interligação de acordo com as quantidades previstas para cada fase da obra. o passe de raiz deverá ser realizado através de solda TIG. tanto na raiz. com o objetivo principal de garantir a qualidade da junta soldada. Para tubulações de diâmetros iguais ou inferiores a 2”. Em todos os casos. A CONTRATADA deverá apresentar à GNF os procedimentos para soldagem dos tubos.. as juntas deverão necessariamente ser soldadas por. 2 soldadores simultaneamente. Essa situação deve ser submetida à supervisão da GNF na frente de obra.

Curvamento A CONTRATADA poderá dispor no canteiro de obras de equipamento de curvamento à frio para tubulações. os tubos serão lastreados com blocos de lastro. 4. com registro. bloqueio. A CONTRATADA deverá apresentar à GNF os procedimentos para para realização de curvamento de tubos a frio. trepanação. ⇒ Fornecimento dos equipamentos e acessórios de montagem não fornecidos pela GNF.5.FUGA NIVEL 1 ⇒ Montagem de todos os By-Pass provisórios e definitivos que forem necessários a realização do serviço.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. antes da realização de qualquer solda em carga. Este poderá ser utilizado nos casos que este curvamento seja tecnicamente possível. 32 de 86 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . conforme indicado no projeto e na NT 905-BRA Parte 8.4. 4.1. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF os procedimentos para soldagem dos tubos. 2 e 3 do item 2. ⇒ Execução de medição de espessura por ultrassom com inspetor qualificado.3. incluindo soldagem. by-pass e corte de tubulação para uma possível mudança de posição das válvulas dos itens 1. ⇒ Revestimento de juntas e revestimento reforçado onde necessário. ⇒ Considerar em seu preço global a montagem mecânica. de forma a garantir a flutuação negativa dos tubos. Lastro e ancoragem Se caso for necessário em áreas alagadas. ⇒ Execução da documentação As Built e Data Book de toda obra de acordo com fase da obra. acessórios e demais soldas que sejam necessárias as substituições das válvulas.5. conforme indicação da GNF.

Deverá ainda. assim como os reparos necessários.5. correndo por sua conta os reparos das juntas rejeitadas pela inspeção. Revestimento anticorrosivo Para a execução do PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . Os ensaios serão realizados pela CONTRATADA.5. ser realizado o ensaio radiográfico (gamagrafia ou raios-X) no Pipe Shop em algumas juntas a serem escolhidas pela Direção da obra. As juntas que não não participarem do Teste Hidrostático deverão ser inspecionadas por Ultrassom Automatizado.6.END Deverão ser inspecionadas 100% (cem por cento) das juntas soldadas. o revestimento das juntas soldadas no campo e acessórios. com costura. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .FUGA NÍVEL 1. e não previsto em projeto. Ensaios não destrutivos . 33 de 86 . desde que seja aprovado pela fiscalização da GNF. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF os procedimentos para realização dos ensaios não destrutivos. quando não for possível o ultrassom. Os métodos a serem utilizados deverão ser os de ultrassom com registro e líquido penetrante. cabendo à CONTRATADA executar na obra. o revestimento duplo onde seja requerido. 4. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.5. A CONTRATADA deverá facilitar os meios necessários para a boa realização dos ensaios não destrutivos e o acompanhamento pela supervisão da obra. revestido externamente com tripla camada de polietileno. 4. B PSL-2. A CONTRATADA deverá somente utilizar profissionais para os ensaios de END qualificados pela ABENDE (Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos). a GNF fornecerá os tubos de aço carbono API 5L Gr.FUGA NIVEL 1 O curvamentos adimitos para este projeto deverão estar de acordo com o item 27 da NBR 12712.

caso sejam necessários. nos pontos e cruzamentos especiais ou trechos indicados pela direção da obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. em cada caso e em função da classificação das zonas. no momento em que forem recebidas pela CONTRATADA. 34 de 86 . às quais deverá submeter-se à condução da presente obra. 4. quando solicitado pela supervisão da GNF.2 deste caderno de encargos. serão determinadas pela direção da obra. mesmo que não sejam acusadas pelo Holiday. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . e os testes só deverão ser executados após a aprovação do procedimento. A CONTRATADA deverá realizar todos os testes parciais requeridos. Todas as válvulas deverão ser testadas no canteiro de obras conforme normas API 6D e API 598. • As mantas deverão ser fornecidas pela contratada conforme item 3. NOTA: • As mantas a serem utilizadas deverão ser aprovadas pela fiscalização da GNF. para fazer inspeção nos tubos a fim de verificar possíveis falhas nos revestimentos. segundo a norma técnica brasileira NBR 12712 e obedecendo a NT-909-BRA. caberá a CONTRATADA o fornecimento das mantas de polietileno termocontráteis especiais aplicáveis para este tipo de processo. A CONTRATADA deverá utilizar equipamento Holiday detector. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF os procedimentos para realização dos testes de resistência e estanqueidade. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF os procedimentos para realização de revestimentos anticorrosivos.5.7.FUGA NIVEL 1 Para o revestimento anticorrosivo das juntas dos tubos destinados às perfurações dirigidas. A CONTRATADA deverá efetuar os reparos nas falhas de revestimento detectadas visualmente. Testes de resistência e estanqueidade As pressões do teste hidrostático.

materiais deteriorados. o início dos testes. Os testes deverão ser realizados por equipamento com certificado de calibração emitido pela Rede Brasileira de Calibração – RBC. Após realização do teste de resistência e estanqueidade deverá ser realizada nova análise da água utilizada. etc. Caso seja verificado que a empresa CONTRATADA não apresenta capacidade para a realização dos testes de resistência e estanqueidade. a uma tensão circunferêncial que supere 85% (oitenta e cinco por cento) do limite elástico teórico do aço. cortes na tubulação. radiografias. se necessário. deverá ser providenciado pela CONTRATADA o seu transporte e destinação através de empresas credenciadas pelo INEA. tais como repetição de testes. A água a ser utilizada na limpeza e testes de resistência e estanqueidade deverá ser previamente analisada. com 24 horas de antecedência. Caso a mesma não se encontre dentro dos parâmetros de lançamento na rede de águas pluviais. que serão assinados pelo Engenheiro Responsável Técnico da CONTRATADA e passarão a fazer parte da documentação da obra (data-book). indicado na especificação API 5L Gr. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Concluídos os testes. os resultados serão registrados no Relatório de teste de resistência e estanqueidade. B. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. PSL-2. Este custo deverá ser pago pela CONTRATADA. A comunicação da realização dos testes ficará anotada no Diário de Obras. 35 de 86 . Deverão ser utilizados inibidores de corrosão. A CONTRATADA deverá apresentar Relatório de empresa reconhecida para o fornecimento e descarte da água utilizada para a realização do teste. Correrão por conta da CONTRATADA todos os custos produzidos ou derivados da má execução ou de resultados não satisfatórios de quaisquer testes. a GNF se reserva no direito de optar para que este serviço seja realizado por empresa com experiência comprovada. Em nenhum caso se submeterá a tubulação. e deverá ser apresentado os parâmetros de qualidade da água utilizada para o teste. ultra-som. soldas.FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA comunicará a GNF.

5. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF os procedimentos para realização de limpeza e secagem da tubulação. não deverão ser utilizados agentes desidratantes como metanol. 36 de 86 . devido à dificuldade de descarte destes rejeitos químicos. Os custos referentes ao fornecimento de nitrogênio e inertização correrão por conta da CONTRATADA. 4. Deverão ser executadas limpezas imediatas. Limpeza e secagem Deverão ser executadas as operações de limpeza e secagem dos trechos a serem substituídos.9. como a solda de cap nas extremidades. Não será permitido o lançamento dos materiais e água resultantes do processo de limpeza nos logradouros.5. Devem ser tomadas as medidas necessárias para impedir a entrada de água ou resíduos na tubulação. bem como relatório de descarte. Inertização das tubulações Deverá ser executada a operação através da aplicação de nitrogênio para inertização e obtenção do ponto de orvalho.FUGA NIVEL 1 4. O processo de inertização deverá ser executada em regime de BAIXA PRESSÃO. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.8. Não será permitida a purga com ar comprimido ou nitrogênio com pressões acima de 2 (dois) bar. caso haja qualquer incidência que cause entrada de água ou qualquer resíduo na tubulação. etanol ou glicol. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Na operação de secagem. obedecendo a NT-909 -BRA e terão que ser aprovadas pela GNF. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF os procedimentos para realização de inertização. devendo o descarte ser realizado por empresas reconhecidas. Estas operações deverão ser executadas conforme procedimento da CONTRATADA. obedecendo a NT-909-BRA. devendo ser apresentado à GNF a documentação de credenciamento destas empresas para este serviço.

Válvulas Todas as válvulas apresentadas no PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . 37 de 86 . conforme previsto no Projeto Executivo com base nas normas API 6D e API 598.FUGA NIVEL 1 Os trechos substituídos. nunca efetuando o mesmo pelo atuador ou caixa de redução. Deverá ser apresentado procedimento prévio para aprovação da Fiscalização da GNF. Deverão ser utilizados inibidores de corrosão. Ao levantar as válvulas sempre utilizar os olhais de içamento. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . e deverá ser apresentado os parâmetros de qualidade da água utilizada para o teste. 4.909-BRA. o impacto poderá causar desalinhamento das sedes e consequentemente causar vazamentos.5. não sendo permitida que nenhuma extremidade da válvula esteja aberta enquanto a mesma se encontre pressurizada. Evitar impactos. Após a realização dos testes as válvulas deverão ter todo o fluido de teste drenado e secas com ar comprimido ou nitrogênio. 4. Deverão ser realizados o teste de uma sede de cada vez. além de outros danos. serão consideradas secas e aceitas pela GNF quando o PONTO de ORVALHO durante o processo de inertização atingir a temperatura de . sendo ainda todas as obrigações listadas neste item de responsabilidade da CONTRATADA.50°C (cinquenta graus Celsius negativos).6.FUGA NÍVEL 1 serão fornecidas pela GNF e deverão ser testadas previamente no canteiro de obras e instaladas pela CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. obedecendo a NT. Purga e colocação em carga A CONTRATADA deverá apoiar e disponibilizar todos os equipamentos e equipes necessárias às operações de purga colocação em carga dos trechos substituídos. visto que dependendo de sua intensidade.10.

a CONTRATADA deve apresentar o currículo que comprove a experiência da empresa na execução destes serviços. sendo este fluido removido para realização dos testes e instalação final. Manter as flanges tampadas e lacradas a fim de evitar a entrada de umidade. A CONTRATADA deverá apresentar ART da empresa. No caso de subcontratação deste serviço. A CONTRATADA deverá manter as válvulas em local seco e abrigado. 38 de 86 . Nova Iguau e Duque de Caxias. só será permitida mediante a previa autorização da GNF.FUGA NIVEL 1 Durante o armazenamento manter as válvulas na posição totalmente aberta. A realização dos furos direcionais deverá ser executada antecipadamente ao assentamento dos tubos onde serão interligados. sujeira ou sólidos que possam viar a danificar o sistema de vedação das válvulas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Belgord Roxo.7. assim como do Engenheiro Responsável pelos serviços. Considerações gerais A liberação para os trechos a serem construídos por este método deverá ser feita com base nas seguintes providências por parte do executante do furo: CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. com excessão para as válvulas normalmente fechadas com atuador de retorno por mola. Deverão ser observados os prazos das licenças emitidas pelas Prefeituras do Rio de Janeiro.1. 4. Enquanto armazenada a válvula deverá ser mantida preservada. 4. conforme cronograma de obras a ser apresentado pela CONTRATADA.7. Furo Direcional Os trechos que possam ser construídos pelo método não destrutivo (MND) com a realização de furos direcionais não previstos no projeto executivo. com graxa ou fluido de preservação no interior da esfera. caso existam. Caso após a realização dos testes qualquer uma das válvulas sejam novamente armazenadas a CONTRATADA deverá realizar a preservação da válvula de acordo com as recomendações do fabricante.

rodovias. estradas.  Elaborar e aprovar junto à GNF o plano de furo. ferrovias. No caso da CONTRATADA optar por utilizar furos direcionais em trechos da obra não indicados neste Caderno de Encargos e projetos. rios e cruzamentos. todo o ônus será de responsabilidade da CONTRATADA. o EXECUTANTE deverá incorporar estas informações ao Data Book da Obra CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. e todos os ônus relativos a estes processos serão de responsabilidade da CONTRATADA. Não serão considerados para efeito de medição e cobrança / faturamentos os pleitos realizados pela CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . sendo devidamente identificados nas sondagens e levantamentos preliminares realizados para a elaboração do plano de furo. Todos os materiais referentes a este processo correrão por conta da CONTRATADA. 39 de 86 . Caso existam interferências com outras concessionárias.FUGA NIVEL 1  Obter licenças e autorizações especiais que sejam necessárias a execução dos processos de MND – Método Não Destrutivo. por georadar. Obtenção de licenças O EXECUTANTE do Furo Direcional (MND) deverá obter e manter as devidas autorizações e licenças pelo prazo que for necessário para a sua execução em ruas. além de métodos de sondagem convencionais. e que porventura venham a existir no subsolo.7. No caso de dificuldades surgidas devido à utilização deste processo.  Executar o mapeamento de interferências do subsolo. e desde que aprovados antecipadamente pelo Gestor da obra. a menos que sejam em decorrência de obstáculos não previsto no projeto executivo. 4.  Elaborar análise de risco. estes deverão ser aprovados previamente pela GNF. o qual deverá atender as Normas de Segurança e Gestão Ambiental.  Elaborar e aprovar junto a GNF o procedimento executivo.2. quanto a possíveis acréscimos nas extensões dos furos dirigidos apresentados no projeto executivo e relacionados neste Caderno de Encargos.

em condições iguais ou superiores àquelas que executará devendo ser treinada e qualificada por meio de testes teóricos e práticos. e composta por:  Engenheiro com experiência comprovada na execução de furo direcional.7. o Puxamento da coluna de tubulação para dentro do furo.  Operador de Máquina Perfuratriz.  Inspetor de Controle de Qualidade. Mapeamento de interferências 4. Para permitir a execução dos trabalhos. baseados nas recomendações do fabricante do equipamento.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 40 de 86 . que devem ser confirmadas e compatibilizadas pelo executante do furo. e efetiva localização.7. Através do uso do projeto executivo O EXECUTANTE do furo direcional deve considerar as informações contidas no projeto executivo relativas às interferências subterrâneas e consequentemente ao traçado do tubo. serão necessários outros profissionais. quanto a real existência de cada uma delas.4. o Acompanhamento “in loco” da execução do furo piloto ou furo guia. como uma primeira informação. tais como a equipe de topografia. bitola.4. sendo sujeita a aprovação da GNF. Equipe técnica A equipe técnica envolvida nesta operação deve demonstrar larga experiência na execução de furo direcional.FUGA NIVEL 1 4. estado de CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.7. profundidade. principalmente quanto aos itens: o Mapeamento de Interferências.  Equipe Auxiliar. o Elaboração do Plano de Furo.  Técnico em perfuração. os quais devem ser citados no procedimento executivo. com responsabilidade de coordenar e supervisionar os serviços.3. 4.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

conservação, realizando todas as pesquisas junto às concessionárias e no local da realização do
furo.

Nestes casos deverá ser considerada a existência de outras interferências subterrâneas,
eventualmente não indicadas no projeto executivo, ainda que apresentadas de forma parcial ou
incompleta.

Deverá ser considerado que os dados apresentados no projeto executivo, correspondem as
condições atuais: urbanísticas, topográficas, geográficas, hidrológicas e geológicas.

No momento da execução dos serviços poderá ocorrer situação diferente não contemplada no
projeto executivo de furo direcional, inclusive em razão de alterações, não registradas de
arruamento, loteamentos, remoção de guias, cotas de ruas ou outras alterações físicas, como
movimentação de terra.

A diretriz topográfica do projeto executivo deve ser obedecida, bem como devem ser mantidas
as distâncias relativas do gasoduto às interferências.

Este trabalho prévio de pesquisa fundamentará a elaboração do mapeamento de campo,
conforme descrito adiante.

A eventual modificação do projeto executivo quanto à diretriz do eixo da tubulação, deverá
passar pela análise e parecer do Gestor da GNF.

4.7.4.2. Mapeamento de campo

O EXECUTANTE da perfuração direcional, com a devida antecedência, deverá realizar
obrigatoriamente:

⇒ Análise, confirmação, modificação, acréscimo das indicações do projeto executivo, com
destaque para as interferências subterrâneas;

⇒ Convocar, se for o caso, representantes das concessionárias, conduzindo-as aos locais
das perfurações direcionais;, e identificando com os mesmos, as reais localizações das interferências
subterrâneas;

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 41 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

⇒ Levantamento detalhado e apurado, junto às concessionárias de serviços públicos,
concessões, entidades públicas ou privadas, proprietário ou responsáveis por quaisquer
equipamento ou instalações subterrâneas, nos locais e vizinhanças das perfurações direcionais;

⇒ Contato com quaisquer pessoas ou entidades que historicamente possam ter
acompanhado as alterações urbanísticas ou geográficas, visíveis ou sob o solo relacionado à
perfuração;

⇒ Levantamento minucioso nos locais e vizinhanças do serviço, dentre outros, abrindo
caixas subterrâneas, poços de visita, verificando indicações externas de valas devidamente
autorizadas pelas companhias, quando for o caso, acompanhado do representante ou responsável
pela instalação subterrânea, dentro das condições de segurança, conforme normas GNF e destas
empresas.

Nota: Particular atenção deve ser dada no caso de caixas de gás ou outras quaisquer, que
possam ter acúmulo de substâncias explosivas ou tóxicas;

⇒ Levantamento geológico e sondagens das áreas próximas aos furos, através da execução
de furos verticais, até atingir as profundidades previstas no plano de furo, com trados manuais ou
outros processos mecânicos, como SPT (Standard Penetration Test), na quantidade suficiente para
caracterizar, determinar e classificar o solo de toda a seção do furo (por exemplo: um furo a cada
15m ou menos);

⇒ Manusear estes dados e utilizá-los na execução do plano de furo e nos serviços
propriamente ditos;

⇒ Materializar em campo, através de marcações na superfície em cores diferenciadas,
todas as interferências subterrâneas, profundidades, diâmetros, encaminhamento e etc.;

⇒ Utilizar direta ou indiretamente, equipamentos como sonar, georadar, ultrassom, pipe
locator e outros similares, de forma a localizar as interferências subterrâneas.

⇒ Transportar para os devidos documentos da obra, dentre eles o Plano de Furo, dados e
elementos colhidos como as reais localizações das interferências subterrâneas de forma a nortear a
execução do furo com segurança.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 42 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

4.7.5. Plano de furo

Elaborar o Plano de Furo através de planejamento esquemático, submetendo à análise e
aprovação da GNF, evidenciando:

Levantamentos geológicos do local, mostrando que o mesmo foi avaliado e que o procedimento
a ser executado está dentro do planejado. Caso surjam situações diferentes da planejada, é de
responsabilidade da CONTRATADA arcar com as despesas extras envolvidas, além de prover
método adequado e em tempo hábil.

Lançar no plano todos os dados e as interferências subterrâneas mapeadas.

Compatibilizar com o projeto executivo mantendo a diretriz topografia e as distâncias relativas às
interferências.

O perfil da tubulação deve acompanhar e atender o projeto executivo, os dados obtidos no
mapeamento, e as recomendações do fabricante da máquina de furo.

O perfil do furo deve ser o mais reto possível e com o menor número de ângulos.

O raio de curvatura deve ser compatível com a qualidade do material, diâmetro e espessura da
tubulação, de modo a garantir resistência durante a fase de puxamento.

Levantamento topográfico do início e fim do furo.

4.7.6. Abertura de vala

As dimensões da vala podem variar com as necessidades operacionais, levando-se em conta
sempre o risco associado e a necessidade de oferecer condições de segurança aos trabalhadores.

4.7.6.1. Vala de entrada

A vala, de entrada da furação, deve ter forma de rampa com caimento direcionado para o ponto
inicial da perfuração, e ligada a um fosso de acumulação, o qual deverá estar com uma lona plástica,
para conter eventuais resíduos do fluído de perfuração, evitando a poluição do solo. Estes resíduos
deverão ser retirados com um caminhão vácuo ou caminhão de esgotamento e dispostos em local

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 43 de 86

para materiais mais duros poderá ser necessário o uso de brocas especiais. Durante a operação de inserção da coluna deverão ser posicionados adequadamente equipamentos que sustentem a coluna e produzem uma curvatura adequada ao ângulo de entrada do tubo no furo. É expressamente proibida a permanência de pessoas dentro da vala de recepção enquanto a perfuratriz estiver sob pressão de operação. Vala de saída Deve ter forma de rampa inclinada até a superfície do terreno.2. devendo a CONTRATADA apresentar a documentação pertinente (licença. cabendo ao executante do serviço avaliar a necessidade destas e disponibilizar em tempo hábil.7. nem causar danos ao seu revestimento. As brocas utilizadas para abrir o furo piloto devem ser compatíveis com o material que está sendo escavado.6.7. Para facilitar o alojamento da mesma na posição correta devem ser empregados roletes ou ainda escavadeiras. 4. 4.7. sendo normalmente fabricadas em Tungstênio. autorização da prefeitura e manifesto de resíduos) à supervisão da GNF que deverá registrar a entrega da documentação no Diário de Obras. 44 de 86 . tais como. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. após ter sido avaliada e liberada conforme norma de testes aplicável. porém.FUGA NIVEL 1 que atenda às leis ambientais. de forma a não forçar a tubulação. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Equipamento e materiais utilizados Deverão ser descritos no procedimento executivo as Marcas e os Modelos dos Equipamentos a serem utilizados. A coluna de tubos deve estar montada próxima ao ponto de saída da ferramenta no fim do furo piloto. guinchos e guindastes. de forma a não atrasar o andamento dos serviços programados. com a cabeça de puxamento corretamente soldada na extremidade do tubo. enrugamento ou amassamento.

e ficarem impregnadas de fluido. sendo. sendo assim carregado para o tanque de fluído. sendo que. viscosidade da lama e consumo esperado). Deve ser apresentado um plano operacional para proteção contra descargas elétricas (aterramento) envolvendo: CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Estas características de operação variam de acordo com o tipo de solo (tamanho do jato. e/ou polímero e água deve ser preparada para cada condição particular de solo.FUGA NIVEL 1 Os alargadores utilizados no furo piloto em uma ou mais operações. As paredes do furo devem ser compactadas pelo alargador. as quais devem agir amolecendo o solo.5 vezes o diâmetro da rede. Devem ser seguidas as orientações e diretrizes do fabricante da máquina perfuratriz e demais condições locais. pressão. utilizando-se um funil e a cuba marsh. a bentonita é despejada por um funil acoplado ao jato d’água emergente de um venturi. Normalmente nos equipamentos em uso. atravessando os furos situados na ferramenta de perfuração erodindo as formações. Deve ser registrado o valor de profundidade e direcionamento de broca. bentonita e/ou polímeros e aditivos para correção do PH se necessário. a cada haste introduzida. ou seja. A mistura correta de bentonita. o fluído de perfuração é bombeado pelo interior das hastes. A perfuração se processa por jateamento. o espaço anular entre o furo e o tubo deve ficar preenchido com o fluído de perfuração que vai secando com o tempo e se incorporando à formação. que devem possuir como características principais a viscosidade e a gelatinosidade. os quais podem mostrar uma elevação súbita de pressão provocada por alguma interferência não cadastrada ou presença de rocha. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . A viscosidade do fluído deve ser determinada em função do solo e controlada em segundos marsh. O fluído de perfuração utilizado deve ser constituído basicamente de água limpa. 45 de 86 . lubrificando e estabilizando o furo executado. Durante a operação de furação devem ser constantemente observados também os manômetros de pressão instalados na própria máquina. de tal forma que o diâmetro final do furo seja de 1. este um valor de referência de espaçamento. os quais são providos de misturadores que devem evitar a decantação e a reposição de material no fluído dos mesmos.

4. serão feitas as interligações do mesmo no restante da tubulação.FUGA NIVEL 1 ⇒ Pessoal técnico e operacional envolvidos na furação.9. 46 de 86 . inclusive as condições de içamento da coluna de tubulação. ⇒ Atendendo rigorosamente as terminações do fabricante da perfuratriz. quando ocorrerem próximo às Linhas de transmissão de energia. que capta ondas de rádio emitidas por uma fonte transmissora instalada no corpo da ferramenta de perfuração. durante toda a operação de perfuração. ⇒ Equipamentos Auxiliares. colocando-se o emissor a uma distância pré-determinada. das juntas e todo o processo de inspeção destes serviços. Este instrumento deve vir calibrado de fábrica. o revestimento dos tubos.8. ⇒ Trabalho sob redes de eletricidade em carga. ⇒ Cumprir as normas de SSM. ⇒ Equipamento de Perfuração. Montagem da coluna de dutos e outras providências A soldagem.7. Instrumento localizador A direção do furo e a sua profundidade devem ser controladas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. sendo que. 4. após a instalação da rede no furo. devem seguir as normas da GNF relacionadas a estes assentos. ⇒ Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva a ser utilizado. Estas conexões (“Tie-Ins”). através do instrumento denominado localizador. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .7. Sua aferição deve ser executada antes do início de cada operação diariamente. checando- se assim a leitura do mesmo. ⇒ Restrição de acesso a pessoas não autorizadas. devem seguir o estabelecido no projeto. a qual deve acusar continuamente a direção e a profundidade do furo até atingir a vala de saída.

próprias para perfuração direcional. caso este não apresente resultados satisfatórios. as seguintes informações: • Características técnicas do material do revestimento. Esta operação tem como objetivo garantir a resistência e estanqueidade da coluna. A escolha do fabricante destas mantas deverá ser submetida à aprovação da GNF. • Inspeção e testes incluindo inspeção visual. aderência e resistência ao impacto. • Procedimentos para aplicação das camadas do revestimento. eliminando dúvidas quando do teste hidrostático completo de toda a Rede de Reforço. armazenamento e transporte. • Recomendações para inspeção das camadas. • Limpeza do tubo e do revestimento original. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . peso. serão de responsabilidade da CONTRATADA. O fornecimento das mantas termocontráteis reforçadas (fabricação Canusa ou Raychem) para revestimento das juntas da coluna. devendo constar do escopo do fornecimento. no mínimo. deverão ser realizados os teste hidrostáticos conforme normas da GNF. espessura e acondicionamento para manuseio. descontinuidade. • Condições ambientais adequadas à aplicação. O revestimento das juntas somente poderá ser executado após a realização e aprovação do teste hidrostático. • Dimensões. • Requisitos mínimos exigidos para o revestimento aplicado. • Instruções para reparos nos danos ocorridos durante a aplicação.FUGA NIVEL 1 Anterior a execução da inserção da coluna no furo e de sua soldagem ao restante da rede. O tempo de execução do teste hidrostático da coluna poderá se restringir ao mínimo solicitado pela NBR 12712. 47 de 86 . • Manuseio da tubulação revestida. • Instruções para recebimento.

Somente será permitida a abertura de frentes adicionais mediante aprovação da GNF. 4.FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA somente poderá iniciar a montagem das colunas após adquirir as mantas termocontráteis reforçadas. Em locais caracterizados como espaço confinado. de maneira a evitar a abertura de diversas frentes de obra.10. com a conseqüente diminuição de fechamentos de Tie in’s. 48 de 86 . Sinalização da tubulação O duto deve ser sinalizado conforme as NT-905-BRA Parte 2 e NT-905-BRA Parte 7. o possível fechamento do trânsito em caso de colocação de coluna. com autenticação de seus respectivos pagamentos bancários. deverá possuir o seu timbre e ser assinada pelo Engenheiro oficialmente apresentado como responsável técnico pela obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. os serviços somente poderão ser iniciados após a emissão de permissão de trabalho pela fiscalização da GNF.7. as ARTs do contrato. nestes casos os funcionários da CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . para que o revestimento das juntas seja realizado logo após os ENDs das mesmas e do teste hidrostático da coluna. objetivando manter o interior da tubulação limpa. posicionamento da máquina de perfuração e demais acessórios. a Contratada deve apresentar em 5 (cinco) dias úteis. a CONTRATADA deverá verificar junto à CET RIO.8. Considerações Gerais A obra deverá ser realizada de forma contínua. Deverá ser previsto o tamponamento das extremidades das às colunas soldadas enterradas ou não. Uma vez assinado o contrato. deverão estar habilitados para exercerem suas atividades neste tipo de espaço. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA Toda e qualquer documentação emitida e encaminhada a GNF. 5. Caso necessário e de acordo com as recomendações do projeto. pela CONTRATADA. 4.

sobre qualquer contradição observada neles. A CONTRATADA será responsável por qualquer erro que se pudesse ter evitado ao se fazer com todo o cuidado esta confrontação de documentos a que vem obrigado. que sejam pertinentes ao objeto do contrato. as modificações que se derivem deste exame. As omissões na documentação ou as descrições errôneas que sejam obviamente indispensáveis para levar a cabo o espírito ou as intenções expostas nestes documentos deverão ser posto ao conhecimento da GNF. outras ARTs vinculadas assinadas por Engenheiros com outras qualificações. A GNF não aceitará encargo algum nem sobre custo devido a nenhum conceito derivado do indicado neste parágrafo e nos anteriores. além das três ARTs obrigatórias mencionadas anteriormente.1. o exato conhecimento de todos os documentos que integram o presente projeto.FUGA NIVEL 1 A ART principal deve ter a autoria necessariamente de um Engenheiro Mecânico e deve haver mais duas ART’s vinculadas à primeira. 49 de 86 . será como se estivesse escrito em todos eles. A CONTRATADA deverá confrontar imediatamente depois de recebidos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. terá presente que o mencionado num documento e omitido nos restantes. A Contratada pode. todos os documentos que lhe tenham sido facilitados e deverá informar prontamente a GNF. só poderão se realizar depois de que a GNF o autorize e sempre antes da realização prática. 5. Em qualquer caso. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a seu critério. incluir. tão rápido quanto a CONTRATADA se aperceba delas. supondo ou não que exista erro. Conhecimento da documentação É obrigação da CONTRATADA. Para efeitos desta confrontação. assinadas por um Engenheiro Civil e Engenheiro ou Técnico de Segurança do Trabalho e especialização em Meio Ambiente.

3. que poderão ser aplicados pela GNF após prévia comunicação à CONTRATADA. com os respectivos certificados de calibração e aferição. ⇒ Lista de equipamentos e máquinas a serem empregados na construção da rede de reforço. a seguinte documentação: ⇒ Cronograma físico compatibilizando as licenças solicitadas à Prefeitura para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . ⇒ Todos os documentos serão examinados pela GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. bem como para descrever os critérios de avaliação da atuação da CONTRATADA. Qualidade dos Serviços 5. 50 de 86 .1. Cronograma e procedimentos A CONTRATADA deverá apresentar a GNF. durante ou a partir do primeiro ano de vigência do contrato.3 (Equipe Técnica). 5.3.2. ⇒ Certificados de qualificação dos soldadores e dos componentes relacionados no item 4.FUGA NÍVEL 1. ⇒ Todos os procedimentos técnicos necessários ao PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .7.FUGA NÍVEL 1 e demais serviços técnicos. de modo a obterem a aprovação dos mesmos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .FUGA NÍVEL 1. Objetivo Definir os critérios básicos de qualidade a serem cumpridos pela CONTRATADA para assegurar a qualidade dos trabalhos de construção de redes e ramais.FUGA NIVEL 1 5. 15 (quinze) dias antes do início do PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .

3. A GNF providenciará planos de supervisão. que afetem o faturamento global da CONTRATADA e/ou diminuição de encargo de trabalho. A GNF avaliará trimestralmente o nível de qualidade da CONTRATADA. devendo dispor de um sistema de garantia da qualidade. além das penalidades aplicadas por obra. 5. Plano de supervisão e controle O plano de supervisão de obra aplicado pela GNF será posto em prática segundo os seguintes itens: 5. reposição de pavimentos. Garantia da qualidade A CONTRATADA é responsável pela execução das obras de acordo com o exposto nas normas técnicas da GNF e as disposições e/ou regulamentos legais vigentes que sejam aplicáveis.1. Se estiverem abaixo do nível de qualidade considerado aceitável. A GNF supervisionará pontos aleatórios da rede construída pela CONTRATADA durante o ano em curso. que tenha sido considerada como terminada e correta. construções auxiliares e canteiro de obras. Qualquer sistema de garantia da qualidade apresentado pela CONTRATADA deverá evoluir para um sistema que contemple os requisitos da norma ISO série 9000.3. 51 de 86 . segundo a gravidade e/ou persistência. mediante abertura de valas de comprovação.3.3. controles e auditorias da qualidade das obras.2. para proceder à avaliação. e observará o cumprimento das prestações contratuais. A GNF registrará os não cumprimentos das condições contratuais. condicionamento de valas. outras sanções poderão ser aplicadas. Obra civil Sobre as operações de escavação. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . para comprovar e verificar sua correta execução e a inexistência de defeitos. normas técnicas ou disposições legais de cumprimento obrigatório. reaterro. que evite a existência de defeitos na obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.FUGA NIVEL 1 5.3.

que por sua natureza conduzam a situações de risco.3. 5. Segurança da obra Sobre os aspectos da obra que podem representar um perigo.3.3.4. máquinas e equipamentos utilizados e os testes prescritos para sua entrada em operação. 52 de 86 .3. técnicas ou de segurança.5.3. frente à documentação de recolhimento de FGTS e INSS apresentada juntamente com as pré-certifcações de serviços. Classificação dos defeitos Para efeitos de garantia da qualidade.3. sua localização no subsolo. as não conformidades detectadas serão classificadas segundo o seguinte critério: 5. 5. instalação da tubulação. Defeito crítico Qualquer deficiência ou não cumprimento das especificações contratuais. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. tanto para o pessoal que a executa quanto para pessoas alheias ao trabalho.3.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Outros aspectos Sobre aspectos que podem prejudicar a imagem pública da GNF. Relação de profissionais Sobre a compatibilidade entre a relação de profissionais próprios e subcontratados.3.FUGA NIVEL 1 5. de insegurança ou de funcionamento incorreto da instalação. 5.3. Obra mecânica Sobre as operações transporte dos materiais. 5. ou relacionados com o não cumprimento de critérios definidos pela GNF para o tipo de obra executada e não mencionados nos parágrafos anteriores. informados periodicamente a GNF.4.4.2.3.3.

Defeito principal Qualquer deficiência ou não cumprimento das especificações contratuais. Defeito secundário Qualquer deficiência ou não cumprimento das especificações contratuais. para comprovar sua idoneidade.4.FUGA NIVEL 1 5. As não conformidades detectadas por Prefeituras ou organismos oficiais. Ao detectar uma não conformidade que se classifique como defeito crítico. sem constituir um defeito crítico. 53 de 86 . técnicas ou de segurança que. Face à não conformidade notificada. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.2.4. receberão o mesmo tratamento dado às notificações de não conformidade apresentadas pelo técnico durante a supervisão das obras.3. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Tratamento das não conformidades Qualquer não cumprimento ou não conformidade detectada será notificada à CONTRATADA para seu conhecimento e para que o resolva imediatamente. ficando a notificação anotada no registro de Notificação de não conformidade. comunicadas diretamente à GNF.3. a CONTRATADA complementará a parte do documento de Notificação de não conformidade com a proposta de ação corretiva a aplicar para evitar a repetição da não conformidade. 5. segundo sua gravidade. bem como seu prazo de aplicação. técnicas ou de segurança não tipificada como defeito crítico nem principal. a GNF poderá requerer a supervisão de outros pontos da mesma obra. A GNF aplicará uma sanção pelas não conformidades detectadas. na ocorrência de circunstâncias adversas levaria a situações de risco ou de falta de segurança.5.3. 5.3.

54 de 86 .1. secundários. 5. Sanções impostas por terceiros No caso em que a CONTRATADA seja responsável por sanções aplicadas à GNF por organismos oficiais.3. APAs e outros que se façam expostos.FUGA NIVEL 1 5.6. Restrições das Licenças Ambientais A CONTRATADA deverá observar e fazer cumprir todas as restrições contidas nas licenças ambientais (licenças prévia. Não conformidades A GNF estabelecerá uma penalidade direta para as não conformidades detectadas numa obra.00 x nº def.000.00 x nº def. entregues à CONTRATADA. segundo a classificação de defeitos anteriores.4. licença de instalação e licença de operação) emitidas pelo INEA. Deverá também entregar relatório.2.3. como segue: ⇒ Defeito Crítico: Penalidade = R$ 1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .6. será aplicado o que está exposto no contrato. Penalidades aplicadas 5. com base nas Notificações de Não Conformidades ou Comunicações de Advertências Escritas. comprovando que atendeu todas as restrições das licenças fornecidas pela GNF.6.00 x nº def. principais ⇒ Defeito Secundário: Penalidade = R$ 300. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. IBAMA. por motivos não previstos nem regulados em documentos escritos. críticos ⇒ Defeito Principal: Penalidade = R$ 500. 5. encaminhadas pelo Gerente da obra. A aplicação dos montantes correspondentes será feita mediante elaboração de atestações negativas mensais de penalidade pelos técnicos responsáveis pelas obras.3.

com todos os Órgãos Públicos ou Privados relacionados com o andamento da obra. Recursos Materiais e Humanos A CONTRATADA deverá dispor. assim como dos demais meios mecânicos. A CONTRATADA deverá demonstrar a GNF. em número suficiente de pessoas de reconhecida experiência em trabalho de: planejamento. 55 de 86 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. • Abaixamento. que dispõe dos instrumentos necessários tais como. bomba hidráulica. compressor de ar.FUGA NIVEL 1 5. ou seus representantes. assim como. etc. supervisão e direcionamento de atividades de obras.5.5. e dos meios humanos precisos. deverá ter os meios necessários para realizar rápidas e eficientes comunicações com os trabalhadores e serviços contratados. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . sob nenhuma hipótese. assim como manter uma eficaz comunicação com os técnicos da GNF. grupos de soldagem.1. • Reaterro da vala. Subcontratações A CONTRATADA não poderá subcontratar empresas e mão-de-obra autônoma. e posteriormente demonstrado 15 (quinze) dias corridos antes do início da execução da obra. • Escavação. que da mesma forma. com objetivo de conseguir a correta coordenação e execução dos trabalhos e tarefas. detector de revestimento de 15 KV de tensão. todos os recursos humanos a serem empregados na obra. registradores gráficos de pressão e temperatura para água e certificados de calibração destes instrumentos. através de relatório detalhado que deverá fazer parte da proposta técnica a ser ofertada. para os seguintes serviços: • Montagem Mecânica. • Soldagem. • Compactação da vala. 5. assim como descrever através de relatório detalhado a ser apresentado na proposta técnica que será ofertada. visando uma boa programação e execução dos trabalhos.

bem como assinar e entregar à GNF a Carta de Adesão ao Projeto Compromisso com a Segurança e Saúde. apoiados por ART no CREA. A não apresentação destes documentos caracterizará defeitos secundários. inclusive a anulação do pedido sem que a CONTRATADA possa reclamar indenização alguma por este conceito.FUGA NIVEL 1 Para subcontratar. qualquer outro tipo de trabalho deverá ser obtida a aceitação escrita prévia da GNF Deverão ser apresentados a GNF antes do início de qualquer serviço subcontratado. Para o recebimento das certificações apresentadas ao Departamento de Contas a Pagar da GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Cabe à CONTRATADA garantir o compromisso com a Segurança e Saúde. A CONTRATADA deverá preparar um plano de segurança que esteja de acordo com a normativa vigente neste campo. conforme modelo do Anexo 7. passíveis de aplicação das sanções contratuais. será necessário apresentar os recibos de recolhimento de INSS e FGTS do pessoal subcontratado. Caso haja alteração no quadro de profissionais deverá ser apresentada a revisão da referida lista. A inobservância do indicado facultará à GNF a eliminação do trabalho efetuado nestas condições chegando. MEDIDAS DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO A CONTRATADA está obrigada a observar e fazer cumprir as normativas vigentes sobre segurança e higiene no trabalho as normas regulamentadoras (NR) aprovadas pela portaria nº 3214. e a lista de profissionais das empresas SUBCONTRATADAS. 6. os contratos destas empresas com a CONTRATADA. seguindo os critérios descritos das Regras Cardinais de Segurança descritas no Anexo 6 desse caderno. de 10 de junho de 2011 da Secretaria de inspeção do Trabalho para todos os serviços a serem realizados. suportado por ART no CREA e apresentar esta documentação 15 (quinze) dias corridos antes do início da obra. 56 de 86 . (de 8 de junho de 1978 do Ministério do Trabalho) e alterações conforme portaria nº 237.

do solo ou do ar.FUGA NÍVEL 1. conforme regras de SSM da GNF. recolher os restos de materiais plásticos ou de alumínio das marmitas. ⇒ Respeitar toda e qualquer legislação ambiental vigente no local de execução dos serviços. ⇒ Se forem encontrados restos de ossadas humanas. ⇒ Executar os procedimentos de “Análise de Risco”. ⇒ Nos locais em que estradas de acesso interceptam a faixa. colocar placas de aviso advertindo sobre o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . ⇒ Na ocorrência de qualquer incidente que implique em dano ou risco de comprometimento da qualidade da fauna e flora. comunicar a engenharia da obra para adoção de medidas de contenção e ações corretivas. a mesma deverá dispor em obra de material médico de primeiros socorros. 57 de 86 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. todas as normas de segurança vigentes. Logo após o almoço. Caberá a CONTRATADA observar e fazer cumprir por toda a equipe envolvida no PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .FUGA NIVEL 1 Assim. ⇒ Para cada frente de trabalho deverão ser instalados no mínimo 2 (dois) banheiros químicos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . de modo a evitar a contaminação de mananciais de águas e/ou contato com animais da região. ou mesmo da relação das comunidades vizinhas. de forma a minimizar os impactos ambientais negativos. conforme orientação da Segurança do Trabalho. equipamentos e materiais utilizados.FUGA NÍVEL 1 e proibindo a presença de pessoas estranhas. passível de aplicação das sanções contratuais. incluindo as seguintes regras gerais: ⇒ Utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e os Equipamentos de Proteção Coletivos (EPC). artefatos cerâmicos ou de pedra lascada ou quaisquer vestígios relacionados a civilizações antigas. comunicar à engenharia de obra antes de prosseguir com o trabalho. para atendimento aos trabalhadores na obra. ⇒ Após conclusão da jornada de trabalho. A não observância deste implicará na caracterização de Defeito Secundário. bem como dos telefones de urgência mais importantes para aviso em caso de um acidente. recolher as ferramentas.

com indicação dos que dispõe ou subcontratados e neste caso. contendo todos os procedimentos operacionais das atividades a serem realizadas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 58 de 86 . ⇒ Especificação e Registro dos Procedimentos de Soldagem – EPS/RQPS. ⇒ ART´s de Engenheiro Civil. materiais e equipamentos que lhe devam ser fornecidos por terceiros. ⇒ Relação individualizada dos meios materiais. emitido por entidade oficial ou empresa autorizada. ⇒ Planejamentos detalhados de todos os elementos. que deverá ser entregue para aceitação prévia da GNF ⇒ Manual de Garantia da Qualidade. deverá ser apresentado por escrito a utilização destes meios: ⇒ Relação dos soldadores que trabalharão na obra com seus respectivos Certificados de Qualificação de soldadores segundo procedimento homologado. DOCUMENTAÇÃO DE POSSE OBRIGATÓRIA A CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . na recepção do pedido e para poder iniciar os trabalhos deverá providenciar obrigatoriamente a seguinte documentação. Quinze (15) dias após a assinatura do contrato. ⇒ Desenhos construtivos que venha a utilizar para construir as instalações. a razão social da empresa SUBCONTRATADA. com indicação das datas de utilização. Engenheiro Mecânica e Segurança do Trabalho. ⇒ Relação individualizada dos meios humanos que pense dedicar de forma permanente na execução dos serviços. ⇒ Certificação de calibração dos equipamentos. ⇒ Relação individualizada dos meios humanos e materiais temporais. ⇒ Cálculos justificativos no caso de instalações não contempladas total ou parcialmente na documentação recebida.FUGA NIVEL 1 7.

A inobservância do indicado facultará à GNF. até à recepção das instalações por parte da GNF Neste sentido. se responsabilizará para que o material de sobra da obra seja entregue aos armazéns da GNF. nem por qualquer outro material empregado. se eximindo de qualquer reclamação ou indenização. se entende que este se considera em boas condições para a obra. a CONTRATADA indicara por escrito a GNF. etc. montagem em oficina. a responsabilidade sobre o material e equipamentos relacionados com as obras. a GNF não é responsável nem pelos utensílios de trabalho. Se não estiver em boas condições. RESPONSABILIDADES E COMPETÊNCIAS Além das próprias de cada caso em particular. A CONTRATADA será a única responsável por todas as perdas e danos causados ao material relacionado com a obra. ⇒ Certificado de garantia de qualidade dos eletrodos a empregar emitido pela empresa fabricante e fornecedora. em iguais condições. ensaios e provas. No caso do não cumprimento deste. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Uma vez que o material seja retirado pela CONTRATADA dos armazéns da GNF. a eliminação do trabalho efetuado nestas condições chegando.FUGA NIVEL 1 ⇒ Planejamento detalhado de todas as fases que compõem o total desenvolvimento do projeto. são de aplicação com caráter enunciativo e não limitativo. independentemente de a quem pertençam. colocação em operação. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.. soldagens. 59 de 86 . propriedade da CONTRATADA. poderá rescindir o pedido. incluindo-se no mesmo. a GNF. não se aceitando encargo algum neste conceito. De igual modo. 8. transporte. inclusive. à anulação do pedido sem que a CONTRATADA possa reclamar indenização alguma por este conceito. manifestando a sua eliminação.

Garantias de Boa Realização A CONTRATADA deverá elaborar e apresentar para aprovação da GNF. no prazo máximo de 15 (quinze) dias úteis.1.1. Prazo de garantia O prazo de garantia de todos os serviços realizados no PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . tanto diretos como indiretos. com catálogo de fabricante e listas de peças e sobressalentes. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . depois de concluído o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS .FUGA NIVEL 1 8. um Plano de Controle de Qualidade da Obra como um todo e perfeitamente detalhado por pontos. de acordo com a boa imagem da GNF.FUGA NÍVEL 1 estarão garantidos pela CONTRATADA pelo prazo de 5 (cinco) anos. sanando todo o defeito que apareça dentro do período de garantia estabelecido. 60 de 86 . Realização Documental A CONTRATADA deverá entregar toda a documentação obtida e/ou utilizada durante a execução da obra. Assim a CONTRATADA. quando necessário.FUGA NÍVEL 1. cuidará para que se realizem todos os pagamentos das obras contratadas.2. pela qual se compromete a correr com os gastos e assumir os prejuízos e pedidos que uma má realização pudesse ocasionar. 8. O dossiê da obra realizada deverá ser composto por: ⇒ Catálogos e certificados segundo se indica neste complemento. que não seja imputável a agentes externos e sim da deficiente realização da obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. A CONTRATADA garante e se responsabiliza pela boa execução da obra. de cada um dos materiais e equipamentos que integram a instalação fornecida pela CONTRATADA. devendo tomar as medidas oportunas para evitar dívidas de pagamentos por parte dos seus subcontratados.1. 8. Este plano deverá contemplar o acompanhamento de fiscais designados pela GNF. devendo avisar a ocorrência do evento com a devida antecedência.

⇒ Chapas radiográficas e ou registros de ensaios de ultra-som. indicando que todos os materiais empregados e equipamentos instalados. nem a referenciar em nenhum lugar. se anexarão a este dossiê os seguintes documentos: ⇒ Folhas de devolução do material de sobra da obra aos armazéns da GNF (se assim se procede). Toda a documentação recebida da GNF e toda a elaborada pela CONTRATADA referente à obra realizada é propriedade da GNF. O conjunto de documentos deverá ser apresentado num dossiê devidamente encadernado em duplicado exemplar. ⇒ Certificado de qualificação das soldagens e atas correspondentes. ⇒ Ata dos testes de resistência e estanqueidade com os registros de pressão.FUGA NIVEL 1 ⇒ Identificação dos materiais. e suporte magnético segundo disponha a direção de obra. ⇒ Certificado emitido pela CONTRATADA de todo o equipamento objetivo do pedido. com experiências comprovadas. Além disso.3. sem permissão expressa por escrito da GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . se adéquam ao fim a que se destinam. Condições Relacionadas com a Direção da Obra A CONTRATADA deverá designar um Engenheiro Responsável e um Técnico de Campo. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. estando presente no local das intervenções. desenhos de obra realizada efetuada em papel sulfite. Não será permitido fazer uso da mesma. que deverá ser o responsável pelo acompanhamento de todos os serviços de campo. ⇒ Cópia dos desenhos de obra realizada no que figurará a situação de todas as soldagens realizadas. ⇒ Ata do teste de funcionamento. 61 de 86 . 8. ⇒ Certificado de líquidos penetrantes e atas correspondentes.

orientar os fiscais da GNF. e com as fiscalizações públicas e/ou privadas que tenham ações diretas com a obra. O interlocutor designado pela GNF será o Gestor da Obra. aos trabalhadores. a terceiros. e com autorização escrita pelo Gestor da Obra. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. A GNF indicará um ou mais Fiscais para acompanhamento da obra. A GNF. quando evidenciado o descumprimento das normativas técnicas. ou outro qualquer relativo à paralisação da obra. que será o interlocutor para os assuntos que competem à obra no que diz respeito ao meio Ambiente. Um dos engenheiros acima citados deverá ser Engenheiro Mecânico. pleitos referentes a custos de equipes e equipamentos parados. Ao Gestor da Obra caberá fiscalizar. que deverá ser o responsável pelo acompanhamento de todos os serviços de campo. A CONTRATADA deverá designar um Técnico de Meio Ambiente. Todo o ônus causado pela interrupção do serviço será de responsabilidade da CONTRATADA. estando presente no local das intervenções. cujo nome constará no diário da obra. somente terá seu retorno após a CONTRATADA corrigir os defeitos que causaram a interrupção do trabalho. ou o Órgão que ela designe. que possam oferecer danos ao empreendimento. levará a cabo o seguimento ou controle dos trabalhos com a frequência que considere oportuna. 62 de 86 . interagir com os Engenheiros e Chefes da obra designados pela CONTRATADA. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . que será o interlocutor para os assuntos que competem à qualidade conforme a ISO série 9000. através do Gestor da Obra.FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA deverá designar um Engenheiro de Campo. A CONTRATADA deverá designar um Técnico de Qualidade. O Gestor da Obra poderá ordenar a paralisação imediata de todo e qualquer serviço em execução pela CONTRATADA. com experiência comprovada. O serviço paralisado pelo Gestor da Obra. não cabendo a mesma. ao meio ambiente ou a imagem da GNF.

técnicos ou econômicos. Caso esse prazo não seja cumprido. apresentados pela CONTRATADA. condições climáticas. para análise e assinatura pelo Gerente da Obra. e que servirão para a elaboração FINAL dos Diários de Obras. as datas de início e final. Todas as indicações dadas pelo Gestor da Obra à CONTRATADA.3. as cópias dos DIÁRIOS de FASES. o Engenheiro Chefe da CONTRATADA e o Gestor da Obra. Diário da obra Nos Diários de Obras deverão ser registrados todos os avanços realizados. relacionados com alterações nos Projetos e no alcance dos trabalhos relacionados neste Caderno de Encargos. solicitações do Gestor e Fiscais da GNF. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a CONTRATADA deverá contratar profissionais qualificados para elaborar e apresentar a Fiscalização da GNF. cuja primeira página se fará constar o nome da CONTRATADA. Os Diários de Obras deverão ser assinados pela Fiscalização da GNF no local da obra e apresentados a GNF num prazo máximo de 7 (sete) dias corridos após a data dos mesmos. onde serão registrados os apontamentos da Fiscalização da Obra. Os Diários de Obras deverão ser emitidos em 3 (três) vias. devendo as cópias serem devidamente assinadas. e assim distribuídas:  1 (uma) cópia permanecer no local da obra. classificada como Defeito Principal. 1 (um) dia imediatamente após a data dos mesmos. deverão ser registrados e encaminhados através de documentação própria à GNF. será considerada uma Não Conformidade. serviços diversos realizados. observações relativas ao andamento da obra. serão registradas no diário da obra. e demais eventos relacionados com os serviços pertinentes à obra.  1 (uma) cópia ser entregue ao Gestor da Obra – GNF.1. Para elaboração dos Diários de Obras. com a Fiscalização da GNF.FUGA NIVEL 1 8. inclusive os “CROQUIS” para “AS BUILT”. assinados pelo fiscal da obra. não sendo admitidos registros desta natureza nos Diários de Obras. Solicitações. a identificação da obra. referentes ao serviço. pleitos ou similares. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. interrupções da obra. 63 de 86 .

qualquer empregado destas. a GNF. segurança. acompanhado do Engenheiro Chefe da CONTRATADA. realizar visita à suas oficinas e armazéns. Pessoal da CONTRATADA em Obra De todo o pessoal da CONTRATADA. por meio do Gestor da Obra. registrando a mesma no diário da obra. assim como as incidências que se deem lugar. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. falta de rendimento. sem a correspondente autorização do Gestor da Obra. indisciplina ou o não cumprimento das ordens dadas pelo Gestor da Obra.3. ao início da obra e constatada no diário da obra. A data das visitas e sua frequência serão indicadas pelo Gestor da Obra à CONTRATADA. A CONTRATADA não poderá recusar o pessoal nomeado pela GNF para a Fiscalização das obras.FUGA NIVEL 1  1 (uma) cópia permanecer com a CONTRATADA para elaboração do Data. sendo esta obrigada a realizar sua troca. deverá avisar com um mínimo de 24 horas de antecedência. A GNF poderá ao momento que lhe convier. se o crê oportuno. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .Book da obra. 8. No caso de ter que retirar algum dos trabalhadores da obra. assim como ao dos subcontratados. A CONTRATADA não poderá afastar ou substituir o pessoal que foi designado para a realização da obra. nem exigir que se designem outros para os reconhecimentos e medições. 64 de 86 . 8. Visita de obra O Gestor da Obra realizará visitas eventuais ao serviço.3. assim como da SUBCONTRATADA. com o fim de efetuar o seguimento dos trabalhos pertencentes à obra e que ali se realizem. compostura no trabalho. quando se observar falta de conhecimento e aptidões.3.2. no prazo de 48 horas. poderá em qualquer momento afastar. Neste caso o Gestor da Obra deverá comunicar à CONTRATADA o desligamento do empregado. ainda que este seja substituído.

tanto na obra civil como na obra mecânica. a CONTRATADA se obriga a prestar a atenção e o seguimento necessário a todas e cada uma das fases de realização da obra.. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Condições Relacionadas com a Execução das Obras A CONTRATADA. escavações e. ⇒ Distribuir instruções eficazes para as operações de obra civil. pontos especiais. ⇒ Controlar os equipamentos de segurança. mas não se limitam a: ⇒ Direcionar e aprovar a marcação do local antes do início das obras. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 65 de 86 . normativas e ordens vigentes. conhecedora das técnicas precisas neste tipo de obra. os danos gerados pela realização dos trabalhos. ⇒ Dividir as ordens e autorizar a seu pessoal a iniciar os trabalhos em cada trecho ou zona de trabalho.4. ou defeitos que os mesmos possam causar. Para assegurar tudo isto. realizando estas de acordo com a regulamentação vigente com o disposto nas permissões e autorizações dos órgãos competentes e com as regras definidas pelo CREA. os meios e os métodos de maneira que sejam empregados de forma que garantam a máxima condição de segurança. é responsável pela correta execução destas em todas as fases compreendidas no presente documento. inclusive no futuro. sendo de seu exclusivo encargo. ⇒ Supervisionar as inspeções e ensaios que sejam executados. As obrigações da CONTRATADA no local da obra se estendem. A CONTRATADA também responderá pelas possíveis multas e sanções que poderão provir da não observância dos preceitos. como especialista na realização de instalações como a descrita no escopo deste documento e. por vícios ocultos. elétrica e instrumentação. em particular. etc. a pessoas ou a bens. indicando o nome do pessoal desligado ou do substituto. 8. cruzamentos com perfurações.FUGA NIVEL 1 Toda a substituição deverá ser autorizada no diário da obra.

com o objetivo de que a GNF seja devidamente informada. ⇒ Revisar periodicamente a programação dos trabalhos e desvios em relação à programação original. ⇒ Controlar as medições e certificações. normas. sobre o estado e avanço dos trabalhos a todo o momento.FUGA NIVEL 1 ⇒ Dirigir testes de pressão pneumáticos que sejam executados em caráter oficial ou privados. ⇒ Realizar os serviços necessários para uma correta execução. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Para cada um dos trabalhos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . ⇒ Garantir que o projeto seja realizado de acordo com as normativas particulares e gerais de aplicação para o projeto. como para correta execução das obras de construção dentro dos critérios municipais. que se encarregará da solução de problemas imprevistos que possam surgir durante a execução dos trabalhos e de assistir os testes que venham a ser executados em caráter oficial ou privados. Se houver discrepâncias quanto à forma de realização dos trabalhos e a qualidade dos materiais ou maquinário a serem empregados nos mesmos. assim como nos processos ou procedimentos de execução. ⇒ Controlar o cumprimento das ordens dadas pelos Técnicos da GNF. a CONTRATADA designará um de seus técnicos como responsável. a CONTRATADA aceitará o critério definido pela GNF. necessárias tanto para a obtenção da licencia de obras. A CONTRATADA deverá atender as leis. ⇒ Preparar e realizar os testes de aceitação. 66 de 86 . conclusão e recepção da obra. e outras recomendações municipais. ⇒ Elaborar informes de incidências e registrar os dados necessários.

a CONTRATADA deverá dispor de 1 (um) Inspetor de Solda N1 em cada frente de obra. 1 (um) técnico para cada segmento a seguir: • Técnico de Segurança do Trabalho • Técnico de meio ambiente. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .4.1. Para os processos de soldagem da tubulação. no mínimo. ⇒ Abaixamento da tubulação. se for o caso. • Inspetor de duto • Inspetor de solda Deverá manter na frente de obra 1 (um) ou mais Inspetor de Dutos e Técnicos de Segurança e de Meio Ambiente. 67 de 86 . ⇒ Desfile de tubos. ⇒ Abertura de vala. as instruções recebidas. ⇒ Curvamento. ⇒ Soldagem da tubulação. Será a este profissional que a fiscalização da GNF se reportará a qualquer tempo. ⇒ Recomposição da vala. ⇒ Recobrimento da tubulação. cabendo ao mesmo a incumbência de levar adiante. Em cada frente de obra deverá ser mantido um encarregado geral. ⇒ Transporte da tubulação. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. capaz de responder e tomar decisões frente à ocorrência de imprevistos.FUGA NIVEL 1 8. Inspetores A CONTRATADA deverá manter na obra. para acompanhar todas as atividades referentes à construção tais como: ⇒ Recebimento de Materiais.

Memória RAM 6 Gb. A sala e os equipamentos disponibilizados serão de uso exclusivo da GNF. scanner e copiadora). • 1 (um) bebedouro refrigerado com garrafão de 20 litros ou frigobar. ⇒ Lavagem externa e limpeza interna semanal. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Meios disponibilizados a GNF pela CONTRATADA A CONTRATADA deverá disponibilizar junto ao canteiro de obras. 3 (três) mesas e 3 (três) cadeiras. • 1 (uma) impressora colorida multifuncional (impressora. através de cartão de abastecimento com abrangência em ampla rede de postos. Pacote Microsoft Office 2010 (Word. ⇒ Passe automático de pedágio (Sem Parar) ⇒ Em caso de problemas mecânicos das viaturas. direção hidráulica e 4 portas. • 2 (dois) Notebooks. Excel. com a seguinte estrutura para acomodar a fiscalização da GNF: • 1 (uma) sala com ar condicionado.6. Esta estrutura deverá estar à disposição da GNF num prazo máximo de 15 (quinze) dias a partir da mobilização inicial. configuração mínima: processador intel Core i5 430M. possuindo no mínimo: motor 1. • 1 (uma) linha telefônica com acesso à internet. Wireless e Internet Móvel com modem banda larga de 1 Gb – 3G. Antivirus. ⇒ 150 (cento e cinquenta) litros acumulativos de combustível por semana. ar condicionado. a CONTRATADA deverá providenciar a substituição da mesma em 24 horas. Power Point. tela 14 ou 15”. etc). HD 500Gb. Microsoft Project 2010. 68 de 86 .000 km rodados. escritório da obra.5. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Sistema Operacional: Microsoft Windows 7 – Home Premium Original. A CONTRATADA disponibilizará à GNF para a fiscalização da obra: • Uma viatura com as seguintes condições: ⇒ Deverá ter no máximo 1 (um) ano de uso e no máximo 10. DVD-ROM (leitor/gravador).FUGA NIVEL 1 8.

ou pertences de terceiros. correndo ao seu exclusivo encargo os danos que pela realização desta obra. sendo o pagamento de franquias de responsabilidade da CONTRATADA e em caso de sinistro o veiculo deverá ser substituído em até 24 horas por um veículo de iguais características. ⇒ A viatura deverá estar assegurada totalmente por apólice contra roubo. tanto próprio como alheio. etc. que permanecerá até a primeira metade da obra. Esta estrutura deverá estar à disposição da GNF. 69 de 86 . colocação em funcionamento. durante toda a construção da rede de Reforço. 8. Obra Mecânica É responsabilidade da CONTRATADA:  Replanejar. conexões tanto elétricas como mecânicas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. provas.5. num prazo máximo de 10 (dez) dias a partir do recebimento da TAO. possam causar ao pessoal.5. 24 horas diárias.  Zelar pela boa instalação de tubos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . executar a obra e construir as instalações de acordo com o presente projeto e a normativas vigentes.FUGA NIVEL 1 ⇒ A viatura permanecerá com a fiscalização da GNF.1. Obra civil A CONTRATADA responderá pela execução correta da obra civil segundo as técnicas adequadas. colisão (inclusive terceiros). NOTA: Caso a obra seja executada por duas empresas a estrutura acima citada será arcada alternadamente por uma e pela outra empresa. etc. instrumentação. Sendo a empresa vencedora do pacote A a primeira a fornecer a estrututura.2. incêndio. aparelhos. ficando a cargo da vencedora do pacote B o fornecimento da estrutura a partir desse ponto até o final da obra 8.

se CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.6. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 70 de 86 . etc. Caso contrário.. Na oferta a CONTRATADA deverá indicar a forma como tem prevista a solução e realização da obra civil necessária e em especial dos movimentos de terra. a GNF se reserva o direito a utilizar outros meios alheios à CONTRATADA. 8.FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA deverá prever a realização de exames e ensaios necessários do terreno. exceto se não é evidente que a causa não é imputável à CONTRATADA. em todos aqueles casos em que seja necessário efetuar movimentos de terras do tipo que sejam. Neste período ante o aviso por escrito por parte da GNF. Se o resultado destes não for aceito. com encargo aos fundos de garantia. os controles de compactação que se creiam necessários. o qual deve ser proposto e aceito previamente pelo Gestor da obra. por laboratório oficial ou empresa autorizada que deverá ser aprovado pela direção de obra. Recepção da Obra A partir da data de recepção da obra começará a contar o período de garantia. a recepção definitiva da obra. Todos os trabalhos de obra civil deverão ser levados a cabo por pessoal próprio especialista ou por empresa com experiência comprovada no tipo de construção que será levada a cabo. para obter as cotas de nível precisas. tanto o custo destas provas como a reposição da obra mal realizada. Transcorrido este período de garantia. Durante o período de garantia deverá proceder à reparação de defeitos. a CONTRATADA poderá solicitar a GNF. Em qualquer momento a CONTRATADA será responsável pela correta realização da obra. correrá a cargo da CONTRATADA. Serão efetuados a cargo da GNF. com o fim de determinar as capacidades suportantes. devendo assumir as responsabilidades que se derivem da má execução do seu trabalho. a CONTRATADA deverá solucionar a anomalia num prazo máximo de 72 (setenta e duas) horas. qualidades do subsolo. que se estabelece em 5 (cinco) anos. avarias e danos que apareçam.

FUGA NIVEL 1 reservando as ações que possa levar a cabo contra a CONTRATADA para salvaguardar os interesses da GNF. de acordo com padrões estabelecidos pela GNF na PE. Estes desenhos deverão estar em escalas adequadas. a GNF aplicará Não Conformidade e multas previstas neste Caderno de Encargos. conforme determinados na PE. 71 de 86 . detalhes.GN-DG. as plantas As Builts para os primeiros comentários e revisões pela GNF. As Plantas “as built”. apresentando todos os detalhes construtivos realizados (perfil. mantendo a mesma proporcionalidade do parágrafo anterior.7. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .). deverão possuir autenticação e carimbo (com o CREA) dos responsáveis pelas informações. A cada válvula substituída. isométricos. registrando todos os dados referentes às instalações construídas. Plantas de Obra Construída – As Built Ao terminar a obra. Caso não sejam respeitados os prazos acima citados.0082.0082. etc. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. a CONTRATADA deverá encaminhar a GNF os desenhos correspondentes à obra realizada. a CONTRATADA deverá manter a apresentação das plantas As Builts da sequencia da obra. devidamente cotados e com tantos detalhes quantos os necessários para uma fácil interpretação da obra em questão. ao longo da execução.GN-DG. a CONTRATADA já deverá ter apresentado ao Gestor da Obra. A seguir. em razão do risco que a tubulação estará exposta devido a ausência de informações no sistema de Cadastro da GNF. Deverão ser observados os prazos para apresentação final do As Built da obra. incluindo todas as modificações que se tenham produzido. 8.

o tempo necessário para as seguintes fases da obra: ⇒ Mobilização inicial. ⇒ Sinalização e identificação dos dutos através de marcos planos e de concreto. ⇒ Testes. ⇒ Realização da obra civil e mecânica da rede. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DA OBRA 9.FUGA NIVEL 1 9. aterramento e instrumentação). Prazo da Obra O prazo para realização das obras em questão será de 240 dias corridos. ⇒ Ensaios não destrutivos.1 (tabela de preços) Incluem-se neste período. (obras civis.1. 9. mecânicas. ⇒ Compra de materiais não fornecidos pela GNF. fita de alerta. ⇒ Instalação das tampas de acesso as válvulas. a entrega dos tubos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. comunicar e confirmar a CONTRATADA. E os pacotes A e B de válvulas estão descrimanados nas tabelas constante no item 12. material essencial para o início das obras. Previsão de Início Caberá a GNF. inertização e colocação em carga. A data da última fase torna-se referência para a “Certificação Final” e a “Ata de Aceite Provisório”. 72 de 86 .2. Caso a obra seja executada por duas empresas o prazo de exeução para cada pacote de 12 valvula será de 120 dias corridos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . placas de concreto e placas de sinalização com os adesivos. contados a partir da emissão do Termo de Aceite da Obra – TAO.

deverá ter os meios necessários para fazer rápidas e eficientes comunicações. antes da comunicação pela GNF da data para entrega dos tubos. A partir da documentação e informação entregue pela GNF. incluído no futuro. a CONTRATADA deverá solicitar autorização escrita da GNF para início destas atividades. a CONTRATADA designará um de seus técnicos como responsável. Para tal. de reconhecida experiência em trabalho de planejamento. cabendo a CONTRATADA todos os encargos relacionados à antecipação dos trabalhos. os danos gerados pela realização dos devidos trabalhos. a CONTRATADA será responsável pela correta execução dos trabalhos encomendados. além de outros serviços que não necessitem destes materiais.FUGA NIVEL 1 É facultado a CONTRATADA. Para cada um dos trabalhos. Organização da Obra A organização e direcionamento dos trabalhos a serem realizados no campo seguirão o disposto a seguir. ou seus representantes. A CONTRATADA deverá dispor de material humano. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . por vícios ocultos a pessoas ou materiais. 73 de 86 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. ou defeitos que os mesmos possam causar. sendo de seu exclusivo encargo. em número suficiente de pessoas.3. 9. Da mesma forma. que se encarregará da solução de problemas imprevistos que possam surgir durante a execução dos trabalhos e de assistir os testes que venham a ser executados em caráter oficial ou privados. iniciar os serviços preliminares ao assentamento das redes. supervisão e direcionamento de atividade. Os serviços mencionados no parágrafo anterior serão certificados e pagos. com objetivo de conseguir a correta coordenação e execução dos trabalhos e tarefas . assim como manter uma eficaz comunicação com os técnicos da GNF. para uma boa programação e execução dos trabalhos. caso estejam relacionados na tabela de desembolso deste Caderno de Encargos.

os meios e os métodos de maneira que sejam empregados de forma que garantam a máxima condição de segurança. máquinas e equipamentos a serem empregados nos mesmos. ⇒ Controlar os equipamentos de segurança. nos processos ou procedimentos de execução da CONTRATADA. ⇒ Garantir que o projeto seja realizado de acordo com as normativas particulares e gerais de aplicação para o projeto. 74 de 86 . ⇒ Controlar as medições e certificações. com o objetivo de que a GNF seja devidamente informada sobre o estado e avanço dos trabalhos a todo o momento. cruzamentos com perfurações. etc. ⇒ Distribuir instruções eficazes para as operações de obra civil. em particular.FUGA NIVEL 1 Se houver discrepâncias quanto à forma de realização dos trabalhos e a qualidade dos materiais. ⇒ Controlar o cumprimento das ordens dadas pelos técnicos da GNF. escavações e. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. assim como. tanto na obra civil como na obra mecânica. ⇒ Elaborar informes de incidências e registrar os dados necessários. ⇒ Dirigir testes de pressão pneumáticos que sejam executados em caráter oficial ou privados. ⇒ Revisar periodicamente a programação dos trabalhos e desvios em relação à programação original. pontos especiais. ⇒ Preparar e realizar os testes de aceitação. esta aceitará o critério imposto pela GNF. ⇒ Dividir as ordens e autorizar a seu pessoal a iniciar os trabalhos em cada trecho ou zona de trabalho. As funções da CONTRATADA no local da obra se estendem.. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . ⇒ Supervisionar as inspeções e ensaios que sejam executados. mas não se limitam a: ⇒ Direcionar e aprovar a marcação do local antes do início das obras.

diretamente ou através de terceiros. sem prejuízo de outras sanções previstas para a CONTRATADA. 10. no todo ou em parte. multa meramente moratória. até o limite de 10% (dez por cento).FUGA NIVEL 1 ⇒ Realizar os serviços necessários para uma correta execução. a CONTRATADA deverá integralizar a diferença em 48 (quarenta e oito) horas. automaticamente excluídos do presente Contrato. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 10. ao invés de rescindir o Contrato. conclusão e recepção das obras. pagará a CONTRATADA á GNF.5% (cinco décimos por cento) do valor dos serviços não atendidos. se preferir.2. MULTAS CONTRATUAIS A inobservância de qualquer disposição deste Contrato submete a CONTRATADA às sanções contratuais cabíveis. ficando os serviços assim executados. Não Conformidades e Advertências Serão descontadas as multas referentes às Não Conformidades e Advertências aplicadas pelo Gestor da Obra. conforme previsto neste Caderno de Encargos. multa essa que será descontada. correspondente a 0. se esta for insuficiente. assumir os serviços. Caso as faturas e as garantias contratuais sejam insuficientes para cobrir os valores das multas impostas.1. independentemente das multas e outras medidas que venham a ser aplicadas pelos Órgãos competentes. sem prejuízo da rescisão contratual. Atraso na Entrega da Obra Por dia que exceder os prazos estabelecidos neste Caderno de Encargos. das faturas a que estiver obrigada. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 10. Os valores das multas impostas serão descontados automaticamente pela GNF da garantia contratual ou. 75 de 86 . A inobservância de qualquer cláusula ou condição contratual autoriza a GNF.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. constando de: ⇒ Diário de Obra. PROPOSTA TÉCNICA As empresas participantes da oferta de serviços para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . ⇒ Atas de reuniões junto a GNF e demais Concessionárias. ⇒ Certificados dos soldadores e técnicos e demais profissionais.FUGA NIVEL 1 10.3. ⇒ Especificações de materiais e de serviços. 76 de 86 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . ⇒ Teste de Estanqueidade e Hidrostático. ⇒ Catálogos. ⇒ Licenças.FUGA NÍVEL 1 deverão apresentar em suas Propostas Técnicas. 11. ⇒ Pareceres Técnicos. Data Book da Obra Ao término da execução da obra a CONTRATADA deverá apresentar à GNF toda documentação referente ao empreendimento. ⇒ Teste de Purga. ⇒ Desenhos para AS Built (croquis). os seguintes documentos. por seu representante legal: ⇒ Cronograma Geral para execução da obra por períodos. assim como pelo avanço das frentes de obra previsto. ⇒ Testes e Certificados de solda. ⇒ As Built (papel sulfite e digital). Autorizações e eventuais Multas. ⇒ E outros documentos obtidos durante a obra. devidamente autenticados em todas as folhas. e diagrama de meios humanos e mecânicos por fases.

que contempla a aplicação de eletrodos do tipo E-XX18. licenciamentos. que tem conhecimento das condições climáticas da região. preenchendo a Ficha de Ciência de pontos relevantes. em anexo. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . considerando a perda de dias de trabalho em razão das condições climáticas. pelos quais a GNF não aceitará nenhuma reclamação. ⇒ Especificação dos Procedimento de Soldagem – EPS e Registro de Qualificação dos Procedimentos de Soldagem – RQPS para solda de construção e solda em serviço. e as demais. ⇒ Na elaboração do Cronograma Geral.FUGA NÍVEL 1. 77 de 86 . ⇒ Relação de soldador(es) qualificados na EPS da solda em serviço. deverá ser estar indicada o n° de frentes de obras e equipes necessárias para cumprimento dos prazos determinados neste Caderno de Encargos. ⇒ Declaração que conhece e aceita todas as condições deste Caderno de Encargos. e demais normativas pertinentes que possam influenciar na realização do PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . que poderão produzir perdas de dias de trabalho. recomposição do pavimento.FUGA NIVEL 1 ⇒ A empresa participante da licitação deverá reconhecer de maneira especial em sua oferta. No caso do EPS/RQPS da solda em serviço. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. ⇒ Descrição detalhada do processo construtivo a ser empregado no PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS . referentes à sinalização. seja econômica e de atraso que se produzirem durante as obras. a mesma deverá atender aos requisitos da API 1104 – Apêndice B. ⇒ Declaração acerca da mão-de-obra própria e serviços que pretende subcontratar. bem como dos meios humanos e materiais a serem empregados. excluindo-se as licenças ambientais emitidas pelo INEA. ⇒ Declaração de que é conhecedora dos trâmites necessários a emissão das licenças Municipais de Emergência. além dos esclarecimentos realizados durante o processo de licitação.FUGA NÍVEL 1. ⇒ Declaração que a empresa é conhecedora das normas vigentes da Prefeitura do Rio de Janeiro e demais muncípios afetados para execução de obras em logradouros públicos. por condições climáticas adversas.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

⇒ Comprovação do CREA que a empresa possui experiência e capacidade técnica para
execução de obra de REDE de distribuição para gás natural em redes de aço;

⇒ Declaração da realização de Visita Técnica ao local da obra pelo Engenheiro que será
designado como Responsável Técnico da obra pela CONTRATADA, constando data e declaração de
que todas as dúvidas foram sanadas;

⇒ Apresentação de relatório fotográfico da Visita Técnica, com no mínimo 20 (vinte) estampas,
contendo detalhes e locais característicos da obra, devendo figurar nas fotos a data e a comprovação
de que o Engenheiro acima mencionado acompanhou a mesma. Para a execução da Visita Técnica,
não será necessário o acompanhamento de representante da GNF;

⇒ A forma e o prazo para a entrega das propostas serão conforme o Edital de Contratação, que
se adjunta a este Caderno de Encargos;

⇒ O período de validade das ofertas deverá ser de no mínimo, 60 (sessenta) dias;

⇒ As PROPOSTAS TÉCNICAS que porventura não apresentem os termos e documentações
acima solicitadas serão consideradas nulas e desclassificadas do processo licitatório;

⇒ Solicitamos que a apresentação dos termos e documentações sejam realizadas de forma
clara, explícita e ordenadam de maneira que não gerem dúvidas em suas análises pela GNF,
evitando a desclassificação da empresa participante da licitação.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 78 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

12. PROPOSTA ECONÔMICA

12.1. Preço Ofertado

O preço ofertado para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS - FUGA NÍVEL 1, itens
1, 2, e 3 serão considerados como PROPOSTA FECHADA E GLOBAl e nesse caso poderá ser
vencidas por duas empresas.

O preço ofertado para a Construção das Caixas de Válvulas, item 4, será considerado como
unitário.

A GNF se reserva no direito de executar adjudicações parciais, bem como alteração no
alcance dos serviços a serem executados.

Todas as folhas deverão estar autenticadas pelo responsável da empresa participante da
licitação.

As ofertas deverão ser apresentadas seguidas das tabelas abaixo relacionadas:

PACOTE A
Ø
Endereço Bairro
Válvula
1 RUA JOÃO FERNANDES NETO Nº55 BELFORT ROXO 14

2 RUA JOÃO FERNANDES NETO Nº56 BELFORT ROXO 14

3 RUA JOÃO FERNANDES NETO Nº57 BELFORT ROXO 14

9 AVENIDA PASTOR MARTIN LUTHER KING JUNIOR C/ ESTRADA DO COLÉGIO Colégio 14

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 79 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

Vicente de
10 AVENIDA PASTOR MARTIN LUTHER KING JUNIOR S/Nº EM FRENTE AO SESI 14
Carvalho
Vicente de
11 AVENIDA PASTOR MARTIN LUTHER KING JUNIOR S/Nº EM FRENTE AO SESI 14
Carvalho
Vicente de
12 AVENIDA PASTOR MARTIN LUTHER KING JUNIOR S/Nº EM FRENTE AO SESI 14
Carvalho

13 RUA CÍCERO C/ RUA PROFESSOR LINDOLFO GOMES Pavuna 14

14 ESTREDA DO COLÉGIO E/F VULCAN COLÉGIO 14

15 RUA GOMES ORO Nº 42 OLARIA 14

16 RUA LEOPOLDINA REGO Nº576 OLARIA 14

24 ESTRADA DO QUITUNGO ESQUINA COM RUA ITABIRA CORDOVIL 14

PACOTE B
Ø
Endereço Bairro
Válvula
4 ROD. WASHINGTON LUÍZ Nº 600 (ACESSO A LINHA VERMELHA) CIDADE ALTA 20

AV. BRASIL, PRÓX. AO VIADUTO DA ILHA - APÓS A SOTREQ NO PONTO DE ÔNIBUS E/F
5 Bonsucesso 20
ELEVATÓRIO DA CEDAE

6 AV. BRASIL, Nº 5176 (BATALHÃO DA AERONÁUTICA), C/ AV. SANTO RIBEIRO Bonsucesso 14

Duque de
7 ROD: WASHINGTON LUIS E/F MABEL 14
Caxias

8 CAROLINA MACHADO C/ RUA SANATÓRIO Nº 108 (NA PRAÇA) Madureira 14

17 RUA OURIQUE E/F AO Nº 247 OLARIA 14

18 AV. AUTOMOVEL CLUBE APÓS RUA MATURA ACARI 14

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 80 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

19 PRAÇA ALBERTO MONTEIRO FILHO E/F CISPER JACARÉ 14

20 AV. AUTOMÓVEL CLUBE E/F AO MURO LIQUID CARBONO ACARI 14

21 ROD. PRESIDENTE DUTRA COM FREDERICO CASTRO PEREIRA CAROLINA 14

22 AVENIDA JOÃO RIBEIRO, Nº 754 Tomás Coelho 14

23 AVENIDA JOÃO RIBEIRO, Nº 754 Tomás Coelho 14

SERVIÇOS VALORES (R$)

1 – SUBSTITUIÇÂO DE VALVULAS PACOTE A

2 – SUBSTITUIÇÂO DE VALVULAS PACOTE B

3 – SUBSTITUIÇÂO DE VALVULAS PACOTE A + B

4 – Construção de Caixa de Concreto Armado para Válvula
Telecomandada (unidade)

a. O trecho total deverá ser entregue totalmente testado, finalizado e energizado e com todas
as documentações entregues e isento de pendências.

b. A operação de colocação em carga (gás natural) será responsabilidade da Empresa
CONTRATADA.

12.2. Observações

O preço do serviço declarado acima deve estar em consonância com o caderno de encargos,
assim como, deverão estar contidas todas as atividades pertinentes ao mesmo, incluindo as
travessias.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 81 de 86

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS - FUGA NIVEL 1

Os preços ofertados deverão incluir todos os impostos, taxas e encargos aplicáveis.

Serviços adicionais não contemplados neste Caderno de Encargos e no Projeto Executivo
apresentado para o PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VÁLVULAS - FUGA NÍVEL 1, que porventura
se façam necessários durante a execução da obra, ou ainda, acréscimos não contemplados nesta
contratação, deverão ser negociados e executados somente após as devidas autorizações expedidas
por escrito pela GNF.

Nos eventuais casos em que seja comprovada a existência de ROCHA, segundo as descrições
NBR 6502, a CONTRATADA deverá ofertar os itens 1 a 4 (na tabela abaixo) por unidade de metro
(m) e metro cúbico (m³).

TABELA SERVIÇOS ADICIONAIS

SERVIÇOS UNID VALORES (R$)
1 – Demolição de Rocha à Frio (m3 ).
2 – Demolição de Rocha à Fogo (m3 ).
3 – Método Não Destrutivo Comum (m ).
4 – Método Não Destrutivo com Rocha (m ).
5 – Bloco de ancoragem de concreto adicional (unitário) unid

Nestes casos, os serviços deverão ser solicitados pela CONTRATADA e autorizados pelo Gestor
da Obra, antecipadamente à execução do mesmo. Outros serviços devem estar previstos com o
custos destes serviços por conta da CONTRATADA.

A medição para pagamento de serviços dos itens 1 e 2 será realizada através de apresentação
do perfil longitudinal da vala e Relatório do Diário de Obra.

Os itens 3 e 4 deverão ser ofertados por metro (m), e serão utilizados somente onde não esteja
explicitado no projeto executivo, em casos onde de impossibilidade de construção pelo método
destrutivo.

Os serviços constantes nos itens 1, 2, 3, 4 e 5 deverão ser solicitados pela CONTRATADA e
autorizados pelo Gerente da obra, antecipadamente à execução do mesmo.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO
Revisão
Data: 28/12/2016 Documento N° 2
22474I00162
SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS
FUGAS NÍVEL 1
Pág. 82 de 86

relativos ao período imediatamente anterior a mês de apresentação da pré-certificação. trabalhadores da CONTRATADA e SUBCONTRATADAS envolvidos na obra. os valores a serem praticados para estes serviços. ⇒ Lista completa dos funcionários. ao Departamento de Contas a Pagar da GNF. 3. trabalhadores da CONTRATADA e SUBCONTRATADAS envolvidos na obra. 13. incompatíveis com os praticados no mercado. CERTIFICAÇÕES DA OBRA 13. podendo a GNF solicitar a apresentação das planilhas de custos destes serviços a CONTRATADA. antes da assinatura do contrato. 4 e 5 deverão estar compatíveis com os praticados no mercado. ficando retidas até a apresentação destas.FUGA NIVEL 1 Os valores ofertados para os itens 1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . deverá ser negociado entre as partes. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. locais dos serviços e demais informações que sejam necessárias à análise das certificações. As pré-certificações que não sejam encaminhadas com a documentação acima solicitada. ⇒ Croqui ou as-built preliminar do trecho assentado. 83 de 86 . não serão aprovadas pelo Gestor da Obra e tampouco pelo Chefe de Serviço de Construção e Projetos de Rede – Rio. deverão ser anexados os seguintes documentos: ⇒ Relatório técnico demonstrando os serviços realizados. Esta documentação será encaminhada em anexo a Certificação aprovada pelo Gestor da Obra. suas quantidades. Os serviços realizados serão certificados mensalmente. Caso a GNF considere estes valores ofertados pela CONTRATADA que apresentar melhor proposta Global. 2. conforme avanço da obra.1. ⇒ Balanço do material usado na obra. Certificações A cada pré-certificação apresentada ao Gestor da Obra pela CONTRATADA. ⇒ Cópia autenticada dos recolhimentos do FGTS e INSS dos funcionários.

Ao término da obra e com a apresentação de toda a documentação relativa à obra. A tabela de desembolso não será utilizada como parâmetros para reivindicações pela CONTRATADA. a CONTRATADA terá recebido 100% (cem por cento) do preço global do serviço. terão suas emissões condicionadas à declaração pela CONTRATADA. medidos e pagos pela certificação. que venham a gerar aditivos contratuais e/ou preços contraditórios. futuros pleitos relacionadas aos serviços executados. Estaqueamento e sondagem 5% Escavação 10% Reaterro e Compactação 10% Obra Civil 15% metro Placas de Concreto 10% Recomposição do Pavimento 40% Marcos e Placas 5% Total Item 100% Desfile e Soldagem 40% Obra Mecânica metro Assentamento 60% 10% Total Item 100% Proteção Retificador 20% Catódica Leito de Anodos 20% unid 10% Equipamento de Drenagem 15% CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. sendo aplicados valores percentuais relativos ao preço global do serviço para as tarefas nela relacionadas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . não cabendo a CONTRATADA. de serviços não contemplados no Projeto Executivo e Caderno de Encargos.FUGA NIVEL 1 13. não refletindo os preços efetivos dos mesmos.2. A tabela de desembolso representa somente os valores a serem certificados a CONTRATADA. TABELA DE DESEMBOLSO As certificações serão apresentadas conforme a tabela de desembolso apresentada neste Caderno de Encargos. de que o pagamento dos valores contemplados na certificação dará quitação total aos serviços executados. 14. Quantidade Item Serviço % valor item Unidade Prevista Mobilização 20% Unid. conforme conclusão dos serviços nela relacionados. 84 de 86 . Preço Contraditório As certificações originadas por itens não previstos neste Caderno de Encargos.

está incluida a obra civil e mecânica juntas. No ítem “Obras especias”. com seus respectivos registros no CREA. 85 de 86 . 15. No ítem “obra civil” as placa de concreto indicadas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Os valores de extensão são aproximados. O atestado técnico deve ser emitido conforme modelo anexo III. 2. se refere a de sinalização e a de proteção mecânica. quando for necessária. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. O atestado técnico somente será emitido considerando os responsáveis técnicos da CONTRATADA pela obra em questão.: 1. EMISSÃO DE ATESTADO TÉCNICO A CONTRATADA poderá solicitar a emissão de atestado técnico dos serviços prestados à GNF até o prazo máximo de 18 (dezoito) meses após a conclusão da obra. 3. A GNF reserva-se o direito de incluir no atestado técnico as informações que julgar necessárias para melhor definir a qualidade dos serviços prestados.FUGA NIVEL 1 Elétrica Pontos de Testes 15% Caixa de Medição 15% Energização (Light) 15% Total Item 100% Obras Furos Direcionais 100% metro especiais Total Item 5% Caixas de Válvulas 40% Obras Soldagem em Carga 30% unid Específicas Trepanação 30% 10% Total Item 100% Limpeza 10 % Testes 15% Finalização Secagem 20 % metro 20% Inertização 20% Purga 35% Total Item 100% Diário de Obras 10% Relatórios de Assentamento 10% metro Relatórios de END 10% Qualidade Relatórios de Soldagem 10% 30% Data-Book 20% unid As-Built 40% Total Item 100% TABELA DE DESEMBOLSO DA REDE Notas.

FUGA NIVEL 1 A GNF reserva-se o direito de incluir no atestado técnico as informações que julgar necessárias para melhor definir a qualidade dos serviços prestados. O atestado técnico só deve ser emitido após a assinatura pelos representantes de CONTRATADA e Contratante do Termo de Quitação da Obra. RELAÇÃO DE ANEXOS Anexo 01: Ficha Ciência de Pontos Relevantes do Caderno de Encargos Anexo 02: Modelo de Termo de Quitação de Obra Anexo 03: Modelo de Atestado de Capacidade Técnica Anexo 04: Proteção do Meio Ambiente Anexo 05: Segurança Anexo 06: Regras Cardinais De Segurança Anexo 07: Cartas de Adesão ao Projeto Compromisso com a Segurança e Saúde Anexo 08: Condições de Execução ao ANEXO II aa Licença para Execução de Obras em Vias Públicas CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . conforme no anexo II. 16. 86 de 86 .

8 tais como execução de sondagens.9. a instalação dos marcos e placas 5 de sinalização conforme 4. assim como ______ cumprir todos os requisitos da NT-813-BRA. reconhecendo a responsabilidade quanto aos custos e ______ obtenção do Ponto de Orvalho estabelecido. armazenamento de materiais e equipamentos e meios necessários à ______ execução da obra. A CONTRATADA é responsável pela locação e estaqueamento da obra. Deverá ser realizada a instalação do sistema de proteção catódica conforme item 5 e mais itens deste Caderno de Encargos relacionados a custos e fornecimento de 9 materiais. ______ passível de aplicação das sanções contratuais. A CONTRATADA deverá cumprir as recomendações da direção da obra. A CONTRATADA atenderá a todos os itens relacionados a fornecimento. tais como repetição de testes. ______ A CONTRATADA tem conhecimento de todos os custos de responsabilidade da CONTRATADA. A CONTRATADA aceita todas as obrigações estabelecidas no item 6 e subitens 10 deste caderno de Encargos.5. passível de aplicação das sanções contratuais.1.3. O não atendimento ao solicitado neste Caderno de Encargos será ____ considerado defeito crítico. soldas. etc. no que diz respeito à sinalização diurna e noturna da obra.6. cortes na tubulação. 1 de 3 . ultrassonografia. etc. ______ CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. entre eles o cumprimento às restrições contidas nas ______ licenças ambientais. materiais deteriorados. tais como custos com inertização da rede.3.FUGA NIVEL 1 Anexo 01: Ficha ciência de pontos relevantes do caderno de encargos A CONTRATADA reconhece e aceita as exigências quanto realização de 1 sondagens e levantamento do subsolo e os custos respectivos. conforme 4 descrito neste Caderno de Encargos. A CONTRATADA atenderá a todos os itens relacionados à perfuração direcional. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a falta destes será considerada defeito crítico. fornecimento de mantas ______ termocontráteis reforçadas. custos produzidos ou 2 derivados da má execução ou de resultados não satisfatórios de quaisquer testes. conforme item 4. 3 transporte. 11 As Não Conformidades e defeitos serão tratados conforme item 6. A CONTRATADA atenderá as exigências estabelecidas para a Inertização da 7 rede. e normas 6 municipais. ______ Caso não seja observado pela CONTRATADA.5. Plano de Furo. ______ radiografias.

º 21650 DE 27/06/2002. com experiência comprovada. com experiência 12 comprovada. ______ A CONTRATADA deverá designar um Engenheiro de Campo. os contratos destas empresas com a CONTRATADA e a lista de profissionais das empresas SUBCONTRATADAS. 2 de 3 . para aterro. a documentação exigida no ______ 19 item 6. etc.) CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. lista de máquinas e equipamentos com respectivos certificados de calibração e aferição. Deverão ser atendidas todas as condições do item 4. etc. A CONTRATADA deverá apresentar a GNF. procedimentos. que deverá ser aprovado pela GNF. cujo nome constará no diário da obra.8.FUGA NIVEL 1 A CONTRATADA deverá designar um Engenheiro Chefe Residente. estando presente no local das intervenções. ______ Instruções e Decreto N. Certificados de Qualificação de Soldadores. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Higiene 16 e ao Meio Ambiente. Deverão ser apresentadas as ART’s CIVIL / MECÂNICA e ELETRICA dos contratos de sub Contratadas. DE ACORDO COM DECRETO N. descarte de ______ resíduos provenientes de escavação.3. compactação 14 e recomposição do pavimento existente. Caso haja alteração no quadro de profissionais deverá ser 17 apresentada a revisão da referida lista. Deverão ser apresentados os Documentos de Posse obrigatória descritos no item 18 8 deste Caderno de Encargos. Qualificação de soldadores. Deverão ser atendidos todos os Itens relacionados Medidas de Segurança. que será o interlocutor para os assuntos técnicos e econômicos que competem à obra. como por exemplo. Deverão ser apresentados a GNF antes do início de qualquer serviço subcontratado.º 21650 DE 27/06/2002. No caso de não cumprimento pela CONTRATADA dos prazos de entrega de As 13 Builts.2 (Cronograma. O interlocutor designado pela GNF será o GESTOR da obra. passíveis de aplicação das sanções _____ contratuais. 15 (quinze) dias antes do início do assentamento dos tubos e demais serviços técnicos. ______ EPS/RQPS. Para recomposição de revestimento asfáltico deverão ser atendidas as exigências de fresagem e recapeamento estabelecidos nas ”NORMAS PARA A EXECUÇÃO ______ 15 DE OBRAS. devendo ser observadas as normas. A não apresentação destes documentos caracterizará defeitos secundários. REPAROS E SERVIÇOS EM VIAS PÚBLICAS” – O/COR. tais como Plano de Segurança (com ART). limpeza e teste. que deverá ser o responsável pelo acompanhamento de todos os serviços de campo. a GNF aplicará Não Conformidade e multas previstas neste Caderno de ______ Encargos.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a CONTRATADA deverá dispor de _____ 1 (um) Inspetor de Solda N1 em cada frente de obra. 1 (um) inspetor de dutos e 1 ______ técnico de Segurança e Meio Ambiente para cada frente de obra 21 Para os processos de soldagem da tubulação. no mínimo. 3 de 3 . Assinatura e carimbo do Responsável pela Proponente CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.FUGA NIVEL 1 20 A CONTRATADA manterá na obra.

Pedro II. doravante denominada CONTRATANTE. fica automaticamente outorgada a plena. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. por seus representantes legais infra- assinados e.º CEG/gasNatural – xxxxxxxxx. Considerando que: I. com sede à Endereço da CONTRATADA inscrita no CNPJ/MF nº xxxxxxxxx. Resolvem as partes. referentes à remuneração dos serviços executados durante o período indicado no considerando acima. de outro lado. A CONTRATADA executou. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . São Cristóvão.119/0002-40. nada podendo a CONTRATADA reclamar. seja a que título for. tendo por objeto xxxxxxxxxxx. e. RJ. no período de xx/xx/xxxx a xx/xx/xxxx. 1 de 2 . no tocante aos citados custos. serviços pertinentes ao objeto do Contrato em referência.FUGA NIVEL 1 Anexo 02: Modelo de termo de quitação de obra MODELO DE TERMO DE QUITAÇÃO DE CONTRATO/OBRA Pelo presente instrumento. no futuro. A CONTRATANTE e a CONTRATADA firmaram em xx/xx/xxxx o contrato de serviços n. Rio de Janeiro. NOME DA CONTRATADA. firmar o presente termo de quitação.938. o qual se regerá pelas seguintes cláusulas e condições: CLÁUSULA PRIMEIRA Efetuado pela CONTRATANTE o pagamento de R$ xxx (xxxxxxxxxx). estabelecida na Av. nº 68. por seus representantes legais infra assinados. de comum acordo e na melhor forma de direito. doravante designada “CONTRATADA”. II. rasa e irrevogável quitação destes a favor da CONTRATANTE. de um lado a Companhia Distribuidora de Gás do Rio de Janeiro – CEG. inscrita no CNPJ/MF 33. conforme Caderno de Encargos.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . especialmente no tocante aos serviços executados e equipamentos empregados pela CONTRATADA. caso ainda não entregue. assim. 2 de 2 . GNF CONTRATADA Assinatura do Gestor Assinatura do Representante Testemunha 1 Testemunha 2 Nome: Nome: RG nº: RG nº: CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.  Fornecimento de toda a documentação previdenciária. por se acharem justas e acordadas. E. data book e outros exigidos no contrato. as quais se obriga a cumprir conforme os prazos e condições estabelecidos no contrato quais sejam:  As garantias previstas no contrato em questão. Rio de Janeiro. _____ de __________________ de 20xx. assinam o presente termo em 02 (duas) vias de igual teor e forma juntamente com as testemunhas. trabalhista e tributária. tais como “As-Builts”.  Fornecimento de toda a documentação técnica. referente aos serviços e aos empregados e demais contratados alocados nos serviços dentro do período em questão.FUGA NIVEL 1 CLÁUSULA SEGUNDA O presente termo não elide a responsabilidade da CONTRATADA no tocante às obrigações abaixo indicadas.

certifica que a empresa XXXXXXXXXXX. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. nº 68. São Cristóvão. estabelecida na Av.938.Município / Estado SERVIÇOS EXECUTADOS Descrever todos os serviços executados. 1 de 2 . executou os serviços com as características descritas abaixo: CONTRATO GNF – nº XXXXX – Execução de serviços de XXXXX (colocar descrição conforme existente no contrato) PERÍODO DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS De XX/XX/XXXX a XX/XX/XXXX VALOR DOS SERVIÇOS R$ XXX (XXXX) LOCALIZAÇÃO DA OBRA Logradouro . com sede à XXXXXXX inscrita no CNPJ/MF nº XXXXX registrada no CREA sob o número XXXXX. Pedro II.119/0002-40. inscrita no CNPJ/MF 33.FUGA NIVEL 1 Anexo 03: Modelo de atestado de capacidade técnica MODELO DE ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA Data de emissão: XX/XX/20XX Referência: Construção de Redes e Ramais (e/ou Estações de Regulagem e/ou Medição) A Companhia Distribuidora de Gás do Rio de Janeiro – CEG. Rio de Janeiro. RJ. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .

CREA – XXXX (Engenheiro Civil) ART n° XXXXX – Nome do Profissional. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . CREA – XXXX (Engenheiro Mecânico) ART n° XXXXX – Nome do Profissional. como nos exemplos abaixo: ⇒ Assentamento de tubulação em AÇO DN X”: XX metros ⇒ Demolição de rocha ou concreto: XX m³ ⇒ Troca de terras: XX m³ ⇒ Construção e instalação de placa de concreto armado para proteção mecânica da tubulação:XXX unid ⇒ Perfuração Direcional p/ tubos aço DN X”: XX metros RESPONSÁVEIS TÉCNICOS PELOS SERVIÇOS Indicar os dados dos Responsáveis Técnicos da ART de Contrato e da Obra: ART do Contrato: ART n° XXXXX – Nome do Profissional.FUGA NIVEL 1 Quantidades envolvidas: Descrição das tarefas relevantes executadas. 2 de 2 . de acordo com os itens de contrato pagos nas certificações. CREA – XXXX (Engenheiro ou Técnico de Segurança do Trabalho) ART da Obra: ART n° XXXXX – Nome do Profissional CREA –XXXX (Engenheiro Mecânico) CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. informando as quantidades.

produtos. devendo a CONTRATADA manter arquivados os documentos e apresentar a CONTRATANTE documentos que comprovem a sua destinação em conformidade com a Legislação Ambiental vigente. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . As embalagens e sobras de materiais. Todo descarte de resíduos deverá estar de acordo com a Legislação Ambiental vigente e para os casos não previstos na legislação ou de complexidade técnica é exigida a autorização prévia do Gestor da Obra e da área de Meio Ambiente da CONTRATANTE. quanto dos procedimentos ambientais que estão citados neste anexo. da Resolução ANTT 420/04 e outros aplicáveis. todos de seu fornecimento. materiais não aplicados e resíduos. bem como de ferramentas e utensílios não utilizados. geração de ruídos que causem incômodo à vizinhança. de preferência para reciclagem.044/88 artigos 38 e seguintes. O transporte de qualquer produto perigoso deve ser efetuado atendendo aos requisitos do Decreto Federal 96.FUGA NIVEL 1 Anexo 04: Proteção do meio ambiente 1. tanto da legislação ambiental vigente. ferramentas e utensílios inutilizados devem ser segregados e transportados para locais adequados. a Contratada deverá estar atenta ao cumprimento. que por sua vez consultará o órgão ambiental. 1 de 17 . Gestão de meio ambiente A Contratada deverá executar as obras tomando todas as medidas cabíveis para evitar qualquer emissão descontrolada de poluentes para a atmosfera. Durante toda a duração dos serviços. A CONTRATADA deve dar destinação final a embalagens e sobras de produtos. Objetivo O objeto do presente anexo é definir os requisitos ambientais mínimos que a CONTRATADA deverá seguir durante a execução do serviço contratado. de modo a atender a legislação ambiental vigente e procurar a minimização dos impactos ambientais que possam ser gerados pela atividade e ao mesmo tempo garantir a qualidade do serviço. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. despejo de produtos líquidos poluentes no solo e o abandono de resíduos. 2.

A CONTRATADA deve estabelecer um plano de ação para tratamento dos riscos e impactos considerados significativos e adotar as medidas necessárias em relação aos aspectos ambientais CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. O Gestor de contrato da CONTRATADA deve se responsabilizar pelo cumprimento do Plano de Gestão Integrada de Segurança e Meio Ambiente. acondicionados de maneira apropriada. as restrições da Licença de Instalação. de forma a identificar quais os cenários de risco e impactos gerados. para apreciação e comentários. Caso a CONTRATADA opte pela adoção de uma metodologia própria para levantamento dos aspectos e impactos ambientais a mesma deve ser encaminhada para a CONTRATANTE juntamente com a planilha de aspectos e impactos ambientais para facilitar a compreensão da mesma. o solo e materiais contaminados devem ser coletados. a CONTRATANDE disponibilizará o PGM-040-BRA – Procedimento de Identificação e Avaliação de Aspectos e Impactos Ambientais ou versão superior para auxílio. Não devem ser instalados poços de água ou fossas sépticas no local sem autorização prévia do órgão ambiental responsável. Controle dos aspectos ambientais associados aos serviços A CONTRATADA deve realizar o levantamento dos aspectos e impactos presentes nas atividades típicas a serem desenvolvidas. identificados e transportados para área previamente definida. devendo informar a CONTRATANTE daqueles superiores a 10 litros em um prazo máximo de 48h. Em pequenos derramamentos. 3.FUGA NIVEL 1 Os veículos da CONTRATADA devem atender aos requisitos da Portaria 100/80 do Ministério dos Transportes quanto às emissões atmosféricas e da Portaria IBAMA 85/96 quanto à manutenção. A CONTRATADA deve prever recursos materiais para contenção de vazamentos e derramamentos. 2 de 17 . Caso a CONTARATADA não possua uma metodologia própria. em forma de planilha. A retirada de espécies arbóreas sem a autorização prévia do órgão ambiental responsável está vetada. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . devendo ser apresentada a CONTRATANTE. A mesma deve ser realizada observando-se a Lei 7803/89. o Plano de Manejo local e demais requisitos aplicáveis.

por exemplo. Estas informações devem ser mantidas atualizadas durante toda a vigência do contrato. aplicáveis às suas atividades. deve desenvolver e implementar seu Plano de Ação de Emergências (PAE). bem como as formas de controle dos mesmos. geração de ruídos. Responsabilidade do Gestor do Contrato da CONTRATADA: a. A CONTRATADA deve divulgar amplamente entre seus empregados. c. Requisitos legais e outros Cabe à CONTRATADA identificar requisitos legais. 5. etc. Fornecer os recursos necessários. Garantir o cumprimento dos requisitos Legais e contratuais. inerentes as suas atividades. Responsabilidades da contratada A contratada deve manter um Técnico em Meio Ambiente e/ou Engenheiro Ambiental. A execução dos serviços e os atos de seus empregados e/ou de suas SUBCONTRATADAS que venham acarretar não conformidades de Segurança e Meio Ambiente. é responsável por realizar uma análise das condições ambientais do local e atuar segundo o estabelecido neste procedimento e tomar as medidas de correção correspondentes. b. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. O Técnico em Meio Ambiente e/ou Engenheiro Ambiental.FUGA NIVEL 1 identificados como. não previstos neste anexo. Garantir que os requisitos de Segurança e Meio Ambiente sejam indissociáveis das atividades operacionais. 5. A CONTRATADA com base nas hipóteses acidentais e situações de emergências que possam ocorrer durante a obra. geração de resíduos.1. emissões de poluentes para atmosfera. os aspectos e impactos identificados. 3 de 17 . quando aplicável. orientando e assessorando a supervisão. d. 4. e outros. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a fim de subsidiar a elaboração e implementação do seu Plano de Gestão Integrada de Segurança e Meio Ambiente.

Garantir que todas as informações e ocorrências. Garantir o cumprimento das condicionantes das Licenças e dos estudos ambientais. comunidade. quando necessário. d. em termos de observações e não conformidades. 4 de 17 . b. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Responsabilidades do Técnico em Meio Ambiente ou Engenheiro Ambiental a. (ex. de forma que neste figurem todas as informações e ocorrências do período. g.2. programas e procedimentos sem.FUGA NIVEL 1 e. limitar-se a estes.). Elaborar mensalmente um Relatório. cruzamento de rio. bem como das suas SUBCONTRATADAS. relativas à Segurança e Meio Ambiente. sejam devidamente registradas e constem nos relatórios específicos. Monitorar e acompanhar a destinação dos resíduos. com ênfase nas atividades com maior potencial de riscos e/ou impactos. g. c. Arquivar e manter relatórios de análises e inspeções. contudo. principalmente dos planos. verificando as condições que serão encontradas pelas mesmas e orientando-as. i. Promoção e garantia da capacitação e recapacitação das pessoas de sua equipe. com as informações de Meio Ambiente. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Ministrar palestras e treinamentos sobre requisitos e procedimentos ambientais. h. Garantir que as SUBCONTRATADAS adotem os mesmos critérios e princípios de Segurança e Meio Ambiente previstos para CONTRATADA. Conhecer e assessorar no cumprimento dos requisitos das Licenças Ambientais. Acompanhar a equipe de meio ambiente da CONTRATANTE durante as auditorias e inspeções de campo. garantindo o cumprimento da legislação. Antecipar-se ao andamento das frentes de obra. Aplicar os métodos construtivos que minimizem os riscos e impactos de Segurança e Meio Ambiente. f. bem como o status dessas ocorrências. através de treinamentos específicos. com relação aos cuidados ambientais pertinentes à aproximação a pontos com obras especiais e áreas ambientalmente sensíveis. 5. e. mudanças na declividade ou solo. f. etc.

mangotes e outros) devem ser examinados regularmente e corrigidos se necessário. dos requisitos de meio ambiente. areia. verificando a validade e adequação aos serviços/produtos da empresa. no campo. serviços de desinsetização. conter possíveis vazamentos que possam alcançar áreas sensíveis. madeira. Medidas de mitigação e equipamentos devem estar disponíveis para utilização imediata e. o reabastecimento acontecerá numa área a menos de 40 metros de qualquer poço de água potável conhecido. disposição e tratamento de resíduos. deixando esta documentação à disposição da fiscalização. i.) a CONTRATADA deve realizar verificação das condições de operação da empresa e solicitar cópia da documentação ambiental exigida pelo órgão competente. Todos os equipamentos devem ser reabastecidos e lubrificados dentro da faixa. assim. Abastecimento / manutenção A CONTRATADA deve inspecionar e fazer a manutenção dos equipamentos. Todos os itens dos sistemas hidráulicos e de combustível (válvulas. 7. 6. brita. a pelo menos 30 metros dos cursos d'água e terras úmidas. tais como terrenos alagadiços ou cursos d'água.FUGA NIVEL 1 h. que devem ser reabastecidos e/ou lubrificados. pistões. Os locais de manutenção e limpeza de máquinas e equipamentos devem ser providos de piso impermeável e de separador água/óleo.) ou serviços de empresas com grande potencial de impactos ao meio ambiente (ex. dimensionados de forma a atender as especificações de efluentes da Resolução CONAMA 357/2005 e Resolução CONAMA 430/2011. bombas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . etc. Em nenhuma circunstância. Utilização de recursos naturais Nos casos em que a CONTRATADA adquirir produtos diretamente relacionados ao consumo de recursos naturais (ex. Conhecer e divulgar a Legislação Ambiental Municipal. 5 de 17 . Estadual e Federal aplicável no âmbito da obra. Essas medidas ou equipamentos podem ser: CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. etc. Verificar o cumprimento.

e o local de armazenamento. Pás. Materiais de barreira e absorventes oleofílicos. Todos os derramamentos devem ser limpos imediatamente e o resíduo armazenado adequadamente. Recipientes e containers descartáveis adequados para guardar e transportar materiais e solo contaminados. bermas e barreiras de contenção. Kits derramamento/vazamento que sejam compactos e previamente embalados. que manterão de forma impenetrável o óleo esparramado. em quantidades apropriadas ao volume de óleo transportado. d. o armazenamento de combustível deve ser realizado em áreas apropriadas e isoladas da rede de drenagem. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Os equipamentos recomendados para a contenção do derramamento e limpeza nas áreas terrestres são: a.FUGA NIVEL 1 a. c. Diques. b. indicando tipo. quantidade. Recipientes e sistemas coletores. Plano de contenção de vazamentos A CONTRATADA deve manter um plano contemplando a relação dos produtos passiveis de vazamentos. através de barreiras físicas e "sump-tanks". A definição das medidas mitigadoras e dos equipamentos de recolhimento a serem utilizados pela CONTRATADA será feita de acordo com as características do terreno afetado. O Plano deve incluir os procedimentos e medidas para a minimização dos impactos no caso de derramamento. assim como os tipos e quantidades de produtos a serem recolhidos. limpeza e recolhimento dos líquidos derramados. c. Absorventes. Nos canteiros de obra. 8. b. 6 de 17 . incluindo espumas e casca (palha) de arroz para a contenção. e os equipamentos de recolhimento a serem utilizados. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . com uma variedade de absorventes para grandes e pequenos derramamentos. retroescavadeiras e outros equipamentos para a escavação do material contaminado.

Cursos d'água afetados ou possivelmente afetados pelo derramamento. c. combustíveis e lubrificantes. Registro fotográfico. 7 de 17 . Após a ocorrência de derramamento a CONTRATADA deve preparar Relatório de Ocorrência de Derramamento contendo os seguintes tópicos quando aplicáveis: a. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. caso eles venham a ocorrer. Planos de contingência e emergência A CONTRATADA é responsável pela implementação e manutenção de medidas preventivas de acidentes e de medidas de controle. Em pequenos derramamentos. barreiras físicas. A data. A CONTRATANTE deve ser informada daqueles derramamentos superiores a 10 litros em um prazo máximo de 48 horas. Quantidade derramada. a hora e o local da ocorrência. para tal. d. f. g. Tambores. Área afetada. O procedimento de limpeza deve ser iniciado assim que o derramamento for contido. Material derramado. identificados e transportados para área previamente definida dentro do canteiro central. Circunstâncias que causaram o derramamento. Os equipamentos de contenção devem estar disponíveis junto a essas áreas. a prioridade mais imediata é a contenção. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . e.FUGA NIVEL 1 e. o solo e materiais contaminados devem ser acondicionados de maneira apropriada. com sua respectiva identificação. A CONTRATADA deve implementar medidas especiais para prevenir derramamento nas áreas de armazenamento e manuseio de óleos. Para o caso de situações que envolvam derramamentos. 9. utilizando-se. barris e sacos para armazenamento temporários e transporte do material contaminado. b.

i. etc. devendo os relatórios ser encaminhados mensalmente ao Gestor de Obra responsável e à área de Meio Ambiente da CONTRATANTE. j. A CONTRATADA é responsável pelas medições/avaliações de ruído ambiental durante a execução da obra nas atividades que produzam ruído ambiental. 8 de 17 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Plano de gestão de resíduos O plano de gestão de resíduos deve seguir primariamente os preceitos da Política Nacional de Resíduos Sólidos instituídos pela Lei 12305/2010. segundo NBR 10151. lixões. Conclusões. NBR 10006 e NBR 10007. Estimativa da profundidade que o material atingiu na água e no solo. 11. de onde serão encaminhados a locais preestabelecidos para tratamento ou destinação adequada (aterros. Recomendações para evitar reincidências. Medidas mitigadoras adotadas. Se necessário poderão ser realizadas pela CONTRATANTE. óleos e graxas. k. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Os locais de armazenamento devem ser construídos com dimensões de acordo com a geração e o tipo de resíduo. tecnologias mais avançadas e outros recursos devem ser utilizados pela CONTRATADA a fim de manter seu ruído dentro dos níveis aceitáveis. Os resíduos gerados nos canteiros itinerantes e frentes de obra (lixo. medições de ruído por amostragem durante a fiscalização nas obras. conforme as NBR 12235 e NBR 11174. Geração de ruído O ruído ambiental deve ser reduzido de forma a minimizar os transtornos para a comunidade.FUGA NIVEL 1 h. II A e II B. conforme fluxograma e detalhamento de avaliação de ruído ambiental em obra.) devem ser envasados e transportados devidamente ao canteiro central. 10. Todos os resíduos gerados pela obra e por suas atividades auxiliares devem ser caracterizados conforme as NBR 10004. esgoto. etc). NBR 10005. Abafadores. em locais estratégicos e em número suficiente para armazenamento temporário de resíduos classe I.

quando aplicável. em área ventilada. devendo ser observada. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Todo óleo lubrificante usado deve ser encaminhado para re-refino. Após a segregação os resíduos devem ser transferidos para os respectivos pontos de armazenamento. IIA ou IIB). 11. dispositivos para a coleta seletiva dos resíduos domésticos diferenciados para lixo orgânico e inorgânico (seco). Segregação de Resíduos Os resíduos gerados na obra e em suas atividades de apoio devem ser recolhidos diariamente e segregados de acordo com as classes a que pertencerem (classe I. Manter nos canteiros e frentes de obra.1. Materiais CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. será permitida a utilização de banheiro químico. Os pontos de armazenamento de resíduos e abastecimento devem estar providos de dispositivos de combate a incêndio e derramamentos. Como alternativa às fossas sépticas.FUGA NIVEL 1 Todos os resíduos devem ser transportados conforme a NBR 13221. na restrição da Licença Ambiental da Obra instruções específicas sobre o tema. O armazenamento de combustíveis e lubrificantes deve ser feito em local construído conforme a NBR 7505. com cobertura. bem como dispositivos para combate a incêndio. 9 de 17 . Substâncias tóxicas. devem ser observados: a. A disposição de pneus e pilhas e baterias deve ocorrer conforme a Lei 12305/2010. Devem estar disponibilizados nas frentes de obra equipamentos de contenção e recolhimento assim como material absorvente ou barreiras para controle de derrames. Águas servidas e despejos sanitários devem ser descartados na rede pública de esgoto ou passar por sistemas adequados de tratamento. perigosas e hidrocarbonetos devem ser armazenados separadamente dos resíduos perigosos. nas frentes de obras. impermeabilização do piso. Para tratamento de resíduos sólidos. contenção e acesso restrito.

Todos os resíduos devem ser devidamente acondicionados e encaminhados para a disposição final.235). canteiro ou frente de obra. com acesso restrito. sinalizado. 10 de 17 . quando aplicável. Para tratamento de efluentes líquidos devem ser observados: a. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . longe do trânsito de veículos e afastado de águas superficiais. devendo os resíduos serem destinados por empresas licenciadas. Deve haver segregação respeitando a incompatibilidade entre produtos (NBR 12. Prever manutenções e limpezas periódicas dos banheiros. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Os resíduos de construção civil devem ser segregados por classes de acordo com a Resolução CONAMA 307/02. O procedimento para coleta e descarte dos resíduos gerados nas obras da GNF no Brasil deve ser realizado conforme fluxograma e detalhamento: Resíduos Gerados em Obras de Construção Civil – AP ou versão superior do corpo normativo da GNF no Brasil. tratamento ou destinação final em aterros licenciados. c. Os resíduos sólidos devem ser separados de acordo com a Resolução CONAMA 275/01. b. com os volumes movimentados registrados. para empresas licenciadas pelos órgãos oficiais competentes. IIA e IIB. Disposição Final de Resíduos Os resíduos classe I. 11. reciclagem. sistema de contenção (diques. Esgoto Sanitário Todos os efluentes sanitários gerados nas frentes de obras devem ser direcionados para banheiros químicos de forma a atender o número máximo de trabalhadores em cada alojamento. com piso impermeável.FUGA NIVEL 1 contaminados com hidrocarbonetos devem ser envazados. ferramentas e material absorvente) e equipamentos de segurança (extintores). Armazenamento Temporário O armazenamento temporário dos resíduos classe I deve ser realizado em local coberto.2. áreas alagadas ou agrícolas. devem ser separados objetivando a reutilização. Poderá ser realizado pela CONTRATANTE um acompanhamento do descarte do resíduo desde o ponto de geração até o local da destinação final.

caso seja necessário o uso de produtos químicos. caso a caso. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. pode ser necessário usar estivas (caminhos de madeira). Se o solo inferior for instável. 11 de 17 . Efluentes de Teste Hidrostático Os efluentes de teste hidrostático devem ser submetidos a análises físico-químicas. Serão tratados como não conformidade os resultados que não atenderem o que determina a legislação pertinente. Mensalmente devem ser realizadas análises químicas do efluente após o tratamento. Efluentes Oleosos Todos os locais em que possam ser gerados efluentes que contenham hidrocarbonetos devem ser dotados de piso impermeabilizado e de separador água e óleo. negociada pela CONTRATADA. de uma maneira que o escoamento seja canalizado para fora da estrada. e liberada pela CONTRATANTE. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . As estradas de acesso serão restauradas nas condições anteriores à construção. A abertura deles ficará condicionada a não existência de acessos antigos e da aprovação da CONTRATANTE e órgãos ambientais afins. Somente devem ser descartados os efluentes que atenderem a Resolução CONAMA 357/2005 e a Resolução CONAMA 430/2011.FUGA NIVEL 1 b. que deve ser dimensionado de forma que os efluentes lançados atendam as especificações da Resolução CONAMA 357/2005 e Resolução CONAMA 430/2011. 12. As estradas de acesso poderão necessitar de valas laterais e barreiras de água/terraços para possibilitar a drenagem. ou que venham a alterar a qualidade do corpo receptor. Se as valas laterais forem necessárias. novos. Estrada de acesso Devem ser utilizados os acessos existentes. Só serão usados acessos de terceiros após autorização de quem de direito. a não ser que o proprietário da terra especifique diferente e haja a devida aprovação dos órgãos competentes. Os efluentes que não atenderem a legislação devem ser encaminhados para o tratamento adequado antes do seu descarte. A retirada do material da estiva será avaliada. pela CONTRATANTE. c. elas devem ser escavadas paralelamente à estrada. evitando-se a abertura de outros.

quilometragem. etc. animais silvestres.). c. Os comunicados de acidentes ambientais e derramamentos de produtos acima de 10 litros deverão ser realizados num prazo máximo de 48 horas. Comunicação 13. Farão parte da rotina de comunicação os seguintes temas: a. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. através do correio eletrônico corporativo meioambiente@gasnatural. por meio do Relatório de Ocorrência de Derramamento (48 horas após acidente ambiental).1. bem como incidentes ou acidentes com trabalhadores próprios e de suas SUBCONTRATADAS ou com pessoas das comunidades ou terceiros.FUGA NIVEL 1 As melhorias introduzidas não devem afetar os sistemas de drenagem e cursos d'água naturais existentes. 12 de 17 . Incidentes / Acidentes A CONTRATADA deve estabelecer critérios para comunicações de acidentes ou incidentes com potencial de causar danos ambientais. juntamente com a metodologia adotada (quando aplicável). b. 13. antes do início das atividades. Planilhas de aspecto e impacto ambiental. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Informação referente à realização de simulados. cruzamentos. A comunicação ambiental da CONTRATADA com a CONTRATANTE deve ser realizada por intermédio do Gestor de Obra da CONTRATADA e da Área de Meio Ambiente da GNF.com. As estradas de acesso terão que possuir sinalização (placas de controle de velocidade. d. Derramamentos superiores a 10 litros. em decorrência das atividades da obra. A obediência a este requisito não exclui a CONTRATADA do cumprimento de outros requisitos legais exigidos. Plano de ação para tratamento dos riscos e impactos considerados significativos e informações das medidas necessárias que serão adotadas em relação aos aspectos ambientais identificados.

conforme fluxograma e detalhamento. 14. no caso do seu não cumprimento e classificando-as de acordo com a sua gravidade e frequência. d. e. procedem a fiscalização ambiental. aplicando as penalizações. b. que contribuam para a minimização de impactos ambientais pré-existentes ou decorrentes da obra. Demais informações pertinentes. Relatório Mensal de Avaliação de Ruído Ambiental. Inventário Mensal de Resíduos da Construção Civil . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Atendimento das condicionantes das licenças ambientais. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Elaborar e implantar um plano de sinalização da faixa de servidão. Melhorar as condições de tráfego das vias de acesso. 13 de 17 . dentro da comunidade. f. g. diretamente ou mediante contratadas. Fiscalização ambiental pela contratante O supervisor de obras da CONTRATANTE se encarregará de verificar o cumprimento dos procedimentos ambientais por parte da CONTRATADA. que exijam procedimentos específicos. relativas a comunicação social. c. 13. para atender aos públicos interno e externo.2. visando a preservação da integridade do duto e a manutenção da faixa. dentro das comunidades diretamente atingidas deve: a. Planos de Ação para tratamento de não conformidades. Durante a realização das obras. Identificar os pontos notáveis. Comunicação Social O trabalho de comunicação social da CONTRATADA. as unidades do Grupo GNF Brasil responsáveis. Solicitação de Abertura de acesso (quando aplicável). Sinalizar o trânsito em vias públicas utilizadas durante a execução da obra.Também poderão ser realizadas auditorias ambientais nas mesmas. h. i.FUGA NIVEL 1 e.

d. Relatórios de análises e inspeções.BR – Não Conformidades. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Do Sistema de Gestão de Segurança e Meio Ambiente O Plano de Gestão Integrada de Segurança e Meio Ambiente deverá ser entregue a CONTRATANTE no início da obra para análise e comentários. 16. Listas de presença dos treinamentos realizados. a contratada preparará um plano de ação com a solução aplicada e com o procedimento que garantirá que a não conformidade não se repita novamente. Relatório fotográfico da obra e das medidas mitigadoras. assim como o prazo no qual este procedimento entrará totalmente em vigor. b. Check list 16. c. Relatório mensal. Tratamento das não conformidades A metodologia para registro e tratamento das Não Conformidades detectadas no Sistema de gestão Ambiental da Gas Natural Fenosa no Brasil. 15. As não conformidades verificadas por juntas e organismos oficiais comunicadas diretamente a CONTRATANTE receberão o mesmo tratamento que as não conformidades verificadas pela sua própria fiscalização. que verificará a sua eficácia e cumprimento.1. seu tratamento e controle do processo está definida no PE. Cópias dos seguintes documentos deverão ser entregues mensalmente à CONTRATADA durante a execução das obras: a. Este plano de ação deverá ser encaminhado por escrito a CONTRATANTE. Diante da não conformidade notificada.03462. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.FUGA NIVEL 1 Qualquer transgressão aos procedimentos ambientais ou não conformidades detectadas serão notificadas à CONTRATADA para a sua ciência e tratamento imediato. 14 de 17 .

Certificado de Destruição de Resíduos dos resíduos perigosos. b. Programa de monitoramento de ruído com o Laudo de Monitoramento de Ruído e credenciamento da empresa no INMETRO (Resolução CONAMA 418/2009). Laudo do efluente do teste hidrostático.CADRIs. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. k. Relatório de Avaliação de Ruído Ambiental. g. Certificado do INMETRO para os veículos das empresas transportadoras de resíduos perigosos. segundo a NBR 10.(Resolução CONAMA 001/90). c.151. i. Resultados das Medições de Fumaça Preta dos testes realizados com Opacímetro. d. Comprovante de acompanhamento da higienização dos banheiros químicos.FUGA NIVEL 1 16. j. Licenças de Operação das empresas transportadoras dos resíduos perigosos. n. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Contrato com empresa especializada em disponibilização de banheiros químicos.2. Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental. l. cópia dos manifestos e das licenças das empresas receptoras. h. f. Licenças de Operação das empresas receptoras dos resíduos. Dos Requisitos Legais Cópias dos seguintes documentos deverão ser entregues à CONTRATANTE durante a execução da obra: a.. m. Inventário de Resíduo. Nota fiscal de venda e/ou remessa de resíduo que não esteja vinculado ao sistema de manifesto (última remessa de cada resíduo). o. Plano de Atendimento a Emergências Ambientais. incluindo a periodicidade da manutenção. e. Certificado de Coleta de Óleo Lubrificante. 15 de 17 .

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Registro na prefeitura municipal da empresa contratada para realização do serviço de caçamba para descarte de resíduos de construção. Geração de Esgoto (m3). acompanhados de credenciamento junto ao órgão ambiental das empresas que realizaram os serviços. Relação dos resíduos gerados e suas respectivas classificações. mensalmente os seguintes indicadores ambientais. z. 16. q.FUGA NIVEL 1 p. c. u. Certificado de controle de pragas e vetores do último ano. x. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Geração de Efluentes (m3). t. Consumo de Energia Elétrica (kW/h). Avaliação de Simulados. Relatório de Acompanhamento de Efluentes.3. Consumo de Água (m3). b. d. Documento que comprove o cadastramento do coletor de óleo lubrificante usado/contaminado. a. Certificado de Credenciamento do laboratório – CCL responsável pelas análises dos efluentes. Laudo de portabilidade de água. w. Comprovante de limpeza dos filtros de ar refrigerado. 16 de 17 . através de correio eletrônico. r. v. Relatório de atividades e cadastro técnico do IBAMA para as empresas responsáveis pela manutenção dos extintores de incêndio. Comprovante de limpeza de reservatórios de água (02 últimas limpezas) com suas respectivas ordens de serviço e de limpeza de fossa. s. Indicadores Ambientais Devem ser enviados. y.

Consumo de Produtos Reciclados (t). f. Treinamentos realizados (horas x treinamento) CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. g. 17 de 17 .FUGA NIVEL 1 e. h. Consumo de Produtos Potencialmente Poluidores (t). CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Multas recebidas e breve descrição. quando aplicável.

ser protegido contra intempéries. Gestão de segurança A CONTRATADA deverá realizar o levantamento de perigos e riscos das atividades típicas a serem desenvolvidas.1. probabilidades de ocorrência e indicar as recomendações de segurança necessárias para execução dos serviços. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .1. frente aos riscos derivados das condições de trabalho. de forma a identificar os cenários de risco.1. caso seja necessário. do cumprimento da Portaria nº 3. Áreas de vivência Deverão dispor nos canteiros de obra: • Banheiros químicos situados em locais de fácil e seguro acesso. com ventilação e iluminação natural e/ou artificial e ambulatório. 2. Objetivo Estabelecer os critérios e medidas que se utilizam para a vigilância e controle por parte da CONTRATADA. equipamento adequado e seguro de refrigeração para preservação dos alimentos e aquecimento de refeições. 2. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.FUGA NIVEL 1 Anexo 05: Segurança 1. Controle dos Perigos e Riscos 2. quando se tratar de frentes de trabalho com 50 (cinquenta) ou mais trabalhadores.214/78 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). com mesas e assentos e. visando estabelecer um adequado nível de proteção da saúde dos trabalhadores. • Local adequado para refeições cercado por tela contra insetos. sendo proibido aquecer e tomar refeições fora desses locais estabelecidos neste subitem. com tampa. não sendo permitido um deslocamento superior a 150 (cento e cinquenta) metros do posto de trabalho aos gabinetes sanitários com portas que impeçam o devassamento e ser construídas de modo a manter o resguardo conveniente. para coleta de resíduos. através das Normas Regulamentadoras (NR) e da normativa interna de segurança do Grupo GN Brasil. e recipiente. 1 de 22 .

2. equipamentos. • Quando existir cabo subterrâneo de energia elétrica nas proximidades das escavações. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.FUGA NIVEL 1 • As áreas de vivência devem ser mantidas em perfeito estado de conservação. o suprimento de água potável. materiais e objetos de qualquer natureza. em caso de emergência. higiene e limpeza.30m (um metro e trinta e centímetros) devem ter sua estabilidade garantida por meio de estruturas dimensionadas para este fim e devem dispor de escadas ou rampas. 2. filtrada e fresca fornecida em recipientes portáteis hermeticamente fechados e servida em copos plásticos descartáveis. a fim de permitir.1. por frente de trabalho. edificações vizinhas e todas as estruturas que possam ser afetadas pela escavação devem ser escorados. serão observadas as condições exigidas na NBR 9061/85 – Segurança de Escavação a Céu Aberto da ABNT. fundação e desmonte de rochas devem ter responsável técnico legalmente habilitado. as mesmas só poderão ser iniciadas quando o cabo estiver desligado. rochas. Na impossibilidade de desligar o cabo. devem ser tomadas medidas especiais junto à concessionária. Escavações • A área de trabalho deve ser previamente limpa. quando houver risco de comprometimento de sua estabilidade durante a execução de serviços. • Os taludes instáveis das escavações com profundidade superior a 1. independentemente do previsto no parágrafo anterior. a saída rápida ou resgate dos trabalhadores. • Os taludes com altura superior a 1. 2 de 22 . • Os materiais retirados da escavação devem ser depositados a uma distância superior à metade da profundidade. • Os serviços de escavação. medida a partir da borda do talude. colocadas próximas aos postos de trabalho. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .75m (um metro e setenta e cinco centímetros) devem ter estabilidade garantida. • Para elaboração do projeto e execução das escavações a céu aberto. bem como muros. • A CONTRATADA deve garantir. devendo ser retirados ou escorados solidamente árvores.

bem como na utilização de eletrodos revestidos. • Durante as escavações. ser acionado o sistema de alarme sonoro e visual. antes do acesso dos trabalhadores.FUGA NIVEL 1 • As aberturas no piso devem ter fechamento provisório resistente. lixo. soldagem e corte a quente somente podem ser realizadas por trabalhadores qualificados. em caso de vazamento. • Quando forem executadas operações de soldagem e corte a quente. Trabalhos de soldagem e corte a quente • As operações de lixamento. é obrigatória a utilização de anteparo. • Em caso de detonações de rochas é obrigatória a existência de alarme sonoro. É proibido o acesso de pessoas não autorizadas às áreas de escavação e cravação de estacas. água ou suspeita de presença de gases no interior da vala. será obrigatória a remoção por ventilação local exaustora dos fumos originados no processo de solda e corte. de material incombustível. e barreira de isolamento em todo o seu perímetro. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 2.3. • Nas operações de soldagem e corte a quente. • Quando houver possibilidade de infiltração ou vazamento de gás. a fim de se evitar a formação de arco elétrico ou choques no operador. • Os acessos de trabalhadores. O monitoramento deve ser efetivado enquanto o trabalho estiver sendo realizado para. inclusive noturna. o local deve ser devidamente ventilado e monitorado. • As escavações realizadas em vias públicas ou canteiros de obras devem ter sinalização de advertência. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Caso seja verificada a presença de aterro. eficaz para a proteção dos trabalhadores circunvizinhos. 3 de 22 . veículos e equipamentos às áreas de escavação devem ter sinalização de advertência permanente. • O dispositivo usado para manusear eletrodos deve ter isolamento adequado à corrente usada.1. deve se avaliar o ambiente com detector de gases. deve se estar atento ao material retirado do local.

inclusive nas cabeceiras. • Em quaisquer atividades em que não seja possível a instalação de andaimes. as cargas de trabalho a que estarão sujeitos. sua estrutura de sustentação e fixação.1. que envolvam geração de gases confinados ou semiconfinados. é obrigatória a adoção de medidas preventivas adicionais para eliminar riscos de explosão e intoxicação do trabalhador. com segurança. Quando o piso de trabalho do andaime estiver a mais de 1. recipiente. de modo a evitar deslocamentos acidentais e somente poderão ser utilizados em superfícies planas. antiderrapante. 2. • É proibida a presença de substâncias inflamáveis e/ou explosivas próximo às garrafas de O2 (oxigênio). • As mangueiras devem possuir mecanismos contra o retrocesso das chamas na saída do cilindro e chegada do maçarico. • O dimensionamento dos andaimes.50m (um metro e cinquenta centímetros) de altura devem ter escadas ou rampas.4. ter piso de trabalho dos andaimes com forração completa. Trabalhos em altura Medidas de proteção contra quedas de altura: • É obrigatória a instalação de proteção coletiva onde houver risco de queda de trabalhadores ou de projeção e materiais. tanque ou similar. sobre o piso de trabalho do andaime. 4 de 22 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . deve ser realizado por profissional legalmente habilitado. é permitida a utilização de cadeira suspensa (balancim individual) com dispositivo de subida e descida com dupla CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. dispor de sistema guarda-corpo e rodapé. • Os equipamentos de soldagem elétrica devem ser aterrados. • É proibida. em todo o perímetro. a utilização de escadas e outros meios para se atingirem lugares mais altos. nivelado e fixado de modo seguro e resistente.FUGA NIVEL 1 • Nas operações de soldagem ou corte a quente de vasilhame. • Os rodízios dos andaimes móveis devem ser providos de travas. com exceção do lado da face de trabalho. Devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar.

• O isolamento de emendas.FUGA NIVEL 1 trava de segurança. • A cadeira suspensa deve apresentar na sua estrutura. chave individual para cada circuito de derivação. localizada no quadro principal de distribuição. para os equipamentos. chaves magnéticas e disjuntores. ligado à trava-quedas em cabo guia independente. chave-faca blindada em quadro de tomadas. • Além dos dispositivos acima.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. derivações e condutores devem ter isolamento adequado. Instalações elétricas • As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras devem ser constituídas de: chave geral do tipo blindada. • Ao se realizarem os exames médicos ocupacionais para os trabalhadores que executarão trabalhos em altura. em caracteres indeléveis e bem visíveis. quando a sustentação for através de cabo de aço ou cabo de fibra sintética e fixação do trabalhador por meio de cinto de segurança tipo paraquedista. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . não sendo permitida sua substituição por dispositivos improvisados ou por outros fusíveis de capacidade superior. conforme previsto na Norma Regulamentadora nº 35 (NR-35) do Ministério do Trabalho e Emprego. • É proibida a existência de partes vivas expostas de circuitos e equipamentos elétricos. • Os trabalhadores que executarão trabalhos em altura deverão receber treinamento especifico. a razão social do fabricante e o número de registro respectivo no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ. sem a correspondente troca da fiação. deverão ser levadas em consideração as exigências da Norma Regulamentadora nº 35 (NR-35). não sendo permitido obstruir a circulação de materiais e pessoas.5. 2. atender aos requisitos da NR-35 do Ministério do Trabalho e Emprego. 5 de 22 . • Os fusíveis das chaves blindadas devem ter capacidade compatível com o circuito a proteger.

projeção de peças ou de partículas de materiais assim como todas as partes móveis dos motores.1. Ex: retroescavadeira. • Os quadros gerais de distribuição devem estar trancados e seus circuitos identificados. devem ser instalados disjuntores ou chaves magnéticas. caminhão munck. independentes. compressores. Máquinas. • As máquinas e equipamentos de grande porte devem proteger adequadamente o operador contra a incidência de raios solares e intempéries. • As estruturas e carcaças dos equipamentos elétricos devem ser eletricamente aterradas. umidade e agentes corrosivos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .: geradores. transmissões e partes perigosas das máquinas ao alcance dos trabalhadores devem ter proteções adequadas. • As máquinas e os equipamentos que ofereçam risco de ruptura de suas partes móveis.6. etc. Nota: Não serão aceitos máquinas e equipamentos que exponham suas partes móveis sem a proteção adequada. empilhadeiras. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 2. Ex. • Máquinas ou equipamentos elétricos móveis só podem ser ligados por intermédio de conjunto de plugue e tomada.FUGA NIVEL 1 • Os circuitos elétricos devem ser protegidos contra impactos mecânicos. 6 de 22 . • Em todos os ramais destinados à ligação de equipamentos elétricos. equipamentos e ferramentas diversas No caso de utilização de Máquinas e equipamentos temos que: • A operação de máquinas e equipamentos que exponham o operador ou terceiros a riscos só pode ser feita por trabalhador qualificado e identificado por crachá. que possam ser acionados com facilidade e segurança.

Nas operações com equipamentos pesados.FUGA NIVEL 1 • Na operação de máquinas e equipamentos com tecnologia diferente da que o operador estava habituado a usar. involuntariamente. constando as datas e falhas observadas. não se posicionar de frente para eles. • As máquinas e os equipamentos devem ter dispositivo de acionamento e parada localizado de modo que: seja acionado ou desligado pelo operador na sua posição de trabalho. mas atrás da banda de rodagem. sistema elétrico e outros dispositivos de segurança. de modo a qualificá-lo à utilização dos mesmos. mecanismos de direção. pelo operador ou por qualquer outra forma acidental. possa ser desligado em caso de emergência por outra pessoa que não seja o operador. equipamentos e ferramentas devem ser submetidos à inspeção e manutenção de acordo com as normas técnicas oficiais vigentes. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. dispensando-se especial atenção a freios. • Antes de iniciar a movimentação ou dar partida no motor. de modo gradativo e com medições sucessivas da pressão. • Toda máquina deve possuir dispositivo de bloqueio para impedir seu acionamento por pessoa não autorizada. • As inspeções de máquinas e equipamentos devem ser registradas em documento específico. cabos de tração e suspensão. as medidas corretivas adotadas e a indicação de pessoa. deve ser feito novo treinamento. devem ser tomadas precauções especiais. 7 de 22 . não se localize na zona perigosa da máquina ou do equipamento. em caso de superaquecimento de pneus e sistema de freio. prevenindo- se de possíveis explosões ou incêndios. técnico ou empresa habilitada que as realizou. O enchimento só deve ser feito por trabalhadores qualificados. usando uma conexão de autofixação para encher o pneu. • As máquinas. debaixo ou perto dos mesmos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . é preciso certificar-se de que não há ninguém trabalhando sobre. devem ser observadas as seguintes medidas de segurança: • Para encher/esvaziar pneus. não acarrete riscos adicionais. não possa ser acionado ou desligado.

• É proibido manter sustentação de equipamentos e máquinas somente pelos cilindros hidráulicos. tomando-se as devidas precauções de isolamento da área de circulação. proibindo-se o emprego das defeituosas. quando em manutenção. • A válvula de ar deve fechar-se automaticamente. • Devem ser tomadas precauções especiais quando da movimentação de máquinas e equipamentos próximos a redes elétricas. • No caso de utilização de ferramentas temos que: • As ferramentas devem ser apropriadas ao uso a que se destinam. transporte de materiais e de pessoas. devendo ser substituídas pelo empregador ou responsável pela obra. danificadas ou improvisadas. • É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais inapropriados. 8 de 22 . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. • Os trabalhadores devem ser treinados e instruídos para a utilização segura das ferramentas. quando cessar a pressão da mão do operador sobre os dispositivos de partida. • O transporte de acessórios e materiais por içamento deve ser feito o mais próximo possível do piso.FUGA NIVEL 1 • Os equipamentos que operam em marcha a ré devem possuir alarme sonoro acoplado ao sistema de câmbio e retrovisores em bom estado. quando não estiverem sendo utilizadas. • As ferramentas pneumáticas portáteis devem possuir dispositivo de partida instalado de modo a reduzir ao mínimo a possibilidade de funcionamento acidental. • As ferramentas manuais que possuam gume ou ponta devem ser protegidas com bainha de couro ou outro material de resistência e durabilidade equivalentes. • As máquinas não devem ser operadas em posição que comprometa sua estabilidade. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .

os materiais não podem ser empilhados a uma distância de suas bordas menor que a equivalente à altura da pilha. separados de acordo com o tipo de material e a bitola das peças.FUGA NIVEL 1 • As mangueiras e conexões de alimentação das ferramentas pneumáticas devem resistir às pressões de serviço. • Em pisos elevados. Armazenagem e estocagem de materiais • Os materiais devem ser armazenados e estocados de modo a não prejudicar o trânsito de pessoas e de trabalhadores. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . lajes ou estruturas de sustentação.7. com espaçadores e peças de retenção. além do previsto em seu dimensionamento. pranchas e outros materiais de grande comprimento ou dimensão devem ser arrumados em camadas. ruptura ou abrasão. não obstruir portas ou saídas de emergência e não provocar empuxos ou sobrecargas nas paredes.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. quando a ferramenta pneumática não estiver em uso. • É proibida a utilização de ferramentas elétricas manuais sem duplo isolamento. O armazenamento deve ser feito de modo a permitir que os materiais sejam retirados obedecendo à sequencia de utilização planejada. Os materiais não podem ser empilhados diretamente sobre piso instável. 9 de 22 . • O suprimento de ar para as mangueiras deve ser desligado e aliviada a pressão. vergalhões. o acesso aos equipamentos de combate a incêndio. As pilhas de materiais. • Os condutores de alimentação das ferramentas portáteis devem ser manuseados de forma que não sofram torção. barras. • Tubos. 2. nem obstruam o trânsito de trabalhadores e equipamentos. permanecendo firmemente presas aos tubos de saída e afastadas das vias de circulação. a circulação de materiais. perfis. úmido ou desnivelado. Exceção feita quando da existência de elementos protetores dimensionados para tal fim. a granel ou embalados. devem ter forma e altura que garantam a sua estabilidade e facilitem o seu manuseio. de forma a não prejudicar a estabilidade das pilhas.

inflamáveis ou explosivos devem ser armazenados em locais isolados. 10 de 22 . • Os cilindros de gases para solda devem ser transportados e armazenados adequadamente amarrados. com "capacete" da válvula instalado. tapumes. Em determinadas situações. corrosivos. arames e fitas de amarração. • Os cabos de aço e as fitas de elevação de cargas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Vide exemplos abaixo: • Nas extremidades dos cabos de aço. quando utilizados como elemento de içamento de carga devem ser frequentemente inspecionados e defeitos devem impedir que os trabalhos sejam iniciados. • As madeiras retiradas de andaimes. apropriados. Estas devem ter conhecimento prévio do procedimento a ser adotado em caso de eventual acidente. manilhas devem ser usadas como acessórios complementares. os acessórios de formação de laços são fundamentais para seu correto desempenho do conjunto. obedecendo-se às prescrições quanto ao transporte e armazenamento de produtos inflamáveis. sinalizados e de acesso permitido somente a pessoas devidamente autorizadas.FUGA NIVEL 1 • Os materiais tóxicos. formas e escoramentos devem ser empilhadas. depois de retiradas ou rebatidas os pregos.

1.FUGA NIVEL 1 2. com guardas altas e cobertura de altura livre de 2. devendo o condutor mantê-la no veículo durante todo o percurso. ambas com material de boa CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. os veículos devem apresentar as seguintes condições mínimas de segurança: • Carroceria em todo o perímetro do veículo. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .8. Neste caso. • A condução do veículo deve ser feita por condutor habilitado para o transporte coletivo de passageiros. A utilização de veículos.10m (dois metros e dez centímetros) em relação ao piso da carroceria. a título precário para transporte de passageiros. Transporte coletivo de trabalhadores • O transporte coletivo de trabalhadores em veículos automotores dentro do canteiro ou fora dele deve observar as normas de segurança vigentes. deve ser feito através de meios de transportes normalizados pelas entidades competentes e adequados às características do percurso e ter autorização prévia da autoridade competente. 11 de 22 . somente será permitida em vias que não apresentem condições de tráfego para ônibus.

80m (oitenta centímetros) de largura. Prevenção e combate a incêndio • É obrigatória a adoção de medidas que atendam. inflamáveis e explosivas. • A capacidade de transporte de trabalhadores será dimensionada em função da área dos assentos acrescida do corredor de passagem de pelo menos 0.1. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . • Só será permitido o transporte de trabalhadores acomodados nos assentos acima dimensionados. de forma eficaz. de forma a não causar lesões aos mesmos numa eventual ocorrência de acidente com o veículo. • Barras de apoio para as mãos a 0. • É proibida a execução de serviços de soldagem e corte a quente nos locais onde estejam depositadas. substâncias combustíveis. 12 de 22 . máquinas e equipamentos do canteiro de obras. atividades.10m (dez centímetros) da cobertura e para os braços e mãos entre os assentos.45m (quarenta e cinco centímetros) de altura com encosto e cinto de segurança tipo 3 (três) pontos. às necessidades de prevenção e combate a incêndio para os diversos setores. Assentos com espuma revestida de 0.FUGA NIVEL 1 qualidade e resistência estrutural que evite o esmagamento e não permita a projeção de pessoas em caso de colisão e/ou tombamento do veículo.35m (trinta e cinco centímetros) de profundidade de 0. para acesso pela traseira da carroceria. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. ainda que temporariamente.45m (quarenta e cinco centímetros) de largura por 0. com corrimão. sistemas de ventilação nas guardas altas e de comunicação entre a cobertura e a cabine do veículo. deve estar acondicionado em compartimentos separados dos trabalhadores. • O material transportado como ferramentas e equipamentos.9. • Escada. 2. • Os canteiros de obra devem ter equipes de trabalhadores organizadas e especialmente treinadas no correto manejo do material disponível para o primeiro combate ao fogo.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 2. a execução de operação com risco de centelhamento. pisos. devem ser tomadas as seguintes medidas de segurança: • Proibir fumar ou portar cigarros ou assemelhados acesos.10. inflamáveis ou explosivas. Sinalização de segurança O canteiro de obras deve ser sinalizado com o objetivo de: • Identificar os locais de apoio que compõem o canteiro de obras. • Manter comunicação através de avisos. • Colocar nos locais de acesso placas com a inscrição "Risco de Incêndio" ou "Risco de Explosão". • Manter cola e solventes em recipientes fechados e seguros. 13 de 22 . inclusive por impacto entre peças. com emprego de cola. inflamáveis ou explosivas. papéis de parede e similares. vapores inflamáveis ou explosivos do ambiente. • Instalar sistema de ventilação adequado para a retirada de mistura de gases. ou qualquer outro material que possa produzir faísca ou chama.FUGA NIVEL 1 2. restos de madeiras. • Evitar. Espaço confinado Nos locais confinados e onde são executados pinturas.11. vernizes ou outras substâncias combustíveis. cartazes ou similares.1. • Quaisquer chamas. • Indicar as saídas por meio de dizeres ou setas.1. • Utilizar obrigatoriamente lâmpadas e luminárias à prova de explosão. aplicação de laminados. bem como nos locais de manipulação e emprego de tintas. faíscas ou dispositivos de aquecimento devem ser mantidos afastados de fôrmas. tintas. solventes e outras substâncias combustíveis. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . nas proximidades.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . com a devida sinalização e advertência próximas ao posto de trabalho. específico para a atividade executada. e o uso de uniforme com faixas refletivas durante toda a jornada de trabalho. • Isolar o local das atividades a fim de evitar o acesso de estranhos à obra.1. explosivas e radioativas.12. inflamáveis.FUGA NIVEL 1 • Advertir contra perigo de contato ou acionamento acidental com partes móveis das máquinas e equipamentos. ser ministrado dentro do horário de trabalho. • Identificar locais com substâncias tóxicas. corrosivas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. O treinamento admissional deve ter carga horária mínima de 6 (seis) horas. • Identificar acessos. • Alertar quanto ao isolamento das áreas de transporte e circulação de materiais por grua. visando a garantir a execução de suas atividades com segurança. constando de: • Informações sobre as condições de segurança e meio ambiente de trabalho. Treinamento Todos os empregados devem receber treinamentos admissional e periódico.80m (um metro e oitenta centímetros). guincho e guindaste. Caso não haja. 14 de 22 . circulação de veículos e equipamentos na obra. • Advertir contra risco de passagem de trabalhadores onde o pé-direito for inferior a 1. A sinalização de segurança em vias públicas deve ser dirigida para alertar os motoristas. pedestres e em conformidade com as determinações do órgão competente. utilizar cavaletes com no mínimo faixas refletivas. Durante a realização de obras noturnas. antes de o trabalhador iniciar suas atividades. deve-se usar colete ou tiras refletivas na região do tórax e costas. • Advertir quanto a risco de queda. alertar quanto à obrigatoriedade do uso de EPI. Nas obras em vias públicas é obrigatória a sinalização dos acessos ao canteiro de obras e frentes de serviços ou em movimentação e transporte vertical de materiais. 2.

Os tapumes devem ser construídos e fixados de forma resistente. • Ao início de cada fase da obra. Ordem e limpeza No canteiro de obras devem ser eliminado acúmulo de água. • Sempre que se tornar necessário.13. devem ser tomados cuidados especiais. É proibida a queima de lixo ou qualquer outro material no interior do canteiro de obras. de forma a impedir o acesso de pessoas estranhas aos serviços. os trabalhadores devem receber cópias dos procedimentos e operações a serem realizadas com segurança. 15 de 22 . métodos de trabalho e ambientes propícios à proliferação de vetores (insetos e roedores nocivos). 2. Nos treinamentos. É obrigatória a colocação de tapumes ou barreiras sempre que se executarem atividades da indústria da construção. e ter altura mínima de 2. existentes no canteiro de obra.FUGA NIVEL 1 • Riscos inerentes a sua função. notadamente nas vias de circulação.EPI. Por ocasião de sua remoção. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . • O treinamento periódico deve ser ministrado. a remoção de entulhos ou sobras de materiais deve ser realizada por meio de equipamentos mecânicos ou calhas fechadas. É proibido manter lixo ou entulho acumulado ou exposto em locais inadequados do canteiro de obras. uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual .20m (dois metros e vinte centímetros) em relação ao nível do terreno. O entulho e quaisquer sobras de materiais devem ser regulamente coletados e removidos. passagens e escadarias. • Informações sobre os Equipamentos de Proteção Coletiva – EPC. Quando houver diferença de nível. O canteiro de obras deve apresentar-se organizado. limpo e desimpedido.1. de forma a evitar poeira excessiva e eventuais riscos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág.

a obra deve ser protegida. e outros. é obrigatória a construção de galerias sobre o passeio. 16 de 22 . Estas informações devem ser mantidas atualizadas durante toda a vigência do contrato.00m (um metro). Plano de gestão integrada de segurança e meio ambiente A CONTRATADA deve elaborar. deve ser feito um tapume no alinhamento do terreno. Existindo risco de queda de materiais nas edificações vizinhas. devendo neste caso ser sinalizada em toda sua extensão. executadas no alinhamento do logradouro. 3. Em se tratando de prédio construído no alinhamento do terreno. As bordas da cobertura da galeria devem possuir tapumes fechados com altura mínima de 1. 4. estas devem ser protegidas. por meio de sinais de alerta aos motoristas nos 2 (dois) extremos e iluminação durante a noite.1.00m (três metros). Requisitos legais e outros Cabe a CONTRATADA identificar requisitos legais. a fim de subsidiar a elaboração e implementação do seu Plano de Gestão Integrada de Segurança e Meio Ambiente.FUGA NIVEL 1 Nas atividades da indústria da construção com mais de 2 (dois) pavimentos a partir do nível do meio-fio. mantendo disponível. não previstos nesse anexo. As galerias devem ser mantidas sem sobrecargas que prejudiquem a estabilidade de suas estruturas. Estrutura CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. o Plano de Gestão Integrada de Segurança e Meio Ambiente com as seguintes informações: 4.00m (três metros). Quando a distância da demolição ao alinhamento do terreno for inferior a 3. a galeria deve ser executada na via pública. para consulta e comentários da GNF. respeitando-se à legislação do Código de Obras Municipal e de trânsito em vigor. aplicáveis às suas atividades. em toda a sua extensão. com fechamento por meio de tela. com altura interna livre de no mínimo 3. Em caso de necessidade de realização de serviços sobre o passeio. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . com inclinação de aproximadamente 45º (quarenta e cinco graus).

c. 17 de 22 . por empreendimento. b. PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. Plano de Atendimento a Emergência. Programa de Gestão de Segurança e Meio Ambiente (ações. Relação de atribuições e nomes dos responsáveis pelo cumprimento. análise crítica da administração). CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Programas exigidos pela legislação e planos aplicáveis ao sistema de gestão a. para obras com mais de 20 empregados. Comunicação prévia da obra ao Ministério do Trabalho. ASO – Atestado de Saúde Ocupacional dos empregados do empreendimento. h. d. Comunicação de dos Acidentes do Trabalho que ocorrerem com os empregados da contratada que estão a serviço da GNF.FUGA NIVEL 1 As documentações referentes aos itens abaixo deverão ser entregues antes do início das obras a contratante. estrutura e responsabilidade. a. controle operacional e comportamento humano. 4. quando aplicável. PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. contemplando as probabilidades de ocorrência de acidentes/incidentes. treinamento e supervisão dos aspectos de Segurança e Meio Ambiente. d. b. indicadores. Estrutura organizacional da CONTRATADA (permanente e a adotada para execução do contrato). PCMAT – Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção. prazos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. e.2. c. g. conforme Norma Regulamentadora nº 18 (NR-18). f. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . i. Plano de Proteção contra incêndio. Identificação de Perigos e Riscos relativos às atividades exercidas pela contratada.

d. Fornecer os recursos necessários para a segurança dos empregados. através de treinamentos específicos. A execução dos serviços e os atos de seus empregados e/ou de suas SUBCONTRATADAS que venham acarretar não conformidades de Segurança e Meio Ambiente. orientando e assessorando a supervisão. Garantir que os requisitos de Segurança e Meio Ambiente sejam indissociáveis das atividades operacionais. e. Aplicar os métodos construtivos que minimizem os riscos e impactos de Segurança e Meio Ambiente. Promoção e garantia da capacitação e re-treinamento das pessoas de sua equipe. Garantir que as SUBCONTRATADAS adotem os mesmos critérios e princípios de Segurança e Meio Ambiente previstos para CONTRATADA. Em atendimento a NR-4 a CONTRATADA. O técnico de segurança é responsável por realizar uma análise das condições de segurança do local e atuar segundo o estabelecido neste procedimento. nº de dias com afastamento originadas dos acidentes do trabalho. deve manter um SESMT registrado na DRT (Delegacia Regional do Trabalho). considerando somatório de seu efetivo e das suas subcontratadas. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. bem como das suas SUBCONTRATADAS. 5. transeuntes e Meio Ambiente. tomando as medidas de correção correspondentes. Responsabilidades da contratada A contratada deve manter no mínimo um Técnico de Segurança do Trabalho por frente de obra. Informar mensalmente o nº de empregados que atuam no empreendimento. quando aplicável. 18 de 22 .1. com ênfase nas atividades com maior potencial de riscos e/ou impactos. total de horas- homens trabalhadas. Garantir o cumprimento dos requisitos Legais e contratuais. Responsabilidade do Gestor do Contrato da CONTRATADA a. c. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . b. f.FUGA NIVEL 1 j. 5. g.

Enferm. com as informações de Segurança. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . Elaborar mensalmente um Relatório. d. de forma que neste figurem todas as informações e ocorrências do período. relativas a Segurança e Meio Ambiente. Trabalho 1 1 2 1 1 Emfermeiro do Trabalho 1 Médico do Trabalho 1 1 1 2 1 Considerar jornada de trabalho integral para todos os profissionais acima listados 5. de acordo com o histograma da obra e as fases da execução do contrato. pelo quadro abaixo. Equipe Mínima do SESMT exigível pela CONTRATANTE por frente de trabalho Número de empregados 1001 2001 3501 Acima de 5000 para Profissionais 1 a 101 a 251 a 501 a a a a cada grupo de 4000 ou 100 250 500 1000 2000 3500 5000 fração acima de 2000 Técnico de Segurança 1 1 2 3 4 6 8 3 Eng. bem como o status dessas ocorrências. no mínimo. com relação aos cuidados ambientais pertinentes à aproximação a pontos com obras especiais e áreas de riscos potenciais. 19 de 22 . Ministrar palestras e treinamentos sobre requisitos e procedimentos de segurança. quando necessário. b. Responsabilidade do Técnico de Segurança do Trabalho da Contratada a.2. c. em termos de observações e não conformidades. Arquivar e manter relatórios de análises e inspeções. De Seg. verificando as condições que serão encontradas pelas mesmas e orientando-as. Antecipar-se ao andamento das frentes de obra. Trabalho 1 1 1 1 2 1 Aux. Garantir que todas as informações e ocorrências.FUGA NIVEL 1 dimensionado. e. sejam devidamente registradas e constem nos relatórios específicos.

Coordenação da prevenção de riscos laborais A Coordenação de Segurança e Meio Ambiente do GN Brasil. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . liberação e o acompanhamento de obras. Neste caso. h.FUGA NIVEL 1 f. realizar fiscalização. Comunicação CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. 7. com as rotas de hospitais. da CONTRATADA. e análise dos documentos legais exigidos pelo MTE. g. se aplicarão as sanções previstas por este contrato. Acompanhar a equipe de segurança da CONTRATANTE durante as auditorias e inspeções de campo. Verificar o cumprimento. a CONTRATANTE poderá paralisar os trabalhos até a correção das deficiências que o motivarão. dos requisitos de segurança. 6. telefones de emergência e pessoal a contatar. 8. Paralização dos trabalhos Em caso de descumprimento das medidas de segurança e na presença de risco grave e iminente. no campo. no que diz respeito à segurança laboral. Treinar todos os seus empregados contratados e terceirizados na identificação dos Perigos e Riscos inerentes a cada atividade. 20 de 22 . de acordo com a normativa interna da GNF. Clínicas e Pronto Socorros mais próximas para onde encaminhar os acidentados. poderá de acordo com seus critérios e disponibilidade. 9. Plano de emergência A CONTRATADA deverá elaborar e apresentar para as obras em execução um plano de emergência com a identificação dos trajetos de saída de emergência em caso de acidente e/ou incêndio.

CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . De Incidentes / Acidentes A CONTRATADA deve estabelecer critérios para comunicações de acidentes ou incidentes com trabalhadores próprios e de suas SUBCONTRATADAS ou com pessoas das comunidades ou terceiros. 21 de 22 . A obediência a este requisito não exclui a CONTRATADA do cumprimento de outros requisitos legais exigidos. de todo e qualquer tipo de EPI necessário à execução da atividade. Documentação de segurança e meio ambiente A CONTRATADA deve manter seu Plano de Gestão Integrada de Segurança e Meio Ambiente e toda documentação legal em forma de documentos controlados e mantidos atualizados ao longo do contrato.FUGA NIVEL 1 9. Equipamentos de proteção individual . Enviar cópia do relatório de investigação do acidente/incidente do trabalho com conclusão para a contratada em um prazo máximo de até 72 horas úteis. junto a Previdência Social (INSS) no prazo máximo de 24 horas úteis. Em casos de acidentes do trabalho. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Cabe a CONTRATADA controlar todos os documentos requeridos pela legislação e outros requisitos aplicáveis e aqueles requeridos por estas exigências. em decorrência das atividades da obra.1. a CONTRATADA deverá registrar o mesmo através da Comunicação de Acidentes do Trabalho – CAT. 11. A seleção e especificação técnica dos EPIs a serem utilizados para cada tipo de atividade deve ser definida pela equipe do SESMT da CONTRATADA que deve orientar-se na legislação especifica e na avaliação dos riscos inerentes aos serviços contratados. 10. devendo manter estoque para a continuidade de execução dos serviços.EPI A CONTRATADA tem a responsabilidade e obrigação pelo fornecimento gratuito aos seus empregados. Também deverá comunicar a contratante em um prazo máximo de 48 horas.

As não conformidades verificadas por juntas e organismos oficiais comunicadas diretamente a Contratante receberão o mesmo tratamento que as não conformidades verificadas pela sua própria fiscalização. dois jogos completos por empregado. Tratamento das não conformidades Diante da não conformidade notificada. com características e quantidades compatíveis com os serviços a serem executados. cabe à CONTRATADA corrigir tal não-conformidade imediatamente ou retirar o empregado da exposição aos agentes agressivos.FUGA NIVEL 1 É obrigatório o fornecimento pela CONTRATADA e SUBCONTRATADAS. assim como o prazo no qual este procedimento entrará totalmente em vigor. de vestimentas de trabalho com logotipo ou nome da empresa. Este plano de ação deverá ser encaminhado por escrito a CONTRATANTE. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . a contratada preparará um plano de ação com a solução aplicada e com o procedimento que garantirá que a não conformidade não se repita novamente. Observada a falta ou o uso inadequado de EPls. 12. A CONTRATADA deve manter registros dos EPIs higienizados e reutilizados. até que seja suprida a falta ou adotada a prática de uso adequado. estes devem ser adequadamente higienizados e protegidos. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. que verificará a sua eficácia e cumprimento. conforme NR-6. 22 de 22 . em local de destaque. Os EPIs devem possuir estampado em local de fácil visualização o número do Certificado de Aprovação (CA) pelo MTE. Caso a CONTRATADA opte pela reutilização de EPIs. Os EPIs devem ser mantidos em perfeitas condições de conservação e limpeza. A CONTRATADA deve manter um controle do fornecimento dos seus EPIs. para todos os seus empregados. sendo no mínimo.

• Ordenar não cumprimentos de normas de segurança: ordenar o não cumprimento de uma norma de segurança na execução dos trabalhos que possam gerar danos a pessoas e/ou instalações. definidos para cada atividade e que correspondam a cada área de trabalho. e podem ocasionar a rescisão de contrato. • A negligência ou imprudência no desenvolvimento das atividades: atuações e comportamentos que impliquem risco de acidente para você mesmo ou outros trabalhadores ou terceiros. que possam ocasionar danos leves/graves/muito graves para as pessoas e/ou instalações. e que por tanto não se pode tolerar. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Linhas vermelhas • Ocultar acidentes de trabalho ou incidentes muito graves: ocultar qualquer tipo de acidentes ou aqueles incidentes muito graves . 1 de 1 . • Não utilização de Equipamentos de Proteção Individual críticos: inadequado uso ou a não utilização dos equipamentos de proteção individual críticos. • Não utilização ou uso inadequado dos equipamentos de proteção não críticos. • Não implantar ações corretivas para as deficiências identificadas (atos e condições inseguras). definidos para cada atividade e que corresponda levar na área de trabalho. Linhas amarelas • Não cumprir a normativa e requerimentos de segurança da Gas Natural Fenosa. • Falsificar registros de segurança: a alteração ou falsificação de registros e/ou informação relativa da segurança e saúde das pessoas e instalações em atividades relacionadas com a companhia. • Não realizar atuações de vigilância e supervisão.FUGA NIVEL 1 Anexo 06: Regras cardinais de segurança Conjunto de comportamentos inseguros. o perigo de avaria em instalações da companhia ou de terceiros. A prática consciente e deliberada destes comportamentos dará origem a sanções.ou induzir a terceiras pessoas a fazer – ocasionadas na execução de atividades que realize para a Gas Natural Fenosa por seu pessoal subcontratado. • Reincidência nas transgressões das linhas amarelas. • Não dispor de formação adequada para a realização dos trabalhos.

. empresas colaboradoras... assim como pelos seus provedores e empresas colaboradoras............ a análise de acidentes e incidentes e a difusão das lições aprendidas.......... com o objetivo de eliminar os acidentes e os danos à saúde.... 1.. 1 de 1 ............... assim como a seleção e avaliação de fornecedores e empresas colaboradoras que participem nestas atividades..... impulsionando a melhora nas condições de trabalho e a gestão da segurança e a saúde... Estabelecer a aprendizagem como motor de mudança de cultura de segurança. vigiar seu cumprimento em todos os processos e atividades contratadas com a Gás Natural Fenosa.......... em prove de conformidade.. assino a presente.. 2.......... mediante a formação contínua. assim como a atividade de suas empresas colaboradoras.. 3......... Integrar critérios de segurança e saúde exigentes em todas as atividades que realiza a Gas Natural Fenosa.. Garantir que a segurança e a saúde são uma responsabilidade não delegável.... Em particular....... carimbo CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. Neste sentido... que através de um compromisso visível é liderada pela Alta Direção e assumida de forma proativa e integrada por toda a organização.... assim como controlar.... se obrigará a: Planificar e desenvolver suas atividades assumindo que nada mais é importante que a segurança e a saúde./Sra............ cujo não cumprimento condicione o início ou a continuidade das mesmas........ Proporcionar os recursos e meios necessários que possibilitem o cumprimento das diretrizes de segurança estabelecidas em cada momento........... Estabelecer a segurança e a saúde como uma responsabilidade individual que condiciona o emprego de seus trabalhadores... público e a segurança das instalações seja notificada.... CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 4.. Velar para que qualquer situação potencial de risco que possa afetar a seus trabalhadores...........FUGA NIVEL 1 Anexo 07: Cartas de adesão ao Projeto Compromisso com a Segurança e Saúde COMPROMISSO COM A POLÍTICA DE SEGURANÇA E SAÚDE DA GAS NATURAL FENOSA Sr. avaliada e gestionada de um modo apropriado.......... assinatura.... e em consequência assume a obrigação de transmitir a mesma a todos os seus trabalhadores... em garantia do cumprimento do dito Compromisso. 5... E para que conste aos efeitos oportunos....... em representação da empresa......... a atuação vai mais além do cumprimento das obrigações legais e outros requisitos que voluntariamente se adotem...... clientes e outros grupos de interesse............. Em _______________a____ de __________ de 20___ EMPRESA COLABORADORA Nome. envolvendo seus fornecedores. declara sua adesão e compromisso aos princípios da Política de Responsabilidade Corporativa de Segurança e Saúde da Gás Natural Fenosa... 6.... clientes...............

FUGA NIVEL 1 Anexo 08: Condições de execução ao ANEXO II da licença para execução de obras em vias públicas CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS . 1 de 2 .

FUGA NIVEL 1 Anexo 09: Licença Prévia e de Instalação . 2 de 2 .INEA CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO Revisão Data: 28/12/2016 Documento N° 2 22474I00162 SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS FUGAS NÍVEL 1 Pág. CADERNO DE ENCARGOS PARA CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE SUBSTITUIÇÃO DE VALVULAS .