You are on page 1of 8

ENCANTADOS COM UM FALSO CRISTO

(A Natureza Humana de Cristo)
(Perfeição e Santidade)
(Vitória sobre o pecado – Viver sem Pecar)

Com o surgimento de falsos mestres, falsos cristos e a vinda da grande apostasia que se nota nos dias
atuais, perdemos de vista “a fé que uma vez foi dada aos santos” (Jd 1:3). Perdemos de vista o verdadeiro
evangelho e aceitamos um “outro” no seu lugar. Temos sido encantado com um falso “cristo”. Um “cristo”
que não tem nenhum respaldo bíblico. Um “cristo” inventado pelo “homem do pecado” e crido entre “as
filhas da grande mãe prostituta”. O Cristo da Bíblia, Jesus o Filho de D´us, hoje é pouco conhecido no
mundo “cristão”. Lhe atribuiram muitos sofisma que não exalta em nada em a sua dignidade. E um deste
sofisma, é sobre a natureza humana que atribuiram ao nosso amado Salvador.
O sofisma, a qual proponho desmascarar com base na Bíblia, é aquela que ensina que Jesus tomou a
natureza humana de Adão antes da queda. Você ja ouviu isso em algum lugar? Mas, porquê não deixa-Lo
aonde a Escrituras O coloca? Porquê não não pautamos por um “está escrito”? O objectivo deste estudo é
desmostar pela palavra do Eterno que o querido Filho do Altíssimo tinha a minha e a sua natureza
pecaminosa, ou seja, Ele herdou a natureza do nosso pai Adão depois da queda, uma natureza que foi
manchada pelo pecado, e tras em si todas as tendências e desposições para praticar o mal, e que Ele nesta
natureza guardou a lei do Seu Pai, não pecou, venceu o pecado e deixou um exemplo para seguirmos.
Comecemos pelo santuário. O Eterno ordenou a Moisés construir um santuário para que Ele pudesse
habitar no meio do seu povo (Ex 25:8). Israel tinha estado em cativeiro durante 430 anos (Ex 12:40-41), e
através do santuário o Eterno queria ensinar-lhes sobre a verdadeira adoração e ensinar-lhes acerca da obra
da redenção, que realizaria em favor da raça caída através do seu Messias. Este santuário (Hb 9:1) tinha
dois lugares, o lugar santo e o lugar santíssimo, bem como os seus móveis e seus sacrifícios (Hb 9:1-10).
No santíssimo estava a arca que continha as duas tábuas da aliança, o propiciatório onde se manifestava a
glória divina, um vaso contendo o maná que estava perante o Senhor e a vara de Arão que floresceu. No
lugar santo estava a mesa dos pães da presença, um candelabro com as suas lâmpadas e um altar de incenso
(Ex 40:22-28). No pátio do santuário, estava o altar de holocausto, e entre o altar e a lugar santo fora
colocado a pia (Ex 40:29-30). E ao redor do santuário ficava o acampamento dos filhos de Israel (Nu 2).
Tudo era uma representação da redenção que o Pai e o Filho propuseram em realizar a favor da raça caída.
Este santuário era uma sombra ou uma figura do verdadeiro santuário celestial (Hb 9:24). Quando se
deu a ordem para que Moisés construísse o santuário fora lhe dito que “conforme a tudo que eu te mostrar
para o modelo do tabernáculo, e para o modelo de todos os seus pertences, assim mesmo o fareis” (Ex
25:9). João contemplou o templo de D´us no céu e viu a arca da aliança (Ap 11:19). Paulo testemunhou que
Jesus Cristo “não entrou num santuário feito por mãos figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para
agora comparecer por nós perante a face de Deus” (Hb 9:24), onde Ele vive “sempre para interceder
eles” (Hb 7:25).
Um estudo minusioso da palavra desmostra que a arca da aliança representa o trono de D´us:
“Também farás um propiciatório de ouro puro; o seu comprimento será de dois côvados e meio, e a
sua largura de um côvado e meio. Farás também dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas
duas extremidades do propiciatório. Farás um querubim na extremidade de uma parte, e o outro querubim
na extremidade da outra parte; de uma só peça com o propiciatório, fareis os querubins nas duas
extremidades dele. Os querubins estenderão as suas asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório; as
faces deles uma defronte da outra; as faces dos querubins estarão voltadas para o propiciatório. E porás
o propiciatório em cima da arca, depois que houveres posto na arca o testemunho que eu te darei.” Ex
25:17-21
O propiciatório era feito com dois querubins cobridor nas suas estremidades cuja função era servir de
uma tampa da arca da aliança, a qual continha os dez mandamentos. Agora note que a presença de Deus se
manisfestava sobre o propiciatório, no meio dos querubins:
Ex 25:22 “E ali virei a ti, e falarei contigo de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins (que
estão sobre a arca do testemunho), tudo o que eu te ordenar para os filhos de Israel.” (ver também Lv 16:2
e Nm 7:89)
A questão não é que somente D´us falava com Moisés ali, de cima do propiciatória, do meio dos dois
querubins, mas que ali era o lugar da sua habitação, notemos este ponto com cuidado:
I Sm 4:4 “Enviou, pois, o povo a Siló, e trouxeram de lá a arca da aliança do SENHOR dos Exércitos,
que habita entre os querubins; e os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, estavam ali com a arca da aliança
de Deus.”
Segundo o escritor da carta aos Hebreus9:4, estás coisas era figuras ou sombras das coisas que estão no
céu. Portanto, O santúario, a arca, o propriciatório, os querubins e a lei são representações de coidas
verdadeiras que existem no céu, pois é dito que “O SENHOR está no seu santo templo, o trono do SENHOR
está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens.” (Sl 11:4, ver

e pondo-o à sua direita nos céus. mas sim D´us em busca do homem.” (Hb 3:1). Is 37:16). para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte. porque “. suportou a cruz. apóstolo e sumo sacerdote da nossa confissão. Assim também faz Cristo hoje. vindo Cristo. desde do princípio foi sobre a lei de D´us e o seu trato para com os seres criados. porquê Ele é o nosso sumo sacerdote? Ora. pois todos os teus mandamentos são justiça. sendo o resplendor da sua glória. o sumo sacerdote dos bens futuros. e assentou-se à destra do trono de Deus. e há pecado que não é para a morte. assentou- se à destra da majestade nas alturas. e a expressa imagem da sua pessoa. E o que vem ser a justiça de Deus? Deixe as palavras inspiradas responder: Sl 119:172 “A minha língua falará da tua palavra. o sumo sacerdote entrava no lugar santíssimo para fazer expiação por si. o qual. 80:1. no santíssimo do santuário celestial. . “TAMBÉM PARTICIPOU DAS MESMAS COISAS”. é D´us querendo salvar o homem da sua condição decaída. O pátio do santuário terrestre onde fazia os sacrifícios dos animais em favor do pecador arrependido. Não sejamos tímidos ou indeferente quando a este assunto vital para a nossa eterna redenção.” (Sl 110:1) “Que manifestou em Cristo. por um maior e mais perfeito tabernáculo. no santo dos santos do santuário celestial. visto como os filhos participam da carne e do sangue. irmãos santos.também ele participou das mesmas coisas.” (Hb 12:2) “HORA. desprezando a afronta. Agora. tendo subido ao céu. por sua a casa e por toda a congregação de Israel (Lv 16. E qual é o seu oficio ali? Deixemos a Bíblia falar: “Olhando para Jesus. assim fica provado que a arca da aliança representa o Trono de D´us. onde Cristo se encontra? A destra da Majestade nas alturas.. consideremos a Jesus neste aspecto. mas por seu próprio sangue. havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados. para que possamos alcançar misericórdia e achar graça.” (Hb 8:1) Note bem que Jesus Cristo está asentado no trono juntamente com o seu Pai (Ap 3:21). o certo e o errado. com confiança ao trono da graça. “por isso. E com respeito ao seu trono lémos que justiça e juízo são as suas bases (Sl 97:2. autor e consumador da fé.. então os próprios mandamentos representa o trono do Eterno.” (Hb 2:14). a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal. isto é. a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” (Hb 4:16).”. não desta criação. mas tomou a descendência de Abraão. Qual é natureza . participantes da vocação celestial. E qual era o trabalho do sumo sacerdote no santuário terreste? Sengudo ensina a palavra do Eterno. De que carne e do sangue os filhos participaram? A única carne que os filhos participaram foi a carne pecaminosa no qual Adão tomou após a sua queda. está assentado à destra de Deus.. E se todos os mandamentos do Eterno são justiça a lógica é que “Toda injustiça é pecado. considerai a Jesus Cristo. é que devemos ir a Cristo e compreender a obra que Ele está realizando ali. e aqui se manifesta o amor de D´us por nós em que Ele deu seu Filho unigênito para morrer em nosso lugar.” (Hb 1:3) “Mas este. e as potências. Notemos que é ali que onde as Escrituras coloca o nosso querido e amado Salvador: “DISSE o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita. ” (Hb 2:16). E para confirmar isso o relato sagrado diz: “Porque.. A origem da luta entre o Bem e mal. O plano da salvação não é o homem em busca de D´us.” (Ef 1:20) “PORTANTO. se já ressuscitastes com Cristo. havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados.. na verdade. Então. todo o sistema de sacrifícios no antigo testamento teve sua origem no quebrantamento da lei de D´us. pois.” (I Jo 5:17 JFA- RA) e o pecado por sua vez é transgressão da lei (I Jo 3:4). Portanto.” (Hb 9:11-12) e onde Ele vive “sempre para interceder eles” (Hb 7:25). Nem por sangue de bodes e bezerros.. buscai as coisas que são de cima.. entrou uma vez no santuário.” (I Pe 3:22) Então. Portanto. até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés. havendo efetuado uma eterna redenção. ele não tomou os anjos. não feito por mãos.. ressuscitando-o dentre os mortos. onde Cristo está assentado à destra de Deus. Consideremos o nosso sumo sacerdote que está rodeados pelas fraquezas da natureza humana pecaminosa. Visto que.” (Hb 10:12) “O qual está à destra de Deus. “. uma vez no ano.tb Sl 103:19) e que “. leiamos e compeendemos o que a inispiração nos ensina: “E. porque ali jaz a esperança da nossa salvação. A continuação do verso diz que “ELE” (Cristo).” Ora.. o nosso sumo sacerdote no santuário celestial. E o verso continua ensinado. e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder. Ele está assentado entre os querubins. que está assentado nos céus à destra do trono da majestade.” (Cl 3:1) “O qual. pelo gozo que lhe estava proposto. comova-se a terra” (Sl 99:1. tipificava a morte do Messias para o perdão dos pecados a todos aqueles que creêm no seu nome. irmãos “Cheguemos.. e as autoridades. portanto o Filho de D´us tomou a mesma carne pecaminosa que os “filhos participaram”. o diabo. Hb 9:7). Ali Ele é o nosso sumo sacercote. a arca (com tudo o que ela contém) representa o trono de D´us. isto é. 89:14).. havendo-se-lhe sujeitado os anjos. Ali.

Portanto. ele profeta. Assim as Escrituras traça a geoneolocia de Cristo mencionados cinco mulheres. visto que. ou porque era “Deus Conosco” (Mt 1:23) possuindo poderes sobrenaturais para vencer o pecado. e sua descendência é segundo a carne de Davi. a sua natureza tornou-se corrupta e manchada pelo pecado. Ele é da família humana. que é da descendência de Davi. e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos. Ele por si mesmo não podia fazer nada aqui na terra (Jo 8:28. Deus. a carne que Davi possuia é carne pecaminosa ou natureza pecaminosa. pois. Só assim D´us podia condenar o pecado na carne atravès do próprio pecado. e como membro da família humana carregou em sua natureza a condição da natureza humana. um que. mas sem pecado. para o assentar sobre o seu trono. Deus. Agora notemos que Cristo veio exatamente onde pecado surgiu na natureza humana: “Mas. O seu Pai. Portanto. que uma semente da mulher surgiria para esmagar a cabeça da serpente. já que que temos um grande sumo sacerdote que penetrou nos céus em nosso favor (Hb 4:14). Tamar. que deixou-se ser enganada pelo diabo. Em outras palavras. 1).” (II Tm 2:8) “Sendo. enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado. Sua natureza era santa isenta do pecado. Cristo herdou a mesma carne que Davi possuia. segundo o meu evangelho. Portanto. enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado. 30). e deu também a seu marido. Notemos. a lógica é bem simples. que “o Autor e Consumador da nossa fé” (Hb 12:2) “possa compadecer-se ternamente dos ignorantes e errados. faltou alguma coisa? Não. a natureza pecaminosa e degradada pelo pecado. visto como estava enferma pela carne. Porquê Cristo nasceu de mulher? Porque a primeira pessoa a pecar nesse mundo foi uma mulher. Esta é mesma confiança que Ele espera que nós depositamos nele. Jesus não tomou a natureza dos anjos que era isenta do pecado. pois também ele mesmo está rodeado de fraqueza. nascido de mulher. Cristo também tomou sobre si. e tomou fruto da arvore do conhecimento do bem “comeu. Isto é assim. em tudo foi tentado. que nasceu da descendência de Davi segundo a carne. Cristo é um de nós e um conosco. para escapar das tentações que o inimigo o assediava. Cristo “que não conheceu pecado. levantaria o Cristo. e dai O remota até Davi (Mt cap. .” (Hb 5:2). porque Adão foi criado recto. porém.dos anjos aqui referidos? A natureza não pecaminosa. Ele venceu todas as tentações porque confiava em D´us para o livrar do poder das trevas. Jesus veio eradicar o pecado na natureza humana exatamente onde o pecado surgiu. mas sim tomou a descendência de Abraão. a mesma natureza que Davi possuia. Cristo esvaziou-se do seu poder sobrenatural. Em tudo Ele foi tentado mais não pecou. pelo pecado condenou o pecado na carne. nascido sob a lei. a conclusão é inevitavel. isto é. e não faltou nenhuma particula sequer. para que nele fôssemos feitos justiça de Deus. E o Filho do Eterno veio nesta mesma natureza para resolver o problema do pecado. qual é a natureza humana que necessita de salvação? A natureza de Adão antes da queda ou a natureza de Adão depois da queda? A respota é simples. que carne era essa? Leiamos mais uma vez Romanos 8:3 para que isso fique bem estabelecido em nossa mente: “Porquanto o que era impossível à lei. E as escrituras ensina que Cristo é da descendência de Davi segundo a carne: “Lembra-te de que Jesus Cristo. Abraão e todos os seus descentes tiveram e ainda tem a natureza pecaminosa. Cristo a tomou em todos os aspetos. a natureza pecaminosa. Tudo que a nossa natureza humana possui. vindo a plenitude dos tempos. que é isso que as Escrituras ensinam: “Porquanto o que era impossível à lei.” (II Co 5:21).” (Rm 8:3). É reconfortante saber. Portanto. em outras palavras.” (Gl 4:4). pelo pecado condenou o pecado na carne. Esta é exatamente o que Genises 3:15 ensina. sua natureza humana não tinha sequer o poder angélical. Todas as têndecias pecaminosas que a natureza humana carrega. Quando Ele veio a este mundo “esvaziou a si mesmo e tornou-se homem” (Fl 2:6-8). visto como estava enferma pela carne.” (Hb 2:15). como nós. e como homem Ele foi feito “por pouco tempo menor do que anjos” (Hb 2:9). Porém no momento em que ele caiu em pecado. I Tm 2:14).”.” (Gn 3:6. o fez pecado por nós. Rute. o D´us Eterno. Leia novamente esse texto meu querido amigo. não em uma naruteza santa e isenta do pecado mas “em semelhança da carne do pecado”. É essa natureza pecaminosa que necessita de salvação. Deus enviou o seu filho como a mesma natureza pecaminosa que todo homem possui quando nasce neste mundo. Mais adiante as Escrituras nos adverte a reter firmemente a nossa confissão.” (Hb 2:16-18). Cristo nasceu da descendência de Davi segundo a carne. Portanto. “Deus enviou o seu Filho”. Se Jesus Cristo veio a este mundo em semelhança da carne do pecado. Betsaba e Maria. ou seja. e ainda mais diz que “não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas. sendo tentado.” (Rm 1:3) Perguntamos mais uma vez. Raabe. ressuscitou dentre os mortos. era sua confiança e o seu escudo. E verso precedente ensina que Cristo fez isso para “que em tudo fosse semelhante aos irmãos” (Hb 2:17). Portanto. a mesma carne pecaminosa. e ele comeu com ela. “Porque naquilo que ele mesmo. padeceu. sem pecado. Ele não pecou porque tinha uma natureza santa e isenta do pecado. A Bíblia é clara neste aspecto. segundo a carne.” (At 2:30) “Acerca de seu Filho. pode socorrer aos que são tentados. Cristo é “em tudo semelhante” a mim e a ti em nossa natureza. Deus enviou seu Filho. a saber. a natureza pecaminosa. 5:19.

pois são iguais aos anjos. Os santos que ressuscita perante a última trombeta também ressuscitarão como um corpo sem nenhuma mancha do pecado. ou natureza pecaminosa. Porém. nem hão de casar. 1. então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Então deixemos as Escrituras nos ensinar o que é pecado: “Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei. mas também pagou a punição de Adão. e são filhos de Deus. para que por meio de Cristo possamos viver (Rm 5:18). Assim compreendemos que Jesus. ou seja.. quando se diz na “forma de homem” usou-se também a expresão “fazendo- se semelhante aos homens”. E pelo livro de Romanos 8:3 descobrimos que “o Verbo” que “era Deus” veio “em semelhança da carne do pecado” e não em semelhança da carne sem pecado. a consequência do pecado não há culpa do pecado. Só passaria a morrer no dia que transgredisse a lei de D´us. e nos ajuadara ainda mais compreender a natureza humana do nosso Salvador. não tem nenhuma mácula do pecado em sua natureza. não teve por usurpação ser igual a Deus. 20).. como ja demostramos em poucas palavras acima. 53-54). quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade. nem ser dados em casamento. Portanto. eles não podem morrer. 52.. e que num certo momento esvaziou desta natureza para assumir a “Forma de homem” e morrer para salvar a todos quantos creêm no seu nome. porque “os mortos ressuscitarão incorruptíveis.esta é a lei da heretáriedade. achado na forma de homem. mas em nenhum caso ele será punido pelo pecado de Adão. “E o Verbo se fez carne. Semeia-se o corpo em corrupção. como a glória do unigênito do Pai.” (Lc 20:35-36) Todos concordamos que natureza dos anjos bons é isenta do pecado. Porque já não podem mais morrer. ressuscitará em incorrupção. “porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade. Mas isso não é tudo já que a geoneologia do nosso Senhor Jesus Cristo é traçada atravês dos seus ancestrais até Adão (Lc 3:23-38). ou seja. porque serão iguais aos anjos. Ora Adão não teve filhos senão quando a sua natureza ja estava manchada pelo pecado (Gn 3:1 e 4:1). e que isto que é mortal se revista da imortalidade. fazendo-se semelhante aos homens.” (Jo 14:1 e 14) O “Verbo” que “era Deus” “se fez Carne”. Porém. Mas alguns dizem Cristo tomou a “forma” do homem e não a sua “natureza pecaminosa”. porque o pecado é a transgressão da lei. e isto que é mortal se revestir da imortalidade. então.” (I Co 15:42. sem nenhuma tendência para o pecado. filho de Davi. Deus visitaria a iniquidade dos pais nos filhos (Ex 20:5). Porém. E que é a natureza pecaminosa que morre é nos ensinada em Lucas: “Mas os que forem havidos por dignos de alcançar o mundo vindouro. Davi e Abraão tem exatamente a mesma natureza. Isto quer dizer que Ele tinha somente a forma de D´us e não a natureza de D´us? De maneira nenhuma. e vimos a sua glória. Então deixemos o Espírito de D´us nos ensinar: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus. a natureza pecaminosa. e o Verbo estava com Deus. isto é. também se usou a expressão “Forma de homem” para se referir a natureza pecaminosa do homem. mas isso de nenhuma maneira faz com que os filhos sejam punidos pelos pecados dos pais (Ez 18:4.” . Assim como se usou a expressão “Forma de Deus” para se referir a natureza divina de Cristo. Devemos fazer a nós mesmo a seguinte pergunta: qual é natureza humana que morre? A natureza pecaminosa ou natureza isenta do pecado? Adão no jardim de Edem estava em cima uma condição. não foi assim com Cristo. Todos os descendentes de Adão no qual se traça a geoneologia de Jesus nasceram como uma natureza caida e manchada pelo pecado. Mas esvaziou-se a si mesmo. e morte de cruz. sendo obediente até à morte. sendo filhos da ressurreição.. cheio de graça e de verdade. sendo em forma de Deus. Este é o mesmo ensino de João cap.”. quando um ser humano nasce ele carrega a consequência do pecado de Adão (Rm 5:12). tomando a forma de servo. filho de Abraão. a natureza humana pecaminosa.” (Fl 2:5-7) Aqui as Escrituras diz que Cristo Jesus estava na “forma de Deus”. não faltando nenhuma particula seguer. isto é. ele já nasce pecador? Compreender a natureza do pecado nos ajudara a responder estas questões. humilhou-se a si mesmo. e a ressurreição dentre os mortos.. analizemos: “NO princípio era o Verbo. a Bíblia não contenta somente em traçar a geonologia Jesus Cristo até a Davi. E. porque “. Jesus tomou a sobre si a natureza pecaminosa que todos os filhos de Adão herdaram pela entrada do pecado no mundo.. E.”. e o Verbo era Deus. Aqui claramente se usa a expresão “Forma de Deus” para nos ensinar que o Filho de D´us é da mesma natureza da D´us contento todos os atributos da divindade. e habitou entre nós. pois diz “livro da geração de Jesus Cristo.” (Mt 1:1). ela carrega a lei da heretáriedade. assim os santos ressuscitado já não podem mas morrer. Que. Ele não só carregou a consequência do pecado de Adão (natureza pecaminosa). Chegou então o momento de se perguntar: a natureza pecaminosa é pecado? O que é o pecado? Quando um pessoa nasce. Quando uma criança nasce. e essa semelhança de Cristo com os homens é em “Tudo” (Hb 2:17). mas o remota até Abraão. As Escrituras nos ensina que felizmente Adão pecou (Gn 3:6) e a morte passou a todos os homens por causa do seu pecado (Rm 5:12).” (I Jo 3:4) .

Estudemos estes pontos: “Sede vós pois perfeitos. sentir fome. Lv 19:2) . mas por aquele que chama). que não é nada mas que uma tendência para praticar o mal (transgressão da lei). aí reside a soberana força da expiação – “O Senhor Justiça Nossa” (Jr 23:6). do que é pecado ou não.” (Mt 5:48) Aqui podemos ver que a perfeição é esperada dos crentes em Cristo. o que nasceria dela teria a mesma natureza. pois. meu querido irmão. Cristo é tocado com os nossos sentimentos. todas pessoas vieram ao mundo sem consciência do que é certo ou errado. Portanto. A compreensão que Cristo veio com a natureza de Adão antes da queda. Note que o que Biblia ensina sobre Esaú e Jacó antes deles nasceram: “Porque. Isto prova que quando uma criança está no ventre da sua mãe está isenta do pecado pelo facto dele não ter consciência do pecado e nem tão pouco realiza alguma obra seja ela boa ou má. Agora. do qual já ouviste que há-de vir. que querendo atribuir a Cristo esse atributo. Ora todas as pessoas depois da queda de Adão e Eva. usado por satánas como agentes (I Jo 2:18). porque Ele que era rico fez-se pobre por nós para que possamos apoderar-se da sua riqueza. E o que é a perfeição senão a santidade de carácter? Pois assim diz o Senhor: “Porquanto está escrito: Sede santos. chorar. eu não conheci o pecado senão pela lei. como é perfeito o vosso Pai que está nos céus. Portanto. portanto. que estamos manchando o caráter de Cristo.” (Rm 9:11). em outras palavras. mas consentiu em baixar a nossa natureza pecaminosa. prossigamos até à perfeição. porque eu sou santo. porque pela lei vem o conhecimento do pecado. isto só prova que de facto “o pecado é a transgressão da lei”. pois destrói toda a obra da expiação. vieram ao mundo da mesma maneira. mas isso é tão longe da verdade como a terra é do céu. não por causa das obras.” (Cl 1:28). para pregar uma doutrina contrária a Bíblia. trazendo-O ao nosso nível.” (Rm 5:13) Se “pela lei vem o pleno conhecimento do pecado” e “o pecado não é imputado não havendo lei”. e eis que agora está no mundo. não encontra-se na Bíblia. ficasse firme. Ele se identifica connosco. Eles não tinha consciência do que é mal ou bem. não havendo lei. comete pecado. segundo a eleição. que Maria foi concedido sem pecado.” (Hb 6:1).. o plano da redenção não faz necessário. a “natureza pecaminosa” no qual todos os seremos humanos possuem não é pecado. que sabe fazer o bem e não o faz. criaram para a Maria uma concepção imaculada. note bem onde qual é o ensino do falso cristo ou falsos cristos: “Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus.” (Tg 4:17). Porém. tem em si o espirito do anticristo. Mas no entanto todas as crianças vieram ao mundo como uma natureza pecaminosa. e pela lógica. e todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus. estamos exaltando a sua dignidade. A perfeição de carácter é o que todo nós devemos obter. Nem Jacó e nem Esaú sabiam o que era certo ou errado quando estava no ventre de sua mãe. e as Escrituras ensina que “Aquele. Tal ideia é absurdo e enganoso. E que doutrina é essa? A doutrina que não podemos alcançar a perfeição nesta terra. portando o próprio evangelho de D´us é “para que apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo.” (I Jo 4:2-3) Todo aquele nega que Jesus veio em carne (carne pecaminosa Rm 8:3). onde não há lei também não há pecado. E o padrão dessa perfeição é o padrão do Eterno pois é nos dito que devemos ser perfeito como Ele é perfeito. Este ponto as Escrituras ensina bem claro quando diz que “. isto é. não tendo eles ainda nascido. porque eu não conheceria a concupiscência. o que nos leva que o homem nunca pecou. a Bíblia nos ensina que podemos fazer ou ser todas estas coisas. O pecado não é a natureza humana pecaminosa (inclinação para o mal ou tendência para pecar). Ele existia na forma de D´us. se a lei não dissesse: Não cobiçarás. e estando nesta natureza sabe exatamente o que é padecer.. mas não. logo ela seria diferente de toda raça humana. mas este é o espírito do anticristo. não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus. Nunca houve um homem que nasceu depôs da queda de Adão que não herdou a sua natureza. Aqui se encontra a definição bíblica do pecado. e muito menos tinham conhecimento do que é pecado. passar necessidade. e que não podemos vencer o pecado ou viver sem pecar. mas o pecado não é imputado. Alguém poderá pensar. Os ancestrais de Maria teriam que ser sem pecado. O pecado é transgressão da lei.” (Rm 7:7) Portando. mas sim a escolha de transgredir a lei ou não que cada um faz quando têm consciência do que é bem ou mal.” (I Pe 1:16. E a Bíblia ensina que “deixando os rudimentos da doutrina de Cristo. Eles quando estavam no ventre não tinha feito bem ou mal. pecador é quem transgride a lei e não quem nasce neste mundo. a carne pecaminosa é o penhor da nossa justificação. por isso a sua vinda na carne. nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus. e não muito menos que isso. Pecador é quem transgride a lei de D´us.” (Rm 3:20) “Porque até à lei estava o pecado no mundo. aí reside a nossa esperança de salvação. vejamos isto de uma outra forma: “Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei. Ora. ela foi adotada do catolicismo.

Isto tem que se dar agora. porfias. e irrepreensíveis. E que é a perfeição ou a santidade de caráter em nossa maneira de viver.” (Cl 1:19-22) O caminho para a perfeição é a cruz de Cristo. podemos viver sem pecar se o Espirito do Eterno habitar conosco. Então podemos alcançar a perfeição se o Espirito de Cristo habitar em nós (Rm 8:9-11). Portanto. pelejas. idolatria. a santifição em toda nossa maneira de viver. nem o que no mundo há. inimizades. pois para isso fomos criados: “Bendito o DEUS e PAI de nosso SENHOR JESUS CRISTO. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus. e coisas semelhantes (Gl 5:19-21)? Poranto existe uma luta entre as obras da carne e entre os frutos do espírito no qual somos exortados a não cumprir as concupiscência da carne.. impureza. Este é único caminho. a concupiscência dos olhos e a soberba da vida. mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (Ef 1: 3-4) O objectivo do Eterno em nos escolher antes da fundação do mundo é para sermos santos e irrepreensíveis diante Dele. a concupiscência da carne. devemos viver sem pecar? Se resta duvida quanto a isso leiamos: “Sabendo isto. mas sim a andar no Espirito. descubrimos na seguinte passagem onde diz que “Como filhos obedientes. sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver. Isto é para tudo que fomos feito. pois não é sujeita à lei de Deus. pelo batismo. Portanto. glutonarias. agora. e inculpáveis. como também nos elegeu Nele antes da fundação do mundo. emulações. por meio Dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas. na ressureição dos mortos ou quando Cristo voltar. QUE diremos pois? Permaneceremos no pecado.” (I Jo 2:15-17) O que é a concupiscência da carne senão as obras da carne que são: adultério. por que não o enfrentamos? Por que não vamos exatamente enfrentar o objetivo de nossa existência e sermos santos e irrepreensíveis diante Dele em amor?” Agora notemos como o Eterno de Israel cumpriu esse objectivo de tornar-nos santos e inrrepreensíveis: “Porque foi do agrado do PAI que toda plenitude Nele habitasse e que. Nós. vos apresentar santos. para que não sirvamos mais ao pecado. Porque a inclinação da carne é morte. não na paixão da concupiscência. que estamos mortos para o pecado. para que o corpo do pecado seja desfeito. que noutro tempo éreis estranhos e inimigos no entendimento pelas vossas obras más.. iras. que o nosso homem velho foi com ele crucificado. perante Ele. como viveremos ainda nele?” (Rm 5:21-6:1-2) O ensino das Escrituras é claro.” (vs 7). Jo 3:5- 6). “Porque aquele que está morto está justificado do pecado. “esse é Seu único pensamento com respeito a nós. como vivos dentre mortos. que quando nascemos de novo (cap. os que estão na carne não podem agradar a Deus. heresias. Aquele que busca a perfeição por si mesmo e não nos méritos do Salvador irá inteiramente fracasar.” (Rm 6:6). como é santo aquele que vos chamou. Portanto. o amor do Pai não está nele. feitiçaria. e a sua concupiscência. Todo aquele que aceita a cruz de Cristo. note mais uma vez que o padrão de sermos santo é o padrão de D´us e não o nosso. Ora. Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade. A vós também. se já estamos mortos para o pecado então como podemos viver no pecado? Não está claro. para que a graça abunde? De modo nenhum. para. Em outras palavras. Isso não é para um futuro distante. o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em CRISTO. não deve permanecer no pecado. e os vossos membros a Deus. Mas. nem. para lhe obedecerdes em suas concupiscências. invejas. Devemos ser como Ele é em seu carácter. e nos adverte a abster da fornicão e “que cada um vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra. que não conhecem a Deus. portanto. vos reconciliou no corpo da Sua carne. o velho homem foi crucificado para que não vivemos mais em pecado. podemos sim. pois está morto para o pecado e como o apostólo diz. para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante Dele em amor. Consideremos justamente este ponto: “Para que. não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância. tanto as que estão na terra como as que estão nos céus. visto “. E o sobre a concupiscência a palavra do Eterno se expresa nos seguintes termos: “Não ameis o mundo. assim como o pecado reinou na morte. Porque tudo o que há no mundo. E o mundo passa. como crentes em Jesus Cristo viver sem pecar. fornicação. isto é tudo para que existimos. mas apresentai-vos a Deus. contudo. Como um outro ja dizia. mas a inclinação do Espírito é vida e paz.” (I Ts 3:4-5). Temos que buscar hoje a perfeição de carácter. por Jesus Cristo nosso Senhor. e confirma que a vontade de Deus é a nossa santificação (I Ts 4:3). também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna. não é do Pai. Então uma outra palavra exatamente ali: Uma vez que isto é assim. como os gentios. E as Escrituras vai mais longe dizendo: “Não reine. o pecado em vosso corpo mortal.” (Rm 8:5-8). lascívia. mas do mundo. que os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne. em verdade.” (I Pe 1:14-15) Note que somos chamados a viver em obedência e não a viver em concupiscências. homicídios. dissensões. pela morte. mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Se alguém ama o mundo. ou seja. Note que as Escrituras diz que aquele que “faz a vontade de Deus permanece para sempre” (I Jo 2:15-17). o pode ser. como instrumentos de . havendo por Ele feito a paz pelo sangue da Sua cruz. bebedices.

assim como apresentastes os vossos membros para servirem à imundícia. tendo sido servos do pecado. Este é próposito do evangelho de D´us e de Seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor. ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus que. ou do pecado para a morte. Porém. e não com “aquilo que os falsos mestres” ou “aquilo que a igreja” dizem. Ora se somos de Cristo. porque têm em si a semente do Eterno. Digo somente pela fé tal acção pode ser realizada. A fé em Jesus e a fé de Jesus. mas o que de Deus é gerado conserva- se a si mesmo. as concupiscência da carne.” (Rm 6:12-22) Agora a Bíblia ensina que assim como antes serviamos com os nossos membros ao pecado. vivendo e andando no Espírito (Gl 5:25). são falsos ensinadores. estáveis livres da justiça. sois servos daquele a quem obedeceis.justiça.” (Gl 5:24). deixa-nos um exemplo para seguir. deixando-nos o exemplo. está semente permanece nele. pois “Quem é que vence o mundo. Note que tudo isso é feito na carne mortal. pois “.” (I Jo 3:9) Quando D´us implanta a sua semente naquele que crê em Cristo. Porque o pecado não terá domínio sobre vós. qualquer que peca não o viu nem o conheceu. Agora notemos que todo que aquele que é nascido de D´us (e não pode pecar) são aqueles que vencem o mundo: “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo. Está é a doutrina Bíblica. mas debaixo da graça. e o maligno não lhe toca. que não pode agradar a D´us pois não esta sujeita a lei do Eterno e nem o pode ser (I Jo 2:15-17. Mas não é somente isso. pois também Cristo padeceu por nós. Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer. e à maldade para maldade. pela fraqueza da vossa carne. e esta é a vitória que vence o mundo. a Bíblia ainda declara: “Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado.” (I Jo 5:4) Todos os que são nascidos de D´us vence o mundo. e já crucificamos a carne e as suas paixões e concupiscências. Portanto. é que o pecado não pode reinar em nosso corpo mortal e os nossos membros não devem ser instrumentos do pecado. Como servos da justiça devemos praticar a justiça e não o pecado. então como podemos viver em pecado? Não é uma doutrina estranha as Escrituras aquela doutrina que afirma e ensina que não podemos viver sem pecar? Resta ainda alguma dúvida. Mas agora. visto que fomos libertados do pecado e fomos feitos e servos da justiça.” (I Jo 5:18) Todo que é nascido de D´us não peca. mas debaixo da graça? De modo nenhum. a nossa fé. fostes feitos servos da justiça. quando se levantar homem em nosso meio dizendo que não podemos viver sem pecar e que pecaremos até a volta de Cristo. .” (I Pe 2:21). porque a sua semente permanece nele.. pois que. Porque. Então todo aquilo que nasceu de D´eus não pode pecar. e por fim a vida eterna. pois fomos libertados do pecado e como homens libertos por Jesus Cristo (Jo 8:34-36) devemos buscar a santificação atravês do fruto do Espírito (Gl 5:22). assim apresentai agora os vossos membros para servirem à justiça para santificação. Se permanecemos em Cristo não pecaremos. Devemos ficar com aquilo que diz o Senhor.” (I Jo 3:6) Então qual é a causa de pecarmos? Porque não permanecemos em Cristo. assim também devemos servir com os nossos membros a justiça para a santificação. libertados do pecado. os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.” (Rm 6:12-14) O que apreendemos aqui. Pois as Escrituras continua: “Pois que? Pecaremos porque não estamos debaixo da lei. e aqueles que são nascidos de D´us são aqueles que vive sem pecar. E. saibamos que esse tal tem o espirito de anticristo.” (Rm 8:15-18) Então. E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. isto não é feito por nossas obras ou pelos nossos méritos mas sim pela fé. E quando falamos do mundo estamos falando de suas concupiscência. somente essa fé. Sabemos que isto é assim pelas versos seguintes: “Falo como homem. portanto é a fé que vence todas essas coisas. Rm 8:7). mais a fé em Jesus Cristo como o Filho do Eterno. porque é nascido de Deus. Porém. Pois é fé que vence o mundo. e pela fé nele podemos vencer o pecado em nossa carne pecaminosa pois as escrituras diz: “Porque para isto sois chamados. E Escrituras continua dizendo: “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca. e essa semente o livra de pecar. para que sigais as suas pisadas. libertados do pecado. quando éreis servos do pecado. pois não estais debaixo da lei. ou em outras palavras na natureza pecaminosa. e não pode pecar. tendes o vosso fruto para santificação. dos olhos e soberba da vida. Ele se conserva-se a si mesmo.. isto não tudo. senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?” (I Jo 5:5). que podemos viver sem pecado e sem pecar? Então leia mais uma prova das Escrituras para que possa desipar toda a dúvida quanto a está questão: “Qualquer que permanece nele não peca. assim as Escrituras o declara. Mas não é uma fé qualquer. e feitos servos de Deus. não devemos de maneira alguma pecar porque estamos debaixo da graça. Pois Cristo venceu o pecado na carne pecaminosa. enraizada em nosso coração (como a semente de D´us) pode vencer o pecado na carne e nos habilitar para a santificação e perfeição. obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues.

portanto uma pessoa limpa do coração é aquela que não esta contamina pelas obras da carne. Pessoas fies. em fogo se desfarão. nem coisa semelhante.” (II Pe 3:11-13) Quando os crentes estão vivendo com santo trato e piedade estão aguardando e apressando a volta de Jesus Cristo. Devemos ser achados escrito no livro da vida do cordeiro pois as Escrituras afirma que “. que pessoas vos convém ser em santo trato. concluimos que uma pessoa limpa de coração e puro de mãos e que não entrega a sua alma a vaidade são pessoas que anda na lei do Eterno.” (Mt 5:8). mas santa e irrepreensível. Agora notemos que antes da volta de Jesus Cristo haverá uma classe de homens perfeito em santidade de carácter. e neste aspecto as Escrituras nos mostras em que condições devemos se encontrar pois diz: “Por isso... vivendo sem pecado sendo santos e irreprenssiveis diante D´us em toda a maneira de viver. pela palavra. amados. Devemos ser achados a guardar a lei de D´us. purificando-a com a lavagem da água. sem mácula. nem recebe peitas contra o inocente. aguardamos novos céus e nova terra. vivendo sem pecar e guardando a lei do Eterno: “Quem subirá ao monte do SENHOR. segundo a sua promessa. sendo santos e irreprensíveis diante do Eterno..” (Sl 15:1-5) Aqui está santidade de carácter para aqueles que desejaram habitar no tabernáculo e no santo monte do Eterno. Nataniel Lima Mendes . falsos testemunhos e blasfêmias. Esta é a geração daqueles que buscam. o que sai da boca. de novo ha de vir e nos arrebatará e estaremos para sempre com Ele. uma igreja sem mácula. E as pessoas que guardam a lei do Eterno são a geração daqueles que buscam a face de D´us pois está escritos que “Bem-aventurados os limpos de coração. furtos. procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz. Devemos ser achados a viver sem pecar. e os elementos. quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? Aquele que anda sinceramente. São estas coisas que contaminam o homem. adultérios. e apressando-vos para a vinda do dia de Deus. Antes da volta de nosso Senhor Jesus Cristo. nem jura enganosamente. Há que existir sobre a terra uma gerração de pessoas que fazem parte da igreja de Cristo. Mas o que é uma pessoa puro de coração? Deixemos Bíblia responder: “Mas. em que os céus.. nem faz mal ao seu próximo. ardendo. de perecer todas estas coisas. Devemos ser achados a ter em nós o fruto do Espirito. em que habita a justiça. Visto que as obras da carne procedem de coração e elas não estão sujeitas a lei de D´us e nem o podem estar. mas sim aquela que anda segundo o Espirito e tem em si os frutos da Espiríto. Uma igreja santa e irrepreensivel. aguardando estas coisas. Tudo isso é mostrada de uma outra forma: “SENHOR. e a si mesmo se entregou por ela. Este receberá a bênção do SENHOR e a justiça do Deus da sua salvação. .” (Ex 32:33). e pela fé espera que nós apeguemos a sua fé e tenhamos vitória sobre e pecado. pessoas que pela fé vence o mundo e as suas concupiscências. “Vós. E falando da vinda de Cristo as Escrituras diz: “Havendo. Esta é a geração que existirá antes da volta de Cristo. substindo na forma de D´us esvaziou-se a si mesmo e tomou a nossa natureza pecaminosa e venceu o pecado na carne e tornou o nosso sumo sacerdote no santuário celestial onde vive para interceder por nós. e contudo não muda. devemos ser achados imaculados e irrepreensíveis. procede do coração. Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa.” (SL 24:3-6) Aqui se diz que os limpos de mão e puro de coração subirá ao monte do Senhor e estará no lugar santo e receberão a benção do Senhor. alcançado a perfeição e santificação de carácter em toda nossa maneira de viver. . O resume é que Jesus Cristo. Aquele que pecar contra mim. Devemos ser achado a viver em santidade. e fala a verdade no seu coração.” (Ef 5:25-27) Cristou amou a igreja e a santificou. pois. e isso contamina o homem. nem ruga. fornicação. Aguardando. se fundirão? Mas nós. Glória e Aleluia! Amém! por. a este riscarei do meu livro. e pratica a justiça.” (II Pe 3:14) Isto é para tudo o que fomos feitos. e lavou para a apresentar perante Ele mesmo. Aquele que não difama com a sua língua. E quando o seu carácter é reproduzido em nós. mortes. é nos dito que do coração procede as obras da carne e são estás coisa que contamina o homem. e piedade. Está a igreja que subsistirá no dia da sua vinda. como também Cristo amou a igreja. pessoas temente a D´us. maridos.” (Mt 15:18-20) Ora. daqueles que buscam a tua face. nem ruga. Porque do coração procedem os maus pensamentos. Devemos ser achados a viver e andar no Espírito. Quem faz isto nunca será abalado. ó Deus de Jacó. Para a santificar. mas honra os que temem ao SENHOR. que não entrega a sua alma à vaidade. nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo. A cujos olhos o réprobo é desprezado. amai vossas mulheres. Devemos ser achados a viver pela fé. Aquele que não dá o seu dinheiro com usura. porque eles verão a Deus. ou quem estará no seu lugar santo? Aquele que é limpo de mãos e puro de coração. aquele que jura com dano seu. pessoas irreprensíveis diantes de D´us.