You are on page 1of 4

TÍTULO

(Letra maiúscula, centralizado, fonte 14, negrito)

Nome do autor-aluno
Titulação Graduação
Curso
Universidade Luterana do Brasil
Prof - Nome do professor
(à direita da página, fonte 12, espaço simples)

RESUMO (obrigatório)
Consiste na escrita dos pontos relevantes do artigo. Deve proporcionar uma visão
rápida do trabalho, sob forma discursiva – portanto, não utilizar tópicos. Apresentar
de forma concisa, os objetivos, a metodologia e os resultados alcançados. Deve ser
digitado em espaço simples (espaço entrelinhas de 1cm) sem parágrafos, não
ultrapassando 250 palavras.

Palavras-chave: palavras ou termos retirados do texto para representar o seu


conteúdo, devem figurar abaixo do resumo, antecedidas da expressão Palavras-
chave: separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto.

ABSTRACT
(obrigatório, com espaço entrelinhas de 1cm = espaço simples)
É a versão do Resumo em língua inglesa.

Keywords:

1. INTRODUÇÃO
(Título do capítulo em maiúsculo, negrito, alinhado à esquerda, letra 12)

A “Introdução” deve apresentar o trabalho, iinformando: delimitação do assunto,


motivos que levaram à pesquisa, a justificativa e os objetivos do mesmo. O que deve
constar na introdução:
- Contextualizar o tema escolhido;
- Justificar o tema escolhido (seguindo a orientação acadêmica, profissional/mercado
e social);
- Declarar a questão de pesquisa;
- Declarar os objetivos específicos do trabalho;
- Declarar a metodologia empregada;
- Declarar a estrutura (organização) prevista para o trabalho escrito (Ou seja, após a
introdução, quais serão as outras seções do artigo?).
A apresentação não deve antecipar conclusões e recomendações.

2. REFERENCIAL TEÓRICO

Pesquisa bibliográfica sobre os temas pertinentes ao trabalho. São estudos que


alicerçam teoricamente toda a pesquisa/investigação. Esta seção, assim como todo
o trabalho, deve ser escrito com “as próprias palavras do aluno” acrescido das
devidas referências conforme normas das regras da ABNT. Desta forma, não será
tolerada cópia parcial ou total de outros trabalhos (plágio), salvo trecho com citação
direta. De preferência por referências a partir de artigos científicos (5 artigos
nacionais e 1 internacional - quantidades mínimas para o trabalho).
Abaixo algumas fontes de pesquisa:
 Revistas da área da Educação
 Portal Capes
 Portal Scielo
Quanto às referências, a sua ampliação e qualidade valorizam a produção
acadêmica e o resultado final do estudo.

3. ESTUDO DE APLICAÇÃO: ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS


O artigo pode ter duas abordagens básicas: Pesquisa Bibliográfica ou Estudo de
Caso.
Na hipótese do artigo ser estruturado na Pesquisa Bibliográfica:
Esta seção acrescentará pesquisas publicadas que relatam aplicações práticas do
tema central, explorado na pesquisa bibliográfica. O artigo, mesmo que centrado na
pesquisa bibliográfica, pode trazer o levantamento de casos práticos (estudos
empíricos) disponíveis na literatura especializada. E se realizar o trabalho sob a
forma de pesquisa bibliográfica, esta seção formará a parte principal do artigo
mostrando aplicação dos conceitos estudados anteriormente.
Na hipótese do artigo ser estruturado em Estudo de Caso: a análise e a
discussão dos dados deverá ocorrer de forma dialógica, introduzindo na explanação
três aspectos que conversam entre si - o contexto observado, a discussão a partir
dele e o embasamento teórico. Isso deve vir entrecruzado (esse é o ponto central do
artigo). Nesta seção, pode ser colocado: gráficos, tabelas, fotografias, que podem
servir de subsídio e evidência para a Discussão dos Resultados. Ainda, podes criar
subtítulos dentro da seção, caso explicitem de forma clara, o desenvolvimento da
pesquisa. Por exemplo, sugere-se iniciar por um breve histórico, para, após relatar
situações observadas, e da atuação do local em questão da pesquisa e a relação
num contexto maior.

4. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Esta seção deve apresentar resumidamente, as ideias principais e as contribuições


proporcionadas pelo trabalho. É uma síntese das discussões/apontamentos/análises
realizadas. A finalização do artigo pode demonstrar a aprendizagem realizada
através do estudo. As considerações finais devem ser analíticas, interpretativas, e
incluir argumentos explicativos. Pois devem fornecer evidências da solução ao
problema proposto por meio dos resultados obtidos através do trabalho. Também,
cada objetivo deve ser analisado e confrontado com os achados na pesquisa. Ainda,
podem comentar sobre os planos para um trabalho futuro com relação ao mesmo
problema, ou modificações a serem feitas e/ou limitações do método utilizado que
poderão ou não ser superadas.

REFERÊNCIAS
(obrigatório, relacionar, conforme as normas da ABNT, todas as obras citadas no
artigo)

CONTI, R.; ANGELIS, J.; COOPER, C.; FARAGHER, B.; GILL, C. The effects of lean
production on worker job stress. International Journal of Operations & Production
Management, v. 26, n. 9, p. 1013-1038, 2006.
COSTA, A.H.; LIMA, J.F.G.; GOMES, M.L.B. Redução do tempo de setup na
produção de botas de PVC através da técnica TRF. Revista Produção Online, v. 12,
p. 119-132, 2012.
DA SILVA, M.G. Avaliação do alinhamento entre critérios competitivos e práticas de
autonomação na indústria eletrônica: um estudo de caso. São Leopoldo: UNISINOS,
2010. 124 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção e Sistemas) –
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2010.
DA SILVA, M.G.; SELLITTO, M.A. Impactos da autonomação em sistemas
produtivos: análise com apoio da árvore da realidade atual. Revista Gestão
Industrial, v. 6, n. 1, p. 199-216, 2010.
FOGLIATTO, F.S.; FAGUNDES, P.R.M. Troca rápida de ferramentas: proposta
metodológica e estudo de caso. Gestão & Produção, v. 10, p. 163-181, 2003.
MIGUEL, P.A.C. Metodologia de pesquisa em engenharia de produção e gestão de
operações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.
SIMÕES, W.L.; DALLA VECCHIA, R.; DA SILVA, M.G. Proposição de um modelo de
otimização para programação da produção em Sistema Flexível de Manufatura
(FMS) com tempos de setup dependentes da sequência: a combinação de esforços
em sequenciamento e tempos de preparação na indústria eletrônica. Produto &
Produção, v. 16, n. 1, p. 81-99, mar, 2015.
SILVA, G.G.M.P.; TUBINO, D.F.; SEIBEL, S. Linhas de montagem: revisão da
literatura e oportunidades para pesquisas futuras. Production, v. 25, n. 1, p. 170-182,
jan./mar, 2015.
YIN, R.K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman,
2010.

LINHAS DE PESQUISA DO CURSO

As linhas de pesquisas do curso que nortearão as atividades envolvidas nos


trabalhos de conclusão dos alunos são: Gestão de negócios. Estratégias
empresariais. Inovação. Empreendedorismo. Logística. Gestão Financeira. Gestão
de processos.