You are on page 1of 4

PROVA – MP MS 2015

1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA  LEGITIMIDADE: MP ou PJ INTERESSADA

. MP INTERVIRÁ OU COMO PARTE OU COMO FISCAL

. RECEBIMENTO DA AÇÃO  AGRAVO

. EXTINÇÃO SEM MÉRITO  INADEQUAÇÃO  QUALQUER FASE DO PROCESSO

. PENAS

(ENRIQUECIMENTO PROPRIO  PERDA BENS E FUNÇÃO, RESSARCIMENTO,


SUSP. DP 8-10, MULTA 3X DANO, CONTRATAR 10)

(PREJUIZO, ENRIQUECE 3º  PERDA BENS E FUNÇÃO, RESSARCIMENTO, DP 5-8,


MULTA 2X DANO, CONTRATAR 5)

(PRINCIPIOS  PERDA FUNÇÃO, RESSARCIMENTO, DP 3-5, MULTA 100X


REMUNERAÇÃO, CONTRATAR 3)

. PRESCRIÇÃO  5 ANOS (APÓS FIM MANDATO OU CARGO; DEMISSAO A BEM


DO SERV. PUB)

2. ATOS ADMINISTRATIVOS X ATOS DA ADMINISTRAÇÃO

(CONCESSIONÁRIO PRATICA ATO ADMIN)

(ATO DE GESTÃO NÃO TEM COERCITIVIDADE – ALUGUEL)

3. DESAPROPRIAÇÃO

(243, CF – CULTURAS ILEGAIS DE PLANTAS PSICOTRÓPICAS, NEM TODAS SÃO


ILEGAIS  PREVALECE ANTE GARANTIAS REAIS SOBRE IMOVEL: HIPOTECA).

(COMPETENCIA: LEGISLAR – PRIVATIVA UNIÃO; DELEGAÇÃO ESPECÍFICA


ESTADOS E DF)

(COMPETÊNCIA: DECLARAR – U, E, DF, M)


(UNIAO PODE DESAPROPRIAR BENS DE MUNICIPIO OU ESTADO 
AUTORIZAÇÃO LEGISLATIVA FEDERAL)

(COMPETENCIA: EXECUTAR – ADM DIRETA E INDIRETA, CONCESSIONARIAS,


PERMISSIONARIAS).

(REGRA: PAGAMENTO EM DINHEIRO  EXCEÇÃO: REFORMA AGRÁRIA – TÍTULO


DIVIDA AGRÁRIA 20 ANOS; SOLO URBANO NÃO EDIFICADO – TÍTULO DIVIDA
PÚBLICA 10 ANOS)  PAGAMENTO PODE SER FEITO PELA ADM OU
CONCESSIONÁRIA.

(BENS DA UNIAO  PODEM SER DESAPROPRIADOS POR MUNICIPIO OU ESTADO


 PRÉVIO DECRETO PR)

(SÚMULA 157: É necessária prévia autorização do Presidente da República para


desapropriação, pelos Estados, de empresa de energia elétrica)

(DESAPROPRIAÇÃO INDIRETA: INDEVIDA (ABRE ESTRADA PASSANDO EM ÁREA


PARTICULAR)  FATO CONSUMADO  INDENIZAÇÃO)

(DESAPROPRIAÇÃO POR ZONA  DESAPROPRIA ÁREA MAIOR DO QUE A


NECESSÁRIA PARA REVENDER DEPOIS QUE VALORIZAR)

(DIREITO DE EXTENSÃO  DIREITO DO EXPROPRIADO DE EXIGIR A


DESAPROPRIAÇÃO DA TOTALIDADE DO BEM, POIS A PARTE QUE SOBROU NÃO
TEM VALOR ECONOMICO  PLEITEADO APENAS DURANTE O PROCESO)

(TREDESTINAÇÃO  MUDANÇA DE FINALIDADE  LÍCITA OU ILÍCITA  NÃO É


POSSÍVEL NO CASO DE IMPLANTAÇÃO DE PARCELAMENTO POPULAR)

(RETROCESSÃO  TREDESTINAÇÃO ILÍCITA  REAVER BEM)

Resp 968.414-SP: "Apenas a tredestinação ilícita acarreta a retrocessão".

Obs:

Podem ser objeto de desapropriação as coisas passíveis de direito de


propriedade, ou seja, todo bem móvel ou imóvel, público ou privado,
corpóreo ou incorpóreo, incluindo-se aqui até mesmo direitos em geral, com
exceção aos personalíssimos. Por outro lado, não são passíveis de
desapropriação o dinheiro ou moeda corrente nacional, excluindo-se aqui o
dinheiro proveniente do estrangeiro, bem como moedas raras

Obs2:

As hipóteses legais de desapropriação são taxativas, ou seja, somente é


possível desapropriar nas hipóteses previstas em lei.

Obs3:

Só a União pode desapropriar para REFORMA AGRÁRIA.


No julgamento da ADI 969 DF - o STF entendeu que não haveria necessidade de toda e
qualquer desapropriação ser submetida à prévia autorização do poder legislativo
competente. O Supremo fez ainda a ressalva para apenas dois casos: 1ª)
desapropriação entre entes do Poder Público, 2ª) Desapropriação por iniciativa do
poder legislativo. Assim, conclui que para as demais hipóteses, o poder executivo não
depende de aprovação do legislativo para efetivar a desapropriação.

Obs4:
Ao Poder Judiciário é vedado, no processo de desapropriação, decidir se se
verificam ou não os casos de utilidade pública.

OBS5:

O prazo de caducidade da declaração de utilidade pública para desapropriação fundamentada em


necessidade ou utilidade pública é de cinco anos.

OBS6:
A imissão provisória na posse, no processo de desapropriação, deve ser precedida do pagamento
de integral indenização em dinheiro (ERRADA).
Súmula 618 STF - Na desapropriação, direta ou indireta, a taxa dos juros compensatórios é de
12% (doze por cento) ao ano.

*OCUPAÇÃO TEMPORÁRIA: estacionar máquinas

*SERVIDÃO: perpétua