You are on page 1of 7

APRH SBAS SMAS UGAA

Em todas as fases do ciclo do projecto, exceptuando a estratégica, iniciando-se com os princípios


fase de programação, as listas de verificação foram Institucionais e de Gestão e progredindo ao longo de
preparadas com um formato idêntico, de forma a todas as categorias de princípios. Nas fases de

Programação
permitir ao utilizador das Linhas de Orientação um Identificação e de Instrução, cada contexto
exame dos assuntos-chave e a elaboração das fases programático é tratado separadamente, uma vez que
de preparação e de execução de projectos, em os assuntos e as respostas são diferentes consoante a
conjunto com as respostas possíveis. Os assuntos e Área Central. Nas outras fases, os assuntos e as
as respostas encontram-se agrupados de acordo com respostas têm um carácter genérico, aplicando-se o
um conjunto de problemáticas, no âmbito do mesmo conjunto de listas de verificação em todas as
organograma dos princípios definidos na abordagem Áreas Centrais.

AVALIAÇÃO E PLANEAMENTO DOS RECURSOS HÍDRICOS

Identificação
ASSUNTOS-CHAVE RESPOSTAS POSSIVEIS

Princípios Institucionais e de Gestão


A ausência de uma política ambiental integrada a nível nacional pode conduzir a uma
redistribuição ineficaz dos recursos hídricos e a decisões erradas relativamente ao investimento.
Por esse motivo, verificar:
● Qual é a política nacional de ■ Avaliar as políticas actuais sobre os
desenvolvimento ambiental para os recursos hídricos para determinar se são

Instrução
recursos hídricos e qual é o quadro adequadas no que diz respeito às
legislativo específico para os recursos prioridades de desenvolvimento social e
hídricos? económico globais, tanto a nível nacional
● Quais as prioridades para os sectores como a nível regional.
dependentes dos recursos hídricos (por ■ Caso as políticas relacionadas com os
exemplo, produção de energia recursos hídricos não sejam apropriadas,
hidroeléctrica, agricultura) e quais os considerar o apoio a uma revisão ou a uma
objectivos a elas associados para o nova formulação de políticas, incluindo a
desenvolvimento dos recursos hídricos? definição de prioridades.

Financiamento
● Existe alguma avaliação abrangente ■ Estabelecer o compromisso e a vontade
actualizada do desenvolvimento e política do governo no sentido de definir
gestão dos recursos hídricos? uma gestão integrada dos recursos
hídricos.
■ Considerar a disponibilização de apoio
para a elaboração de uma estratégia
abrangente de avaliação e gestão dos
recursos hídricos.

A fragmentação das funções de planeamento e das responsabilidades dos agentes envolvidos leva
ao desenvolvimento de projectos não integrados entre os diversos sectores e a conflitos Execução
intersectoriais. Por esse motivo, verificar:

● Quais as agências, governamentais e ■ Requerer uma revisão institucional


profissionais, que estão envolvidas no abrangente sobre avaliação e planeamento
planeamento e coordenação a nível dos recursos hídricos.
nacional, regional e local? ■ Considerar o estabelecimento ou o
● Qual a probabilidade de surgirem fortalecimento de corpos coordenadores
conflitos entre os diferentes sectores e inter-sectoriais a nível nacional e regional
utilizadores dos recursos hídricos, e das bacias hidrográficas e local (por
Avaliação

quais os mecanismos existentes para a exemplo, comissão inter-ministerial,


resolução desses conflitos? comités responsáveis pelas bacias
● A criação/melhoramento de hidrográficas, etc.).
organizações relacionadas com as bacias ■ Rever as funções principais e de apoio por
hidrográficas beneficiaria a avaliação e parte das agências; identificar
o planeamento? sobreposições, potenciais conflitos e
métodos para os resolver.
107
Os aspectos relacionados com os recursos hídricos transfronteiriços assumem um papel crítico na
disponibilidade dos recursos hídricos de muitos países. Por esse motivo, verificar:
● Que acordos governam a partilha e a ■ Considerar formas de fortalecer os acordos
protecção das águas territoriais com os internacionais.
países vizinhos? ■ Encorajar o estabelecimento de um
● Quais são os efeitos das estratégias programa regional ou a nível das bacias
desenvolvidas pelos países vizinhos hidrográficas para orientação dos estudos
sobre o desenvolvimento e planeamento de planeamento e gestão dos recursos
dos recursos hídricos, e vice-versa? hídricos.

Negligenciar os aspectos legais durante a formulação de estratégias pode levar a um quadro legal
insustentável na gestão válida dos recursos. Por esse motivo, verificar:

● Quais as leis que governam ou regulam a ■ Requerer um estudo sobre a legislação,


utilização, desenvolvimento e analisar a sua consistência e recomendar as
conservação dos recursos hídricos; são alterações necessárias a todos os níveis da
adequadas e estão actualizadas? hierarquia legislativa.
● A forma como se põem em prática as leis ■ Considerar apoios ao governo na
e regulamentos relacionados com os reformulação da legislação.
recursos hídricos é eficaz? ■ Rever a eficácia com que a legislação
existente é posta em prática.

A indiferença relativamente à participação das partes envolvidas e a colocação de demasiado


ênfase no planeamento a partir do topo tendem a produzir resultados pobres.
Por esse motivo, verificar:

● Quem são as partes envolvidas ■ Assegurar a sensibilização adequada acerca


principais envolvidas na gestão dos do significado da participação do
recursos hídricos e quais os respectivos investidor e clarificar o seu compromisso
interesses? no seio de todos os quadros políticos.
● O quadro de políticas e os mecanismos ■ Efectuar uma Análise das partes envolvidas
de planeamento encorajam e facilitam a para identificar as partes envolvidas chave
participação das partes envolvidas? e os seus respectivos interesses (ver Parte
III).
■ Identificar/fortalecer mecanismos que
habilitem as partes envolvidas a manifestar
a sua opinião relativamente às prioridades
em matéria de recursos hídricos.

108
APRH SBAS SMAS UGAA

Princípios Sociais

Programação
Os objectivos do desenvolvimento social a nível nacional e regional devem ser integrados
com as políticas sobre recursos hídricos, caso se pretenda alcançar os objectivos chave.
Por esse motivo, verificar:

● Quais são os objectivos de ■ Avaliar a compatibilidade dos objectivos


desenvolvimento social nacional e de desenvolvimento social com as políticas
regional? relacionadas com os recursos hídricos.
● Quais os impactos potenciais a nível ■ Determinar o impacto da actual situação
social dos investimentos na APRH? dos recursos hídricos, incluindo a

Identificação
● Quais as necessidades e exigências dos qualidade da água e os aspectos relativos à
diversos sectores sociais no que diz poluição, sobre os vários sectores sociais.
respeito aos recursos hídricos? ■ Conduzir um Estudo de Impacto Social (ver
Parte III).
■ Apoiar estudos que permitam definir as
necessidades dos diferentes sectores
sociais, em termos de recursos hídricos,
incluindo a saúde, a educação, a habitação,
as actividades de lazer e a cultura.

Instrução
A indiferença relativamente ao contexto social da utilização dos recursos hídricos e a ausência
de qualquer consulta junto das partes envolvidas podem resultar em intervenções inadequadas.
Por esse motivo, verificar:

Financiamento
● Que mecanismos existem para assegurar ■ Trabalhar com as Autoridades Locais, as
a adequada participação dos grupos de ONGs e os grupos comunitários, no
beneficiários/utilizadores no sentido de estabelecer uma abordagem
planeamento? adequada em termos participativos (ver
● Que aspectos interdisciplinares (como o Parte III).
género, a atenuação da pobreza, as ■ Apoiar medidas que envolvam grupos
necessidades das minorias étnicas) especialmente desfavorecidos no processo
devem ser considerados? de identificação de prioridades.
● Quais os grupos de potenciais ■ Identificar quais os grupos que é necessário
utilizadores que se sabe estarem em envolver durante a fase de instrução e
particular desvantagem? definir um nível adequado de participação. Execução
Avaliação

109
Princípios Económicos e Financeiros
A sensibilização sobre o valor económico dos recursos hídricos é necessária para equilibrar
a escassez de recursos com o aumento do consumo, reduzir as descargas e encorajar
a conservação. Por esse motivo, verificar:

● Qual a dimensão dos sectores de ■ Estimar o grau de utilização dos recursos


exploração intensiva dos recursos hídricos pelos diferentes sectores e definir
hídricos, bem como dos sectores as necessidades de água, com vista a
dependentes dos recursos hídricos, no definir objectivos de desenvolvimento.
seio da economia? ■ Rever o valor dos recursos hídricos no
● Qual o valor económico dos recursos âmbito das suas diversas modalidades de
hídricos no âmbito das suas utilizações utilização e considerar as implicações
alternativas, muitas vezes competitivas? respeitantes à futura provisão de
● Qual a procura projectada para os fornecimento.
recursos hídricos em todas as suas ■ Determinar os efeitos dos períodos de
utilizações, incluindo as actividades de escassez de água em todas as suas
consumo e as não relacionadas com o utilizações, especialmente durante
consumo? períodos de seca.

As políticas de redistribuição dos recursos hídricos a nível intra e inter-sectorial devem promover a
eficácia económica e encorajar utilizações de elevado nível. Por esse motivo, verificar:

● Quais os processos utilizados na ■ Rever a eficácia e a flexibilidade dos actuais


redistribuição dos recursos hídricos nas mecanismos (legais e administrativos) de
suas diferentes utilizações; são redistribuição e investigar medidas
suficientemente eficazes e flexíveis para alternativas de redistribuição.
reagir à alteração das circunstâncias? ■ Investigar a esfera de acção dos direitos
● Que mecanismos existem para comerciais sobre os recursos hídricos e os
redistribuição dos recursos (desde a mercados da água (ver Parte III).
utilização mais básica à mais elaborada) ■ Investigar os prováveis impactos negativos
e quais seriam as implicações de tal da redistribuição em termos económicos e
distribuição? sociais, englobando acontecimentos como
as secas e as cheias.

A água é um recurso escasso e exige medidas de gestão que proporcionem meios para aumentar o
fornecimento existente conservando os recursos. Por este motivo, verificar:

● Quais as perspectivas futuras de ■ Analisar as projecções das necessidades de


equilíbrio entre o fornecimento e as água e compará-las com o fornecimento a
necessidades de água? partir de várias fontes, por região, estação
● Qual o potencial dos meios económicos do ano e métodos de utilização, levando
na gestão dos recursos hídricos? em conta o efeito da seca.
● Quais os incentivos/desencorajamentos ■ Analisar os custos de fornecimento (ou de
com impacto marcante sobre a poupança) de água a partir de diversas
utilização dos recursos hídricos? fontes, incluindo o fornecimento paralelo
e as necessidades de medidas de gestão.
■ Avaliar os impactos das políticas de preços
e subsídios e investigar o potencial de
aplicação de incentivos baseados nas leis
de mercado (preços da água, encargos
sobre a poluição, mercados da água - ver
Parte III).

110
APRH SBAS SMAS UGAA

Princípios Ambientais

Programação
O desenvolvimento e a gestão dos recursos hídricos salvaguardando os princípios ambientais
depende de um quadro de políticas integradas. Por esse motivo, verificar:

● Qual é a política ambiental, quais os ■ Efectuar uma análise inicial e, se


organismos governamentais e necessário, um Estudo Preliminar de
administrativos envolvidos e como é Impacto Ambiental para identificar os
que o planeamento ambiental se potenciais impactos ambientais associados
relaciona com o planeamento dos às intervenções alternativas (ver Parte III).
recursos hídricos? ■ Estudar a política ambiental relativa à

Identificação
● Qual a probabilidade de surgirem poluição, à saúde e aos sistemas aquáticos
conflitos entre as necessidades e compará-la com a política sobre recursos
ambientais e os objectivos do hídricos.
desenvolvimento dos recursos hídricos? ■ Fortalecer/auxiliar a formação de uma
● Quais são os potenciais impactos agência ambiental eficaz, com ligações aos
ambientais das diferentes intervenções e agentes relacionados com os recursos
quais os mecanismos existentes para hídricos.
reduzir os potenciais impactos adversos?

Instrução
A água é um recurso natural essencial e deve ser planificada e gerida dentro de um contexto de uma
estratégia global de gestão dos recursos naturais. Por esse motivo, verificar:

● Em que medida é que é seguida uma ■ Identificar as interacções terra/água e as


abordagem integrada de gestão dos estratégias de gestão das bacias
recursos? hidrográficas; quando exequível, propor a
● Em que medida é que foram avaliação e o planeamento com base nas
consideradas todas as potenciais fontes bacias hidrográficas.

Financiamento
de água? ■ Examinar o potencial relativo à eficácia de
● Qual é a provisão necessária para se utilização dos recursos hídricos e de
obterem “caudais ecológicos”, em conservação dos recursos, através da
quantidade e qualidade suficientes? utilização concomitante dos recursos
hídricos de superfície e subterrâneos.
■ Confirmar que as necessidades ambientais,
relativas aos recursos hídricos, em termos
de conservação dos aspectos ambientais,
foram consideradas, especialmente em
períodos de escassez.
Execução

A ausência de dados básicos pode tornar difícil a avaliação do potencial impacto ambiental
provocado pelas intervenções e pode levar a uma degradação não planeada.
Por esse motivo, verificar:

● Qual o nível e a qualidade dos dados ■ Identificar e avaliar as fontes de dados e


básicos sobre as aspectos ambientais e informação de carácter ambiental e definir
quais os dados adicionais necessários? requisitos adicionais.
Avaliação

● Qual o conhecimento de que se dispõe ■ Incluir componentes de recolha de dados e


acerca das necessidades dos ecossistemas informação em estudos posteriores.
aquáticos? ■ Apoiar a investigação relativa aos diversos
sistemas ecológicos aquáticos (quer
qualitativa quer quantitativamente).

111
Princípios Relativos à Informação, Educação e Comunicação
A avaliação e planeamento dos recursos hídricos é um processo inter-disciplinar
que assenta numa ampla base de dados como condição prévia para um planeamento eficaz.
Por esse motivo, verificar:

● Em que medida é que o actual estado de ■ Rever os sistemas actuais de recolha,


conhecimento constitui um entrave a análise, armazenamento e disseminação
uma tomada de decisões concertada? de dados.
● Quais os constrangimentos relativos à ■ Evidenciar as implicações da restrição
permuta e à disponibilidade da dos conhecimentos ao nível de risco;
informação? sublinhar de igual modo a importância
da informação relativa à qualidade da
água.
■ Rever os mecanismos de troca de
informação e examinar meios de
melhorar o acesso à informação.

Ao pretender atribuir relevância ao desenvolvimento dos recursos hídricos, é necessário estabelecer


uma via de comunicação entre as agências governamentais e as outras partes envolvidas.
Por esse motivo, verificar:

● Que mecanismos foram postos em ■ Investigar os sistemas de comunicação


prática no sentido de apoiar a existentes relativamente à sua adequação e
comunicação entre as agências frequência de troca de informação.
governamentais e outras partes ■ Rever e fortalecer a participação dos grupos
envolvidas? de utilizadores (ver Parte III).
● Com que eficácia é que o processo de
tomada de decisões incorpora as
necessidades dos grupos de utilizadores?

Sem uma compreensão dos aspectos relacionados com a gestão dos recursos hídricos, as principais
partes envolvidas serão incapazes de contribuir eficazmente para o planeamento. Por esse motivo,
verificar:

● Em que medida é que os programas para ■ Identificar se o aumento da sensibilização


aumento da sensibilização e de (ver Parte III) se encontra claramente
educação são considerados prioritários? definido no âmbito das funções e
● Qual o nível de sensibilização existente responsabilidades dos agentes
entre as principais partes envolvidas? planificadores.
● Em que medida é que os processos de ■ Encorajar e apoiar programas educacionais
planeamento são transparentes e a através de meios de comunicação social
informação se encontra acessível às adequados.
partes envolvidas?

112
APRH SBAS SMAS UGAA

Princípios Tecnológicos

Programação
A avaliação dos recursos hídricos de superfície e subterrâneos, a sua redistribuição e utilização
constitui uma condição prévia no planeamento da gestão dos recursos hídricos.
Por esse motivo, verificar:

● Qual a disponibilidade dos recursos ■ Definir a actual distribuição, a utilização


hídricos de superfície e subterrâneos e real e as necessidades futuras dos
como é que se encontram estes utilizadores de todos os sectores, no que
distribuídos pelos diversos sectores? diz respeito aos recursos hídricos, e o
● Que proporção é administrada e alcance das licenças ou direitos.

Identificação
controlada por procedimentos de ■ Se a recolha de dados respeitantes aos
redistribuição dos recursos hídricos (por recursos hídricos é inadequada ou se os
exemplo, direitos sobre a água, licenças dados não são fidedignos, recomendar um
de exploração da água)? programa de controlo para melhorar os
● Qual o grau de confiança que se pode ter métodos de recolha, armazenamento e
nos dados relativos a todas as utilizações análise de dados.
sectoriais e quais os pressupostos ■ Se a informação relativa aos recursos
utilizados? actuais ou à utilização dos recursos é
● Qual é a quantidade de água não inadequada, recomendar um estudo que
contabilizada a nível das bacias permita consolidar a avaliação dos
hidrográficas? recursos.

Instrução
O planeamento eficaz assenta numa grande variedade de ferramentas que permitem melhorar a
informação disponível e compreender as relações entre os processos físicos e não físicos.
Por esse motivo, verificar:

● Até que ponto é que a informação ■ Rever e avaliar as ferramentas de


disponível constitui um obstáculo para a planeamento relativamente à compat-
aplicação de ferramentas e metodologias ibilidade com os actuais conhecimentos e

Financiamento
de planeamento? a disponibilidade dos dados, bem como as
● Até que ponto é que as ferramentas e técnicas e recursos dos agentes
metodologias de planeamento existentes responsáveis pelo planeamento.
se aplicam à escala do planeamento ■ Identificar ferramentas e metodologias que
(espacial e temporal)? permitam melhorar o planeamento e
avaliar as necessidades a nível de formação
para actualizar a capacidade dos agentes
responsáveis pelo planeamento.

A informação sobre os aspectos hidrológicos e hidrogeológicos constitui a base das avaliações dos
recursos hídricos. São necessários dados de elevada qualidade para se efectuarem avaliações Execução
fidedignas. Por esse motivo, verificar:

● Até que ponto é que a rede existente ■ Rever as redes de recolha de dados,
coincide com a escala de planeamento? compará-las com os padrões
● Até que ponto é que a localização, a recomendados (por exemplo, OMM) e
frequência e a qualidade dos dados determinar a compatibilidade com escalas
cumprem os requisitos de planeamento? de planeamento espacial e temporal.
● O equipamento e os métodos de análise ■ Identificar os requisitos necessários para o
para a recolha dos dados básicos são fortalecimento das redes de recolha de
Avaliação

adequados? dados básicos.


● Que mecanismos existem na prática ■ Verificar se as tecnologias são compatíveis
para lidar com situações de seca e de com os recursos técnicos e financeiros dos
cheia? agentes responsáveis.
■ Auxiliar a definição de uma estratégia de
preparação para catástrofes, incluindo
gestão de dados e sistemas de alarme.
113