You are on page 1of 30

100 Livros Essenciais da Literatura Universal

(Revista Bravo)
1. Ilíada, de Homero
2. Odisseia, de Homero
3. Hamlet, de William Shakespeare
4. O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes
5. A Divina Comédia, de Dante Alighieri
6. Em Busca do Tempo Perdido, de Marcel Proust
7. Ulisses, de James Joyce
8. Guerra e Paz, de Leon Tosltói
9. Crime e Castigo, de FiódorDostoiévski
10. Os Ensaios, de Michel de Montaigne
11. Édipo Rei, de Sófocles
12. Otelo, de William Shakespeare
13. Madame Bovary, de Gustave Flaubert
14. Fausto, de Johann Wolfgang von Goethe
15. O Processo, de Franz Kafka
16. Doutor Fausto, de Thomas Mann
17. As Flores do Mal, de Charles Baudelaire
18. O Som e a Fúria, de William Faulkner
19. A Terra Desolada, de T. S. Eliot
20. Teogonia, de Hesíodo
21. Metamorfoses, de Ovídio
22. O Vermelho e o Negro, de Stendhal
23. O Grande Gatsby, de Francis Scott Fitzgerald
24. Uma Temporada no Inferno, de Arthur Rimbaud
25. Os Miseráveis, de Victor Hugo
26. O Estrangeiro, de Albert Camus
27. Medeia, de Eurípides
28. Eneida, de Virgílio
29. Noite de Reis, de William Shakespeare
30. Adeus às Armas, de Ernest Hemingway
31. O Coração das Trevas, de Joseph Conrad
32. Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley
33. Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf
34. Moby Dick, de Herman Melville
35. Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe
36. A Comédia Humana, de Honoré de Balzac
37. Grandes Esperanças, de Charles Dickens
38. O Homem sem Qualidades, de Robert Musil
39. As viagens de Gulliver, de Jonathan Swift
40. Finnegans Wake, de James Joyce
41. Os Lusíadas, de Luís de Camões
42. Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas
43. Retrato de uma Senhora, de Henry James
44. Decamerão, de Giovanni Boccaccio
45. Esperando Godot, de Samuel Beckett
46. 1984, de George Orwell
47. A Vida de Galileu, de Bertolt Brecht
48. Os Cantos de Maldoror, de Lautréamont
49. A Tarde de um Fauno, de Stéphane Mallarmé
50. Lolita, de Vladimir Nabokov
51. Tartufo, de Molière
52. As Três Irmãs, de Anton Tchekhov
53. O Livro das Mil e Uma Noites
54. O Burlador de Sevilha, de Tirso de Molina
55. Mensagem, de Fernando Pessoa
56. Paraíso Perdido, de John Milton
57. Robinson Crusoé, de Daniel Defoe
58. Os Moedeiros Falsos, de André Gide
59. Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
60. O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde
61. Seis Personagens à Procura de um Autor, de Luigi Pirandello
62. As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll
63. A Náusea, de Jean-Paul Sartre
64. A Consciência de Zeno, de ItaloSvevo
65. Longa Jornada Noite Adentro, de Eugene Gladstone O’Neill
66. A Condição Humana, de André Malraux
67. Os Cantos, de Ezra Pund
68. Canções da Inocência-Canções da Experiência, de William Blake
69. Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams
70. Ficções, de Jorge Luis Borges
71. O Rinoceronte, de EugèneIonesco
72. A Morte de Virgílio, de Hermann Broch
73. Folhas de Relva, de Walt Whitman
74. O Deserto dos Tártaros, de Dino Buzzati
75. Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez
76. Viagem ao Fim da Noite, de Louis-Ferdinand Céline
77. A Ilustre Casa de Ramires, de Eça de Queirós
78. O Jogo da Amarelinha, de Julio Cortázar
79. As Vinhas da Ira, de John Steinbeck
80. Memórias de Adriano, de Marguerite Yourcenar
81. O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger
82. As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain
83. Contos – Hans Christian Andersen
84. O Leopardo, de Tomasi diLampedusa
85. A Vida e as Opiniões do Cavalheiro TristramShandy, de Laurence Sterne
86. Uma Passagem para a Índia, de Edward Morgan Forster
87. Orgulho e Preconceito, de Jane Austen
88. Trópico de Câncer, de Henry Miller
89. Pais e Filhos, de Ivan Turguêniev
90. O Náufrago, de Thomas Bernhard
91. A Epopeia de Gilgamesh
92. O Mahabharata
93. As Cidades Invisíveis, de Italo Calvino
94. Oh The Road, de Jack Kerouac
95. O Lobo da Estepe, de Herman Hesse
96. O Complexo de Portnoy, de Philip Roth
97. Reparação, de Ian McEwan
98. Desonra, de J. M. Coetzee
99. As Irmãs Makioka, de Junichiro Tanizaki
100. Pedro Páramo, de Juan Rulfo
100 Livros Essenciais da Literatura Brasileira
(Revista Bravo)

1. Memórias Póstumas De Brás 25. Sagarana, Guimarães Rosa


Cubas, Machado De Assis 26. Nova Antologia Poética, Mário
2. Dom Casmurro, Machado De Assis Quintana
3. Vidas Secas, Graciliano Ramos 27. Navalha Na Carne, Plínio Marcos
4. Os Sertões, Euclides Da Cunha 28. A Obscena Senhora D, Hilda Hilst
5. Grande Sertão: Veredas, Guimarães 29. Nova Antologia Poética, Vinícius
Rosa De Moraes
6. A Rosa Do Povo, Carlos Drummond 30. Brás, Bexiga E Barra Funda,
De Andrade Antônio De Alcântara Machado
7. Libertinagem, Manuel Bandeira 31. Paulicéia Desvairada, Mário De
8. Lavoura Arcaica, Raduan Nassar Andrade
9. A Paixão Segundo G.H., Clarice 32. I-Juca Pirama, Gonçalves Dias
Lispector 33. Baú De Ossos, Pedro Nava
10. Macunaíma — O Herói Sem 34. A Vida Como Ela É, Nelson
Nenhum Caráter, Mário De Andrade Rodrigues
11. Lira Dos Vinte Anos, Álvares De 35. A Alma Encantadora Das Ruas,
Azevedo João Do Rio
12. O Tempo E O Vento, Erico 36. Estrela Da Manhã, Manuel Bandeira
Verissimo 37. Obra Poética, Gregório De Matos
13. Morte E Vida Severina, João Cabral 38. Gabriela, Cravo E Canela, Jorge
De Melo Neto Amado
14. Vestido De Noiva, Nelson 39. Marília De Dirceu, Tomás Antônio
Rodrigues Gonzaga
15. Serafim Ponte Grande, Oswald De 40. Claro Enigma, Carlos Drummond
Andrade De Andrade
16. Crônica Da Casa Assassinada, 41. Mar Absoluto, Cecília Meireles
Lúcio Cardoso 42. Malagueta, Perus E Bacanaço, João
17. Os Escravos, Castro Alves Antônio
18. O Guarani, José De Alencar 43. O Pagador De Promessas, Dias
19. Romanceiro Da Inconfidência, Gomes
Cecília Meireles 44. Noite Na Taverna, Álvares De
20. Triste Fim De Policarpo Quaresma, Azevedo
Lima Barreto 45. Romance D’a Pedra Do Reino E O
21. São Bernardo, Graciliano Ramos Príncipe Do Sangue Do Vai-E-Volta,
22. Laços De Família, Clarice Lispector Ariano Suassuna
23. Sermões, Padre Vieira 46. Bagagem, Adélia Prado
24. As Meninas, Lygia Fagundes Telles 47. Viva O Povo Brasileiro, João
Ubaldo Ribeiro
48. Memórias De Um Sargento De 78. Os Ratos, Dyonélio Machado
Milícias, Manuel Antônio De Almeida 79. O Analista De Bagé, Luis Fernando
49. Cartas Chilenas, Tomás Antônio Verissimo
Gonzaga 80. Febeapá, Stanislaw Ponte Preta
50. Canaã, Graça Aranha 81. O Homem E Sua Hora, Mário
51. Memórias Sentimentais De João Faustino
Miramar, Oswald De Andrade 82. Catatau, Paulo Leminski
52. A Coleira Do Cão, Rubem Fonseca 83. Os Cavalinhos De Platiplanto, José
53. Espumas Flutuantes, Castro Alves J. Veiga
54. Um Copo De Cólera, Raduan 84. Avalovara, Osman Lins
Nassar 85. Eu, Augusto Dos Anjos
55. A Estrela Sobe, Marques Rebelo 86. O Que É Isso, Companheiro?,
56. Poema Sujo, Ferreira Gullar Fernando Gabeira
57. Lucíola, José De Alencar 87. O Braço Direito, Otto Lara Resende
58. O Ateneu, Raul Pompéia 88. Quarup, Antonio Callado
59. Fogo Morto, José Lins Do Rego 89. A Senhorita Simpson, Sérgio
60. O Quinze, Rachel De Queiroz Sant’anna
61. Seminário Dos Ratos, Lygia 90. Tremor De Terra, Luiz Vilela
Fagundes Telles 91. Zero, Ignácio De Loyola Brandão
62. Invenção De Orfeu, Jorge De Lima 92. Galvez, Imperador Do Acre, Márcio
63. Terras Do Sem Fim, Jorge Amado Souza
64. Broquéis, Cruz E Souza 93. Viva Vaia, Augusto De Campos
65. O Encontro Marcado, Fernando 94. Galáxias, Haroldo De Campos
Sabino 95. Inocência, Visconde De Taunay
66. A Moreninha, Joaquim Manuel De 96. Poesias, Olavo Bilac
Macedo 97. O Tronco, Bernardo Élis
67. Morangos Mofados, Caio Fernando 98. O Uraguai, Basílio Da Gama
Abreu 99. Juca Mulato, Menotti Del Picchia
68. O Ex-Mágico, Murilo Rubião 100. Contos Gauchescos, João Simões
69. O Picapau Amarelo, Monteiro Lopes Neto
Lobato
70. As Metamorfoses, Murilo Mendes
71. Harmada, João Gilberto Noll
72. Ópera Dos Mortos, Autran Dourado
73. O Cortiço, Aluísio Azevedo
74. A Escrava Isaura, Bernardo
Guimarães
75. 200 Crônicas Escolhidas, Rubem
Braga
76. O Vampiro De Curitiba, Dalton
Trevisan
77. O Coronel E O Lobisomem, José
Cândido De Carvalho
Os Melhores Livros Brasileiros Segundo Olavo
de Carvalho
I. Literatura de Ficção

Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis


Quincas Borba, Machado de Assis
Dom Casmurro, Machado de Assis
Esaú e Jacó, Machado de Assis
Papéis Avulsos, Machado de Assis
Histórias Sem Data, Machado de Assis
Várias Histórias, Machado de Assis
O Ateneu, Raul Pompéia
Turbilhão, Coelho Neto
Triste Fim de Policarpo Quaresma, Lima Barreto
Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá, Lima Barreto
São Bernardo, Graciliano Ramos
Vidas Secas, Graciliano Ramos
Angústia, Graciliano Ramos
Terras do Sem Fim, Jorge Amado
Os Velhos Marinheiros, Jorge Amado
Fogo Morto, José Lins do Rego
Cangaceiros, José Lins do Rego
A Mulher que Fugiu de Sodoma, José Geraldo Vieira
Terreno Baldio, José Geraldo Vieira
O Albatroz, José Geraldo Vieira
Oscarina, Marques Rebelo
Três Caminhos, Marques Rebelo
O Espelho Partido (3 Vols.), Marques Rebelo
O Tempo e o Vento (7 Vols.), Érico Veríssimo
O Amanuense Belmiro, Ciro dos Anjos
Sagarana, João Guimarães Rosa
Grande Sertão: Veredas, João Guimarães Rosa
Corpo de Baile, João Guimarães Rosa
Mundos Mortos, Octávio de Faria
A Morte da Porta-Estandarte e Outras Histórias, Annibal M. Machado
A Maçã no Escuro, Clarice Lispector
Quarup, Antônio Callado
A Hora dos Ruminantes, José J. Veiga
Sombras de Reis Barbudos, José J. Veiga
Avalovara, Osman Lins
Dados Biográficos do Finado Marcelino, Herberto Sales

II. Obras Poéticas Importantes

Gonçalves Dias
Castro Alves
Alphonsus de Guimaraens
Cruz e Souza
Manuel Bandeira
Carlos Drummond de Andrade
João Cabral de Melo Neto
Cecília Meireles
Jorge de Lima
Murilo Mendes
Alphonsus de Guimarães Filho
Alberto da Cunha Melo
Bruno Tolentino

III. Estudos Literários

Aspectos da Literatura Brasileira, Mário de Andrade


Itinerário de Pasárgada, Manuel Bandeira
Diário Crítico, Sergio Milliet
Jornal de Crítica, Álvaro Lins
A Técnica do Romance em Marcel Proust, Álvaro Lins
História da Literatura Ocidental, Otto Maria Carpeaux
Origens e Fins, Otto Maria Carpeaux
A Cinza do Purgatório, Otto Maria Carpeaux
Retratos e Leituras, Otto Maria Carpeaux
A Literatura Alemã, Otto Maria Carpeaux
Ensaios Reunidos Vols. 1-2, Otto Maria Carpeaux
A Forma Secreta, Augusto Meyer
Preto e Branco, Augusto Meyer
História da Inteligência Brasileira (7 Vols.), Wilson Martins
Formação da Literatura Brasileira, Antônio Cândido
Formalismo e Tradição Moderna, José Guilherme Merquior
As Idéias e as Formas, José Guilherme Merquior
O Elixir do Apocalipse, José Guilherme Merquior
Saudades do Carnaval – Introdução à Crise da Cultura, José Guilherme
Merquior

IV. Filosofia

Da Analogia, Maurílio T. Penido


Filosofia do Direito, Miguel Reale
Verdade e Conjetura, Miguel Reale
Pluralismo e Liberdade, Miguel Reale
Obras Completas (2 Vols.), Vicente Ferreira da Silva
Filosofia da Crise, Mário Ferreira dos Santos
Filosofia Concreta (3 Vols.), Mário Ferreira dos Santos
Pitágoras e o Tema do Número, Mário Ferreira dos Santos
Escritos de Filosofia, Henrique Cláudio de Lima Vaz

V. História e Ciências Sociais em Geral

Um Estadista do Império, Joaquim Nabuco


D. João VI no Brasil, Oliveira Lima
Capítulos de História Colonial, Capistrano de Abreu
Os Sertões, Euclides da Cunha
Vida e Morte do Bandeirante, Alcântara Machado
Retrato do Brasil, Paulo Prado
O Patriarca e o Bacharel, Luís Martins
Instituições Políticas Brasileiras (2 Vols.), Oliveira Vianna
Sobrados e Mucambos, Gilberto Freyre
Ordem e Progresso, Gilberto Freyre
Nordeste, Gilberto Freyre
Uma Interpretação do Brasil, Gilberto Freyre
A Política Geral do Brasil, José Maria dos Santos
História Econômica do Brasil, Caio Prado Jr.
Formação do Brasil Contemporâneo, Caio Prado Jr.
Raízes do Brasil, Sérgio Buarque de Hollanda
Visão do Paraíso, Sérgio Buarque de Hollanda
A Cultura Brasileira, Fernando de Azevedo
Civilização e Cultura, Luís da Câmara Cascudo
Bandeirantes e Pioneiros, Vianna Moog
Os Donos do Poder, Raymundo Faoro
Teoria Geral da História, João Camilo de Oliveira Torres
Teoria da História do Brasil, José Honório Rodrigues
A Pesquisa Histórica no Brasil, José Honório Rodrigues
Aspirações Nacionais, José Honório Rodrigues
Conciliação e Reforma no Brasil, José Honório Rodrigues
Conhecimento e Política, Roberto Mangabeira Unger

VI. Miscelânea

Sermões, Francisco do Monte-Alverne


Uma Nova História da Música, Otto Maria Carpeaux
Discursos Seletos, Ruy Barbosa
Crônicas, Rubem Braga
Teatro, Jorge Andrade
Teatro, Ariano Suassuna
Baú de Ossos, Pedro Nava
A Descoberta do Outro, Gustavo Corção

Livros que fizeram a minha cabeça (Olavo de


Carvalho)
As Confissões, Santo Agostinho
A Cidade de Deus, Santo Agostinho
Metafísica, Aristóteles
Física, Aristóteles
Da Alma, Aristóteles
Ética para Nicômaco, Aristóteles
Política, Aristóteles
Cinco Meditações sobre a Existência, Nikolai Berdiaev
Espírito e Realidade, Nikolai Berdiaev
Ensaio de Autobiografia Espiritual, Nikolai Berdiaev
Diário de um Pároco de Aldeia, Georges Bernanos
A Impostura, Georges Bernanos
O Grande Medo dos Bem-Pensantes, Georges Bernanos
Os Grandes Cemitérios sob a Lua, Georges Bernanos
Liberdade para Quê?, Georges Bernanos
O Casamento do Céu e do Inferno, William Blake
O Livro de Jó, Sagradas Escrituras
Exegese dos Lugares-Comuns, Léon Bloy
O Desesperado, Léon Bloy
Meu Diário, Léon Bloy
Capital e Juros, EugenvonBöhm-Bawerk
Os Lusíadas, Luiz Vaz de Camões
Lírica, Luiz Vaz de Camões
História da Literatura Ocidental, Otto Maria Carpeaux
Ensaios Reunidos, Otto Maria Carpeaux
Ortodoxia, Gilbert K. Chesterton
Heréticos, Gilbert K. Chesterton
O Instrutor, Clemente de Alexandria
Tapeçarias, Clemente de Alexandria
BiographiaLiteraria, Samuel Taylor Coleridge
Rimas do Marinheiro Antigo, Samuel Taylor Coleridge
Nostromo, Joseph Conrad
A Chance, Joseph Conrad
O Agente Secreto, Joseph Conrad
Lorde Jim, Joseph Conrad
A Farsa da Alfabetização, Ananda K. Coomaraswamy
A Doutrina do Sacrifício, Ananda K. Coomaraswamy
Tempo e Eternidade, Ananda K. Coomaraswamy
A Divina Comédia, Dante Alighieri
Crime e Castigo, F. M. Dostoiévski
Os Demônios, F. M. Dostoiévski
Os Irmãos Karamázovi, F. M. Dostoiévski
A Promessa, Friedrich Dürrenmatt
A Tradição Hermética, Julius Evola
Filosofia Concreta, Mário Ferreira dos Santos
A Sabedoria dos Princípios, Mário Ferreira dos Santos
Pitágoras e o Tema do Número, Mário Ferreira dos Santos
A Vontade de Sentido, Viktor Frankl
Casa Grande & Senzala, Gilberto Freyre
Anatomia da Crítica, Northrop Frye
O Grande Código, Northrop Frye
A Violência e o Sagrado, René Girard
O Bode Expiatório, René Girard
Coisas Ocultas desde a Fundação do Mundo, René Girard
O Reino da Quantidade e os Sinais dos Tempos, René Guénon
O Homem e seu Devir segundo o Vedanta, René Guénon
O Simbolismo da Cruz, René Guénon
O Outono da Idade Média, Jan Huizinga
Nas Sombras do Amanhã, Jan Huizinga
Idéias para uma Fenomenologia Pura, Edmund Husserl
Lógica Formal e Lógica Transcendental, Edmund Husserl
A Crise das Ciências Européias, Edmund Husserl
Tratado da Unidade, MohieddinIbn-Arabi
Intelectuais, Paul Johnson
Tempos Modernos, Paul Johnson
Conferências na HeritageFoudation, Russel Kirk
Discurso de Metafísica, Gottfried Wilhelm von Leibniz
Monadologia, Gottfried Wilhelm von Leibniz
Novos Ensaios sobre o Conhecimento Humano, Gottfried Wilhelm von Leibniz
Memórias Póstumas de Brás Cubas, J. M. Machado de Assis
Dom Casmurro, J. M. Machado de Assis
Poesias Completas, Antonio Machado
Noitadas de S. Petersburgo, Joseph de Maistre
Considerações sobre a França, Joseph de Maistre
A Montanha Mágica, Thomas Mann
Os Noivos, Alessandro Manzoni
Antropologia Metafísica, Julián Marías
Ação Humana: Um Tratado de Economia, Ludwig vonMises
A Coroa de Fogo, Henry Montaigu
Memórias, MalcomMuggeridge
A Idéia de Universidade, John Henry Newman
Apologia pro Vita Sua, John Henry Newman
A Idéia de Princípio em Leibniz e a Evolução da Teoria Dedutiva, José Ortega y Gasset
A Rebelião das Massas, José Ortega y Gasset
Que é Filosofia?, José Ortega y Gasset
Cartas, São Paulo Apóstolo
O Direito no Mundo do Espírito, Igino Petrone
Fedro, Platão
O Sofista, Platão
O Político, Platão
A República, Platão
As Leis, Platão
Fedra, Jean Racine
Teoria Tridimensional do Direito, Miguel Reale
Revoluções Européias, EugenRosenstock
A Estrela da Redenção, Franz Rosenzweig
O Formalismo na Ética e a Ética Material dos Valores, Max Scheler
As Formas do Saber e a Cultura, Max Scheler
Filosofia da Natureza, F. W. vonSchelling
Filosofia da Mitologia, F. W. vonSchelling
Filosofia da Revelação, F. W. vonSchelling
Otelo, William Shakespeare
Hamlet, William Shakespeare
Rei Lear, William Shakespeare
BrihadaranyakaUpanishad, Sri Shankaracharya
A Neve Suja, Georges Simenon
Coleção Maigret, Georges Simenon
Crise da Filosofia Ocidental, Vladimir Soloviov
O Sentido do Amor, Vladimir Soloviov
O Vermelho e o Negro, Stendhal
A Análise do Destino, LipotSzondi
Apologia, Tertuliano
Comentários a Aristóteles, Santo Tomás de Aquino
Suma Teológica, Santo Tomás de Aquino
Suma contra os Gentios, Santo Tomás de Aquino
Ordem e História, Eric Voegelin
Economia e Sociedade, Max Weber
Escritos sobre o Método, Max Weber
Lógica da Filosofia, ÉricWeil
Poesias Completas, William ButlerYeats
Inteligência e Realidade, Xavier Zubiri
Sobre a Essência, Xavier Zubiri
O Homem e Deus, Xavier Zubiri
O Caso Maurizius, Jacob Wassermann
EtzelAndergast, Jacob Wassermann
1- Russell Kirk: A Era Eliot – a imaginação moral do século XX.
2- Russell Kirk: A Política da Prudência.
3- Irving Babbitt: Democracia e Liderança.
4- Edmund Burke: Reflexões sobre a Revolução Francesa.
5: Alexis de Tocqueville: A Democracia na América.
6- Thomas Sowell: Os intelectuais e a sociedade.
7- Allan Bloon: O declínio da cultura Ocidental.
8- Roger Kimball: Os radicais nas universidades.
8- Bertrand de Jouvenel: O Poder- história natural de seu crescimento.
9- Michel Oakshott: Ser conservador.
10- Friedrich A. Hayek: O caminho da Servidão.
11- Ludwig vonMises: Ação Humana.
12- Ludwig von Mises: A mentalidade anticapitalista.
13- Paul Johnson: Tempos modernos.
14- Eugen von Böhm-Bawerk: A Teoria da Exploração do Socialismo-Comunismo.
15- Alexander Soljenítsin: Arquipélago Gulag.
16- Thomas Mann: José e Seus Irmãos.
17- Richard Weaver: As ideias têm consequências.
18- Paolo Prodi: Uma história da Justiça.
19- Michel Villey: A formação do pensamento jurídico moderno.
20- Arold J. Berman: Direito e Revolução.
21- Eric Voegelin: A nova ciência da política.
22- John Gray: Missa Negra.
23- John Gray: A anatomia de Gray.
24- Isaiah Berlin: Ideias políticas na era romântica.
25- Leo Strauss: Direito Natural e História.
26- Mario Viera de Mello: O humanista – A ordem na alma do indivíduo e na
sociedade.
27- José Osvaldo de Meira Penna: O Dinossauro – uma pesquisa sobre o Estado, o
patriarcalismo selvagem e a nova classe de intelectuais e burocratas.
28- Leszek Kolakowski: O espírito revolucionário e Marxismo: Utopia e Antiutopia.
29- Czeslaw Milosz: Mente Cativa.
30- T.S. Eliot: Notas para a definição de cultura.
31- Arthur Koestler: O zero e o infinito.
32- José Ortega y Gasset: Meditações do Quixote (sugestão do Alex Catharino).
33- Julian Marías: Perspectiva Cristã (sugestão do Alex Catharino)

Sugestão de 20 livros, em inglês:

1. Russell Kirk: The Conservative Mind – from Burke to Eliot (logo


serálançadoemportuguês).
2. George H. Nash: The Conservative Intellectual Movement in America Since 1945.
3. Mark C. Henrie (org.): Arguing Conservatism – Four Decades of the Intercollegiate
Review.
4. Michael Oakeshott: Rationalism in Politics and Other Essays.
5. Jeremy Beer; Bruce Frohnen& Jeffrey O. Nelson: American Conservatism - An
Encyclopedia
6. William F. Buckley: God and Man at Yale: The Superstitions of 'Academic
Freedom'.
7. Patrick Buchanan: Right from the Beginning.
8. Christopher Dawson: Religion and the Rise of Western Culture.
9. Gertrude Himmelfarb: The Moral Imagination: From Adam Smith to Lionel
Trilling.
10. Gertrude Himmelfarb: One Nation, Two Cultures.
11. Paul Hollander: Political Pilgrims: Western Intellectuals in Search of the Good
Society.
12. Eric Voegelin: Modernity Without Restraint.
13. Irving Kristol, Neoconservatism: The Autobiography of an Idea.
14. David Novak: In DefenseofReligiousLiberty
15. George A. Panichas: Restoring The Meaning of Conservatism.
16. Roger Scruton: Meaning Of Conservatism.
17. Erik von Kuehnelt-Leddihn: Liberty or Equality: The Challenge of Our Time.
18. Henri de Lubac: The Drama ofAtheistHumanism.
19. Benjamin F. Morris: The Christian Life and Character of the Civil Institutions of
the United States
20. Russell Kirk: Edmund Burke: A Genius Reconsidered.
The Great Books (Mortmer J. Adler)

1. Homero (século 9 A. C.)


“Ilíada”
“Odisséia”
2. O Antigo Testamento

3. Ésquilo (c.525-456 A . C.)


“Tragédias”
Os Persas

4. Sófocles (c.495 – 425 A . C.)


“Tragédias”
Trilogia Tebana, Elektra, Os sete contra Tebas

5. Heródoto (c. 484 – 406 A . C.)


“História (das guerras persas)”

6. Eurípedes (c.485 – 406 A . C.)


“Tragédias” (especialmente “Medéia”, “Hipólito” e “O banquete”)

7. Tucídides (c.460 – 400 A . C.)


“História da guerra do Peloponeso”

8. Hipócrates (c.460 – 377? a. C.)


“Textos médicos”

9. Aristófanes (c.448 – 380 A . C.)


“Comédias” (especialmente “As nuvens”, “As vespas” e “As rãs”)

10. Platão (c.427 – 347 A . C.)


“Diálogos” (especialmente “A república”, “O simpósio”, “Fedro”, “Apologia
de Sócrates”, “Prot

11. Aristóteles (384 – 322 A . C.)


“Obras” (especialmente “Órganon”, “Física”, “Metafísica”, “Sobre a alma”,
“Ética”, “Política”, “Retórica” e “Poética”.

12. Epicuro (c. 341 – 270 A . C.)


“Carta a Heródoto”
“Carta a Menoceu”

13. Euclides (fl.c. 300 A . C)


“Elementos de Geometria”
14. Arquimedes (c.287 – 212 A . C)
“Obras” (especialmente “Sobre o equilíbrio dos planetas” e “Sobre os corpos
flutuantes”)

15. Apolônio de Perga (fl.c. 240 A . C. )


“Sobre as seções cônicas”

16. Cícero (106 – 43 A . C)


“Obras” (especialmente “Orações”, “Sobre a amizade” e “Sobre a velhice”)

17. Lucrécio (c.95 – 55 A . C.)


“Sobre a natureza das coisas”

18. Virgílio (70-19 A . C)


“Obras”

19. Horácio (65 – 68 A . C)


“Obras” (especialmente “Odes”, “A arte da poesia”)

20. Lívio (59 A . C. 17 D.C.)


“História de Roma”

21. Ovídio (43 A . C. – 17 D.C)


“Obras” (especialmente “Metamorfoses”)

22. Plutarco (c 45 – 120)


“Vidas dos nobres gregos e romanos”
“Moralia”

23. Tácito (c.55 – 117)


“Histórias”
“Anais”
“Germania”

24. Nicômano de Gerasa (fl.c. 100 D.C)


“Introdução à aritmética”

25. Epiteto (c.60 – 120 DC)


“Discursos”
“Encheiridon” (manual)

26. Ptolomeu (c.100 – 178; fl.c 127 – 151 DC)


“Almagest”

27. Luciano (c.120 – c.190 DC)


“Obras” (especialmente “A forma de se escrever História”)

28. Marco Aurélio (121 – 180)


“Meditações”
29. Galeno (c.130 – 200 DC)
“Sobre as faculdades naturais”
30. O Novo Testamento

31. Plotino (205-270)


“As novenas”

32. Santo Agostinho (354-430)


“Obras” (especialmente “Sobre o mestre”, “Confissões”, “A cidade de Deus” e
“A doutrina cristã”)
33. “A canção de Rolando” (século XII?)
34. “O anel dos Nibelungos” (século XIII?) (A “Saga dos Volsungos” é a
versão escandinava da mesma lenda)
35. “A saga de BurntNjal”

36. São Tomás de Aquino (c.1225 – 1274)


“SummaTheologica”

37. Dante Alighueri (1265 – 1321)


“Obras” (especialmente “A vida nova”, “Sobre a monarquia” e “A divina
comédia”)

38. Geoffrey Chaucer (c.1340 – 1400)


“Obras” (especialmente “Troilus e Criseyde” e “Os contos de Cantebury”)

39. Leonardo da Vinci (1452 – 1519)


“Livro de notas”

40. Nicolau Maquiavel (1469 – 1527)


“O príncipe”
“Discurso sobre os primeiros dez livros de Lívio”.

41. Erasmo (c.1469 – 1536)


“O elogio da loucura”

42. Nicolau Copérnico (1473 – 1543)


“Sobre as revoluções das esferas celestiais”

43. Sir Thomas More (c.1483 – 1546)


“Utopia”

44. Lutero (1483 – 1546)


“Três tratados”
“Conversa de mesa”
45. François Rabelais (c.1495 – 1553)
“Gargântua e Pantagruel”

46. Calvino (1509 – 1564)


“Institutos da religião cristã”

47. Michel de Montaigne (1533 – 1592)


“Ensaios”

48. William Gilbert (1540 – 1603)


“Sobre o imã e os corpos magnéticos”

49. Miguel de Cervantes Saavedra (1547 – 1616)


“Dom Quixote”

50. Edmund Spenser (c.1522 – 1599)


“Prothalamion”
“The FaërieQueene”

51. Francis Bacon (1561 – 1626)


“Ensaios”
“A evolução do aprendizado”
“Novo Organum”
“Nova Atlândida”

52. William Shakespeare (1564 – 1616)


“Obras”

53. Galileu Galilei (c.1564 – 1642)


“O mensageiro das estrelas”
“Diálogos sobre duas novas ciências”

54. Johanes Kepler (1571 – 1630)


“Epítome da astronomia de Copérnico”
“Sobre a harmonia do mundo”

55. William Harvey (1578 – 1657)


“Sobre o movimento do coração e do sangue nos animais”
“Sobre a circulação do sangue”
“Sobre a concepção de animais”

56. Thomas Hobbes (1588 – 1679)


“O Leviatã”

57. René Descartes (1596 – 1650)


“Regras para a direção da mente”
“O discurso do método”
“Geometria”
“Meditações sobre a primeira filosofia”
58. John Milton (1608 – 1674)
“Obras” (especialmente os “Poemas curtos”, “Areopagitica”, “Paraíso Perdido”
e “SamsonAgonistes”)

59. Molière (1622 – 1673)


“Comédias” (especialmente “Escola de mulheres”, “O misantropo”, “O doente
imaginário” e “Tartulf”)

60. Blaise Pascal (1623 – 1662)


“As cartas da província”
“Pensamentos”
“Tratados científicos”

61. ChrisitiaanHyugens (1629 – 1695)


“Tratado sobre a luz”

62. Espinoza (1632 – 1677)


“Ética”

63. John Locke (1632 – 1704)


“Carta sobre a tolerância”
“Sobre o governo civil” (o segundo tratado de “Dois tratados sobre o governo”)
“Ensaio sobre a compreensão humana”
“Pensamento sobre a educação”

64. Jean Baptiste Racine (1639 – 1699)


“Tragédias” (especialmente “Andrômaca” e “Fedra”)

65. Isaac Newton (1642 – 1727)


“Princípios matemáticos de filosofia natural”

66. GottfriedWilhemvon Leibniz (1646 – 1716)


“Discurso sobre a metafísica”
“Novos ensaios sobre a compreensão humana”
“Monadologia”

67. Daniel Defoa (1660 – 1731)


“Robinson Crusoé”

68. Jonathan Swift (1667 – 1745)


“Diário para Stella”
“As viagens de Gulliver”
“Uma proposta modesta”

69. William Congreve (1670 – 1729)


“O caminho do mundo”

70. George Berckeley (1685 – 1753)


“Princípio do conhecimento humano”
71. Alexander Pope (1688 – 1744)
“Ensaio sobre a crítica”
“Ensaio sobre o homem”

72. Charles de Secondat, Barão de Montesquieu (1689 – 1755)


“Cartas da Pérsia”
“O espírito das leis”

73. Voltaire (1694 – 1778)


“Carta sobre os ingleses”
“Cândido”
“Dicionário filosófico”

74. Henry Fielding (1707 – 1754)


“Joseph Andrews”
“Tom Jones”

75. Samuel Johnson (1709 – 1784)


“A vaidade dos desejos humanos”
“Dicionário”
“Rasseslas”
“As vidas dos poetas” (especialmente os ensaios sobre Milton e Pope)

76. David Hume (1711 – 1776)


“Tratado sobre a natureza humana”
“Ensaios morais e políticos”
“Uma investigação sobre a compreensão humana”

77. Jean Jacques Rousseau (1712 – 1778)


“Sobre a origem da desigualdade”
“Sobre economia política”
“Emílio”
“O contrato social”

78. Laurence Sterne (1713 – 1768)


“TristamShandy”
“Uma viagem sentimental pela França e pela Itália”

79. Adam Smith (1723 – 1790)


“A teoria dos sentimentos morais”
“Ensaio sobre a natureza e as causas das riquezas das nações”

80. Immanuel Kant (1724 – 1804)


“Crítica da razão pura”
“Princípios fundamentais da metafísica as moral”
“Crítica da razão prática”
“A ciência do direito”
“Crítica do julgamento”
“A paz perpétua”
81. Edward Gibbon (1737 – 1794)
“O declínio e a queda do império romano”
“Autobiografia”

82. James Boswell (1740 – 1795)


“Diário” (especialmente o “Diário de Londres”)
“Vida de Samuel Johson”

83. Antonio Laurent Lavoisier (1743 – 1794)


“Elementos de química”

84. John Jay (1745 – 1829), James Madison (1751 – 1836) e Alexander
Hamilton (1757 – 1804)
“Os documentos federalistas” (ao lado de “Artigos da Confederação, da
“Constituição dos Estados Unidos” e da “Declaração de Independência”

85. Jeremy Bentham (1748 – 1832)


“Introdução aos princípios de moral e legislação”
“Teoria das ficções”

86. Johann Wolfgang von Goethe (1749 – 1832)


“Fausto”
“Poesia e verdade”

87. Jean-Baptiste Joseph Fourier (1768 – 1830)


“Teoria analítica do calor”

88. Georg Wilhelm Friedrich Hegel (1770 – 1831)


“Fenomenologia do espírito”
“Filosofia do direito”
“Ensaios sobre a filosofia da História”

89. William Wordsworth (1770 – 1850)


“Poemas” (especialmente “Baladas líricas”, “Poemas de Lucy”, os sonetos e “O
Prelúdio”)

90. Samuel Taylor Coleridge (1772 – 1834)


“Poemas” (especialmente “Kubla Khan” e “Rime of the ancient mariner”)

91. Jane Austen (1775 – 1817)


“Orgulho e preconceito”
“Emma”

92. Karl vonClausewitz (1780 – 1831)


“Sobre a guerra”

93. Stendhal (1783 – 1842)


“O vermelho e o negro”
“A cartuxa de Parma”
“Sobre o amor”
94. George Gordon, Lord Byron (1788 – 1824)
“Don Juan”

95. Arthur Schopenhauer (1788 – 1860)


“Estudos sobre o pessimismo”

96. Michael Faraday (1791 – 1875)


“História química de uma vela”
“pesquisas experimentais em eletricidade”

97. Charles Lyell (1797 – 1867)


“Princípios de geologia”

98. Auguste Comte (1798 – 1857)


“A filosofia positivista”

99. Honoré de Balzac (1799 – 1850)


“O pai Goriot”
“EugénieGrandet”

100. Ralph Waldo Emerson (1803 – 1882)


“Homens representativos”
“Ensaios”
“Diário”

101. NathanielHawtorne (1804 – 1864)


“A letra escarlate”

102. Alexis de Tocqueville (1805 – 1859)


“ A democracia na América”

103. John Stuart Mill (1806 – 1873)


“Sistema da lógica”
“Sobre a liberdade”
“O governo representativo”
“Utilitarismo”
“A submissão das mulheres”
“Autobiografia”

104. Charles Darwin (1809 – 1870)


“A origem de espécies”
“A queda do homem”
“Autobiografia”

105. Charles Dickens (1812 – 1870)


“Obras” (especialmente “Os papéis de Pickwick”, “David Copperfield” e
“Tempos difíceis”)

106. Claude Bernard (1813 – 1878)


“Introdução ao estudo da medicina experimental”
107. Henry David Thoreau (1817 – 1862)
“Desobediência civil”
“Walden”

108. Karl Marx (1818 – 1883)


“O capital” (ao lado de “O manifesto comunista”)

109. George Eliot (1819 – 1880)


“Adam Bede”
“Middlemarch”

110. Herman Melville (1819 – 1891)


“Moby Dick”
“Billy Bud”

111. Feodor Dostoiévski (1821 – 1881)


“Crime e Castigo”
“O idiota”
“Os irmãos Karamazov”

112. Gustave Flaubert (1821 – 1880)


“Madame Bovary”
“Três histórias”

113. Henrik Ibsen (1828 – 1906)


“Peças (especialmente “HeddaGabler”, Casa de bonecas” e “Gansos
selvagens”)

114. Leon Tostoi (1828 – 1910)


“Guerra e paz”
“Anna Karenina”
“O que é arte?”
“23 contos”

115. Mark Twain (1835 – 1910)


“As aventuras de Huckleberry Finn”
“O estrangeiro misterioso”

116. William James (1842 – 1910)


“Os princípios de psicologia”
“As variedades da experiência religiosa”
“Pragmatismo”
“Ensaios de empirismo radical”

117. Henry James (1843 – 1916)


“Os americanos”
“Os embaixadores”

118. Friederich Wilhelm Nietzche (1844 – 1900)


“Assim falava Zaratrustra”
“Além do bem e do mal”
“A genealogia da moral”
“A vontade de potência”

119. Jules Henri Poincaré (1854 – 1912)


“Ciência e hipótese”
“Ciência e método”

120. Sigmund Freud (1856 – 1939)


“A interpretação dos sonhos”
“Conferências introdutórias à psicanálise”
“O mal-estar da civilização”
“Novas conferências introdutórias à psicanálise”

121. George Bernard Shaw (1856 – 1950)


“Peças ( e seus prefácios; especialmente “Homem e super-homem”, “César e
Cleópatra”, Pigmalião” e “Santa Joana”)

122. Max Planck (1858 – 1947)


“Origem e evolução da teoria quântica”
“Para onde vai a ciência”
“Autobiografia científica”

123. Henri Bergson (1859 – 1941)


“Tempo e livre-arbítrio”
“Matéria e memória”
“Evolução criativa”
“As duas fontes da moralidade e da religião”

124. John Dewey (1859 – 1952)


“Como nós pensamos”
“Democracia e educação”
“Experiência e natureza”
“Lógica, a teoria da investigação”

125. Alfred North Whitehead (1861 – 1947)


“Uma introdução à matemática”
“A ciência e o mundo moderno”
“Os objetivos da educação e outros ensaios”
“Aventuras das idéias”

126. George Santayana (1863 – 1952)


“A vida da razão”
“Ceticismo e a fé animal”
“Pessoas e lugares”

127. Lênin (1870 – 1924)


“O Estado e a revolução”
128. Marcel Proust (1871 – 1922)
“Em busca do tempo perdido”
129. Bertrand Russel (1872 – 1970)
“Os problemas da filosofia”
“Análise da mente”
“Uma investigação sobre o sentido e a verdade”
“O conhecimento humano, sua natureza e seus limites”

130. Thomas Mann (1875 – 1955)


“A montanha mágica”
“José e seus irmãos”

131. Albert Einstein (1879 – 1955)


“O significado da relatividade”
“Sobre o método da física teórica”
“A evolução da física” (com L.Infeld)

132. James Joyce (1882 – 1941)


“Os mortos” (in “Dublinenses”)
“Retrato do artista quando jovem”
“Ulisses”

133. Jacques Maritain (1882 – 1973)


“Arte e escolástica”
“Os graus do conhecimento”
“Os direitos do homem e a lei natural”
“O verdadeiro humanismo”

134. Franz Kafka (1883 – 1924)


“O processo”
“O castelo”

135. Arnold Toynbee (1889 – 1975)


“Um estudo da História”
“A civilização em julgamento”

136. Jean-Paul Sartre (1905 – 1980)


“A náusea”
“Entre quatro paredes”
“O ser e o nada”

137. Alexander Soljenitsin (1918 – )


“O primeiro círculo”
“Pavilhão dos cancerosos”
100 OBRAS BÁSICAS PARA RELER (Otto Maria
Carpeaux)
1. Orgulho e Preconceito, Jane Austen. 21. Oréstia, Ésquilo.

2. A Prima Bette, Honoré de Balzac. 22. Tom Jones, Henry Fielding.

3. O Pai Goriot, Honoré de Balzac. 23. Madame Bovary, Gustave Flaubert.

4. As flores do Mal, Charles 24. Fausto, Johann Wolfgang Goethe.


Baudelaire.
25. Poesias Completas, Johann
5. Os Doze, AlexandrBlok. Wolfgang Goethe.

6. A Vida é Sonho, Pedro Calderón. 26. Almas Mortas, Nikolai Gogol.

7. Rimas, Luís de Camões. 27. O Inspetor Geral, Nikolai Gogol.

8. Dom Quixote, Miguel de Cervantes. 28. Oblomov, Ivan Gontcharov.

9. Novelas Exemplares, Miguel de 29. Tess of the d¶Urbervilles, Thomas


Cervantes. Hardy.

10. Contos de Canterbury, Geoffrey 30. A Letra Escarlate,


Chaucer. NathanielHawthorne

11. Poesias, Samuel T. Coleridge. 31. Poesias, Friedrich Hoelderlin.

12. Uma Oportunidade, Joseph Conrad. 32. Ilíada, Homero.

13. Coração das Trevas, Joseph 33. Odisseia, Homero.


Conrad.
34. Odes, Quinto Horácio.
14. Divina Comédia, Dante Alighieri.
35. Brand, Henrik Ibsen.
15. Casa Soturna, Charles Dickens.
36. O PatoSelvagem, Henrik Ibsen.
16. Poesias, John Donne.
37. Peer Gynt, Henrik Ibsen.
17. Crime e Castigo, Fedor
Dostoievsky. 38. Niels Lhyne, Jens Peter Jacobsen.

18. O Idiota, Fedor Dostoievsky. 39. Os Embaixadores, Henry James.

19. Os Irmãos Karamazov, Fedor 40. Ulisses, James Joyce.


Dostoievsky.
41. O Processo, Franz Kafka.
20. Os Possessos, Fedor Dostoievsky.
42. Poesias, John Keats.
65. A Celestina, Fernando de Rojas.
43. Fábulas, Jean de La Fontaine.
66. Memórias, Duc de Saint Simon.
44. Cantos, GiacomoLeopardi.
67. Antônio e Cleópatra, William
45. Obrinhas Morais, Shakespeare.
GiacomoLeopardi.
68. Como Quiserdes, William
46. Mandrágora, NiccolòMachiavelli. Shakespeare.

47. Os Noivos, Alessandro Manzoni. 69. Conto de Inverno, William


Shakespeare.
48. Poesias Líricas, John Milton.
70. Hamlet, William Shakespeare.
49. Misantropo, Jean Baptiste Molière.
71. Henrique IV, William Shakespeare.
50. Tartufo, Jean Baptiste Molière.
72. Macbeth, William Shakespeare.
51. Ensaios, Michel de Montaigne.
73. MedidaporMedida, William
52. Pensamentos, Blaise Pascal. Shakespeare.

53. Fortunata e Jacinta, Benito Pérez 74. O Mercador de Veneza, William


Galdós. Shakespeare.

54. Poesias, Fernando Pessoa. 75. Noite de Reis, William


Shakespeare.
55. O Banquete, Platão.
76. Otelo, William Shakespeare.
56. Em Busca do Tempo Perdido,
Marcel Proust. 77. Rei Lear, William Shakespeare.

57. Eugênio Onegin, Alexandr 78. Romeu e Julieta, William


Puchkin. Shakespeare.

58. Andrômaca, Jean Racine. 79. Sonho de Uma Noite de Verão,


William Shakespeare.
59. Atalia, Jean Racine.
80. A Tempestade, William
60. Britânico, Jean Racine. Shakespeare.

61. Fedra, Jean Racine. 81. Antígone, Sófocles.

62. Elegias de Duino, Rainer Maria 82. Rei Édipo, Sófocles.


Rilke.
83. A Cartuxa de Parma, Henry Beyle
63. Novos Poemas, Rainer Maria Rilke. Stendhal.

64. As Iluminações, Arthur Rimbaud. 84. Senhorita Júlia, August Strindberg.


85. Para Damasco, August Strindberg.
93. Os Encantos, Paul Valéry.
86. Viagens de Gulliver, Jonathan
Swift. 94. Os Malavoglia, Giovanni Verga.

87. Anais, Cornélio Tácito. 95. O Grande Testamento, François


Villon.
88. Contos Semi-Coloridos, Tchekhov.
96. Geórgicas, Publio Virgílio.
89. Ana Karenina, Lev Tolstoi.
97. Cândido, F. M. Arouet de Voltaire.
90. Guerra e Paz, Lev Tolstoi.
98. Poesias, William ButlerYeats.
91. Morte de Ivan Illicht, Lev Tolstoi.
99. Germinal, Émile Zola.
92. História da Guerra Peloponésia,
Tucídides. 100. Machado de Assis