You are on page 1of 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

INSTITUTO DE MATEMÁTICA
Cálculo 4 - 2018.1 - INTEGRAIS DE LINHA e SU-
PERFÍCIES PARAMETRIZADAS
Profs.: Sinvaldo Gama e Paulo Lemos.

1. Calcule as seguintes integrais de linha ao longo do caminho indicado.
Z
a) 2ydx − 3xdy; C : x = 1 − t, y = 5 − t; 0 6 t 6 1.
C
Z (1,1)
b) xydx − y 2 dy; ao longo da parábola y = x2 .
(−1,1)
Z
c) xyds; C: x = y, y = t, 0 6 t 6 1.
C
Z
d) x2ds; C : x = cos 2t, y = sen 2t, 0 6 t 6 2π.
ZC

e) xydx+(y 2 −x2)dy; C consiste no arco y = x2 e y = x, 0 6
C
x 6 1.
Z
f) (x + y + z)dx + (x − 2y + 3z)dy + (2x + y − z)dz; C :
C
é o caminho que liga a origem ao ponto A(2, 3, 4), através de três
segmentos retilı́neos: o primeiro uma porção do eixo-x, o segundo
paralelo ao eixo-y e o terceiro paralelo ao eixo-z.
Z
2. Calcule ~ · d~r, nos seguintes casos:
F
C

a) F~ = (x2 + y 2 , 3x2y), e C é o cı́rculo x2 + y 2 = 9.
b) F~ = xy~i−y~j+ ~k, onde C é o segmento de reta que une a origem
ao ponto A(1, 1, 1).
c) F~ = z 2~i + x2~k, onde C consiste no segmento de reta de (1, 0, 1)
a (2, 0, 1) seguido do segmento de reta de (2, 0, 1) a (2, 0, 4).

3. Determine a massa do fio C : x2 + y 2 = a2 com densidade ρ(x, y) =
|x| + |y|.
~ = −3y~i + 3x~j um objeto percorre a elipse C :
4. Sob a ação da força F
2 2
4x + 25y = 100 no sentido anti-horário. Qual o trabalho realizado
pelo campo F.~

1

Verifique que a seguinte integral de linha independe do caminho e calcule o seu valor: Z (3. ( a) Seja C a parte da curva interseção das superfı́cies: 2 2 2 2 2 2 R2 S1 : x + y + z = R e S2 : x + y = . resp: não.0) F ~ = yex~i + (ex + ey )~j. Um arame tem a forma da curva interseção do hemisfério x2 +y 2 +z 2 = 4. Qual a massa do arame? 7. Um arame tem o formato da parte da elipse C : 4x2 +9y 2 = 36 situada no primeiro quadrante e a densidade no ponto (x. com o plano x + z = 2 e a densidade no ponto (x. y) = x2 y − x2 + K. y > 0. y) é ρ(x.0) F 9. −1 6 t 6 0. resp: f (x. C x2 y2 a 4 + b4 calcule a área da região limitada pela elipse. y. . Determine valor de R de modo que Z √ (xyz)ds = 81 3/2. Calcule a integral de F~ · d~r para a curva C dada C t t+1  ~ por r(t) = e . X) Determine se F ~ = ∇f. y) = xy Qual a massa do arame? 6. 1.R > 0 4 situada no primeiro octante.5.3)  y   x  e e ex ln y − dx + − ey ln x dy. 2. (1. Mostre que o campo vetorial F~ = [cos(xy 2) − xy 2 sen(xy 2)]~i − 2x2y sen(xy 2 )~j Z é conservativo. z) = xy. 8. y. z) é ρ(x. resp: f (X) = yex + ey + K.0) F ~ = (ln y + y/x)~i + (ln x + x/y)~j. 3. e . onde C é a elipse xa2 + yb2 = 1.1) x y ~ é ou não um campo vetorial conservador. C ds Z 2 2 (b) Sabendo que 8 = q . [Sugestão: Prove que a integral não depende do caminho e escolha um caminho adequado] 2 . determine uma função f tal que F ~ = (y 2 − 2x)~i + 2xy~j. Se for.

é irrotacional. Utilize o teorema de Green para achar a área da região encerrado x2 y 2 pela hipérbole 2 + 2 = 1. ~ y. z) = f (x)~i + g(y)~j + h(z)~k onde.0) F(x. → − → − 17. calcule a integral de linha (2xy + ex )dx + C 2 2 (x + 2x + cos y )dy onde C = ∂D está orientada positivamente.1)).) (Sugestão para usar Green fecha-a com o segmento de (1. Existe um campo vetorial G em R3 tal que rot G = yz~i+xyz~j+xy~k? Explique. g e h são diferenciáveis. f. ~ (1. 0 6 x 6 1. onde F F ~ = (x2 + C+ xy 2)~i + (yx2 + 3 ~ n y + 3x)2j e C2 é a ofronteira orientada anti-horário da região D = (x. Mostre que qualquer campo vetorial da forma F(x. 1) ao ponto (1. 13. Calcule a C x−1ey dx+(ey ln x+2x)dy. z) = xey~j + yez ~k. onde C = (x. y > 0 C 4 orientado no sentido horário.0) F(x. y. y) : x9 + y4 6 1 . 3 14. onde C é a fronteira da região H limitada por x = y 4 + 1 e x = 2 no sentido anti-horário. Determine (a) o rotacional e (b) a divergência do campo vetorial. 2 x +y 2 2 x +y 2 a) Calcule caso exista o potencial associado ao campo F. Use o teorema de Green para achar a ~ · d~r. (Observe que é mais laborioso calcular a integral de linha diretamente. 0).) 12. Calcule a C (ex + y 2 )dx + (x + y 5 )dy onde C é formada por y = x e R y = 0. I 11. que vai do ponto (1. z) = xeyz~i + yexz~j + zexy ~k. Se D é a região interior à elipse x2/25 + y 2/9 = 1 eZ exterior à circun- 2 ferência x2 + y 2 = 4.10. ~ 2   x Z b) Calcule ~ r. 3 . x > 0. (Observe que a curva não é fechada. 15. Considere o campo vetorial ~ =p x F ~i + p y ~j. 18. a b 16. y) ∈ R . F·d~ 2 2 + y = 1.0) a (1. ~ (2. y.

(a) ∇ · ~r = 3. 2 23. Determine a área da superfı́cie. 1] × [−3. z)~j + h(x. v) = u2 . 22. (b) r(u. θ) = x~i + x cos θ~j + x sen θ~k. z)~i + g(x. ~r (c) ∇r = . uv . no ponto (1. (a) ~r(u. z) = f (y. v) = (1 + 2u)~i + (−u + 3v)~j + (2 + 4u + 5v)~k. vi . (c) O pedaço do cilindro x2 + z 2 = 1 que está entre os planos y = −1 e y = 3. 4 . Identifique a superfı́cie com equação vetorial dada. O pedaço do paraboloide x = y 2 + z 2 que está dentro do cilindro y 2 + z 2 = 9. 3]. 1. Determine uma equação do plano tangente à superfı́cie paramétrica dada no ponto dado. (20. 1) e (0.2) Se F~ = ~r .1) Verifique as identidades. ache div F. Mostre que qualquer campo vetorial da forma F(x. 24. 25. y. ~ Existe um valor de p para o qual r p ~ = 0? div F 21. (b) O pedaço do paraboloide elı́ptico x + y 2 + 2z 2 = 4 que está em frente ao plano x = 0. (a) A porção do hiperboloide −x2 − y 2 + z 2 = 1 que está abaixo do retângulo [−1. (b) ~r(x. A helicoide com equação vetorial r(u. (1. y)~k é incompressı́vel. r (20. (c) ~r(u. Seja ~r = x~i + y~j + z~k e r = |~r|. (a) r(u. v) = hu cos v. v 2. 0. 0 6 v 6 π. 1). no ponto (1. 1). u sen v. v) = u2. (d) O pedaço do plano z = x + 3 que está dentro do cilindro x + y 2 = 1. 0 6 u 6 1. (b) ∇ · (r~r) = 4r. Ache uma representação paramétrica para a superfı́cie. 26. v) = u~i + cos v~j + sen v~k. 0). ~ 19. u − v 2. 20. v 2 . Determine a área da superfı́cie. 1). Determine a área da superfı́cie z = x+y 2 que está acima do triângulo com vértices (0.

23 R). 6. f) 19.0) 60π 5.0 ) a) 243π/4. b) 5/6. 2 c) . RESPOSTAS: 1. 2. e) −9/20. De x√ + y 2 + z 2 = R 2 e x2 + y 2 = R2 /4 temos z 2 = R2 − R2 /4√= 3/4R2. ou z = 3/2R.0) (a) Calculando a coordenada z. c) 13 3.0) 38/5. A curva intersecção será r(t) = ( R2 cos t. b) √ 0. √ . 0 6 t 6 π/2. 4. R2 sin t.0) m = 8a2. O ds = R2 dt.0) a) −15/2. 3 d) 2π.0) 4. 2 7.

π/2 Z Z π 2 R R √ R R4 3 sin2 t .

.

(xyz)ds = (( cos t)( sin t)( 3/2R) dt = = 2 2 2 16 2 .

.

0) 18π.0) f (x. Resp. 1 9. Portanto = o que resulta R4 = 16 · 81 = 24 · 34 .0) D ( ∂Q ∂P 2 RR RR ∂x − ∂y )dA = D 2dA = 2(π3 · 5 − π2 ) = 22π. 12. 8.1) C2 C 1 Db x C3 (1. y) = x2 + y 2 .0) cos(e2) − cos( 1e ). 14.0) 0. Resp: 1 11. 13. onde C1 é o segmento de liga os pontos de (1.1) e C = C2 ∪ C3 . C 0 4 √ 4 √ √ 0 R 3 R 3 81 3 . R = 6 32 32 2 6.0) a (1.0) y b (1. ep 10. (b) 4.0) ~ · d~r = ~ · d~r + ~ RR ∂Q ∂P R R R ( D ∂x − ∂y )dA = ∂D + F C F C1 F · d~ r.0) 16/5. −1 5 .

−1 6 v 6 3. ey ). rp 21. 0. 2 6 . v.0) (37 37 − 1). (c) cilindro circular com eixo √ no eixo x.0) [ 2 − ln(1 + 2)].0) (a) o plano −17x − 10y + 6z = −5. r cos θ + 3i . 15. xyeyz − zyexy .0) Não. (b) r(y. v.0) 20. 0 6 r 6 1. − 1 + u2 + v 2).0 1. y . div rot G 6= 0 20. 23.0) (a) (ez . 24.0) (a) (zxexy − yxexz . 17. yzexz − xzeyz ). −3 6 v 6 3. 0 6 θ 6 2π. v) = hcos u. (c) r(u. π √ 25. 22. sen ui. (b) xey + yez . (b) x + y − 2z = 0. z) = 4 − y 2 − 2z 2 . 6 π√ √ 26. r sen θ. onde y 2 + 2z 2 6 4. −1 6 u 6 1. (d) r(r.0) (a) r(u.0) πab. e p = 3. v) = (u. y.0) (a) π : √x − 2y √ − 2z − 1 = 0. θ) = hr cos θ. (b) eyz + exz + exy . (2.2) div F~ = 3 − p . (b) Cone com eixo no eixo - x.0) 1/12(6 6 − 2 2). 16.