You are on page 1of 4

Lista de exercícios (1ª AVA)

Química Analítica I
1) Descreva ou defina brevemente e dê um exemplo de:

(a) um eletrólito fraco.


Forma uma solução na qual o soluto se ioniza completamente na solução. Ex.: Ácido
acético.

(b) um ácido de Brønsted-Lowry.


Toda espécie química doadora de H+.

(c) o ácido conjugado de uma base de Brønsted-Lowry.


É o produto da base após aceitar o próton.

(d) neutralização, em termos do conceito de Brønsted-Lowry.


Reação química entre um acido e uma base, resultando como sal e água.

(e) autoprotólise.
Reação na qual um próton é transferido entre duas moléculas da mesma subtância.

(f) um ácido forte.


Ácidos que são completamente ou quase 100% ionizados em soluções. HCl, H2SO4.

(g) o princípio Le Châtelier.


Quando se aplica uma força em um sistema em equilíbrio, ele tende a se reajustar
no sentido de diminuir os efeitos dessa força.

(h) o efeito do íon comum.


Descolamento que ocorre no equilíbrio químico de uma reação reversível, quando se
adiciona um íon já existente no equilíbrio.

(i) o conceito de ácido e base segundo Lewis.


Acido é uma espécie capaz de receber pares de elétrons e base é uma espécie capaz
de doar pares de elétrons.

2) Quantos gramas de Ba(IO3)2 (487 g/mol) podem ser dissolvidos em 500 mL de água
a 25 C? Kps = 1,57x10-9

3) Calcule as concentrações dos íons hidrônio e hidróxido e o pH e o pOH de uma solução


aquosa de NaOH 0,200 mol L-1, a 25 C.
Primeiro, formar a reação de dissociação: NaOH ↔ Na+ + OH-

Anotar os valores de cada um dos dados:


NaOH = 0,200 mol/L-1
Na+ = 0,200 mol/L
OH- = 0,200 mol/L

Calcular o Kb (Produtos sobre reagentes)

Calcular o pOH de OH-:


pOH: - log [OH-]
pOH: - log [0,200]
pOH: 0,69
Realizar a soma de pH + pOH que vai dar 14
pH = 14 – 0,69
pH = 13,31

Calcular o pH de H+
pH: - log [H+]
pH: - log 10 -pH
pH: - log 10 -13,31
pH: 4,49 . 10-14

[H+] = 4,89 . 10 -14 mol/L


[OH-] = 0,200 mol/L
pH = 13,31
pOH = 0,69

4) Calcule as concentrações dos íons hidrônio e hidróxido na água pura a 25 C (Kw =


1,0x10-14) e a 85 C (Kw = 37,5x10-14).
Montar a expressão de Kw = [H+] . [OH-]

Calcular o valor de Kw a 25º C onde Kw = 1,0 . 10 -14

Montar a expressão 1,0 . 10 -14 = X . X

Onde:
X . X = 1,0 . 10 -14
X2 = 1,0 . 10 14

Montar a raiz quadrada de 1,0 . 10 -14


X= 1,0 . 10 -7 mol/L

Calcular o valor de Kw a 85º C, onde Kw = 37,5 . 10 14

Montar a expressão 37,5 . 10 -14 = X . X

Onde:
X . X = 37,5 . 10 -14
X2 = 37,5 . 10 -14

Montar a raiz quadrada de 37,5 . 10 -14


X = 2,64 10 -3 mol/L

5) O produto de solubilidade (Kps) do fluoreto de chumbo (II), PbF2, é 3,7x10-8. Estime a


solubilidade molar deste sal.
Montar a equação de dissociação do PbF2: PbF2 ↔ Pb2+ + 2F-

Anotar os dados do Kps.


Kps = 3,7 . 10 -8

Calcular
Kps = [Pb2+] . [F-]2
Kps = X . 2X2
3,7 . 10 -8 = 2X3
X3 = 3,7 . 10 -8 / 2
X3 = 1,85 . 10 -8
Calcular a raiz cubica de 1,85 . 10 -8
X = 2,64 . 10 -3 mol/L

6) Qual a quantidade de mols de gás oxigênio necessária para fornecer 14,5 mol de água
(H2O) na combustão completa da glicose (C6H12O6)?

C6H12O6 (g) + 6 O2 (g) → 6 CO2 (g) + 6 H2O


Montar a regra de 3
6 mols de O2 ----- 6 mols de H2O
X O2 ----------------- 14,5 mols de H2O

Calcular
6X = 87
X = 87 / 6
X = 14,5 mols de O2

7) Qual o valor de Kb para o equilíbrio CN-+ H2O ↔ HCN- + OH- sabendo que Ka de
6,2x10-10 para o HCN.
Reescrever a equação: CN-+ H2O ↔ HCN- + OH-

Anotar os dados de Ka e Kw.


Ka = 6,2 . 10 -10
Kw = 1,0 . 10 -14
Kb = X

Calcular o valor de Kb utilizando a formula Kw / Ka


Kb = Kw / Ka
Kb = 1,0 . 10 -14 / 6,2 . 10 – 10
Kb = 1,6 . 10 -5

8) Calcule a concentração de íon hidrônio presente em uma solução de ácido nitroso 0,120
mol L-1. O equilíbrio principal é HNO2 + H2O ↔ H3O+ + NO2- Ka = 7,1x10-4
Reescrever a reação: HNO2 + H2O ↔ H3O + NO2 + -

Anotar os dados:
Ka = 7,1 . 10 -4
[NHO2] = 0,120
[H3O+ ou H+] = X
[NO2-] = X

Calcular o valor de Ka.


Ka = [H3O+] . [NO2-] / [NHO2]
7,1 . 10 -4 = X . X / 0,120
7,1 . 10 -4 = X2 / 0,120
X2/0,120 = 7,1 . 10 -4
X2 = 7,1 . 10 -4 . 0,120

Calcular a raiz quadrada de 7,1 . 10 -4 . 0,120


X = 9,23 . 10 -3

9) Calcule a concentração do íon hidrônio em uma solução de cloreto de anilina,


C6H5NH3Cl, 2,0x10-4 mol.L-1. Sabendo que o Ka para o C6H5NH3+ é 2,51x10-5.

10) Identifique o ácido do lado esquerdo e sua base conjugada do lado direito nas
seguintes equações:
11) Gere a expressão do produto de solubilidade para:

12) Suponha que temos dois sólidos, cloreto de prata (AgCl(s)) com Kps = 1,77x10-10 e
carbonato de chumbo (PbCO3 (s)) com Kps = 7,4x10-14. Se adicionarmos ambos os sólidos
em recipientes diferentes contendo água, qual dos dois será mais solúvel? Justifique sua
resposta da forma mais detalhada possível relacionando com o Kps.
AgCl será mais solúvel por ter o maior Kps e quanto maio o Kps, maior será a
solubilidade.

13) O produto de solubilidade (Kps) do Cloreto de Prata (AgCl(s)) é 1,34x10-5 mol/L,


enquanto o do Brometo de Prata (PbBr2) é igual a 8,77x10-7. Quais as concentrações de
Ag+, Pb2+ e Br-?

14) É muito comum as donas de casa, após a limpeza do peixe, usarem limão para remover o
cheiro deixado em suas mãos. A maioria delas não tem uma explicação científica para o fato.
Entretanto, sabe-se que o cheiro é causado pelo composto metilamina, de fórmula CH3 – NH2,
cuja equação de equilíbrio é representada a seguir:

CH3 ─ NH2(aq)+ H2O(l) ↔ CH3 ─ NH3(aq)+ + OH–(aq)

Segundo o Princípio de Le Chatelier, o cheiro desaparece porque:

a) A adição do limão (H+) neutraliza íons OH–, deslocando o equilíbrio para a direita,
consumindo a metilamina.

b) A adição do limão (H+) neutraliza o íon OH–, deslocando o equilíbrio para a direita,
consumindo o CH3 ─ NH3+.

c) A adição do limão (H+) neutraliza o íon, deslocando o equilíbrio para a esquerda,


formando solução aquosa.

d) A adição do limão (H+) neutraliza o íon OH–, deslocando o equilíbrio para a


esquerda, retirando a metilamina.

e) A adição do limão (H+) neutraliza o íon OH–, deslocando o equilíbrio para a esquerda,
diminuindo a concentração de H2O.