You are on page 1of 29

CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II

Lupa

1a Questão (Ref.: 201302049100) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Com base na legislação tributária, analise as assertivas abaixo sobre os procedimentos necessários para a
apuração e cálculo do Imposto sobre a Renda das Pessoa Jurídica (IRPJ) e identifique a alternativa correta:

(I) O fato gerador do IRPJ, ou seja, da obrigação principal, é a situação definida em lei como necessária e
suficiente à sua ocorrência.

(II) A base de cálculo do IRPJ é o valor do fato gerador do tributo, isto é, o valor da renda ou dos proventos,
contido na norma que descreve a hipótese de incidência tributária.

(III) São contribuintes do IRPJ as pessoas jurídicas e as empresas individuais.

(IV) O período de apuração do IRPJ é trimestral, ocorrendo seu encerramento três vezes durante o ano.

É correto afirmar que:

São verdadeiras as assertivas II, III e IV


São verdadeiras I e II
São verdadeiras as assertivas I, II e III
São verdadeiras II e IV
São verdadeiras as assertivas I, II e IV

2a Questão (Ref.: 201301937108) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A parte B do livro de apuração do lucro real (LALUR) é destinada aos registros de controle de valores que, por
suas características, integrarão a tributação de períodos subsequentes. Com relação a esse assunto, assinale a
opção correta.

Custos ou despesas não dedutíveis no período de apuração, em razão de disposições legais ou


contratuais, constituem compensações no exercício de apuração do lucro real.
Os valores excedentes dos incentivos fiscais, a serem utilizados em exercícios subsequentes,
constituem dedução do imposto devido, e não exclusões do lucro líquido.
A depreciação acelerada incentivada, computada na apuração do lucro líquido, é dedutível na
apuração do lucro real.
Os prejuízos fiscais não operacionais de exercícios anteriores constituem exclusão do lucro líquido.
A receita recebida de competência do exercício subsequente constitui adição ao lucro líquido do
exercício atual.

3a Questão (Ref.: 201302019707) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Analise as afirmativas abaixo, quanto as alíquotas de IRPJ e CSLL.

I- A alíquota básica do IRPJ é de 15% sobre o lucro (Real, Presumido ou Arbitrado)

II- A alíquota do adicional de IRPJ também é de 15% mas somente sobre a parcela que exceder a R$ 240.000
por ano, sendo aplicada proporcionalmente em períodos menores (R$ 20.000 por mês)

III- IV- Para as empresas em geral a alíquota da CSLL é de 9%, exceto para as instituições financeiras e
equiparadas, cuja alíquota é de 15%.

Estão corretas as afirmativas


apenas I e III
apenas I
apenas II e III
apenas I e II
I, II e III

4a Questão (Ref.: 201301937152) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A pessoa jurídica é obrigada a seguir ordem uniforme de escrituração, mecanizada ou não, utilizando os livros e
papéis adequados. Analise as afirmativas abaixo: I - O Livro Diário é obrigatório a todas organizações,
guardando as formalidades legais. II - Os livros auxiliares, como Caixa e Contas-Correntes, que também
poderão ser escriturados em fichas, terão dispensada sua autenticação quando as operações a que se
reportarem tiverem sido lançadas, pormenorizadamente, em livros devidamente registrados. III - No caso de
substituição do Livro Diário por fichas, a pessoa jurídica adotará livro próprio para inscrição do balanço e demais
demonstrações financeiras, ao qual terá dispensa de autenticação no órgão de registro competente. IV - A
pessoa jurídica tributada com base no lucro real deverá manter, em boa ordem e segundo as normas contábeis
recomendadas, o Livro Razão. Após analisar os itens acima, responda:

Apenas a opção IV está incorreta.


Apenas a opção II está incorreta.
As opções I e III estão corretas.
As opções II e III estão corretas.
Apenas a opção III está incorreta.

5a Questão (Ref.: 201301949190) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

As seguintes informações foram extraídas da escrituração contábil e fiscal da Cia. Araras, que é optante pela
tributação do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas com base no lucro real trimestral, em R$:

Lucro líquido do trimestre do imposto de renda 230.000


Adições 66.000
Exclusões 81.000
Prejuízo fiscal de períodos de apuração anteriores 60.000

O lucro real da companhia nesse trimestre, sabendo-se que ela utilizou o máximo permitido pela legislação para
a compensação de prejuízos, é, em R$,

160.500,00.
150.500,00.
165.000,00.
215.000,00.
155.000,00.

6a Questão (Ref.: 201301937201) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Dentre os tributos previstos na Constituição Federal e no Código Tributário Nacional, marque a alternativa em
que figuram apenas Tributos Indiretos:

IRPJ, IRPF, IPVA, IPI, PIS e COFINS.


ICMS, IPI, ISS, PIS e COFINS.
IRPJ, IRPF, IPVA, IPTU e CSSL.
IPVA, IPTU, ICMS e CSSL.
IRPF, IRPJ, IPVA e ICMS.
1a Questão (Ref.: 201301937160) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O Regulamento do Imposto de Renda dispõe que ao final de cada período de apuração a pessoa jurídica deverá
promover o levantamento e avaliação dos seus estoques. Os bens devem ser avaliados pelo ____________,
enquanto que os produtos em elaboração e acabados serão avaliados pelo ____________.

CMV ou CPV / custo de aquisição


custo de aquisição / custo de produção
Custo histórico / CMV ou CPV
custo de produção / custo de aquisição
custo de aquisição / custo histórico

2a Questão (Ref.: 201301936081) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O Lucro Real é à base de cálculo do imposto de renda partindo do resultado apresentado na contabilidade, com
os devidos ajustes. Como é calculado o lucro real?

O lucro real é calculado partindo da Receita contábil com as adições e exclusões


O lucro real é calculado partindo do resultado contábil com as exclusões
O lucro real é calculado partindo das despesas contábil com as adições e exclusões
O lucro real é calculado partindo do resultado contábil com as adições e exclusões
O lucro real é calculado partindo do resultado contábil com as adições

3a Questão (Ref.: 201302028739) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O lucro contábil auferido por uma empresa tributada pelo lucro real foi de R$ 4.000.000,00. No LALUR (livro de
apuração do lucro real) deverá ser adicionado R$ 400.000,00 e excluído R$ 120.000,00. A empresa não possuí
resultados negativos de outros exercícios para compensar, qual o valor do imposto de renda a pagar sobre o
lucro, sabendo-se que esse resultado é relativo a todo o ano?

600.000,00
428.000,00
976.000,00
642.000,00
1.046.000,00

4a Questão (Ref.: 201301936076) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

o artigo 247 do RIR/99, diz que o lucro real é o resultado contábil do período de apuração ajustado pelas
adições e exclusões, ou compensações autorizadas pela legislação fiscal. O que é um resultado contábil?

é a multiplicação algébrica de todas as despesas e receitas de um determinado período.


é a divisão algébrica de todas as despesas e receitas de um determinado período.
é a redução algébrica de todas as despesas e receitas de um determinado período.
é a soma algébrica de todas as despesas e receitas de um determinado período.
é a soma algébrica de todas as receitas de um determinado período.
5a Questão (Ref.: 201301936054) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O imposto de renda pessoa jurídica pode ser apurado de três modalidades, são elas:

lucro bruto, presumido e arbitrado


lucro real, liquido e arbitrado
lucro real, presumido e bruto
lucro liquido, presumido e arbitrado
lucro real, presumido e arbitrado

6a Questão (Ref.: 201302019785) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Toda empresa legalmente constituída no Brasil pode ser enquadrada pela legislação tributária em cinco
situações distintas, em relação a tributação. A forma de tributação que tem como base o lucro contábil, sendo
interessante para empresas com resultados mais equilibrados é o:

Imunes e Isentas
Simples Nacional
Lucro Real
Lucro Presumido
Lucro Arbitrado

1a Questão (Ref.: 201302392758) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Assinale a alternativa que caracteriza a apuração do IRPJ por Estimativas Mensais:

As antecipações mensais, apuradas por estimativa, serão compensadas com o IRPJ devido apurado na
Declaração de Ajuste Anual

Nos casos de incorporação ou extinção da pessoa jurídica, a apuração do Lucro Real será efetuada no
último dia do ano calendário do evento

Deverá ser feita trimestralmente, pela apuração do Lucro Real com base no Lucro Líquido apurado no
período

A empresa só poderá compensar os valores antecipados a menor por ocasião do Balanço de Suspensão

As estimativas apuradas mensalmente são definitivas e não compensáveis se os valores antecipados


estiverem superavaliados

2a Questão (Ref.: 201302392752) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

De acordo com a legislação do IRPJ - Lucro Real, assinale a alternativa que apresenta despesas dedutíveis da
base de cálculo do referido imposto:
As doações feitas para outras empresas do mesmo grupo

As despesas com brindes e comissões

As despesas com alimentação de sócios, acionistas e administradores

As destinações do Lucro para cintingências

As despesas com doações ou patrocínios para projetos culturais

3a Questão (Ref.: 201302049815) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Na apuração e cálculo do Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas - IRPJ é necessário distinguir as
despesas dedutíveis das não dedutíveis. Analise as assertivas abaixo e identifique a alternativa correta:

As despesas médicas, por seu caráter social, serão sempre consideradas dedutíveis.

As multas por infrações fiscais, sem exceção, não são dedutíveis e deverão ser adicionadas ao lucro
líquido para cálculo do lucro real.

As despesas realizadas com alimentação de sócios, acionistas e administradores são dedutíveis, não
devendo, portanto, ser adicionadas ao lucro líquido para cálculo do lucro real.

São dedutíveis na determinação do lucro real as provisões para o pagamento de férias e décimo-terceiro
salário, bem como as provisões para Garantia de Produtos com Defeito.

As despesas com aluguéis somente poderão ser deduzidas se estiverem diretamente relacionadas com a
produção ou comercialização dos bens e serviços.

4a Questão (Ref.: 201302392822) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Indique a alternativa que identifica o conceito de Lucro Real, com base na legislação vigente.

As receitas previstas de acordo com a legislação fiscal, calculado com base nas hipóteses de incidência do
IRPJ;

As receitas obtidas da venda de produtos e serviços, compensados pelos prejuízos acumulados em


períodos anteriores.

O lucro comercial derivado das operações fiscais, compensado pelos ajustes definidos na legislação
comercial;

O lucro líquido operacional definido pela legislação fiscal, ajustado pelas compensações de períodos
anteriores;

O lucro líquido contábil do período de apuração, ajustado pelas adições, exclusões e compensações
previstas ou autorizadas;
5a Questão (Ref.: 201302392791) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Uma determinada companhia, optante pelo lucro real, apresentou no ano de X10 um prejuízo contábil de
R$195.000, neste incluídas despesas dedutíveis de R$45.000. Em X11, a Cia apresentou lucro contábil de
R$543.000, no qual constavam despesas não dedutíveis de R$68.000 e receitas não tributáveis no valor de
R$41.000. Com base nas informações apresentadas calcule o IRPJ a pagar referente a X11.

R$58.500,00

R$85.650,00

R$59.850,00

R$75.750,00

R$66.450,00

6a Questão (Ref.: 201302392771) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Uma empresa, optante pelo lucro real, apurou um lucro contábil de R$340.000,00 em um determinado ano,
contabilizando receitas não tributáveis de R$30.000,00 e despesas não dedutíveis de R$65.000,00. No ano
anterior havia apurado prejuízo fiscal de R$95.000,00. Com base nestas informações, marque a alternativa que
indica o imposto devido no período.

R$41.625,00

R$39.375,00

R$42.000,00

R$46.000,00

R$56.250,00

1a Questão (Ref.: 201302394071) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O imposto de renda devido, apurado pelo optante do Lucro Presumido, será pago:

Anualmente, em quota única, até o último dia útil do mês de janeiro subseqüente ao ano calendário de
apuração

Parceladamente, até o último dia útil do mês subseqüente ao do encerramento do período de apuração

Em quota trimestral, a partir do ano calendário anterior até o último dia útil do ano de apuração, ao
longo do ano subsequente ao ano de apuração

Mensalmente, até o último dia útil do mês subseqüente ao do encerramento do período de apuração;
Em quota única, até o último dia útil do mês subseqüente ao do encerramento do trimestre de apuração

Gabarito Comentado

2a Questão (Ref.: 201302394083) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Marque a única alternativa que não relaciona receitas ou rendimentos não tributáveis pelo lucro presumido:

As multas ou qualquer outra vantagem recebida ou creditada, ainda que a título de indenização, em
virtude de rescisão de contrato;

Reversão de saldo de provisões anteriormente constituídas, desde que o valor provisionado não tenha
sido deduzido na apuração do lucro real dos períodos anteriores;

Reversão de saldo de provisões anteriormente constituídas que se refiram ao período no qual a pessoa
jurídica tenha se submetido ao regime de tributação com base no lucro presumido ou arbitrado;

Lucros e dividendos recebidos decorrentes de participações societárias, caso refiram-se a períodos em


que os mesmos sejam isentos de imposto de renda

Recuperações de créditos que não representem ingressos de novas receitas, e cujas perdas não tenham
sido deduzidas na apuração do lucro real em períodos anteriores;

Gabarito Comentado

3a Questão (Ref.: 201302394086) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Nas alternativas abaixo marque a única opção que identifica receitas ou rendimento não tribuáveis pelo Lucro
Presumido:

Os rendimentos auferidos nas operações de mútuo realizadas entre pessoas jurídicas controladoras,
controladas, coligadas ou interligadas;

Reversão de saldo de provisões anteriormente constituídas, desde que o valor provisionado não tenha
sido deduzido na apuração do lucro real dos períodos anteriores;
Os ganhos auferidos em operações de cobertura (hedge) realizadas em bolsas de valores, de
mercadorias e de futuros ou no mercado de balcão;

Os rendimentos e ganhos líquidos auferidos em aplicações financeiras de renda fixa e de renda variável

A receita de locação, quando não for este o objeto social da pessoa jurídica;

Gabarito Comentado

4a Questão (Ref.: 201302394080) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O imposto devido apurado por uma optante pelo lucro presumido, decorrente da receita bruta de R$3.800.000,
no desenvolvimento de atividade de revenda de combustíveis derivados de petróleo e álcool etílico carburante,
considerando-se um percentual de 1,6% para a atividade, será de:

R$8.280,00

R$9.120,00

R$9.580,00

R$9.200,00

R$8.340,00

Gabarito Comentado

5a Questão (Ref.: 201302394190) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa XY Ltda, obteve durante o 1º trimestre de X0 receita com vendas de mercadorias no valor de R$
600.000 e receitas com serviços prestados no valor de 400.000. O valor da base de cálculo do Lucro Presumido
é:

38.000
176.000

90.000

48.000

128.000

6a Questão (Ref.: 201302393471) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A pessoa jurídica optante pelo lucro presumido deverá apurar o montante devido da seguinte forma:

Em cada mês, pela aplicação da aplicação da alícota de 15% sobre a base apurada de lucro presumido,
não incluído adicional, até o último dia útil do mês subseqüente ao do encerramento do período de
apuração

Em cada semestre, pago em quota única, pela aplicação da aplicação da alícota de 15% sobre a base
apurada de lucro presumido, até o último dia útil do semestre subseqüente ao do encerramento do
período de apuração

Anualmente, calculado pela alíquota de 15% sobre a base de cálculo apurada do lucro presumido anual,
mais adicional de 10% sobre o resultado que exceder R$20.000

Em cada trimestre, calculado pela alíquota de 15% sobre a base de cálculo, mais adicional de 10% sobre
o resultado que exceder R$60.000 ao longo do trimestre de apuração

Em cada mês, calculado pela alíquota de 15% sobre a base de cálculo, não havendo incidência e
adicional de 10% sobre o resultado excedente
CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II
Lupa

Fechar

Exercício: GST0422_EX_A6_201301738735 Matrícula: 201301738735

Aluno(a): DANIELLE LIMA KLAUZZ Data: 07/06/2015 12:32:19 (Finalizada)

1a Questão (Ref.: 201301949187) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A parte B do livro de apuração do lucro real (LALUR) é destinada aos registros de controle de valores que, por
suas características, integrarão a tributação de períodos subsequentes. Com relação a esse assunto, assinale a
opção correta.

A depreciação acelerada incentivada, computada na apuração do lucro líquido, é dedutível na apuração


do lucro real.

A receita recebida de competência do exercício subsequente constitui adição ao lucro líquido do


exercício atual.

Os prejuízos fiscais não operacionais de exercícios anteriores constituem exclusão do lucro líquido.

Custos ou despesas não dedutíveis no período de apuração, em razão de disposições legais ou


contratuais, constituem compensações no exercício de apuração do lucro real.

Os valores excedentes dos incentivos fiscais, a serem utilizados em exercícios subsequentes,


constituem dedução do imposto devido, e não exclusões do lucro líquido.

Gabarito Comentado

2a Questão (Ref.: 201301959778) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)


Uma empresa tributada pelo lucro real trimestral iniciou suas atividades em janeiro/2011. Nos meses de
fevereiro e março de 2011, essa empresa apurou um lucro real de R$ 500.000,00. Considerando-se a legislação
fiscal vigente no primeiro trimestre de 2011, o Imposto de Renda da empresa, nesse trimestre, em reais, é

105.000,00

125.000,00

101.000,00

119.000,00

121.000,00

3a Questão (Ref.: 201302062008) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa XLP apresentou como resultado antes da Contribuição Social e do Imposto de Renda o valor de R$
880.000,00. Neste resultado, estavam embutidos dividendos de participações avaliadas pelo custo, de R$
80.000,00, e perdas com equivalência patrimonial, de R$ 90.000,00. A empresa apresenta um prejuízo fiscal
acumulado no valor de R$ 280.000,00. Com base nestas informações, qual o valor do Lucro Real?

623.000,00

351.000,00

267.000,00

610.000,00

629.000,00

4a Questão (Ref.: 201302062005) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)


A luz da legislação tributária, analise as assertivas abaixo sobre as compensações de prejuízos e os incentivos
fiscais. (I) Optando pelo regime de tributação com base no lucro real, as empresas poderão compensar os
prejuízos anteriores com lucros apurados dentro do mesmo ano-calendário. (II) Para as empresas optantes pelo
regime de tributação com base no lucro real, o imposto somente poderá ser apurado mensalmente. (III) Os
incentivos fiscais, respeitado os limites e condições fixadas na legislação tributária, poderão ser deduzidos do
valor do Imposto de Renda apurado trimestralmente. É correto afirmar que:

As assertivas II e III são verdadeiras

As assertivas I e III são falsas

As assertivas II e III são falsas

As assertivas I e III são verdadeiras

As assertivas I e II são verdadeiras

5a Questão (Ref.: 201302433363) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa Betacril Ltda apresentou como resultado, antes da Contribuição Social e do Imposto de Renda, o
valor de R$ 900.000,00. Nesse resultado, estavam embutidos dividendos de participações avaliadas pelo custo,
de R$ 90.000,00, e perdas com equivalência patrimonial, de R$ 150.000,00. Sabendo-se que o prejuízo fiscal
acumulado foi de R$ 360.000,00, o valor da compensação do prejuízo fiscal será de:

90.000,00

150.000,00

360.000,00

288.000,00

960.000,00
6a Questão (Ref.: 201302394193) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

De acordo com o RIR/99 podem ser excluídos na determinação do lucro real os valores referentes:

Aos lucros disponibilizados no exterior

A seguro de vida de sócios ou acionistas

Aos lucros e dividendos recebidos de outra pessoa jurídica

A multas impostas por infrações de leis de natureza não tributária

A remuneração de diretores de S.A que não residam no país

Fechar

CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II


Lupa

Fechar

Exercício: GST0422_EX_A7_201301738735 Matrícula: 201301738735

Aluno(a): DANIELLE LIMA KLAUZZ Data: 07/06/2015 12:40:13 (Finalizada)

1a Questão (Ref.: 201302394298) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)


A respeito da Contribuição Social sobre o Lucro - CSLL, é correto afirmar que:

Os rendimentos e ganhos de capital não estão sujeitos a Contribuição Social

O cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, das pessoas jurídicas que optaram pelo lucro
arbitrado, é efetuado antes da provisão para o Imposto de Renda

O cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, das pessoas jurídicas que optaram pelo lucro real,
é efetuado antes da provisão para o Imposto de Renda

As receitas de vendas de mercadorias e de serviços prestados são o fato gerador da CSLL

As empresas obrigadas à tributação pelo Lucro Real podem recolher a Contribuição Social pelo Lucro
Presumido

2a Questão (Ref.: 201301959781) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Uma Companhia tributada pelo IRPJ com base no lucro real anual apresentou os seguintes dados no seu Livro
de Apuração do Lucro Real, em R$:

Prejuízo do Exercício (48.000)

Adições 162.000

Exclusões (27.000)

Prejuízo fiscal a compensar de períodos de apuração anteriores 80.000

A Companhia procura sempre minimizar o pagamento de impostos. Nessa hipótese, o valor da provisão para o
imposto de renda corresponderá a, em R$,

4.500,00.

3.855,00.

9.135,00.

6.165,00.

1.050,00.
3a Questão (Ref.: 201301959783) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A Cia. Esmeralda recolhe a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido com base no resultado presumido. No
1otrimestre de 2010, foram extraídos os seguintes dados de sua escrituração contábil, em R$:

Receita da venda de mercadorias 850.000

Reeitas Financeiras 80.000

Ganho de capital na venda de imobilizado 90.000

Com base nessas informações, o valor da CSLL devida nesse trimestre pela Companhia montou a, em R$,

7.416,00.

19.350,00.

21.330,00.

24.480,00.

17.820,00.

4a Questão (Ref.: 201302049920) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Analise as assertivas abaixo referentes a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido ¿ CSLL e marque a
alternativa verdadeira. (I) São considerados contribuintes da CSLL todas as pessoas jurídicas domiciliadas no
País e as que lhes são equiparadas pela legislação do imposto sobre a renda. (II) As associações de poupança e
empréstimo e as bolsas de mercadorias e de valores não são contribuintes da CSLL. (III) A alíquota da CSLL é
de 15% para as pessoas jurídicas em geral e, também, para as pessoas jurídicas consideradas instituições
financeiras, de seguros privados e de capitalização. (IV) A base de cálculo da contribuição social sobre o lucro
líquido é o valor do resultado do exercício, após a provisão para o Imposto de Renda. (V) O cálculo da
Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, das pessoas jurídicas que optaram pelo lucro real, é efetuado antes
da provisão para o Imposto de Renda. É correto afirmar que:

As assertivas I, II e V são verdadeiras

Todas as assertivas são verdadeiras

As assertivas II, III e IV são falsas

As assertivas II, IV e V são falsas

As assertivas I, II e IV são verdadeiras

Gabarito Comentado

5a Questão (Ref.: 201302433377) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) é um tributo de competência exclusiva da União Federal.
Analise as assertivas abaixo e, de acordo com a legislação que regulamenta a CSLL, assinale a alternativa
correta.

A base de cálculo da CSLL é o lucro bruto do exercício, antes da provisão para o Imposto de Renda.

A base de cálculo da CSLL é o lucro líquido do exercício, após a provisão para o Imposto de Renda.

A base de cálculo da CSLL é o valor do resultado do exercício, antes da provisão para o Imposto de
Renda.

A base de cálculo da CSLL é o lucro operacional do exercício, antes da provisão para o Imposto de
Renda.

A base de cálculo da CSLL é o valor do resultado do exercício, após a provisão para o Imposto de
Renda.

6a Questão (Ref.: 201302394300) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)


Analise as assertivas abaixo referentes a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL e marque
a alternativa verdadeira.

A alíquota da CSLL é de 8% para as pessoas jurídicas em geral, e de 9% para as pessoas jurídicas


consideradas instituições financeiras, de seguros privados e de capitalização

A alíquota da CSLL é de 9% tanto para as pessoas jurídicas em geral, quanto para as pessoas jurídicas
consideradas instituições financeiras, de seguros privados e de capitalização

A alíquota da CSLL é de 15% para as pessoas jurídicas em geral, e de 9% para as pessoas jurídicas
consideradas instituições financeiras, de seguros privados e de capitalização

A alíquota da CSLL é de 12% para as pessoas jurídicas em geral e, também, para as pessoas jurídicas
consideradas instituições financeiras, de seguros privados e de capitalização

A alíquota da CSLL é de 9% para as pessoas jurídicas em geral, e de 15% para as pessoas jurídicas
consideradas instituições financeiras, de seguros privados e de capitalização

CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II


Lupa

Fechar

Exercício: GST0422_EX_A8_201301738735 Matrícula: 201301738735

Aluno(a): DANIELLE LIMA KLAUZZ Data: 07/06/2015 12:57:42 (Finalizada)

1a Questão (Ref.: 201302435848) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)


Na apuração da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL devem ser aplicadas as mesmas normas de
apuração e de pagamento estabelecidas para o Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas, ou seja, a
apuração da CSLL deve acompanhar a forma de tributação do lucro adotada para o IRPJ. Assim, a empresa
visando proceder a tributação, tanto do IRPJ quanto da CSLL, qual deverá ser a opção de apuração escolhida?

Trimestral ou Anual

Semestral ou Anual

Semestral ou Mensal

Trimestral ou Semestral

Trimestral ou Mensal

2a Questão (Ref.: 201302433387) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Conforme estabelece a legislação vigente, o cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) é feito
com base no resultado do exercício devidamente ajustado. Analise as assertivas abaixo e indique a alternativa
correta.

A base de cálculo da CSLL da pessoa jurídica desobrigada de escrituração contábil corresponderá a 10%
da receita bruta auferida no período de 1º janeiro a 31 de dezembro de cada ano.

A base de cálculo da CSLL da pessoa jurídica desobrigada de escrituração contábil corresponderá a 20%
da receita bruta auferida no período de 1º janeiro a 31 de dezembro de cada ano.

A base de cálculo da CSLL da pessoa jurídica desobrigada de escrituração contábil corresponderá a 25%
da receita bruta auferida no período de 1º janeiro a 31 de dezembro de cada ano.

A base de cálculo da CSLL da pessoa jurídica desobrigada de escrituração contábil corresponderá a 15%
da receita bruta auferida no período de 1º janeiro a 31 de dezembro de cada ano.

A base de cálculo da CSLL da pessoa jurídica desobrigada de escrituração contábil corresponderá a 9%


da receita bruta auferida no período de 1º janeiro a 31 de dezembro de cada ano.
3a Questão (Ref.: 201302433536) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

No que diz respeito ao pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), é correto afirmar que:

O pagamento da CSLL efetuado em até 3 quotas não gera acréscimos de juros.

O pagamento da CSLL somente poderá ser efetuado em 3 quotas mensais, iguais e sucessivas, vencíveis
no último dia útil dos 3 meses subsequentes ao de encerramento do período de apuração a que
corresponder.

O pagamento da CSLL apurada trimestralmente deve ser feito em quota única, até o quinto dia útil do
mês subsequente ao do encerramento do período de apuração.

O pagamento da CSLL poderá ser efetuado em até 3 quotas mensais, iguais e sucessivas, vencíveis no
quinto dia útil do mês subsequente ao do encerramento do período de apuração.

O pagamento da CSLL apurada trimestralmente, como regra, deve ser feito em quota única, até o último
dia útil do mês subsequente ao do encerramento do período de apuração.

4a Questão (Ref.: 201302394295) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A respeito da apuração da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL pode-se afirmar que:

As pessoas jurídicas tributadas pelo lucro real estão obrigadas a apurarem a Contribuição Social sobre o
Lucro Líquido - CSLL trimestralmente

A pessoa jurídica que apurar a CSLL com base no resultado ajustado anual deverá efetuar o pagamento
trimestral da CSLL sobre a base estimada

Na apuração da CSLL das pessoas jurídicas de natureza comercial, industrial ou de prestação de serviços,
a base de cálculo será determinada pela soma de 32% da receita bruta auferida no período, para as
atividades de prestação de serviços hospitalares e de transportes.

Na apuração da CSLL das pessoas jurídicas de natureza comercial, industrial ou de prestação de serviços,
a base de cálculo será determinada pela soma de 12% ou 32% da receita bruta auferida no período, a
depender da atividade

A pessoa jurídica que apurar a CSLL com base no resultado ajustado anual deverá efetuar o pagamento
anual da CSLL sobre a base estimada
5a Questão (Ref.: 201302384331) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa Atende Bem Ltda obteve no mês de fevereiro de X0 uma receita bruta com Vendas de Mercadorias e
Prestação de Serviços no valor, respectivamente, de R$ 520.000 e R$ 270.000. Com base nestas informações é
possível afirmar que a base de cálculo para a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido é de:

86.400

106.000

62.400

71.100

148.800

Gabarito Comentado

6a Questão (Ref.: 201302049933) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa Poli X Ltda apura anualmente o Imposto sobre a Renda (IRPJ) com base no Lucro Real. Sabendo-se
que durante o mês X, a empresa obteve uma receita bruta de Vendas de Mercadorias e Prestação de Serviços
no valor, respectivamente, de R$ 580.000 e R$ 350.000, qual o valor estimado da Contribuição Social sobre o
Lucro Líquido?

16.344,00

20.484,00

227.600,00

181.600,00
69.600,00

Gabarito Comentado

CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II


Lupa

Fechar

Exercício: GST0422_EX_A9_201301738735 Matrícula: 201301738735

Aluno(a): DANIELLE LIMA KLAUZZ Data: 07/06/2015 13:33:03 (Finalizada)

1a Questão (Ref.: 201302394277) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Com base nos seus conhecimentos sobre Planejamento Tributário marque a alternativa INCORRETA.

Com o Planejamento tributário é possível reduzir a carga tributária da empresa

O planejamento tributário tem como objeto os tributos e seus impactos no resultado da empresa

Planejamento tributário consiste na prática de atos lícitos que visam minimizar o pagamento dos tributos

Planejamento tributário é sinônimo de evasão fiscal

Planejamento tributário também pode ser denominado de elisão fiscal


Gabarito Comentado

2a Questão (Ref.: 201302394280) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Analise as assertivas abaixo e identifique a alternativa que NÃO corresponde as principais finalidades do
planejamento tributário.

Evitar a incidência do tributo, adotando-se procedimentos que evitem a ocorrência do fato gerador

Retardar o pagamento do tributo, adotando-se medidas que visem postergar o pagamento do tributo,
sem ocorrência de multa

Reduzir o montante do tributo, adotando-se providências para reduzir a base de cálculo ou alíquota do
tributo

Gerar economia para a empresa, mediante a redução da carga tributária

Desconsiderar a legislação tributária para evitar, reduzir ou retardar o pagamento de tributos devidos

3a Questão (Ref.: 201302394283) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Levando-se em consideração os tipos de planejamento tributário, analise as assertivas abaixo. I) A elisão fiscal
é o meio lícito que visa buscar e identificar alternativas legais para a diminuição da carga tributária. II) A elisão
fiscal se restringe à descoberta das lacunas ou brechas existentes na legislação tributária. III) Evasão fiscal é a
forma legal de se reduzir a carga tributária. IV) A evasão fiscal consiste no pagamento de tributo ou na redução
de um tributo que é devido pelo contribuinte. É correto afirmar que:

Apenas as alternativas I, II e III são verdadeiras

Apenas as alternativas II, III e IV são falsas

Apenas as alternativas I, III e IV são verdadeiras


Nenhuma das alternativas é verdadeira

Apenas as alternativas I, III e IV são falsas

4a Questão (Ref.: 201302049956) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

O planejamento tributário é um instrumento imprescindível para todos os tipos de empresas, independente do


porte e do segmento de atuação no mercado. Analise as assertivas abaixo sobre Planejamento Tributário e
identifique a alternativa correta.

A elisão fiscal se restringe à descoberta das lacunas ou brechas existentes na legislação tributária.

A elisão fiscal é o meio lícito que visa buscar e identificar alternativas legais para a diminuição da
carga tributária.

O planejamento tributário apresenta como uma das principais vantagens evitar a incidência do
tributo, mediante a modificação do fato gerador.

A evasão fiscal permite a redução do ônus tributário, aproveitando as lacunas ou brechas na


legislação tributária.

Planejamento tributário é sinônimo de evasão fiscal.

5a Questão (Ref.: 201302019715) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa ABC apurou um lucro de R$ 360.000 no TRIMESTRE. Considerando que a empresa apura seus
impostos com base no Lucro Real e que não haverá nenhuma adição ou exclusão na base de cálculo, o valor do
Adicional do IRPJ apurado no trimestre é de:

30.000
52.500

84.000

63.500

54.000

6a Questão (Ref.: 201302019714) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A empresa ABC apurou um lucro de R$ 350.000 no exercício. Considerando que a empresa apura seus impostos
com base no Lucro Real e que não haverá nenhuma adição ou exclusão na base de cálculo, o valor do IRPJ
apurado no exercício é de:

62.500

63.500

52.500

11.000

53.500

Gabarito Comentado
CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II
Lupa

Fecha

Exercício: GST0422_EX_A10_201301738735 Matrícula: 201301738735

Aluno(a): DANIELLE LIMA KLAUZZ Data: 07/06/2015 13:41:48 (Finalizada)

1a Questão (Ref.: 201302399166) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Quanto ao contencioso fiscal, assinale a alternativa FALSA:

O contribuinte que não lograr êxito no processo na esfera administrativa poderá recorrer ao Poder
Judiciário.

Contencioso fiscal pode ser definido como a situação em que o sujeito passivo da obrigação tributária
encontra-se em litígio com a administração fiscal em virtude de dúvidas ou discordâncias.

Conforme determina a legislação vigente, o contencioso fiscal permite aos sujeitos passivos da obrigação
tributária o direito de reclamar ou de recorrer dos atos praticados pela administração tributária.

Quando autuado pela fiscalização tributária, o contribuinte não tem o direito de defender-se na instância
administrativa, ou seja, ele será obrigado a recorrer de imediato ao poder judiciário.

Mediante defesa administrativa de fato e de direito, com todas as provas que possam anular a cobrança
dos tributos, o contribuinte poderá impugnar os atos praticados pelos órgãos fiscalizadores.

Gabarito Comentado

2a Questão (Ref.: 201302049960) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Os crimes fiscais ou a evasão fiscal estão previstos na Lei 8.137/90, que regula os Crimes contra a Ordem
Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo. Analise as assertivas abaixo e identifique a alternativa
correta: (I) Constitui crime contra a ordem tributária fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento
equivalente, relativa à venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada. (II) A legislação
tributária considera como crimes fiscais a sonegação, a fraude, a simulação e o conluio. (III) Fraude é toda ação
ou omissão voluntária e consciente, realizada de forma dolosa, com o objetivo de inviabilizar a ocorrência do
fato gerador da obrigação tributária principal, ou de retardar seu conhecimento por parte do ente público
responsável. (IV) Sonegação consiste num ato ilícito, voluntário e consciente, praticado pelo contribuinte com a
finalidade de se eximir da obrigação tributária. (V) Conluio consiste no ajuste realizado pelos contribuintes com
o objetivo de obter economia fiscal ilícita, ou seja, é quando duas ou mais pessoas realizam ajustes visando à
sonegação fiscal ou a fraude fiscal. Estão corretas as assertivas:

I e II

II e V

III e IV

IV e V

I e IV

Gabarito Comentado

3a Questão (Ref.: 201302076470) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Analise as assertivas abaixo e assinale a que NÃO constitui crime contra a ordem tributária:

Fraudar a fiscalização tributária, inserindo elementos inexatos em documento ou livro exigido pela lei
fiscal

Deixar de fornecer, quando obrigatório, nota fiscal relativa a venda de mercadoria ou prestação de
serviço, efetivamente realizada

Elaborar, distribuir, fornecer, emitir ou utilizar documento falso ou inexato

Prestar informação às autoridades fazendárias a respeito dos tributos ou contribuição social e qualquer
acessório

Falsificar ou alterar nota fiscal ou qualquer outro documento relativo à operação tributável

Gabarito Comentado
4a Questão (Ref.: 201302394202) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Assinale a alternativa que, de acordo com a Lei n.º 8.137/1990, não constitui crime contra a ordem tributária.

Fraudar a fiscalização tributária, inserindo elementos inexatos, ou omitindo operação de qualquer


natureza, em documento ou livro exigido pela lei fiscal

Fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa a venda de mercadoria ou
prestação de serviço, efetivamente realizada

Omitir informação, ou prestar declaração falsa às autoridades fazendárias

Falsificar ou alterar nota fiscal, fatura, duplicata, nota de venda, ou qualquer outro documento relativo à
operação tributável

Elaborar, distribuir, fornecer, emitir ou utilizar documento que saiba ou deva saber falso ou inexato

Gabarito Comentado

5a Questão (Ref.: 201302394203) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

A respeito dos crimes fiscais é correto afirmar que:

Sonegação é um ato involuntário e inconsciente que tem como objetivo demonstrar o fato gerador da
obrigação tributária

A simulação é um ato voluntário e consciente que tem como objetivo ocultar ou esconder o fato gerador
da obrigação tributária

Sonegação é o ajuste doloso entre duas ou mais pessoas naturais ou jurídicas, visando à sonegação ou a
fraude

Conluio é toda ação ou omissão dolosa tendente a impedir ou retardar, total ou parcialmente, a
ocorrência do fato gerador da obrigação tributária principal, ou a excluir ou modificar as suas
características essenciais, de modo a reduzir o montante do imposto devido

Fraude é toda ação ou omissão dolosa tendente a impedir ou retardar, total ou parcialmente, o
conhecimento por parte da autoridade fazendária da ocorrência do fato gerador da obrigação tributária
principal

Gabarito Comentado
6a Questão (Ref.: 201302394200) Fórum de Dúvidas (0) Saiba (0)

Com base no seu conhecimento sobre contencioso fiscal, analise as assertivas: I - A situação em que o sujeito
passivo da obrigação tributária encontra-se em litígio com a administração fiscal em virtude de dúvidas ou
discordâncias é denominada de contencioso fiscal. II - De acordo com a legislação tributária, o contencioso fiscal
permite aos sujeitos passivos da obrigação tributária o direito de reclamar ou de recorrer dos atos praticados
pela administração tributária. III - No caso de ser autuado pela fiscalização tributária, ao contribuinte não é
dado o direito de defender-se na instância administrativa, isto é, ele será obrigado a recorrer de imediato ao
poder judiciário. IV - Os atos praticados pelos órgãos fiscalizadores podem ser impugnados pelo contribuinte,
mediante defesa administrativa de fato e de direito, com todas as provas que possam anular a cobrança dos
tributos. V - O contribuinte que não lograr êxito no processo na esfera administrativa, não poderá recorrer ao
Poder Judiciário. Estão corretas as assertivas:

I, III e IV

II, III e V

I , II e IV

I, II e III

III, IV e IV

Gabarito Comentado