You are on page 1of 16

Capítulo 1 - Matrizes

Conteúdo

1.1 Operações com matrizes

1.2 Matriz inversa

1.3 Equações envolvendo matrizes

1.4 Característica de uma matriz

1.5 Exercícios de conclusão do capítulo

ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 1

BT   T  1 1  e A  3 2  3     2   Como B T : 2  4 . Resolução: 1. Calcule:  2 1    1 1  1. 1. 1. B    e C   2 5  .1 Operações com matrizes Exercícios resolvidos  1 3   1 2  1.  1 3   1 2  A  B   1 2 3 2     2 1    1 1   11   2  1  3   2   2   1 1 3   2   2  3 1  2   1    9 0  3C  3 2 5    6 15  Então A  B  3C   9 0    6 15    3 15  .1 Verificar se é possível efectuar o produto: A :1 4 . Logo o produto é possível e A  B :1 2 .2 1º método:  1  1 2 1   2   1  . Seja A   1 2 3 2 . AT : 4  1 tem-se B T  AT : 2  1  1   1 1 2 1   2     9  BT  AT     3 2 1 1   3   0     2  ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 2 .1.2 BT  AT .1 A  B  3C . B : 4  2 .

2. B   1 1  e C   2 1  . ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 3 .14 AT  BT 1.4 AT  B     1.21 Que conclusões pode tirar dos problemas anteriores? NOTA: Onde é a matriz identidade de ordem n  3 1  2 1 1    3 1  2.18 A2 1.15 BT  AT   1. se possível:  0 1 0 2    1 1  1.2 A  BT 1.8  2 A T T T 1.1 A  B 1.1 Determine a matriz M  A  B  2C  3I 2 . Seja A    .16 I 2  A  B T 1. Calcule.20  I 5  3 20 1.13  A  B  1.6 AT  B 1.5 AT 1.17 A  A  B 1.3 BT  A 1.  0 1 3    0 2  2.2º método:  9  BT  AT   A  B    9 T   T 0   0  Exercícios propostos 1 0  2 1  1 0 2 1   1.12 A  B 1.7 AT  BT 1.2 Determine a matriz X que verifica X  C  I 2 .19 BT  AT 1.9 A  2BT 1.11 B  A 1. Seja A    e B   0 1 .10 A  I 4 e I 2  A 1.

 0 1 1 3 1 1 0 0   1 1  1.2   1. 1.16    3 3  2 4 0 2  3 3   4 2     1 0 2 1   36 12  1.9   1. 1. 1.18 Não é possível.1 M    2.19  45 1. em que condições se verifica a igualdade  A  B   A2  2 AB  B 2 ? 2 ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 4 .12    0 1 2 0   0 1 0 2  4 3    1 1 2 1 1 2 0 1 0 1 1 1   0 4  0 4 1 3 1. Sendo A e B duas matrizes quadradas da mesma ordem. Seja A    .6   1.14  1. B  e C .Soluções: 2 0  2 2  2 2 2 0 2 2 2 0 1.1 Calcule B  AT .17 Não é possível. 1. 2.4   0 2 1 3 0 2 1 3  2 1   0 3  2 0 0 2  2 2 2 0 1.20 I 5  9  4 5   15 15  2.13   1. 1.2 Determine X  1 3   A  BT  C .11  1.5 A 1.2 X    5 4   2 5 3 5  Exercícios suplementares 1 2 1 3 0 1 2 1  2 1 1.7 Não é possível.1 Não é possível.3   1.8  0 2 1 3 4 0    2 4 1 0 2 1 2 1 4 0   1 4 2 3  0 3 1.10 A 1.15   1.

Soluções:  3 0   3 0  1.2 X    3 1    1 4 3  2. Se A e B forem permutáveis. Prove que UV é simétrica se U e V são permutáveis e vice-versa. ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 5 .1  1. Sejam U e V duas matrizes de ordem n simétricas.3.

recorrendo à definição de inversa de uma  1 4  matriz.1. Resolução: Definição: A  A1  I .  1 1 1  Resolução: Só se pode operar com linhas. Calcule a inversa da matriz B . Calcule a matriz inversa da matriz   .2 Matriz inversa Exercícios resolvidos  3 6  1. 3a  6c  1 a  2 3  b  1  3 6   a b   1 0   3a  6c 3b  6d   1 0  3b  6d  0   1 4    c d    0 1    a  4c b  4d    0 1   a  4c  0  c  1 6             b  4d  1 d  1 2 1  3 6   23 1  Logo    1 2  .  0 0 2 1 0 0   1 1 1 0 0 1  2 1 1 0 1 0   2 1 1 0 1 0     1 1 1 0 0 1  L  L  0 0 2 1 0 0  L  L 2 L 3 1 2 2 1  1 1 1 0 0 1  1 0 0 0 1 1   0 1 1 0 1 2   0 1 1 0 1 2     0 0 2 1 0 0  L  L  L  0 0 2 1 0 0  L 1 1 1 2 3  2 L3  1 0 0 0 1 1  1 0 0 0 1 1   0 1 1 0 1 2  0 1 0 12 1 2     0 0 1 12 0 0  L L  L 0 0 1 12 0 0  2 2 3  0 1 1  Então. B 1  1 2 1 2  1 2 0 0  ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 6 .  1 4   1 6  0 0 2  2. sendo B   2 1 1  .

 1 1 3 2   0 1 2 1 ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 7 . Considere a matriz A   .3 C 1   5 28 6   2 1 0   1 1 0   1 5 1   1 1 2   2 1 3    0 1 1  1 2.1 A   2 4 1  2.6 Não existe 5  1 1 1   6 3 4  1 3. Determine a matriz X tal que B  X  4  A .4 D   1 1 1  2. a matriz inversa das seguintes matrizes:  1 2 0   1 1 1  2 1 12  2.  3 2   1 1  2.5 E 1   3 1 2  2. Seja A  I 4 e B  2 I 4 .6 F   1 0 1  1 0 1   3 0 1   2 4 2  3. Calcule A1 e B 1 .4 D 1 2.Exercícios propostos  1 2   2 1  1 1.5 E   0 2 1  2.2 B   1 1 0  2.3 C   1 0 3   2 3 1   2 1 2   3 1 4   0 1 1  2 1 1  1 2 1 2. Seja A    e B  . X    8 4   7 2 2   2 3 1 13   3 16 3  2. Soluções:  5 3  1.2 B 1    2 3 0 1 3  2. 2 Exercícios suplementares 2 1 1 1 3 2 0 1 1. A1  I 4 e B 1  I4 .1 A   4 1 1 1  2. caso exista. Determine.

 0 1 3 5    1 1 5   4   2 2 2  1.1 Mostre que A   2 2 2  é a matriz inversa da matriz A . ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 8 .2 Obtenha a matriz A1 pelo método da condensação de matrizes.  1 1 3   2   2 2 2    1 3 7 5 1 1.

1 A2  A  A     .2 4B2  2BX 1  O . supondo que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares:   T 1.  3 1   1 2   2 7  Exercícios propostos 1. obtém-se A1   . 1 1   1. ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 9 .3 Equações envolvendo matrizes Exercícios resolvidos  1 1 1.  3 1   2 1   1 3   1 4  Fica então: X     .  3 2  2 1. 1 1   1 AT A2 X  A1  AT X 1 A2  A1  AT X 1 A2 A2  A1 A2  AT X 1I  A1 A2         1 1 1 1  AT X 1  A  AT AT X 1  AT A  IX 1  AT A  X 1  AT A 1    X   AT A  X  A1 AT . a seguinte equação matricial:   1 AT A2 X  A1 . Resolva em ordem a X as seguintes equações matriciais.1. logo existe  A2  e  AT  . Seja A   .2 Resolva em ordem a X .1  AT X    AB   A . 1    2 1 Calculando A 1 . 1. matriz regular. Resolução:  1 1  1 1  4 3  1.2 Como existe A1 verifica-se que A é regular e então A2 e AT são também regulares e.  3 2   3 2   9 7  1.1 Calcule A .

Resolva em ordem a X as seguintes equações matriciais.3 X T A  A  B .   T 1.5 X T  A  B T B  I .4 XAB  BT CX  I .4 X  B 1 A  C T   1.5 X  B 1 T  AT  B Exercícios suplementares 1.3 X  AT ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 10 .1 XA  BT BA1  I . supondo que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares:  1. sendo X uma matriz simétrica.   1.3 AT X T A1 1 T A I.1 X  A  AB   BT A1   1 1.2 X   B 1 2   T 1.  Soluções:   B  T T 1 1. 2.  1.   X  X  1 1 T 1. Soluções: 1 1.1 X  A2 1 1. Mostre que sendo A e B matrizes regulares tais que AB  C então A1CB 1  I .3 X  I  A1 BT   1 1.2 F 1D  XE  T 1  F. 1.2 X  EDT   1 1.

Desta forma:  1 2 0 3   1 2 3 0   1 2 3 0   0 1 1 4   0 1 4 1   0 1 4 1      0 0 0 1  0 0 1 0   0 0 1 0         0 0 0 6  C C 3 4  0 0 6 0  L  L 6 L 4 4 3  0 0 0 0   1 2 3  A maior sub-matriz triangular. sem zeros na diagonal. 1 a b  2.4 Característica de uma matriz Exercícios resolvidos  1 2 0 3   2 3 1 2  1.  1 b 1  Resolução: 1 a b  1 1 1   1 1 1  1 1 1 1 1 1  1 a b   0 a  1 b  1   0 b  1 a  1         1 b 1  L  L  1 b 1  L2  L2  L1  0 b 1 0  C  0 0 b  1  1 2 L L  L 3 3 1 2 C3 Para que car  M   2 temos de fazer b 1  0  a 1  0  b  1  a  1 ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 11 . anulam-se todos os elementos que estão acima ou abaixo da diagonal. Calcule a característica da matriz A .   0 0 1  Logo car  A  3 . que é a ordem da sub-matriz.1. deve tirar-se.  1 1 1 0     1 0 2 1 Resolução: Para o cálculo da característica de uma matriz pelo método da condensação. sendo A   . calcule a e b   de modo que car  M   2 . Sendo M   1 1 1  .  1 2 0 3   1 2 3  0  1 2 0 3   2 3 1 2   0 1 1 4   0 1 1 4      1 1 1 0   0 1 1 3   0 0 0 1    L2 2 L1      1 0 2 1  LL2  0 2 2 2  L3  L3  L2  0 0 0 6  3 L3  L1 L L 2 L 4 4 2 L4  L4  L1 Sempre que aparecer um zero na diagonal. é a matriz de 3ª ordem  0 1 4  .

2 car  B   1 2.2 B   2 2 2  2.3 C   2 1 0  2.6 F    1 0 3 2 1 1  1 2 0       1 3 3 5 3 1  1 1 0  2.1 car  A  3 1. k  1 ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 12 .2 B   2 2 1 2  1.3 car  C   3 1.5 E   1.3 car  C   2 2.1 car  A  5 2.4 D  1 2 1  3 3 3  7 3 0  1 2 1 3. Calcule a característica das seguintes matrizes:  3 2 1 4   1 3 1 3  1. Determine k  de modo que a característica da matriz seja menor do que 4: 1 2 1 5   0 3 5 2  A .5 car  E   3 1.1 A  I5 2.3 C   4 1.4 car  D   2 3.1 A   2 8 3 4   5 4 2 6   3 3 8 16   2 3 1  2 1 3 3   5  3  3 8 4  6 1. Sem efectuar cálculos.2 car  B   2 1. diga qual a característica das seguintes matrizes: 1 1 1  1 1 0  1 1 1       2.Exercícios propostos 1.  2 k 2 2    3 0 2 1  Soluções: 1.4 car  D   2 1.6 car  F   3 2.4 D    3 3 2   6 18 3 16     1 0 1   2 1 3 4 3 2   1 0 2   1 2 0 5 2 1   2 1 1  1.

3 C   2 2 0  1.Exercícios suplementares 1. b  : car  A   1 2.4 car  D   3 2. Calcule a característica das seguintes matrizes:  2 2 1 1 1  1 2 1 1 2  1.1 car  A  1 . de 1 3 b  2  modo que: 2.2 car  B   2 1.2  a  2.2 B     4 10 5 5 7     2 14 7 7 11  1 1 0   4 1 1      1.1 Impossivel. Determine os valores de a e de b .3 car  C   1 1.1 car  A  n 1. b  . a   ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 13 .2 car  A  2 .4 D   2 1 0   3 3 0   0 0 1 1 3 3    2. b    b  1. Considere a matriz A  1 a 1 4  . a. Soluções: 1. 2.1 A  I n 1. a.

supondo que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares.  1 2 3  2 1 0  T  1   2.2 Para a  1 e b  0 calcule.  0 0 1  1 1 0 2. a matriz C tem três linhas e é quadrada.5 Exercícios de conclusão do capítulo 1 0 0  2 1 0 T 1     1. Considere as matrizes A   1 1 3 e B   1 0 1  . 3. Considere as matrizes ( A )   2 1 3 e B   1 0 1  . qual o tipo da matriz Y e o número de colunas da matriz C.3 Resolva a seguinte equação matricial A1 XB   3I  em ordem a X .1 Dada a seguinte equação matricial DYC  I .  1 b 1  3. usando condensação. o tipo da matriz Y e o número de linhas da matriz D. Considere a seguinte matriz: A   1 1 a  . 1. 1 1 2  3. sabendo que matriz D tem quatro linhas e três colunas e a matriz C tem cinco linhas.1 Dada a seguinte equação matricial DYC  I .1. supondo que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares.  3 1 1   1 1 0 1. usando condensação. diga justificando. ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 14 . 1. para os quais a matriz é regular.3 Resolva a seguinte equação matricial ( BX 1 A1)1  (3I )T em ordem a X . 1 2. A 2 . diga justificando.2 Determine a matriz A .2 Determine a matriz A . sabendo que matriz D tem cinco colunas.1 Determine os valores de a. b  . por condensação.   1 T 2.

7  6.2.1 Determine o valor do parâmetro a de modo que A seja regular. 4. Justifique.  1 2 0   2 k k 4    1 1 0  4.  p 1  7. 5. supondo que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares.2 Resolva a equação matricial: A X 1 B 1 T 1  I  AT B em ordem a X . determine a matriz M .1 Discuta a característica da matriz A . Seja A   1 0 1  . 4.2.2 Para p  q  0 . 1 p  5. Considere as matrizes: A   1 k  1 k k  e B   1 . que verifica: M   A  B   A  B  M  I .1 Sem efectuar cálculos.  1 q  7.  0 1 a  6.3 Resolva a equação matricial em ordem a X :  E  X  I   I T    ECD  . p. 6. indique a característica de A .1 Determine os valores de p e de q para os quais a matriz A é singular. 1 6. 2 1  5. resolva em ordem a B a equação matricial: B T A  2I  3 AT A2   1 . ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 15 . supondo que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares. Considere a matriz D   . 7.  a 1 0  6.2 Suponha a  2 . permutável com D e cujos elementos da 1ª linha são todos iguais a 1.2 Para k  0 . a  .1 Calcule a matriz C . em função da variação do parâmetro k . supondo T T que todas as operações são válidas e que as matrizes envolvidas são regulares.2 Faça p  1 e calcule D 1 .  1 0 2   1 k  1  2 1  0 k  4. q  . Seja A    .

1 1.3 X  3 A1B   6 3 3  Y : 3  5.2 A   1 2 1   1 0 2   4 2 12  4.3 X  CD  E 1  I  3 1 1 2   1 1  1 1  5. p0 7.3 X   5 3 2 3 1 3   9 6 1   4 3 43 1   2 1 2  3.1 q   .2 B    p  2 3  ISEP – ALGAN – Engenharia Informática 16 .2 M   3 2 0  4. C : 5  4 4  0 3 1   6 3 9   1 1 0   1 1 3 1 3  2.2 A   2 1 1 0  2.3 X  AT BT A  I 1 7  1  3 2  7. k  4.2 car  A   3 6.1 a  6.1 C   .1 Y : 5  3.1 car  A  3.2 D 1    2 p 1    2 1  1  \ 0   B  T 6. p \ 0 5. D : 3  5 2.Soluções:  4 7 5   9 12 6  1.2 A   0 1 1  1 1.1 a  2  b  1 2 3.