You are on page 1of 2

LITERATURA BRASILEIRA: HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA

Atividade de sala correspondente ao dia 28 de agosto de 2013


Aluna: Aline Barbosa de Almeida

A definição do que é literatura sempre foi um grande problema para os teóricos da


área, já que se trata de um campo que carrega traços de uma subjetividade complexa,
diversificada e criativa.
Assim, um dos primeiros conceitos do que seria literatura surgiu por meio da Mimese,
que traz a ideia da literatura como uma reprodução ou imitação do real, tal concepção se
estendeu desde a antiguidade até metade do século XVIII.
Nesse sentido, com o passar dos estudos e das tentativas de definições, surge o
conceito de que a literatura, segundo os Formalistas Russos, seria aquilo que causava
estranhamento, em que a fusão da rima, métrica, som, imagem, ação, entre outros aspectos,
tiram o leitor da ideia de vivência comum que ele tem do mundo.
Saindo desse foco, os estudos hermenêuticos trazem uma visão mais introspectiva da
definição da literatura, eles suscitam que a literatura é como se fosse um mundo poeticamente
vivido pelos homens, em que ela distorce o olhar ordinário de mundo para que o leitor
pudesse enxergar poeticamente. Assim, ela se preocupava com o significado da obra, em que
o mesmo variava de acordo com o tempo, o espaço e o leitor. Tal vertente mencionava que a
obra possuía vários significados de acordo com a época, por isso a ideia de multiplicidade
interpretativa ou circularidade interpretativa, que precederia os estudos da Estética da
Recepção, em que a definição do que é literatura passa estar nas mãos do leitor.
Desse modo, os diversos caminhos da teoria da literatura procuram adaptar ou nomear
a literatura de acordo com suas ideologias e preceitos teóricos, como é o caso dos estudos
estruturalistas e semióticos que veem a literatura como um conjunto de códigos, em que a
produção dos mesmos gera uma nova maneira de ler, criando assim, um processo dialético
entre texto-leitor.
Mais recentemente, os estudos culturais tem reposicionado o olhar nas novas
disciplinas, em que assimilam a literatura para outras áreas da arte, como quadrinho, cinema,
fotografia e assim por diante. Nesse sentido, eles têm a função de perceberem a cultura nas
obras literárias e identificar aquelas que codificam, expressam ou celebram alguma
manifestação artística em um viés interartístico.
Portanto, pode-se mencionar que não há uma definição exata do que é literatura,
decerto o termo clichê arte da palavra é o que mais a denomina como um conceito definido,
já que a linguagem literária não é carrega de uma objetividade como nos textos informativos.
No que concerne à concentração da história da literatura, ressalta-se que a mesma é
justamente esse percurso de estudo das vertentes literárias sob o objeto literário, que é a obra
em si e como que esses estudos se deram em determinado espaço e tempo, então, perspectiva-
se que o olhar da disciplina Literatura Brasileira: História e Historiografia irá recair sobre
esse parâmetro, levando em consideração não só a literatura, mas o homem e sua sociedade.