You are on page 1of 25

Governo do Estado do Rio Grande do Norte

Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN
Pró-Reitoria de Ensino de Graduação – PROEG
Home Page: http://www.uern.br E-mail: proeg@uern.br
UNIDADE: Campus Avançado de Natal

Unidade III
1. Ondas Eletromagnéticas

Professor Dr. Edalmy Oliveira de Almeida

Sumário

1. Ondas Eletromagnéticas;
2. Energia e momento linear em ondas
eletromagnéticas;
3. Ondas eletromagnéticas estacionárias

.

. Como mostrado na Fig. 1 O espectro eletromagnético. Somos constantemente banhados por ondas eletromagnéticas de todo este espectro. hoje conhecemos um largo espectro de ondas eletromagnéticas. O Arco-Íres de Maxwell Na época de Maxwell (meados do século XIX). Hertz descobriu o que hoje chamamos de ondas de rádio e verificou que se propagam com a mesma velocidade que a luz visível. a luz visível e as radiações infravermelha e ultravioleta eram as únicas ondas eletromagnéticas conhecidas. Nossos corpos são também atravessados por sinais de rádio e televisão. 1. que foi chamado por um autor criativo de “arco-íris de Maxwell”. Fig. Inspirado pelas previsões teóricas de Maxwell.

O centro da região visível corresponde aproximadamente a 555 nm. de particular interesse para nós. 2 Sensibilidade relativa do olho humano a ondas eletromagnéticas de diferentes comprimentos de onda. entretanto. já que a curva de sensibilidade do olho tende assintoticamente para a linha de sensibilidade zero. Os limites do espectro visível não são bem definidos. Fig. à qual o olho é sensível. naturalmente. Se tomarmos arbitrariamente como limites os comprimentos de onda para os quais a sensibilidade do olho é 1% do valor máximo. contanto que sejam suficientemente intensas. tanto para grandes como para pequenos comprimentos de onda. A região visível do espectro é. . Esta parte do espectro eletromagnético. A Fig. é chamada de luz visível. estes limites serão aproximadamente 430 e 690 nm. 2 mostra a sensibilidade relativa do olho humano a radiações de vários comprimentos de onda. luz deste comprimento de onda produz a sensação de verde claro. o olho pode detectar radiações fora deste limites.

O componente principal é um oscilador LC. que estabelece uma freqüência angular w = (1/√LC). de forma esquemática. Descrição Quantitativo de uma Onda Eletromagnética Vamos agora discutir como é gerado outro tipo de ondas eletromagnética. mas de dimensões relativamente pequenas. 3 mostra. Para simplificar a discussão. . vamos nos restringir à região do espectro (comprimento de onda λ = 1) na qual a fonte de radiação (as ondas emitidas) é macroscópica. Fig. P é um ponto distante no qual um detector pode indicar a presença da onda. 3 Sistema usado para gerar uma onda eletromagnética na faixa de rádio de ondas curtas do espectro eletromagnético: um oscilador LC produz uma corrente senoidal na antena. As cargas e as correntes neste circuito variam senoidalmente com esta frequência. A Fig. uma fonte externa. que a onda.

d A  0 Lei de Gauss para os campos magnéticos   d  B.d l   Lei de Faraday B dt . conhecidas como equações de Maxwell:   Qint E.d A  Lei de Gauss para os campos elétricos  0 B.d l    i    Lei de Ampère E   dt  0 C 0 int d E. Ele descobriu que os princípios básicos do eletromagnetismo podem ser descritos em quatro equações.Equações de Maxwell e ondas eletromagnéticas Maxwell provou em 1865 que uma perturbação eletromagnética pode se propagar no espaço vazio com uma velocidade igual a velocidade da luz e que a luz era uma onda eletromagnética.

As várias frequências possíveis de ondas eletromagnéticas constituem um espectro. f . Uma onda eletromagnética que se propaga na direção do eixo x possui um campo elétrico e um campo magnético cujos módulos dependem de x e t: E  x. 02 Onde E e B são os módulos dos campos em um instante qualquer.1. O campo elétrico induz o campo magnético e vice-versa. A velocidade de qualquer onda eletromagnética no vácuo é c. 01 Onde Emáx e Bmáx são as amplitudes de e . que pode ser escrita como: E 1 c   3  108 m / s B  0 0 Eq. Ondas Eletromagnéticas Ondas eletromagnéticas é formada por campo elétricos e magnéticos variáveis. do qual uma pequena parte constitui a luz visível. t   Bmáx coskx  wt k Eq. t   Emáx coskx  wt  j B x. f  c  . V  .

as oscilações senoidais de E e B estão em fase. A medida que o tempo passa. a onda se desloca para a direita com velocidade c. Em qualquer ponto. As amplitudes devem ser relacionadas por Emáx  cBmáx . As curvas senoidais da figura acima representam valores instantâneos dos campos elétricos e magnéticos em função de x.

t   Bmáx coskx  wt  j 2 2 k   5.5 x10  2 cos 5.Exemplo: 1 Um laser de dióxido de carbono emite ondas eletromagnéticas senoidais que se propagam no vácuo no sentido negativo do eixo Ox.93 x105 rad / m  10.5 MV/m B V 0 x E x. o campo E é paralelo ao eixo Oz e seu modulo máximo é igual a 1.93x105 x  1.93x105 x  1.t) → Emáx = 1.5 MV/m. t   Emáx coskx  wt k E z B x.6 μm Ez (x.5 x10  2 T c 3x10 8   E  x. t   0.108 w  2f    1. t   Bmáx coskx  wt  j  B x. .78 x1014 rad / s  10.78 x1014 t j .6 x10 6 2c 2. Sentido – Ox y λ = 10. Escreva as equações vetoriais para E e para B em função do tempo e da posição. O comprimento de onda e igual a 10.6 μm.6 x10 6 Emáx 1.78 x1014 t k  B x. t   1.3.5 x106 cos 5. t   Emáx coskx  wt k  E  x.5 x106 Bmáx    0.

As equações são substituídas por E  vB e B  vE com ε = Kε0 a permissividade do dielétrico e K a constante dielétrica. exceto para materiais ferromagnéticos isolantes. Em um dielétrico. e μ = Km μ0 a permeabilidade do dielétrico e Km sua permeabilidade relativa. ou seja. em dielétricos. Assim. a velocidade de propagação da onda v não é a mesma velocidade que no vácuo. Quando Km ≈ 1. As ondas eletromagnéticas também podem se propagar na matéria. Encontramos para a velocidade da onda v a expressão 1 1 1 c v    kk m  0 0 kk m Para quase todos os dielétricos. . 1 1 c v  k  0 0 k Como K é sempre maior do que 1. Podemos estender nossa analise para ondas eletromagnéticas se propagando em materiais não condutores. a permeabilidade relativa Km e aproximadamente igual a 1. a velocidade v da onda é sempre menor do que a velocidade no vácuo c. A razão entre a velocidade no vácuo e a velocidade em um material e o índice de refração n do material.

0M Hz k = 5.09. Calcule o comprimento de onda no vácuo.84 k = 10.0 km = 1. Determine o comprimento de onda no vácuo.09x1014 Hz f = 90.0 km = 1000 . a) b) f = 5. (b) Uma onda de radio com frequência de 90. você segura um diamante contra a iluminação de um poste de rua. Nessa frequência.0 e Km = 1000. O vapor de sódio aquecido do poste emite uma luz amarela com frequência de 5. Nessa frequência.0 MHz (na faixa de FM) passa do vácuo para uma ferrita isolante (um material ferromagnético usado em cabos de computador para suprimir a interferência do rádio). a ferrita possui propriedades K = 10.0. a velocidade da propagação da onda na ferrita e o comprimento de onda na ferrita.1014 Hz. c  n  kk m  k v Exemplo: 2 (a) Ao visitar uma joalheria certa noite.84 e Km = 1. o diamante possui propriedades K = 5. a velocidade da propagação da onda no diamante e o comprimento de onda no diamante.

84.1 2.24 x108 m / s kk m 5.03m f 90 x10 6 .1000 100 v 3 x106    0.24 x108    244nm f 5.4166 v 1.9 x10 7 m  590nm f 5.09 x1014 b) No vácuo c 3 x108 0    3.09 x10 14 No diamente c 3 x108 3 x108 v    1.33m f 90.a) No vácuo c 3 x108 0    5.10 6 Na ferrita c 3 x108 3 x108 v    3 x10 6 m / s kk m 10.

os módulos de E e B são relacionados por E B   0 0 E c Combinando as duas equações anteriores. a densidade de energia associada ao campo E na onda simples e igual a densidade de energia associada ao campo B. A densidade de energia total u em uma região do espaço vazio onde existem os campos E e B é dada por 1 1 2 u  0E2  B 2 20 Para a onda eletromagnética no vácuo. podemos expressar a densidade de energia u em uma onda eletromagnética simples no vácuo por 1 u  0E2  2 1 20    0 0 E   0 E 2 Isso mostra que. A densidade de energia u de uma onda eletromagnética senoidal também é uma função do tempo e da posição. uma onda eletromagnética transporta energia. Energia e momento linear em ondas eletromagnéticas Como qualquer onda. 2. . no vácuo.

denominado vetor de Poynting S: 1 S EB 0 O vetor S aponta sempre no sentido positivo de x. em que Emáx Bmáx S méd  20 que é a metade do valor máximo de S.2R 2 . o sentido de propagação da onda. podemos expressar a intensidade de uma onda senoidal no vácuo: Emáx Bmáx Emáx 1 0 2 1 Emáx   0 cEmáx 2 I  S méd    2 20 20c 2 0 2 P  S méd . Usando as relações Emáx = cBmáx e ε0μ0 = 1/c2. Podemos definir uma grandeza vetorial que descreve o modulo. O valor médio da função cos2(kx – ωt) e igual a ½ . o valor médio do vetor de Poynting em um ciclo completo é dado por Sméd = I. Assim. a direção e o sentido do fluxo de energia.

48V / m .85 x10 12. determine as amplitudes Emáx e Bmx detectadas por um satélite a uma distância de 100 km da antena.48 Emáx 2  Bmáx  R  0 c 2 3 x108 50 x103 Bmáx  8.Exemplo: 3 Uma estação de radio na superfície terrestre emite ondas senoidais com uma potência média total igual a 50 kW. Supondo que a emissora irradie uniformemente em todas as direções acima do solo.16 x10 8 T   1002 8.85 Emáx  24.3 x108 Emáx 50 x103 Emáx  3 8. P = 50 kW d = 100 Km  P  S méd .2R 2 Emáx  cBmáx 1 Emáx  S méd   0 cEmáx 2 Bmáx  2 c P 24.

A taxa dp/dt com a qual o momento linear é transferido para a superfície absorvedora e a forca realizada sobre essa superfície. A taxa de do fluxo do momento linear por unidade de área e dado portanto 1 dP S EB   A dt c  0 c A taxa media dessa transferência de momento linear por unidade de área e então Sméd/c = I/c. ou pressão da radiação Prad. Quando a onda e totalmente absorvida. O volume dV ocupado por uma onda eletromagnética que passou com velocidade c através de uma área A no tempo dt e dado por dV = Acdt. Quando uma onda eletromagnética e absorvida por uma superfície. A forca média por unidade de área produzida pela onda. Esse momento linear e responsável pelo fenômeno chamado de pressão de radiação. Além de energia. temos . é igual ao valor médio de dp/dt dividido pela área A da superfície absorvedora. ele não e associado com a massa de uma partícula se movendo no mesmo sentido. o momento linear da onda também e transferido para essa superfície. Consideramos uma superfície perpendicular a direção de propagação. com uma correspondente densidade de momento linear dada pelo módulo dp EB S   dV  0 c 2 c 2 Esse momento linear e uma propriedade do campo. as ondas eletromagnéticas transportam momento linear p.

9 x10 5 N 3x10 8 .4 x10 . A = 4 m2 P  I . a variação do momento linear e duas vezes maior e a pressão de radiação e dada por 2 S méd 2 I Prad   c c Exemplo: 4 Um satélite em orbita em torno da Terra possui um painel coletor de energia solar com área total igual a 4. S méd I Prad   c c Quando a onda e totalmente refletida.4 3 c P  5. A I = 1. calcule a potência solar média absorvida e a força média exercida pela pressão de radiação.103 W/m2.6 x103  1.4.A F  Prad .6 x103W P F c P  5.4x103 w/m2 I F  .6kW F 5. de intensidade I = 1.0 m2.A P  1. é perpendicular a superfície do painel e é totalmente absorvida. Sabendo que a luz solar.

e analogamente para o campo magnético B resultante. O principio de superposição afirma que o campo E resultante em qualquer ponto é dado pela soma vetorial do campo E da onda incidente com o campo elétrico da onda refletida. Ondas eletromagnéticas estacionárias As ondas eletromagnéticas podem ser refletidas pela superfície de um condutor (uma lamina metálica polida) ou de um dielétrico (uma placa de vidro). as funções de onda para a superposição das duas ondas são dadas por E y  x. t    Bmáx coskx  wt   coskx  wt  Usando as identidades cos(a ± b) = cos a cos b ± sen a sen b obtemos: E y  x.3. Portanto. t   Emáx coskx  wt   coskx  wt  Bz  x. A superposição de uma onda incidente com uma onda refletida forma uma onda estacionaria. t   2 Bmáx coskx  coswt  . t   2 Emáx senkx senwt  Bz  x.

Cada um desses planos constitui um plano antinodal do campo E. Ey(x. Os dois planos condutores devem ser planos nodais para o campo E. ... existem planos para os quais o modulo Ey(x. Além disso.. 2π. (Planos antinodais) 4 4 4 Consideramos agora um segundo plano condutor paralelo ao primeiro e situado sobre o eixo + Ox a uma distância L desse plano. o campo elétrico Ey(x = 0.. devido a natureza do condutor perfeito. .  . ou seja. .t) atinge duas vezes por ciclo o valor máximo possível de 2Emáx.. para os quais sen kx = 0. π. … Essas posições são dadas por  3 x  0. O campo magnético total e igual a zero para todos os instantes dos planos determinados pela condição cos kx = 0.. Para que exista uma onda estacionaria. uma onda estacionaria só poderá se formar quando o segundo plano estiver situado sobre um ponto para o qual E = 0. Vemos que para x = 0.. Isso ocorre para os planos  3 5 x . kx = 0. L deve ser um múltiplo inteiro de λ/2... (Planos antinodais) 2 2 Esses planos são denominados planos nodais do campo E. . Entre dois planos nodais sucessivos. Os comprimentos de onda que satisfazem essa condição são dados por tanto .t) e igual a zero em qualquer instante em todos os pontos sobre os planos perpendiculares ao eixo Ox.t) é sempre igual a zero..

(a) Calcule o comprimento de onda mais longo e a menor frequência das ondas estacionarias entre as paredes. 3. Exemplos: 5 1) Calcule a intensidade da onda estacionaria discutida nesta seção. 2.50 cm.. uma dada forma de onda e uma configuração dos planos nodais. cada um dos quais com uma frequência característica. (b) Para a onda estacionaria com o comprimento de onda mais longo. 2) Ondas eletromagnéticas estacionarias são produzidas em uma cavidade com duas paredes fortemente condutoras e separadas por uma distância de 1. n  2L n  1. 3.. n 2L Existe um conjunto de modos normais. n As frequências correspondentes são fn  c n c n  1. 2...... em que pontos da cavidade E possui seu modulo máximo? Em que pontos E é igual a zero? Em que pontos B possui seu modulo máximo? Em que pontos B e igual a zero? ...

2 2 x  0. . 1 ...São maiores que o comprimento da cavidade 2 . .. .50cm 3 1 .... 1 .n 1 1 I   0 c 4 Emáx 2 n 2 1  2 L  3cm I  2 0 cEmáx 2 f1   c 3x108  1x1010 Hz  10GHz 1 3 x10 2 2 Emáx Bmáx I  b) 0 1 31 51 Plano antinodais de B  x  ..São maiores que o comprimento da cavidade  4 4  3 Planos antinodais de E  x  0.. 1 1 .. 1.......75cm 31 51 . I   0 c2 Emáx  2) 1) 1 2 a) 2 2L n  .. 4 4 4 x  0.

Tipicamente. 4. Calcule (a) o comprimento de onda. 4.t) e para B(z.108 m/s em um dado pedaço de vidro. Escreva equações vetoriais para E(z. (a) Qual e a intensidade da luz visível (em W/m2) na superfície da lâmpada? (b) Quais são as amplitudes dos campos elétricos e magnéticos nessa superfície.10.82. (b) o número de onda. (b) o comprimento de onda da onda com a mesma frequência que se propaga no vácuo.7. 6 . a amplitude do campo magnético da onda eletromagnética é igual a 4. o restante vai.17. Podemos modelar de forma razoável uma lâmpada incandescente de 75 W como uma esfera com 6. somente cerca de 5% da energia vai para a luz visível. (d) a constante dielétrica do vidro nessa frequência. para a radiação infravermelha não visível. Uma onda eletromagnética com frequência 5.0 cm de diâmetro. 9 ) 1.25 μT e um comprimento de onda de 432 nm se desloca no sentido +x através do vácuo.t). para uma onda senoidal com essa intensidade? .1014 Hz se desloca no vácuo no sentido +z.10-4 T.10-11 T. 2. Uma onda eletromagnética senoidal com frequência igual a 6. (c) a frequência angular. (a) Qual e a frequência dessa onda? (b) Qual e a amplitude do campo elétrico associado? (c) Escreva as equações para os campos elétrico e magnético em função de x e de t. 5. supondo que a permeabilidade relativa seja igual a 1. (d) a amplitude do campo elétrico. O campo magnético B é paralelo ao eixo Oy e possui amplitude de 5. Determine (a) o comprimento de onda da onda no vidro. (c) o índice de refração n do vidro para uma onda eletromagnética com essa frequência. Uma onda eletromagnética senoidal com um campo magnético de amplitude 1.Lista de exercícios: Questão do trabalho (1. 8.80. 5. 2. Uma certa estação de radio emite ondas com frequência de 830 kHz. Para uma dada distância do transmissor.1014 Hz se propaga com uma velocidade de 2.70. 3. 3. em grande parte.

Se a estrela irradia uniformemente em todas as direções.10. A uma distância de 5.20.0 m da fonte.1010 Hz. Uma fonte de luz monocromática possui potência total igual a 60. qual e a potência média total? 7.10-6 Pa.0.1010 Hz e velocidade de propagação de 2.103 W/m2. Calcule: (a) o comprimento de onda desse material.0 W e irradia uniformemente em todas as direções uma luz de comprimento de onda igual a 700 nm. Qual e a potência média total da fonte? 9. 8.108 m/s.6. (c) a velocidade de propagação da onda. (a) Qual é a distância entre um plano nodal do campo B e o plano antinodal mais próximo do campo B? (b) Qual é a distância entre um plano antinodal do campo E e o plano antinodal mais próximo do campo B? (c) Qual e a distância entre um plano nodal do campo E e o plano nodal mais próximo do campo B? . a pressão de radiação sobre uma superfície perfeitamente absorvedora e 9. 10.55 mm.0 m da fonte. Uma onda eletromagnética estacionaria em certo material possui frequência igual a 2. (b) a distância entre dois planos nodais adjacentes do campo E. Uma fonte de luz intensa irradia uniformemente em todas as direções.0. Calcule Emáx e Bmáx para a luz de 700 nm a uma distância de 5.20.0. A distância entre dois planos nodais consecutivos do campo B e igual a 3. Uma onda eletromagnética estacionaria em certo material possui frequência de 1.1010 m de uma estrela mede que a intensidade total da radiação eletromagnética da estrela e de 5. Uma sonda espacial que esta a 2.

11.0 cm mais comprido do que o especificado no item (a). (a) Qual deve ser a largura desse forno para que possa conter cinco planos antinodais do campo elétrico ao longo da sua largura no padrão de onda estacionaria? (b) Qual e a frequência dessas micro-ondas? (c) Suponha que.2 cm. por um erro de fabricação. qual teria de ser a frequência das micro-ondas para ainda haver cinco planos antinodais do campo elétrico ao longo da largura do forno? . As micro-ondas de um forno de micro-ondas possuem um comprimento de onda de 12. Nesse caso. o forno tenha ficado 5.