You are on page 1of 8

ANHANGUERA EDUCACIONAL

OSASCO

BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Aloisio Rocha Batista - RA: 5981386078


César Augusto dos Santos- RA:2276610923
Joyce Maura dos Reis – RA: 7780793503
Lucieldo Aguiar da Silva- RA:2597761515
Pércio Gonçalves – RA: 6037560920

MARCHA ATLÉTICA

OSASCO
2017
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO .................................................................................................. 03

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ........................................................................ 05

3 PROPOSTA DE PESQUISA .............................................................................. 06


3.1 Tema do Projeto .......................................................................................... 06
3.1.1 Método de Pesquisa .......................................................................... 06
3.1.2 Público Alvo ....................................................................................... 06
3.1.3 Procedimentos Adotados ................................................................... 06

REFERÊNCIAS ..................................................................................................... 07

ANEXOS .............................................................................................................. 08
3

1 INTRODUÇÃO
As diferentes fases do desenvolvimento humano no contexto que caracteriza o
movimento como fator de extrema importância para ensino/aprendizagem será o
objeto de estudo dessa produção textual.
Desde crianças desenvolvemos habilidades motoras, seja no simples fato de
ficar em pé a primeira vez ou engatinhar já são fatores motores que influenciam de
maneira significativa nosso ciclo vital, esses fatores vão se desenvolvendo de maneira
mais complexa com o passar do tempo, ou seja, por meio das nossas vivencias e
experiências aprendemos a controlar o corpo de acordo com as necessidades do
cotidiano: correr, andar, saltar, manusear diferentes tipos de objetos, postura entre
outras coisas.
Alguns especialistas no assunto acreditam que a capacidade de
desenvolvimento motor está ligado à várias necessidades e fatores endógenos e
exógenos, a própria criação familiar e costumes interferem de certa forma no
desenvolvimento motor da criança, por exemplo uma família que o pai e a mãe
praticam diferentes atividades físicas, na maioria das vezes seus filhos(as) também
terão o costume de praticar esportes e desse modo as crianças irão desenvolver a
coordenação motora e diferentes movimentos com mais facilidade.
Mas é preciso deixar bem claro que a educação familiar não é o fator único para
desenvolvimento motor da criança, pois alguns fatores biológicos podem interferir nos
movimentos motores, algumas crianças sofrem de dispraxia, déficit de atenção e
disfunção perceptiva-motor.
Por esses motivos é de suma importância destacar que com o advento do
atletismo em suas diferentes variações como subsídio pedagógico alteram de forma
significativa o desenvolvimento motor da criança, além de promover uma habilidade
que pode ser relacionada com suas práticas cotidianas, tornando-as mais fáceis de
serem realizadas.
Portanto, o incentivo para a prática do atletismo é essencial para promover o
desenvolvimento motor da criança, pois essa prática estimula diferentes capacidades
de movimento no corpo, ou seja, a iniciação do atletismo na infância é um subsídio de
extrema importância no processo de ensino/aprendizagem levando em consideração
o desenvolvimento motor, uma prática pedagógica como as outras áreas do
conhecimento, que também merece atenção.
4

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
O desenvolvimento humano na criança caracteriza- se pela aquisição de um
amplo espectro de habilidades motoras, que possibilita a criança a um amplo domínio
do seu corpo em diferentes posturas, (estáticas e dinâmicas), locomover-se em meio
ao ambiente de variadas formas como: andar, correr, saltar, etc, e manipular objetos
e instrumentos diversos (receber uma bola, arremessar uma pedra, chutar, escrever
etc). Esses movimentos são essenciais para que a criança tenha diferentes
habilidades. Essas habilidades básicas são requeridas para a condução de rotinas
diárias. Como também, servem a propósitos lúdicos, tão característicos na infância.
A cultura requer das crianças, já nos primeiros anos de vida e, particularmente,
no início de seu processo de escolaridade, o domínio de várias habilidades.
Essa relação de independência entre as fases de habilidades básicas e de
habilidades especializadas, detona a importância das aquisições motoras iniciais da
criança.
O estágio inicial aos 02 anos de idade representa habilidades fundamentais
onde o movimento é caracterizado por elementos que faltam ou que são sequenciados
e restritos pelo uso exagerado do corpo.
O estágio elementar de 03 a 04 anos, envolve maior controle e coordenações
rítmicas dos movimentos fundamentais. Nota-se que nesse estágio há uma
sincronização dos elementos temporais e espaciais do movimento.
O estágio com mais eficiência é o estágio maduro, a fase dos movimentos
fundamentais é caracterizada por desempenho mais eficiente, mais coordenados e
controlados. Isso significa que todas as crianças/adultos que tiveram boa coordenação
motora, maior eficiência, nas execuções dos movimentos, maiores habilidades
coordenativas, podem e devem praticar atividades esportivas. Tendo em vista que
cada indivíduo deve sempre respeitar suas capacidades e limites.
Qualquer praticante esportista, principalmente iniciante, deve conhecer seus
principais métodos de execução, seus fundamentos e suas capacidades individuais.
É através do movimento que a criança experimenta suas possibilidades e seus limites
motores. O movimento possui papel importante nas relações necessárias ao
desenvolvimento motor da criança. O desenvolvimento através de seus fundamentos,
tem uma ligação direta com o esporte. Existem algumas modalidades no esporte que
requer mais coordenações motoras nas execuções dos exercícios. No atletismo por
exemplo, temos a marcha atlética. É uma modalidade onde se executa uma
5

progressão de passos de maneira que o atleta sempre mantenha o contato com o


solo, pelo menos um dos pés, é um dos esportes mais importantes no atletismo. A
marcha atlética se originou das disputas de caminhadas que ocorreram entre os
séculos XVII e XVIII. Em 1908 foi levada ao esporte com distâncias menores que
variam entre 3km e 15km.
A repercussão, entretanto, foi tão negativa que foi retirada da programação,
voltando em apenas 1928. A partir de 1956, as provas de marcha atlética tiveram a
metragem que possuem atualmente, 20km na categoria feminina e 50km na categoria
masculina. A marcha atlética chegou no Brasil em 1936, e no ano seguinte aconteceu
a primeira competição oficial.
6

3 PROPOSTA DE PESQUISA

3.1 - Tema do projeto


- Como as diferentes fases do desenvolvimento humano no contexto dos fundamentos
do movimento humano influenciam no ensino do atletismo?

3.1.1 - Método de Pesquisa


Para que possamos chegar o mais próximo de uma de uma resposta para essa
pergunta (tema), utilizaremos a Pesquisa Bibliográfica.

3.1.2 - Público alvo


Teremos como público alvo jovens, homens e mulheres, entre 10 e 16 anos.

3.1.3 - Procedimentos adotados


A partir do material levantado, analisaremos as principais diferenças entre os jovens
que praticaram, durante a fase do desenvolvimento dos movimentos, alguma
modalidade do atletismo, em específico, a modalidade de marcha atlética e aqueles
que passaram por esse desenvolvimento sem a prática dessa atividade.
Constataremos se os jovens que passaram por essa experiência com a prática do
atletismo desenvolveram habilidades superiores às habilidades que os jovens que não
praticaram desenvolveram.
7

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO HUMANO: ARTIGO QUE TRABALHA O


DESENVOLVIMENTO MOTOR. Disponível em:
<http://www.luzimarteixeira.com.br/wp-content/uploads/2010/05/desenvolvimento-
motor-e-transtornos-de-coordenacao.pdf>. Acesso em: 17 Nov. 2017

FUNDAMENTOS DO MOVIMENTO HUMANO: ARTIGO QUE ABORDA UMA


TEMÁTICA VOLTADA O DESENVOLVIMENTO MOTOR E OS MOVIMENTOS
HUMANOS. Disponível em: <
https://periodicos.ufsc.br/index.php/extensio/article/view/1807-
0221.2016v13n24p105/33290.>. Acesso em: 16 Nov. 2017.

ATLETISMO: ARTIGO QUE EXPLICA O DESENVOLVIMENTO MOTOR DE


CRIANÇAS QUE INICIAM NO ATLETISMO. Disponível em:
<https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/8057/4827.>. Acesso em: 16 Nov.
2017.
8

ANEXOS