You are on page 1of 5

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do

Sul
Escola de Direito
Serviço de Assistência Jurídica Gratuita - SAJUG
EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA
VARA DE FAMÍLIA DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE PORTO
ALEGRE/RS

MARILENE BRUM AMARAL, casada, encarregada


de setor, CPF n. 891.293.770-72, residente e
domiciliada na Rua F, Vila Nossa Senhora de Fátima,
nº 42, bairro Bom Jesus, Porto Alegre, RS, CEP 91420-
721, sem endereço eletrônico, vem respeitosamente
perante Vossa Excelência, por seus procuradores
firmatários, promover

AÇÃO DE DIVÓRCIO LITIGIOSO

em face de GLADIMIR AMARAL, casado, técnico de


enfermagem, residente e domiciliado na Rua F, Vila
Nossa Senhora de Fátima, nº 33, Bairro Bom Jesus,
Porto Alegre, RS, CEP 91420-721, sem endereço
eletrônico conhecido e com endereço profissional no
Hospital da ULBRA, localizado na Rua Farroupilha,
nº8001, bairro São José, Canoas, RS, CEP 92425-900,
pelos seguintes fatos e fundamentos:

Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 08 – Sala 140 | CEP 90619-900 | Porto Alegre, RS – Brasil
Fone: (51) 3320-3532 | E-mail: sajug@pucrs.br | www.pucrs.br/direito
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do
Sul
Escola de Direito
Serviço de Assistência Jurídica Gratuita - SAJUG
DOS FATOS

A requerente casou com o requerido em 20.12.1996, pelo regime da


comunhão parcial de bens, conforme registro no Cartório do Registro Civil
de Casamentos e óbitos da 4ª Zona de Porto Alegre (Certidão de
Casamento anexa).

As partes não adquiriram patrimônio na constância do casamento e estão


separadas de fato há aproximadamente seis meses, sem que haja
possibilidade de reconciliação.

O casal gerou dois filhos na constância do casamento – LEONARDO BRUM


AMARAL, nascido em 28.02.2001 e NICKOLAS BRUM AMARAL, nascido em
28.04.2003 – conforme Certidões de Nascimento anexas.

A autora exerce a guarda unilateral fática dos filhos menores e pretende


obter a guarda definitiva, tendo em vista que é mãe responsável, zelosa e
extremamente dedicada a promoção da educação e bem-estar do menor.
Assim cumpre rigorosamente todos os deveres maternos.

Considerando-se que a requerente não possui condições de arcar sozinha


com as despesas necessárias para o seu próprio sustento e as dos filhos,
de forma minimamente digna, necessita com urgência a fixação de pensão
alimentícia em favor dos filhos.

A autora passará a assinar o nome de solteira MARILENE ROQUE BRUM.

DOS FUNDAMENTOS

Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 08 – Sala 140 | CEP 90619-900 | Porto Alegre, RS – Brasil
Fone: (51) 3320-3532 | E-mail: sajug@pucrs.br | www.pucrs.br/direito
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do
Sul
Escola de Direito
Serviço de Assistência Jurídica Gratuita - SAJUG

A pretensão da requerente é fundada no princípio da dignidade da pessoa


humana, art. 1º, III e no art. 226, parágrafo 6º, ambos da Constituição
Federal; no art. 1571, IV, 1580 parágrafo 2º e art. 1.694, caput, todos do
Código Civil; na Lei n.º 6.515/77 alterada pela Lei 7.841/89 e na Lei de
Alimentos n.º 5.478/68.

DOS PEDIDOS

Assim, manifesta interesse na designação de audiência de conciliação e


com base nos fundamentos acima REQUER:

a) Sejam, LIMINARMENTE, fixados alimentos provisórios em favor dos


filhos, no valor de 50% do salário mínimo nacional, com base no disposto
no art. 4º da lei 5.478 de 25 de julho de 1978, a serem depositados em
conta corrente em nome da autora;

a) O deferimento do benefício da Assistência Jurídica Gratuita, porque é


pessoa de condição pobre, não podendo arcar com as custas e com os
honorários advocatícios, conforme declaração em anexo;

b) A citação do requerido, para contestar, querendo, sob pena de revelia


quanto à matéria de fato, bem como a intimação do digno representante
do Ministério Público;

Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 08 – Sala 140 | CEP 90619-900 | Porto Alegre, RS – Brasil
Fone: (51) 3320-3532 | E-mail: sajug@pucrs.br | www.pucrs.br/direito
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do
Sul
Escola de Direito
Serviço de Assistência Jurídica Gratuita - SAJUG
c) A produção de provas em direito admitidas, em especial o depoimento
pessoal das partes, prova documental, assim como a produção de prova
testemunhal, na audiência designada;

d) A alteração do nome da autora, passando a adotar o nome de solteira,


qual seja, MARILENE ROQUE BRUM.

e) A total procedência da presente ação, mediante a decretação do


DIVÓRCIO entre partes, expedindo-se ao final, Mandado de Averbação ao
cartório competente, bem como a condenação do requerido ao pagamento
definitivo da pensão alimentícia aos seus filhos, no valor de 40% dos seus
vencimentos – devendo incidir sobre décimo terceiro salário, férias, verbas
rescisórias e indenizatórias – descontados em folha de pagamento e, em
caso de ausência de vínculo empregatício, 50% do salário mínimo nacional,
a ser depositada em conta corrente em nome da autora;

f) A condenação do réu ao pagamento dos honorários sucumbenciais.

Atribui à causa o valor de R$

Nestes termos, pede deferimento.

Porto Alegre, 02 de março de 2017.

Maria Cristina da Rosa Martinez Dora Ribas A. Fagundes Venturini


OAB/RS n°. 15.245 OAB/RS nº. 30.182

Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 08 – Sala 140 | CEP 90619-900 | Porto Alegre, RS – Brasil
Fone: (51) 3320-3532 | E-mail: sajug@pucrs.br | www.pucrs.br/direito
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do
Sul
Escola de Direito
Serviço de Assistência Jurídica Gratuita - SAJUG

Liane Maria Busnello Thomé Guilherme Botelho de Oliveira


OAB/RS nº. 22.296 OAB/RS nº. 58.591

Guilherme Rodrigues Abrão Ana Luiza Carvalho Ferreira

OAB/RS nº. 65.754 OAB/RS nº. 28.973

Sandro Andre Bobrzyk


OAB/RS nº. 70.185

Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 08 – Sala 140 | CEP 90619-900 | Porto Alegre, RS – Brasil
Fone: (51) 3320-3532 | E-mail: sajug@pucrs.br | www.pucrs.br/direito