You are on page 1of 14

1

O USO DO BLOG ENQUANTO PROPOSTA DE ENSINO-


APRENDIZAGEM EM GEOGRAFIA

SOUZA, Guilherme Gonçalves1


NASCIMENTO, Diego Tarley Ferreira2

Resumo

A intenção de pesquisar sobre este tema partiu da experiência vivenciada através do projeto de extensão
intitulado “Blog Comunitário”; o mesmo tem a função de noticiar informações vinculadas ao curso de Geografia
da Universidade Estadual de Goiás – Campus Iporá. Essa pesquisa possibilitou constatar que diversos
pesquisadores e autores têm afirmado que os professores ainda não vem incorporando as Tecnologias de
Informação e Comunicação (TIC) no seu trabalho em sala de aula. O objetivo central desse trabalho foi relatar a
experiência de incorporação de Tecnologias de Informação e Comunicação no ensino, em específico do uso de
blogs no ensino e aprendizagem de Geografia; para tanto buscamos realizar uma abordagem qualitativa,
baseando-se numa pesquisa-ação participante; haja visto que ainda realizamos através de pesquisa campo, uma
atividade de construção de um blog com alunos de uma turma de ensino fundamental II de uma escola pública.
Os procedimentos para construção dessa pesquisa incorporaram, inicialmente, consulta e análise bibliográfica
por meio de artigos e livros, dentre outros como internet, documentos e revistas. Os principais teóricos usados
durante o trabalho foram Silva (2010), Santana (2011), Brandão (2010) Oliveira (2012) Cavalcanti (2002) e
Gutierrez (2005), que tratam do uso de TIC no ensino-aprendizagem. De tal modo, constatamos que os blogs são
páginas da internet, onde são publicados diariamente diversos assuntos com conteúdo variados; Imagens, textos
e músicas são postadas afim de abordar assuntos específicos, que podem também ser de âmbito geral. Os Blogs
podem serem mantidos ou alimentados por uma ou várias pessoas; através dos mesmos normalmente existe
possibilidade de que os seguidores ou leitores acesse-o e faça comentários a partir dos assuntos e notícias
postadas; Salientamos ainda que o blogueiro é um nome dado a quem publica em um blog e um blogosfera é um
conjunto de blogs.

Palavras-Chave: Blog; Ensino de Geografia; TIC.

INTRODUÇÃO

A intenção de pesquisar sobre este tema partiu da experiência num projeto de extensão
titulado “Blog Comunitário”, em que várias informações e notícias vinculadas ao curso de
Geografia da Universidade Estadual de Goiás – Campus Iporá são divulgadas por meio de um
blog.

As TIC compreendem as tecnologias destinadas em tratar a informação e auxiliar a sua


comunicação, utilizando de tecnologias informatizadas, seja pelo uso do computador, internet
e outros fins.

1
Acadêmico do curso de licenciatura em Geografia da Universidade Estadual de Goiás – Campus Iporá.
2
Orientador, Professor do curso de Geografia da Universidade Estadual de Goiás – Campus Iporá.
2

Toda e qualquer TIC é um recurso importante no processo de ensino e aprendizagem,


isso por que ajuda tanto o aluno quanto o professor na informação e na comunicação de
conteúdos. Na educação, essa ferramenta é também denominada por o que Gutierrez (2005)
chama de Tecnologias Educacionais Informatizadas (TEI).

Ainda, as TIC permitem a aproximação do conteúdo apresentado pelo professor ao


aluno, por meio de uma linguagem mais acessível e que permite uma melhor construção do
conhecimento.

O professor pode apoiar em novas metodologias para dinamizar as aulas e, assim


levar novas tecnologias para que os alunos promovam de maneira eficiente o ensino-
aprendizagem. Por vezes, não há o devido preparo do professor para trabalhar essas novas
tecnologias, por não estarem a elas habituados ou não sentirem necessidade de as
incorporarem em sua rotina de trabalho na era da informática, os blogs são instrumentos
indispensáveis nesse processo, por que elas já são parte da vida do aluno.

Segundo Gutierrez (2005), os blogs são páginas da internet em que são apresentados
textos em ordem cronológica. Esses textos podem retratar relatos pessoais ou informações
específicas. No caso dos blogs utilizados no ensino, são apresentados textos, imagens ou
vídeos de cunho educacionais.

O Blog pode ser uma ferramenta importante para o ensino, pois pode contribuir na
promoção da comunicação entre professor e aluno. Ademais, pode atrair o aluno para
aprender de maneira mais dinâmica e atrativa.

No caso específico do ensino-aprendizagem de Geografia, o grande ganho com o uso


desse recurso é, primeiramente, a grande aceitação de exposições teóricas e mesmo de
realização de atividades práticas com o uso de alguma interatividade dos alunos com o blog.
Além disso, a exposição de imagens, sejam elas referentes a mapas ou fotografias de
paisagens, se torna mais viável pelo uso de blogs, haja vista o gasto com impressão de mapas
ou aquisição de atlas e mesmo a inexistência de equipamentos para projeção gráfica em sala
de aula (Datashow), podendo ser considerado o uso de mapas virtuais e interativos
multiescalares disponíveis nessas tecnologias.

Sobre isso, Silva (2014) complementa que a grande dificuldade imposta aos
professores de Geografia incide no ensino da atualidade, que está em constante dinâmica e
com a incorporação de novas atualizações a cada instante. Assim, as novas tecnologias
3

atendem essa demanda, principalmente, com relação ao acesso e à exposição de informações e


dados em trânsito constante pela internet.

A importância do blog no ensino-aprendizagem de Geografia vem contribuindo e


muito para o professor, trabalhar um texto, uma musica, um filme ou outro qualquer recurso
que possa ajudar no interesse e colaboração do aluno em sala de aula.

Segundo Santana (2011) os alunos são muito influenciado neste trabalho e no


comentário que foi analisados, no interesse do aluno na produção do conhecimento de weblog
e que os alunos serão avaliados, portanto a necessidade de pesquisar sobre o blog e sua
influência no ensino de Geografia.

OBJETIVOS

O objetivo central do trabalho é relatar a experiência de incorporação de Tecnologias


de Informação e Comunicação (TIC) no ensino, em específico do uso de blogs no ensino e
aprendizagem de Geografia.
A título de objetivos específicos, tem-se:
 Esclarecer os alunos e os professores a respeito dos blogs;
 Averiguar se as TIC e, em específico, os blogs, são utilizadas pelo professor regente da
turma;
 Construir e alimentar um blog com os alunos e professores;
 Relatar a experiência da construção do blog;
 Refletir sobre a aceitação dos alunos e dos professores à essa tecnologia;

DETALHAMENTOS METODOLÓGICOS

O trabalho se apoia numa abordagem qualitativa, baseando-se numa pesquisa


participante, haja vista compreender uma atividade realizada em sala de aula com os alunos e
por exigir interação com os mesmos. Os procedimentos incorporaram, inicialmente, consulta
e análise bibliográfica por meio de artigos, livros e outros que porventura sejam necessários
para desenvolvimento do trabalho. Os principais teóricos usados durante o trabalho foram
Silva (2010), Santana (2011), Brandão (2010) e Oliveira (2012), que tratam do uso de TIC no
ensino-aprendizagem.

Vale ressaltar que o presente trabalho esteve vinculado ao Estágio Supervisionado II,
em que, por meio das aulas de regência numa turma do 7º Ano do Ensino Fundamental da
4

Rede de Pública, foram informados aos alunos o que são e quais os passo a passo da
construção de um blog. Os estudantes serão orientados a criarem um blog. Em seguida, os
alunos serão instruídos a alimentarem o blog com músicas, imagens, vídeos e conteúdos
relacionados à Geografia.

Além da observação para avaliação do andamento, da dificuldade, dos benefícios e da


aceitação dos alunos à essa metodologia, ao final da atividade serão realizados instrumentos
para coleta de dados e informações, com aplicação de questionário.

RESULTADOS E DISCUSSÕES

A construção do blog para o ensino-aprendizagem


Os blogs são páginas da internet diariamente onde são publicados, diariamente vários
conteúdos de vários e diversos assuntos, como imagens, textos e músicas, que tanto podem
ser dedicados a um determinado assunto especifico e como ser o âmbito bastante em geral,
que podem ser mantidos por uma ou várias pessoas que tem normalmente espaço para os
comentários dos seus leitores, e o blogueiro é um nome dado a quem publica em um blog e
um blogosfera é um conjunto de blogs.
Alguns autores apontam que o blog teve o seu surgimento na década de 1990. Antes
desse período, ele já existia, porém com o nome de weblog. Um dos autores responsáveis pela
sua idealização foi Josep Berg, um norte-americano.
Para Santana (2011), a comunicação mediada pelas tecnologias digitais merece ser
mais investigada, pois essas tecnologias já estão transformando as práticas pedagógicas.
Atualmente, a mídia, os professores e até o governo reconhecem que os alunos leem
pouco, mas essas esferas também reconhecem a existência do acesso desses alunos às
tecnologias digitais, que pode ajudar esse cenário.
A criação de páginas na internet teve incialmente, o intuito de contribuir, efetivamente,
no processo de ensino-aprendizagem de Geografia, desvinculando a espacialização dos
conteúdos do minimalismo tradicionalista como há anos essa ciência/disciplina tem sido
praticada nas escolas e academias do Brasil (SANTANA, 2011). Com isso, a criação de um
blog vem ajudar muito em sala de aula e na escola, divulgando as noticias que está sendo
trabalhadas juntamente com o professor (SILVA, 2011).
5

Para o ensino de Geografia vem muito a contribuir para ajudar o professor de


geografia, na mudança de novas tecnologias em sala de aula que poderá ajudar muito o aluno
a produção de conhecimento.
No ensino de Geografia o blog vem auxiliar o a trabalhar musica, um texto em sala de
aula e ainda vai contribuir a escola no em outras áreas.
Roteiro para criação do Blog
É por meio do site <www.blogger.com> que é possível criar um blog. Para tanto, é
necessário criar uma conta no Google. Ao abrir a página anteriormente indicada, já é
solicitada a sua conta ou, caso não haja, sugerida a criação de uma por meio do link “Criar
uma conta” (Figura 1).

Figura 1 – Solicitação da conta Google para criação do blog

Elaboração: Souza, G.G(2016)

Após o cadastro dos dados pessoais e do nome e da senha do e-mail, ao prosseguir


pelo link “Próxima etapa” (Figura 2 A) vai ser solicitada a entrada com estes dados
(Figura 2 B).
6

Figura 2 – Criação da conta Google (A) e Login (B).

A B

Elaboração: G.G(2016)

Depois de ter entrado com a conta do Google, basta clicar em “Criar um perfil
limitado no Blogger” para construir o blog – Figura 3 A. Na sequência, deve-se inserir o nome
da pessoa que fará a gestão do blog, pelo campo “Perfil do Blogger” e, em seguida, selecionar
a opção “Continuar para o blogger” – Figura 3 B.

Figura 3 – Criando o blog e Inserindo o nome do administrador do blog.

Elaboração: Souza, G.G (2016)

A partir dessa etapa, começa então a elaboração do blog. Inicialmente se define o título
do blog, que deverá aparecer nos sites de buscas e também no próprio blog. Nessa mesma
etapa é também definido o endereço do site do blog, bastante apenas fazer referência ao nome
do blog, uma vez que o site faz a complementação com o “www.” e com o
“.blogspot.com.br”. Nessa mesma janela, também deve ser definido um modelo de layout para
o blog, mas que pode ser posteriormente alterado. Ao final dessa etapa, deve-se clicar em
“Criar um blog!” – Figura 4.
7

Figura 4 – Definição do nome e endereço do blog

Elaboração: Souza, G.G(2016)

Após criado o blog, basta então alimenta-lo com as postagens, sejam elas de textos, de
imagens ou de vídeos. Para tanto, na página do administrador do blog, deve-se clicar no ícone
laranja com o nome “Criar nova postagem” – Figura 5 A. As publicações, tanto de textos,
figuras ou vídeos, ocorre numa mesma página, havendo apenas de usar as diferentes
ferramentas que constam nela (Figura 5 B).

Figura 5- Ícone para alimentar(A) e o blog com postagens(B)

A B

Elaboração: Souza, G.G (2016)

Para a postagem de texto, basta digitar livremente ou copiar o texto de outra fonte
(control c + control v). As ferramentas disponíveis na página permitem: mudar a fonte, mudar
o tamanho da fonte, colocar em negrito, itálico, sublinhado ou tachado e mudar a cor da fonte
e do plano de fundo da fonte. Após a inserção e edição do texto, basta clicar no ícone
“Publicar” – Figura 6.
8

Junto a postagem de texto é possível inserir imagens e vídeos, em qualquer parte e de


qualquer fonte.

Figura 6 – Inserindo postagem de texto, com destaque as ferramentas de edição de texto.

Elaboração: Souza, G.G (2016)

A inserção de imagens pode ocorrer de seis formas: a partir do upload de imagens do


salvar no próprio computador, do histórico de imagens já inseridas no próprio blog, do
arquivo de fotos da conta do Google, do celular, retirada da própria webcam do computador
ou a partir de um link da internet (url) - Figura 7. No exemplo da Figura 7 foi inserida duas
imagens referentes aos pampas gauchos existentes no próprio computador enquanto que no
caso da Figura 8, foi inserida uma imagem representativa do universo a partir de um link de
um site.

Figura 7 – Inserção de imagens no blog a partir de várias fontes.

Elaboração: Souza, G.G(2016)


9

Figura 8 – Processo de inserir imagem a partir de um link por meio da opção “ de um URL”

Elaboração: Souza, G.G(2016)

Por sua vez, para inserir um vídeo na postagem do blog é possível utilizar de quatro
formas: fazer upload de um arquivo de vídeo do computador, a partir de um link do site
Youtube, através de vídeos salvos na sua conta do Youtube ou de arquivos gravados pelo
celular. A primeira forma é a mais demorada, pois será necessário carregar todo o arquivo para
a internet (Figura 9 A). A mais prática, portanto, é carregar um vídeo existente no Youtube
(Figura 9 B).
Figura 9 – Inserindo um vídeo a partir do computador (A) ou do site Youtube (B)

A B

Elaboração: Souza, G.G(2016)

Por fim, tem-se uma postagem que é possível, por meio de textos, imagens e vídeos,
agregar conteúdos referentes à Geografia no seu processo de ensino-aprendizagem –
Figura 10.
10

Figura 10 – Postagem do blog contendo texto, imagem e vídeo.

Elaboração: Souza, G.G(2016)

A experiência didática da construção de blog para ensino-aprendizagem de conteúdos


sobre hidrografia

No dia 19 de setembro de 2016 foi realizado no laboratorio de informatica da UEG


Campus de Iporá a experiência didática de contrução de um blog com os alunos do 7º ano –
conforme visto pela Figura 11. Inicialmente, foi apresentado um breve historico sobre o blog e
no que os mesmos se baseiam. Em seguida, os estudantes foram instruidos a criarem um email
para que pudessem dar procedimento à construção do blog.
Figura 11 – Construção do blog pelos estudantes do 7º ano

Elaboração: Souza, G.G(2016)


11

De posse de seus respectivos e-mails, cada aluno criou seu próprio bog e, por
intermédio de pesquisa supervisionada, os alunos buscaram imagens a respeito de um corpo
hídrico (Figura 12 A) e do ciclo hidrológico (Figura 12 B), assim como de vídeos (Figura 13)
sobre o conteúdo de hidografia.

Figura 13 – Imagens pesquisadas na internet para serem inseridas no blog acerca de um corpo hídrico
(A) e do ciclo hidrológico (B)

A B

Fonte (A): www.icmbio.gov.br/projetojalapao/pt/meio-fisico-4/hidrografia.ht


Fonte (B) :http://slideplayer.com.br/slide/364868/

Figura 13 – Vídeos sobre hidrografia disponíveis pelo YOUTUBE.COM

Fonte: YOUTUBE.COM(2016)
12

Ao término da atividade prática de construção do blog, foi aplicado um questionário


para avaliar as dificuldades e as potencialidades que os alunos perceberam com relação à
experiência.
Na pergunta a respeito da idade media dos alunos, 9 respoderam ter 12 anos, 5 com 13
anos e 1 aluno com a idade de 15 anos. A pergunta 2 retrata o sexo dos alunos, sendo que 5
alunos são do sexo feminino (33%) e 10 do sexo masculino (67%), conforme indicado pela
Figura 16.
Quando questionados se possuiam prática com uso de computadores, a maioria (10
alunos) respondeu que sim, 5 alunos responderam possuir pouca prática e nenhum respondeu
não possuir prática alguma.
No entanto, apesar de possuirem prática, quando questionados se utilizam desse
recurso em sala de aula, 80% dos estudantes (12) responderam não utiliza-lo, enquanto que
apenas 20% (3) responderam que sim.
Do estudantes que responderam que utilizam de computadores na sala de aula, as
disciplina de inglês, ciências, história e geografia foram aquelas as quais os estudantes
alegaram que utilizam desse recursos tecnológico.
Quando questionados sobre a dificuldade na elaboração do blog, pouco mais da
metade (8) responderam não ter encontrado dificuldade, enquanto que 5 responderam que a
internet dificultou um pouco e 2 responderam terem tido muita dificuldade, possivelmente por
não estarem habituados ao uso de computadores e internet.
Todos os estudantes alegarem acharem importante o uso do computador e da internet
em sala de aula, destacando que representam importantes recursos para pesquisarem, ou que
são responsáveis por tornarem a aula mais dinâmica, assim, proporcionando maior
aprendizagem.
Além dos alunos, também foi entrevistada a professora responsável pela turma. Sua
formação é licenciatura em Geografia, no ano de 2014. A professora afirmou possuir domínio
e utilizar bastante a informática. Inclusive, destacou já ter utilizado da informática, datashow,
internet e outras TICs em sala de aula. Como grande dificuldade no uso de TICs no processo
de ensino-aprendizagem, a professora frisou que alguns alunos não possuem conhecimentos
básicos de informática, ou que os computadores (quando existentes e funcionais) não são
suficientes para a quantidade de aluno. Como principal potencialidade desse recurso, a
professora elencou que as TICs levam os estudantes para mais próximos de sua realidade, da
mesma forma que permitem que os alunos tenham acesso a informações da atualidade.
13

CONSIDERACÕES FINAIS

Tendo como intuito maior de contribuir no processo de ensino-aprendizagem de


Geografia, por meio da incorporação de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), o
presente trabalho foi capaz de alcançar o seu objetivo central, segundo o qual visou relatar a
experiência do uso de blogs no ensino e aprendizagem de Geografia.
Com o uso da atividade de estágio supervisionado da licenciatura, foi possível
explanar aos alunos de uma turma do 7º ano do Ensino Fundamental a respeito dos blogs. Por
meio de uma prática realizada em laboratório de informática, os alunos da citada turma foram
orientados a construírem e alimentarem um blog com conteúdos referentes às temáticas de
hidrografia. Após a experiência prática, foi possível perceber a aceitação da proposta perante
os estudantes e se o professor responsável pela turma tem utilizado tais recursos.
Um dos problemas encarados perante o desenvolvimento da atividade proposta foi a
falta de atenção dos alunos no momento da exposição teórica. Como ponto positivo, convém
destacar o envolvimento e interesse dos estudantes no momento da atividade prática, em que
os mesmos alegaram bastante proveito para o aprendizado do conteúdo trabalhado.
A proposta ora relatada, pode e deve ser empregada na escola em que está sendo
desenvolvida a pesquisa, e, sobretudo, em outras tantas escolas, auxiliando o professor na
aplicação de outras metodologias para o ensino de Geografia, uma vez que a interação e a
problematização são preconizadas para o processo de ensino-aprendizagem, conforme frisado
por Cavalcanti (2002, p. 21):

Recomenda-se, então para as sala de aulas, procedimentos que levem a uma


interação ativa e problematizadora com os objetos de conhecimentos, a atitudes
democráticas, solidárias e de em que vivem, enfim, que contribuam para um
desenvolvimento pessoal e interpessoal dos alunos.

Como sugestão de continuidade para essa pesquisa, recomenda-se a aplicação dessa


proposta de prática de ensino em outras séries do ensino fundamental e médio, que trabalhem
com conteúdos diversos do currículo escolar de Geografia. Possibilidades são diversas, basta,
portanto, sua aplicabilidade e concreticidade.
14

REFERÊNCIAS

BRANDÃO, Maria Cristina do Nascimento Silva, O blog como ferramenta no projeto


Travessia, 2010. Disponível em:<http://www.nehte.com.br/simposio/anais/Anais-Hipertexto-
2010/Maria-Cristina-Nascimento-Brandao.pdf>. Acesso em 22 mar. 2016.

Cavalcanti Lana de Souza. Geografia e práticas do ensino. 1. Ed – Goiânia, GO:


ALTERNATIVA, 2002.

Gutierrez, Susana Souza. Blogs como ferramentas pedagógicas. Disponível:


<htpp/www.ead.sp.senac.br/newsletter/agosto2005/destaque/destaque.htm> Acessado em 12
de Novembro de 2016.

OLIVEIRA, Maria Marly de. Como Fazer pesquisa Qualitativa. 4. Ed – Petrópolis, RJ:
VOZES, 2012.

SANTANA, Aurelane Alves. Recurso didático no ensino de geografia: weblog, 2011.


Disponível em: http://www.uesb.br/eventos/ebg/anais/3j.pdf Acessado em 22 de Março de
2016, as 09:42.

SILVA, Adriana. Blog Educacional: O uso das Novas tecnologias no ensino, 2010,
Disponível: em
www.intranet.ufsj.edu.br/rep_sysweb/File/vertentes/Vertentes_31/adriana_da_silva.pdf
Acessado em 22 de Março de 2016.

SILVA, Daniel de Almeida. Blog como ferramenta didático-pedagógca em ensino de


geografia. Trabalho de Conclusão de Curso ( Curso de Pós-graduação Lato Sensu em
Fundamentos da Educação: Práticas Pedagógicas Interdisciplinares) Paraíba – PB,
Universidade Estadual da Paraíba, 2014.