You are on page 1of 4

1ª GUERRA MUNDIAL tecnologias bélicas como, por exemplo, tanques de

guerra e aviões. Enquanto os homens lutavam nas
Antecedentes e contexto histórico trincheiras, as mulheres trabalhavam nas indústrias
Vários problemas atingiam as principais nações bélicas como empregadas.
europeias no início do século XX. O século anterior havia
deixado feridas difíceis de curar. Alguns países estavam A primeira guerra dividiu-se em 3 fases:
extremamente descontentes com a partilha da Ásia e da
África, ocorrida no final do século XIX. Alemanha e Itália, 1. Guerra de movimento: momentos iniciais do
por exemplo, haviam ficado de fora no processo conflito. O jogo de Alianças e as hostilidades arrastaram
neocolonial. Enquanto isso, França e Inglaterra podiam vários países para o conflito
explorar diversas colônias, ricas em matérias-primas e 2. Guerra de Trincheiras: consistia na construção
com um grande mercado consumidor. A insatisfação da de trincheiras pelos alemães em solo francês. Nesse
Itália e da Alemanha, neste contexto, pode ser momento foram introduzidas novas armas como as
considerada uma das causas da Grande Guerra. Vale metralhadoras e os tanques.
lembrar também que no início do século XX havia uma 3. Ofensivas
forte concorrência comercial entre os países europeus,
principalmente na disputa pelos mercados consumidores. Fim do conflito e resultados
Esta concorrência gerou vários conflitos de interesses Em 1917 ocorreu um fato histórico de extrema
entre as nações. Ao mesmo tempo, os países estavam importância : a entrada dos Estados Unidos no conflito.
empenhados numa rápida corrida armamentista, já como Os EUA entraram ao lado da Tríplice Entente, pois havia
uma maneira de se protegerem, ou atacarem, no futuro acordos comerciais a defender, principalmente com
próximo. Esta corrida bélica gerava um clima de Inglaterra e França. Este fato marcou a vitória da
apreensão e medo entre os países, onde um tentava se Entente, forçando os países da Aliança a assinarem a
armar mais do que o outro. rendição. Os derrotados tiveram ainda que assinar o
Existia também, entre duas nações poderosas da época, Tratado de Versalhes que impunha a estes países fortes
uma rivalidade muito grande. A França havia perdido, no restrições e punições. A Alemanha teve seu exército
final do século XIX, a região da Alsácia-Lorena para a reduzido, sua indústria bélica controlada, perdeu a
Alemanha, durante a Guerra Franco Prussiana. O região do corredor polonês, teve que devolver à
revanchismo francês estava no ar, e os franceses França a região da Alsácia Lorena, além de ter que
esperando uma oportunidade para retomar a rica região pagar os prejuízos da guerra dos países vencedores.
perdida. O pangermanismo e o pan-eslavismo também O Tratado de Versalhes teve repercussões na Alemanha,
influenciaram, fazendo com que aumentasse ainda mais influenciando o início da Segunda Guerra Mundial. A
o estado de alerta na Europa. Havia uma forte vontade guerra gerou aproximadamente 10 milhões de mortos, o
nacionalista dos germânicos em unir, em apenas uma triplo de feridos, arrasou campos agrícolas, destruiu
nação, todos os países de origem germânica. O mesmo indústrias, além de gerar grandes prejuízos econômicos
acontecia com os países eslavos. em todos os países envolvidos.

O início da Primeira Guerra Mundial REVOLUÇÃO RUSSA
O estopim deste conflito foi o assassinato de Francisco
Ferdinando, príncipe do império austro-húngaro, durante Antecedentes
sua visita a Saravejo (Bósnia-Herzegovina). As  O Império Russo era governado por uma monarquia
investigações levaram ao criminoso, um jovem integrante absolutista, sob comando de um czar, sem participação
de um grupo Sérvio chamado mão-negra, contrário a popular.
influência da Áustria-Hungria na região dos Balcãs. O  Economia predominantemente rural.
império austro-húngaro não aceitou as medidas tomadas  80% da população morava no campo.
pela Sérvia com relação ao crime e, no dia 28 de julho  Produção agrícola insuficiente, crise.
de 1914, declarou guerra à Servia.  Industrialização tardia (1894-1917) com capital
estrangeiro (França, Alemanha e Bélgica).
Política de Alianças  Desenvolvimento do proletariado propicia a difusão de
Os países europeus começaram a fazer alianças ideais socialistas e revolucionários.
políticas e militares desde o final do século XIX. Durante  Fundação do Partido Operário Social-Democrata,
o conflito mundial estas alianças permaneceram. De um inspirado no marxismo, contra a ditadura czarista. Foi
lado havia a Tríplice Aliança formada em 1882 por desarticulado dentro da Rússia em 1898. Seus líderes
Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha (a Itália fugiram para o exterior.
passou para a outra aliança em 1915). Do outro lado a
 Em 1903 os membros do Partido dividem-se em dois
Tríplice Entente, formada em 1907, com a participação
grupos:
de França, Rússia e Reino Unido. O Brasil também
- Menchevique (termo que significa ‘minoria’):
participou, enviando para os campos de batalha
desejam conquistar o poder aliando-se à burguesia
enfermeiros e medicamentos para ajudar os países da
liberal. Líder: Guiorgui Valentinovich
Tríplice Entente.
- Bolchevique (‘maioria’): desejam conquistar o
poder de forma imediata, ditadura do proletariado. Líder:
Desenvolvimento
Lênin.
As batalhas desenvolveram-se principalmente em
 1905 – Revoltas populares contra a derrota da Rússia
trincheiras. Os soldados ficavam, muitas vezes, centenas
em guerra contra o Japão.
de dias entrincheirados, lutando pela conquista de
pequenos pedaços de território. A fome e as doenças  Criação dos Sovietes (organizações políticas que
também eram os inimigos destes guerreiros. Nos nasceram no seio das camadas populares e
combates também houve a utilização de novas representavam os interesses dos trabalhadores)
 Convocação para eleições para a Duma (parlamento) Exchange viram os valores de suas ações despencarem
 1914 – entrada na Primeira Guerra. O país não estava completamente, fazendo com que milhares de acionistas
preparado, mais insatisfação popular, fome, miséria. perdessem tudo praticamente da noite pra o dia. A partir
daí aconteceram os fechamentos de centenas de
A Revolução empresas comerciais e industriais, o que elevaram
15/03/1917 – A oposição (socialistas, anarquistas e drasticamente as taxas de desemprego e pioraram ainda
liberais burgueses) derruba o czar Nicolau II. Inicia-se a mais os efeitos da recessão.
Revolução.
Causas da Crise de 1929
Fases da Revolução Quando a Primeira Guerra Mundial chegou ao
- Revolução Branca (março – novembro/1917): fim, alguns países europeus estavam com suas
governo provisório. Retorno dos exilados políticos, entre economias enfraquecidas, enquanto que os Estados
eles Lênin, que funda o Partido Bolchevique, que tem Unidos cresciam cada vez mais, lucrando com a
como lema “todo o poder para os sovietes” exportação de alimentos e produtos industrializados. Em
- Revolução Vermelha (novembro/1917 – 1918): Os decorrência disso a produção norte-americana se
Bolcheviques tomaram o poder. Criação do Conselho dos acostumou com esse crescimento, o que aumentou dia
Comissários do Povo. Retirada das tropas da Primeira após dia, principalmente entre os anos de 1918 e 1928.
Guerra. Confisco da propriedade privada, estatização da Era um cenário com muitos empregos, preço baixo,
economia. elevada produção na agricultura e a expansão do crédito
- Guerra Civil (1918 – 1920): Forças políticas ligadas à que incentivada o consumismo desenfreado.
monarquia e aliadas à Inglaterra, França e Japão, tentam O problema para os Estados Unidos foi que a Europa
derrubar o governo revolucionário. O Exército Vermelho, começou a se reestabelecer, o que levou a importar
liderado por Trotsky, vence. O Partido Bolchevique muda cada vez menos dos Estados Unidos. Agora a indústria
o nome para Partido Comunista. Países capitalistas norte-americana não tinha mais para quem vender a
isolam comercialmente a Rússia. quantidade exacerbada de mercadorias, havendo mais
produtos do que procura. Isso levou a diminuição do
Poder Soviético preço, queda da produção, e consequentemente,
- 1921 – Nova Política Econômica (NEP): Medidas aumento do desemprego. Esses fatores provocaram a
vistas como um retorno a práticas capitalistas: liberdade queda dos lucros e a paralisação do comércio,
de comércio e salários, criação de empresas e ocasionando a queda das ações da bolsa de valores,
empréstimos de capitais estrangeiros. Dura perseguição a quebrando-a em seguida. Em resumo, a crise de 1929 se
opositores. deu graças a superprodução, que não estava preparada
- 1922 – Stalin é nomeado secretário-geral do Partido para a falta de procura, e acabou com todas as
Comunista. Fundação da União das Repúblicas mercadorias encalhadas.
Socialistas Soviéticas (URSS). Muitos países sofreram com a grande recessão
- 1924 – Morte de Lênin. Disputa pelo poder entre Trotsky americana, resultando em grandes efeitos bem parecidos
(defendia que a revolução deveria ser levada ao mundo, com os Estados Unidos da América – fechamento de
revolução permanente) e Stalin (defendia o socialismo em estabelecimentos bancários, comerciais, financeiros e
um só país). Stalin vence. Trotsky é expulso, perseguido industriais, que resultaram na demissão de milhares de
e morto em 1940. trabalhadores. NoBrasil, a crise atingiu o setor cafeeiro.
- Criação dos Planos Qüinqüenais, URSS torna-se uma Os EUA eram os maiores compradores
das grandes potências do século XX: do café brasileiro, que em meio a esta turbulência fez
- desenvolvimento da indústria pesada; com que o Brasil se visse em uma situação de
- mecanização da agricultura; diminuição de suas exportações. Para que o produto não
- desenvolvimento da educação pública; fosse desvalorizado, o governo brasileiro comprou e
- ditadura stalinista – perseguições, execuções. queimou toneladas de café, diminuindo a oferta e
mantendo o preço do principal produto do país. Isto
induziu os cafeicultores a investiram no setor industrial, o
CRISE DE 1929 que de certa forma foi positivo para a indústria brasileira.
A Crise de 1929, que ficou popularmente
conhecida como A Grande Depressão, foi uma grande Resumo sobre o fim da crise
crise econômica que persistiu até a Segunda Guerra Buscando uma solução para o grave problema,
Mundial, sendo considerado como o pior e mais longo os eleitores americanos decidiram eleger o
período de recessão econômico que o século XX já democrata Franklin Delane Roosevelt à Presidência, na
passou. Entre todas as consequências que a crise trouxe, esperança de que ele reerguesse a economia
podemos citar as elevadas taxas de desemprego, a americana. No ano de 1933 ele pôs em prática o New
diminuição da produção industrial de diversos países, Deal, que fazia com que o governo passasse a controlar
assim como as drásticas quedas dos PIB’s, dos preços de os preços e a produção das industrias e fazendas. Assim
ações, entre outros. Praticamente todo o mundo se viu foi possível controlar a inflação e evitar que houvesse
envolto a este momento difícil, que prejudicou as acúmulo de estoques. O Plano também inseria
atividades econômicas de dezenas de países. investimentos em obras públicas, como a melhoria das
estradas, ferrovias, energia elétrica, entre outros. Desta
Início forma começaram a aparecer os primeiros resultados,
A partir de julho de 1929 a produção industrial havendo uma diminuição significativa do desemprego.
americana começava a cair dando início ao que seria Com o desenvolvimento do programa, a economia norte-
conhecida como A Grande Depressão, essa recessão americana foi aos poucos voltando a entrar no rumo, e
econômica se arrastou até o dia 24 de outubro, quando no início da década de 1940 ela já funcionava
a bolsa de valores de Nova York e a New Stock normalmente.
O NEW DEAL ações de muitas empresas – negociadas na bolsa –
• Medidas econômicas destinadas à superação da crise estavam supervalorizadas, bem maior que o real capital
econômica (inspiradas nas idéias do economista inglês da empresa. Com o início das falências, muitos
John Keynes) acionistas procuraram vender suas ações, provocando
• Fim do Liberalismo Econômico Clássico (Adam Smith) uma brutal queda em seus valores. No dia 24 de outubro
• Início do Neocapitalismo (Planejamento Estatal) de 1929 – Quinta-feira Negra - a bolsa de valores de
• Controle governamental dos preços de diversos Nova Iorque conheceu sua maior baixa, sendo o estopim
produtos industriais e agrícolas para uma das maiores crises capitalistas de toda história,
• Concessão de empréstimos aos proprietários agrícolas, iniciando-se a chamada Grande Depressão.
para que pagassem suas dívidas e reordenassem sua Diante deste contexto para solucionar os graves
produção problemas econômicos e sociais, o presidente dos
• Realização de um amplo programa de obras públicas, Estados Unidos, Franklin Roosevelt, elaborou um plano
destinado à oferecer trabalho a milhões de de intervenção do estado na economia, conhecido como
desempregados New Deal. O plano estimulava a economia, através de
• Criação de um seguro-desemprego grande obras públicas e por um conjunto de mecanismos
• Recuperação industrial com base num pacto em que se sociais, que ampliaram o poder compra dos norte-
garantiam os interesses dos empresários (acordo sobre americanos. Esta crise econômica e social, somada aos
preços, limitação da produção às exigências do efeitos da Primeira Guerra, fortaleceram as idéias
mercado) e dos trabalhadores (limitação das jornadas de socialistas e o avanço do movimento operário, bem como
trabalho, estabelecimento de um salário mínimo, etc. dos Partidos Comunistas. Para conter o avanço da
esquerda, as forças de direita passam a se organizar,
GOVERNOS TOTALITÁRIOS surgindo assim as idéias contra-revolucionárias. O
Entre as décadas de 1920 e 1940, surgiu e desenvolveu- primeiro país a conhecer um regime totalitário foi a Itália
se, em alguns países da Europa, o fascismo. Era um – antes da crise de 1929.
sistema político, econômico e social que ganhou força
após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), O Fascismo Italiano:
principalmente nos países em crise econômica (Itália e As origens do fascismo italiano estão na inflação,
Alemanha). Na Itália, o fascismo foi representado pelo no enorme desemprego e no nacionalismo exaltado –
líder italiano Benito Mussolini. Na Alemanha, Adolf Hitler surgidos após a Primeira Guerra Mundial. A grande crise
foi o símbolo do fascismo, que neste país ganhou o econômica da Itália pós-guerra fez desenvolver o Partido
nome de nazismo. Este sistema terminou com a derrota Socialista, porta voz da classe trabalhadora, que passa a
do Eixo (Alemanha, Itália e Japão) na Segunda Guerra liderar os movimentos, impondo uma série de greves,
Mundial (1939-1945). acentuando a crise. E neste contexto que Benito
Entende-se por Totalitarismo o tipo de Estado, difundido Mussolini funda o Partido Fascista e monta as Esquadras
na Europa entre as duas grandes guerras mundiais, que – tropas de choque do partido que utilizavam da
exerce um enorme controle sobre todas as atividades violência contra seus adversários. O fascismo será
sociais, econômicas, políticas, culturais e religiosas. A fortalecido pelo apóio da classe média e da grande
direção do aparelho estatal está a cargo de um único burguesia – temerosos da agitação social pelo qual
partido político ou de um chefe. Os fatores que passava o país. O acesso ao poder deu-se em outubro
propiciaram a formação deste Estado foram o final da de 1922, após uma exibição de força dos “camisas
Primeira Guerra Mundial e a conseqüente crise política, negras” (militantes fascistas) – a chamada Marcha sobre
econômica e social dos países europeus; a crise mundial Roma.
de 1929; o avanço das idéias socialistas e a experiência
do fascismo italiano, sob a direção de Benito Mussolini e O Nazismo Alemão:
de Adolf Hitler anos mais tarde na Alemanha, onde o As origens do nazismo alemão encontram-se,
Fascismo ganhou o nome de “nazismo”. primeiramente, com o final da Primeira Guerra Mundial,
responsável por uma grave crise política, econômica e
Contexto Histórico: social. Estas crises serão acentuadas após a assinatura
Durante a Primeira Guerra Mundial os Estados Unidos do Tratado de Versalhes impondo uma pesada
da América tiveram um enorme crescimento econômico, indenização e perdas territoriais. Estas crises
tornando-se uma grande potência mundial. Este provocaram agitações sociais e o avanço das idéias
crescimento econômico norte-americano gerou uma forte socialistas. Procurando conter tal avanço foi fundado,
onde de otimismo na sociedade, à qual passou a ser aos moldes do fascismo italiano, o Partido Nacional
caracterizada pelo consumismo. No entanto, esta euforia socialista dos Trabalhadores Alemães – o Partido
de consumo será interrompida – em virtude dos Nazista. A direção do partido ficou a cargo de Adolf
progressos técnicos e a conseqüente onda de Hitler. A ascensão dos nazistas está relacionada com o
desemprego. A seguir os principais fatores da crise de agravamento da crise econômica na Alemanha, em
1929 nos Estados Unidos da América: decorrência dos reflexos da crise mundial de 1929,
A diminuição do consumo, em razão da diferença entre o ampliando o desemprego, a inflação e a miséria da
aumento dos salários ser menor que o aumento da população. Nas eleições de 1932 o Partido Nazista ficou
produção, gerando uma diminuição do consumo e a muito fortalecido – conquistando 280 cadeiras. Seus
falência de várias indústrias; adeptos cresciam cada vez mais, tendo as SA ( tropas
A superprodução agrícola, devido ao processo de de choques ) e as SS ( tropas de assalto ) como
evolução tecnológica no campo e pela recuperação da organizações de combate aos adversários. No mesmo
agricultura européia, após a Primeira Guerra. Tais ano, Hitler era nomeado chanceler. No ano de 1933,
fatores provocaram um excedente da produção agrícola; após o incêndio do Reichstag ( parlamento ), os nazistas
O crack da bolsa de Nova York, decorrente da euforia de implantaram a ditadura nazista: dissolução dos
otimismo no crescimento industrial norte-americano, as sindicatos, estabelecimento da censura aos meios de
comunicação, extinção de todos os partidos políticos-
exceto o Partido Nazista, e início do terror –
perseguições aos judeus e outras minorias. Em 1934,
com a morte do presidente Hindenburg, Hitler acumulou
as funções de chanceler e de presidente – decisão que
foi confirmada por um plebiscito. Foi fundado assim o III
Reich alemão.

Principais Características:
Totalitarismo: o sistema fascista era antidemocrático e
concentrava poderes totais nas mãos do líder de
governo. Este líder podia tomar qualquer tipo de decisão
ou decretar leis sem consultar políticos ou
representantes da sociedade.
Nacionalismo: entre os fascistas era a ideologia baseada
na idéia de que só o que é do país tem valor.
Valorização extrema da cultura do próprio país em
detrimento das outras, que são consideradas inferiores.
Militarismo: altos investimentos na produção de armas e
equipamentos de guerra. Fortalecimento das forças
armadas como forma de ganhar poder entre as outras
nações. Objetivo de expansão territorial através de
guerras.
Culto à força física: Nos países fascistas, desde jovens
os jovens eram treinados e preparados fisicamente para
uma possível guerra. O objetivo do estado fascista era
preparar soldados fortes e saudáveis.
Censura: Hitler e Mussolini usaram este dispositivo para
coibir qualquer tipo de crítica aos seus governos.
Nenhuma notícia ou idéia, contrária ao sistema, poderia
ser veiculadas em jornais, revistas, rádio ou cinema.
Aqueles que arriscavam criticar o governo eram presos e
até condenados a morte.
Propaganda: os líderes fascistas usavam os meios de
comunicação (rádios, cinema, revistas e jornais) para
divulgarem suas ideologias. Os discursos de Hitler eram
constantemente transmitidos pelas rádios ao povo
alemão. Desfiles militares eram realizados para mostrar
o poder bélico do governo.
Violência contra as minorias: na Alemanha, por exemplo,
os nazistas perseguiram, enviaram para campos de
concentração e mataram milhões de judeus, ciganos,
homossexuais e até mesmo deficientes físicos.
Anti-socialismo: os fascistas eram totalmente contrários
ao sistema socialista. Defendiam amplamente o
capitalismo, tanto que obtiveram apoio político e
financeiro de banqueiros, ricos comerciantes e industriais
alemães e italianos.

Curiosidades: Em Portugal (governo de Salazar) e
Espanha (governo de Francisco Franco), neste período,
características fascistas se fizeram presentes.