You are on page 1of 12

17/11/2014

Fêmur
(vista anterior)
CABEÇA FEMURAL

TROCÂNTER MAIOR LINHA
Cinesiologia e Biomecânica INTERTROCANTERICA

TROCÂNTER MENOR

Articulação do joelho CORPO FEMURAL

Prof. Ms. Daniel Maciel Crespilho
danielmcrespilho@hotmail.com
EPICÔNDILO LATERAL EPICÔNDILO MEDIAL

Fêmur Fêmur
(vista medial) CABEÇA
(vista posterior)
FEMURAL FOSSA TROCANTERIANA

CABEÇA FEMURAL TROCÂNTER MAIOR COLO
FEMURAL TROCÂNTER
TROCÂNTER MENOR MAIOR
COLO FEMURAL
TROCÂNTER MENOR
LINHA ÁSPERA

LINHA ÁSPERA

EPICÔNDILO MEDIAL
EPICÔNDILO LATERAL

CÔNDILO CÔNDILO MEDIAL
CÔNDILO LATERAL
MEDIAL

Tíbia
Epífise distal do fêmur (vista anterior)
TUBÉRCULO
INTERCONDILAR LATERAL TUBÉRCULO
FACE PATELAR INTERCONDILAR MEDIAL
CÔNDILO LATERAL CÔNDILO MEDIAL
CABEÇA DA FÍBULA
EPICÔNDILO EPICÔNDILO
LATERAL MEDIAL TUBEROSIDADE
ANTERIOR DA TÍBIA
DIÁFISE DA TÍBIA
DIÁFISE DA FÍBULA

CÔNDILO CÔNDILO
LATERAL MEDIAL MALÉOLO MEDIAL
MALÉOLO LATERAL

1

2 . 17/11/2014 Tíbia Tíbia (vista posterior) (vista superior) EMINÊNCIA INTERCONDILAR CÔNDILO LATERAL Área intercondiliana anterior FACES ARTICULARES CABEÇA DA FÍBULA SUPERIORES COLO DA FÍBULA CÔNDILO MEDIAL MALÉOLO MEDIAL MALÉOLO LATERAL Área intercondiliana posterior Patela JOELHO Estrutura BORDA SUPERIOR FACETA ARTICULAR A estrutura do joelho permite: .Os côndilos medial e lateral da tíbia e do fêmur se articulam para formar uma articulação do tipo condilar.Mobilidade necessária para a locomoção.Sustentação de enormes cargas. É formada: (VISTA ANTERIOR) (VISTA POSTERIOR) Complexo articular tibiofemoral Articulação patelofemoral BORDA INFERIOR Joelho esquerdo Articulação Tibiofemoral .Corte Sagital- ântero-posterior Sagital medial são conhecidos como platôs tibiais. . RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA RX – Incidência RX – Incidência -Os côndilos da tíbia .

acessoriamente. 17/11/2014 Articulação fêmuro-tibial Desvios laterais do joelho Dois graus de liberdade: . Valgo fisiológico do joelho: ângulo formado entre o eixo da diáfise femural e o eixo do esqueleto tibial (1700 .eixo transversal (atravessa os côndilos femurais) .plano sagital .1900) Articulação Fêmuro-tibial Articulação Fêmuro-tibial MOVIMENTO DE FLEXÃO-EXTENSÃO MOVIMENTO DE FLEXÃO-EXTENSÃO Mecanismo de rolamento e deslizamento 3 . • Flexão: aproxima a face posterior da perna da face posterior da coxa.movimento de flexo-extensão . permite um segundo grau de liberdade quando o joelho está fletido: rotação Genu varum: quando o Genu valgum: quando ocorre um sobre o eixo longitudinal da perna ângulo de valgismo se aumento do ângulo de valgismo inverte Desvios laterais do joelho Articulação Fêmuro-tibial MOVIMENTO DE FLEXÃO-EXTENSÃO • Extensão: afasta a face posterior da perna da face posterior da coxa.

Hiperextensão: -5º a - 10º Articulação Fêmuro-tibial Articulação Fêmuro-tibial ROTAÇÃO LATERAL ROTAÇÃO MEDIAL MOVIMENTO DE ROTAÇÃO MEDIAL E LATERAL • Posição de referência da rotação axial: indivíduo sentado com as pernas pendentes e joelho fletido em ângulo reto com a ponta do pé ligeiramente dirigida para fora • Rotação Medial: tuberosidade da tíbia aproxima-se da linha média do corpo. • Rotação Lateral: tuberosidade da tíbia afasta-se da linha média do corpo. quadril em extensão 1200 • Amplitude de movimento .Flexão Ativa: quadril fletido 1400. 17/11/2014 Articulação Fêmuro-tibial Articulação Fêmuro-tibial Amplitude de Movimento (ADM) . Articulação Fêmuro-tibial Ligamentos LIGAMENTO CRUZADO Amplitude de Movimento (ADM) ANTERIOR .Flexão Passiva: 1600 .Rotação Interna: 300 .Rotação Externa: 400 MENISCO MEDIAL MENISCO LATERAL LIGAMENTO COLATERAL MEDIAL LIGAMENTO COLATERAL LATERAL LIGAMENTO PATELAR FACE ARTICULAR PATELA TENDÃO QUADRÍCEPS 4 .Extensão: 0º .

Inserção femural: face medial/posterior do côndilo lateral do fêmur .LCA LCP . LCM.Inserção tibial: eminência VISTA POSTERIOR - intercondilar posterior LCP LCA e LCP LCA e LCP 5 . 17/11/2014 Ligamentos LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR LCL e LCM LIGAMENTO COLATERAL MEDIAL Deslocamentos Laterais MENISCO LATERAL LIGAMENTO CRUZADO LCL .Inserção tibial: eminência intercondilar anterior VISTA LATERAL . LCA e LCP POSTERIOR LIGAMENTO COLATERAL Deslizamento ântero- LATERAL posterior Ligamentos Cruzados LCA LCA e LCP .Inserção femural: face lateral/anterior do côndilo medial do fêmur .

tensão dos • ADM além do limite articular pode provocar fraturas. e panturrilha ou resistência tônica do quadríceps Limites articulares Estabilidade transversal do joelho • PARA AS ROTAÇÕES AXIAIS: .Fatores ligamentares: ligamentos cruzados anterior anterior e posterior.Fator ósseo: espinhas tibiais e côndilos femurais .Fatores ósseos: encaixe ósseo dos côndilos . 17/11/2014 Limites articulares Limites articulares • PARA EXTENSÃO: • PARA FLEXÃO: .Fatores musculares: rotação interna. rotadores externos e rotação externa. tensão dos rupturas parciais ou totais dos feixes ligamentares e rotadores internos da cápsula Movimentos além dos limites articulares Instabilidade Ligamentar Colateral Stress em Varo Stress em Valgo 6 . tíbia e patela.Fatores ósseos: superfície posterior dos côndilos femurais.Fatores ligamentares: os ligamentos cruzados limitam • Ligamentos laterais: coaptação passiva a rotação interna e externa enquanto os laterais limitam • Músculos que atravessam a articulação: coaptação a abdução e adução ativa .Fator muscular: massas musculares do quadril. coxa flexores de joelho. Fatores ligamentares: ligamentos cruzados . femurais e tíbia .Fatores musculares: resistência tônica dos . e posterior .

17/11/2014 Instabilidade ligamentar Estabilidade ântero-posterior do joelho Sinal de gaveta .Deslocamento posterior da tíbia: lesão de ligamento Gravidade cruzado posterior • Elementos cápsulo-ligamentares: cápsula articular e ligamentos laterais e cruzados.Ajudam na absorção dos choques ao nível do joelho -O estresse sobre a articulação tibiofemoral por ser cerca de 3 vezes maior se os meniscos estiverem removidos. são aderidos firmemente aos platôs tibiais.Também conhecidos como cartilagens semilunares. . coaptação passiva • Músculos que atravessam a articulação: coaptação ativa Teste de Lachman Meniscos .Deslocamento anterior da tíbia: lesão de ligamento cruzado anterior . Meniscos Meniscos • Flexão-extensão Menisco Menisco Lateral Medial 7 .

17/11/2014 Meniscos Articulação Fêmuro-patelar • Rotação • Movimento de flexo-extensão do joelho: a patela se desloca no plano sagital. joelho. coaptação articular. • Ajuda a manter a • Ajuda a manter a coaptação articular. quadríceps. Patela removida Articulação Fêmuro-patelar LESÕES NO JOELHO 8 . • Proteger a • Proteger a superfície superfície anterior do anterior do joelho. eixo transversal Função da Patela Função da Patela • Função primordial é • Função primordial é aumentar a eficácia aumentar a eficácia do do quadríceps.

17/11/2014 Ruptura Tendão Patelar QUADRÍCEPS FEMURAL Reto Femural Vasto Lateral Vasto Medial Vasto Intermédio Ação: Estende a articulação do joelho Ação do reto: estende o joelho e flexiona o quadril Reto Femural O: Espinha ilíaca ântero-inferior Inserção: Borda proximal da patela Fisiologia do Reto Femural Vasto Intermédio O: Superfície anterior (2/3 superiores) do fêmur Inserção: Borda proximal da patela Vasto Lateral O: linha áspera e trocanter maior Vasto Medial O: linha áspera e linha intertrocanterérica Inserção: Borda proximal da patela 9 .

flexão e rotação lateral do joelho lateral do do joelho. o reto da coxa torna-se menos eficaz como extensor do joelho (insuficiencia passiva) Bíceps Femural Poplíteo CABEÇA LONGA O: tuberosidade do ísquio O: epicôndilo lateral do I: cabeça da fêmur fíbula CABEÇA CURTA I: Superfície posterior da O: linha áspera tíbia do fêmur I: cabeça da fíbula A: flexão e rotação medial do joelho Bíceps Semimembranoso Femural O: tuberosidade do ísquio I: côndilo medial da tíbia CABEÇA LONGA CABEÇA CURTA A: extensão e rotação lateral A: flexão e rotação do quadril. 17/11/2014 vastos QUADRÍCEPS FEMURAL Aplicação funcional • Quando o quadril estiver fletido. Ana Paula de Sousa Paixão Fisioterapêuta 10 .

flexão e da tíbia rotação medial do joelho Cruzar a perna 11 . flexão e rotação medial do joelho Sartório O: espinha ilíaca Semitendinoso ântero-superior I: inferior e medial ao côndilo A: extensão do quadril e medial da tíbia flexão e rotação medial do (Pata de ganso) joelho Músculos da Jarrete (isquiotibiais) •Cruzam posteriormente o quadril e joelho •Extensão de coxa •Flexão de perna •Extensão de tronco Sartório Grácil O: púbis A: flexão. rotação lateral e abdução do I: abaixo do côndilo medial quadril. 17/11/2014 Semitendinoso Semimembranoso O: tuberosidade do ísquio I: diáfise proximal e medial da tíbia (Pata de ganso) A: extensão do quadril.

flexão e rotação medial do joelho Tendão do m. 17/11/2014 Grácil Músculos da Pata de Ganso A: adução do quadril. sartório 12 . semitendinoso Tendão do m. grácil Tendão do m.