You are on page 1of 2

UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ

ANEXO III
INFORMAÇÕES SOBRE O RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO

ATENÇÃO: INSTRUÇÕES IMPORTANTES


O relatório técnico científico é individual e por aluno e deve ser acompanhado de parecer do professor-orientador.
Esse modelo é válido tanto para os relatórios parciais, preparados conforme os prazos estabelecidos nos itens 4.3.5 e 5.2.4 do Edital,
quanto para os finais, preparados nos casos de conclusão do projeto por qualquer que seja o motivo. Os relatórios técnico-científicos
deverão ser recebidos e arquivados nas respectivas Coordenações Gerais ou Locais de cada curso como também enviado para o e-
mail iniciacaocientifica@estacio.br .
1. Identificação
- Aluno: LUIZ FERNANDO BALDUINO DA ROCHA
- Matrícula: 201303014688 CRA: 8,4

- Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Unidade: CENTRO - PRAÇA ONZE Previsão de conclusão do curso: 2017.1
- Orientador: LEONARDO HORTÊNCIO CPF: 758.366.960-04
- Relatório: final ( X ) parcial ( )
- Título do projeto de pesquisa: A RELAÇÃO ÁGUA-CIDADE - TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA
METRÓPOLE DO RIO DE JANEIRO
- Data do início do projeto de pesquisa: 08/2016
- Período a que se refere o relatório apresentado: 08/2016 – 07/2017
2. Desenvolvimento do relatório técnico-científico do aluno
Todo o desenvolvimento de minha atuação neste projeto de pesquisa científica se concentrou na análise da evolução urbana da cidade
do Rio de Janeiro, onde encontrou seu escopo no recorte espacial nas regiões Central e Portuária desta cidade. Evidenciando sua
relação corpos hídricos, tendo como intervalo temporal, a vinda da Coroa Portuguesa à cidade colonial até o último plano urbano em
curso, o Porto Maravilha.
O corpo teórico desta pesquisa tomou como base o cronograma por ora divulgado, neste seguiu-se o curso de etapas que foram
iniciadas a partir da análise bibliográfica, levantamento de projetos e planos urbanos que evidenciassem a relação da água e a cidade
do Rio de Janeiro, construção de variáveis para avaliação, análise de propostas projetuais, construção de um repositório digital e
encerrandas com a discussão sobre os resultados obtidos.
A primeira etapa de revisão da bibliográfica se cumpriu, auxiliando na identificação dos principais planos e projetos que alteraram as
relações água-cidade nas Regiões Central e Portuária da cidade do Rio de Janeiro, assim como o consequente surgimento de novas
dinâmicas urbanas.
Podemos concluir que os dados coletados nesta fase, nos auxiliaram na construção de uma linha do tempo do desenvolvimento
urbano da cidade que por sua vez faz parte da etapa seguinte, identificando as principais alterações nas estruturas urbanas da cidade.
Desta forma, englobando desde 1808 à 2009. O recorte temporal incorpora desde as adequações na estrutura urbana da então capital
do Império aos conceitos urbanos europeus para vinda da Coroa Portuguesa ao Brasil. A presença, objetivos e atuação da Missão
Francesa na capital, colaborando com um novo olhar urbano e embelezador europeu, que visava a padronização da estética urbana,
voltando-se ao Neoclássico. A proposição de uma nova malha urbana no Canal de São Diogo. O relatório BeaurePaire, primeiro
plano urbanístico da cidade que representava uma síntese de um novo pensamento urbano, teve como objetivo higienizar, estruturar e
trazer uma nova forma de se relacionar com a cidade. O Plano de Melhoramentos da Cidade do Rio de Janeiro que corroborou no
fortalecimento das políticas urbanas e a relação do cidadão com a estrutura urbana. O Plano Agache de Remodelação, Extensão e
Embelezamento da Cidade. O Plano Doxiadis que visava preparar a cidade para o crescimento do século XXI. Encerrando no
derradeiro Plano Porto Maravilha.
Por conseguinte, foi possível construir variáveis para avaliação que compuseram a análise das propostas projetuais anteriormente
descritas. Esta análise se fez possível com a construção de diagramas tomando por base os mapas que traduziram as propostas
urbanas do Rio de Janeiro. Com estes fora possível observar a evolução urbana da cidade, descrever a sua trajetória de abertura e
alargamento de vias, desmonte de morros com objetivo de higienizar, assim como trazer uma nova relação de abertura portuária desta
capital, vez que a criação desta nova frente se fez graças aos desmontes dos morros que outrora compunham a paisagem urbana. Por
hora, foi possível observar que para o desenvolvimento urbano da capital, a valorização de algumas áreas, assim como a atribuição de
novos usos, houveram uma série de aterros de áreas de alagadiços presentes no centro urbano.

Etapa 01:
Revisão bibliográfica, leitura dos seguintes títulos que deram embasamento para as etapas seguintes.
- ABREU, M.A. Evolução Urbana do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, IPP, 2006.
- OMA; KOOLHAS, Rem; MAU, Bruce. S,M,L,XL. 2ª Ed. Estados Unidos da América: THE MONACELLI PRESS, 1998.
- LAMAS, José Manuel Ressano Garcia. Morfologia e desenho da cidade. 7ª Ed. Portugal, CALOUSTE GULBENKIAN, 2014.

Etapa 02:
Levantamento de bibliografia complementar, dados e projetos urbanos históricos que representam a influência da nova imagem da
relação da região central e seus corpos d’agua.

Etapa 03:
Realização de comparativo evolutivo das relações urbanas da cidade, criando variáveis para análise e avaliação. Criação de
diagramas e sobreposição de mapas.

Página 1 de 2
UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ
Etapa 04:
Compilação de propostas projetuais destinadas à área central do Rio de Janeiro, esclarecendo as características particulares de cada
uma.

3. Auto-avaliação do aluno (preenchimento obrigatório)

A partir do desenvolvimento da temática desta pesquisa, foi possível engrandecer meus conhecimentos, obtendo outrossim um novo
olhar ao desenvolvimento urbano carioca, a forma como os planejadores urbanos agiram, edificaram e como atingiram seus
principais objetivos, por mim até então desconhecidos.

Por outro lado, me foi revelado a evolução urbana e morfológica desta cidade, decorrente da leitura de mapas, teses e literatura
pertinente ao tema.

Como o cerne da pesquisa corrobora meu TFG (Trabalho Final de Graduação), pude engrandece-lo com maior conteúdo histórico
morfológico do sítio em que se localiza. Assim como criei um acervo digital com mapas, diagramas e textos científicos que serão
compartilhados com os demais em tempo oportuno.

4. Parecer do Orientador (preenchimento obrigatório)


Em caso de não cumprimento do cronograma, aprova a justificativa apresentada pelo aluno? Sim ( ) Não ( )
Breve parecer: (preenchimento necessário)

Data e nome do Orientador


5. Parecer do Comitê Institucional de Iniciação Científica (CIIC)
Atribuir para os tópicos abaixo notas de 1 a 5 com a seguinte equivalência:
5 = muito bom; 4 = bom; 3 = regular, 2 = fraco; 1= insuficiente.
5 4 3 2 1
Etapa cumprida no relatório apresentado
Plano de trabalho original apresentado no início da pesquisa (aplica-se no caso de
relatório parcial)
A evolução do projeto permite prever sua conclusão dentro do prazo previsto?
Sim [ ] Não [ ], Comente no espaço abaixo

Avaliação do CIIC:
[ ] Relatório recomendado - [ ] Relatório não recomendado
Breve justificativa: (preenchimento necessário)

Data e nome do parecerista

Página 2 de 2