You are on page 1of 4

12ª Semana de Tecnologia Metroviária – Fórum Técnico

Os Trilhos Verdes das Linhas do Metrô

Tema: Os Trilhos Verdes das Linhas do Metrô

quando do ínício da operação comercial. O Metrô é um exemplo na área de transportes. que determinam o tratamento que será adotado e seguido para a concepção das áreas ajardinadas. formando parcerias com as entidades ligadas ao meio ambiente com o intuito de melhorar a qualidade de vida da população.000m² de áreas ajardinadas no entorno de suas estações. pois a cada inauguração leva o crescimento a diversas regiões da cidade. Em uma cidade tão carente de verde é de extrema importância que as empresas participem desse projeto. Descrição: Nem só de concreto vivem nossas estações. como também. palmeiras. aumento da oferta de empregos. arbustos. cultural e do meio ambiente. implantação de projeto paisagístico contando com diversas espécies como árvores. Para a implantação de uma área ajardinada é imprescindível um estudo detalhado dos diversos fatores existentes no terreno.Objetivo: Preocupado com o meio ambiente e com o objetivo de melhorar o padrão paisagístico da cidade. observamos a valorização de imóveis. herbáceas e gramas embelezando a região. mantêm parcerias com as Subprefeituras e participa do “Projeto Cortina Verde” juntamente com a Secretaria do Meio Ambiente. . Essa concepção deve estar condicionada à racionalidade de tal forma que as vegetações jamais se constituam em empecilhos na utilização das áreas de circulação. manter e preservar. aumentando sua atuação nas áreas social. porém nem tudo que é bonito é fácil de construir. Relevância: Este trabalho leva aos interessados o conhecimento da importância e comprometimento com que o Metrô proporciona bem estar e qualidade de vida aos seus usuários. o Metrô além de conservar e manter aproximadamente 110. Apesar dos transtornos causados durante as obras de construção das estações. proporcionando uma política de desenvolvimento urbano para as gerações presentes e futuras. crescimento comercial.

temos como compromisso manter a conservação dessas áreas. seja como elemento de sombra à iluminação pública ou mesmo como refúgio às pessoas desabrigadas. Plantar espécies certas nos lugares certos. do Metrô. hoje implantado na Gerência de Operações da Cia. o plantio de espécies junto à via que possam correr risco de queda e/ou acúmulo de folhas secas causando transtonos operacionais ou até a sua paralização. . a prática mais recomendada para os novos plantios. Em síntese. Devemos evitar. Atendendo a um dos objetivos do Sistema de Gestão de Qualidade – SGQ . é sem dúvida. "Obter índices crescentes de satisfação dos clientes".No Metrô devemos estar atentos no sentido de evitar o plantio de espécies que possam favorecer o acesso indevido à via energizada . assim como promover um visual agradável aos nossos usuários. seja como elemento de apoio para transposição do muro da via. também. proporcionando insegurança e/ou riscos aos usuários. compatibilizar os benefícios da arborização com os equipamentos de utilidade pública não é tarefa das mais fáceis.

Pós graduada em Análise e Projeto de Sistemas e Recursos Humanos pela Universidade Paulista e Elaboradora e Instrutura de Treinamentos pela Escola SENAI “Mariano Ferraz”. .Autora: Áurea da Conceição Veiga Administradora pela Universidade Brás Cubas.