Resolvida no Grupo PCF – Área 06 (http://groups.yahoo.

com/group/Grupo_PCF_Quimica-2008/) Por: Robson Timoteo Damasceno

Correto Todos as formas estão corretas.

Errado A afirmação sobre o futuro não ser obra do acaso é categórica e geral, não sendo condicionada pelo padrão de vida democrático.

Correto A intensidade da argumentação certamente seria diminuída, mas a correção gramatical é mantida.

Errado Somente essa alteração não estabeleceria paralelismo, pois as ideias estão construídas de maneira diversa nos dois trechos.

Correto Adequada relação.

Correto É o que se vislumbra no texto. Ambas funções são típicas para o sinal de ponto-e-vírgula.

Errado A expressão “desse modo” traz uma ideia de consequência, que não está presente na redação original.

Errado A expressão “ao respeito” seria totalmente incorreta, conforme o que foi sugerido.

Errado A expressão “não se trata de” é invariável.

Errado Esta afirmação é uma extrapolação incorreta das ideias do texto.

Correto “Não limitar a extensão” é uma coisa e “não se limitar à extensão” é outra, embora as duas formas sejam gramaticalmente corretas.

Errado O sujeito da oração é “tema” e a construção sugerida é incorreta.

Correto É exatamente esta a ideia presente no texto.

Errado Não se pode inserir o sinal de crase, pois se está diante de termo no plural e não temos “as”, mostrando que o artigo não está presente.

Errado Não, pois para fazer essa mudança o correto seria o uso do hífen e da contração: “fazemonos”.

Correto É esta a relação presente nessa parte do texto.

Correto O “meu”, por exemplo, é usado com sentido ideológico, e não para realmente demonstrar posse por parte do autor.

Errado A redação “o homem vamos adquirindo” é absurda.

Correto É esta a relação no texto.

Correto Nenhum termo do texto está fazendo a concordância, de maneira que a alteração não cria erros gramaticais em outros trechos. Além disso, em termos de significado nada se altera.

Correto O texto original usa um recurso estilístico, mas em termos de redação oficial é realmente melhor evitar esse emprego. A questão é, porém, polêmica.

Errado Não se deve preposicionar os sujeitos oracionais.

Errado Perde-se a coerência com a retirada do travessão, pois ele é que está marcando a relação entre “quando... funcionarem” e “multas”.

Errado Não preservaria a correção gramatical, pois seria necessária a alteração da forma verbal na linha seguinte para “sentisse”.

Correto A afirmação é correta pelo gabarito. Porém, recorri, com o seguinte argumento: “Peço a alteração do gabarito de C para E, devido a dois fatos: 1 - A exposição de motivos não necessariamente segue o padrão ofício. 2 - Quando o item afirma: a aposição da data de sua assinatura e emissão, que deve estar alinhada à direita, logo após a identificação do documento, provoca ambiguidade, pois logo após gera o entendimento que seria na mesma linha, o que não é o caso.”

Errado O documento oficial encaminhado por um chefe de seção a seu diretor será comunicação interna de um órgão. Nessa situação, deve-se utilizar o memorando. Além disso, por ser correspondência dirigida a uma hierarquia superior, o fecho que se aplica é “Respeitosamente,”, e não “Atenciosamente”, que figura na redação do item. Note-se, ainda, que no item falta a necessária vírgula após “Atenciosamente”.

Errado Não existe subordinação direta entre a INTERPOL e a ONU.

Errado Não existe tal presídio.

Errado A INTERPOL não realiza prisões, apenas atividade de inteligência.

Correto Esse item traz uma correta definição sobre o que é a INTERPOL.

Correto As informações são adequadas. Questionar tais detalhes é algo lamentável por parte do CESPE.

Correto Realmente o acordo prevê essa possibilidade, embora ainda haja grande resistência do Ministério de Minas e Energia, por exemplo, à aprovação dessa parte do acordo.

Correto Questão capciosa. Em termos de produção atual, Itaipu é a maior, mas o termo “capacidade” é duvidoso, pois existe uma hidrelétrica chinesa com capacidade muito alta também (Usina de Três Gargantas), mas não operando na capacidade máxima.

Errado Tal gasoduto não está em nenhum plano existente.

Correto É o que agora ocorre.

Errado É muito mais conveniente, e usual, usar o protocolo TCP/IP para intranets.

Errado Os browsers possuem, sim, opções para excluir os cookies.

Errado Esse botão faz com que o navegador vá para a página inicial, e não fixa a página atual como inicial.

Correto Qual a dúvida?

Correto Adequada definição.

Correto 1 bilhão de bytes é em torno de 1G, valor totalmente possível para um pendrive, dispositivo adequadamente conceituado.

Correto É o que ocorre realmente.

Errado Na configuração padrão é necessário duplo clique e não clique simples.

Errado Ao se clicar no botão todas essas marcações desaparecerão, pois o modo de exibição de caracteres não imprimíveis será desativado.

Correto O botão da barra está mostrando que a janela está não maximizada.

Errado Ctrl+C é o comando para copiar. Centralizar é Ctrl+E no Word.

Correto Básico dos básicos...

Errado Esse é o botão para mesclar células.

Correto É o chamado File Transfer Protocol.

Errado O livro diário é obrigatório conforme determinação do Código Civil (Lei 10.406/2002) no seu art. 1.180 “Art. 1.180. Além dos demais livros exigidos por lei, é indispensável o Diário, que pode ser substituído por fichas no caso de escrituração mecanizada ou eletrônica.”. O Livro Razão é obrigatório para os contribuintes do Imposto de Renda (IR) com base no Lucro Real, sendo facultativo para aqueles que contribuem para o IR com base no lucro presumido ou arbitrado.

Correto As contas do Patrimônio Líquido têm natureza credora e, consequentemente, suas retificadoras têm natureza devedora. Desta forma, as contas retificadoras do Patrimônio Líquido têm seus saldo aumentados por lançamentos a débito e reduzidos a crédito.

Correto A questão está correta. De fato, o lançamento de 4ª fórmula pode ser entendido como recebimento por uma venda a prazo, após o vencimento da obrigação, e concessão de abatimento por problemas com a mercadoria ou sua entrega. Para exemplificar, suponha-se que a entidade tenha realizado uma venda a prazo no valor de R$ 600,00 e que o seu cliente faça o pagamento em atraso, incorrendo em juros de R$ 60,00. Simultaneamente a entidade concede abatimento sobre o preço das mercadorias no valor de R$ 100,00. Desta forma, o valor a ser recebido pela entidade é de R$ 560,00, ou seja, R$ 600,00 acrescidos de R$ 60,00 de juros e deduzidos de R$ 100, de abatimento sobre o preço de venda (R$ 600,00). Desta forma, o lançamento de 4ª forma seria: D – Bancos ..........................................560,00 (valor recebido do cliente) D – Abatimentos ...................................100,00 (dedução da receita de vendas – natureza de despesa) C – Clientes ...........................................600,00 (pela baixa do direito contra seu cliente) C – Juros .................................................60,00 (pelo recebimento de juros – receita financeira) Como se pode verificar, o total de lançamentos a débito é igual ao total de lançamentos a crédito (R$ 660,00), o que confirma o método das partidas dobradas.

Correto A prescrição de uma dívida corresponde à insubsistência do passivo e, por aumentar o patrimônio líquido da entidade, constitui-se numa receita. De modo contrário, o perecimento de um direito, reduz o ativo e, considerando que o passivo se manteve, reduz também o patrimônio líquido da entidade, sendo portanto uma despesa denominada insubsistência do ativo

Errado O enunciado da questão traz um exemplo improvável, ou faltam maiores informações para sua resolução, pois o Imposto de Renda devido num exercício não pode ser superior à sua base de cálculo, como sugere o item. Ainda que esta situação fosse possível, as reservas de lucros não poderiam ser destinadas ao pagamento de imposto de renda, posto que isto representaria nova tributação sobre lucros que já foram tributados antes de serem destinados às respectivas reservas de lucros

Correto De fato, os ajustes de exercícios anteriores, como por exemplo a correção de erros são lançados diretamente no patrimônio líquido, pois não se deve alterar o resultado do exercício atual com a retificação de operações de exercícios anteriores, o que prejudicaria a uniformidade ou consistência. O resultado líquido do exercício (prejuízo ou lucro) deve ser transportado da apuração do resultado para o patrimônio líquido como conta credora, se lucro, ou devedora (retificadora do patrimônio líquido), se prejuízo (Prejuízos Acumulados). Por fim, de acordo com o artigo 442 do RIR/99, no caso da venda das ações em tesouraria com lucro, será este contabilizado diretamente a crédito da conta de reserva de capital (reserva de ágio na alienação de ações próprias). Se houver prejuízo, o resultado deve ser debitado à conta que financiou as ações em tesouraria. Portanto, os ajustes de exercícios anteriores, o resultado do líquido do exercício e o resultado na venda de ações em tesouraria são eventos que afetam o patrimônio líquido.

Errado O enunciado da questão traz um exemplo improvável, ou faltam maiores informações para sua resolução, pois o Imposto de Renda devido num exercício não pode ser superior à sua base de cálculo, como sugere o item. Ainda que esta situação fosse possível, as reservas de lucros não poderiam ser destinadas ao pagamento de imposto de renda, posto que isto representaria nova tributação sobre lucros que já foram tributados antes de serem destinados às respectivas reservas de lucros.

Correto As atividades de financiamento consistem, principalmente, em aumentos e diminuições do capital social ou em aumento e diminuições do passivo exigível não classificados como fluxos operacionais. As três operações citadas na questão se enquadram no critério supracitado, pois a colocação de debêntures aumenta o passivo e não se trata de uma atividade operacional. A distribuição de juros sobre capital próprio representa custos da obtenção de recursos financeiros (NBCT 3.8, item 35) e a integralização de capital aumenta o capital social.

Errado A estrutura da Demonstração do resultado do Exercício até a determinação do Lucro Operacional Bruto, ou simplesmente Lucro Bruto é a seguinte: Receita Bruta de Prestação de Serviços.....................................480.000 (-) Deduções da receita bruta.......................................................(71.000) Descontos promocionais......................................................20.000 ISS (tributos sobre vendas)..................................................23.000 Contribuições incidentes sobre as receitas (PIS/COFINS)...28.000 (=) Receita Líquida.......................................................................409.000 (-) Custo dos serviços prestados.................................................(170.000) (=) Lucro Bruto..............................................................................239.000 Portanto, o lucro bruto da empresa foi de R$ 239.000,00.

Errado O item está errado, pois as falhas de mercado, como por exemplo o monopólio, podem reduzir a produção e aumentar os preços.

Correto A menos que a demanda seja infinitamente elástica em relação ao preço, o deslocamento da curva de oferta para a esquerda, em razão das barreiras de importação impostas, levará a um aumento de preços do produto no mercado interno.

Errado A curva de restrição orçamentária tem inclinação inicial de 1/3, que é relação entre os preços unitários de y e x. Quando o preço unitário de y se altera de R$ 3,00 para R$ 4,00, a inclinação se reduz para 1/4.

Correto De fato, o crédito subsidiado tem maior influência sobre a oferta de produtos agrícolas que seus preços, pois a capacidade de reação dos produtores em relação aos preços não é imediata, em razão de a volatilidade do mercado de produtos agrícolas não poder ser acompanhada de forma ágil por alterações na capacidade e no planejamento produtivo do setor.

Correto De fato, a concorrência perfeita representa a alocação mais eficiente recursos, pois a atomização do mercado faz os preços tenderem ao custo marginal de produção, o que leva os concorrentes a buscarem ganhos de eficiência para se destacarem no mercado.

Errado O exemplo citado na questão refere-se à política de equalização de preços.

Errado Os reajustes são mais transparentes, pois resultam da aplicação de um determinado índice de preços sobre o valor da tarifa para manter seu valor frente aos efeitos da inflação. As revisões se tratam de reavaliação dos custos incorridos pelos produtores ou prestadores de serviços e demandam análise mais detalhada, segundo fórmulas que variam caso a caso, sendo menos acessíveis e, portanto, menos suscetíveis ao controle social.

Correto De fato, os monopólios naturais, como as distribuidoras de energia elétrica devem ser regulados para que se evitem abusos, embora tais monopólios sejam necessários pela maior eficiência alcançada pelas economias de escala.

Correto De fato, elevadas taxas de juros somente são aceitas pelos tomadores em situação difícil, ou seja, aqueles mais propensos a se tornarem inadimplentes, resultando portanto numa seleção adversa. O cadastro positivo pode ser uma opção para amenizar o problema na medida em que reduziria o risco de seleção adversa por parte dos financiadores.

Errado -4 Se pegarmos o valor para a Guatemala, teremos que a probabilidade é de 50/100000 = 5.10 . -4 -5 -5 Se o valor é 30 vezes menor, temos 5/30.10 = 10/6.10 . Portanto, o valor é maior do que 10 .

Errado Trata-se de combinação de 11, tomados 6 a 6 = 11!/(5!6!) = 462.

Errado O fato de B ser verdadeira numa proposição do tipo A->B nada permite concluir sobre o valor lógico de A.

Errado Montemos a Tabela-Verdade: A B ~A V V F V F F F V V F F V Portanto, não são equivalentes.

~B F V F V

A->B V F V V

~A->~B V V F V

Correto Carlos só pode estar mentindo, pois se dissesse a verdade José diria que ele é do tipo mentiroso (“somos opostos”). Portanto, Carlos mente. Se Carlos mente, então José sempre mente também.

Errado A negação é “Existe um policial que não é honesto”.

Correto Temos a seguinte seqüência: ~A -> B C->~A ~B ~C Se ~B é V, então B é F. Portanto, pela primeira proposição, ~A é F, pois V->F é F. Logo, pela segunda proposição, C precisa ser F e portanto ~C é V.

Errado Trata-se de combinação de 11, 5 a 5, que é igual ao valor do item anterior – 462, maior do que 400, portanto.

Correto No mínimo mal escrito o enunciado, caso o item esteja correto. Fiz o recurso: “Peço a alteração do gabarito, dado que pela redação apresentada no item, o melhor entedimento é de que se deve calcular a porcentagem de que a camiseta seja vermelha ou seja azul, o que representa bem mais do que os 30% sugeridos pelo item.”

Correto De acordo com a doutrina e jurisprudência.

Correto É essa a diferença apontada pela doutrina basicamente.

Errado A culpabilidade não é elemento do crime.

Errado A agressão pode ser injusta, não necessariamente antijurídica. Além disso, nem toda conduta antijurídica é crime. Pode ser uma contravenção.

Correto Questão controversa, dado que em casos específicos é possível a punição a pessoa jurídica, mas não simultaneamente. Fiz recurso também para essa: “Peço a alteração do gabarito desse item, dado que, embora seja verdadeiro que há leis e jurisprudência para que a pessoa juridica seja penalmente responsabilizada, não é o caso de que esta seja simultaneamente punida com a pessoa física, de maneira que houve confusão com esses conceitos.”

Errado Não concordo com a parte do entendimento de que seja necessário que o lugar seja habitado. Fiz recurso: “O item é incorreto, dado que há posição na jurisprudência entendendo pela não necessidade de que a casa esteja habitada para o aumento de pena. Essa é a posição doutrinária majoritária. Veja-se, por exemplo, Gilherme de Souza Nucci (Código Penal Comentado, 9º edição): Entendemos que a causa de aumento de pena está presente desde que a subtração ocorra durante o período noturno, ou seja, quando as pessoas de um modo geral estão menos atentas, com menor chance de vígilia de seus bens e dos bens alheios, porque anoiteceu. Se um imóvel é invadido durante a noite, estando ou não habitado, com ou sem moradores em seu interior repousando, o furto merece pena mais severa. No mesmo sentido, Mirabete e Fabbrini (Manual de Direito Penal, parte especial, 25º edição), citando ampla jurisprudência: Desnecessário para a caracterização da causa agravadora é que o fato seja praticado em casa habitada e que haja moradores repousando (RTJ 64/593; RT 229/578, 271/728. 276/718, 277/164, 393/348, 413/266, 432/344, 433/420, 449/445, 475/313, 537/371-372, 579/349, 590/361, 637/366, 697/366, 679/386, 688/325; JTACrSP 10/46, 16/205, 13/278 e 341, 25/202, 29/57). Por essa razão, tem-se por agravada subtração de automóvel estacionado na rua a noite... Portanto, foi adotada posição minoritária para a elaboração do gabarito, devendo a questão ser colocada como E no gabarito final.”

Errado Não é necessária a ilegalidade do ato para tipificar a conduta.

Correto O crime é de mera conduta, não necessitando da consumação do resultado.

Correto Súmula 147 do STF.

Errado Essa possibilidade é, sim, prevista no Art. 229 do CPP.

Errado É o contrário do que diz o Art. 10, §7º do CPP, que afirma que as testemunhas podem ser indicadas.

Correto Art. 14 do CPP.

Errado O IP não tem natureza judicial, sendo apenas um procedimento persecutório.

Errado Não existe necessidade de autorização judicial para que novas pesquisas sejam realizadas (Art. 18 do CPP).

Correto É o que o CPP expressa, após alterações realizadas pela Lei 11900/09.

Errado A prisão temporária só pode ser decretada durante a fase de inquérito policial. Além disso, a segunda parte do item está errada na afirmação sobre a prisão preventiva, que pode ser decretada de ofício.

Correto É a prática de „plantar provas”.

Correto Art. 32, §2º da Lei 9605/98.

Errado Esta modalidade é prevista claramente na Lei 9455/97.

Correto Questão suspeita. Não existe menção, no artigo 33 da Lei 11.343/2006, de que há isenção de pena ao traficante de substância entorpecente o qual é dependente ou está sob efeito da droga (caso fortuito ou força maior). Além disso, na doutrina não se aceita a previsão de excludente de punibilidade para dependentes.

Errado O artigo 37 da Lei 11.343/2006 tipifica a conduta do “informante”.

Errado O prazo fixado na legislação é de 45 dias.

Errado Embora exista a disposição, ela foi considerada inconstitucional pelo STF, de maneira que o crime não é inafiançável. Colocando o gabarito dessa maneira se favoreceu o candidato com conhecimentos menores, de maneira que a questão deve ter seu gabarito alterado.

Errado Os fatores de Herzberg são os higiênicos e os motivacionais. Os higiênicos tratam da relação de satisfação enquanto os motivacionais sobre a relação de motivação dos colaboradores. As condições do ambiente de trabalho, segundo o próprio, são questões chamadas de higiênicas, pois estariam ligadas ao bem-estar e consequentemente ocasionando a relação de satisfação ou insatisfação. A satisfação não é pressuposto de motivação, segundo o estudioso.

Correto A teoria da equidade se manifesta e se baseia no critério que as pessoas têm sobre a recompensa que recebem em comparação com as recompensas que as outras pessoas recebem pelo mesmo serviço ou pelos mesmos resultados.

Errado A vigência é de 1 ano.

Errado Não houve restrição do controle do ordenador de despesas e nem perda da individualização dos recursos de cada unidade gestora.

Correto Correto conceito.

Errado O conceito em questão é o de recolhimento.

Errado A União não se configura no pólo passivo de dívida ativa.

Correto Questão controversa e possível de anulação.

Correto Decreto 93.872/86 art.45 III §3°.

Correto Outra questão polêmica, pois isso fere o princípio da unidade de caixa.

Errado Trata-se de poder de polícia e não disciplinar.

Errado Trata-se de presunção relativa e não absoluta, como o item afirma.

Errado A sociedade de economia mista não pode adotar qualquer forma societária.

Correto De acordo com a Lei 8112/90.

Errado As sanções não são unicamente as prevista naquela lei.

Correto A propriedade é da União, conforme Art. 20 da CF88. Porém, acredito que este item estava fora do edital.

Errado Não é garantida a informação sobre outras pessoas quaisquer.

Errado Ministro da Fazenda não é cargo privativo.

Correto Art. 136 da CF88.

Errado Não é competência exclusiva da Polícia Federal.

Redação: A vida em sociedade é baseada em abrir mão da liberdade para realizar algumas condutas, recebendo em troca benefícios que não seriam possíveis vivendo isolado. Da necessidade de definição entre os limites do interesse particular e coletivo nascem os direitos humanos. Para que essa relação entre o particular e seus semelhantes seja válida na prática, é necessário que existam mecanismos para fazer com que os direitos sejam respeitados. É aí que entra a necessidade do aparato policial. Ele é um dos pilares da sociedade, pois quando a repressão policial aos abusos é frágil, a sociedade é tomada por um sentimento de insegurança, e as instituições tendem a ruína. Diante disso, não é exagero dizer que a efetividade dos direitos em uma sociedade está ligada a eficiência que o poder policial tem em agir. O próprio equilíbrio da sociedade depende de suas forças policiais. Nas sociedades primitivas, um assassinato podia levar ao declínio de todo um grupo, por conta das vinganças que se seguiam. Portanto, as sociedades modernas devem investir e colocar a questão da segurança e do aparato policial como prioridade. Obviamente que não se tem em mente uma sociedade onde as forças policiais sejam um poder supremo, acima dos cidadãos e das instituições. Essa é uma característica dos governos ditatoriais. Porém, dar valor exagerado a essa ressalva e subestimar a importância da ação policial nas sociedades democráticas modernas é ingênuo. Afinal, sempre existirá quem queira levar vantagem dos demais. E sempre quando a vantagem pessoal começa a sobressair sobre os interesses da sociedade, enfraquece o valor dos direitos humanos. Diante disso, fica claro quão importante é o Brasil começar a pensar a questão da segurança policial como urgente e acima de ideologias partidárias. Avançará, assim, o país e cada pessoa que dele faz parte.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful