You are on page 1of 9

Erros que comprometem a instalação elétrica de uma

residência

12 erros que comprometem a instalação elétrica de
uma residência

Para que a instalação elétrica de seu imóvel seja segura, confiável e de
qualidade, especialistas alertam que qualquer erro, por mínimo que seja, pode
resultar em sérios problemas.

Entre eles estão as sobrecargas nos componentes elétricos, que culminam em
choques elétricos, curtos-circuitos, acidentes e até mesmo em incêndios de
grandes proporções.

contribui para o funcionamento seguro e adequado de todos os componentes da instalação. qualificados e capacitados É o primeiro grande erro quando o assunto é instalação elétrica. Esse fator. aliado à execução correta do projeto. E a falta de um eletricista capacitado para a execução do serviço culminará em um trabalho mal feito. listamos os principais erros que comprometem a instalação elétrica: Erro nº 1: Não contratar profissionais habilitados.Para conscientizar as pessoas de que com instalação elétrica não se brinca. já que a não contratação de um engenheiro eletricista habilitado e qualificado resultará na ausência de um projeto elétrico elaborado corretamente. . Erro nº 2: Não ter um projeto elétrico elaborado corretamente Todo imóvel residencial deve ter um projeto elétrico preparado de acordo com a norma técnica NBR 5410 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) – Instalações Elétricas de Baixa Tensão.

inclusive nos circuitos de iluminação. eles não possuem propriedade antichama. Lembre-se também que o condutor de proteção (fio terra) deve ser instalado em todos os circuitos elétricos. Ele também é um item fundamental no sistema de proteção contra a queima dos componentes da instalação e dos equipamentos eletroeletrônicos. Erro nº 5: Falta de aterramento Segundo a NBR 5410. Paralelo ou Torcido (300 volts) nas instalações elétricas fixas A utilização desses condutores elétricos em instalações fixas está proibida desde a última revisão da norma da ABNT NBR 5410. O fio terra é identificado pela cor verde ou verde com listras amarelas.Erro nº 3: Fazer a ligação de entrada através de ‘gatos’ É um dos problemas mais comuns e também um dos que geram grande número de acidentes fatais. A ligação da entrada de energia do imóvel (também conhecido como padrão de entrada) deve ser solicitada junto a concessionária de energia de cada cidade e obedecer rigorosamente as suas instruções. pois essas ligações clandestinas são feitas principalmente por pessoas que não utilizam equipamentos de proteção individual e geralmente desconhecem os conceitos fundamentais de uma instalação elétrica. Ele oferece um caminho para que as descargas elétricas que poderão ocorrer no local sejam adequadas e seguramente conduzidas pela instalação. Erro nº 4: Usar cabos PP (500 ou 750 volts). Erro nº 6: Uso inadequado de benjamins e extensões . além de proteger as pessoas contra choques elétricos. Isso porque esses cabos são destinados apenas para a ligação de equipamentos eletroeletrônicos ou em extensões para a ligação temporária de aparelhos. Além disso. que está em vigor desde 2004. o sistema de aterramento é um item de proteção obrigatório.

Os benjamins e extensões. que poderá ser ultrapassada no caso da ligação de vários aparelhos que não estavam previstos. geralmente. Numa sala de TV. os fios e cabos elétricos devem sempre ser instalados dentro de eletrodutos. o consumo elevado de energia e as sobrecargas. por exemplo. Erro nº 8: Ausência de tomadas de uso específico Equipamentos de alta potência como ar condicionado. Erro nº 7: Fios e cabos elétricos que ficam soltos e espalhados Além de depreciar a construção. sendo que a tomada existente no ponto onde será ligado o benjamim e o cabo elétrico que alimenta esse ponto foram planejados para suportar uma corrente elétrica determinada. Erro nº 9: Aquisição de fios e cabos “desbitolados” Além de irregulares (não estão de acordo com as normas técnicas da ABNT e não possuem certificação). O resultado disso é o aquecimento do circuito elétrico. geladeira. Na falta delas poderá haver sobrecargas nas tomadas que são utilizadas e que não foram destinadas ao uso com potências elevadas. Por isso. por exemplo. Caso isso não seja possível. entre outros necessitam de uma tomada de uso específico. quatro tomadas em uma única caixa. torneira elétrica. Consulte um profissional para orientar sobre esse assunto. então o usuário deve estar atento para não ligar uma carga no benjamim ou na extensão superior ao que poderia ser ligado em uma só tomada. aumentam em até três vezes ou mais a quantidade possível de ligação de equipamentos em uma única tomada. canaletas ou outros componentes específicos para essa finalidade. os riscos de curtos-circuitos e incêndios são constantes. A solução nesse caso é especificar uma tomada para cada aparelho elétrico. onde são ligados diversos equipamentos pode- se prever. forno elétrico. esse tipo de material compromete a instalação . fora a possibilidade de as pessoas sofrerem choques elétricos ou tropeçarem nos condutores elétricos.

prefira materiais de marcas reconhecidas no mercado. pois existem muitos desses produtos que possuem o selo do Inmetro. Nos circuitos dos ambientes que podem ser molhados como a cozinha. banheiros. colocando assim a instalação em risco de incêndios e acidentes em geral. Por isso. dez anos após o término de sua instalação. Erro nº 12: Falta de manutenção preventiva A prevenção é sempre o melhor remédio para garantir a segurança e a qualidade da instalação elétrica. Depois disso. o endereço e o telefone do fabricante que são falsos. curtos- circuitos e incêndios. as perdas de energia e o aumento na conta de luz. Em muitos casos. já que eles possuem menos material que o recomendado pelas normas. um disjuntor muito acima da capacidade dos condutores. Erro nº 11: Não instalação do Dispositivo DR A falta desse componente obrigatório afeta a segurança das pessoas que moram ou trabalham no local. pois o DR protege as pessoas contra os choques elétricos. A primeira revisão da rede elétrica do imóvel deve ser feita. erroneamente. devem ser previstos DRs de alta sensibilidade (menor ou igual a 30 mA).elétrica. no mínimo. coloca-se. Erro nº 10: Disjuntores não compatíveis com fios e cabos elétricos Um problema muito sério é quando a corrente nominal do disjuntor não é compatível com a capacidade de condução de corrente dos cabos elétricos. Por serem subdimensionados. Sua instalação também é obrigatória em saunas e piscinas. entre outros. áreas de serviço. é fundamental verificar tudo a . Fique atento também. O material ainda pode resultar em queda constante dos disjuntores. haverá o aquecimento dos condutores. o que significa que não haverá a correta proteção dos cabos em condições de sobrecarga ou curto-circuito.

Fonte:tribunadabahia. blackout. surto entre outros.br 5 problemas na rede elétrica que afetam seus equipamentos Neste artigo vamos conhecer os principais problemas que ocorrem na rede elétrica e suas consequências. dos principais problemas na rede elétrica. Ouvimos falar de problemas do tipo subtensões.cada cinco anos pelo menos. que afetam seus equipamentos: .com. mas o que significam estes problemas? Apresento uma descrição resumida.

quando sistemas de ar condicionados atingem seus picos de uso ou nos horários do início da noite quando a maioria dos chuveiros elétricos estão ligados. Em dias quentes. motores. principalmente na época de verão. etc. acidentes. Estes equipamentos. tempestades. compressores. ar condicionados. Blackout: Blackout é a perda total de energia. também conhecida como “apagão”. como por exemplo congelamentos do sistema. queda de raios. etc. Normalmente as subtensões são causadas pelas exigências de energia na inicialização de equipamentos elétricos tais como máquinas. consomem grande quantidade de energia.Subtensões: Também conhecidas como quedas de tensão. provocando a queda de tensão por curtos espaços de tempo. ao serem ligados. . Efeitos causados: Uma queda de tensão pode drenar a energia que um computador necessita para funcionar e causar diversos problemas. Geralmente são causados por demanda excessiva de energia rede elétrica. panes inesperadas resultando em perda de dados. as subtensões são diminuições por curto período de tempo dos níveis de tensão. Este tipo de problema é o mais comum abrangendo mais de 85% de todos os tipos de problemas de energia elétrica. são os momentos mais prováveis da ocorrência de subtensões. elevadores. arquivos corrompidos ou comprometimento de uma determinada parte do computador.

Perda total dos dados e informações armazenadas no disco rígido. Quando o equipamento é desligado. Um pico de energia pode penetrar em equipamentos eletrônicos através da linha de energia elétrica AC.Efeitos causados: Perda do trabalho que não foi armazenado nos meios de armazenamento fixos do computador. Normalmente causado por um raio que caiu próximo a sua instalação ou pela própria empresa de energia elétrica. . instantânea. linhas seriais ou telefônicas e danificar ou destruir completamente seus componentes. Aparelhos de ar condicionados. Níveis acima desta faixa podem estressar componentes mais delicados provocando falhas prematuras. quando esta retorna com o fornecimento após uma interrupção de energia. equipamentos elétricos e outros podem causar o Surto. Surto: Um curto aumento de tensão durando pelo menos 1/120 de um segundo. a voltagem extra é dissipada pela linha de energia elétrica. Pico de Tensão: Aumento de tensão. Efeitos causados: Danos catastróficos ao equipamento com queima de partes. Efeitos causados: Computadores e outros dispositivos eletrônicos são projetados para receber energia elétrica numa determinada faixa de tensão. perda de dados. conexões de rede.

O uso de No-Break é indicado. dados. Fonte:csolutions. evitando assim defeito nos equipamentos e computadores. Conclusão: A proteção dos equipamentos eletrônicos e computadores contra os problemas acima mostrados é de primordial importância. transmissores. motores. fornecendo assim a proteção necessária para seus equipamentos.br . Eles podem ser intermitentes ou constantes Efeitos causados: Ruídos podem produzir erros em arquivos. equipamentos industriais. o Ruído elétrico quebra a suavidade da onda senoidal esperada da energia fornecida pela energia elétrica.com. evitando também perda de dados ou a possibilidade de arquivos corrompidos.Ruído: Conhecido como Interferência Eletro-Magnética EMI e Interferência de Rádio Frequência RFI. Causado por diversos fatores tais como raios. etc.