You are on page 1of 3

Se contarmos os filhos de Shem, Yafét e Ham, chegaremos ao total de 70 herdeiros desses

três homens.
Mas o que isso tem de interessante?

Leiam os versículos que seguem logo após detalhar os filhos de Yafét:


"Por estes foram repartidas as ilhas dos gentios nas suas terras, cada qual segundo a
sua língua, segundo as suas famílias, entre as suas nações." Gênesis 10:5
Para maiores informações, leia a postagem OS DESCENTES DE JAFÉ

Após listar os filhos de Ham:


"Estes são os filhos de Cão segundo as suas famílias, segundo as suas línguas, em suas
terras, em suas nações." Gênesis 10:20
Para maiores informações, leia a postagem OS DESCENDENTES DE CAM

E, por último, após listar os filhos de Shem:


"Estes são os filhos de Sem segundo as suas famílias, segundo as suas línguas, nas suas
terras, segundo as suas nações. Estas são as famílias dos filhos de Noé segundo as suas
gerações, nas suas nações; e destes foram divididas as nações na terra depois do
dilúvio." Gênesis 10:31,32

Por estes versículos podemos entender que, ao dividir as línguas dos povos, no episódio da
Torre de Babel (Gênesis 11:1-9), Deus os dividiu em 70 nações. É claro que hoje há umas 7
mil línguas pelo mundo, segundo pesquisas, porém muitas são variações de uma língua que
existiu no passado, como, por exemplo, o Português, Espanhol, Italiano, Francês e outras
vieram do Latim.

Mas o que o número 70 nos remete?


As Escrituras Sagradas nos afirmam que, ao espalhar os povos, Deus os dividiu segundo o
número dos filhos de Israel:
"Quando o Altíssimo distribuía as heranças às nações, quando dividia os filhos de Adão uns
dos outros, estabeleceu os termos dos povos, conforme o número dos filhos de
Israel." Deuteronômio 32:8
E, se analisarmos, perceberemos que Israel entrou no Egito exatamente com 70 pessoas
(Gênesis 46:27; Êxodo 1:5; Deuteronômio 10:22)

Vamos analisar o número 70 na Bíblia:


 70 nos remete liderança:
Além dos 70 descendentes de Noé que se multiplicaram e fundaram as famílias da Terra e dos
70 israelitas que entraram no Egito e multiplicaram-se formando o povo de Israel, temos:
70 autoridades foram constituídas dentre Israel (Êxodo 24:1,9; Números 11:16,24,25);
70 descendentes (filhos e netos) do juiz Abdom montavam 70 jumentas (Juízes 12:14);

 70 nos remete a liderança e juízo:


70 vezes 7 Lameque considera como o juízo sobre quem o vingasse (Gênesis 4:24);
70 reis perderam polegares das mãos e pés por Adoni-Bezeque, que foi vingado (Juízes 1:7);
70 homens de Bete Semes são feridos por olharem dentro da arca da aliança (I Samuel 6:19);
70 quilos de prata foi o indevido presente de Naamã a Geazi, recebendo juízo (II Reis 5:23);
70 descendentes do rei Acabe foram mortos para cumprir-se o juízo de Deus (II Reis 10:1,6,7);
70 anos, "o tempo de vida de um rei", Tiro seria esquecida (Isaías 23:15,17);
70 autoridades idólatras são contemplados pelo profeta e trazem juízo divino (Ezequiel 8:11);
70 anos Judá ficou cativo na Babilônia (II Crônicas 36:21; Jeremias 25:11,12; 29:10; Daniel 9:2;
Zacarias 1:12; 7:5);

 70 nos remete a morte e o preço para a morte


70 dias egípcios choraram a morte de Jacó, o pai do povo de Israel (Gênesis 50:3);
70 filhos de Gideão que morreram a mando de Abimeleque (Juízes 8:30; 9:2,5,18,24,56);
70 peças de prata foi o preço de Abimeleque para matarem seus irmãos (Juízes 9:4);
70 anos o homem possui de vigor da vida (Salmos 90:10);

 70 nos remete ao santuário que Deus instituiu para oferecer reconciliação:


70 centímetros de largura e altura tinha a arca da aliança (Êxodo 25:10; 37:1);
70 centímetros de largura tinha o propiciatório, acima da arca (Êxodo 25:17; 37:6);
70 centímetros de altura tinha a mesa dos pães da proposição (Êxodo 25:23; 37:10);
70 centímetros de altura tinham as tábuas do tabernáculo (Êxodo 26:16; 36:21);
70 centímetros era a medida das bases do tanque de bronze do templo (I Reis 7:31);
70 centímetros era a altura das rodas das bases do tanque de bronze do templo (I Reis 7:32);
70 bois, além de outros animais, ofertaram na reabertura do templo (II Crônicas 29:32);

Encontramos também o número 70 entre os sacrifícios da Festa dos Tabernáculos:


Bezerro Carneiro Cordeiro Bode
1° dia 13 2 14 1 30
2° dia 12 2 14 1 29
3° dia 11 2 14 1 28
4° dia 10 2 14 1 27
5° dia 9 2 14 1 26
6° dia 8 2 14 1 25
7° dia 7 2 14 1 24
8° dia 1* 1 7 1 10
71 15 105 8 199
*Como o oitavo dia é um dia a parte da festa, contabilizamos 70 sacrifícios de bezerros na
primeira semana da festa.

 70 nos remete escape, alívio, preço, perdão, salvação...


70 palmeiras aliviaram o fardo do povo de Israel no deserto (Êxodo 15:27; Números 33:9);
70 quilos de prata foi o preço da colina onde foi construída Samaria (I Reis 16:24);
70 semanas de anos foram determinadas para que Israel se converta ao Senhor (Daniel 9:24);
70 vezes 7 devemos perdoar nosso irmão (Mateus 18:22);
70 cavaleiros fizeram a escolta de Paulo para que ele não caísse em emboscada (Atos 23:23).

Perceba que, na Bíblia, "70" é o número para juízo e perdão.


De forma bem resumida, gostaria de deixar a conclusão a que chegamos:

“Deus criou o planeta para o homem viver. Uma de Suas vontades era que o homem se
multiplicasse sobre a face da terra, mas que o temesse, o amasse, o reconhecesse como
Criador e Senhor. Infelizmente a humanidade deu as costas para Deus, foi escravizada pelo
Inimigo e sofre as consequências de rejeitar aquele que a ama. Um dia, quando Cristo reinar
sobre o planeta, atrairá todos a Ele. Ensinará o mundo a amar a Deus e, as “70 nações
espalhadas” voltarão a se render ao Senhor. Isso porque o preço já foi pago. Jesus morreu na
cruz do Calvário para trazer à humanidade o perdão e a salvação.”