You are on page 1of 13
(0s mistEniosos noDnRES DA HE PAULO BORGES DESCOBRIR BUDA ESTUDOS E ENSAIOS SOBRE A VIA DO DESPERTAR «SE VIRES 0 BUDA, MATA-Ol» ENSAIO SOBRE A ESSENCIA DO BUDISMO A Agostino da Sita Roinon anata Entena-se este ensaio de reflesfo, com um tal porvetura ines perado,colhido da tadigso do budismo Chan, como a tntativa de ompreendemmos © mais fundo sentido do nosso interesss pelo cha tmado budismo, dovido a parecer ser tle que mais radical, aberta © ‘utoiconccasticament 86 assume que toa vin para verdade se fumnpre na misma medida em que a sie is guas erepresentagbes ‘eset mesma verdade wanscende eanula com insineas ainda rela- tivas ov iusrias eiolitrcas dessa busca de liberade ¢ nodez tt ‘qe consti o image disso qu, nas vérastadigGesreligiosts ov a- Denia, se designa como esituaidade. ‘A via do Bud, vulgarmente designada como budismo, pode na verdad ser considerada menos como uma doutin,religiosa ou lo “Sic, do que como um camino para a libertago de todos os ami nos © doutrinas, na media om que visu emancipar a mente de todos ‘os limites na realizaglo deta as suas ierenes potencaidades cop nitivaseafectivas, Segundo a apresentgio tadiconal. é un camino para aso que se designa como estado de Buda ou Budedade, 0 qual, hnuma perspectiva,& potencal unierslmente presente em tos 0 Sores sencents, enguano, noua, € a sua nalreza profunds, bem tomo a nates profunda de dos os fendmmenos, desde sempre © pata sempre aetale perfet, inaterada e inalterdvel pelos vus con- eps e emactonais que impedem reconhec-la 79 - Descobir da Iiredutvel 4 uma pessoa histvies, como © Buda Sakyamuni (366-486 aC.) potencal ou natuteza de Buda wsim 0 sue le, ‘numene se realiza ou desvelasompre ue & mente se iberte dos tgs factores condicionantes, adventiciose peradores de toda a Torna de Insatsigio softimento que slo a jgnordncia dulistae conceptual ¢ seus imediatosderivados emocionais, o desej-apego et releeeo, Segundo a visio bxidiea, a ignordncia fundamental reside na concep, 40 de uma duatidade enteesujeito e objecto da percepyt, nu me, ‘ida em que se concebam como una entidade ou existneia int sec, substancalidéaicae permanente, em sie por seal ‘lguém, com alguma eaidade que se fute&impermanénciae inter «ependécia universal de tdos os processos mente fenomeaics, Enidade que se denuncia como etenga ieellectid, pressuposto ns ‘gestionado ou convengo esquecida de ose, na media em que nla resisted anélseracionale a verificago pela experiénia meditative,