You are on page 1of 17

Engenharia de Software

Qualidade de Software

CONTEÚDO

Qualidade de Software ..................................................................................................... 3


Introdução.............................................................................................................................. 3
Conceitos de Qualidade ......................................................................................................... 3
Gestão de Qualidade ............................................................................................................. 3
Métricas de Qualidade........................................................................................................... 7
Atributos de Qualidade de Software ..................................................................................... 7
Fatores de Qualidade de McCall ............................................................................................ 8
Verificação e Validação (V&V) ............................................................................................. 10
Técnicas de V&V ............................................................................................................... 12
Manutenção de Software .................................................................................................... 13
ISO/IEC 9126-1 – Qualidade de Produto ............................................................................. 14

2
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

Qualidade de Software

Introdução
- O principal objetivo da Engenharia de Software (ES) é ajudar a produzir software de
qualidade;
- Empresas que desenvolvem software de qualidade são mais competitivas;
- Empresas que utilizam software de alta qualidade podem, em geral, oferecer um melhor
serviço a um preço mais competitivo.

Conceitos de Qualidade
- Definição genérica:
• “Propriedade, atributo ou condição das coisas ou das pessoas capaz de distingui-
las das outras e de lhes determinar a natureza” (Aurélio).

- Outras definições:
• Qualidade é estar em conformidade com os requisitos dos clientes;
• Qualidade é antecipar e satisfazer os desejos dos clientes;
• Qualidade é escrever tudo o que se deve fazer e fazer tudo o que foi escrito.

- Segundo a atual norma brasileira sobre o assunto (NBR ISO 8402), Qualidade é:
• A totalidade das características de uma entidade que lhe confere a capacidade de
satisfazer as necessidades explícitas e implícitas.

- Definição de Qualidade de Software:


• “conformidade a requisitos funcionais e de desempenho explicitamente
declarados, a padrões de desenvolvimento claramente documentados e a
características implícitas que são esperadas de todo software profissionalmente
desenvolvido” (Pressman).

Gestão de Qualidade
Pressman:
- Controle de Qualidade
• O controle de qualidade é feito através de uma série de inspeções, revisões e
testes (V&V), usados através do ciclo de desenvolvimento para garantir que cada
trabalho produzido está de acordo com sua especificação/requisitos.
3
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

• O conceito chave do controle de qualidade é que todos os produtos de trabalho


têm especificações definidas e mensuráveis com as quais podemos comparar o
resultado de cada processo.
• Os processos de verificação e validação (V&V) são processos mais associados ao
controle de qualidade.

- Garantia de Qualidade
• Consiste em um conjunto de funções para auditar e relatar que avalia a efetividade
e completeza das atividades de controle de qualidade.
• A meta da garantia de qualidade é fornecer à gerência os dados necessários para
que fique informada sobre a qualidade do produto por meio do processo,
ganhando assim compreensão e confiança de que a qualidade do produto está
satisfazendo suas metas.

- Gestão da Qualidade
• A gestão da qualidade é geralmente denominada Garantia de Qualidade de
Software
• A gestão da qualidade é uma atividade guarda-chuva que é aplicada ao longo do
processo de software.

• Esta atividade abrange:


▪ Um processo de garantia de qualidade de software.
▪ Tarefas específicas de garantia de qualidade e controle de qualidade de
software.
▪ Práticas efetivas de engenharia de software.
▪ Controle de todos os produtos de trabalho de software e das modificações
feitas neles.
▪ Um procedimento para garantir a satisfação de normas de desenvolvimento
de software.
▪ Mecanismos de medição e relatório.

- Custo da Qualidade
• Inclui todos os custos decorrentes da busca da qualidade ou da execução das
atividades relacionadas à qualidade.

4
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

• Custos de Prevenção incluem:


▪ planejamento da qualidade;
▪ revisões técnicas formais;
▪ equipamento de teste;
▪ treinamento.

• Custos de Avaliação incluem:


▪ Atividades para obter o entendimento da condição do produto na “primeira
execução” de cada projeto.
▪ Inspeções dos processos e relações entre eles;
▪ calibração e manutenção do equipamento de teste.

• Custos de Falhas poderiam desaparecer se nenhum defeito aparecesse antes de se


entregar um produto ao cliente. Os custos de falhas podem ser divididos em: custos
de falhas internas e custos de falhas externas.

▪ Custos de Falhas Internas


o Ocorrem quando detectamos um defeito no nosso produto antes de
ser enviado ao cliente.
o Retrabalho;
o Conserto de bugs;
o Análise de falhas;

▪ Custos de Falhas Externas


o São associadas aos defeitos encontrados depois que o produto foi
enviado ao cliente.
o soluções de queixas;
o troca/devolução de produtos;
o suporte em help on-line
o trabalhos de segurança.

FCC
O processo de garantia de qualidade de software também tem como atividade validar os
aspectos de segurança.
Na prática de garantia de qualidade de software, contrapondo com o controle de
qualidade de software, se aplica a atividade: definir métricas e medição.

5
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

CESPE
O controle de qualidade tem como objetivo testar os produtos de software de modo a
identificar, relatar e remover os defeitos encontrados, enquanto a garantia da qualidade
provê a gerência sênior da organização com a visibilidade apropriada sobre o processo de
desenvolvimento.
Os processos no ciclo de vida de um produto de software podem ser classificados como
fundamentais, de apoio ou organizacionais. O processo de garantia da qualidade pode ser
considerado um processo de apoio que define atividades para garantir a conformidade dos
processos e produtos de software com requisitos e planos estabelecidos. Um processo de
garantia da qualidade pode abranger a garantia da qualidade do produto, do processo e
do sistema de qualidade.
O gerenciamento de qualidade de software pode ser estruturado em três atividades
principais: garantia de qualidade, planejamento de qualidade e controle de qualidade. O
objetivo da atividade de garantia da qualidade é assegurar que os processos e os produtos
de software, no ciclo de vida do projeto, estão em conformidade com os padrões, os
procedimentos e as descrições de processos definidos para o projeto submetidos a essa
atividade.
Um processo de gerenciamento da qualidade do projeto tipicamente visa garantir e
controlar a qualidade. Na garantia da qualidade, são executadas atividades planejadas e
sistemáticas visando garantir que o projeto empregará os processos necessários para
atender aos requisitos. Por sua vez, o controle de qualidade, diferentemente da garantia
da qualidade, monitora resultados do projeto a fim de determinar se eles estão de acordo
com os padrões relevantes de qualidade e procura identificar meios para eliminar as causas
de resultados que sejam insatisfatórios.

ESAF
Com o propósito de produzir software com qualidade, segundo o CMM, a Garantia de
Qualidade de Software (SQA) tem o objetivo de fornecer à gerência a visibilidade da
eficácia dos processos utilizados pelo projeto de desenvolvimento de software e da
qualidade dos artefatos que estão sendo criados.

FGV
A SQA (Software Quality Assurance) é um padrão sistemático de ações que são exigidas
para garantir a qualidade de software. Ela compreende uma variedade de tarefas
associadas a grandes atividades. A seguir são apresentadas as atividades da SQA:
- Aplicação de métodos técnicos.
- Atividades de testes de software.
- Realização de revisões técnicas formais.

6
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

- Aplicação de padrões e procedimentos.

OUTRAS
Segundo Pressman, na qualidade do software, as inspeções, revisões e testes utilizados ao
longo do processo de software, para garantir que cada produto de trabalho satisfaça os
requisitos estabelecidos, são conhecidas como: controle de qualidade;

Métricas de Qualidade
Pressman:
- Correção
• Um programa deve operar corretamente ou é de pouco valor para seus usuários.

- Manutenibilidade
• É a facilidade com que um programa pode ser corrigido, se um erro é encontrado,
adaptado, se seu ambiente se modifica ou é aperfeiçoado, se o cliente deseja uma
alteração nos requisitos.

- Integridade
• Mede a capacidade de um sistema resistir a ataques (tanto acidentais quanto
intencionais) à sua segurança.

- Usabilidade
• É a tentativa de quantificar facilidade de uso.

Atributos de Qualidade de Software


Sommerville:
- Boehm et al. (1978) sugeriu que havia 15 (quinze) atributos importantes de qualidade de
software.

- Esses atributos estão relacionados com a confiança, a usabilidade, a eficiência e a


manutenibilidade de software.
• Normalmente os atributos de confiança são os atributos de qualidade mais
importantes de um sistema.

- É impossível que algum sistema seja otimizado em todos esses atributos.


• O plano de qualidade deve definir os atributos de qualidade mais importantes para
o software que está sendo desenvolvido.
7
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

Segurança Compreensibilidade Portabilidade


Proteção Testabilidade Usabilidade
Confiabilidade Adaptabilidade Reusabilidade
Resiliência Modularidade Eficiência
Robustez Complexidade Capacidade de aprendizado

Fatores de Qualidade de McCall


Pressman:
- Correção
• O quanto um programa satisfaz a sua especificação e atende aos objetivos da
missão do cliente.

- Confiabilidade
• O quanto se pode esperar que um programa realize a função pretendida com a
precisão exigida.

- Eficiência
• A quantidade de recursos computacionais e códigos exigidos por um programa
para desempenha sua função.

- Integridade
• O quanto o acesso ao software ou dados por pessoas não autorizadas pode ser
controlado.

- Usabilidade
• Esforço necessário para aprender, operar, preparar a entrada de dados e
interpretar a saída de um programa.

- Facilidade de manutenção
• Esforço necessário para localizar e corrigir um erro em um programa.

- Flexibilidade
• Esforço necessário para modificar um programa em operação.

- Testabilidade
• Esforço necessário para testar um programa de modo a garantir que ele
desempenhe a função destinada.

8
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

- Portabilidade
• Esforço necessário para transferir o programa de um ambiente de hardware e/ou
software para outro.

- Reusabilidade
• O quanto um programa (ou partes) pode ser reutilizado em outras aplicações –
relacionado com o empacotamento e o escopo das funções que o programa
executa.

- Interoperabilidade
• Esforço necessário para integrar um sistema a outro.

FCC
O fator de qualidade de software em que se mede o esforço exigido para um sistema se
acoplar a outro denomina-se interoperabilidade.

9
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

CESPE

A usabilidade é uma medida de qualidade de software a ser observada também no


levantamento de requisitos, que pode ser auferida analisando-se subjetivamente as
atitudes dos usuários em relação ao sistema, por exemplo, por meio de um questionário
de avaliação. De acordo com a figura, a usabilidade estaria corretamente classificada se
posicionada em #1.
Comentário:
A usabilidade estaria corretamente classificada se posicionada em #3.
O fator de qualidade flexibilidade de McCall é definido como a capacidade de um software
de se adaptar a diferentes sistemas operacionais ou diferentes configurações de hardware.
Comentário:
Flexibilidade é o esforço necessário para modificar um programa em operação.

Verificação e Validação (V&V)


Sommerville:
- Verificação & Validação (V&V) é nome dado aos processos de verificação e análise que
asseguram que o software cumpra com suas especificações e atenda às necessidades dos
clientes que estão pagando por ele.
- Essas atividades ocorrem durante todo o ciclo de vida do software, começando com as
revisões dos requisitos e continuando com as revisões de projeto e as inspeções de
código até chegar aos testes de produto.
- É todo um processo de ciclo de vida que deve ser aplicado em cada estágio do
desenvolvimento do software.

10
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

- Tem dois objetivos principais:


• O descobrimento de defeitos no sistema (verificação);
• A avaliação sobre se o sistema é útil e adequado em uma situação operacional
(validação).

- V&V não garante que o software está livre de defeitos, mas apenas garante certo nível de
confiabilidade.

- Verificação
• Descobrir defeitos no sistema.
• Se está de acordo com a especificação (elicitada junto com cliente – requisito,
documento técnico, usado mais pelo desenvolvedor) e implementa corretamente
as funções especificadas.
• Refere-se ao conjunto de atividades que garantem que o software implementa
corretamente as funções especificadas.
▪ “Estamos construindo o produto de forma correta?”
▪ “Are we building the Product Right?”
▪ Envolve checar se o software cumpre com suas especificações.

• Principais atividades:
▪ Inspeções e Revisões de Software (verificação estática)
▪ Testes de Software (verificação dinâmica)

- Validação
• Se o sistema é útil e adequado em situações operacionais.
• Garantir que o software está alinhado as reais necessidades do sistema.
• Software construído é rastreável às exigências do cliente, aos requisitos do usuário.
• Põe para rodar e ver realmente se está legal para o usuário.
• Se atende as reais necessidades do cliente.
▪ É isso mesmo que o cliente quer?
• Refere-se ao conjunto de atividades que garantem que o software construído
implementa o que o cliente realmente desejava
▪ “Estamos construindo o produto certo?”
▪ “Are we building the Right Product?”
▪ Envolve checar se o sistema cumpre com seus requisitos funcionais e não
funcionais especificados.
▪ É um processo mais genérico.

11
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

• Principais atividades:
▪ Homologação, Testes de Aceitação (beta).
▪ Revisões com foco no cliente e usuário.

- V&V vs. Depuração


• Segundo Sommerville, os testes e a depuração são processos distintos e não
devem ser integrados:
▪ A V&V é um processo que estabelece a existência de defeitos em um
processo de software.
▪ A depuração é um processo que localiza e corrige esses defeitos.

Técnicas de V&V
- Técnica Estática
• São métodos usados para garantir a qualidade do software que não necessita de
uma versão executável do programa.
▪ Por este motivo podem ser utilizadas em todas as fases do desenvolvimento
do software.
▪ Pode verificar tanto o produto quanto o processo de software.
• Porém essa técnica oferece garantia somente a correspondência entre um
programa e sua especificação (verificação).
▪ Não demonstra que o software é útil operacionalmente;
▪ Não pode testar propriedades emergentes do software como desempenho
e confiabilidade [Sommerville 2007].
• Dentre as técnicas de verificação, Revisões são técnicas amplamente difundidas e
que podem ser usadas tanto na análise estática quanto dinâmica.

- Técnica Dinâmica
• Análise dinâmica de software é uma técnica de verificação e validação muito usada,
que consiste em exercitar o programa usando dados reais processados pelo
programa e verificar se as saídas obtidas estão de acordo com as saídas esperadas.
• Uma técnica dinâmica muito utilizada são os Testes de Software que são essenciais
para descoberta de defeitos e garantia de qualidade e confiabilidade que só podem
ser obtidas com a execução do programa.

FCC
O processo de confirmação que um software vai ao encontro das especificações
de software se trata de um conceito chave de qualidade denominado Verificação.

12
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

Os testes são técnicas dinâmicas de verificação e validação, pois trabalham com uma
representação executável do sistema.
Testes: executar um software com o objetivo de revelar falhas, mas que não prova a
exatidão do software.
Verificação: correta construção do produto.
Validação: construção do produto certo.

CESPE
A validação assegura que o produto, como fornecido, irá atender o seu uso pretendido, ou
seja, que se está construindo o produto certo. E a verificação confirma que os produtos de
trabalho refletem de forma apropriada os requisitos que foram especificados, ou seja, que
se está construindo o produto corretamente.
A diferença entre verificação e validação reside no fato de que a primeira se refere ao
conjunto de atividades que garante que o software realiza corretamente uma função
específica, enquanto a segunda refere-se a um conjunto diferente de atividades que
garante que o software que foi construído é rastreável às exigências do cliente.
Entre os principais processos da gestão da qualidade de software, estão a verificação, a
validação, a revisão e a auditoria. Os processos de verificação e validação são processos
mais associados ao controle que à garantia da qualidade.
Considerando-se o programa final como caixa preta, a validação dinâmica, ou teste, pode
ser utilizada para identificar a ocorrência de defeitos.

Manutenção de Software
- Tipos de Manutenção de Software
• Corretiva
▪ Correção de erros encontrados na verificação ou na validação.

• Adaptativa
▪ Adaptação a mudanças externas.

• Melhoria (perfectiva)
▪ Melhorias requeridas pelos usuários.

• Preventiva ou de reengenharia
▪ Abordagem pró-ativa com foco na melhoria da manutibilidade.

13
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

CESPE
Na gestão de configuração de software, a manutenção pode ser feita de maneira proativa,
reativa, preventiva ou corretiva.
Comentário:
Segundo Pressman, a manutenção de software pode ser feita de maneira corretiva,
adaptativa, perfectiva ou preventiva.

ISO/IEC 9126-1 – Qualidade de Produto


- O padrão ISO 9126-1 foi desenvolvido como uma tentativa de identificar os atributos
fundamentais de qualidade para software de computador.
- O padrão identifica 6 (seis) atributos fundamentais de qualidade:

- Funcionalidade
• Capacidade do produto de software de prover funções que atendam às
necessidades explícitas e implícitas, quando o software estiver sendo utilizado sob
condições especificadas.
• O grau com que o software satisfaz às necessidades declaradas conforme indicado
pelos seguintes subatributos:
▪ Adequabilidade (Adequação)
o Capacidade do produto de software de prover um conjunto
apropriado de funções para tarefas e objetivos do usuário
especificados.
▪ Exatidão (Acurácia)
o Capacidade do produto de software de prover, com o grau de
precisão necessário, resultados ou efeitos corretos ou conforme
acordados.

14
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

▪ Interoperabilidade
o Capacidade do produto de software de interagir com um ou mais
sistemas especificados.
▪ Conformidade
▪ Segurança

- Confiabilidade
• Capacidade do produto de software de manter um nível de desempenho
especificado, quando usado em condições especificadas.
• A quantidade de tempo que o software fica disponível para uso conforme indicado
pelos seguintes subatributos:
▪ Maturidade
o Capacidade do produto de software de evitar falhas decorrentes de
defeitos no software.
▪ Tolerância a falhas
o Capacidade do produto de software de manter um nível de
desempenho especificado em casos de defeitos no software ou de
violação de sua interface especificada.
▪ Facilidade de recuperação (Recuperabilidade)

FCC
Confiabilidade: A resiliência é a capacidade de o sistema voltar ao nível de desempenho
anterior a falhas ou comportamento imprevisto de usuários, software ou hardware e
recuperar os dados afetados, caso existam.
Há modelos de qualidade de software nos quais os atributos de qualidade são agrupados
em características de qualidade, que, por sua vez, são desdobradas em subcaracterísticas.
Por exemplo, confiabilidade é uma possível característica e refere-se à capacidade de o
software manter seu nível de desempenho, sob condições estabelecidas, por um período
de tempo.

- Usabilidade
• Capacidade do produto de software de ser compreendido, aprendido, operado e
atraente ao usuário, quando usado sob condições especificadas.
• O grau de facilidade de utilização do software conforme indicado pelos seguintes
subatributos:
▪ Facilidade de compreensão (Inteligibilidade)
▪ Facilidade de aprendizagem (Apreensibilidade)
▪ Operacionalidade

15
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

▪ Atratividade

- Eficiência
• O tempo de execução e os recursos envolvidos são compatíveis com o nível de
desempenho do software.
• O grau de otimização do uso, pelo software, dos recursos do sistema conforme
indicado pelos seguintes subatributos:
▪ Comportamento em relação ao tempo
▪ Utilização de recursos.

FCC
Eficiência: O desempenho e uso de recursos referem-se à capacidade do sistema de
alcançar tempos de resposta, latência, tempo de processamento, vazão, etc dentro do
período de tempo especificado e ao fato do software exigir mais ou menos recursos de
acordo com suas condições de uso.

- Manutenibilidade (Facilidade de manutenção)


• A capacidade do produto de software ser modificado, incluindo tanto melhorias ou
extensões de funcionalidade quanto correção de defeitos.
• A facilidade com a qual a correção pode ser realizada no software conforme
indicado pelos seguintes subatributos:
▪ Facilidade de análise (Analisabilidade)
▪ Facilidade de realização de mudanças (Modificabilidade)
▪ Estabilidade
o Capacidade do produto de software de evitar efeitos inesperados
decorrentes de modificações no software.
▪ Testabilidade

FCC
Manutenibilidade: A analisabilidade é o grau de facilidade, com qual seja possível procurar
por deficiências no software ou por partes que devem ser modificadas para algum fim.
Em relação aos princípios de qualidade em software, no tocante à testabilidade de
software, a sentença "quanto menos modificações, menos interrupções no teste" está
relacionada com uma característica. Essa característica é identificada como: estabilidade;

- Portabilidade
• A capacidade do sistema ser transferido para outro ambiente (condições de infra,
diferentes hardware, so, etc).

16
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.
Engenharia de Software
Qualidade de Software

• A facilidade com a qual um software pode ser transposto de um ambiente a outro


conforme indicado pelos seguintes subatributos:
▪ Adaptabilidade
▪ Facilidade de instalação
▪ Coexistência
▪ Facilidade de substituição.

- Os fatores da ISO 9126 não levam, necessariamente, à medição direta.


• Entretanto, eles fornecem uma base razoável para medidas indiretas e uma
excelente lista de verificação para avaliar a qualidade de um sistema.

FCC
São características dos atributos de qualidade de software categorizados no modelo de
qualidade externa e interna da NBR ISO/IEC 9126: portabilidade, confiabilidade,
funcionalidade, eficiência, manutenibilidade e usabilidade.
São categorias de fatores que afetam diretamente a qualidade dos softwares, somente os
aspectos de operação e manutenção.

CESPE
A norma ISO 9126 apresenta atributos de qualidade de software que são diretamente
mensuráveis em determinado software.
Comentário:
Essas características não são medidas diretamente. Elas fornecem uma base para medidas
indiretas e uma lista de verificação para avaliar a qualidade do software.
Para Pressman, são classificadas como medidas diretas do processo: o custo e o esforço, e
do produto: as linhas de código (LoC) e como medidas indiretas do produto: a
funcionalidade, a qualidade, a complexidade, a eficiência, a confiabilidade, a produtividade
(LoC/pm), etc.

CESGRANRIO
Dentre os atributos de um software de qualidade, incluem-se: eficiência, manutenibilidade
e usabilidade.

17
www.resumosdeti.com.br

O conteúdo deste resumo é de uso exclusivo de Claudia Caetano - E-mail: claudiarc12@hotmail.com - ID: 1395 - Data: 29 de setembro de
2018, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à
responsabilização civil e criminal.