You are on page 1of 106

1

MANUAL DE REPARAÇÕES APTTA BRASIL

TRANSMISSÃO VW/AUDI OAW

MULTITRONIC CVT 7 VELOCIDADES

Instruções Gerais de Reparação

Devem-se utilizar as ferramentas corretas e o maior cuidado possível bem como extrema limpeza
para o reparo de unidades de transmissões automáticas. As precauções usuais de segurança
também devem ser observadas no trabalho de reparação.

Um número de instruções aplicáveis aos vários procedimentos de reparação – os quais são


repetidos previamente em vários lugares neste manual de reparações, estão condensadas aqui.
Elas se aplicam aos trabalhos de reparação descritos neste manual.

Transmissão

 Observe as normas de limpeza para o reparo das transmissões.


 Limpe as linhas de ATF e o resfriador do ATF após executar reparos na transmissão.
 Os componentes que forem reutilizados, deverão ser limpos, inspecionados e se
necessário reformados antes de sua instalação na transmissão.
Após reparar a transmissão, verifique os níveis de fluido e complete se necessário.

 Nível do ATF
 Fluido do diferencial
 Capacidades
 Especificações.
Anéis, vedadores e juntas.

 Substitua sempre os anéis O-ring, vedadores e juntas.


 Após remover as juntas vehas e vedadores, sempre inspecione a superfície de contato na
carcaça, quanto a rebarbas resultantes da remoção, ou outros sinais de danos.
 O lado aberto dos vedadores sempre vai voltado para o fluxo de enchimento de fluido.
 Lubrifique levemente a circunferência externa e lábio vedador dos vedadores com
ATF antes de instalá-los, para evitar que se dobrem.
 Utilize somente ATF ou vaselina neutra em todas as peças que trabalham em contato
com ATF. Outros lubrificantes poderão causar malfuncionamento das peças hidráu-
licas.
 Ao instalar um novo vedador, posicione o mesmo na carcaça de maneira queo lábio
de vedação não entre em contato no eixo na mesma posição que o vedador velho.
Meça as tolerâncias dimensionais do eixo.
 Substitua as juntas de papel, limpe todas as superfícies de vedação completamente e
remova os restos da junta velha previamente.

Parafusos e porcas

 Solte os parafusos na sequencia inversa à sequencia de aperto especificada.


 Porcas e parafusos que fixam tampas e carcaças devem ser soltos e apertados em
sequencia diagonal e em estágios, se não houver sequencia de aperto especificada.
 Os torques de aperto informados se aplicam à porcas e parafusos não lubrificados.
 Substitua sempre parafusos e porcas auto-travantes.
2

Elementos de travamento

 Não submeta travas à um esforço maior que seu limite.


 Sempre substitua anéis trava que foram danificados ou forçados além de seu limite.
 Os anéis trava devem ser assentados corretamente em sua ranhura.
 Substitua pinos elásticos. Posição de instalação: o corte deve estar em linha com a
direção da força.
Rolamentos

 Lubrifique levemente os rolamentos com ATF antes de instalá-los.


 Assente rolamentos e calços frouxamente com vaselina neutra somente. Outros tipos
de lubrificantes poderão causar danos às funções hidráulicas da caixa.
Calços

 Utilize um micrometro para medir os calços em vários pontos. Espessuras diferentes


de calços tornam possível obter a espessura exata de calço requerida. Se for necessa´
rio, use dois calços.
 Inspecione quanto a rebarbas e danos. Instale somente calços que estejam em
Perfeitas condições.
Mau contato por corrosão!
Informação Geral

 Mau contato por corrosão pode ocorrer se se utilizarem elementos de fixação não
aprovados no veículo (parafusos, porcas, arruelas, etc)
 Por esta razão, somente elementos de fixação com uma camada especial de cobertura
de superfície deverão ser utilizados.
 Peças de plástico ou borracha e adesivos também consistem de materiais não
condutivos.
 Se não estiver certo onde peças usadas podem ser reaproveitadas, sempre substitu-
as por novas.

Note por favor:


 Utilize somente peças de reposição originais. Pois foram testadas completamente e
são compatíveis com o esforço exercido.
 Recomendamos o uso de acessórios aprovados pela Audi/VW.
 Danos resultantes de mau contato e corrosão não serão cobertos pela garantia.

Regras sobre limpeza ao trabalhar na transmissão.


 Limpe totalmente todas as juntas e conexões e áreas adjacentes antes da
desmontagem.
 Utilize fluido de limpeza D009 401 04 ou querosene para limpar a transmissão e seus
componentes.
 Utilize panos que não liberam fiapos para limpeza das peças. Preferivelmente, utilize ar
comprimido.
 Vede as linhas abertas e conexões com tampões limpos ou tampas seladoras
imediatamente após abertas.
 Posicione as peças removidas em uma superfície limpa e cubra-as. Utilize um lençol ou
um pano que não libera fiapos.
 Cuidadosamente, cubra tampas ou peças de vedação, se o reparo não puder ser
realizado imediatamente.
 Instale somente componentes limpos. Não retire peças de reposição de suas
embalagens até momentos antes de sua instalação.
 Proteja conectores elétricos desconectados contra poeira e umidade e certifique-se que
as conexões elétricas estejam secas quando forem reinstaladas.
15

1 - Transmissão

2 - Retentor axial, pequeno

 Substitua

3 - Retentor axial, grande

 Substitua

4-Rolete

5- Alavanca

6 - Mola

7 - Vedador

 Para o conector na unidade de controle da transmissão-J217-

8 - Parafuso

 Substitua

 Aperte em diagonal

 10 Nm + 90°

9 - Tampa

10 - Junta

 Substitua

11 - Parafuso

 3 peças

 5 Nm + 90°

12 - Unidade de controle da transmissão -J217-


72

Exemplo:

Valor médio –D- =

4,51 mm + 4,49 mm : 2 = 4,50 mm

+ Espessura –d- do disco metálico (1) instalado antes 2,25 mm = dimensão C da superfície

de contato da tampa do eixo ao pistão do freio de Ré. = 6,75 mm

4. Determinando a espessura dos dois calços „Etot.“:

– Calcule a espessura dos calços de acordo com a seguinte fórmula das dimensões

anotadas „A“, „B“ and „C“ e um valor constante de 3,0 mm para folga.:

„B“ + „C“ – „A“ – 3.0 mm = „Etot.“

– Determine o calço inferior„E1“ e o calço superior „E2“ pela tabela abaixo.

Espessura de ambos os calços Espessura do calço inferior Espessura do calço superior


„Etot.“ „E1“ „E2“
em mm em mm em mm

3.916 … 4.165 1.90 2.15

4.166 … 4.435 2.15 2.15

4.436 … 4.675 1.90 2.65

4.676 … 4.925 1.90 2.90

4.926 …5.165 1.90 3.15

5.166 … 5.425 2.15 3.15

5.426 … 5.675 2.65 2.90


76

2 - Disco externo (metálico)

 6 peças

 Substitua

3 - Discos revestidos

 7 peças

 Substitua

4 - Calço superior

 Determine a espessura

 Substitua

5 - Arruela corrugada

6 - Placa de pressão

 Verifique desgaste

7 - Pistão

 Verifique desgaste

8 - Tampa

 Para o eixo de entrada

 Após a remoção da tampa, substitua o rolamento do eixo de entrada.

9 - Anel trava

 Para a tampa do eixo de entrada

 Substitua por um novo de mesma espessura.

10 - Retentor

 Do eixo de entrada

 Substitua
94

Determinando a folga

– Determine a folga utilizando a seguinte fórmula:

Valor médio da placa de pressão „M D“


(valor 1 + valor 2 + valor 3) : 3

– Valor médio das medições da embreagem „MK“


(valor 1 + valor 2 + valor 3 + valor 4) : 4

= Folga

Folga = „MD“ – „MK“

 Especificação de folga: 1.8 ± 0.2 mm.

Se o resultado não atingir a especificação:

A – Valor medido muito baixo:

– Instale um calço mais fino apropriado. Pode ser necessário substituir o calço inferior.

– Inspecione a folga novamente após instalar o novo calço.

B – Valor medido muito alto:

– Instale um calço apropriado mais grosso. Pode ser necessário substituir o calço inferior.

– Verifique a folga novamente após instalar o novo calço.

Estão disponíveis os seguintes calços:

Calços disponíveis [espessura em mm]

1.90 2.15 2.65

2.90 3.15
97

4 - Retentor

 Semi eixo direito

5 - Eixo do flange (lado direito)

6 - Anel trava

 Substitua

7 - Tampão de abastecimento e inspeção

 Para abastecimento do diferencial dianteiro

 Substitua

 Torque recomendado 30 Nm

8 - Tampa

 Do diferencial dianteiro

 Preste atenção ao posicionamento aos pinos guia.

9 - Anel O-ring

 Da tampa do diferencial

 Substitua

10 - Parafuso

 Torque recomendado 10 Nm

11 - Alavanca seletora da transmissão

12 - Retentor de óleo

 Do eixo seletor
98

13 - Transmissão

14 - Eixo do flange – lado esquerdo

15 - Parafuso

 Substitua

 Torque recomendado: 10 Nm + 90°

16 - Suporte de fixação

 Para o eixo do flange (lado esquerdo)

17 - Rolamento

 Para o eixo do flange (lado esquerdo)

18 - Anel trava

 Substitua

19 - Retentor de óleo

 Do eixo de entrada

20 - Volante do motor de dupla massa.

Tampa do diferencial – Torque recomendado e sequencia de aperto.


106

– Substitua sempre o anel trava do flange do eixo -A-.

– Fixe o flange do eixo em uma morsa, utilizando protetores nos mordentes. Utilize um novo anel
trava -A- para prensar o anel trava usado para fora de sua ranhura no flange do eixo.

– Inspecione as condições do vedador de óleo (lado direito) –seta- quanto a danos e substitua-o
se necessário.

– Passe um pouco de graxa selante no flange e eixo para auxiliar na montagem

-G 052 128 A1-.

– Bata ligeiramente no flange com o instalador -VW 295-.

– Abasteça o diferencial dianteiro e verifique o nível.

APTTA BRASIL

ASSOCIAÇÃO DE PROFISSIONAIS TÉCNICOS EM TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA.

www.apttabrasil.com