You are on page 1of 76

0 25/03/2018 EMISSÃO INICIAL MBS MBS

REV. DATE DESCRIPTION BY CHECKED BY

Project Identification

CGH SEIS LAGOAS

Proprietário:

ESTUDO DE CURTO-CIRCUITO
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE

Proj.

Chec.

Apro.

NAME DATE Project Number:

DRAWN
6LG-01/2018-R0 folha 1 / 71
CHECKED

APPD
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 2

ÍNDICE
1. INTRODUÇÃO..................................................................................................................................................................... 4
2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA ELÉTRICO........................................................................................................................ 5
3. DIAGRAMA UNIFILAR ILUSTRATIVO ....................................................................................................................... 6
4. DADOS ................................................................................................................................................................................. 7
4.1 RELIGADOR (RL1 E RL2) ............................................................................................................................................... 7
4.2 DISJUNTOR GERADOR (52.1) .......................................................................................................................................... 7
4.3 RELÉS PROTEÇÃO ........................................................................................................................................................... 7
4.4 TRANSFORMADOR DE CORRENTE GERADOR................................................................................................................... 8
4.5 AJUSTE RELÉS DE PROTEÇÃO SE CAMPO NOVO DOS PARECIS ....................................................................................... 8
5. CÁLCULO DE CURTO-CIRCUITO ................................................................................................................................ 9
5.1 METODOLOGIA ............................................................................................................................................................... 9
5.1.1 Corrente de Faltas Simétricas ................................................................................................................................ 9
5.1.2 Corrente de Faltas Assimétricas ........................................................................................................................... 10
5.2 MODELAGEM DO SISTEMA ELÉTRICO ........................................................................................................................... 10
5.2.1 Concessionária ..................................................................................................................................................... 11
5.2.2 LD CAMPO NOVO DOS PARECIS – PONTO CONEXÃO 34,5kV ................................................................ 12
5.2.3 LD PONTO CONEXÃO – CGH SEIS LAGOAS 34,5kV .................................................................................. 12
5.2.6 Transformadores de Força CGH SEIS LAGOAS ................................................................................................ 13
5.2.7 Geradores ............................................................................................................................................................. 13
5.3 RESULTADOS ................................................................................................................................................................ 13
5.3.1 CASO 1: Curto-circuito 3  Campo Novo dos Parecis 34,5kV ............................................................................ 15
5.3.2 CASO 2: Curto-circuito 1  Campo Novo dos Parecis 34,5kV ............................................................................ 15
5.3.3 CASO 3: Curto-circuito 3  PONTO CONEXÃO 34,5kV .................................................................................. 15
5.3.4 CASO 4: Curto-circuito 1  PONTO CONEXÃO 34,5kV .................................................................................. 15
5.3.5 CASO 5: Curto-circuito 3  CGH SEIS LAGOAS 34,5kV ................................................................................. 16
5.3.6 CASO 6: Curto-circuito 1  CGH SEIS LAGOAS 34,5kV ................................................................................. 16
5.3.7 CASO 7: Curto-circuito 3  CGH SEIS LAGOAS 480V .................................................................................... 16
5.3.8 CASO 8: Curto-circuito 1  CGH SEIS LAGOAS 480 V ................................................................................... 16
6. ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE ............................................................................................................ 17
6.1 REDUTORES DE MEDIDA ....................................................................................................................................... 17
6.1.1 Transformador de Corrente Geradores 480V (CSM-01) ..................................................................................... 17
6.1.2 Transformador de Potencial Gerador ................................................................................................................... 19
6.2 CGH SEIS LAGOAS - GERADOR ................................................................................................................................ 20
6.2.1 Sub e Sobretensão (27/59) ................................................................................................................................... 20
6.2.2 Potencia Ativa Reversa (32) ................................................................................................................................ 22
6.2.3 Sobrecorrente de Sequencia Negativa (46) .......................................................................................................... 22
6.2.4 Sobrecorrente de Neutro (50N/51N) .................................................................................................................... 23
6.2.5 Sobretensão Residual (59G) ................................................................................................................................ 24
6.2.6 Sobrexcitação (24) ............................................................................................................................................... 24
6.2.7 Sobrecorrente Temporizado com restrição de tensão (51V) ................................................................................ 25
6.2.8 Perda de Excitação (40) ....................................................................................................................................... 27
6.2.9 Sub e Sobrefrequencia (81) .................................................................................................................................. 29
6.2.10 Desbalanço de Tensão (47) .................................................................................................................................. 30
6.2.11 Check Sincronismo (25) ...................................................................................................................................... 31
6.2.12 Perda de Sincronismo – anti-ilhamento (78) ........................................................................................................ 32
6.2.13 Taxa de variação de frequência (81df/dt)............................................................................................................. 33
6.2.14 Reconexão ............................................................................................................................................................ 34
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 3

6.3 CGH SEIS LAGOAS - TRANSFORMADOR ................................................................................................................... 35


6.3.1 Sobrecorrente Instantâneo de Fase (50) ............................................................................................................... 36
6.3.2 Sobrecorrente Temporizado de Fase (51) ............................................................................................................ 38
6.3.3 Sobrecorrente Instantâneo Residual (50R) ........................................................................................................... 40
6.3.4 Sobrecorrente Temporizado Residual (51R) ........................................................................................................ 41
6.3.5 Sub e Sobretensão (27/59) ................................................................................................................................... 42
6.3.6 Religamento Automático (79) .............................................................................................................................. 44
6.4 PONTO DE CONEXÃO – LD CGH SEIS LAGOAS ...................................................................................................... 45
6.4.1 Sobrecorrente Direcional de Fase 67 ................................................................................................................... 45
6.4.2 Sobrecorrente Direcional Residual 67N............................................................................................................... 48
6.4.3 Religamento Automático (79) .............................................................................................................................. 50
7. COORDENOGRAMA ...................................................................................................................................................... 51
7.1 FASE ............................................................................................................................................................................. 51
7.2 RESIDUAL ..................................................................................................................................................................... 52
8. TABELAS DE AJUSTES .................................................................................................................................................. 53
8.1 PROTEÇÃO GERADOR: SEL-700G (0700G01BCX1X7486010X) ................................................................................ 53
8.2 PROTEÇÃO TRANSFORMADOR (RL2): RC-10ES ........................................................................................................... 66
8.3 PONTO DE CONEXÇAO (RL1) : RC-10ES ...................................................................................................................... 70
9. CHECK-LIST .................................................................................................................................................................... 74
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 4

1. INTRODUÇÃO

O escopo deste relatório é apresentar os resultados do estudo de curto-circuito e coordenação


da proteção da CGH SEIS LAGOAS.
O estudo de curto-circuito tem por objetivo quantificar as correntes de curto-circuito do sistema
quando este está alimentado pelo gerador da CGH e/ou concessionária. Os valores das correntes
de curto-circuito calculadas servirão de subsídio ao estudo de coordenação das proteções e
especificação de equipamentos.
O estudo de coordenação das proteções tem por objetivo definir a graduação dos dispositivos
de proteção da CGH de modo a propiciar um sistema seguro e seletivo. As proteções serão
realizadas pelos relés SEL 700G (Geradores) e RC-10ES (Transformador e Ponto Conexão).
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 5

2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA ELÉTRICO

A CGH SEIS LAGOAS é constituída de uma unidade geradora de 1000kVA e 480V, ligada
em estrela e com neutro solidamente aterrado na malha de terra.
A unidade geradora está ligada na barra secundária de um transformador elevador de 1,20MVA
- 480V/34,5kV com ligação YNd1. A CGH SEIS LAGOAS será conectada ao Sistema
Interligado Nacional (SIN) através de uma linha de distribuição em 34,5kV de 5,8km cabo
3#1/0 AWG CAA até o ponto de conexão ao longo do alimentador 124011, coordenadas
X419566/Y8503557 da SE Campo Novo dos Parecis de propriedade da Energisa-MT.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 6

3. DIAGRAMA UNIFILAR ILUSTRATIVO


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 7

4. DADOS

Seguem abaixo dados dos principais equipamentos.

4.1 Religador (RL1 e RL2)

Fabricante: Noja Power


Tipo: OSM38
Tensão Nominal: 38kV
Corrente Nominal: 630 A
Capacidade de Interrupção Nominal Simétrica: 12,5kA
Tempo de Interrupção Nominal: 60ms
NBI: 170kV

4.2 Disjuntor Gerador (52.1)

Fabricante: Siemens
Tipo: 3WL1120
Tensão Nominal: 560 V
Corrente Nominal: 2000 A
Capacidade de Interrupção Nominal Simétrica: 55kA
Tempo de Interrupção Nominal: 60ms
NBI: 170kV

4.3 Relés Proteção

Relé Proteção Linha Distribuição e Transformador (RL1 e RL2):


Fabricante: Noja Power
Modelo: RC-10ES

Relé Proteção Gerador:


Fabricante: Schweitzer
Modelo: SEL 700G
PN: 0700G01BCX1X7486010X
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 8

4.4 Transformador de Corrente Gerador

Gerador 480V:

Fabricante: WEG
Tensão Nominal: 480V
Relação Transformação: 1500-5 A
Exatidão:10B200
Fator Térmico: 1,0xIn

Neutro Gerador 480V:

Fabricante: WEG
Tensão Nominal: 480V
Relação Transformação: 250-1 A
Exatidão:10B40
Fator Térmico: 1,0xIn

4.5 Ajuste Relés de Proteção SE Campo Novo dos Parecis


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 9

5. CÁLCULO DE CURTO-CIRCUITO

Os estudos foram elaborados com base nas seguintes normas técnicas:

• IEEE Std 141 Recommended Practice for Eletric Power Distribution for Industrial
Plants
• ANSI-C37-04 Rating Structure for AC High-Voltage Circuit Breakers Rated on a
Symmetrical Basis
• ANSI-C37-10 Application Guide for AC High-Voltage Circuit Breakers Rated on a
Symmetrical Basis
• ANSI-C37-13 Low Voltage AC Power Circuit Breakers used in Enclosures
• IEC-60909 Short-Circuit Current Calculation in Three Phase AC Systems

5.1 Metodologia

Para atender o critério de adequação dos equipamentos (esforço térmico e mecânico), deve-se
determinar as correntes de falta simétrica e assimétrica que poderão ocorrer no sistema elétrico.

5.1.1 Corrente de Faltas Simétricas

As correntes de faltas simétricas, apresentadas neste relatório, correspondem ao curto-circuito


permanente, ou seja, são os valores de corrente após a extinção das componentes DC que
ocorrem nos primeiros instantes após a falta. Os tipos de faltas simétricas consideradas no
estudo foram: trifásica e fase a terra.

As correntes de faltas simétricas são calculadas, admitindo as seguintes hipóteses


simplificadoras:

• não são consideradas correntes de pré-falta.


• tensões nas barras antes da falta possuem valores iguais a 1 pu.
• circuito equilibrado

As correntes de faltas simétricas são calculadas com os elementos da diagonal principal das
matrizes de impedâncias nodais de seqüência (ZBUS) obtida pela inversa das matrizes de
admitâncias nodais seqüenciais (YBUS) admitindo-se que as correntes de pré-falta nulas e as
tensões nas barras antes da falta tem valores iguais a 1 pu.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 10

5.1.2 Corrente de Faltas Assimétricas

Para avaliar o valor das correntes de faltas assimétricas em cada barra do sistema, será aplicada
a recomendação conforme norma IEC-60909.

• Relação X/R da impedância de Thevènin vista pela barra;


• Calculo dos fatores de assimetria F1 e F2;

 3

F1  2 1,02  0,98e / R 
X

 

2
F 2  1  2e X /R

O fator "F1" será usado para avaliar a corrente assimétrica instantânea (pico) e o fator "F2" será
usado para avaliar a corrente assimétrica eficaz para 0,5 ciclo. Tais correntes assimétricas são
calculadas pelo produto entre a corrente simétrica de falta e os respectivos fatores de assimetria
acima definidos.

5.2 Modelagem do Sistema Elétrico

O sistema elétrico em estudo será convenientemente modelado para permitir o cálculo das
correntes de curto-circuito.
Para isto, os barramentos de interesse neste cálculo serão identificados pelos Tag’s abaixo:

1000 C.N.PARE 34 Barra de 34,5kV SE Campo Novo dos Parecis (Energisa-MT);


1001 P.CONEX 34 Ponto Conexão 34,5kV ao longo do alimentador 124011;
1002 CGH_6LAG34 Barra de 34,5kV CGH SEIS LAGOAS;
1003 CGH_6LAG.4 Barra de 480V CGH SEIS LAGOAS;
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 11

Estão indicados a seguir os critérios adotados na definição dos parâmetros dos equipamentos
que compõe o sistema elétrico considerado.

5.2.1 Concessionária

O sistema elétrico da Energisa-MT será representado por um equivalente de Thevenin na SE


Campo Novo dos Parecis. Estes dados foram extraídos do documento DADOS DE
PROTEÇÃO DAS REDES DE DISTRIBUIÇÃO Nº de processo 70700.032641/2017,
enviado pela Energisa-MT.

Z1th = 0,0595 + j 0,5274 pu (Base 100MVA)


Z0th = 0,0043 + j 0,1679 pu (Base 100MVA)
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 12

5.2.2 LD CAMPO NOVO DOS PARECIS – PONTO CONEXÃO 34,5kV

Os parâmetros de impedância da linha de distribuição que interliga a SE Campo Novo dos


Parecis ao ponto de conexão ao longo do alimentador 124011 foram calculados da seguinte
forma:

Z1L= (2 9,8128 + j 19,8233) – (0 ,7087 + j 6,2776) em ohm;


Z0L = (3 4,6847 + j 68,0758) – (0 ,0514 + j 1,9990) em ohm

Impedância:

Z1L = 2,4452 + j 1,1381 pu (Base 100MVA)


Z0L = 2,9097 + j 5,5515 pu (Base 100MVA)

5.2.3 LD PONTO CONEXÃO – CGH SEIS LAGOAS 34,5kV

Linha de distribuição que interliga o ponto de conexão ao longo do alimentador 124011 a


CGH SEIS LAGOAS possui as seguintes características:

Comprimento: 5,8 km
Cabo: 3#1/0CAA AWG
Impedância:

Z1L = 0,3392 + j 0,2530 pu (Base 100MVA)


Z0L = 0,42507 + j 1,1316 pu (Base 100MVA)
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 13

5.2.6 Transformadores de Força CGH SEIS LAGOAS

Dados de placa do transformador:

Potência nominal: 1200 kVA


Tensões nominais
primário: 34,5 kV
secundário: 480 V
Ligação: YNd1
Impedância : 5,70 %

5.2.7 Geradores

Dados de placa do gerador:

Potência nominal: 1000 kVA


Tensões nominais: 480 V
Reatância eixo direto (Xd): 156%
Reat. trans. eixo direto (X’d): 23%
Reat. subtrans. eixo dir. (X”d):18%
Reat. seq. negativa (X2): 23%
Reat. seq. zero (X0): 8,0%

5.3 Resultados

Os resultados serão apresentados em forma de tabela e também no diagrama unifilar. Nestes


podemos observar as correntes de curto-circuito total no ponto de falta em cada barra do
sistema e também as correntes de contribuição por cada ramo.

As tabelas abaixo mostram os valores de curtos-circuitos simétricos, trifásico e monofásico,


em módulo e ângulo e seus respectivos valores de “X/R”.
Caso se deseje obter os valores das correntes assimétricas, basta multiplicar os módulos das
correntes simétricas pelos fatores “F1” e “F2”, conforme descrito no item 4.1.2.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 14

CEPEL - Centro de Pesquisas de Energia Elétrica


ANAFAS - Programa de Análise de Faltas Simultâneas Pag.

RELATORIO DE NIVEIS DE CURTO-CIRCUITO


X------------------X------X-------------------------X-------------------------
IDENTIFICACAO T R I F A S I C O M O N O F A S I C O
NUM. NOME VBAS MOD(kA) ANG(gr) X/R MOD(kA) ANG(gr) X/R
X-----X------------X------X---------X------X--------X---------X------X--------

1000 C.N.PAREC34 34.5 3.22 -83.56 8.86 4.17 -84.22 9.87


1001 P.CONEX 34 34.5 0.60 -39.35 0.82 0.60 -52.01 1.28
1002 CGH_6LAG34 34.5 0.53 -40.58 0.86 0.57 -53.08 1.33
1003 CGH_6LAG .4 0.5 22.89 -73.48 3.37 19.69 -80.61 6.05

CEPEL - Centro de Pesquisas de Energia Elétrica


ANAFAS - Programa de Análise de Faltas Simultâneas Pag.

RELATORIO DE DADOS DE CURTO-CIRCUITO


X-------------X---------X---------X-------X----------X----------X------X-----X
IDENTIFICACAO Z1 Z0 TRIFASICO MONOFASICO
NUMERO MOD(pu) MOD(pu) X0/X1 MOD(MVA) MOD(MVA) KV ATERR
NOME ANG(gr) ANG(gr) R0/X1 ANG(gr) ANG(gr)
X-------------X---------X---------X-------X----------X----------X------X-----X

1000 0.5194 0.1657 0.32 192.53 249.17 18.02 ATR


C.N.PAREC34 83.56 88.33 0.01 -83.56 -84.22

1001 2.7867 3.1355 1.71 35.89 36.03 23.99 ATR


P.CONEX 34 39.35 74.92 0.46 -39.35 -52.01

1002 3.1429 2.9988 1.44 31.82 34.06 23.67 ATR


CGH_6LAG34 40.58 80.07 0.25 -40.58 -53.08

1003 5.2550 8.0000 1.59 19.03 16.37 0.32 ATR


CGH_6LAG .4 73.48 90.00 0.00 -73.48 -80.61
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 15

5.3.1 CASO 1: Curto-circuito 3 Campo Novo dos Parecis 34,5kV

5.3.2 CASO 2: Curto-circuito 1 Campo Novo dos Parecis 34,5kV

5.3.3 CASO 3: Curto-circuito 3 PONTO CONEXÃO 34,5kV

5.3.4 CASO 4: Curto-circuito 1 PONTO CONEXÃO 34,5kV


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 16

5.3.5 CASO 5: Curto-circuito 3 CGH SEIS LAGOAS 34,5kV

5.3.6 CASO 6: Curto-circuito 1 CGH SEIS LAGOAS 34,5kV

5.3.7 CASO 7: Curto-circuito 3 CGH SEIS LAGOAS 480V

5.3.8 CASO 8: Curto-circuito 1 CGH SEIS LAGOAS 480 V


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 17

6. ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE

Para a elaboração do estudo de proteção e seletividade da CGH SEIS LAGOAS foram


considerados os seguintes documentos:

1. Dados de Proteção das Redes de Distribuição Nº 70700.032641/2017;


2. Norma Técnica Energisa NTE-042.

6.1 REDUTORES DE MEDIDA

6.1.1 Transformador de Corrente Geradores 480V

• Relação: 1500-5-5A
• Exatidão: 10B200
• Fator térmico: 1,0xIn

A escolha da relação de transformação atenderá aos critérios de suportabilidade contínua,


suportabilidade sob curto-circuito e tensão de saturação.

Suportabilidade Contínua:

A corrente nominal primária do TC (já considerando o fator térmico) deverá ser maior que a
maior corrente em regime permanente, ou seja, 1202,81A (1000 kVA).

I CARGA _ MAX
I TC 
FT * 0,9

1202,81
I TC   1336,46 A
1,0 * 0,9
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 18

Suportabilidade Sob Curto-circuito:

A corrente nominal primária do TC deverá ser maior que corrente máxima de curto-circuito
dividido por 20 (fator de sobrecorrente do TC).

CASO 8: Curto-circuito 1φ CGH SEIS LAGOAS 480 V:

I MAX CC
I TC 
20

19695,0
I TC   984,75 A
20

Adotaremos:

• I TC = 1500 A
• RTC = 300

Desempenho quanto a saturação:

Para evitar saturação, a carga conectada nos enrolamentos secundário dos TC’s deverá atender
a inequação abaixo:

VS
Zb 
X 
  1 * If
R 

Zb : é a carga do TC em ohms;
VS : classe de tensão do TC em volts;
If : é a corrente máxima de falta em amperes secundários;
X / R : relação X/R do circuito primário sob falta.

200
Zb   0,19
15,0  1 * 19695,0
300
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 19

A carga no secundário do TC será composta pela resistência dos cabos mais a resistência da
bobina de corrente do relé SEL 700G

1) Resistência cabos (10m cabo cobre secção 4mm²): 0,043Ω


2) Resistência relé: 11,5 mΩ

Logo:

0,043Ω + 2*11,5m Ω < 0,19Ω


0,066Ω < 0,19Ω, condição satisfeita.

6.1.2 Transformador de Potencial Gerador

O transformador de potencial utilizado para a proteção dos geradores da CGH SEIS LAGOAS
possui as características abaixo.

• Relação: 480/√3 – 115 / 115/√3 - 115 / 115/√3


• Classe: 0,6P75 – 0,6P75

Adotaremos:

• RTP = 4,17 (secundário 115/√3V)


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 20

6.2 CGH SEIS LAGOAS - Gerador

Estas proteções serão ajustadas de modo a garantir que o gerador não fique submetido as
sobrecorrentes e sobretensões acima de sua suportabilidade garantida pelo fabricante do
gerador. Cada gerador será protegido por um relé SEL 700G (0700G01BCX1X7486010X).

Serão implementadas as seguintes funções de proteção:

• 27/59 – Sub / Sobretensão;


• 32 – Potência ativa reversa;
• 46 - Sobrecorrente de seqüência negativa;
• 50N/51N – Sobrecorrente de neutro;
• 59G - Sobretensão residual;
• 24 – Volts/Hertz (Sobre-excitação);
• 51V – sobrecorrente temporizada com restrição de tensão;
• 40 – Perda de excitação;
• 81 – Sub / Sobrefreqüência;
• 47 – Desbalanço de tensão;
• 25 – Check de sincronismo;
• 78 – Perda de Sincronismo (anti-ilhamento);
• 81df/dt – Taxa de variação de frequência;

6.2.1 Sub e Sobretensão (27/59)

O regulador de tensão automático do gerador manterá a tensão terminal do gerador dentro do


limite específico, podendo ocorrer uma subtensão se houver: uma sobrecarga severa, perda de
uma das unidades geradoras, falha do regulador ou falta no sistema, ou poderá ocorrer
sobretensão se houver: um alívio de carga severa no gerador. Desta forma, estas proteções
podem ser usadas como retaguarda das outras proteções.
Geralmente, o regulador de tensão tem uma faixa de ajuste de ± 10% da tensão nominal, a
menos de especificação contrária do fabricante do regulador. Estas funções serão ajustadas
abaixo de 10% da tensão nominal para subtensão e acima de 10% para sobretensão.

Estas funções recebem tensão de três transformadores de potencial monofásico (TP) de


relação 480/ 3 -115/ 3 V e trabalha com curva de tempo definido com dois estágios de
operação temporizados cada.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 21

Serão adotados os valores segundo tabela 5 da NTE-042 versão 6 (Março/2016).

Subtensão de fase:

• Estágio 1 – 80% de 115 V para 10,0 segundos


• Estágio 2 – 70% de 115 V para 1,5 segundos

Deve-se fazer uma lógica, habilitando a função de subtensão apenas quando a máquina estiver
sincronizada com o sistema (disjuntor fechado).

Sobretensão de fase:

• Estágio 1 – 110% de 115 V para 10,0 segundos


• Estágio 2 – 120% de 115 V para 0,5 segundos

Adotaremos:

• 27PPX1P = 92,0 V
• 27PPX1D=10,0 s
• 27PPX2P = 80,5 V
• 27PPX2D=1,5 s
• 59PPX1P = 126,5 V
• 59PPX1D = 10,0 s
• 59PPX2P = 138,0 V
• 59PPX2D = 0,5 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 22

6.2.2 Potencia Ativa Reversa (32)

A proteção contra potência ativa reversa, função 32, protege a turbina contra a operação
motorizada do gerador evitando danos mecânicos na turbina. Esta proteção serve de
retaguarda de dispositivos mecânicos que protege a turbina.
Esta função avalia o fluxo de potência ativa da máquina e verifica se o fluxo caiu abaixo de
um valor ajustado ou se houve inversão. Para evitar desligamento indevido por inversão de
potência que pode ocorrer na operação de sincronização do gerador ou algum transiente no
sistema, um retardo de atuação desta proteção é sempre recomendado.

Potência Reversa:

• Estágio 1 – 5% Sn, para 30 segundos.

Sn 1000 kVA
32 R  5% *  0,05 *  39,96W
RTC * RTP 300 * 4,17

Adotaremos:

• 3PWRX1P=40,0W
• PWRX1T= -WATTS
• PWRX1D=30,0s

6.2.3 Sobrecorrente de Sequencia Negativa (46)

O desbalanço de corrente pode ocorrer por: desequilíbrio de carga, faltas no sistema ou


qualquer outro desequilíbrio no sistema. Estas condições anormais podem causar
desequilíbrio de tensão e de corrente no gerador, podendo causar sobreaquecimento no rotor
do gerador. As normas ANSI C50.13 e IEEE std C37.102 – 1995 estabelecem um limite de
suportabilidade para correntes de seqüência negativa no gerador, com I2 em pu da corrente
nominal do gerador.

De acordo com a norma ANSI C50.13-1989, geradores síncronos de pólos salientes com
enrolamento amortecedor podem suportar em regime contínuo até 10% de desequilíbrio. Em
curta duração, a suportabilidade é dada pela equação I 2 t  K , com K≤40:
2
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 23

Alarme:
• Estágio 1 – 8% In, para 30 segundos

Trip:
• Estágio 2 – 8% In, para k=15

Adotaremos:

• 46Q1P = 8,0 %
• 46Q1D = 30,0 s
• 46Q2P = 8,0 %
• 46Q2K = 15,0
• 46QTC = 1

6.2.4 Sobrecorrente de Neutro (50N/51N)

Esta função garante a proteção contra faltas fase-terra no lado 480V.

O gerador da CGH SEIS LAGOAS é solidamente aterrado. A corrente de curto-circuito fase-


terra é 19695,0A (primário). O relé aquisita esta corrente através de um transformador de
corrente cuja relação é 250-1A.

Adotaremos duas unidades. Uma para promover desligamentos mais rápidos para faltas à terra
no barramento e outra para cobrir faltas no estator.

Unidade 50N (barramento):

• 50N1P=19,2 A
• 50N1D=0,1s

Unidade 51N (estator):

• 51NP=3,2 A
• 51NC=C1
• 51NTD=0,3

Com este ajuste, é possível cobrir faltas em 100,0% do enrolamento do estator.


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 24

6.2.5 Sobretensão Residual (59G)

O relé disponibiliza a função de sobretensão residual (59G) calculando a tensão de seqüência


zero (V0 = 1/3 (Van + Vbn + Vcn).
Em condições normais, a tensão de seqüência zero é nula (V0 = 0). Numa eventual falta a
terra, tal tensão será diferente de zero.
O esquema detecta curto-circuito fase-terra em qualquer trecho, desde o enrolamento delta do
transformador elevador até o enrolamento estatórico do gerador. Esta função não detectará
curtos próximos ao fechamento do neutro.

Adotaremos:

• 64G1P=10,0 V
• 64G1D=0,50s
• 64G1TC = 1

6.2.6 Sobrexcitação (24)

Esta função protege o gerador contra condições de sobrexcitação, aumento do fluxo acima do
nominal, com saturação do núcleo e aquecimento em curto período de tempo. A função 24
monitora e compara os valores de tensão (U) e freqüência (f), evitando que sejam excedidos
os limites de sobrexcitação continua. O relé mede a relação U/f que é proporcional ao fluxo
B=K U/f.

Alarme:

• 24D1P=105%
• 24D1D=1,0 s

Trip:

• 24CCS = DD
• 24D2P1=110%
• 24D2D1=60,0 s
• 24D2P2=120%
• 24D2D2=6,0 s
• 24CR = 240,0 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 25

6.2.7 Sobrecorrente Temporizado com restrição de tensão (51V)

Tem a função de prover proteção de retaguarda das proteções do sistema (transformador, linha
de distribuição, etc) e também da função diferencial do próprio gerador. Esta proteção está
selecionada para operar com a entrada de corrente do TC do lado do neutro/aterramento do
gerador.
A proteção de sobrecorrente com restrição de tensão é aplicada para geradores com capacidade
média ou alta (superior a 1000 kW). A vantagem dessa proteção com relação à de
sobrecorrente simples é que pode ser ajustada para correntes menores, para tensões abaixo da
nominal.

A figura acima mostra a característica da função 51V do relé SEL 700G. Nota-se que, para
tensões inferiores a 1.0 pu (100%), a sensibilidade da proteção de sobrecorrente aumenta, isto
é, diminui o valor de pickup.
Um simples relé de sobrecorrente de fase não pode prover retaguarda para defeitos no sistema
elétrico 34,5kV, pois este deve ser seletivo com as proteções deste sistema o que implica em
atuação temporizada. O problema é que com a temporização a corrente de falta diminui
consideravelmente, pois é governada pela reatância de eixo direto da máquina, muitas vezes
maior que 1pu, tornando a corrente de falta menor que a corrente nominal do gerador.
A corrente de partida será ajustada em 120% da corrente nominal do gerador

IN G
I 51V  1.2
RTC
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 26

1202,81
I 51V  1,2  4,8 A
300

Esta função será coordenada com a proteção de sobrecorrente do lado de 34,5kV do


transformador da CGH SEIS LAGOAS. Para um curto-circuito trifásico na linha, a corrente
de contribuição da CGH para esta falta é 73,6 A, provocando atuação da função de
sobrecorrente em 0,64s. Para esta mesma falta, a corrente de contribuição pelo gerador da
CGH é de 5287,1 A e a tensão da falta na barra geração é 20,9%. A função de 51V deverá
atuar então com temporização t≥ 0,64+0,2=0,84s.

Adotaremos:

• 51VCA = 0°
• 51VP = 5,0A
• 51VC = C1 (IEC - Standard Inverse )
• 51VTD = 0,35 (t=0,84s)
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 27

6.2.8 Perda de Excitação (40)

O uso de característica de impedância no plano R-X, como mostrado na figura a seguir, é a


forma clássica de se ter a função 40 para máquinas síncronas:

O deslocamento do círculo no sentido –X terá um valor ajustado de X’d / 2 (metade da


reatância transitória de eixo direto da máquina), considerando que, ao se perder o campo, a
impedância medida é maior em móduo que |X’d / 2|.
Classicamente, a característica da função 40 (que no fundo é um relé de impedância) é ajustada
como sendo um círculo de diâmetro igual a Xd (reatância síncrona de eixo direto). O relé
SEL700G apresenta essa característica clássica.
O relé SEL 700G oferece proteção 40 também com a característica com diâmetro 1.0 pu
(impedância da máquina), conforme a figura, com atuação instantânea. Isso porque, quando
de perda de campo, a impedância vista vai cair dentro dessa característica.
Com a perda de campo, a máquina começa a absorver reativo, operando como gerador de
indução. A chamada primeira zona (circulo menor) detecta a perda de campo em condições
de carga nominal. A impedância cairá dentro dessa área. Em condições de carga leve, a
impedância poderá cair na segunda zona (circulo maior).
Considerando que em condição de oscilação de potência ou outra condição transitória, a
característica pode passar por essa área, há necessidade de temporizar a função 40 (diâmetro
Xd) para dar tempo à atuação de regulador de tensão (atua no campo) e evitar trip
desnecessário.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 28

Vn 2 RTC
Xd  156,0%
Sn RTP
480 2 300
Xd  156,0%  25,86
1000 kVA 4,17

X ' d 23% Vn 2 RTC



2 2 Sn RTP
X ' d 23% 480 2 300
  1,91
2 2 1000 kVA 4,17

Vn 2 RTC
1 pu 
Sn RTP
480 2 300
1 pu   16,57
1000 kVA 4,17

Adotaremos:

• 40Z1P = 16,6
• 40XD1 = -1,9
• 40Z1D = 0,25s
• 40Z2P = 25,9
• 40XD2 = -1,9
• 40Z2D = 0,80s
• 40ZTC = NOT LOPX
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 29

6.2.9 Sub e Sobrefrequencia (81)

Sobrefrequência:

Há aumento de ventilação. A densidade de fluxo magnético a uma dada tensão nos terminais
é reduzida. Assim, não há aumento de temperatura desde que os níveis de tensão e a potência
nominal sejam mantidos.

Sub-frequência:

Não há fortes restrições (normas) para gerador elétrico operando a baixa frequência. Mas sabe-
se que, à baixa frequência:

• Há redução de ventilação – portanto, há redução de kVA.


• É quase sempre acompanhada com sobrecarga (portanto, alta corrente de estator).
• Pode haver excessiva densidade de fluxo (V/Hz).

Deve-se fazer uma lógica, habilitando a função de subfrequência apenas quando a máquina
estiver sincronizada com o sistema (disjuntor fechado).
Serão adotados os valores segundo tabela 7 da NTE-042 versão 6 (Março/2016).

Adotaremos:

• 81X1TP = 62,0 Hz
• 81X1TD = 30,0 s
• 81X2TP = 63,5Hz
• 81X2TD = 10,0 s
• 81X3TP = 66,0 Hz
• 81X3TD = 0,03 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 30

• 81X4TP = 58,5 Hz
• 81X4TD = 10,0 s
• 81X5TP = 57,5 Hz
• 81X5TD = 5,0 s
• 81X6TP = 56,5 Hz
• 81X6TD = 0,03 s

6.2.10 Desbalanço de Tensão (47)

De acordo com a NTE-042 versão 6 (Março/2016) item 8.8.12, “...O limite de desequilíbrio de
tensão por acessante é de 1,5 % - esse é o valor máximo de desequilíbrio que poderá ser
provocado pelo acessante na rede de média tensão da ENERGISA/MT...”.

A função 47 será implementada através de recursos lógicos no relé SEL 700G. O ajuste da
função 47 deverá ser 1,5% de 115/√3V com temporização de 180s e somente será ativa com o
disjuntor do gerador fechado.

Adotaremos:

• MV01 = 3V2X_MAG / V1X_MAG


• SV01 = MV01 > 0,045 AND 52AX
• SV01PU = 180,0 s
• SV01DO = 0,0 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 31

6.2.11 Check Sincronismo (25)

Esta função será habilitada para evitar o fechamento do disjuntor fora das condições de
sincronismo.
Adotaremos a recomendação da NTE-042 de março de 2016, alínea 8.8.15.

Adotaremos:

• 25VLOX = 59,7 V
• 25VHIX = 69,7 V
• 25VDIFX = 10%
• 25SLO = 0,05 Hz
• 25SHI = 0,3 Hz
• 25ANG1X = 5°
• 25ANG2X = 10°
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 32

6.2.12 Perda de Sincronismo – anti-ilhamento (78)

Será utilizado um esquema com blinder duplo para a proteção de perda de sincronismo.

O alcance para frente da unidade de distância mho será de 2 vezes a reatância transitória do
gerador (2X’d) para garantir cobertura adequada. O alcance reverso será de 2 vezes a
impedância do transformador.

RTC 480V 2 300


78 FWD  2 X ' d  2 * 23% *  7,62 , adotaremos 7,6Ω
RTP 1000 kVA 4,17
RTC  480V 2  300
78 REV  (2 XT )   2 * 0,057 *  1,57  , adotaremos 1,6Ω
RTP  1,20 MVA  4,17

O blinder resistivo externo 78R1 deverá ficar fora do alcance da unidade de distância mho e
deverá ser menor que 80% da impedância medida em condições de carga máxima.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 33

78 FWD  78REV
78 R1   4,6
2

480V 2 300
78 R1  80%  11,05
1,20 MVA 4,17

78 R2  5%78 FWD  0,38

Adotaremos:

• E78 = 2B
• 78FWD = 7,60 
• 78REV = 1,6
• 78R1 = 10,0 
• 78R2 = 2,0 
• 78D = 0,05 s
• 78TD = 0,0s
• 78TDURD = 0,3 s
• 50ABC = 0,5 A
• OOSTC = 1

6.2.13 Taxa de variação de frequência (81df/dt)

Esta função de proteção será utilizada para evitar o ilhamneto da CGH SEIS LAGOAS quando
do desligamento, por qualquer motivo, da rede da concessionária acessada.
Como trata-se de usina hidroelétrica com baixa inércia e considerando um desbalanço razoável
de potência entre geração e carga da sistema ilhado, será ajustado em 2,5Hz/s com temporização
mínima para evitar disparos intempestivos de 150ms.

Adotaremos:

• 81RX1TP = 2,50 Hz/s


• 81RX1TD = 0,15 s
• 81RX1DO = 0,10 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 34

6.2.14 Reconexão

De acordo com a NTE-042 versão 6 (Março/2016) item 8.10.10 “...Depois de uma


“desconexão” devido a uma condição anormal da rede, a geração não pode retomar o
fornecimento de energia à rede elétrica (reconexão) por um período mínimo de 180 segundos
após a retomada das condições normais de tensão e frequência da rede...”

Para atender esta condição a seguinte lógica será implementada.

Adotaremos:

• CLX = NOT LT01 AND 25C AND CCX


• SET1 = TRIP
• RST1 = SV10T
• SV10 = LT01
• SV10PU = 180,0 s
• SV10DO = 0,0 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 35

6.3 CGH SEIS LAGOAS - Transformador

As funções de proteção serão ajustadas de modo a garantir que o transformador não fique
submetido a sobrecorrentes e sobretensões acima de sua suportabilidade. Será adotado o relé
RC-10E como relé de proteção.

Serão implementadas as seguintes funções de proteção:

• 50/51 – Sobrecorrente fase;


• 50R/51R – Sobrecorrente residual;
• 27/59 – Sub / Sobretensão;
• 79 – Religamento automático (Bloqueado).

Um transformador de potência será considerado protegido quando “curva de suportabilidade


térmica” se encontrar situado acima da curva de atuação do primeiro dispositivo de proteção
a montante e/ou a jusante.
Os dispositivos de proteção tanto de fase quanto de neutro devem permitir a passagem da
corrente de energização em vazio do transformador (INRUSH). Serão também ajustados de
forma a não violar os limites da suportabilidade térmica do transformador de acordo com a
norma NBR 5356:

• PONTO 1 ............. 0,58(1/z)In por 2,0 s


• PONTO 2 ............. 5,0In por 50,0 s
• INRUSH ...................... 8In a 12In para 0,1 seg

onde:

In é a corrente nominal do transformador


z é a impedância de dispersão do transformador.

Feitas estas considerações, foram calculados estes pontos para o transformador para posterior
utilização no ajuste das proteções. Os valores encontrados para este trafo são:
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 36

1200 kVA
I NT 1  20,08 A
3  34,5kV

20,08
P1 0,58  204,3 A (por 2,0s)
0,057

P2 5 * 20,08 100,4 A (por 50,0s)

PINRUSH 12 * 20,08 241,0 A (por 0,1 s)

6.3.1 Sobrecorrente Instantâneo de Fase (50)

A unidade de sobrecorrente instantânea de fase será ajustada de modo a não se sensibilizar


para faltas no ponto de conexão ao longo do alimentador 124011. A unidade instantânea de
fase não deve se sensibilizar para faltas no setor de 480V da CGH SEIS LAGOAS, será
adotada uma margem de segurança de 130% em relação ao curto-circuito máximo (25% erro
estudo de falta + 5% sobrealcance transitório do relé). Também deverá permitir a energização
do transformador (Inrush).

Caso 3: Curto-circuito trifásico no ponto de conexão ao longo do 124011:

I 50  1,30 * I MAX CC

I 50  1,30 * 72,7  94,51A


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 37

Caso 7: Curto-circuito trifásico barra 480V da CGH SEIS LAGOAS:

I 50  1,30 * I MAX CC

I50  1,30 * 230,8  300,04 A

Corrente de Inrush transformador da CGH SEIS LAGOAS:

I 50  I INRUSH

I 50  241,0 A

Caso 5: Curto-circuito trifásico barra 34,5kV da CGH SEIS LAGOAS:

I 50  I CC 3

I 50  487,8 A
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 38

Adotaremos:

Curva OC2+

• Curva = TD
• Corrente de Pickup = 250 A
• Tempo de Disparo = 0,0 s
• Tempo de Reset da Falta = 0,05 s

6.3.2 Sobrecorrente Temporizado de Fase (51)

A corrente de partida será ajustada em 120% da corrente nominal do transformador


(1,20MVA).

I 51  1.2I NT 1  24,1A

Adotaremos:
Curva OC1+

• Curva = IEC-I
• Corrente de Pickup = 25 A
• Multiplicador de Tempo = 0,10
• Multiplicador de Corrente Mínima = 1,00
• Tempo Mínimo Definido = 0,00 s
• Máx Tempo de Disparo = 120,0 s
• Tempo Adicional = 0,00 s
• Tempo de Reset da Falta = 0,05 s

Para uma falta trifásica na barra 34,5kV da CGH SEIS LAGOAS, a corrente de contribuição
proveniente do sistema interligado é de 487,8A, provocando a atuação do relé de sobrecorrente
temporizado de fase em 0,23s.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 39

Para uma falta trifásica LD CGH SEIS LAGOAS – PONTO CONEXÃO, a corrente de
contribuição proveniente da CGH é de 73,6 A, provocando a atuação do relé de sobrecorrente
temporizado de fase em 0,64s.

Para uma falta trifásica no PONTO DE CONEXÃO, a corrente de contribuição proveniente


da CGH é de 72,7A, provocando a atuação do relé de sobrecorrente temporizado de fase em
0,65s.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 40

6.3.3 Sobrecorrente Instantâneo Residual (50R)

A unidade de sobrecorrente instantânea residual será ajustada de modo a não se sensibilizar


para faltas monofáficas no PONTO DE CONEXÃOao longo do alimentador 124011. Será
adotada uma margem de segurança de 130% em relação ao curto-circuito máximo (25% erro
estudo de falta + 5% sobrealcance transitório do relé).

Caso 4: Curto-circuito monofásico PONTO DE CONEXÃO:

I 50R  1,30 * I MAX CC

I 50R  1,30 * 320,6  416,78 A

Caso 6: Curto-circuito monofásico barra 34,5kV da CGH SEIS LAGOAS:

I 50R  I CC1

I 50R  359,8 A
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 41

Logo, deverá permanecer desligada.


Adotaremos:

Curva EF2+ = D

6.3.4 Sobrecorrente Temporizado Residual (51R)

A corrente de partida será ajustada em 20% da corrente nominal do transformador


(1,20MVA).

I 51R  0.2 I NT 1  4.02 A

Adotaremos:

Curva EF1+

• Curva = IEC-VI
• Corrente de Pickup = 15 A
• Multiplicador de Tempo = 0,15
• Multiplicador de Corrente Mínima = 1,00
• Tempo Mínimo Definido = 0,00 s
• Máx Tempo de Disparo = 120,0 s
• Tempo Adicional = 0,00 s
• Tempo de Reset da Falta = 0,05 s

Para uma falta monofásica na barra 34,5kV da CGH SEIS LAGOAS, a corrente de
contribuição (3I0) proveniente do sistema interligado é de 224,3 A, provocando a atuação do
relé de sobrecorrente temporizado residual em 0,15s.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 42

Para uma falta monofásica na LD CGH SEIS LAGOAS – PONTO DE CONEXÃO, a corrente
de contribuição (3I0) proveniente da CGH é de 359,8A, provocando a atuação do relé de
sobrecorrente temporizado residual em 0,11s.

Para uma falta monofásica no PONTO DE CONEXÃO ao longo do alimentador 124011, a


corrente de contribuição (3I0) proveniente da CGH é de 320,6A, provocando a atuação do relé
de sobrecorrente temporizado residual em 0,11s

6.3.5 Sub e Sobretensão (27/59)

Serão adotados os valores segundo tabela 5 da NTE-042 versão 6 (Março/2016).


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 43

Subtensão de fase:

Adotaremos:

• UV1 = 0,80xUn
• Tempo de Disparo = 10,00 s
• UV2 = 0,70xUn
• Tempo de Disparo = 1,50 s

Deve-se fazer uma lógica, habilitando o disparo da função de subtensão apenas quando o
disjuntor 52 estiver fechado.

De acordo com a NTE-042 versão 6 (Março/2016) item 8.8.16 alínea a, “... os elementos de
proteção que monitoram a tensão da rede de distribuição devem impedir o fechamento do
disjuntor que faz a interligação, quando a rede de distribuição da ENERGISA/MT estiver
desenergizada.” Assim, o religador OSM38 deverá ser configurado para permitir o
fechamento apenas com tensão do lado fonte (Buchas A,B,C).

Sobretensão de fase:

Adotaremos:

• OV1 = 1,10xUn
• Tempo de Disparo = 10,00 s
• OV2 = 1,20xUn
• Tempo de Disparo = 0,50 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 44

6.3.6 Religamento Automático (79)

De acordo com a NTE-042 versão 6 (Março/2016) item 8.2.2 a função de religamento


automático deverá permanecer bloqueada.

Adotaremos:

• OC1+ = L
• OC2+ = L
• EF1+ = L
• EF2+ = D
• OV1 = D
• OV2 = D
• UV1 = D
• UV2 = D
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 45

6.4 PONTO DE CONEXÃO – LD CGH Seis Lagoas

Segundo a norma NTE-042 versão 6 (Março/2016), “...EI é um elemento de interrupção


automático constituído por um disjuntor sobre o qual atuarão os elementos de proteção. Os
elementos de proteção devem garantir, ao mesmo tempo, que as faltas na instalação do
acessante não perturbem o correto funcionamento da rede de distribuição e que defeitos na
rede de distribuição não coloquem em risco as instalações da geração, promovendo a
abertura do disjuntor desfazendo a interconexão com a rede de distribuição. Uma vez feita a
desconexão, o sistema de proteção, deverá garantir que o disjuntor não possa ser religado
até que exista tensão estável na rede de distribuição...”.

Assim o EI será responsável pela proteção do transformador da CGH SEIS LAGOAS e


também da rede de distribuição. As funções de proteção serão ajustadas de modo a garantir
que o transformador não fique submetido a sobrecorrentes e sobretensões acima de sua
suportabilidade. Será adotado o relé RC-10E como relé de proteção.

Serão implementadas as seguintes funções de proteção:

• 67 – Sobrecorrente direcional de fase;


• 67N – Sobrecorrente direcional residual;
• 79 – Religamento automático (Bloqueado).

6.4.1 Sobrecorrente Direcional de Fase 67

De acordo com o item 8.8.13 da NTE-042 versão 6 (Março/2016), a unidade direcional de


fase será utilizada para cobrir faltas nas instalações de uso exclusivo do acessante. Assim sua
direcionalidade será voltada para a CGH SEIS LAGOAS (direção de atuação) e deverá estar
seletiva com as funções de sobrecorrente do transformador.

Para uma falta trifásica na barra 34,5kV da CGH SEIS LAOGAS, a corrente de contribuição
do sistema interligado é 487,8 A, provocando a atuação instantânea do relé de sobrecorrente
do transformador. A função 67 deverá atuar então com temporização t≥ 0,05+0,2=0,25s.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 46

Adotaremos:

Curva OC1+

• Curva = IEC-I
• Corrente de Pickup = 25 A
• Multiplicador de Tempo = 0,15
• Multiplicador de Corrente Mínima = 1,00
• Tempo Mínimo Definido = 0,00 s
• Máx Tempo de Disparo = 120,0 s
• Tempo Adicional = 0,00 s
• Tempo de Reset da Falta = 0,05 s

Com este ajuste, o tempo de atuação da função 67 para uma falta trifásica na barra 34,5kV da
CGH SEIS LAGOAS é 0,34s.

A unidade de sobrecorrente instantânea direcional de fase será ajustada de modo a não se


sensibilizar para faltas na barra 34,5kV da CGH SEIS LAGOAS, será adotada uma margem
de segurança de 130% em relação ao curto-circuito máximo (25% erro estudo de falta + 5%
sobrealcance transitório do relé). Também deverá permitir a energização do transformador
(Inrush).
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 47

Caso 5: Curto-circuito trifásico CGH SEIS LAGOAS 34,5kV:

I 50  1,30 * I MAX CC

I 50  1,30 * 487,8  634,14 A

Corrente de Inrush transformador da CGH SEIS LAGOAS:

I 50  I INRUSH

I 50  241,0 A

Caso 3: Curto-circuito trifásico PONTO CONEXÃO:

I 50  I CC 3

I 50  556,4 A
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 48

Logo, deverá permanecer desligada.

Adotaremos:

Curva OC2+ = D

6.4.2 Sobrecorrente Direcional Residual 67N

De acordo com o item 8.8.13 da NTE-042 versão 6 (Março/2016), a unidade direcional de


fase será utilizada para cobrir faltas nas instalações de uso exclusivo do acessante. Assim sua
direcionalidade será voltada para a CGH SEIS LAGOAS (direção de atuação) e deverá estar
seletiva com as funções de sobrecorrente do transformador.

Para uma falta monofásica na barra 34,5kV da CGH SEIS LAOGAS, a corrente de
contribuição do sistema interligado é 224,3 A, provocando a atuação do relé de sobrecorrente
residual do transformador em 0,15s. A função 67N deverá atuar então com temporização t≥
0,15+0,2=0,35s.

Adotaremos:

Curva EF1+

• Curva = IEC-VI
• Corrente de Pickup = 15 A
• Multiplicador de Tempo = 0,40
• Multiplicador de Corrente Mínima = 1,00
• Tempo Mínimo Definido = 0,00 s
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 49

• Máx Tempo de Disparo = 120,0 s


• Tempo Adicional = 0,00 s
• Tempo de Reset da Falta = 0,05 s

Com este ajuste, o tempo de atuação da função 67N para uma falta monofásica na barra
34,5kV da CGH SEIS LAGOAS é 0,39s.

A unidade de sobrecorrente instantânea direcional residuam será ajustada de modo a não se


sensibilizar para faltas na barra 34,5kV da CGH SEIS LAGOAS, será adotada uma margem
de segurança de 130% em relação ao curto-circuito máximo (25% erro estudo de falta + 5%
sobrealcance transitório do relé).

Caso 6: Curto-circuito monofásico CGH SEIS LAGOAS 34,5kV:

I 50R  1,30 * I MAX CC

I 50R  1,30 * 224,3  291,59 A

Caso 3: Curto-circuito monofásico PONTO CONEXÃO:


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 50

I 50R  I CC1

I 50R  294,5 A

Logo, deverá permanecer desligada.

Adotaremos:

Curva EF2+ = D

6.4.3 Religamento Automático (79)

De acordo com a NTE-042 versão 6 (Março/2016) item 8.2.2 a função de religamento


automático deverá permanecer bloqueada.

Adotaremos:

• OC1+ = L
• OC2+ = L
• EF1+ = L
• EF2+ = L
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 51

7. COORDENOGRAMA

7.1 Fase


































 



      

 

 

 

 

 





 

 

 










 








➢

➢



   

 









 


 






 

  
 
 




 
 

 








 
 

 




  
   






 

 





 

 






 



 

 


 
 
 





 

 


 


 


 


 


 


 


 



 



 






























 



      


















DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 52

7.2 Residual


































 



      

 

 

 

 

 





 

 

 










 














   

 


 










 


 








 

  

 

 






 



 





 










 



 














 

 





 

 






 



 

 


 




 




 


 


 


 


 


 
 


 


 



 



 






























 



      


















DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 53

8. TABELAS DE AJUSTES

A partir das considerações efetuadas nos itens anteriores, definimos os ajustes abaixo relativos
às funções de proteção:

8.1 Proteção Gerador: SEL-700G (0700G01BCX1X7486010X)

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Range = ASCII
string with a
RID Relay Identifier (16 characters) CGH SEIS LAGOAS
maximum length
of 16.
Range = ASCII
string with a
TID Terminal Identifier (16 characters) GERADOR
maximum length
of 16.
Range = 1 to
CTRN Neutral CT Ratio 250
50000
Range = 1.00 to
PTRS Synchronizing Voltage PT Ratio 4.17
10000.00
Range = 1.00 to
PTRN Neutral PT Ratio 4.17
10000.00
Range = 1 to
CTRX X Side Phase CT Ratio 300
10000
Range = 1.00 to
PTRX X Side PT Ratio 4.17
10000.00
Range = 1.0 to
INOM Nominal Generator Current (amps) 4.0
10.0
Range = 0.20 to
VNOM_X X Side Nominal L-L Voltage (kV) 0.48
1000.00
Select: ABC,
PHROT Phase Rotation ABC
ACB
Select: DELTA,
DELTAY_X X Side PT Connection WYE
WYE
Select: N, V, C,
EBUP Backup Protection Enable DC, DC_V, V
DC_C
Enable Ground Differential
E87N Select: Y, N N
Elements
Enable Restricted Earth Fault
EREF Select: Y, N N
Elements
Enable 100% Stator Ground
E64G Select: Y, N Y
Protection
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 54

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Zone 1 Neutral Over Voltage Pickup Range = 0.1 to
64G1P 10.0
(volts) 150.0, OFF
Range = 0.00 to
64G1D Zone 1 Time Delay (seconds) 0.50
400.00
Valid range = The
64G1 Element Torque Control legal operators:
64G1TC 1
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Zone 2 Differential Voltage Pickup Range = 0.1 to
64G2P OFF
(volts) 20.0, OFF
Enable Field Ground Protection
E64F Select: Y, N N
Elements
51VCA Compensation Angle (degrees) Select: 0, -30, 30 0
Voltage-Restrained Time Range = 2.00 to
51VP 5.00
Overcurrent Trip Level (amps) 16.00, OFF
Select: U1, U2,
Voltage-Restrained Time
51VC U3, U4, U5, C1, C1
Overcurrent Curve
C2, C3, C4, C5
Voltage-Restrained Time Range = 0.05 to
51VTD 0.35
Overcurrent Time Dial 1.00
Voltage-Restrained Time
51VRS Select: Y, N Y
Overcurrent EM Reset
Valid range = The
Voltage-Restrained Time
legal operators:
51VTC Overcurrent Torque Control NOT LOPX
AND OR NOT
(SELogic)
R_TRIG F_TRIG
E40 Enable Loss-of-Field Protection Select: Y, N Y
Range = 0.1 to
40Z1P Zone 1 Mho Diameter (ohms) 16.6
100.0, OFF
Range = -50.0 to
40XD1 Zone 1 Offset Reactance (ohms) -1.9
0.0
Range = 0.00 to
40Z1D Zone 1 Pickup Time Delay (seconds) 0.25
400.00
Range = 0.1 to
40Z2P Zone 2 Mho Diameter (ohms) 25.9
100.0, OFF
Range = -50.0 to
40XD2 Zone 2 Offset Reactance (ohms) -1.9
50.0
Range = 0.00 to
40Z2D Zone 2 Pickup Time Delay (seconds) 0.80
400.00
Valid range = The
40Z Element Torque Control legal operators:
40ZTC NOT LOPX
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Enable Negative Sequence
E46 Select: Y, N Y
Overcurrent Protection
Level 1 Negative Seq. Overcurrent Range = 2 to 100,
46Q1P 8
Trip Level (%) OFF
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 55

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Level 1 Negative Seq. Overcurrent Range = 0.02 to
46Q1D 30.00
Time Delay (seconds) 999.90
Level 2 Negative Seq. Time Range = 2 to 100,
46Q2P 8
Overcurrent Trip Level (%) OFF
Level 2 Negative Seq. Time
46Q2K Range = 1 to 100 15
Overcurrent Time Dial (seconds)
Valid range = The
46Q Negative Seq. Overcurrent legal operators:
46QTC 1
Torque Control (SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
E49T Enable Thermal Overload Protection Select: Y, N N
E24 Enable V/Hz Protection Select: Y, N Y
Valid range = The
24 Element Torque-Control legal operators:
24TC 1
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Range = 100 to
24D1P Level 1 V/Hz Pickup (%) 105
200
Range = 0.04 to
24D1D Level 1 Time Delay (seconds) 1.00
400.00
Select: OFF, DD,
24CCS Level 2 Composite Curve Shape DD
ID, I, U
Range = 100 to
24D2P1 Level 2 Pickup 1 (%) 110
200
Range = 0.04 to
24D2D1 Level 2 Time Delay 1 (seconds) 60.00
400.00
Range = 101 to
24D2P2 Level 2 Pickup 2 (%) 120
200
Range = 0.04 to
24D2D2 Level 2 Time Delay 2 (seconds) 6.00
400.00
Range = 0.00 to
24CR Level 2 Reset Time (seconds) 240.00
400.00
E78 Enable Out-of-Step Protection Select: N, 1B, 2B 2B
Range = 0.1 to
78FWD Forward Reach Reactance (ohms) 7.6
100.0
Range = 0.1 to
78REV Reverse Reach Reactance (ohms) 1.6
100.0
Range = 0.2 to
78R1 Outer Resistance Blinder (ohms) 10.0
100.0
Range = 0.1 to
78R2 Inner Resistance Blinder (ohms) 2.0
50.0
Range = 0.00 to
78D Out-of-Step Delay (seconds) 0.05
1.00
Range = 0.00 to
78TD Out-of-Step Trip Delay (seconds) 0.00
1.00
Range = 0.00 to
78TDURD Out-of-Step Trip Duration (seconds) 0.30
5.00
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 56

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Pos. Seq. Current Supervision Range = 0.25 to
50ABC 0.50
(amps) 30.00
Valid range = The
78 Element Torque Control legal operators:
OOSTC 1
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Enable Inadvertent Energization
EINAD Select: Y, N N
Protection
X Side Phase Inst Overcurrent Trip Range = 0.50 to
50PX1P OFF
Level (amps) 96.00, OFF
X Side Phase Inst Overcurrent Trip Range = 0.50 to
50PX2P OFF
Level (amps) 96.00, OFF
X Side Phase Inst Overcurrent Trip Range = 0.50 to
50PX3P OFF
Level (amps) 96.00, OFF
X Side Residual Overcurrent Trip Range = 0.50 to
50GX1P OFF
Level (amps) 96.00, OFF
X Side Residual Overcurrent Trip Range = 0.50 to
50GX2P OFF
Level (amps) 96.00, OFF
X Side Negative Sequence Range = 0.50 to
50QX1P OFF
Overcurrent Trip Level (amps) 96.00, OFF
X Side Negative Sequence Range = 0.50 to
50QX2P OFF
Overcurrent Trip Level (amps) 96.00, OFF
Neutral Inst Overcurrent Trip Level Range = 0.10 to
50N1P 19.20
(amps) 19.20, OFF
Neutral Inst Overcurrent Trip Delay Range = 0.00 to
50N1D 0.10
(seconds) 400.00
Valid range = The
Neutral Inst Overcurrent Torque legal operators:
50N1TC 1
Control (SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Neutral Inst Overcurrent Trip Level Range = 0.10 to
50N2P OFF
(amps) 19.20, OFF
X Side Residual Time Overcurrent Range = 0.50 to
51GXP OFF
Trip Level (amps) 16.00, OFF
Neutral Time Overcurrent Trip Level Range = 0.10 to
51NP 3.20
(amps) 3.20, OFF
Select: U1, U2,
Neutral Time Overcurrent Curve
51NC U3, U4, U5, C1, C1
Selection
C2, C3, C4, C5
Range = 0.05 to
51NTD Neutral Time Overcurrent Time Dial 0.30
1.00
51NRS Neutral EM Reset Delay Select: Y, N N
Neutral Constant Time Adder Range = 0.00 to
51NCT 0.00
(seconds) 1.00
Neutral Minimum Response Time Range = 0.00 to
51NMR 0.00
(seconds) 1.00
Neutral Time Overcurrent Torque Valid range = The
51NTC 1
Control (SELogic) legal operators:
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 57

Group 1
Top
Setting Description Range Value
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Select: Y, N,
EDIRX Enable Directional Control N
AUTO
Range = 0.10 to
ZLFX Forward Load Impedance (ohms) OFF
128.00, OFF
EPWRX Enable Three Phase Power Elements Select: 1-4, N 1
Three Phase Power Element Pickup Range = 1.0 to
3PWRX1P 40.0
(VA secondary) 6500.0, OFF
Select: +WATTS,
PWRX1T Power Element Type -WATTS, -WATTS
+VARS, -VARS
Power Element Time Delay Range = 0.00 to
PWRX1D 30.00
(seconds) 240.00
E81X Enable Frequency Elements Select: 1-6, N 6
Valid range = The
81 Element Torque Control legal operators:
81XTC 1
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Range = 15.00 to
81X1TP Frequency Pickup Level 1 (Hz) 62.00
70.00, OFF
Range = 0.00 to
81X1TD Frequency Delay 1 (seconds) 30.00
240.00
Range = 15.00 to
81X2TP Frequency Pickup Level 2 (Hz) 63.50
70.00, OFF
Range = 0.00 to
81X2TD Frequency Delay 2 (seconds) 10.00
240.00
Range = 15.00 to
81X3TP Frequency Pickup Level 3 (Hz) 66.00
70.00, OFF
Range = 0.00 to
81X3TD Frequency Delay 3 (seconds) 0.03
240.00
Range = 15.00 to
81X4TP Frequency Pickup Level 4 (Hz) 58.50
70.00, OFF
Range = 0.00 to
81X4TD Frequency Delay 4 (seconds) 10.00
240.00
Range = 15.00 to
81X5TP Frequency Pickup Level 5 (Hz) 57.50
70.00, OFF
Range = 0.00 to
81X5TD Frequency Delay 5 (seconds) 5.00
240.00
Range = 15.00 to
81X6TP Frequency Pickup Level 6 (Hz) 56.50
70.00, OFF
Range = 0.00 to
81X6TD Frequency Delay 6 (seconds) 0.03
240.00
Enable Rate-of-Change of
E81RX Select: 1-4, N 1
Frequency Elements
Voltage Supervision of 81R Range = 12.5 to
81RXVSUP 12.5
Elements (volts) 300.0, OFF
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 58

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Valid range = The
X Side 81R Element Torque Control legal operators:
81RXTC 1
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Rate-of-Change of Frequency Level Range = 0.10 to
81RX1TP 2.50
1 (Hz/sec) 15.00, OFF
Rate-of-Change of Frequency Trend Select: INC, DEC,
81RX1TRN ABS
1 ABS
Rate-of-Change of Frequency Range = 0.10 to
81RX1TD 0.15
Pickup Delay 1 (seconds) 60.00
Rate-of-Change of Frequency Range = 0.00 to
81RX1DO 0.10
Dropout Delay 1 (seconds) 60.00
Number of Frequency Accumulator
E81ACC Select: 1-6, N N
Bands
Phase Undervoltage Trip Level Range = 2.0 to
27PX1P OFF
(volts) 300.0, OFF
Phase-Phase Undervoltage Trip Range = 2.0 to
27PPX1P 92.0
Level (volts) 520.0, OFF
Phase-Phase Undervoltage Trip Range = 0.00 to
27PPX1D 10.00
Delay (seconds) 120.00
Phase Undervoltage Trip Level Range = 2.0 to
27PX2P OFF
(volts) 300.0, OFF
Phase-Phase Undervoltage Trip Range = 2.0 to
27PPX2P 80.5
Level (volts) 520.0, OFF
Phase-Phase Undervoltage Trip Range = 0.00 to
27PPX2D 1.50
Delay (seconds) 120.00
Range = 2.0 to
59PX1P Phase Overvoltage Trip Level (volts) OFF
300.0, OFF
Phase-Phase Overvoltage Trip Level Range = 2.0 to
59PPX1P 126.5
(volts) 520.0, OFF
Phase-Phase Overvoltage Trip Delay Range = 0.00 to
59PPX1D 10.00
(seconds) 120.00
Range = 2.0 to
59PX2P Phase Overvoltage Trip Level (volts) OFF
300.0, OFF
Phase-Phase Overvoltage Trip Level Range = 2.0 to
59PPX2P 138.0
(volts) 520.0, OFF
Phase-Phase Overvoltage Trip Delay Range = 0.00 to
59PPX2D 0.50
(seconds) 120.00
Negative Sequence Overvoltage Trip Range = 2.0 to
59QX1P OFF
Level (volts) 200.0, OFF
Negative Sequence Overvoltage Trip Range = 2.0 to
59QX2P OFF
Level (volts) 200.0, OFF
Zero Sequence Overvoltage Trip Range = 2.0 to
59GX1P OFF
Level (volts) 200.0, OFF
Zero Sequence Overvoltage Trip Range = 2.0 to
59GX2P OFF
Level (volts) 200.0, OFF
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 59

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Enable Positive Sequence
E27V1X Select: 1-6, N N
Undervoltage Elements
Enable Positive Sequence
E59V1X Select: 1-6, N N
Overvoltage Elements
Synchronism Undervoltage Trip Range = 2.0 to
27S1P OFF
Level (volts) 300.0, OFF
Synchronism Overvoltage Trip Range = 2.0 to
59S1P OFF
Level (volts) 300.0, OFF
Synchronism Undervoltage Trip Range = 2.0 to
27S2P OFF
Level (volts) 300.0, OFF
Synchronism Overvoltage Trip Range = 2.0 to
59S2P OFF
Level (volts) 300.0, OFF
Select: EXT,
E49RTD RTD Enable NONE
NONE
E25X Synchronism Check Enable Select: Y, N Y
Voltage Window - Low Threshold Range = 0.00 to
25VLOX 59.70
(volts) 300.00
Voltage Window - High Threshold Range = 0.00 to
25VHIX 69.70
(volts) 300.00
Range = 1.0 to
25VDIFX Maximum Voltage Difference (%) 10.0
15.0, OFF
Range = 0.500 to
25RCFX Voltage Ratio Correction Factor 1.000
2.000
GENV+ Generator Voltage High Required Select: Y, N Y
Range = -1.00 to
25SLO Minimum Slip Frequency (Hz) 0.05
0.99
Range = -0.99 to
25SHI Maximum Slip Frequency (Hz) 0.30
1.00
25ANG1X Maximum Angle 1 (degrees) Range = 0 to 80 5
25ANG2X Maximum Angle 2 (degrees) Range = 0 to 80 10
CANGLE Target Close Angle (degrees) Range = -15 to 15 -3
Select: 0, 30, 60,
90, 120, 150, 180,
Synchronism Check Phase (VAX,
SYNCPX 210, 240, 270, VAX
VBX, VCX or deg lag VAX)
300, 330, VAX,
VBX, VCX
Breaker Close Time for Angle Range = 1 to
TCLOSDX 150
Compensation (milliseconds) 1000, OFF
Range = 3 to 120,
CFANGLE Close Fail Angle (degrees) 30
OFF
Valid range = The
Block Synchronism Check Elements legal operators:
BSYNCHX NOT 3POX
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Select: NONE,
EAUTO Enable Autosynchronism NONE
DIG
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 60

Group 1
Top
Setting Description Range Value
Select: THM,
EDEM Enable Demand Metering ROL
ROL
Demand Meter Time Constant Select: 5, 10, 15,
DMTC 15
(minutes) 30, 60
Range = 0.50 to
PHDEMPX Phase Current Demand Level (amps) OFF
16.00, OFF
Residual Current Demand Level Range = 0.50 to
GNDEMPX OFF
(amps) 16.00, OFF
Negative Sequence Current Demand Range = 0.50 to
3I2DEMPX OFF
Level (amps) 16.00, OFF
Range = 0.25 to
50LXP Load Detection Phase Pickup (amps) 0.25
96.00, OFF
Three-Pole Open Time Delay Range = 0.00 to
3POXD 0.00
(seconds) 1.00
Range = 0.00 to
TDURD Minimum Trip Time (seconds) 0.50
400.00
Valid range = The
Trip 1 (Generator Field Breaker legal operators:
TR1 SV06 OR SV07 OR SV08
Trip) Equation (SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
Trip 2 (Prime Mover Trip) Equation legal operators:
TR2 SV06 OR SV07
(SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
Trip 3 (Generator Lockout Relay) legal operators:
TR3 SV06 OR SV07
Equation (SELogic) AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
REMTRIP Remote Trip (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
ULTR1 Unlatch Trip 1 (SELogic) NOT TR1
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
ULTR2 Unlatch Trip 2 (SELogic) NOT TR2
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
ULTR3 Unlatch Trip 3 (SELogic) NOT TR3
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Close X Failure Time Delay Range = 0.00 to
CFDX 0.50
(seconds) 400.00
SV06 OR SV07 OR SV08 OR SV01T OR 46Q2T OR
X-Side (Generator Main Circuit Valid range = The
TRX 81XT OR 81RT OR 59PPX1T OR 59PPX2T OR
Breaker) Trip Equation (SELogic) legal operators:
27PPX1T OR 27PPX2T OR OOST
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 61

Group 1
Top
Setting Description Range Value
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
ULTRX Unlatch Trip X (SELogic) 3POX
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
52AX Breaker X Status (SELogic) IN101
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
CLX Close X Equation (SELogic) NOT LT01 AND 25C AND CCX
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
ULCLX Unlatch Close X (SELogic) TRIPX
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG

Logic 1
Top
Setting Description Range Value
Range = 1 to 32,
ELAT SELogic Latches 6
N
Range = 1 to 32,
ESV SELogic Variables/Timers 12
N
Range = 1 to 32,
ESC SELogic Counters N
N
Range = 1 to 32,
EMV SELogic Math Variables 1
N
Valid range = The
legal operators:
SET01 (SELogic) TRIP
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
RST01 (SELogic) SV10T
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
SET02 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
RST02 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 62

Logic 1
Top
Setting Description Range Value
Valid range = The
legal operators:
SET03 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
RST03 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
SET04 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
RST04 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
SET05 (SELogic) NA
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
RST05 (SELogic) NA
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
SET06 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
RST06 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV01PU 180.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV01DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV01 SELogic Variable Input (SELogic) MV01 > 0.045 AND 52AX
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV02PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV02DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV02 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV03PU 0.00
(seconds) 3000.00
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 63

Logic 1
Top
Setting Description Range Value
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV03DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV03 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV04PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV04DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV04 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV05PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV05DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV05 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV06PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV06DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV06 SELogic Variable Input (SELogic) 64G1T
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV07PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV07DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV07 SELogic Variable Input (SELogic) 51VT OR 51GXT OR 51NT OR 67N1T
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV08PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV08DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV08 SELogic Variable Input (SELogic) 24C2T OR 3PWRX1T OR 40Z1T OR 40Z2T
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV09PU 0.00
(seconds) 3000.00
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 64

Logic 1
Top
Setting Description Range Value
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV09DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV09 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV10PU 180.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV10DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV10 SELogic Variable Input (SELogic) LT01
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV11PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV11DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV11 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
SELogic Variable Timer Pickup Range = 0.00 to
SV12PU 0.00
(seconds) 3000.00
SELogic Variable Timer Dropout Range = 0.00 to
SV12DO 0.00
(seconds) 3000.00
Valid range = The
legal operators:
SV12 SELogic Variable Input (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
Valid range = The
legal operators:
MV01 (SELogic) 3V2X_MAG / V1X_MAG
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT101FS OUT101 Fail-Safe Select: Y, N Y
Valid range = The
legal operators:
OUT101 (SELogic) HALARM OR SALARM
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT102FS OUT102 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT102 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT103FS OUT103 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT103 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 65

Logic 1
Top
Setting Description Range Value
OUT301FS OUT301 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT301 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT302FS OUT302 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT302 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT303FS OUT303 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT303 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT304FS OUT304 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT304 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT401FS OUT401 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT401 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT402FS OUT402 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT402 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT403FS OUT403 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT403 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
OUT404FS OUT404 Fail-Safe Select: Y, N N
Valid range = The
legal operators:
OUT404 (SELogic) 0
AND OR NOT
R_TRIG F_TRIG
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 66

8.2 Proteção Transformador (RL2): RC-10ES


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 67
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 68
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 69
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 70

8.3 Ponto de Conexçao (RL1) : RC-10ES


DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 71
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 72
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 73
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 74

9. CHECK-LIST

Segue abaixo check-list de conformidade Energisa preenchido, atendendo todos os quesitos:

A potência instalada da minigeração foi limitada à potência


disponibilizada para a unidade consumidora onde a central geradora
ok
será conectada, nos termos do inciso LX, Art. 2º da Resolução
Normativa n° 414, de 9 de setembro de 2010.
Foi disponibilizado e indicado explicitamente nos diagramas
apresentados o Elemento de Desconexão (ED) em conformidade com
ok
o que solicita o subitem 8.8.7 da norma NTE-042, versão 6 de março
de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção de Sub e Sobretensão (ANSI
ok
27/59) em conformidade com o que solicita o subitem 8.8.9 da norma
NTE-042, versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção de Sub e Sobrefrequência (ANSI
ok
81U/81O) em conformidade com o que solicita o subitem 8.8.10 da
norma NTE-042, versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção contra Desequilíbrio de
ok
Corrente (ANSI 46) em conformidade com o que solicita o subitem
8.8.11 da norma NTE-042, versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção contra Desbalanço de Tensão
ok
(ANSI 47) em conformidade com o que solicita o subitem 8.8.12 da
norma NTE-042, versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção de Sobrecorrente Direcional
ok
(ANSI 67) em conformidade com o que solicita o subitem 8.8.13 da
norma NTE-042, versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção de Sobrecorrente com
ok Restrição de Tensão (ANSI 51V) em conformidade com o que solicita o
subitem 8.8.14 da norma NTE-042, versão 6 de março de 2016, da
Energisa MT.
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 75

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Verificação de Sincronismo (ANSI 25) em
ok
conformidade com o que solicita o subitem 8.8.15 da norma NTE-042,
versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.

Foi disponibilizado, ajustado e indicado explicitamente nos diagramas


apresentados o Elemento de Proteção Anti-ilhamento em
ok
conformidade com o que solicita o subitem 8.8.16 da norma NTE-042,
versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.
A proteção do transformador de acoplamento foi realizada por
ok
disjuntor ou religador com função de religamento bloqueada.
A proteção do acessante foi ajustada de maneira a desfazer o
paralelismo caso ocorra o desligamento da rede de distribuição, antes
ok da subsequente tentativa automática de religamento por parte da
Energisa MT em conformidade com o subitem 8.5.7 da norma NTE-
042, versão 6 de março de 2016, da Energisa MT.
Foi garantido a reconexão da geração em conformidade com o item
ok 8.10.10 da norma NTE-042, versão 6 de março de 2016, da Energisa
MT.

A ART de projeto apresentada contempla a elaboração do Estudo de


ok
Proteção, Seletividade e Coordenação da minigeração em questão.

A ART de execução (instalação do sistema de minigeração) contempla


ok a instalação dos equipamentos de proteção, bem como o ajuste de
todos os relés envolvidos no sistema de proteção.

Foram apresentados Coordenogramas de fase e neutro que


ok evidenciam a seletividade/coordenação entre as proteções
apresentadas no memorial de proteção.
Foram apresentados os cálculos e dimensionamentos dos TC’s
ok
envolvidos no projeto de proteção.

Foram realizados estudos de curto-circuito com o intuito de averiguar


ok
os níveis de correntes para dimensionamento da proteção.

Foram apresentadas as Ordens de Graduação de todos os relés


ok envolvidos no sistema de proteção, bem como a marca e modelo dos
relés em questão.
Todas as Ordens de Graduação de relés apresentadas estão em
ok
coerência com os ajustes de proteção propostos.
A forma de instalação do religador/disjuntor mostrada no projeto de
ok entrada de serviço está compatível com as informações contidas no
estudo de proteção
DOC. N° ARA-01/2018
CGH SEIS LAGOAS
REVISÃO 0
ESTUDO DE PROTEÇÃO E SELETIVIDADE
N° de FOLHAS 76 FOLHA N° 76

Os diagramas apresentados estão coerentes com o Estudo de


ok
Proteção, Seletividade e Coordenação.

Em caso da ligação dos enrolamentos do transformador de


acoplamento ser em Delta do lado da Energisa e com transformador
NA
de aterramento, foi previsto a utilização de relé com função ANSI 59N
(relé de sobretensão residual ou de sobretensão de neutro).

Foram especificados tecnicamente os Disjuntores, Religadores e


ok
Transformadores de Corrente envolvidos no projeto de proteção.