You are on page 1of 4

Insuficiência cardíaca

É uma sindrome complexa de caráter sistêmico, definida como disfunção cardíaca que ocasiona inadequado suprimento sanguíneo para atender necessidades metabólicas tissulares, na presença de retorno venoso normal, ou fazê-lo somente com elevadas pressões de enchimento.

Media de idade dos pacientes

  • 72 a 73 anos

Historia previa de IC

  • 75 a 87%

Sexo feminino

52%

Fração de ejeção normal

50%

Fibrilação atrial e insuficiência renal

1/3

Diabetes

40%

Fração de ejeção é calculada no ECO, cateterismo e angiocinegrafia?? ** Metade das pessoas a IC é um déficit contrátil e 50% é diminuição da complacência do VE. Quando é feito o diagnostico da IC deve haver uma revisão geral A IC pode ser diagnosticada na Clinica. Quando diagnostica IC, deve fazer avaliação renal, hepática ... Quando interna um paciente com insuficiência cardíaca, pode-se espera que em 1 ano ele estará morto. (mais de 50% morre até um ano). A insuficiência cardíaca aguda descompensada, que resulta em hospitalização, acarreta problemas específicos:

  • 1- A IC aguda marca uma mudança fundamental na historia natural da progressão da doença. As taxas de mortalidade no ano seguinte à internação por IC são mais elevadas do que naqueles que não foram internados, e a hospitalização por IC permanece como um dos fatores de risco mais importantes para mortalidade.

    • 2- A internação por IC aguda por si gera mais hospitalização, com taxas de re-hospitalizacao de 50% dentro dos 12 meses após alta hospitalar.

      • 3- A internação por IC continua a ser a grande responsável por mais de trinta bilhões de dólares usados anualmente para o custeio dos cuidados a estes doentes nos EUA. (a IC é um problema de saúde publica em países desenvolvidos= doenças crônicas não transmissíveis são a maior causa de morbidade de mortalidade)

A incidência está aumentando!!!

  • 1. A cardiopatia isquêmica ultrapassou a doença de chagas como etiologia mais frequente de IC no Brasil

  • 2. Muitos avanços ocorreram no diagnostico e nos tratamentos clínico e cirúrgico da doença cardiovascular.

  • 3. Rápido envelhecimento populacional no Brasil, devido ao adiamento da mortalidade em função dos avanços

da medicina e dos meios de comunicação. A insuficiência cardíaca aguda é difinidade como inicio rápido ou mudança clinica dos Sinais e sintomas de ic, resultando na necessidade urgente de terapia. A IC aguda pode ainda ser nova ou devido à piora de uma IC pré- existente (ic crônica descompensada).

Insuficiência Cardíaca Aguda

O que define é o risco eminente de morte

Insuficiência Cardíaca Crônica

Não necessita de tratamento urgente

Insuficiência Cardíaca Cronica-agudizada

 

Causas e fatores precipitantes da IC aguda

  • 1. Ingestão excessiva de sal e agua

  • 2. Falta de aderência ao tratamento e/ou falta de acesso ao medicamento

  • 3. Fatores relacionados ao medico (desconhecimento do tratamento)

  • 4. Fibrilação atrial aguda ou outras taquiarritmias

  • 5. Bradiarritmias

  • 6. Hipertensao arterial sitemica

  • 7. Tromboembolismo pulmonar

  • 8. Isquemia miocárdica

  • 9. Infeccoes (especialmente pneumonia)

    • 10. Anemia e carências nutricionais

    • 11. Fistula AV

  • 12. Disfunção tireoidiana

*** Caquexia cardíacaas

  • 13. Diabetes desconpenado

  • 14. Consumo excessivo de álcool

  • 15. Insuficiência renal

  • 16. Gravidez

  • 17. Depressão e/ou fatores sociais (abandono, isolamento social))

  • 18. Uso de drogas ilícitas (cocaína, crack, escstasy, entre outros)

  • 19. Fatores relacionados a fármacos:

    • Intoxicação digitálica

    • Drogas que retém água ou inibem as prostaglandinas: AINE, esteroirdes, estrógenos, andrógenos, clorpropamida, minoxidil, glitazonas

    • Drogas inotrópicas negativas: antiarrítmicos do grupo1, antagonista de cálcio (exceto anlodipino), antidepressivos tricíclicos

    • Drogas cardiotoxicas: citostáticos, como a adriamicina>400mg/M2, traturumab (Herceptin)

    • Automedicacao, terapias alternativas

12. Disfunção tireoidiana *** Caquexia cardíaca  as 13. Diabetes desconpenado 14. Consumo excessivo de álcool

O diagnostico baseado na historia clinica, exame físico e investigação laboratorial pertinente O principal sintoma é a dispneia

  • O diagnostico clinoc

  • Eletrocardiograma

  • Radiografia de tórax

  • Laboratório

Eco cardiograma dificilmente será um exame para diagnosticar, será pra quantificar e qualificar! Usado para fazer

um diagnostico etiológico Sintomas

  • Dispneia

  • Historia previa de IC

  • Ortopneia e DPN

  • Cansaço, fadiga

  • Anorexia

  • Distensão Abdominal

  • Dirarreia

Os sintomas não se correlacionam com a gravidade

Exame físico

  • Presença de B3

  • Turgencia jugular ( é normal quando decúbito em zero grau, ela se torna problemática quando está acima de 30 a 45 graus do trono e membros inferiores).

  • Edema de MMII (se é assimétrico, doloroso e quente não é IC)

  • Hepatomegalia

  • Ascite

  • Taquicardia

  • Caquexia

  • Hipotensão arterial, alteração de consciência, oliguria, pulsos filiformes, extremidades frias

  • Ausculta

  • Sopros

  • Estertores

  • Abolição do MC por derrame pleural

Exames laboratoriais

  • 1. Hemograma

  • 2. Sódio

  • 3. Potássio

  • 4. Ureia

  • 5. Creatinina

  • 6. Glicose

  • 7. Em casos mais gravees, devem ser dosadas enzimas hepáticas (TGO, TGP). Albumina e INR

  • 8. Sodio Baixo, ureia e creatinina elevadas são sinais de mau prognostico

  • 9. Gasometria arterial (dispneia leve não faz, só se realmente precisar pq gasometria dói muito)

    • 10. Troponina (troponinai é especifica do musc cardíaco)

    • 11. BNP<100pg/ml- exclui IC em pacientes com dispneia aguda

    • 12. BDP<400pg/ml- IC provável

    • 13. Quando aumentado na admissão hospitalar: mau prognostico

Ecocardiograma bidimensional com DOPPLER

  • Etiologias

  • Gravidade

  • Possiveis causas da descompensação clinica

  • Prognostico

  • Tem implicações terapêuticas imediatas

  • Permite estudo anatômico e funcional detalhados, analise da função sistólica e diastólica dos ventrículos direito e esquerdo, alem da definição do acometimento das valvas.

Classificacao NYHA

 Distensão Abdominal  Dirarreia Os sintomas não se correlacionam com a gravidade Exame físico 

A melhor de todas é a Framinghan.