You are on page 1of 8

XXVI Exame de Ordem

Aula: Reclamação Constitucional


2ª Fase OAB – Constitucional
Prof. Paulo Peixoto
1 – CONCEITO
Medida Judicial que visa preservar a competência e garantir a autoridade das
decisões de determinado órgão judicial (STF ou STJ – expressamente na CF/88).

Obs.: Não confundir com reclamação correicional (medida administrativa para


evitar atuação tumultuada do magistrado)

2 – NATUREZA JURÍDICA
Recurso? Sucedâneo Recursal (substituto)? Incidente processual? Ou Ação?
Argumentos que afastam as demais proposições:
•No CPC/73 e no CPC/15 não está prevista no rol de recursos. Não depende de
sucumbência;
•Não se busca a reforma ou anulação, mas a observância de decisões;
•Não depende de processo existente;
•Não está substituindo prazo, possui previsão própria de utilização;
•CPC/15 ratifica a natureza jurídica de ação. Vide artigo 988, §1º (verbo propor).

Obs.: Sucedâneo recursal é todo meio de impugnação de decisão judicial que


nem é recurso nem é ação de impugnação. Trata-se de categoria que engloba
todas as outras formas de impugnação da decisão. São exemplos: pedido de
reconsideração, pedido de suspensão da segurança (Lei Federal n.8.437/1992,
art. 4º; Lei Federal n. 4.348/1964, art. 4º), a remessa necessária (CPC, art. 475) e
a correição parcial. (DIDIER, Fredie. Curso de Direito Processual Civil .
Salvador/BA: Editora Juspodivm, vol. II, 4ª ed., 2009, p. 27).
3 – HIPÓTESES DE CABIMENTO

•Artigo 102, I, “l” (STF)


•Artigo 105, I, “f” (STJ)
•Artigo 988, I a IV, CPC
•Artigo 103-A (Súmula vinculante)
•Lei 11.417/06 (súmula vinculante) – se for caso de ato administrativo
deve-se esgotar a via administrativa (art. 7º, §1º).
ATENÇÃO:
§5º do artigo 988:
INADMISSÍVEL quando:

(i) já houve o trânsito em julgados e;


(ii) quando não esgotada as vias ordinárias. Trata-se da reclamação per saltum, vedada pelo STF

STF, o ministro Luiz Fux, na reclamação 11636-RJ, j. 09.04.2014, esclareceu:

“[...] (i) a impossibilidade de utilizar per saltum a Reclamação, suprimindo graus de jurisdição, (ii) a
impossibilidade de se proceder a um elastério hermenêutico da competência desta Corte, por
estarem definidas em um rol numerus clausus, e, (iii) a observância da estrita aderência da
controvérsia contida no ato reclamado e o conteúdo dos acórdãos desta Suprema Corte apontados
como paradigma. [...]”. No mesmo sentindo: Reclamação 17914 AgR, Relator: ministro Ricardo
Lewandowski, 2ª Turma, julgado em 26.08.2014, DJe 03.09.2014, publicado 04.09.2014.
4 - OBJETO

- PRESERVAR A COMPETÊNCIA

OU

- GARANTIR A AUTORIDADE DE DECISÕES


5 – QUESTÃO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL JUIZADO ESPECIAL JUIZADO ESPECIAL DA
(LEI 9.099/95) FEDERAL (LEI 10.259/2001) FAZENDA PÚBLICA (LEI
12.153/2009)
1) Juizado Especial Estadual: 2) Juizado Especial Federal: 3) Juizado da Fazenda *Obs.: Resolução n. 03/2016 STJ – Casos do
Reclamação para o TJ Pública: Juizados Especiais Cíveis (Competência
Fundamento: Pedido de uniformização
Estadual).
Resolução 03/2016 do STJ. de jurisprudência. Pedido de uniformização
“A parte poderá ajuizar reclamação no
Hipóteses de cabimento: Fundamento: de jurisprudência.
Tribunal de Justiça quando a decisão da
Cabível quando a decisão art. 14 da Lei nº Fundamento:
Turma Recursal Estadual (ou do DF)
da Turma contrariar 10.259/2001. art. 19 da Lei nº
contrariar jurisprudência do STJ que esteja
jurisprudência do STJ 12.153/2009.
consolidada em: Hipóteses de cabimento:
consolidada em:
a) incidente de assunção de Cabível quando a decisão Hipótese de cabimento:
a) incidente de assunção de competência;
competência; da Turma contrariar: Cabível quando a decisão da b) incidente de resolução de demandas
b) incidente de resolução de a) jurisprudência dominante Turma contrariar súmula do repetitivas (IRDR);
demandas repetitivas do STJ; ou STJ. c) julgamento de recurso especial
(IRDR); b) súmula do STJ. repetitivo;
c) julgamento de recurso d) enunciados das Súmulas do STJ;
especial repetitivo; e) precedentes do STJ.”
d) Súmulas do STJ;
e) precedentes do STJ.
Questão
Caberia Reclamação em processo executivo?
Não, pois deve ser proposta ANTES do trânsito em julgado.
Processualmente falando, o mais adequado é ajuizar ação rescisória.

6 –Estrutura
Segue o roteiro do artigo 319 do CPC (petição inicial).

7 – Processamento/Pedidos e Requerimentos:
Artigo 989
Requisição de informações para a autoridade
Citação de beneficiário do ato
Concessão da liminar
Prova documental
Procedência do pedido para cassar a decisão judicial ou anular o ato
administrativo.