You are on page 1of 13

Diretoria de Gestão Corporativa

Superintendência de Gestão de Pessoas


Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Apresentação
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Objetivo:

•Proceder de forma ordenada, objetiva e sem


pânico, quando da ocorrência de eventual
principio de incêndio ou constatação de grave
e iminente risco de sinistro, conforme
estabelecido e implementado para abandono
das instalações em menor espaço de tempo,
mediante sinal sonoro, com deslocamento
através das rotas de fuga e acesso aos pontos
de encontro pré-estabelecidos. Esta rotina
exige pratica de exercícios simulados
registrados.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Coordenação e composição da Brigada contra


Incêndios:

•6 Bombeiros Particulares (prestadores de


serviços);
•1 Supervisor de Brigada (ZP);
•1 Engenheiro de Segurança do Trabalho
(Eletronorte);
•1 Técnico de Segurança do Trabalho
(Eletronorte);
•120 empregados capacitados e treinados
(Grupo de Apoio).
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Treinamento e capacitação do Grupo de Apoio

•Conteúdo programático e carga horária:


•Primeiros Socorros – 4h (GSPS);
•Prevenção e combate a incêndios – 4h (CBMDF);
•Apresentação do PCA – 4h (GSPS/ZP);
•Pratica de abandono – 2h (GSPS).

•Datas previstas:
•1° equipe – entre 14/07 e 18/07;
•2° equipe – entre 21/07 e 25/07;
•3° equipe – entre 28/07 e 31/07.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Aviso Sonoro:

•Sinal de alerta sonoro que indica a


população fixa e flutuante o momento de
abandono da edificação;
•Será acionado pela equipe de bombeiros
particulares, após comunicação a GSPS
ou coordenadores designados da área;
•Serão utilizados megafones com ruído
similar à sirene com som intermitente de
curta duração e comunicação de
abandono.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Rotas de fuga:

•São percursos estabelecidos que servem de


orientação as populações (fixa e flutuante) no
momento de abandono da edificação e dos
ambientes de trabalho na ocorrência de alarme
sonoro;
•Estas são sinalizadas com placas indicativas
fotoluminescentes (visíveis no escuro);
•Devido fácil trânsito para evacuação não há
sinalização de solo e se a energia for desligada
as lâmpadas de emergência iluminarão os
corredores e saídas.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Rotas de fuga:

•Blocos B e C – utilizarão a escada central de


forma ordenada e cronológica, sentido ao
térreo, findando no ponto 1 (saída oeste);
•1 subsolo – utilizarão o corredor principal
sentido auditório, findando na entrada e saída
de patrimônio até o ponto 2 (saída norte);
•2 subsolo – utilizarão as rotas, sentido
corredor principal findando no ponto 2 (saída
norte);
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Pontos de encontro:

•Locais seguros e ventilados, designados


para a reunião dos colaboradores, após
abandono da edificação.
•Ponto 1 – a ser utilizado pelas
populações dos blocos B e C.
•Ponto 2 – a ser utilizado pelas
populações do 1° e 2° subsolos.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono


Conferência dos colaboradores:

•Prática utilizada para realizar a


verificação se todos os colaboradores
realmente deixaram seus postos de
trabalho;
•Cada componente do Grupo de apoio
deverá verificar se a sua equipe esta
presente;
•Cada colaboradores deverá sempre se
posicionar no mesmo local, desta forma
facilita ser percebido a sua ausência.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono


Exercício simulado:

•Realização da prática de abandono de


área que não seja por razão emergencial;
•Tem objetivo de promover a prática do
abandono de área pelos colaboradores em
geral;
•Sempre será comunicado com
antecedência;
•Cronometrar o tempo mínimo de
abandono e evacuação da edificação.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Primeiros Socorros:

•Serão realizados pela equipe de


bombeiros particulares ou grupo de
apoio.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Procedimentos para abandono de área –


Bombeiros particulares e Grupo de apoio :

•Controlar os colaboradores evitando pânico;


•Orientar os colaboradores para as saídas, em
ordem;
•Auxiliar os necessários fisicamente, se houver;
•Prestar os primeiros socorros, caso haja
necessidade;
•Realizar buscas nos pisos e locais fechados;
•Cronometrar o tempo da evacuação.
Diretoria de Gestão Corporativa
Superintendência de Gestão de Pessoas
Gerência de Segurança e Medicina do Trabalho

Plano de Combate e Abandono

Elaboração e Coordenação:

•Eng. Geraldo Bernardino Guedes -


GSPS;
•Eng. Vitor Couto Cavalcanti - GSPS;
•Téc. José Flávio de Lima Santos - GSPS;
•Supervisor da Brigada – Nélio (ZP).