You are on page 1of 29

LEITURA E INTERPRETAÇÃO

DE DADOS E INDICADORES
EDUCACIONAIS
Qual a finalidade dos indicadores
educacionais?
Os indicadores educacionais atribuem valor
estatístico à qualidade do ensino, atendo-se não
somente ao desempenho dos alunos mas também
ao contexto econômico e social em que as escolas
estão inseridas. Eles são úteis principalmente para o
monitoramento dos sistemas educacionais,
considerando o acesso, a permanência e a
aprendizagem de todos os alunos. Dessa forma,
contribuem para a criação de políticas públicas
voltadas para a melhoria da qualidade da educação e
dos serviços oferecidos à sociedade pela escola.
Tipos de indicadores educacionais segundo o INEP:
• Média de alunos por turma
• Média de horas-aula diárias
• Taxas de distorção idade/série
• Taxas de rendimento
• Percentual de docentes com curso superior
• Esforço docente
• Complexidade de gestão na escola
Tipos de indicadores educacionais segundo o INEP:

• Nível Socioeconômico
• Taxas de transição
• Remuneração média dos docentes
• Indicador de fluxo da educação superior
Local onde você mesmo pode consultar índices
educacionais:

http://portal.inep.gov.br/indicadores-educacionais

Definição dos índices educacionais:


http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto
/me000269.pdf
Taxas de distorção idade/série

Indica o percentual de alunos que se encontram em


defasagem de 2 anos ou mais, entre a idade e a
série/ano em que deveriam estar cursando.
Taxas de rendimento

Taxas oficiais de aprovação, reprovação e abandono


em cada uma das etapas de ensino ofertadas por
uma referida escola ou sistema de ensino.
Diferença entre abandono e evasão escolar.

O abandono ocorre quando o aluno deixa de frequentar as aulas


durante o ano letivo. Entende-se por evasão escolar a situação do
aluno que abandou a escola ou reprovou em determinado ano letivo e
que, no ano seguinte, não efetuou a matrícula para dar continuidade
aos estudos.
Esforço docente

O indicador classifica o docente em níveis de 1 a 6 de acordo com


o esforço empreendido no exercício da profissão, níveis elevados
indicam maior esforço. A partir dos dados disponíveis no Censo
da Educação Básica, considerou-se que o esforço docente está
relacionado às seguintes características da docência: número de
escolas em que atua, número de turnos de trabalho, número de
alunos atendidos e número de etapas nas quais leciona.
· Nível 1 – Docente que, em geral, tem até 25 alunos e atua em um único turno, escola
e etapa.

· Nível 2 – Docente que, em geral, tem entre 25 e 150 alunos e atua em um único
turno, escola e etapa.

· Nível 3 – Docente que, em geral, tem entre 25 e 300 alunos e atua em um ou dois
turnos em uma única escola e etapa.

· Nível 4 – Docente que, em geral, tem entre 50 e 400 alunos e atua em dois turnos,
em uma ou duas escolas e em duas etapas.

· Nível 5 – Docente que, em geral, tem mais de 300 alunos e atua nos três turnos, em
duas ou três escolas e em duas etapas ou três etapas.
.
· Nível 6 – Docente que, em geral, tem mais de 400 alunos e atua nos três turnos, em
duas ou três escolas e em duas etapas ou três etapas.
Taxas de transição (ou de fluxo)

Promovidos+ repetentes+ evadidos= 100 porcento !


Observação:

Todos os índices citados possuem ramificações e vamos


focar agora nas principais !
Vamos focar:
• Taxa de atendimento escolar
• Taxas de escolarização líquida e bruta,
• Taxa de distorção idade-série,
• Taxas de rendimento
(aprovação, reprovação e abandono)
Taxa de atendimento escolar

Taxa de atendimento é um indicador que informa, para uma


determinada faixa etária da população em idade escolar, o
percentual das pessoas que estão frequentando a escola,
não importando o fato de estarem ou não matriculadas na
série própria para a sua respectiva idade.
• A taxa de escolarização líquida mensura o percentual de
jovens em idade escolar que estão matriculados nas séries
adequadas para a sua respectiva idade.

• A taxa de escolarização bruta informa o percentual


daqueles que estão matriculados numa determinada série,
independentemente dessa série ser ou não adequada para
a sua faixa etária.
Exercitando análise de dados e cálculos

• Em 2016 no Nordeste, 52,6% de pessoas sequer haviam concluído o


ensino fundamental. Sabendo que a população do Nordeste era no
referido ano de 56,9 milhões, quantas pessoas não haviam concluído
o ensino fundamental ?
• Resolução: fazer regra de três !
100 ------------------------- 56,9 milhões
52,6------------------------- X
X = 29,9 milhões.
Interpretando um quadro sobre Taxa de distorção
idade-série
Pergunta-se: em qual ano do ensino médio era maior o percentual de
alunos estudando fora da faixa etária?
Interpretando um quadro sobre Taxa de distorção
idade-série
Pergunta-se: em qual ano do ensino médio era maior o percentual de
alunos estudando fora da faixa etária?

Resposta: 2003.
Interpretando uma tabela sobre Taxa de Aprovação
Pergunta-se: supondo cem mil alunos matriculados no sexto ano em
2013, quantos foram aprovados?
Interpretando uma tabela sobre Taxa de Aprovação
Pergunta-se: supondo cem mil alunos matriculados no sexto ano em
2013, quantos foram aprovados?

Resposta= 82.200
A Secretaria da Educação (SEDUC) do estado do Ceará desenvolveu
e aplica esta avaliação. Essa Avaliação abrange as escolas públicas
das redes estadual e municipais do estado, avaliando os alunos da
Educação Básica, desde as etapas de Alfabetização até o Ensino
Médio.
• O Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) é composto por um conjunto
de avaliações externas em larga escala que permitem ao Inep realizar um
diagnóstico da educação básica brasileira e de alguns fatores que possam
interferir no desempenho do estudante, fornecendo um indicativo sobre a
qualidade do ensino ofertado.

• Por meio de provas e questionários, aplicados periodicamente pelo Inep, o SAEB


permite que os diversos níveis governamentais avaliem a qualidade da educação
praticada no país, de modo a oferecer subsídios para a elaboração, o
monitoramento e o aprimoramento de políticas com base em evidências.

• As médias de desempenho do SAEB, juntamente com os dados sobre aprovação,


obtidos no Censo Escolar, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação
Básica (Ideb).
O que é o Pisa

O Programme for International Student Assessment (Pisa) – Programa


Internacional de Avaliação de Estudantes – é uma iniciativa de
avaliação comparada, aplicada de forma amostral a estudantes
matriculados a partir do 7º ano do ensino fundamental na faixa etária
dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade
básica obrigatória na maioria dos países. As avaliações do Pisa
acontecem a cada três anos e abrangem três áreas do conhecimento –
Leitura, Matemática e Ciências – havendo, a cada edição do programa,
maior ênfase em cada uma dessas áreas.