You are on page 1of 6

INSTRUÇÃO DE TRABALHO

Rev.: 0
IT-SG-16 0 Aval. de Desempenho em SSMA
Emp. Contratadas

1. Objetivo
Avaliar qualitativa e quantitativamente o desempenho em Segurança, Saúde e Meio Ambiente das empre-
sas contratadas com a finalidade de promover a melhoria contínua. O índice de desempenho obtido por
esta instrução complementa o processo de qualificação e cadastramento de contratados descrito na nor-
ma de procedimento 2SI-A02-NP 0 – Qualificação e Cadastramento de Fornecedores.
2. Documentos de referência
• Occidental Chemical Corporation – Guidelines for Contractor Quality Management
• Norma de procedimento 2SI-A02-NP - Qualificação e cadastramento de fornecedores
• Instrução de Trabalho IT-SG-34 – Segurança com contratadas
• Normas Regulamentadoras da Portaria 3214/78 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
• Norma de procedimento 2SI-B01-NP - Gerenciamento de Resíduos.

3. Responsabilidades

Item da Descrição Área Responsável Cargo Responsável


Implementação, manutenção e
aprimoramento desta IT e seu Gestores e líderes de Produção,
rigoroso cumprimento pelos fun- Engenharia de Fábrica, Tecnolo-
CPR, CEF, CTI e CRH
cionários da Carbocloro e contra- gia de Informação e Recursos
tadas e os itens 5.3.2.2, 5.3.2.3 e Humanos
5.3.2.4.
Líder de segurança, técnicos de
5.3.2.1, 5.3.2.2, 5.3.2.3 e 5.3.2.4. CSI segurança ou engenheiro de
segurança do trabalho
5.3.2.4. CSI Líder de Segurança

5.3.2.1, 5.3.2.2 e 5.3.2.3. CSI Líder de Meio Ambiente

5.3.2.1, 5.3.2.2 e 5.3.2.3. CSI Médico do Trabalho


5.3.2.4. CSI Administrador de contratos
Gestores e Vice-Presidente Exe-
5.4 CSI, CPR, CEF, CTI, CRH e CGI
cutivo
5.3.2.1, 5.3.2.2 e 5.3.2.6. Empresas contratadas Representante

4. Conceitos
4.1. Contratado/a
Pessoa física, fornecedor, representante ou organização independente da CARBOCLORO contratada
para executar um trabalho ou serviço na Fábrica ou no Escritório Central em São Paulo - SP. Nesta de-
finição, incluem-se as empresas ou pessoas físicas subcontratadas, contratadas pela empresa princi-
pal, para realizarem serviços ou partes de serviços nas especialidades inerentes às suas atividades.
Nesse caso a subcontratada passa a ser considerado como a contratada.
Inclui-se entre as contratadas alvo desta instrução as empresas de prestação de serviços de preparo
de alimentos, transporte coletivo de funcionários, serviços de limpeza e fornecimento de mão de obra,
tanto na Fábrica como no Escritório Central.

Emitente: Sergio Cardoso 1 de 6


Aprovador: Ademar Salgosa Junior Cópia Impressa não controlada
Data Vigor: 09/08/2005
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Rev.: 0
IT-SG-16 0 Aval. de Desempenho em SSMA
Emp. Contratadas

Não se considera para a finalidade desta instrução a pessoa física, fornecedor, representante ou orga-
nização contratada para serviços específicos ou esporádicos, que permaneçam na instalação ou requi-
sitadas quando necessário, realizando seus trabalhos dentro ou fora de áreas de risco de processo ou
próximo delas, na Fábrica ou no Escritório Central.
Tem-se, por exemplo, a manutenção, conservação e inspeção de sistemas de combate a incêndio, ma-
nutenção em instrumentação específica, serviços em sistema de telefonia, manutenção e atualização
de softwares, reparos em mobiliários e divisórias, chaveiros e casos similares.
4.2. Contratados de terceiros
Contratado trabalhando na área da CARBOCLORO (dentro do limite de propriedade) – Fábrica ou Es-
critório Central, porém a serviço de outra empresa, que por força da atividade, precisa entrar na área
da CARBOCLORO (Fábrica ou Escritório Central). Esse é o caso de serviços em linhas de transmissão
de energia elétrica, serviços de telefonia pública, linha de gás natural, linha de etileno, linha de vapor
da Petrocoque, serviços de manutenção em ferrovia e casos similares.
Estas contratadas não são consideradas para fins desta Instrução de Trabalho.
4.3. Atestado de Saúde Ocupacional – ASO
Documento emitido pelo médico coordenador ou examinador do PCMSO da contratada, que descreve
os riscos aos quais o empregado está exposto, atestando a aptidão do mesmo para a realização das
suas atividades de acordo com a Norma Regulamentadora 7 da Portaria nº 3.214/78 do MTE.
4.4. Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO
Programa elaborado pelo médico coordenador do trabalho da empresa contratada, definindo e estabe-
lecendo critérios para avaliações clínicas de seus funcionários, definindo os exames complementares
em consonância com os riscos ambientais a que o empregado está exposto e descritos no PPRA. Este
programa deve ser realizado de acordo com a Norma Regulamentadora nº 7 da Portaria nº 3.214/78 do
MTE.
4.5. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA
Programa elaborado pela área de Segurança Industrial da empresa contratada, onde, através do reco-
nhecimento e da avaliação dos riscos ambientais existentes nas diversas atividades realizadas pelo
empregado, definem-se as ações corretivas e de controle desses riscos, de forma a reduzir, minimizar
e eliminar os riscos no ambiente de trabalho, não interferindo na integridade física e na saúde do em-
pregado. Este programa está definido na Norma Regulamentadora nº 9 da Portaria nº 3.214/78 do
MTE.
4.6. Programa de Controle Auditivo – PCA
É um programa que trata da conservação da audição dos empregados, através das avaliações nos lo-
cais de trabalho, complementado com exames audiométricos, estabelecendo-se a partir daí, ações de
controle.
4.7. Programa de Proteção Respiratória – PPR
É um programa que informa, orienta e treina os empregados no uso da proteção respiratória, seja para
situações rotineiras, seja para situações emergenciais, especificando o tipo de proteção respiratória,
para cada empregado, em função da sua atividade e determinando a aptidão dos funcionários para uso
dos equipamentos de proteção respiratória.
4.8. Avaliação Ergonômica de Função
É uma avaliação técnica das interferências do ambiente e das ferramentas de trabalho com o empre-
gado. O objetivo, estabelecido através de programa de ergonomia, é os funcionários não adquiram do-
enças ocupacionais nem agravem as doenças pré-existentes não ocupacionais ou lesões de cunho
ergonômico no seu ambiente de trabalho. Essa avaliação está amparada na Norma Regulamentadora
nº 17 da Portaria nº 3.214/78 do MTE.
4.9. Equipamento de Proteção Individual – EPI

Emitente: Sergio Cardoso 2 de 6


Aprovador: Ademar Salgosa Junior Cópia Impressa não controlada
Data Vigor: 09/08/2005
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Rev.: 0
IT-SG-16 0 Aval. de Desempenho em SSMA
Emp. Contratadas

Dispositivo de segurança, que visa proteger o empregado de uma eventual lesão ou doença ocupacio-
nal. Esta obrigatoriedade está definida na Norma Regulamentadora nº 6 da Portaria nº 3.214/78 do
MTE.
4.10. Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho - PCMAT
É um programa que avalia as condições de trabalho específicas na indústria da construção civil, esta-
belecendo critérios para prevenção dos acidentes nesse ramo de trabalho. Esta obrigatoriedade está
definida na Norma Regulamentadora nº 18 da Portaria nº 3.214/78 do MTE.
4.11. Gerenciamento de Resíduos, Controle de Vazamentos e Respostas a Emergências
Para efeito desta Instrução de Trabalho, considera-se como resíduo (sólido, líquido e gasoso) as so-
bras refugos, borras, restos de operações de jateamento, rescaldo de escavações, partes metálicas de
equipamentos industriais e outro material a ser descartado, reciclado, reaproveitado ou utilizado para
geração de energia resultante de construções, atividades industriais e comerciais. O manuseio e desti-
nação desses materiais estão sujeitos a regulamentos governamentais.
O Programa de Gerenciamento de resíduos e atendimento a emergências é o documento formal onde
a empresa informa como realiza a gestão de resíduos provenientes das tarefas para as quais foi con-
tratada, assim como controle de vazamentos e as respostas a emergências envolvendo os produtos
que emprega para suas tarefas.
4.12. Programa de segurança, saúde e meio ambiente.
É um documento formal emitido pela empresa contratada que informa os requisitos legais aplicáveis ao
seu trabalho ou serviços e o que é feito para assegurar conscientização de seus funcionários e sub-
contratados quanto à sua segurança, saúde e a proteção do meio ambiente. O Programa de Seguran-
ça, Saúde e Meio Ambiente deve conter, como mínimo:

• Política de Segurança Saúde e Meio Ambiente da empresa.


• Identificação das pessoas responsáveis pelos programas de segurança, saúde e meio ambiente.
• Procedimentos de segurança, meio ambiente e saúde ocupacional aplicáveis aos trabalhos sen-
do contratados.
• Plano de treinamento em segurança e habilidades para o trabalho, incluindo treinamentos e habi-
litações exigidas por Normas Regulamentadoras e outras exigências legais, com cronograma de
treinamento.
• Plano de conscientização em segurança, saúde e meio ambiente (palestras, reuniões, eventos,
comunicação etc).
• Dados estatísticos de acidentes dos cinco últimos anos conforme os mapas estatísticos dos Qua-
dros III e IV da Norma Regulamentadora 4 da Portaria 3214/78 do MTE.
• Sistema de investigação, controle e arquivo de relatórios de acidentes.
• Sistema para identificação de riscos nas tarefas ou outro tipo de ferramenta de análise de riscos
(APR – Análise Preliminar de Riscos, APP – Análise Preliminar de Perigos ou outros aplicáveis).
• Lista de produtos e substâncias a serem utilizados nos serviços contratados com as respectivas
FISPQs – Fichas de Informação de Segurança de Produtos Químicos, também conhecidas como
MSDSs – Material Safety Data Sheet.
• Relação de tipos e número de profissionais de saúde e segurança do trabalho apropriado para o
grau de risco e número de funcionários da empresa.
• Programa de Inspeção de Segurança Planejada e Observação de Trabalho
• Programa de Inspeção de Itens Críticos (por exemplo, ferramentas, escadas, sistemas de trava-
quedas, cabos, cintas) e de outros itens necessários para execução das tarefas.
• Plano de controle de fornecimento, entrega, inspeção, obrigatoriedade de uso e higienização de
EPIs.

Emitente: Sergio Cardoso 3 de 6


Aprovador: Ademar Salgosa Junior Cópia Impressa não controlada
Data Vigor: 09/08/2005
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Rev.: 0
IT-SG-16 0 Aval. de Desempenho em SSMA
Emp. Contratadas

• Programa de DDSMS (Diálogo Diário de Segurança, Meio Ambiente e Saúde), DDI – Diálogo Di-
ário Informal) ou atividades similares.
• Programa de Controle Auditivo
• Programa de Proteção Respiratória
• Programa de Ergonomia
• Programa de gestão de resíduos, vazamentos e atendimento a emergências relativo aos produ-
tos e sistemas usados em suas atividades.
• Programa de prevenção, detecção e combate ao uso de drogas no local de trabalho.
• Registros de:
• Inspeções de segurança planejadas e observações do trabalho
• Controle e distribuição de EPIs
• Divulgação aos funcionários dos programas exigíveis
• Realização de DDMSM, DDI ou similares
• APR – Análise Preliminar de Risco ou atividades similares
• REM – Relatório Estatístico Mensal.

5. Procedimentos
5.1. Avaliação de Desempenho das Contratadas
As empresas contratadas serão avaliadas durante o tempo de duração de seus contratos através de
várias formas, a critério do(s) avaliador(es), como por exemplo, observações em campo, auditorias em
registros ou Observações do Trabalho (Instrução de Trabalho IT-SG-30).
As avaliações deverão ser feitas pelo menos semestralmente, ou mais freqüentemente dependendo da
percepção do desempenho da empresa ou da duração do contrato.
5.2. Critérios de avaliação
Os seguintes parâmetros serão usados para se medir quantitativamente o desempenho da empresa
contratada em segurança, saúde e meio ambiente. O processo de avaliação se baseia em atribuição
de pontos conforme os conceitos:

Nota Conceito Observação


9,0 a 10,0 Excelente Excede os requisitos avaliados.
7,0 a 8,9 Bom Atende os requisitos na íntegra.
5,0 a 6,9 Regular Atende à maioria dos requisitos avaliados.
3,0 a 4,9 Insuficiente Não atende à maioria dos requisitos avaliados.
0,0 a 2,9 Péssimo Não mostra boa vontade em atender os requisitos avaliados.

A planilha de avaliação está exemplificada no Anexo 1.


5.3. Procedimento de avaliação
5.3.1 – Critérios de avaliação e cálculo do índice de desempenho
A avaliação de desempenho é baseada sobre dois critérios básicos: a gestão e os resultados (as-
pectos visíveis) da gestão.
A cada item é atribuída uma nota, conforme a observação feita. Em seguida, é calculada a média de
cada tema e as médias gerais de Gestão e dos Resultados, respectivamente.
O Índice de Desempenho em Segurança, Saúde e Meio Ambiente (IDSSMA) da contratada é calcu-
lado pela fórmula abaixo. O critério de “Gestão” contribui com 60% do Índice e o critério de “Resul-
tados” contribui com 40% do Índice.

Emitente: Sergio Cardoso 4 de 6


Aprovador: Ademar Salgosa Junior Cópia Impressa não controlada
Data Vigor: 09/08/2005
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Rev.: 0
IT-SG-16 0 Aval. de Desempenho em SSMA
Emp. Contratadas

5.3.2. – Metodologia de avaliação


5.3.2.1. – Avaliação por setores de Segurança, Saúde ou Meio Ambiente
Os formulários são preenchidos inicialmente por representantes dos setores avaliadores (cam-
pos SISH, SISM ou SIMA no formulário) conforme indicados nos campos apropriados, atribuindo-
se a nota correspondente à observação. Os dados serão processados e calculados em planilha
eletrônica específica (arquivo “Planilha Avaliação Contratadas.xls”).

Os representantes da contratada serão convocados para participarem da avaliação quando ne-


cessário, como por exemplo, para verificação das evidências documentais e realização das en-
trevistas.
A avaliação deve se basear sobre evidências objetivas e observações de campo.
5.3.2.2. Consensamento
Ao final do preenchimento e apuração da pontuação preliminar pelos representantes da Segu-
rança e Saúde e Meio Ambiente, o formulário é encaminhado ao funcionário responsável pelo
contrato e seu gestor para consensar a avaliação. Em caso de discordância, é realizada nova
avaliação sobre o item em dúvida, eventualmente com a participação de representantes da con-
tratada.
5.3.2.3. Aprovação
Havendo consenso a avaliação de desempenho é aprovada com os avaliadores, o responsável
pelo contrato e pelo gestor da área assinando o formulário nos campos apropriados.
5.3.2.4 Distribuição
Após aprovação, formulário com eventuais recomendações de melhoria é distribuído para:
• Contratada
• CSI (Administração de Contratos)
• Gestor e pessoa responsável pelo contrato da célula
• Segurança e Saúde – SISH e SISM
• Meio Ambiente - SIMA
A avaliação aprovada deverá ser mantida junto dos documentos referentes ao contrato para sub-
sidiar a avaliação técnica do fornecedor quando esta for feita de acordo com a norma 2SI-A02-
NP 0 – Qualificação e Cadastramento de Fornecedores.
5.3.2.5 – Prazo de retenção dos documentos
O setor ou célula usuário do serviço contratado e o setor de Administração de Contratos arquiva-
rão as cópias pelo prazo indicado na norma 2SI-A02-NP 0 – Qualificação e Cadastramento de
Fornecedores.
O setor de Segurança, Higiene e Saúde e o setor de Meio Ambiente arquivarão essas cópias por
dois anos.
5.3.2.6 – Plano de correção
Caso haja itens com pontuação abaixo de 5,0, a contratada deve apresentar um plano de corre-
ção para o item em questão. No caso de término de contrato, a contratada caso deseje renovar
ou realizar novos serviços também deve apresentar plano para correção dos itens acima men-
cionados, antes da efetivação do novo contrato.
5.4 – Reconhecimento
A contratada que tiver a maior pontuação no ano ou no período selecionado poderá receber um reco-
nhecimento pelo feito, a critério dos gestores de Suporte Industrial, Manutenção, Produção, Tecnologia
de Informação ou Recursos Humanos ou do Vice Presidente Executivo. Porém, para se qualificar a re-
ceber o reconhecimento, é obrigatório que a empresa obtenha pontuação em todos os itens avaliados,
ou seja, todos os itens deverão ter pontuação.
6. Anexos
Anexo 1 – Planilha de avaliação.

Emitente: Sergio Cardoso 5 de 6


Aprovador: Ademar Salgosa Junior Cópia Impressa não controlada
Data Vigor: 09/08/2005
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Rev.: 0
IT-SG-16 0 Aval. de Desempenho em SSMA
Emp. Contratadas

7. Natureza da revisão
Emissão inicial para adequação ao controle eletrônico de documentos.

Emitente: Sergio Cardoso 6 de 6


Aprovador: Ademar Salgosa Junior Cópia Impressa não controlada
Data Vigor: 09/08/2005