You are on page 1of 3
PGR-MANIFESTACAQ 231040 yi0'4 MINISTERIO PUBLICO FEDERAL Paocurabonia-Grnal ox REPUBLICA Nv" 1310/2018 — /PGR Supreme Tribunal Federal sve 08/11/2018 12:28 0074183 (WEAN VA INQUERITO N. 4737/DF- AUTO! Ministério Publico Federal INVESTIGADO: Eliseu Lemos Padilha RELATOR: Ministro Luiz Fux Excelentissimo Senhor Ministro Luiz Fux, A Procurapona-Genat. pa Repttica, no uso de suas atribuigdes constitucionais, vem expor € requerer 0 que se segue. ‘Trata-se de pedido de instaurag3o de inquérito para apurar noticia veiculada na revista semanal Veja acerca de tratativas, com possivel participago do Ministro Chefe da Casa Civil, Pliseu Padilha, para pactuagdo de acordo extrajudicial para desepropriagao do im6vel rural “Fazenda Fstreito Ponte de Pedra”, localizada nos municipios de Paraina e Rio Verde/0, com indicativos de irregularidades. © objeto da investigayao consiste na possivel interteréncia ou atuagdo do Ministro-Chefe da Casa Civil, caracterizando 0 crime de prevaticagao ou advocacia administrativa - a depender do contexto probatério coligido da apuragdo - para que houves ‘Gabnte da "BLICO FEDERAL, sts ERO PL TRADORIA-GERAL DA REPUBLICA PROCURADORIA pagamento de valor de suposto acordo pela Unido, por meio do INCRA, que, pelas informagdes e documentos que constam dos autos, representaria grande prejuizo econdmico a0 erério. A pritica de eventuais crimes, alids, nfo estaria afastada mesmo nao se tendo efetivado 0 acordo ou o proprio pagamento dele decorrente, iligéncias inaugurais, requeri as oitivas das pessoas listadas a fls. 7. Dentre as 40/126, © requerido apresentou manifestagdo e documentagio anexa a fis alegando: i) preliminar de coisa julgada em razio do arquivamento de noticia de fato com objeto semelhante; ii) ocorréncia da prescrigdo; ¢ iii) no meérito, auséncia de justa causa, em razio de o Ministro nao ter pressionado dirigentes do INCRA para agir em desconformidade com as instrugdes normativas do érgao. Em 24 de outubro de 2018, 0 Ministro Relator abriu vistas 4 Procuradoria-Geral da Republica para manifestago acerca da defesa apresentada pelo requerido, em especial sobre a ocorréncia da prescrigdo da pretensdo punitiva. 1 ‘Ao analisar os autos sob esta perspectiva, verifico que, em relagao a quaisquer das hipéteses criminais em apurago, houve prescri¢do da pretensio punitiva estatal em razio da idade do requerido. Apura-se a pritica, em tese, dos crimes de prevaricagdo (art. 319 do Cédigo Penal) ou advocacia administrativa (art. 321do Cédigo Penal), uma vez que o Minist:>-chefe |, Eliseu Padilha, teria interferido ou atuado, de maneira ilegal, na condugo de da Casa Ci acordo extrajudicial celebrado com dirigentes do INCRA para desapropriagao do imével rural “Fazenda Estreito Ponte de Pedra”, localizada nos municipios de Paraiina e Rio Verde/GO, ‘com prejuizo para o erario. A pena méxima em abstrato cominada ao delito previsto no art. 319 do Cédi : igo Penal é de 1 ano. Quanto ao delito capitulado no art. 321 do Cédigo Penal, a pena maxima é 5 ima & de 3 meses, podendo chegar a 1 ano, no caso do respectivo parigrafo tinico, INQUERITON. 4737108 4 / bt sanaSTERIO PUBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPUBLICA Eliseu Lemos Padilha nasceu em 23/12/1945" e, de acordo com 0 art. 115 do Cédigo Penal, 0 céleulo do prazo prescricional & reduzido pela metade em relagio aos majores de 70 anos. Considerando a pena maxima aos delitos sob investigagio, a prescri pretensdo punitiva ocorreria normalmente em 4 anos, nos termos do art. 109, V do Codigo Penal. Entretanto, com a diminui¢do decorrente da idade do Ministro-chefe da Casa esse lapso cronoldgico diminuiu para 2 anos. Portanto, como os fatos em apuragdo ocorreram em 8 de setembro de 2016 - data do suposto encontro reservado ocorrido no Palacio do Planalto entre 0 Ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e 0 advogado Djalma Rezende para tratar da multicitada 2 indenizagdo-, mister reconhecer a ocorréncia da prescrigio da pretensio punitiva do Estado em relacdo aos referidos tipos penais, nos termos dos arts. 107, inciso IV, e 109, inciso V c/e art. 115, todos do Cédigo Penal. Observo que as demais condutas associadas a possivel intervencdo do parlamentar, envolvendo terceiros, permanecem sob apuragdo no ambito da Procuradoria da Repiiblica no Distrito Federal, conforme se depreende da manifestagao de fils. 89/92. > Ante 0 exposto, em razdo da prescri¢do punitiva estatal, requeiro a declaragao da extingdo de punibilidade, com 0 consequente arquivamento dos autos, com fundamento no art, 107, 1V do Cédigo Penal. Brasilia, 05 de novembro de 2018, Rasp Lee sey wi Raquel Elias Ferreira Dodge Procuradora-Geral da Republica 1 AGHNDOIN de Svea de Pri, Reng ¢ Ann dena Py Hon ATF Nour