You are on page 1of 1

A minhoca Filomena A minhoca Filomena

Márcia Glória Márcia Glória


Coitada ficava triste, Coitada ficava triste,
Numa grande depressão Numa grande depressão
Enquanto todos tinham casa, Enquanto todos tinham casa,
Morava em um buraco no chão. Morava em um buraco no chão.
(...) (...)
E ela, inconformada, E ela, inconformada,
Procurou o Carijó, Procurou o Carijó,
Que ciscava no terreiro Que ciscava no terreiro
Comendo insetos sem dó. Comendo insetos sem dó.

Ao ficarem cara a cara, Ao ficarem cara a cara,


Ele não pensou um segundo Ele não pensou um segundo
Olhou para ela e disse: Olhou para ela e disse:
___ Meu Deus, como é bom o mundo! ___ Meu Deus, como é bom o mundo!

Filomena, aterrorizada, Filomena, aterrorizada,


Não teve como hesitar, Não teve como hesitar,
Mergulhou num buraquinho Mergulhou num buraquinho
E consegui se safar. E consegui se safar.

Safar: fugir, escapar Safar: fugir, escapar