You are on page 1of 4

MATERIAL COMPLEMENTAR

DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO


CURSOS: ADMINISTRAÇÃO; ARQUITETURA; EDUCAÇÃO FÍSICA;
ENFERMAGEM; ENGENHARIA CIVIL; FARMÁCIA; FISIOTERAPIA;
NUTRIÇÃO; ODONTOLOGIA; PSICOLOGIA; SERVIÇO SOCIAL

A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO
Todos nós precisamos de nos fazer entender e entendermos os outros, e foi através desta
necessidade que ganhámos o principal fator de vantagem evolutiva. Ao desenvolver a
linguagem seja ela não-verbal ou verbal, a nossa espécie permitiu-nos primitivamente dar a
conhecer os perigos que o mundo oferecia e dessa forma alertar a restante prole para o seu efeito,
e de forma mais evoluída, a criação de grandes ideias inovadoras que permitem atualmente o
conforto de todos os cidadãos.
A comunicação na sua definição consiste num processo que envolve troca de
informações e utiliza sistemas simbólicos como suporte para este fim.
Comunicar é parte da vida sendo através deste processo tão natural que partilhamos o
que somos e a forma como gostaríamos de vir a ser. A comunicação surge no berço e é fruto da
educação, e é por meio dela, que desenvolvemos maior ou menor capacidade de realizar uma
ligação que atende plenamente às necessidades humanas e assim promover uma interação de
qualidade com os semelhantes.
Tanto em família como em negócio, não dar importância à comunicação significa perder
oportunidades de construção de um bom relacionamento. E como se sabe, todos somos seres
humanos e por conseguinte seres relacionais, logo precisamos de garantir que conseguimos
relacionar-nos de forma positiva e útil.
Na nossa vida pessoal, a comunicação constitui-se como um fator de extrema
importância para que possamos transmitir informações, factos, ideias, desejos, etc., tornando-se
evidente que quem não comunica eficazmente, acaba por ficar fora do círculo que nos permite
sentir parte integrante. No mundo empresarial não é diferente, pois as informações produzidas
e transmitidas causam impactos na vida dos funcionários, cujas consequências se fazem sentir
de variadas maneiras (desde a mais positiva à mais negativa) e por isso é tão importante
conseguir-se realizar uma comunicação eficiente e eficaz.
Mas existirá um caminho para uma boa e efetiva comunicação, seja ela familiar,
empresarial ou simplesmente entre amigos? É evidente que sim. Para se conseguir alcançar o
patamar da eficácia neste campo é necessário que durante uma conversa sejamos nós próprios,
sendo para isso necessário partilharmos os nossos sentimentos, pensamentos, desejos e tudo o
que é importante para nós. Quando todo esse conteúdo é partilhado, já estamos a meio caminho
para a outra parte se interessar e manter a comunicação. Outra questão muito importante sobre
comunicar é que este processo não ocorre apenas através do que dizemos, mas também muito
se pode dizer através das atitudes e do silêncio. Para além disso é importante termos consciência
de que o nosso corpo fala por intermédio de gestos e muitas vezes por expressões.
Resumidamente e independentemente de qualquer contexto é importante ter em conta
que para o desenvolvimento de uma boa comunicação é imprescindível:
 Falar de forma simples e objetiva, pois assim permitirá a transmissão de informações
claras;
 Retificar com o seu interlocutor se este compreendeu aquilo que quis dizer. Pode pedir-
lhe até para ele resumir por palavras suas aquilo que disse;
 Ser espontâneo. É importante numa comunicação não se sentir que está a debitar algo
que foi previamente estudado pois quebra o ritmo de absorção da mensagem;
 “Ser curto e grosso”. Ao conseguir dizer o que pretende no menor tempo possível, de
forma pausada e calma irá fazer com que o seu interlocutor se foque apenas em si e na
mensagem essencial;
 Preparar-se para dizer aquilo que quer comunicar, pois assim estará mais seguro durante
o processo de comunicação e conseguirá fazer com que o seu pensamento flua melhor;
 Prestar atenção à sua linguagem não-verbal bem como à do seu interlocutor, a fim de
poder modificar a intensidade do seu discurso, caso sinta necessidade ou de acordar a
audiência ou de a acalmar;
 Ter vocabulário e ser compreensivo com o seu interlocutor caso seja interrompido;
 Procurar colocar-se no lugar do outro, pois ao fazê-lo irá conseguir compreender qual o
enquadramento mental do seu interlocutor permitindo-lhe apelar a determinados
sentimentos e/ou racionalidade;
 Adequar o seu discurso ao seu receptor;
 Aceitar feedbacks da sua comunicação dos mais variados interlocutores. Aceite as
observações que achar pertinentes e conseguirá da próxima vez que comunicar, uma
comunicação mais eficiente.
A comunicação é verdadeiramente um elemento fundamental da nossa vivência e por
isso mesmo se torna essencial compreender quais as melhores formas de a podermos por em
prática. Ela é quem nos liga ao nosso semelhante através de uma empatia que vai além de
qualquer simbolismo ou metáfora comunicada. É também através dela que conseguimos
aprender e evoluir como povo e espécie, pois permite a integração de conteúdos de outros que
como nós comunicam, apesar de por vezes o fazerem noutras línguas, noutras culturas, ou
noutros rituais.
Disponível em: http://pme.pt/a-importancia-da-comunicacao/
Acesso em: 24.08.2018
A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO CLARA (E POR QUE QUASE NINGUÉM
SABE FAZER ISSO?)
Outro dia, me deparei com uma pesquisa que achei interessante e que ao mesmo tempo,
me deixou preocupado. Segundo dados da Instituição Paulo Montenegro, em conjunto com a
ONG Ação Educativa, apenas 8% dos brasileiros entre 15 e 64 anos conseguem se expressar e
compreender plenamente.
Esse número é extremamente baixo e mostra uma dificuldade que muitas pessoas têm:
Transmitir o que sente e o que pensa com clareza e interpretar as informações que recebe da
forma correta.
Quando estava vendo essa pesquisa, lembrei de um grande comunicador e sua famosa
frase, que você já deve ter escutado em algum lugar: “Quem não se comunica, se trumbica”.
Essa frase, do célebre José Abelardo Barbosa, o Chacrinha, é direta e reta: Quem não consegue
se comunicar, sente muito mais dificuldades para alcançar seus objetivos. Ou seja, para ir longe
em seus objetivos a importância da comunicação é peça chave nesse processo.
POR QUE ISSO ACONTECE COM TANTAS PESSOAS?
Há diversos motivos que levam uma pessoa a sentir dificuldades de se comunicar
claramente. Esses motivos vão de baixa escolaridade à questões emocionais.
Provavelmente, você já conheceu alguém que não teve acesso aos estudos e se comunica
perfeitamente e alguém que é pós-graduado e não consegue ser claro. Isso geralmente acontece
por causa de experiências e eventos que passaram durante a vida.
Imagine uma pessoa que, na infância, era muito reprimida por seus pais quando tentava
falar algo em público. Essa criança provavelmente desenvolverá a crença que falar em público
é errado e se tornará um adulto que prefere não expor suas opiniões.
Porém, há diversas situações em que é necessário falar em público, como apresentações
de trabalhos escolares e reuniões, por exemplo. E quem não consegue se comunicar bem, terá
desvantagens contra quem faz isso de forma clara e eficaz.
Tente buscar em sua memória: Provavelmente você já viu casos de pessoas que realizam
seu trabalho de maneira impecável não serem reconhecidas, enquanto outros que não possui
tantas qualidades, serem promovidos por mostrarem o seu trabalho através da exposição de seus
feitos, relações interpessoais qualificadas etc.
Essa situação hipotética acima acontece com muita frequência em diversas áreas da vida,
mais do que você imagina. E de alguma forma, podem ter acontecido, ou estar acontecendo com
você.
A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO CLARA: O ATALHO PARA O SUCESSO
Comunicar-se bem não se resume a ter um vocabulário refinado para usar quando bem
entender. Além de falar e escrever bem, é fundamental organizar bem as ideias, identificar qual
é a melhor forma de se comunicar para cada tipo de pessoa.
É muito importante saber como se comunicar com cada tipo de pessoa. Afinal, o
processo comunicativo envolve no mínimo duas pessoas. Se expressar bem não adianta nada se
o seu receptor não entender o que você está falando.
Barack Obama, por exemplo, é um grande comunicador. Mas se ele estiver conversando
com uma pessoa que não saiba inglês, ele precisará fazer algo para que seu receptor entenda,
como fazer uso da linguagem corporal, por exemplo.
Por isso, é muito importante compreender se a pessoa entende melhor quando você fala
de forma mais simples, mais tecnicamente, se comunica por escrito, por imagens… Enfim, para
a comunicação ser um sucesso, o emissor tem que ser direto e claro e o receptor entender a
mensagem que está sendo passada. E esse processo de identificar qual a melhor maneira de se
comunicar é a chave do sucesso.
ESCUTAR É MAIS IMPORTANTE DO QUE FALAR!
Tem um ditado que diz o seguinte: “Você tem dois ouvidos e uma boca para escutar mais
e falar menos”. E essa frase para o processo e a importância da comunicação, não deixa de ser
verdadeira.
Quem sabe escutar cria sintonia e empatia com as outras partes envolvidas na
comunicação. Com isso, fica mais fácil identificar o que a pessoa deseja, quais são suas dúvidas,
expectativas, medos, anseios, entre outros sentimentos. A partir do momento em que você tem
essas informações preciosas em mãos, a comunicação tende a ser muito mais eficiente e com
resultados positivos para ambas as partes.
O QUE FAZER PARA ME COMUNICAR MELHOR?
Crie uma situação agradável para se comunicar com alguém. Converse sobre algo que
interesse as duas partes e respeite a opinião alheia. Envolva-se e viva essa conversa. Um estudo
da Universidade de Harvard apontou que 60% das demissões nos Estados Unidos são por
problemas de relacionamento entre os colaboradores. Que tal agregar em seu repertório umas
dicas de como se comunicar melhor?
 Invista na leitura. Além de ajudar em seu conhecimento sobre diversos assuntos, a leitura
enriquece sua interpretação, vocabulário e gramática.
 Procure escrever corretamente, mesmo em conversas informais. Desta maneira, quando
precisar usar a gramática corretamente em situações formais, você estará preparado.
 Analise sua postura corporal. Evite conversar com as pessoas olhando para baixo, com
os braços cruzados, com expressões que podem sinalizar tédio – por mais que você esteja
interessado. Às vezes, o corpo fala mais que as palavras.
 Ajuste o tom da sua voz para as situações em que você precisa se comunicar. Se você
precisa falar em público, o tom da sua voz precisa ser mais firme e alto, para que todos
possam compreender. Numa conversa mais informal, o tom da sua voz pode ser mais
suave e baixo. Perceba o ambiente que você está e adeque o seu tom de voz.
 Sorria! Como disse em um dos tópicos, o corpo fala! O sorriso mostra que você está
aberto e interessado na conversa. Geralmente quando sorrimos, a pessoa sorri de volta.
Isso torna a conversa muito mais agradável e compreensível para os dois lados.

E você, consegue transmitir suas opiniões e pensamentos com clareza?


Disponível em: http://www.apicedesenvolve.com.br/pnl/a-importancia-da-comunicacao-clara/ Acesso em:
24.08.2018.