L'OSSERV ATORE ROMANO

REDACÇÃO, ADMINISTRAÇÃO CIDADE DO VATICANO ANO XXXVII

EDIÇÃO SEMANAL
UNICUIQUE SUUM

EM PORTUGUÊS
NON PRAEVALEBUNT

Preço: : 1,00 . Número atrasado: : 2,00

N. 41 (1.921) - 14 de Outubro de 2006

REDACÇÃO: Via del Pellegrino, 00120 Cidade do Vaticano - Telefone 39/06.698.99420 - Telefax 39/06.698.83675 INTERNET: www.vatican.va/news_services/or/home_por.html E-MAIL: ornet@ossrom.va

ANGELUS u Alocução mariana de domingo, 8 de Outubro, com os fiéis na Praça de São Pedro

Famílias prontas a cumprir com generosa dedicação a sua missão na Igreja e na sociedade
Queridos irmãos e irmãs! Neste domingo, o Evangelho apresenta-nos as palavras de Jesus sobre o matrimónio. A quem lhe perguntava se era lícito ao marido repudiar a própria esposa, como previa um preceito da lei moisaica (cf. Dt 24, 1), Ele respondeu que se tratava de uma concessão feita por Moisés devido à «dureza do coração», enquanto a verdade sobre o matrimónio remontava «ao início da criação», quando «Deus – como está escrito no Livro do Génesis – os criou homem e mulher. Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher, e serão os dois uma só carne (Mc 10, 6-7; cf. Gn 1, 27; 2, 24). E Jesus acrescentou: «Portanto, já não são dois, mas uma só carne. Pois bem, o que Deus uniu não o separe o homem» (Mc 10, 8-9). É este o projecto originário de Deus, como recordou também o Concílio Vaticano II na Constituição Gaudium et spes: «A íntima comunidade conjugal de vida e amor foi fundada e dotada de leis próprias pelo Criador; baseiase na aliança dos cônjuges... o próprio Deus é o autor do matrimónio» (n. 48). O meu pensamento dirige-se a todos os casais cristãos: agradeço com eles ao Senhor pelo dom do Sacramento do Matrimónio, e exorto-os a manter-se fiéis à sua vocação em cada época da vida, «na alegria e no sofrimento, na saúde e na doença», como prometeram no rito sacramental. Conscientes da graça recebida, possam os cônjuges cristãos construir uma família aberta à vida e capaz de enfrentar unida os numerosos e complexos desafios deste nosso tempo. Hoje, há particularmente necessidade do seu testemunho. Há necessidade de famílias que não se deixem arrastar pelas modernas correntes culturais inspiradas no hedonismo e no relativismo, e estejam prontas a realizar com generosa dedicação a sua missão na Igreja e na sociedade. Na Exortação apostólica Familiaris consortio, o servo de Deus João Paulo II escreveu que «o Sacramento do Matrimónio constitui os cônjuges e os pais cristãos testemunhas de Cristo “até aos confins do mundo”, verdadeiros e próprios “missionários” do amor e da vida» (cf. n. 54). Esta missão é directa quer no interior da família – especialmente no serviço recíproco e na educação dos filhos – quer no exterior: de facto, a comunidade doméstica está chamada a ser sinal do amor de Deus para com todos. Trata-se de uma missão que a família cristã só pode realizar se estiver amparada pela graça divina. Por isto é necessário rezar incessantemente e perseverar no esforço quotidiano para manter os compromissos assumidos no dia do Matrimónio. Sobre todas as famílias, especialmente sobre as que estão em dificuldade, invoco a protecção materna de Nossa Senhora e do seu esposo José. Maria, Rainha da família, rogai por nós! No final da oração mariana Sua Santidade saudou em várias línguas os peregrinos e fiés presentes, expressando palavras especiais aos jovens «missionários» da Diocese de Roma: Saúdo com afecto os mais de 350 jovens «missionários», pertencentes a paróquias, associações, movimentos e comunidades da Diocese de Roma, que nos dias passados, juntamente com alguns sacerdotes, religiosas e seminaristas realizaram a terceira edição da «missão dos jovens para os jovens» chamada «Jesus no centro». Queridos amigos, congratulo-me pelo vosso compromisso jubiloso de anunciar o Evangelho pelas ruas e nas praças, nas escolas e nos hospitais, assim como nos lugares de diversão dos jovens romanos. Encorajo-vos a manter este estilo missionário na vida de todos os dias, aproveitando sempre das iniciativas formativas diocesanas.

Raffaello Sanzio, (1483-1520) – «Esponsalício da Virgem»

Bento XVI celebrará amanhã a Solene Eucaristia na Praça de São Pedro para a Canonização dos Beatos

Rafael Guízar Valencia (1878-1938)

Filippo Smaldone (1848-1923)

Rosa Venerini (1658-1728)

Théodore Guérin (1798-1856)

O Cardeal Saraiva Martins preside como Representante do Papa ao rito de Beatificação de Maria Teresa de Jesus, Fundadora da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora do Carmo em Fiésole (Itália)
Página 5

Publicaremos no próximo número a biografia dos novos Santos e a homilia que o Santo Padre pronunciará durante o rito de canonização, que presidirá neste domingo, 15 de Outubro, na Praça de São Pedro

Bento XVI presidiu à Concelebração Eucarística com os Membros da Comissão Teológica Internacional no final da Sessão Plenária
Página 7

O Santo Padre recebe os Bispos da Região Ocidental do Canadá em visita «ad Limina»

Neste número
• Pág. 4: O itinerário do processo de beatificação e o milagre de Madre Teresa de Jesus. • Pág. 6: Mensagem do Papa ao Capítulo Geral dos Passionistas. • Pág. 8: Discurso aos fiéis das Dioceses da Romagna (Itália). • Pág. 9: Carta Pontifícia ao Cardeal Edward Idris Cassidy. • Pág. 10: Apresentada em Roma a exposição dedicada aos 145 anos de história do «L'Osservatore Romano». • Pág. 11: Reflexão para o 30º Domingo do Tempo Comum.

Página 3