You are on page 1of 58

Organização e Arquitetura de Computadores

(Aula 3)

Prof. Rômulo Santos


romulodba@gmail.com

www.dominandoti.com.br www.dominandoti.com.br
Acesse nosso site em
www.dominandoti.com.br

Cursos Turmas em Brasília, na sua cidade, e cursos online


Livros Edições publicadas, lançamentos e promoções
Fórum Interação direta entre estudantes e com os professores
Simulados Questões inéditas, ranking de notas e correções em vídeo
Blog Dicas e macetes de estudo, indicações de bibliografia, etc.
Materiais Versões atualizadas de notas de aula e listas de exercícios

Curta o Dominando TI no
e receba nossas dicas sobre concursos!

www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores

Referências:

Organização Estruturada de Computadores. 5ª Edição. –


2007. Autor: Andrew S. Tanenbaum. Editora: Pearson
Education.

Arquitetura e Organização de Computadores. 8ª Edição.


2010. Autor: William Stallings. Editora: Pearson.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 3 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Conteúdo Programático:

1) CPU:
- Componentes, funcionalidades e tecnologias.

2) Registradores.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 4 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Responsável pela análise e processamento (execução) de todas as instruções do


microcomputador, ou seja, manipulação de símbolos, números e letras, além de ser
responsável pelo controle das instruções executadas pelo SO.
É na CPU que as atividades reais
da computação são executadas.
É dividida em: UC (Unidade de
Controle), ULA (Unidade Lógica e
Aritmética) e Registradores.
Cada vez mais busca-se reduzir seu
tamanho (nanômetros) e aumentar
sua capacidade de processamento.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 5 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

1) A Unidade de Controle (UC): é responsável por buscar e interpretar as instruções


e controlar o fluxo de dados (através da emissão de sinais de controle e sincronismo).
Todos os recursos são gerenciados pela UC, cuja função é coordenar todas as
atividades do computador.
2) A Unidade Lógica e Aritmética (ULA): Executa as principais operações lógicas e
aritméticas sobre os dados (soma, subtrai, multiplica e divide, determinando se o número
é positivo, negativo ou se é zero). Todos os outros elementos do sistema de computação
(UC, registradores, memória e dispositivos de E/S) trazem dados para a ULA processar,
e depois leva os resultados de volta. Possui um grupo de registradores que são usados
para armazenar os dados que estão sendo processados pela instrução atual.
3) Os Registradores: formam um pequeno espaço de endereçamento, com pequena
capacidade de armazenamento temporário e acesso rápido. A quantidade de
registradores é relacionada ao tipo de arquitetura.
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 6 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Observações:. apesar de não comumente apresentado, dentro da CPU encontram-se:


4) Unidade de Gerenciamento de Memória (Memory Management Unit – MMU):
dispositivo de hardware que traduz endereços virtuais em físicos.
No exemplo, a MMU é
mostrada como parte do chip
da CPU porque isso é comum
atualmente. Contudo, poderia
ser representado por um chip
separado, como ocorria no
passado.
5) Memória cache: (será
tratado em momento oportuno).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 7 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Observações:. relaciona-se com a CPU:


6) Co-processador: adição de um segundo processado especializado usado para
suplementar as funções do microprocessador principal (operações de ponto flutuante,
computação gráfica, processamento de sinais, processamento de cadeias de caracteres
e algoritmos criptográficos).
7) Barramentos: (serão tratados
em momento oportuno).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 8 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q01) CONSULPLAN – TSE (2012): Programação de Sistemas

Em relação à arquitetura, a CPU é representada pelo microprocessador, sendo


responsável pela principal função dos microcomputadores, que é o processamento
dos dados. Conceitualmente, a CPU é constituída de

a) Registradores / Memória Cache / Coprocessador Aritmético e Lógico.


b) Registradores / Unidade de Controle / Unidade Lógica e Aritmética.
c) Buffers / Memória Cache / Coprocessador Aritmético e Lógico.
d) Buffers / Unidade de Controle / Unidade Lógica e Aritmética.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 9 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q02) AOCP – BRDE (2012): Analista de Sistemas


Sobre Processadores, analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta a(s)
correta(s).
I. A CPU é o 'cérebro' do computador, sua função é executar programas armazenados na memória
principal, buscando suas instruções, examinando-as e então executando-as uma após a outra.
II. Barramentos podem ser externos à CPU, conectando-a à memória e aos dispositivos E/S, mas
também podem ser internos à CPU.
III. A CPU é composta por várias partes distintas. A unidade de controle é responsável por buscar
instruções na memória principal e determinar seu tipo.
IV. A unidade de aritmética e lógica efetua operações como adição AND (E) booleano para executar
as instruções.
a) Apenas I.
b) Apenas I, II e III.
c) Apenas I, III e IV.
d) Apenas II, III e IV.
e) I, II, III e IV.
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 10 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores

Q03) CESPE – EBC (2011): Tecnologia da Informação

Acerca de fundamentos da computação, organização e arquitetura de


computadores, julgue os itens a seguir

O processador tem a função de interpretar e executar as operações realizadas em um


computador, salvo se essas operações envolverem dados numéricos.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 11 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q04) CESPE – ABIN (2010): Tecnologia da Informação

Com relação a fundamentos de computação e a arquiteturas de computadores,


julgue os itens a seguir.

O objetivo do processador é armazenar os dados em memória cache L1 para avanço do


processamento numérico de operações aritméticas.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 12 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q05) FCC – TRF/4ª Região (2010): Analista Judiciário


Sobre os processadores, é correto afirmar:
a) A maioria dos dispositivos envia continuamente ao processador um sinal denominado
interrupção, mesmo sem a ocorrência de eventos.
b) Não é função dos processadores oferecer mecanismos para proteção e
gerenciamento da memória.
c) Não é função dos processadores informar aos sistemas operacionais sobre eventos,
como erros na execução de programas e mudanças no estado de dispositivos.
d) A maioria dos sistemas operacionais depende de processadores para implementar
seus mecanismos de proteção, impedindo processos de acessar instruções privilegiadas
ou memórias que não lhe foram alocadas.
e) Se os processos tentarem violar os mecanismos de proteção de um sistema, o
processador alerta os dispositivos de entrada/saída para que eles possam reagir.
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 13 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores

Q06) VUNESP – CTA (2013): Tecnologia da Informação


A Unidade Central de Processamento de um computador típico é constituída pela
Unidade Lógica Aritmética (ULA) e pela Unidade de Controle (UC). Uma das atividades
realizadas pela UC é:

a) a execução de instruções em ponto-flutuante.


b) a execução de todos os tipos de instruções
c) a decodificação de instruções
d) o armazenamento de instruções em disco.
e) o gerenciamento da memória dinâmica

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 14 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
Q07) CESGRANRIO – Petrobrás (2010): Infraestrutura de TI
A CPU é responsável pelo funcionamento sincronizado de todos os dispositivos de um sistema de
computação, a fim de que eles contribuam adequadamente para a execução de uma instrução de
máquina. Para cumprir seu papel, uma CPU possui diversos componentes como a unidade de
controle (UC), o contador de instrução (CI) e o registrador de instrução (RI). Nessa perspectiva,
analise as funções a seguir.
I - Buscar e transferir para a CPU a instrução de máquina a ser executada.
II - Interpretar a instrução de modo a identificar qual a operação a ser realizada pela unidade
aritmética e lógica (UAL).
III - Emitir os sinais de controle e de sincronismo necessários à execução da operação que acabou
de ser interpretada.
É(São) função(ões) da UC
a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) I e II, apenas.
d) II e III, apenas
e) I, II e III..
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 15 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores

Q08) CESPE – TJ/SE (2014): Analista Judiciário


Julgue os itens a seguir, relativos à organização dos computadores modernos.

Mediante a unidade lógica aritmética (ULA), realizam-se operações única e


exclusivamente entre os conteúdos de registradores, independentemente da arquitetura
e da organização computacional utilizada.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 16 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q09) CESPE – ANAC (2012): Analista Administrativo


Em relação aos sistemas de numeração, à organização e à arquitetura de
computadores, julgue os itens a seguir.

O decodificador de instrução é o dispositivo mais complexo de um processador, pois ele


contém a lógica necessária para realizar a movimentação de instruções a partir do
processador e para o processador, por meio de sinais de controle emitidos em instantes
de tempo programados.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 17 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q10) AOCP – UFGD (2014): Tecnologia da Informação


Em um processador, existe um componente que é responsável por armazenar os dados
enquanto são processados ou enquanto sujeitos a operações lógicas. Qual é este
componente?
a) Unidade lógica e aritmética.
b) Registradores.
c) Unidade de controle.
d) Clock.
e) Thread.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 18 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel (voltado para o mercado de desktops).


- Pentium 4: alcança clocks muito altos, chegando até a 3,8 GHz.
Os últimos modelos dessa linha (Pentium HT) também incluíam
a tecnologia Hyperthreading (HT), funcionalidade que fazia
um processador físico trabalhar como se fossem duas CPUs lógicas.
Nas versões mais modernas: Intel® 64 e Enhanced Intel SpeedStep® Technology (ou
EIST, tem a função de diminuir a frequência enquanto o processador estiver ocioso).
Possuem 3 versões de núcleos: Willamette (1.3 a 2 GHz, L2 256 KB e Não HT),
Northwood (1.6 a 3.4 GHz, L2 512 KB, algumas versões HT e outras Não HT) e
Prescott (2.26 a 3.8 Ghz, L2 512 KB a 2 MB e HT na maioria das versões).
- Pentium Celeron D: voltado para o mercado de PCs de baixo
custo. Baseado no Pentium 4 (Prescott) (2.13 a 3.2 GHz, L2 256 ou
512 KB e Não HT). Tecnologia: Intel® 64.
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 19 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

- Pentium D e Extreme Edition: Pentium D (Desktop), duas linhas de processadores


(dois Pentium 4). O Pentium Extreme Edition (evolução do Pentium D + HT). Primeiro
processador para desktop a possuir cache L3 integrado. Esse modelo também fazia
uso da tecnologia HT, podendo simular a existência de até quatro núcleos. Ambos são
formados por dois núcleos: Smithfield (tecnologia de núcleo duplo, 2,66 a 3,2 Ghz, L2 1
MB por núcleo) e Presler (tecnologia de núcleo duplo, 2,8 a 3,73 Ghz, L2 2 MB por
núcleo). Tecnologia: Intel® 64, HT e EIST.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 20 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

- Core Duo: voltado para o mercado de notebooks (dois Pentium M). Formado pelo
núcleo: Yonah (tecnologia de núcleo duplo, 1,06 a 2,33 Ghz, L2 1 MB por núcleo).
Variação Core Solo versão com apenas um núcleo de processamento. Ambos fazem
parte da plataforma Centrino (plataforma composta por um determinado processador,
um chipset e uma placa de rede sem fio). Tecnologia: Intel® VT-x e EIST.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 21 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel


- Core 2 Duo: primeiro a usar a microarquitetura core que funcionava com mais de um
núcleo ao mesmo tempo, assim, cada núcleo não precisava trabalhar numa frequência
tão alta. Formados por dois núcleos: Conroe para desktops e Meron para notebooks
(tecnologia de núcleo duplo, 1,8 a 3,33 Ghz, L2 2 a 6 MB e HT). Variações Core 2
Extreme que substitui o Pentium Extreme Edition e o Pentium E - versão de baixo custo
(menos cache L2 e frequências mais baixas) que visa substituir o Pentium D.
Barramento Frontal 1066MHz, Intel Advanced Smart Cache (cache L2 compartilhada),
Intel® VT-x, EIST e Intel HD Boost (acelera instruções multimídia).
- Core 2 Quad: processadores com quatro núcleos
(tecnologia de núcleo quádruplo, 2,4 a 3 Ghz, L2 4 a
12 MB e HT). Variação Core 2 Extreme Quad.
Obs: Atom (voltado para notebooks).
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 22 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

- O Core i3 (voltados para computadores de baixo custo) pertence à nova linha Core e
traz dois núcleos de processamento. São divididos nos modelos:
1) Core i3 (microarquitetura Nehalem – 45nm): primeira geração para desktops e
portáteis (2.93 a 3.33 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3
de 1066 a 1333 MHz e L3 4 MB).
2) Core i3 (microarquitetura Sandy Bridge – 32nm): segunda geração para desktops e
portáteis (2.50 a 3.40 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3
de 1066 a 1333 MHz e L3 3 MB).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 23 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

3) Core i3 (microarquitetura Ivy Bridge – 22nm): terceira geração para desktops e


portáteis (2.80 a 3.50 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3
de 1333 a 1600 MHz e L3 3 MB).
4) Core i3 (microarquitetura Haswell – 22nm): quarta geração para desktops e portáteis
(2.90 a 3.80 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1333 a
1600 MHz e L3 3 ou 4 MB).
Obs: Todos os modelos suportam HT, Intel HD Graphics (controlador de vídeo
integrado) e Intel VT-x (virtualização).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 24 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

- O Core i5 (voltados para computadores intermediários) pertence à nova linha Core e


traz dois ou quatro núcleos de processamento. São divididos nos modelos:
1) Core i5 (microarquitetura Nehalem): primeira geração para desktops e portáteis (2.40
a 3.46 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1066 a 1333
MHz e L3 4 ou 8 MB).
2) Core i5 (microarquitetura Sandy Bridge): segunda geração para desktops e portáteis
(3.10 a 3.80 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1066 a
1333 MHz e L3 3 ou 6 MB).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 25 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

3) Core i5 (microarquitetura Ivy Bridge): terceira geração para desktops e portáteis


(3.20 a 3.80 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1333 a
1600 MHz e L3 3 ou 6 MB).
4) Core i5 (microarquitetura Haswell): quarta geração para desktops e portáteis (2.70 a
3.90 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1333 a 1600
MHz e L3 4 ou 6 MB).
Obs: Todos os modelos suportam HT, Intel HD Graphics, Intel VT-x, Novas Instruções
para Normas Avançadas de Criptografia (AES-NI) que adicionam aceleração do
hardware aos algoritmos de AES e tecnologia Turbo Boost (aumenta dinamicamente a
freqüência do processador quando o processador precisa e não atingiu limites térmicos e
elétricos).
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 26 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

- O Core i7 (voltados para computadores top de linha) pertence à nova linha Core e traz
quatro a oito núcleos de processamento. São divididos nos modelos:
1) Core i7 (microarquitetura Nehalem): primeira geração para desktops e portáteis (2.53
a 3.33 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1066 a 1333
MHz e L3 8 ou 12 MB).
2) Core i7 (microarquitetura Sandy Bridge): segunda geração para desktops e portáteis
(2.80 a 3.90 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1066 a
1333 MHz e L3 8 ou 15 MB).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 27 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

3) Core i7 (microarquitetura Ivy Bridge): terceira geração para desktops e portáteis


(2.50 a 3.90 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1333 a
1600 MHz e L3 8 ou 15 MB).
4) Core i7 (microarquitetura Haswell): quarta geração para desktops e portáteis (3.20 a
4.40 GHz, controlador de memória integrado suporta memórias DDR3 de 1333 a 1600
MHz e L3 8 ou 15 MB.
Obs: Todos os modelos suportam HT, Intel HD Graphics, Intel VT-x, (AES-NI),
tecnologia Turbo Boost e Intel QPI (QuickPath Interconnect - interconexão de caminho
rápido com dispositivos de E/S).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 28 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel (5ª geração - microarquitetura Broadwell)


Características:
- 35% a mais de transistores que a 4ª geração;
- 22% performance para gráficos 3D (4ª geração);
- 50% mais rápido convesão de video (4ª geração);
- 30% a mais de autonomia de bateria (notebooks);
- 14 nm.

Obs: sexta geração (microarquitetura Skyline).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 29 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: Intel

- Xeon: voltado para o mercado de servidores e estações de trabalho (1,4 a 3,8 GHz,
L2 512 KB a 2 MB, L3 1 a 8 MB e a maioria suporta HT). Variação Xeon MP
(multiprocessamento simétrico com quatro ou mais processadores). Muito comum ser
encontrada a configuração com 4 núcleos tecnologia Core 45 nm, 2 a 3,2 GHz e L2 6 a
12 MB. Obs: o projeto Xeon iniciou no Pentium II.
- Itanium: voltado para o mercado de servidores de alto desempenho. O Itanium
(multiprocessamento simétrico com 8 núcelos, 2,53 GHz, L3 32 MB, suporta HT).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 30 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: AMD

- Athlon 64: voltado para o mercado de desktops (1,8 a 2,8 GHz e L2 512 KB a 1 MB).
Variações Athlon 64 FX (destinado a jogos, mais cache e multiplicador de clock
destravado), Athlon X2 Dual Core (dois núcleos), Athlon II X2 (semelhante ao Phenom
II porém sem a L3, mais barato), Athlon II X3 (três núcleos de processamento) e Athlon
II 64 (semelhante ao Phenom II X4, quatro núcleos, porém sem a L3). Obs: suportam a
tecnologia Cool'n'Quiet (reduz o barulho, o calor e o clock do processador quando
ocioso). Suporta HT (HyperTransport).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 31 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: AMD

- Mobile Athlon 64: voltado para o mercado de notebooks (2,6 GHz, L2 1 MB e


suporta HT). Variações Athlon 64 FX-57 (destinado a jogos, mais cache e multiplicador
de clock destravado) e Athlon X2 Dual Core (dois núcleos).
- Turion 64: voltado para o mercado de notebooks de baixo custo (1,6 a 2,2 Ghz, L2
512 KB a 1 MB e suporta HT). Variações Turion X2 (dois núcleos) e Turion II (dois
núcleos de tecnologia 45 nm).
Obs: todos suportam a tecnologia PowerNow!
(similar a Cool'n'Quiet), porém para notebooks.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 32 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
CPU (Central Processing Unit): Unidade Central de Processamento

Evolução Tecnológica: AMD

- Phenom: voltado para o mercado de servidores e estações de trabalho (dois


núcleos, 2,4 a 2,6 GHz, L3 2MB e suporta HT). Variações Phenom X3 (três núcleos),
Phenom X4 (quatro núcleos), Phenom II X2 (dois núcleos), Phenom II X3 (três núcleos),
Phenom II X4 (quatro núcleos) e Phenom II X6 (seis núcleos).
- Opteron: voltado para o mercado de servidores com processamento simétrico (dois
a oito núcleos, 1,4 a 2,6 GHz, L3 2MB por núcleo e suporta HT).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 33 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q11) VUNESP – SPTrans (2012): Analista de TI


A figura a seguir apresenta parte da configuração de uma máquina em que o
Windows reconhece dois núcleos num processador que possui apenas um núcleo
físico.

A arquitetura computacional da Intel que permite essa configuração é conhecida como


a) monothread.
b) superthread.
c) hyperthread.
d) singlethread.
e) maxithread.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 34 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q12) FCC – TRE/AP (2011): Técnico Judiciário

Não é uma característica associada aos principais processadores atuais:

a) pipelining.
b) Hyper-Threading.
c) multinúcleo.
d) miniaturização do processo de fabricação, em 90 micrômetros.
e) vários níveis de memória cache.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 35 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q13) FCC – Nossa Caixa (2011): Analista de Sistemas

O processador XEON nada mais é do que um produto da família Intel/Pentium, voltado


para o mercado de servidores, cujos diferenciais residem num cache maior, barramento
mais rápido, reconhecimento de mais memória RAM e utilização de multiprocessamento.
O primeiro XEON derivou do processador Pentium
a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) Pro.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 36 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q14) FCC – TRF/4ª Região (2010): Tecnologia da Informação

Tecnologia que aumenta a frequência do clock para melhorar o desempenho dos núcleos
ativos, quando o processador detecta que está abaixo de sua capacidade, temperatura
ou limites:
a) HyperTransport.
b) Turbo Boost.
c) HyperThreading.
d) vPro.
e) ATI Stream.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 37 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q15) CESPE – INSS (2008): Analista do Seguro Social


Julgue os itens subsequentes acerca de conceitos de arquitetura de computadores
(adaptada).

Os modelos atuais de processadores Pentium não possuem internamente um co-


processador matemático em seu interior.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 38 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q16) CESPE – ANAC (2009): Tecnologia da Informação


A respeito das características dos processadores disponíveis no mercado, julgue
os itens que se seguem.

Uma das características de um processador é sua frequência de operação, que pode ser
medida em megahertz (MHz) ou milhões de ciclos por segundo, também denominada
frequência de clock. Mas nem sempre um processador com maior frequência de
operação é mais rápido que outro que opera com frequência menor.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 39 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q17) FCC – MÊTRO/SP (2008): Analista de Sistemas


Quanto aos processadores Intel, considere:

I. O termo "Xeon" pode estar associado aos modelos Pentium II, Pentium III e Pentium IV.
II. O modelo Celeron diferencia-se dos modelos Pentium com características reduzidas ou
removidas nos aspectos de tamanho de cache L2, clock interno e clock do barramento externo.
III. O Centrino é uma plataforma que envolve um determinado processador, um determinado
chipset e uma determinada rede sem fio.
Está correto o que consta em
a) I, II e III.
b) I e II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) I, apenas.
e) II e III, apenas.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 40 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q18) CESPE – PEPOCE (2012): Perito Criminal


Julgue os itens subsequentes, relativos às características de processadores.

A frequência dos clock dos processadores Intel Core i7 de segunda geração varia entre
1,50 e 3,10 GHz

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 41 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q19) CESPE – PEPOCE (2012): Perito Criminal


Com relação a computadores, julgue os itens que se seguem.

Um computador equipado com processador quad-core de 2 GHz possui frequência de


clock total de 8 GHz.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 42 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q20) CESPE – TCDF (2014): Analista de Administração Pública


Em relação aos processadores e à tecnologia SCSI, julgue os itens subsecutivos.

O processador Intel i7, quarta geração, suporta criptografia totalmente por hardware, por
meio de seis instruções das quais quatro suportam a cifragem e decifragem do Intel AES-
IN.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 43 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q21) CESPE – TCDF (2014): Analista de Administração Pública


Em relação aos processadores e à tecnologia SCSI, julgue os itens subsecutivos.

Os processadores AMD Athlon X2 possuem uma memória cache efetiva total com
tamanho máximo de 1280 Kb.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 44 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q22) FCC – TRT/MA (2014): Analista Judiciário


As principais variáveis em uma organização de processadores multicore são o número
de núcleos no chip, o número de níveis da memória cache e a quantidade de memória
cache que é compartilhada. Neste contexto, o processador Intel Core i7, introduzido em
2008, implementava 4 processadores x86 SMT (Simultaneous Multithreading), cada um
com
a) cache L2 dedicada e uma cache L3 compartilhada.
b) cache L1 dedicada e cache L2 compartilhada.
c) cache L1 compartilhada de 8MB e cache L2 dedicada, de 2MB.
d) caches L1, L2 e L3 dedicadas.
e) caches L1, L2 e L3 compartilhadas.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 45 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q23) VUNESP – TJ/SP (2013): Noções de Informática


Observe os processadores da Intel listados a seguir:
I. Intel® Core™ i3
II. Intel® Core™ i5
III. Intel® Core™ i7
Assinale a alternativa que traz V (verdadeiro) para o(s) processador(es) que possui(em)
a característica Turbo Boost e F (falso) para aquele(s) que não a possui(em).

a) I (V), II (F) e III (V).


b) I (V), II (V) e III (V).
c) I (V), II (F) e III (F).
d) I (V), II (V) e III (F).
e) I (F), II (V) e III (V).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 46 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
Memória: Hierarquia

- Mémoria pode ser definida como um local para armazenamento de dados (permanente
ou temporário) onde são realizadas instruções de leitura e escrita.
- Em um sistema computacional,
temos diferentes tipos de memórias,
para diferentes finalidades, que se
interligam de forma estruturada e
que formam o subsistema de
memória.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 47 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores
Memória: Registradores

Registradores consiste em um local interno a CPU, destinado a armazenamento


temporário em apoio a execução das instruções.
- Pode armazenar dados, endereços, instruções, etc.
- Dependendo da arquitetura a quantidade de registradores pode variar.
- Trabalham na frequência do processador (memória mais rápida).
- Desempenham dois papéis:
1) Registradores visíveis ao usuário: podem ser referenciados (programador) pelos
recursos da linguagem de máquina ou por assembly.
2) Registradores de controle e estado: são usados pela Unidade de Controle para
controlar a operação do processador e pelo núcleo do SO para controlar a execução dos
programas.
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 48 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores
Memória: Registradores

- Os registradores visíveis ao usuário são dividos em duas categorias:


1) Propósito Geral;
2) Propósito Específico (registradores de dados, endereços e
códigos condicionais/flags).
- Registradores de Propósito Geral podem ser atribuídos
para uma variedade de funções pelo programador.
Os registradores específicos são classificados em:
- Registradores de Dados: usados apenas para armazenar
dados.
- Registradores de Endereços: dedicados para cálculo de endereçamento.
- Registradores de Códigos Condicionais/Flags: destinados a armazenar sinais. Ex:
resultado positivo/negativo de uma operação, overflow, divisão por zero, etc.
Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 49 www.dominandoti.com.br
Organização e Arquitetura de Computadores
Memória: Registradores

- Entre os registradores de controle e estado mais importante cabe destacar:


- Contador de Programas/Instruções (Program Counter – PC): contém o endereço da
próxima instrução a ser executada.
- Registrador de Instrução ou Apontador da Pilha (Instruction Register – IR ou
Stack Pointer - SP): contém a instrução lida mais recente (atual ou em execução).
- Registrador de Endereço de Memória (Memory Address Register – MAR): contém o
endereço de uma posição de memória.
- Registrador de Dados de Memória (Memory Buffer Register – MBR): contém dados
a ser escrito na memória ou lido mais recentemente.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 50 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q24) CESPE – EBC (2011): Analista de TI


Considerando a organização e arquitetura de computadores, julgue os itens que se
seguem.

São componentes de alto nível de um computador: contador de programa, registrador de


instruções, registrador de endereçamento à memória, registrador temporário de dados,
registrador de endereçamento de entrada/saída (E/S) e registrador de armazenamento
temporário de dados de E/S.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 51 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q25) FGV – MEC (2009): Administrador de Redes


O registrador de uso específico, responsável pelo armazenamento do endereço da
próxima instrução que a CPU deverá executar, é conhecido como:

a) apontador de pilha ou stack pointer.


b) supervisor principal ou main supervisor.
c) registrador de estado ou program status.
d) contador de instruções ou program counter.
e) controlador de programas ou program controller.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 52 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q26) FCC – TRT/MA (2014): Analista Judiciário


Os registradores de controle de estado são usados pela unidade de controle para
controlar a operação do processador e por programas privilegiados do Sistema
Operacional para controlar a execução de programas. Dentre os registradores desta
categoria, que são essenciais para a execução das instruções, está o que contém o
endereço de uma instrução a ser lida. Este registrador é conhecido como
a) Registrador de Instrução (IR).
b) Registrador de Endereço de Memória (MAR).
c) Registrador de Buffer de Memória (MBR).
d) Contador de Programas (PC).
e) Registrador de Controle Principal (MCR).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 53 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q27) CESPE – PEFOCE (2011):Perito Criminal


Acerca de arquitetura e componentes de computadores, julgue os itens a seguir.

O conjunto de registradores do computador funciona como uma memória de alta


velocidade interna do processador. O apontador da pilha ou stack pointer é o registrador
que contém o endereço da próxima instrução que o processador deverá buscar e
executar.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 54 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q28) CIAAR – CIAAR (2013): Oficial Engenheiro


Além dos registradores de propósito geral, usados para conter variáveis e resultados
temporários, a maioria dos computadores têm vários registradores especiais visíveis ao
programador. Assinale a afirmativa correta acerca do registrador contador de programa.

a) Aponta para o topo da pilha atual de memória.


b) Contém o endereço de memória da próxima instrução a ser buscada.
c) Desempenha um papel importante nas chamadas de sistema e em E/S.
d) Contém os bits do código de condições, os quais são alterados pelas instruções de
comparação, pelo nível de prioridade da CPE, pelo modo de execução (usuário ou
núcleo) e por vários outros bits de controle.

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 55 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q29) CESPE – TCU (2012): Controle Externo


Acerca de conceitos de informática e de tecnologias relacionadas à
Internet, julgue os itens subsequentes.

A unidade aritmética e lógica (UAL) é o componente do processador que executa as


operações matemáticas a partir de determinados dados. Todavia, para que um dado
possa ser transferido para a UAL, é necessário que ele, inicialmente, permaneça
armazenado em um registrador.

Certo

Errado

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 56 www.dominandoti.com.br


Organização e Arquitetura de Computadores

Q30) FUNCAB – IPEM/RO (2013): Tecnologia da Informação


Os registradores utilizados pela CPU e pela memória para comunicação e transferência
de informações são, respectivamente:

a) Contador de Instruções (CI) e Registrador de Dados de Memória (RDM).


b) Registrador de Endereços de Memória (REM) e Contador de Instruções (CI).
c) Registrador de Dados de Memória (RDM) e Registrador de Endereços de Memória
(REM).
d) Decodificador de Instruções (DI) e Contador de Instruções (CI).
e) Decodificador de Instruções (DI) e Registrador de Dados de Memória (RDM).

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 57 www.dominandoti.com.br


Gabarito

01 B 16 Certo
02 E 17 A
03 Errado 18 Errado
04 Errado 19 Errado
05 D 20 Errado
06 C 21 Errado
07 E 22 A
08 Errado 23 E
09 Errado 24 Errado
10 B 25 D
11 C 26 D
12 D 27 Errado
13 B 28 B
14 B 29 Certo
15 Errado 30 C

Prof. Rômulo Santos – romulodba@gmail.com 58 www.dominandoti.com.br