You are on page 1of 4

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA __ VARA DAS EXECUÇÕES CRIMINAIS DA

COMARCA DE __________

PATRICIA DE ALMEIDA, já qualificada nos autos em epigrafe n° ______, vem, por


intermédio de seu advogado infra-assinado, à presença de Vossa Excelência, não se conformando
com a decisão de fls. que indefere o pedido de saída temporária para visitar a família, com
fundamento no artigo, inciso IV, combinado com o artigo 197, ambos da Lei de Execução Penal,
interpor AGRAVO EM EXECUÇÃO.

Assim sendo, caso Vossa Excelência entenda que deva manter a respeitável decisão,
requer seja o presente recurso remetido ao Egrégio Tribunal competente.

Termos em que, requerendo seja ordenado o processamento do presente recurso,


com as inclusas razões, pede deferimento.

Cidade, 11 de abril de 2014.

ADGOVADO/OAB
Agravante:

Agravado:

Origem:

Autos do processo número:

Meritíssimo juiz,

Egrégio Tribunal,

Colenda Câmara,

Doutos julgadores

Não se conformando com a respeitável decisão proferida, vem dela AGRAVAR,


aguardando que ao final se digne Vossa Excelência em reforma-la pelas razões a seguir expostas.

DOS FATOS

Patricia Almeida, cumpre pena em regime semiaberto, e requereu a autorização de


saída temporária para visitar sua família, pois faz tempo que não tem contato com os mesmos. No
entanto, seu pedido foi indeferido, por entende o magistrado que a mesma não faz jus ao benefício,
o que não assiste de verdade.

Do Direito

O artigo 123 e seus incisos, da Lei de Execuções Penais que nos diz:

Art. 123. A autorização será concedida por ato motivado do Juiz da execução,
ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária e dependerá da
satisfação dos seguintes requisitos:
I - comportamento adequado;

II - cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena, se o condenado for


primário, e 1/4 (um quarto), se reincidente;

III - compatibilidade do benefício com os objetivos da pena.

A condenada, preenche todos os requisitos impostos na Lei, sendo assim não há


razão para que a mesma não tenha seu pedido concedido.

DO PEDIDO

Diante de todo exposto, requer seja dado provimento ao presente recurso, para
tornar sem efeito a decisão impugnada, no sentido de que a condenada possa rever seus
familiares, como medida de inteira justiça.

Termos em que,

Pede deferimento.

Cidade, 11 de abril de 2014.

ADGOVADO/OAB