You are on page 1of 9

Short Master

BUSINESS
INTELLIGENCE
9.ª edição 2016/2017
Departamento de
ECONOMIA, GESTÃO
E INFORMÁTICA
Sistemas
e Tecnologias
de Informação
Rua Dr. António Bernardino de Almeida,
541/619, 4200-072 Porto
+351 225 572 000
www.upt.pt
degi@upt.pt
Short Master
BUSINESS
INTELLIGENCE

Mensagem da Apresentação
diretora do DEGI É reconhecido o importante papel
O DEGI está certo que tem sido que os Sistemas de Informação têm
e poderá continuar a ser, um cada vez mais no desempenho das
departamento importante a formar organizações. A competitividade
quadros numa área tão carente das empresas obriga a que a tomada
como a das Tecnologias e Sistemas de decisão se apoie cada vez mais
de Informação. num número crescente de variáveis
Reconhecendo a necessidade da informacionais o que torna difícil
formação ao longo da vida, o a filtragem da informação útil para 05
DEGI organiza frequentemente as organizações. A diferenciação e a
cursos pós-graduados que versam melhoria no processo de tomada de
sobre temáticas emergentes e de decisão são aspetos onde as
relevo no contexto nacional. Esta Tecnologias e Sistemas de Informação
formação visa o desenvolvimento têm um contributo significativo.
de competências de cariz essencial-
mente prático, como a resolução de
problemas e o domínio de técnicas e Objetivo
ferramentas a utilizar em áreas A Universidade Portucalense,
específicas e conta com a colabo- através do seu Departamento de
ração de prestigiadas empresas Economia, Gestão e Informática,
e de prestigiados oradores nos vai lançar a oitava edição do Short
Seminários. Master em Business Intelligence (BI).
O sucesso do curso e o número
Filomena Castro Lopes de candidatos interessados em
ingressar no curso leva a que o
DEGI lance uma nova edição no
ano letivo 2016-2017. A área de BI
Short Master
BUSINESS
INTELLIGENCE

encontra-se em fase de desenvolvi- de nos inquéritos de avaliação, “Há já algum tempo que ouvia falar “Os conhecimentos adquiridos com a
mento sendo uma das apontadas praticamente todos os estudantes de do short-master em BI da UPT, fui licenciatura em Informática / Matemá-
como a que mais irá crescer nos edições anteriores recomendarem adiando a decisão por causa de muitos ticas Aplicadas na UPT ficou patente e
próximos anos dentro das áreas das este curso a amigos e conhecidos. “porques”, Uns reais, outros apenas no decorrer da minha vida profissional
Tecnologias de Informação. O Short Para todos os recém-licenciados e desculpas que eu ia arranjando para e na evolução. Após alguns anos
Master em BI pretende proporcionar profissionais no ativo, que tenham continuar a adiar. A verdade é que per- afastado da UPT, em 2011, inscrevi-me
conhecimentos e competências, aos a ousadia de querer ter o poder de cebi que se pode adiar para sempre, no Short Master de BI, para evoluir e
quadros superiores das organizações decidir o seu futuro profissional e/ desculpas não faltam. Em outubro do obter novos conhecimentos numa área
em ferramentas e técnicas que ou valorizarem-se ainda mais, este ano passado tomei a decisão de me em expansão no mercado português e
06 permitem melhorar o planeamento Short Master é sem dúvida uma inscrever, e hoje tenho a certeza que estrangeiro. A qualidade de ensino e as 07
e a tomada de decisão, bem como o aposta certeira testemunhada por foi uma das mais acertadas, e que este condições que a instituição proporcio-
acesso ao conhecimento necessário alunos de anteriores edições. Short Master me vai abrir muitas e boas na fez com que viesse a ter sucesso.” TESTEMUNHOS
à sobrevivência das organizações portas num futuro próximo.” José Rui Gomes, 2011 DE EX-ALUNOS
no atual contexto de regressão Destinatários Helena Barbosa, 2012 Informática Matemáticas Aplicadas e
Especialista de Informática no Departamento
económica e competividade. O Atuais e futuros responsáveis pelos de Eletrónica Industrial com funções de
curso continuará a ter a excelente diferentes setores das organizações, “A partilha constante de conhecimento Diretor de Informática.
colaboração de docentes de edições públicas ou privadas, que tenham entre alunos e professores, quase
anteriores, bem como dos parceiros em vista complementar e aperfeiço- todos profissionais nesta área e com
(Microsoft, Primavera, DevScope, ar os seus conhecimentos técnicos e vontade de enriquecer os seus conhe-
Culto de BI, Oracle, Critical e práticos nas áreas das Tecnologias cimentos, permitiu-me uma aprendi-
PHC) que têm contribuído com e Sistemas de Informação para zagem rápida, muito prática e sempre
experiências vividas na imple- melhorar o processo de tomada com níveis de motivação elevados. A
mentação de soluções de Business de decisão, tais como diretores especialização em Business Intelligen-
Intelligence. Uma prova de sucesso, e e gestores seniores de empresas, ce transmitiu-me exatamente o que
que releva a importância deste Short analistas de negócio, ou qualquer pretendia, dando-me ferramentas para
Master na evolução profissional pessoa envolvida em equipas de poder fazer a diferença e encarar o
de qualquer estudante, é o facto implementação de projetos de BI. mercado com outro “olhar”.”
António Soares
Short Master
BUSINESS
INTELLIGENCE

DURAÇÃO Empresas, ramo Gestão Financeira. Filomena Castro Lopes UMIST. Professora Associada
Total de horas de formação: 184 horas International Executive MBA in Business Doutorada em Tecnologias e Sistemas da Universidade Portucalense. Autora
Strategy e Pós-graduada em Auditoria. de Informação pelo Departamento de de um livro na área de Sistemas de
Diretora de Departamento de Adminis- Sistemas de Informação da Escola de Informação e de artigos na área de
1.º trimestre tração, Finanças e Controlo de Gestão Engenharia daUniversidade do Minho Gestão de Conhecimento. Investigadora
da LIPOR. Docente da Universidade e Mestre em Analise de Sistemas pela na área dos Sistemas de Informação e
Gestão Performance Portucalense. University of Manchester Institute of Gestão de Conhecimento.
(20 horas) Science and Technology - UMIST.
Docente em vários cursos de 1º e 2º
08 • Introdução ao Balanced Gestão da Informação ciclo na área dos Sistemas de Informa- Sistemas Integrados 09
Scorecard de Informação e do ção em temáticas ligadas à Estratégia (16 horas)
Estrutura • O Sistema de Contabilidade Conhecimento dos SI e Gestão da Informação e do
do curso de Gestão (16 horas) Conhecimento. Tem colaborado em • A estratégia organizacional
e Docentes • Análise Estratégica vários projetos de investigação na • O papel dos SI/TI na
• Implementação do Balanced • A importância da informação área dos SI e supervisiona tese de organização
Scorecard e do conhecimento nas mestrado e de doutoramento. Autora de • Os sistemas integrados no
• Problemas na Implementa- organizações: a sociedade do diversas publicações, apresentadas em contexto organizacional
ção do Balanced Scorecard e conhecimento conferencias nacionais e estrangeiras ou • Diferentes tipos de sistemas
definição dos Key Performan- • A gestão de informação e a em revistas, e livros. integrados
ce Indicators (KPI). Vantagens gestão do conhecimento • Impacto dos projetos de
Esperadas do Balanced • Práticas de gestão de Paula Morais sistemas integrados nas
Scorecard conhecimento Doutorada em Tecnologias e Sistemas organizações
• Projetos de GCO papel das de Informação pelo Departamento de • O suporte à decisão num
Docente: Tecnologias de Informação na Sistemas de Informação da Universi- contexto de integração:
Mónica Rodrigues Monteiro GI e na GC dade do Minho e mestre em Análise de - análise de dados e simulação
Doutoranda em Gestão, especialização • Ferramentas de gestão de Sistemas pela University of Manchester
em Estratégia e Desenvolvimento conhecimento Institute of Science and Technology - Docente: Luís Óscar Barreiros
Empresarial. Licenciada em Gestão de
Docentes:
Licenciado em Engenharia informática • Sistemas de Processamento
e Mestre em Engenharia e Gestão de Analitico (OLAP)
Sistemas de Informação. • Sistemas de Descoberta de
Professor Convidado Departamento Conhecimento em Bases de
de Economia, Gestão e Informática da Dados (Data Mining)
Universidade Portucalense • Gestão de projetos de
colabora em cursos de 1.° e 2.° ciclos Business Intelligence
na área de Sistemas de Informação
Integrados e Gestão de Processos de Docente: Pedro Perfeito
10 Negócio. Consultor de Business Process Licenciado em Informática de Gestão
Management, Analista e Automatização pela Universidade Portucalense.
Estrutura de Processos, em empresas nacionais e Mestre em Sistemas Integrados de
do curso internacionais. Apoio à Decisão pelo ISCTE-IUL.
e Docentes Colabora desde já há alguns anos em
diversos websites na ajuda a questões
2.º trimestre teóricas e práticas na área de Business
Intelligence (BI), tendo sido premiado
Business Intelligence pela Microsoft como Microsoft Most
(64 horas) Valuable Professional (MVP) nos anos
de 2010, 2011 e 2012.
• Fundamentos de Business Depois de uma experiência em 2002
Intelligence num centro de investigação na Comis-
• Sistemas de Data Warehou- são Europeia em Itália desempenhando
sing (Modelação Dimensional funções de analista de sistemas e
e Arquiteturas de Data de uma experiência de 8 anos na
Warehousing) Novabase como Consultor Sénior de
• Sistemas de Povoamento soluções de BI, é atualmente Consultor
de um Data Warehouse (ETL), Sénior/Manager da empresa Culto de
Data Quality, MDM BI no Porto. Para além de diversas
Short Master
BUSINESS
INTELLIGENCE

certificações da Microsoft, possui o colaborado em projetos de investigação pela Universidade de Coimbra. Consul- Seminários
certificado mundial emitido pela TDWI na área de BI e orientado teses de tor, Presidente do Instituto Português de (16 horas)
(www.TDWI.org) e é autor de dois livros mestrado e doutoramento. Autora de BPM (Business Process Management)
internacionais na componente de BI do diversas publicações apresentadas em e co-fundador da Process Comunity. • Diferentes seminários práticos:
SQL Server. conferências nacionais e internacionais. Colabora com diversas universidades empresas de soluções de BI, empresas
em cursos de 1º e 2º ciclo. Autor de de implementação de projetos de BI
diversas publicações, apresentados em
Web Mining Gestão da Mudança conferências, nacionais e estrangeiras Docentes: Vários oradores
(16 horas) (20 horas) ou em revistas e em livros.

12 • Do Data Mining ao Web • Os modelos tradicionais de TOTAL ECTS 30 13


Mining gestão 3.º trimestre
Estrutura • Tipos de Web Mining: • O desafio do Business
do curso exploração de conteúdos Process Management Projeto Data
e Docentes (Web Content Mining), estrutu- • As novas tendências de (16 horas de contacto) O curso decorre entre: outubro
ra (Web Structure Mining) inovação organizacional 2016 a julho 2017
e utilização (Web Usage • Impactos na liderança e na • Identificar e analisar as
Mining) comunicação principais características de
• Casos de utilização de Web • As responsabilidades uma organização de um setor Horário
Mining transversais de atividade Sextas 18h00 – 22h00
• Ferramentas de Web Mining • As arquiteturas de processos • Definir, propor e implementar Sábados 9h00 – 13h00
• Modelos de melhoria contínua um Sistema de BI
Docente: Isabel Seruca • Comunicação e controlo da
Doutorada em Informática pelo estratégia Docentes: Docentes do Short
University of Manchester Institute of • Motivação em projetos de Master e empresas
Science and Technology (UMIST). mudança
Docente e Investigadora nas áreas de
Sistemas de Informação nas Organiza-
ções e Engenharia de Software. Tem Docente: Jorge S. Coelho
Mestre em Ciências da Computação
Short Master
BUSINESS
INTELLIGENCE

Metodologia de III - Seminários Com a colaboração de:


Ensino • Apresentados por empresas com
Os vários módulos serão desenvol- diferentes e relevantes tipos de
vidos por especialistas, apoiados experiência na área.
numa metodologia ativa e partici-
pada, com experiência e vivência
profissional na matéria através de: Avaliação
A avaliação é feita com base
I - Formação em sala nos trabalhos desenvolvidos nas
14 • Contacto direto na Formação diferentes unidades curriculares do 15
Teórico-prática; plano de estudos.
informação • Discussão em grupo;
geral • Análise de casos;
• Utilização dos diferentes tipos de Propinas
sistemas informáticos abordados. Frequência: 1300 Euros.

II - Projeto
Numerus Clausus
1.ª Fase Número máximo de inscrições:
• Identificar e analisar as principais 24 alunos.
características de uma organização
de um setor de atividade;
• Definir, propor, e implementar Informação
um sistema de BI. Complementar
Aceitar-se-ão, sujeitas a vagas,
2.ª Fase inscrições para módulos
• Apresentar e discutir o projeto isolados.
desenvolvido.
Do conhecimento à prática.

www.upt.pt