You are on page 1of 9

aluízio fontana margarido

coordenador científico: joão roberto leme simões

o uso
do aç
o na
arqui
tetur
a

cronologia histórica 1
2 o uso do aço na arquitetura
Fundação para a Pesquisa Ambiental

o uso do aço na arquitetura

aluízio fontana margarido

coordenador científico: joão roberto leme simões

apoio

cronologia histórica 3
4 o uso do aço na arquitetura
apresentação

Os presentes apontamentos são elementos de apoio ao curso. Esta


apostila não dispensa as aulas. Recomendamos também as obras
sobre o aço na arquitetura de Ildony Belley e Luiz Andrade de Matos
Dias.

sumário

07. cronologia histórica

11. propriedades dos aços e sua classificação

23. perfis metálicos: métodos de obtenção e padronização

41. meios de ligação

57. representação gráfica: desenhos de projeto e de oficina

73. fabricação e transporte

79. predimensionamento das estruturas metálicas

91. detalhes para o projeto na interface das estruturas

metálicas com outros materiais

95. montagem das estruturas metálicas

111. edifícios altos

131. coberturas em estruturas em cabo

143. coberturas treliça

153. exercícios predimensionamento de edifícios

169. pontes

cronologia histórica 5
6 o uso do aço na arquitetura
1

cronologia histórica

objetivo: posicionar os

principais marcos do aço como

material de estrutura no contexto geral

das técnicas construtivas

cronologia histórica 7
1200 Marco Polo fala sobre pontes metálicas na China e na Índia.

1700 Inicia-se o moderno cálculo estrutural.

1777 Coalbrookdale Bridge: primeira obra em estrutura metálica, uma ponte metálica

com 30 metros em vão, feita de ferro fundido (Inglaterra).

1780 Há difusão de pontes em arco em ferro fundido até 1820.

1820 Início da laminação de trilhos.

1824 Josef Roebling produz cabos de aço para fazer a ponte do Niagara.

1846 Brittania Bridge na Inglaterra com vãos de 69, 138, 138 e 69 metros.

É uma ponte tubular que é feita de placas forjadas e perfis em L.

1848 Palm House (Londres).

1851 Palácio de Cristal (Londres).

1855 Lambot, na França, constrói a primeira peça de cimento armado com aço.

Fez um barco!

1861 Monier ‘jardineiro’ francês faz vasos de concreto armado.

1867 Monier patenteia uma série de peças em concreto armado e

praticamente nessa data nasce o concreto armado.

1870 Início da laminação de perfis.

1889 Galeria das Máquinas, em Paris.

1890 O aço substitui o ferro forjado e torna-se o principal material estrutural.

1900 Mailart projeta pontes de concreto incorporando às pontes um extraordinário

senso estético.

1904 É publicada a primeira norma de concreto armado na Alemanha.

1907 Cai a ponte de Quebec, que pelo acidente, muito contribui para

o cálculo estrutural.

1924 Freyssinet desenvolve o Concreto protendido utilizando fios de aço de alto

desempenho.

1926 Vão de 343 metros de ponte suspensa com cadeia de barras (Florianópolis).

1931 Ponte em arco de aço Kill 505 metros de vão (USA);

A Associação Brasileira de Cimento Portland propõe o primeiro regulamento

brasileiro para o cálculo do concreto armado;

É construída, pela primeira vez no mundo, uma ponte em balanços sucessivos,

no rio do Peixe, executada pelo engenheiro brasileiro Emílio Baumgart.

1935 É constituída a ponte suspensa Golden Gate com 1260 metros de vão. Ile

d’Orleans ponte suspensa vão 317 metros (França).

8 o uso do aço na arquitetura


1940 Ponte de Tacoma vão de 840 metros – ponte suspensa (USA).

1949 Primeira ponte de alumínio no (Canadá).

1950 Surgem os pisos ortótropos dos pontes metálicas.

1951 Cologne Muelheim II (Alemanha) ponte suspensa ortótropa vão de 310

metros.

1955 Cologne Rodenkirchen 372 metros - ponte suspensa ortótropa.

1958 Seagram Building – Mies van der Rohe.

1959 Palácio do Café – ‘Drogadada’ (São Paulo).

1961 Edifício Central (Rio de Janeiro).

1962 Ponte de Maracaibo tabuleiro de concreto vão 232 metros na Venezuela.

1964 Verrazano Narrows Ponte suspensa vão 1278 metros USA.

1966 Escritório Central da CSN – Volta Redonda SP. Ponte Bum Creek: 204

metros de vão de ponte em arco (USA). Ponte Salazar, ponte suspensa

ferroviária e rodoviária vão 997 metros. Severn Bridge ponte ortótropa

suspensa vão 972 metros (Inglaterra).

1967 Friedrich Ebert – ponte estaiada vão 276 metros (Alemanha).

1969 Manheim (Alemanha): Ponte suspensa vão 286 metros.

1971 Inicia-se a oferta de uma grande gama de aços que apresentam tensões

de escoamento 1700 kgf/m2 à 7000 kgf/m2.

Erskine Ponte estaiada Inglaterra vão de 300 metros.

1973 Edifíco Palácio do Desenvolvimento (Brasília).

1974 Ponte estaiada 394 metros de vão (França) Ponte Saint Nazaire.

1975 Humber River ponte suspensa vão 1374 metros (Inglaterra).

1977 Centro Pompidou (Paris) Piano & Roger.

1979 Palácio do Congresso da Bahia.

1980 Hangar da Varig (Rio de Janeiro).

1984 Sede do Banco Progresso (Belo Horizonte).

1992 Estação Largo 13 de maio. Hong Kong Bank – Foster e associados;

Centro Empresarial do Aço (São Paulo); Instituto Cultural Itaú (São

Paulo); Ópera de Arame (Curitiba).

1994 Kansai Airport (Japão).

cronologia histórica 9