You are on page 1of 24

Business Blue Print

ATUALIZAÇÃO NFE 4.0

Dezembro/2017
1
INDICE

1 Revisões ...................................................................................................................................................................................3
2 Referências ...............................................................................................................................................................................3
3 Abreviaturas utilizadas neste documento ..................................................................................................................................3
4 Ata de reunião ..........................................................................................................................................................................4
5 Objetivo....................................................................................................................................................................................5
6 Descrição geral do processo atual..............................................................................................................................................5
7 Descrição detalhada do processo futuro ...................................................................................................................................7
8 Mudanças da versão 4.0 que afetam o layout da NF-e na Umicore..............................................................................................8
9 Regras de Validação ................................................................................................................................................................ 14
10 Mensagens de Erro ................................................................................................................................................................. 16
11 DANFE (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica) ............................................................................................................ 17
12 SAP - Solução Planejada .......................................................................................................................................................... 17
13 Cenários de Teste .................................................................................................................................................................... 20
14 Impactos organizacionais ........................................................................................................................................................ 22
15 Dados mestres ........................................................................................................................................................................ 22
16 Necessidade de migração e conversão de dados ...................................................................................................................... 22
17 Desenvolvimentos (relatórios, melhorias, formulários)............................................................................................................ 23
18 Interfaces................................................................................................................................................................................ 23
19 Integração com outros processos ............................................................................................................................................ 23
20 Requisitos de segurança .......................................................................................................................................................... 23
21 Pontos específicos da localização Brasil ................................................................................................................................... 23
22 Aprovações ............................................................................................................................................................................. 24

2
Revisões
Data Versão Descrição Autor

Eclis Fernando
12/12/2017 1.0 Elaboração do documento
Rocha/Laerte Bernardi

Referências
Documento Versão Descrição

1.20 Nota técnica SEFAZ - NT_2016_002_v1.41

1.22 Nota Técnica 2013.005 - v1.22

Abreviaturas utilizadas neste documento


Sigla Descrição

Vendas e Distribuição: Módulo do SAP responsável pela criação de documentos de vendas,


SD
processos de expedição, faturamento e emissão de nota fiscal.

Gestão de Materiais: Módulo do SAP responsável pela Gestão de materiais, Compras de


MM materiais e/ou serviços, Gestão de estoques, Planejamento de necessidades de materiais
e Recebimento de Faturas.

DANFE é o acrônimo para Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica, que é uma
DANFE representação gráfica da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).
(https://www.significados.com.br/danfe/)

XML é a sigla para Extensible Markup Language, que significa em português Linguagem
Extensível de Marcação Genérica. (https://www.significados.com.br/xml/).
XML Este documento XML é utilizado para identificação do arquivo gerado pelo sistema e
enviado eletronicamente para a Secretaria da Fazendo para validação da nota fiscal
eletrônica emitida.

Nota fiscal eletrônica é um documento digital que documenta a circulação de mercadorias


NF-e
e contém as informações relevantes para esse processo.

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) é o órgão vinculado ao Ministério da Fazenda


responsável pelo controle das receitas e das despesas de cada um dos Estados e do Distrito
SEFAZ
Federal. (https://arquivei.com.br/blog/o-que-e-sefaz-conhecendo-mais-sobre-o-orgao-
blog-arquivei/)

3
Substituição tributária é um mecanismo de arrecadação de tributos utilizado pelos
governos federais e estaduais. O substituto tributário é o terceiro que a lei obriga a apurar
ST o montante devido e cumprir a obrigação de pagamento do tributo “em lugar” do
contribuinte.
(https://pt.wikipedia.org/wiki/Substitui%C3%A7%C3%A3o_tribut%C3%A1ria)

Sistema de mensageria da SAP que promove integração com a SEFAZ através do envio do
SAP GRC
arquivo XML baseado na versão configurada.

Documento auxiliar de nota fiscal eletrônica; Representação da nota criada digitalmente


DANFE
que acompanha a circulação das mercadorias.

O FCP é um Fundo de Combate a Pobreza, destinado a minimizar o impacto das


desigualdades sociais entre os Estados brasileiros, cujas alíquotas variam entre 1%, 2%, 3%
FCP
e 4%, de acordo com produto ou serviço. (https://www.avalara.com/br/2017/06/30/fcp-
fundo-de-combate-pobreza/)

Fase do projeto de execução das atividades preparatórios que devem ser realizadas
CUTOVER
diretamente no ambiente produtivo.

Ata de reunião
Data Descrição do tema Arquivo Anexado

N/A N/A N/A

4
Objetivo

Este documento objetiva descrever as definições relacionadas ao projeto de atualização de


versão do layout da nota fiscal eletrônica, emitida a partir dos processos de entrada e saída
efetuados nas empresas do grupo UMICORE.
Serão descritas, em termos gerais, as alterações previstas na nota técnica emitida pela
SEFAZ (SEFAZ - NT_2016_002_v1.41) e os impactos relacionados à emissão da NF-e,
bem como os cenários que envolvem gestão de materiais, compra de materiais e/ou
serviços, gestão de estoques, planejamento de necessidades de materiais, recebimento de
faturas, faturamentos de saída, cancelamentos e entradas correspondentes às saídas.
Os cenários descritos neste documento serão a base para os testes do novo layout a partir
da emissão de notas fiscais semelhantes às de processos reais.

Descrição geral do processo atual

Os processos atuais executados nas empresas do grupo Umicore utilizam as


funcionalidades do SAP e as customizações específicas para criação de ordem de venda,
remessa, pedidos, entradas de mercadorias, transferências, faturamento e emissão de
NF-e.
As empresas responsáveis pelos cenários de emissão de notas fiscais constituem uma
base de 05 empresas do grupo que estão relacionadas a seguir:

 4138 – Coimpa Industrial Ltda – Manaus

5
 4153 - Umicore Brasil Ltda. – Guarulhos

 4181 – Clarex S/A – Guarulhos

 7008 – Umicore Shokubai Br Ltda – Americana

6
 7010 – Todini Brasil Repres. Ltda – Guarulhos

As emissões de nota fiscal são fundamentadas em ambiente SAP GRC e utilizam a


mensageria disponível para comunicação com a SEFAZ. O layout atual utilizado na geração
dos arquivos XML é o 3.10, baseado na nota técnica Nota Técnica 2013.005 - v1.22 da
Secretaria da Fazenda.

Descrição detalhada do processo futuro


Layout da NF-e

As alterações necessárias desde a divulgação do layout 3.10 da Nota Fiscal Eletrônica


foram agrupadas de forma a gerar uma versão nacional denominada 4.0. O agrupamento
dessas modificações visa diminuir a intervenção frequente nos sistemas emissores devido
a alterações do arquivo XML.
A emissão de notas fiscais eletrônicas através do SAP da empresa Umicore será ajustada
para operar com a geração de arquivos XML no layout previsto na versão 4.0, descrita com
detalhes na Nota Técnica 2016.002. As seguintes alterações em termos de layout serão
consideradas:

7
Mudanças da versão 4.0 afetam o layout da NF-e na Umicore:

 Retirado o campo indicador da Forma de Pagamento do Grupo B (id:B05).

 Inclusão dos campos relativos ao FCP para operações internas ou


interestaduais. Altera o leiaute da NF-e para identificar o valor devido em
decorrência do percentual de ICMS relativo ao Fundo de Combate à
Pobreza, previsto na Constituição Federal, no Art. 82 do ADCT - Ato das
Disposições Constitucionais Transitórias, nas operações internas ou nas
operações interestaduais, não atendidas pelos campos criados no Grupo de
Tributação do ICMS para a UF de destino.

8
9
10
11
12
Observação:
As alterações relacionadas acima não se aplicam aos Grupos de Tributação de ICMS = 40, 41, 50.

 Inclusão no campo refNF (id:BA07) da opção 2 = Nota Fiscal modelo 02, que
possibilitará referenciar este modelo de documento no Grupo Documentos Fiscais
Referenciados;

 No campo Indicador de presença “indPres” (id: B25b) foi incluída a opção 5


(operação presencial, fora do estabelecimento, utilizada no caso de venda
ambulante), no Grupo Identificação da Nota Fiscal Eletrônica;

 Criação de novo grupo “Rastreabilidade de produto” (Grupo I80) para permitir a


rastreabilidade de qualquer produto sujeito a regulações sanitárias, casos de
recolhimento/recall, além de defensivos agrícolas, produtos veterinários,
odontológicos, medicamentos, bebidas, águas envasadas, embalagens, etc., a
partir da indicação de informações de número de lote, data de fabricação/produção;

 Inclusão de campo para informar o Código ANVISA (id:K01a) no grupo específico


de Medicamentos;

 Inclusão de campos no Grupo Combustível para que sejam informados os


percentuais de mistura do GLP (id: LA03a, b e c) e a descrição do código ANP
(LA03);

 Criação de campos relativos ao FCP para operações internas ou interestaduais com


ST. Altera o leiaute da NF-e para identificar o valor devido em decorrência do
percentual de ICMS relativo ao Fundo de Combate à Pobreza, previsto na
Constituição Federal, no Art. 82 do ADCT - Ato das Disposições Constitucionais
Transitórias, nas operações internas ou nas operações interestaduais com
Substituição Tributárias, não atendidas pelos campos criados no Grupo de
Tributação do ICMS para a UF de destino;
(Ref: Nota técnica SEFAZ - NT_2016_002_v1.20)

13
Algumas alterações não afetam diretamente os processos relacionados às entradas e
saídas da Umicore e, apesar de possuírem modificações no layout, poderão não ter grande
relevância nas emissões de NF-e da empresa.
O ponto central dentre as alterações, que deve ser observado durante as emissões, é a
modificação referente ao Fundo de Combate à Pobreza para operações internas ou
interestaduais com ST. Segundo a nota, houve a inclusão de novos campos para
identificação de informações não atendidas pelos campos criados no Grupo de Tributação
do ICMS para a UF de destino.

Regras de Validação

Junto ao processo de alteração do layout, é inevitável o acompanhamento de mudanças


em relação às regras de validação. Essas regras são responsáveis por garantir a
consistência dos dados informados no arquivo XML e estão mais relacionadas à
manutenção dos sistemas da própria SEFAZ, porém podem indicar alguma necessidade
de modificação na funcionalidade dos processos dentro do SAP, de forma a garantir a
geração da informação correta. Conforme mencionado na Nota Técnica da SEFAZ,
algumas novas regras foram incluídas, com destaque para as que seguem:

 Validação (B25b-40) para obrigar o preenchimento dos campos refNFe (id:BA02) ou refNF
(id:BA03) quando informado operação presencial fora do estabelecimento, indPres=5, (id:
B25b);

 Validação (BA03-10) se informado em duplicidade Nota Fiscal modelo 2 (id:BA03)


informada no Grupo de Documentos referenciados (id:BA01);

 Definição da unidade de medida que deve ser utilizada na informação do produto GLP
(I13-20);

 Validação (K01-20) para obrigar o preenchimento do Grupo Rastreabilidade de Produto


quando preenchido o Grupo Medicamentos;

 Validação (I84-10) da informação da data de validade do produto em relação à data de


fabricação;

 Validação (LA03c-10 / LA03c-20) das informações relativas à percentual de mistura de


GLP e obrigar o preenchimento do Grupo Repasse do ICMS ST para alguns códigos ANP
(LA02-20);

 Validação do percentual informado para o FCP (N17b-10/ N23b-10/ N27b-10);

14
 Validação do somatório dos campos FCP (W04b-10), FCP-ST (W06a-10), IPI devolvido
(W12a-10), quando informados nos itens;

 Inclusão do valor total do IPI devolvido, quando ocorrer, e do valor do Fundo de Combate à
Pobreza ST no valor total da NFe, (W16-10);

 Validação (X02-20) para vedar o preenchimento de campos relativos a veículo e reboque


quando for operação interestadual. Podendo, a critério de cada UF, a validação ser
aplicada as operações internas;

 Alteração da Validação (YA01-20) do preenchimento do Grupo “Informações de


Pagamento” para NFC-e e NF-e, a critério de cada UF;

 Validação para não permitir o Grupo Informações de Pagamento nas Notas de Ajuste e
Devolução (YA01-30);

 Validação para não permitir informar Duplicata Mercantil como Forma de Pagamento na
NFC-e (YA02-10);

 Validação para obrigar o preenchimento do Grupo Duplicata quando informado Duplicata


Mercantil como Forma de Pagamento (YA02-20) e para não permitir o preenchimento
deste Grupo quando informado Forma de Pagamento em Dinheiro ou Cheque (YA02-30);

 Validação (YA03-10/ YA03-20) do somatório dos pagamentos informados;

 Validação (YA09-10) para obrigar informação do campo valor do troco (tag:vTroco) quando
valor do somatório dos pagamentos for maior que o valor da nota.
(Ref: Nota técnica SEFAZ - NT_2016_002_v1.20)

15
Mensagens de Erro
Adicionalmente, mudanças nas regras de validação podem influenciar nas mensagens de
rejeição obtidas de emissões com erro. Abaixo, seguem as mensagens relacionadas à
aplicação do novo layout:

Código Mensagem
854 Rejeição: Unidade Tributável incompatível com produto informado [nItem:nnn]
855 Rejeição: Somatório percentuais de GLP derivado do petróleo, GLGNn e GLGNi diferente de 1 [nItem:nnn]
856 Rejeição: Campo valor de partida não preenchido para produto GLP [nItem: nnn]
857 Rejeição: Informado Duplicata Mercantil como Forma de Pagamento
858 Rejeição: Grupo de Tributação informado indevidamente [nItem: nnn]
859 Rejeição: Total do FCP retido anteriormente por Substituição Tributária difere do somatório dos itens
860 Rejeição: Valor do FCP informado difere de base de cálculo*alíquota [nItem:nnn]
861 Rejeição: Total do FCP difere do somatório dos itens
862 Rejeição: Total do FCP ST difere do somatório dos itens
863 Rejeição: Total do IPI devolvido difere do somatório dos itens
Rejeição: NF-e com indicativo de Operação presencial, fora do estabelecimento e não informada NF
864
referenciada
865 Rejeição: Total dos pagamentos menor que o total da nota
866 Rejeição: Ausência de troco quando o valor dos pagamentos informados for maior que o total da nota
867 Rejeição: Grupo Duplicata não deve ser preenchido
868 Rejeição: Grupos Veiculo Transporte e Reboque não devem ser informados
869 Rejeição: Valor do troco incorreto
870 Rejeição: Data de validade incompatível com data de fabricação [nItem:nnn]
871 Rejeição: O campo Forma de Pagamento deve ser preenchido com a opção “Sem Pagamento”
872 Rejeição: Informado Duplicata Mercantil como Forma de Pagamento e não preenchido o Grupo Duplicata
873 Rejeição: Rejeição: Operação com medicamentos não informado os campos de rastreabilidade [nItem:nnn]
874 Rejeição: Percentual de FCP inválido [nItem:nnn]
875 Rejeição: Percentual de FCP ST inválido [nItem:nnn]

Tabela A: Mensagens de erro


(Ref: Nota técnica SEFAZ - NT_2016_002_v1.20)

16
DANFE (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica)

O layout da DANFE não sofrerá alterações nesta nova versão da NF-e., contudo, algumas
informações deverão ser indicadas em alguns campos já existentes, conforme mencionado na nota
técnica:

 No campo de "Informações Adicionais do Produto, tag: indAdProd", os valores informados


por item nos campos (vBCFCP, pFCP, vFCP, vBCFCPST, pFCPST, vFCPST), quando
existirem;

 Os valores de totais do FCP (id: W04b e W06a) devem ser informados em "Informações
Adicionais de Interesse do Fisco, campo “infAdFisco", quando existirem."

(Ref: Nota técnica SEFAZ - NT_2016_002_v1.20)

SAP - Solução Planejada

A atualização do sistema para emissão de NF-e na versão 4.0 será baseada nas notas SAP
divulgadas na plataforma ONE Support Launchpad da SAP. As notas serão aplicadas com
atualização referente ao dia 31 de julho de 2017. Os transportes das soluções seguirão
uma estratégia a ser definida, de forma a não impactar os ajustes paralelos não
relacionados ao projeto.
A solução planejada anunciada via app ‘Announcement of Legal Change’ pela SAP indica
impactos nos seguintes elementos de sistema:

ALTERAÇÕES QUE SERÃO REALIZADAS NESTA ALTERAÇÃO DE VERSÃO:


 Tabelas de Nota Fiscal (J_1BNFDOC, J_1BNFLIN);

 Mapeamento de NF-e para XML;

 Mudança na BAdI (ZCL_IM_CL_NFE_PRINT) and J_1BNF_ADD_DATA);

 Novos tipos de condição;

 Novos códigos internos e mapeamento;

 Novos tipos de impostos e mapeamento da NF;

 Alterações nos esquemas de cálculo;

 Novas chaves de conta;

 Modificações nas tabelas de imposto;

 Alterações nos programas de migração e consistência


(J_1B_MIGRATE_TAX_RATES and J_1B_CBT_CONSIST);

 Modificações nas lógicas de cálculo (TAXBRA and TAXBRJ).


17
A aplicação das notas SAP poderá provocar alterações sensíveis em relação à tela do
documento de nota fiscal no sistema. Alguns campos poderão ser ativados, conforme a
necessidade do negócio em mapeá-los no XML, e estarão disponíveis para determinação
da informação. Alguns exemplos, mencionados pela SAP, podem ser observados a
seguir:
Aba Item (Documento de Nota Fiscal)
 Indicador de Escala Relevante (indEscala);
 CNPJ do Fabricante da Mercadoria (CNPJFab);
 Código do Benefício Fiscal (cBenef);

Aba Rastreabilidade (Documento de Nota Fiscal)


 Grupo de Rastreabilidade (rastro);
 Número do lote (nLote);
 Quantidade do produto no lote (qLote);
 Data de Fabricação/Produção (dFab);
 Data de validade (dVal);
 Código de Agregação (cAgreg).

Grupo ICMS60

 Valor da base de cálculo do FCP retido anteriormente por ST (vBCFCPSTRet);


 Percentual do FCP retido anteriormente por ST (pFCPSTRet);
 Valor do FCP retido por ST (vFCPSTRet);
 Alíquota suportada pelo Consumidor Final (pST).

18
Informações de Pagamento

 Grupo de Pagamento (pag);


 Forma de Pagamento (tPag);
 Valor do Pagamento (vPag);
 Tipo de Integração (tpIntegra);
 CNPJ do Cartão (CNPJ);
 Bandeira do Cartão (tBandeira);
 Código de Autorização (cAut);
 Troco (vTroco).

FCP (Fundo de Combate à Pobreza)

Para que o sistema calcule corretamente o Fundo de Combate à Pobreza conforme os


requisitos previstos na NT 2016.002 foram adicionados campos nas tabelas de cadastro
dos impostos.

 Para ICMS, foram adicionadas três novas colunas: FCP Rate, FCP Base e FCP for
Resale (válida e utilizada somente para alguns estados).

19
 Para ICMS ST, foram adicionados dois campos: Base Red. 1 for FCP e Base Red. 2
for FCP.

As informações anteriores são exemplos de modificações previstas no sistema que serão


aplicadas a partir das referências indicadas na nota SAP principal 2415957 - FAQ of
Brazil's NF-e layout 4.00 e 1589975 - Technical Notes from SEFAZ - Overview note.

Configurações Z para atender o cenário da Umicore

Serão ajustadas pelo Consultor ABAP:

 ZCL_IM_CL_NFE_PRINT
 ZSD_TEXTOS_NFE

Cenários de Teste

 Venda c/ICMS ST (Light –RJ) - Parceiro: 100556


 Venda matéria prima com IPI e sem IPI
 Venda de material adquirido de terceiros com e sem IPI
 Processo de subcontratação dentro do estado
 Processo de subcontratação fora estado com e sem IPI
 Processo de Consignação (Remessa e Venda) com e sem IPI

20
 Transferência entre centros (Americana) e (Itajaí – com e sem IPI)
 Venda para Zona Franca de Manaus
 Processo de Subcontratação para Zona Franca de Manaus
 Venda de Ativo Fixo
 Processo de Armazenagem (Remessa, Retorno e Venda)
 Remessa e retorno de Depósito Fechado
 Venda para não Contribuinte
 Devolução de Matéria Prima
 Devolução de Uso e Consumo com IPI
 Análise e Teste
 Amostra Grátis
 Doação
 Brinde
 Cesta Básica
 Uniforme
 Remessa para Conserto
 Remessa e Retorno de Embalagem
 Remessa para Empréstimo
 Remessa para Demonstração
 Venda operação triangular (Guarulhos e Americana)
 Recusa de NFe
 Entrada de Resíduo com base no Artigo 392 (Industrialização e Aquisição)
 Aquisição de embalagem de madeira (Portaria CAT 13 e 62/07)
 Retorno de Conserto com emissão de NF-e Própria (YRNF)
 Entrada de Análise e Teste com emissão de NF-e Própria (art. 392)
 Entrada em Doação com emissão de NF-e Própria (baterias – transação MB1C –
tipo de mov. Z67)
 Entrada Au DTVM (aquisição - MM e Industrialização – Y392)
 NF-e complementar de Valor aquisição resíduo (débito posterior – MIRO /
categoria de NF-e WK)
 Emissão de NF-e Complementar de impostos de Saídas ou Entradas (Writer).

Exportação

 Venda de matéria prima


 Venda de mercadoria adquirida de terceiros
 Venda para Clarex
 Processo de Exportação Temporária (Subcontratação)

Importação

 Aquisição de matéria prima Umicore (com e sem Regime Especial) – Umicore


 Aquisição de material para revenda – Umicore e Itajaí
 Aquisição de Uso e Consumo
 Aquisição de Ativo Fixo
 Subcontratação

21
Impactos organizacionais

Conforme a nota técnica 2016.002, os prazos de implementação da nova versão da NFe


são:
 Ambiente de Homologação (ambiente de teste das empresas): 20/11/2017
 Ambiente de Produção: 04/12/2017
 Desativação da versão anterior: 02/07/18.

A falta de atualização acarretará na impossibilidade de envio das notas fiscais emitidas aos
sistemas validadores da SEFAZ. Desta forma, todos os processos de emissão de notas
fiscais eletrônicas deverão passar a utilizar a nova versão até a data de limite, que envolve
a desativação da versão anterior, de 02 de abril de 2018.
Mesmo que as empresas não implementem imediatamente a atualização da versão para
as notas de saída, é importante que as mesmas estejam preparadas para receber notas
fiscais de entrada na nova versão a partir da data prevista para o ambiente de produção,
04 de dezembro de 2017. A partir desta data, os fornecedores já poderão emitir notas fiscais
na nova versão.
Ainda, podem ocorrer alterações no sistema em termos de telas ou funcionalidades. Essas
mudanças podem envolver adaptações por parte dos usuários, causando impacto nos
processos realizados no sistema. Contudo, essas alterações não devem representar um
nível elevado de complexidade e diferenciações comparado às ações efetuadas atualmente
no SAP.

Dados mestres (Importante considerar na análise) – Exceções dinâmicas)

As alterações em dados mestres, a princípio, podem ocorrer nas informações de impostos


nas tabelas, necessitando de manutenção:
 ICMS: atualizar exceções dinâmicas (J_1BTXIC3);
 Atualizar exceções dinâmicas da sub.trib (J_1BTXST3).

Necessidade de migração e conversão de dados

A aplicação das notas SAP prevê a alteração das tabelas de imposto de ICMS para inclusão
de campos relacionados ao FCP (Fundo de Combate à Pobreza).
A manutenção destes novos campos, de forma que as alíquotas reflitam nos esquemas de
cálculo dos processos de entrada e saída que resultam na necessidade de migração destes
dados cadastrados na transação J1BTAX para as tabelas de impostos. Tal atividade
constitui uma tarefa de “cutover”.

22
Desenvolvimentos (relatórios, melhorias, formulários)

A aplicação das notas SAP envolve alterações em programas existentes, que por sua vez
necessitarão de alteração do código com base nas instruções da SAP.
Contudo, não há desenvolvimentos de melhorias previstos para ajuste do sistema e dos
processos existentes além dos previstos nas notas SAP relacionadas à implementação da
nota fiscal eletrônica 4.0.
As modificações serão realizadas a partir das referências obtidas na nota SAP principal
2415957 - FAQ of Brazil's NF-e layout 4.00 e 1589975 - Technical Notes from SEFAZ -
Overview note.

Interfaces
Interfaces entre o SAP e sistemas legados não estão sendo consideradas neste projeto.

A interface entre SAP e GRC será ajustada para garantir o mapeamento de novos campos.
As BADIS J_1BNF_ADD_DATA e ZCL_IM_CL_NFE_PRINT foram atualizadas para
suportar alguns campos da versão 4.0:

 Item: campos do ICMS FCP retido anteriormente por ST (ICMS60), indicador de


escala, CNPJ Fabricante, código de benefício fiscal;
 Grupo de Rastreabilidade;
 Grupo de Pagamento.

Integração com outros processos

As alterações necessárias referentes a essa integração do portal de notas com o GRC na


nova versão do XML não estão previstas nesse BBP.

Requisitos de segurança

Não há requisitos de segurança identificados.

Pontos específicos da localização Brasil


A Nota Fiscal Eletrônica constitui um processo exclusivamente brasileiro através do envio
de arquivos XML em formato específico para a Secretaria de Estado da Fazenda, vinculada
ao Ministério da Fazenda do Brasil.

23
No SAP, as funcionalidades que envolvem a emissão de NF-e estão totalmente inseridas
no produto de localização brasileira atrelado ao sistema. Sendo assim, todos os pontos que
envolvem o projeto estão correlacionados a localização brasileira.

Aprovações

Nome Empresa Data Assinatura

Irene Nunes UMICORE

Moisés Silva UMICORE

24