You are on page 1of 14

11/12/2018 Avaliação Final

Painel / Meus cursos


/ A Previdência Social dos Servidores Públicos: Regime Próprio e Regime de Previdência
/ Módulo de Encerramento / Avaliação Final

Iniciado em terça, 11 dez 2018, 15:36

Estado Finalizada

Concluída em terça, 11 dez 2018, 15:39

Tempo
3 minutos 17 segundos
empregado

Avaliar 29,50 de um máximo de 29,50(100%)

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 1/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 1
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

Acerca das regras de aposentadoria dos servidores público, assinale a


alternativa CORRETA: 

 
a. De acordo com as normas constitucionais vigentes, a paridade
e a integralidade beneficiam apenas os servidores que ingressaram
no serviço público antes da publicação da Emenda Constitucional nº
20/1998.
b. De acordo com a CF, uma servidora pública poderá se
aposentar voluntariamente aos sessenta anos de idade, com
proventos proporcionais ao tempo de contribuição, desde que
conte, no mínimo, dez anos de efetivo exercício no serviço público e
cinco anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria.
Muito bem! A afirmação é verdadeira. Conforme dispõe a CF, em
seu artigo 40, parágrafo 1º, inciso III, alínea b (com redação dada
pela EC 20/1998), a aposentadoria será deferida voluntariamente ao
servidor que complete 65 anos de idade, se homem, ou 60 anos de
idade, se mulher, com proventos proporcionais ao tempo de
contribuição, desde que conte com 10 anos de efetivo exercício no
serviço público e 5 anos no cargo efetivo em que se der a
aposentadoria. 
c. Como regra geral, os entes federados poderão conceder, no
RPPS, benefícios de aposentadoria e pensão distintos dos previstos
no RGPS.
d. Os Estados e Municípios podem elaborar leis criando tempo de
contribuição fictício para efeito de aposentadoria de seus
servidores.
e. Até a edição da Emenda Constitucional nº 41/2003, a CF
assegurava a todos os servidores aposentados por invalidez a
integralidade dos proventos de aposentadoria.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: De acordo com a CF, uma servidora pública
poderá se aposentar voluntariamente aos sessenta anos de idade,
com proventos proporcionais ao tempo de contribuição, desde que
conte, no mínimo, dez anos de efetivo exercício no serviço público
e cinco anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria.
Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 1º, inciso III, alínea b
(com redação dada pela EC 20/1998), a aposentadoria será deferida
voluntariamente ao servidor que complete 65 anos de idade, se
homem, ou 60 anos de idade, se mulher, com proventos proporcionais
ao tempo de contribuição, desde que conte com 10 anos de efetivo
exercício no serviço público e 5 anos no cargo efetivo em que se der a
aposentadoria.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 2/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 2
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

A respeito do regime constitucional de aposentadoria dos servidores


públicos submetidos à RPPS, assinale a opção CORRETA.

 
a. A aposentadoria voluntária somente é permitida a servidores
que, tendo cumprido, no mínimo, 10 anos de efetivo exercício no
serviço público e 5 anos no cargo efetivo em que se dará a
aposentadoria, já contarem com 60 anos de idade e 35 de
contribuição, se homem, e 55 anos de idade e 30 de contribuição,
se mulher.
b. A CF prevê a redução apenas do tempo de contribuição, em 5
anos, para o professor que comprove tempo de exercício exclusivo
das funções de magistério na educação infantil e nos ensinos
fundamental e médio. A mesma redução não se aplica a idade.
c. A União, os Estados, o DF e os Municípios que assim o
desejarem podem, em qualquer circunstância, fixar o limite máximo
estabelecido para os benefícios do RGPS, para o valor das
aposentadorias e pensões a serem concedidas pelo RPPS.
d. A lei pode estabelecer formas de contagem de tempo de
contribuição fictício, para fins de aplicação da chamada contagem
recíproca.
e. O tempo de contribuição federal, estadual ou municipal deve
ser contado para efeito de aposentadoria, e o tempo de serviço
correspondente, para efeito de disponibilidade. Muito bem! A
afirmação é verdadeira. Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40,
parágrafo 9º (com redação dada pela EC 20/1998), o tempo de
contribuição federal, estadual ou municipal será contado para
efeito de aposentadoria, e o tempo de serviço correspondente, para
efeito de disponibilidade.
Em linhas gerais, pode-se dizer que a disponibilidade no serviço
público é um instituto inerente aos servidores estáveis. Ela protege
o vínculo do servidor estável com a Administração quando seu
cargo é extinto ou declarado desnecessário. Dessa forma, mesmo
sem estar trabalhando, o servidor receberá proporcionalmente ao
tempo de serviço e aguardará um futuro aproveitamento.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: O tempo de contribuição federal, estadual ou
municipal deve ser contado para efeito de aposentadoria, e o
tempo de serviço correspondente, para efeito de disponibilidade.
Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 9º (com redação
dada pela EC 20/1998), o tempo de contribuição federal, estadual ou
municipal será contado para efeito de aposentadoria, e o tempo de
serviço correspondente, para efeito de disponibilidade.
Em linhas gerais, pode-se dizer que a disponibilidade no serviço público
é um instituto inerente aos servidores estáveis. Ela protege o vínculo do
servidor estável com a Administração quando seu cargo é extinto ou
declarado desnecessário. Dessa forma, mesmo sem estar trabalhando,
o servidor receberá proporcionalmente ao tempo de serviço e
aguardará um futuro aproveitamento.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 3/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 3
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

A CF estabelece os requisitos para que o servidor público titular de


cargo efetivo dos Estados possa se aposentar. Além da necessidade de
serem cumpridos determinados períodos no efetivo exercício e no
cargo efetivo em que se dará aposentadoria, o servidor também deve
atender a condições relativas à idade e ao tempo de contribuição. Das
questões abaixo, segundo as normas constitucionais, o servidor deverá
ter:

 
a. 65 (sessenta e cinco) anos de idade e 35 (trinta e cinco) anos de
contribuição, se homem, e 60 (sessenta) anos de idade e 30 (trinta)
de contribuição, se mulher. 
b. 70 (setenta) anos de idade e 30 (trinta) anos de contribuição, se
homem, e 65 (sessenta e cinco) anos de idade e 30 (trinta) de
contribuição, se mulher.
c. 70 (setenta) anos de idade e 35 (trinta e cinco) anos de
contribuição, se homem, e 65 (sessenta e cinco) anos de idade e 30
(trinta) de contribuição, se mulher. 
d. 60 (sessenta) anos de idade e 35 (trinta e cinco) anos de
contribuição, se homem, e 55 (cinquenta e cinco) anos de idade e 30
(trinta) de contribuição, se mulher.  Muito bem! A afirmação é
verdadeira.  Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 1º,
inciso III, a aposentadoria voluntária será concedida ao servidor,
desde que cumprido tempo mínimo de dez anos de efetivo
exercício no serviço público e cinco anos no cargo efetivo em que se
dará a aposentadoria, observadas ainda a condição de possuir
sessenta anos de idade e trinta e cinco de contribuição, se homem,
e cinquenta e cinco anos de idade e trinta de contribuição, se
mulher.
e. 60 (sessenta) anos de idade e 30 (trinta) anos de contribuição,
se homem, e 55 (cinquenta e cinco anos) de idade e 30 (trinta) de
contribuição, se mulher.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: 60 (sessenta) anos de idade e 35 (trinta e cinco)
anos de contribuição, se homem, e 55 (cinquenta e cinco) anos de
idade e 30 (trinta) de contribuição, se mulher.
Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 1º, inciso III, a
aposentadoria voluntária será concedida ao servidor, desde que
cumprido tempo mínimo de dez anos de efetivo exercício no serviço
público e cinco anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria,
observadas ainda a condição de possuir sessenta anos de idade e trinta
e cinco de contribuição, se homem, e cinquenta e cinco anos de idade e
trinta de contribuição, se mulher.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 4/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 4
Correto

Atingiu 2,50 de 2,50

Associe as afirmações apresentadas:

a) O tempo de contribuição federal,


estadual ou municipal será contado para
efeito de aposentadoria, e o tempo de EC 20/1998
serviço correspondente para efeito de
disponibilidade.

b) O servidor que tenha completado as


exigências para aposentadoria voluntária
e que opte por permanecer em atividade
fará jus a um abono de permanência EC 41/2003
equivalente ao valor da sua contribuição
previdenciária até completar as
exigências para aposentadoria
compulsória.

c) A contribuição prevista sobre os


proventos de aposentadorias e pensões
concedidas pelo RPPS que superem o
limite máximo estabelecido para os
benefícios do RGPS incidirá apenas sobre
as parcelas de proventos de EC 47/2005
aposentadoria e de pensão que superem
o dobro do limite máximo estabelecido
para os benefícios do RGPS, quando o
beneficiário, na forma da lei, for
portador de doença incapacitante.

d) O servidor da União, dos Estados, do


Distrito Federal e dos Municípios,
incluídas suas autarquias e fundações,
que tenha ingressado no serviço público
até a data de publicação desta Emenda
Constitucional e que tenha se EC 70/2012
aposentado ou venha a se aposentar por
invalidez permanente, tem direito a
proventos de aposentadoria calculados
com base na remuneração do cargo
efetivo em que se der a aposentadoria,
na forma da lei.

e) A contribuição da União, dos Estados,


do Distrito Federal e dos Municípios,
incluídas suas autarquias e fundações,
aos regimes próprios de previdência
social a que estejam vinculados seus Lei n.º 9.717/1998
servidores não poderá ser inferior ao
valor da contribuição do servidor ativo,
nem superior ao dobro desta
contribuição.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 5/14
11/12/2018 Avaliação Final

Sua resposta está correta.


a) EC 20/1998 - Conforme a CF, em seu artigo 40, parágrafo 9º, o tempo
de contribuição federal, estadual ou municipal será contado para efeito
de aposentadoria, e o tempo de serviço correspondente para efeito de
disponibilidade (Incluído pela Emenda Constitucional nº 20, de
15/12/98).
b) EC 41/2003 - Conforme a CF, em seu artigo 40, parágrafo 19 , o
servidor de que trata este artigo, que tenha completado as exigências
para aposentadoria voluntária estabelecida no § 1º, III, a, e que opte por
permanecer em atividade fará jus a um abono de permanência
equivalente ao valor da sua contribuição previdenciária até completar
as exigências para aposentadoria compulsória contida no § 1º, II
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003).
c) EC 47/2005 - Conforme a CF, em seu artigo 40, parágrafo 21, a
contribuição prevista no parágrafo 18 desse mesmo artigo incidirá
apenas sobre as parcelas de proventos de aposentadoria e de pensão
que superem o dobro do limite máximo estabelecido para os benefícios
do regime geral de previdência social de que trata o art. 201 da
Constituição, quando o beneficiário, na forma da lei, for portador de
doença incapacitante (Incluído pela Emenda Constitucional nº 47, de
2005).
d) EC 70/2012 - Conforme dispõe o artigo 1º da EC 70/2012.
"Art. 6º-A.  O servidor da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, que tenha
ingressado no serviço público até a data de publicação desta Emenda
Constitucional e que tenha se aposentado ou venha a se aposentar por
invalidez permanente, com fundamento no inciso I do § 1º do art. 40 da
CF, tem direito a proventos de aposentadoria calculados com base na
remuneração do cargo efetivo em que se der a aposentadoria, na
forma da lei, não sendo aplicáveis as disposições constantes dos §§ 3º,
8º e 17 do art. 40 da CF.
e)  Lei n.º 9.717/1998 - Conforme dispõe a Lei n.º 9.717/1998, em seu
artigo 2º, a contribuição da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, com os regimes
próprios de previdência social a que estejam vinculados seus servidores
não poderá ser inferior ao valor da contribuição do servidor ativo, nem
superior ao dobro dessa contribuição(Redação dada pela Lei nº 10.887,
de 2004).

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 6/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 5
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

Marque o item CORRETO com relação à aposentadoria no RPPS.


Maria é servidora pública titular de cargo efetivo da União e está
pensando em se aposentar quando preencher os requisitos
constitucionais para tanto. Considerando hipoteticamente que ela
completou 57 anos de idade e, nos últimos 11 anos, ocupou o cargo de
técnico do Ministério da Agricultura, pode-se dizer que Maria: 

 
a. poderá se aposentar voluntariamente, desde que tenha, no
mínimo, 30 anos de contribuição. A afirmação é verdadeira.
Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 1º, inciso III, ela
poderá se aposentar voluntariamente, desde que tenha, no
mínimo, 30 anos de contribuição. Considerando que já tenha o
mínimo de idade (55 anos) para se aposentar voluntariamente com
proventos integrais, restaria então o outro quesito, ou seja, 30 anos
de contribuição.  
b. não poderá se aposentar voluntariamente, porque não possui
60 anos.
c. não poderá se aposentar voluntariamente, porque não possui
65 anos.
d. poderá se aposentar voluntariamente, desde que tenha, no
mínimo, 35 anos de contribuição.
e. poderá se aposentar voluntariamente, desde que tenha, no
mínimo, 25 anos de contribuição.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: poderá se aposentar voluntariamente, desde
que tenha, no mínimo, 30 anos de contribuição.
Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 1º, inciso III, ela
poderá se aposentar voluntariamente, desde que tenha, no mínimo, 30
anos de contribuição. Considerando que já tenha o mínimo de idade
(55 anos) para se aposentar voluntariamente com proventos integrais,
restaria então o outro quesito, ou seja, 30 anos de contribuição.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 7/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 6
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

Marque o item correto com relação à aposentadoria no RPPS.

 
a. Ao servidor titular de cargo efetivo da União, dos estados, do
DF e dos municípios, excluídas suas autarquias e fundações, é
assegurado regime de previdência de caráter contributivo e
solidário, mediante contribuição do respectivo ente público, dos
servidores ativos e inativos e dos pensionistas.
b. Servidores civis e militares, a partir da EC 20/1998, passaram a
ser regidos pelas mesmas regras para aquisição de benefícios de
inatividade.
c. A aposentadoria voluntária com proventos proporcionais ao
tempo de contribuição pode ser requerida por servidor que atenda
aos seguintes requisitos: tempo mínimo de dez anos de efetivo
exercício no serviço público e de cinco anos no cargo efetivo em
que se dará a aposentadoria; e idade mínima de sessenta anos, se
homem, e de cinquenta e cinco anos, se mulher.
d. Os proventos de aposentadoria e as pensões, por ocasião de
sua concessão, poderão exceder a remuneração do respectivo
servidor, no cargo efetivo em que se der a aposentadoria ou que
servir de referência para a concessão da pensão.
e. Sobre os proventos de aposentadoria e pensão dos servidores
públicos vinculados a RPPS incide ordinariamente contribuição
sobre o valor que supere o teto do RGPS, em percentual igual ao
que incide sobre a remuneração dos servidores em atividade.
A afirmação é verdadeira. Conforme a CF, em seu artigo 40,
parágrafo 18, incidirá contribuição sobre os proventos de
aposentadorias e pensões concedidas pelo regime de que trata
esse artigo, que superem o limite máximo estabelecido para os
benefícios do regime geral de previdência social de que trata o art.
201, com percentual igual ao estabelecido para os servidores
titulares de cargos efetivos (com redação dada pela EC 41/2003).

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: Sobre os proventos de aposentadoria e pensão
dos servidores públicos vinculados a RPPS incide ordinariamente
contribuição sobre o valor que supere o teto do RGPS, em
percentual igual ao que incide sobre a remuneração dos servidores
em atividade.
Conforme a CF, em seu artigo 40, parágrafo 18, incidirá contribuição
sobre os proventos de aposentadorias e pensões concedidas pelo
regime de que trata esse artigo, que superem o limite máximo
estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social
de que trata o art. 201, com percentual igual ao estabelecido para os
servidores titulares de cargos efetivos (com redação dada pela EC
41/2003).

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 8/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 7
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

Marque o item correto com relação à aposentadoria no RPPS.


Servidora pública titular de cargo efetivo na administração direta
estadual, com 62 de idade, 20 anos de efetivo exercício no serviço
público, sendo os 10 últimos no mesmo cargo, e 20 anos de
contribuição, pretende aposentar-se voluntariamente.

Nessa situação, de acordo com as regras da Constituição da República


aplicáveis à matéria, a servidora: 

 
a. preenche os requisitos de idade e tempo de contribuição para
aposentadoria voluntária com proventos integrais.
b. não possui tempo mínimo de efetivo exercício no serviço
público, requerido para aposentadoria voluntária.
c. não possui tempo mínimo de exercício efetivo no cargo em que
se dará a aposentadoria, requerido para aposentadoria voluntária.
d. preenche os requisitos necessários à aposentadoria voluntária
com proventos proporcionais ao tempo de contribuição. A
afirmação é verdadeira. Conforme dispõe a CF, em seu artigo
40, parágrafo 1º, inciso III, a servidora de fato possui os requisitos
para aposentadoria.
e. preenche os requisitos necessários à aposentadoria voluntária
com proventos integrais, desde que comprove exclusivamente
tempo de efetivo exercício das funções de magistério na educação
infantil e nos ensinos fundamental e médio.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: preenche os requisitos necessários à
aposentadoria voluntária com proventos proporcionais ao tempo
de contribuição.
Conforme dispõe a CF, em seu artigo 40, parágrafo 1º, inciso III, a
servidora de fato possui os requisitos para aposentadoria.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 9/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 8
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

Marque o item correto com relação às pensões no RPPS.


Joaquim era servidor público há muitos anos quando,
desafortunadamente, veio a falecer. Deixou como beneficiários sua
esposa, Gabriela, além de Marcela e Pedro, seus filhos de 15 e 20 anos,
respectivamente. A pensão por morte que os três receberam monta em
R$ 8.000,00, a ser dividido entre eles à medida de seus respectivos
direitos. Pedro, solteiro, cursa o terceiro ano de Direito e está
desempregado. Se essa situação permanecer, quando ele completar 21
anos: 

 
a. nada se alterará, porque, com menos de 24 anos e estudando,
o rapaz mantém o direito ao benefício.
b. Pedro deixará de receber seu benefício, que será dividido em
partes iguais entre Gabriela e Marcela. Atenção! A afirmação é
falsa. Conforme dispõe a Lei 8.112/1990, em seu art. 217, incisos I e
II, parágrafos 1º e 2º, a esposa de Joaquim, Gabriela, será a
beneficiária da pensão vitalícia. Com relação à pensão temporária,
serão beneficiários Marcela e Pedro. Ambos os filhos não mais
receberão a pensão quando completarem 21 anos
(independentemente de estarem matriculados em curso de nível
superior ou de serem solteiros).

Conforme dispõe a nova redação do artigo 218  da Lei 8.112/1990,


alterada pela publicação do artigo 3 da Lei 13.135 de
17/06/2015  “Art. 218.  Ocorrendo habilitação de vários titulares
à pensão, o seu valor será distribuído em partes iguais entre os
beneficiários habilitados" . Assim sendo, cada beneficiário
habilitado receberá 1/3 do total, revertendo a parcela de Pedro
(quando completar 21 anos) para Marcela e Gabriela de forma igual
entre as duas. 
c. cessa sua parcela da pensão, em razão de Pedro ser solteiro.
d. a pensão de Pedro será incorporada ao benefício de Marcela,
que passará a receber R$ 4.000,00 até completar 21 anos.
e. apenas o benefício recebido por Gabriela aumentará para R$
3.000,00, cessando o pagamento do restante.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é:Pedro deixará de receber seu benefício, que
será dividido em partes iguais entre Gabriela e Marcela.

Conforme dispõe a Lei 8.112/1990, em seu art. 217, incisos I e II,


parágrafos 1º e 2º, a esposa de Joaquim, Gabriela, será a beneficiária da
pensão vitalícia. Com relação à pensão temporária, serão beneficiários
Marcela e Pedro. Ambos os filhos não mais receberão a pensão quando
completarem 21 anos (independentemente de estarem matriculados
em curso de nível superior ou de serem solteiros).

Conforme dispõe a nova redação do artigo 218  da Lei 8.112/1990,


alterada pela publicação do artigo 3 da Lei 13.135 de 17/06/2015  “Art.
218.  Ocorrendo habilitação de vários titulares à pensão, o seu

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 10/14
11/12/2018 Avaliação Final

valor será distribuído em partes iguais entre os beneficiários


habilitados" . Assim sendo, cada beneficiário habilitado receberá 1/3
do total, revertendo a parcela de Pedro (quando completar 21 anos)
para Marcela e Gabriela de forma igual entre as duas. 

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 11/14
11/12/2018 Avaliação Final

Questão 9
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

Considerando as normas relativas à previdência complementar do


servidor público, assinale a opção correta.

 
a. As entidades fechadas de previdência complementar estão
sujeitas às normas de direito público, devendo observar os
princípios norteadores da administração pública, da licitação e dos
contratos administrativos e a realização de concurso público para
contratação de seu pessoal sob o regime público, o regime jurídico
de pessoal será o previsto na legislação trabalhista.estatutário.
b. Em conformidade com a Lei n.º 12.618/2012, a União, os
estados, o Distrito Federal e os municípios poderão criar entidades
fechadas de previdência complementar, com finalidade de
administrar e executar planos de benefícios de caráter
previdenciário, tais como a Fundação de Previdência Complementar
do Servidor Público Federal do Poder Executivo, estruturadas na
forma de fundação de natureza pública com personalidade jurídica
de direito privado.
c. O caráter facultativo do regime complementar de previdência
do servidor público garante a não aplicação das novas regras aos
servidores que já ocupavam os cargos até a data anterior ao início
da vigência do regime, dada a caracterização do direito adquirido;
aos que entraram no serviço público posteriormente é garantida a
faculdade da escolha.
d. O TCU é o órgão responsável pela fiscalização sistemática das
atividades da Fundação de Previdência Complementar do Servidor
Público Federal do Poder Executivo, dada a natureza de fundação
pública a ela inerente, a despeito de sua autonomia administrativa,
financeira e gerencial.
e. O regulamento do plano de benefício da Fundação de
Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder
Executivo poderá definir benefícios não programados, desde que
assegurem, pelo menos, os benefícios decorrentes dos eventos
invalidez e morte e, se for o caso, a cobertura de outros riscos
atuariais. A afirmação é verdadeira. Conforme dispõe a Lei n.º
12.618/2012, em seu artigo 12, parágrafo terceiro, incisos I e II, os
benefícios não programados serão definidos nos regulamentos dos
planos, observando a necessidade de serem assegurados, pelo
menos, os benefícios decorrentes de eventos de invalidez e morte
e, se for o caso, a cobertura de outros riscos atuariais.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: O regulamento do plano de benefício da
Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público
Federal do Poder Executivo poderá definir benefícios não
programados, desde que assegurem, pelo menos, os benefícios
decorrentes dos eventos invalidez e morte e, se for o caso, a
cobertura de outros riscos atuariais.
Conforme dispõe a Lei n.º 12.618/2012, em seu artigo 12, parágrafo
terceiro, incisos I e II, os benefícios não programados serão definidos
nos regulamentos dos planos, observando a necessidade de serem

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 12/14
11/12/2018 Avaliação Final

assegurados, pelo menos, os benefícios decorrentes de eventos de


invalidez e morte e, se for o caso, a cobertura de outros riscos atuariais.

Questão 10
Correto

Atingiu 3,00 de 3,00

No que se refere à previdência complementar do serviço público,


assinale a opção ERRADA.

 
a. A União, suas autarquias e fundações são responsáveis, na
qualidade de patrocinadores, pelo aporte de contribuições e pelas
transferências às entidades fechadas de previdência complementar
das contribuições descontadas dos seus servidores, observado o
disposto na Lei e nos estatutos respectivos das entidades. 
b. Os servidores públicos titulares de cargo efetivo da União, suas
autarquias e fundações, inclusive para os membros do Poder
Judiciário, do Ministério Público da União e do Tribunal de Contas
da União que tenham ingressado no serviço público até a data
anterior ao início da vigência do regime de previdência
complementar poderão, mediante prévia e expressa opção, aderir
ao regime de previdência complementar.
c. O exercício da opção do servidor pelo regime da previdência
complementar é irrevogável e irretratável, não sendo devida pela
União, suas autarquias e fundações públicas qualquer
contrapartida referente ao valor dos descontos já efetuados sobre a
base de contribuição acima do limite previsto na Lei.
d. Existiu um prazo para a opção do servidor pelo regime da
previdência complementar de 12 meses, contados a partir do início
da vigência do regime de previdência complementar instituído na
Lei. Muito bem ! A afirmação é falsa. Conforme dispõe a Lei n.º
12.618/2012, em seu artigo 3º, inciso II, parágrafo 7º, o prazo para a
opção de que trata o inciso II do caput desse artigo será de 24 (vinte
e quatro) meses, contados a partir do início da vigência do regime
de previdência complementar instituído por essa Lei.
e. Os Fundos de Pensão dos servidores públicos federais serão
estruturados na forma de fundação de natureza pública, com
personalidade jurídica de direito privado, gozarão de autonomia
administrativa, financeira e gerencial e terão sede e foro no Distrito
Federal.

Sua resposta está correta.


A resposta correta é: Existiu um prazo para a opção do servidor pelo
regime da previdência complementar de 12 meses, contados a
partir do início da vigência do regime de previdência
complementar instituído na Lei.
Conforme dispõe a Lei n.º 12.618/2012, em seu artigo 3º, inciso II,
parágrafo 7º, o prazo para a opção de que trata o inciso II do caput
desse artigo será de 24 (vinte e quatro) meses, contados a partir do
início da vigência do regime de previdência complementar instituído
por essa Lei.

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 13/14
11/12/2018 Avaliação Final

https://mooc.escolavirtual.gov.br/mod/quiz/review.php?attempt=2726679 14/14