You are on page 1of 6

ESTADO DO PIAUÍ

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA


DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL
GERÊNCIA DE POLÍCIA DO INTERIOR - GPI
INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL DO PIAUÍ - IML
NÚCLEO DO IML - PICOS - PI

LAUDO DE EXAME PERICIAL - LESÃO CORPORAL


Identificação do Laudo:
CÓDIGO: TIPO: REQUERENTE: CIDADE:
18122015/01 LESÃO CORPORAL 13ªDRPC – JAICÓS – PI JACÓS - PI
DATA REQUISIÇÃO: REMETER PARA: DATA DO EXAME: HORA DO EXAME:
18/12/2015 3ª DELEGACIA REGIONAL DE POLICIA CIVIL - PICOS - PI 20/04/2016 10:36
LOCAL DO EXAME: EMISSÃO DO LAUDO:
HOSPITAL REGIONAL JUSTINO LUZ 27/04/2016 17:31:00

Identificação do Periciando:
NOME:
ISMAENE LUZINETE DIAS
NASCIMENTO: IDADE: SEXO: CPF: RG: ESTADO CIVIL:
23/07/1991 24 ANOS FEMININO 040.570.423-26 3.136.770 SSP – PI ---------------------------------
ENDEREÇO:
RUA BENJAMIM CARVALHO, S/Nº - BAIRRO CENTRO – BELÉM DO PIAUÍ - PI
MÃE: PAI:
LUZINETE RAIMUNDA PONTES DIAS ISRAEL JOSÉ DIAS

L A U D O:
P R E Â M B U L O: No dia, hora e local acima referidos, o perito designado pelo Sr. Coordenador Geral do Instituto de
Medicina Legal "Gerardo Vasconcelos" - IML - PI, Dr. Marcos Antônio de Araújo Santos Filho - CRM 5563 - PI, nos termos do
art. 178 do Código de Processo Penal para proceder ao exame de corpo de delito descrito acima do periciando também
qualificado acima. Em face do que viu e observou passa a descrever com verdade e com todas as circunstâncias o que
encontrou e bem assim esclarece tudo que possa interessar. H I S T Ó R I C O: Pericianda informa que foi vítima de disparo de
arma de fogo desferido pelo seu companheiro, a pessoa de “Douglas”, no dia 15/11/2015 aproximadamente às 17:00h, na
residência do casal em Belém do Piauí - PI. Relata ainda que foi socorrida ao Hospital de Jaicós – PI de onde foi transferida ao
Hospital de Urgência de Teresina (HUT) – PI e passou por cirurgias e longo período de internação (SIC). D E S C R I Ç Ã O:
EXAME DE CORPO DE DELITO DIRETO: Pericianda alo e autopsiquicamente orientada, apresentando disfonia, hemiparesia
desproporcionada à direita, afasia de expressão com faces assimétrica com desvio da comissura labial à esquerda por
retração de cicatriz hipertrófica de aproximadamente 12,0cm de extensão, em formato de “Y” e localizada em face anterior
do pescoço, estendendo-se da fúrcula esternal à região mentoniana à esquerda da linha média corporal e desta região ao
ângulo esquerdo da mandíbula (foto da lesão em anexo). EXAME DE CORPO DE DELITO INDIRETO: 1 - ficha de transferência
hospitalar do Hospital Regional Justino Luz – Picos – PI do dia 15/11/2016 ao Hospital de Urgência de Teresina – PI (HUT),
assinada pelo Dr. Luís do E. S. de C. Costa Júnior CRM – PI nº 2857, traz as informações: “Paciente vítima de ferimento por PAF
em região cervical à esquerda, sem orifício de saída. Apresenta-se desidratada, hipotensa, extremidades frias, pulso cheio,
respiração espontânea. Glasgow 11; pulso: 105bpm; PA:90x60mmHg; SpO2: 96%.”; 2 - prontuário hospitalar nº 380904 do
Hospital de Urgência de Teresina (HUT), Teresina – PI, informa que a pericianda deu entrada no serviço médico de pronto
socorro às 00:23h do dia 16/11/2015 por “agressão física por arma de fogo”. 3 – Ficha de Admissão em Unidade de Terapia
Intensiva – UTI do dia 17/11/2015 assinada pela Drª Ângela Valéria CRM-PI nº 4364 traz as seguintes informações: “paciente
procedente do serviço de recuperação pós-anestésica em pós-operatório de cervicotomia exploradora. Deu entrada nesse
nosocômio em 16/11/2015 procedente de Belém do Piauí com lesão causada por arma de fogo em região cervical esquerda
com lesão de veia jugular e artéria carótida ipsilateral, sem orifício de saída, associada a perda de movimento em membro
superior. Lesão extensa cm perda de substância em região cervical esquerda com drenagem de secreção serosanguinolenta”.
4 - Tomografia computadorizada de crânio datada de 16/11/2016 com o seguinte laudo pelo Dr. Osvaldo Soares de Carvalho
Júnior CRM – PI nº 3090: “área hipodensa córtico-subcortical no lobo frontal esquerda sugestiva de infarto recente. Infarto
lacunar em região capsulo-nuclear à esquerda. Ausência de coleção intra-axial”. 5 - Tomografia computadorizada de crânio
datada de 17/11/2015 com o seguinte laudo pelo Dr. Leonardo Afonso Nogueira Matos CRM – PI nº 3508: “lesão hipodensa
intra-axial, mal definida, córtico-subcortical,KAIO
emDANILO LEITE DA
lobo frontal SILVA ROCHA
esquerdo, determinando apagamento se sulcos corticais
PERITO MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
adjacentes. Ausência de coleção intra-axial”. 6 - Tomografia
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9 de coluna cervical datada de 17/11/2015 com o
computadorizada
seguinte laudo pelo Dr. Leonardo Afonso Nogueira Matos CRM – PI nº 3508: “material metálico de PAF difusos pela região
anterior esquerda do pescoço infrahioide, em topografia do espaço jugulo-carotídeo, sublingual e paravertebral ipsilaterais”. 7
ESTADO DO PIAUÍ
SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA
DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL
GERÊNCIA DE POLÍCIA DO INTERIOR - GPI
INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL DO PIAUÍ - IML
NÚCLEO DO IML - PICOS - PI

intra-axial, mal definida, córtico-subcortical, em lobo frontal esquerdo, determinando apagamento se sulcos corticais
adjacentes. Ausência de coleção intra-axial”. 6 - Tomografia computadorizada de coluna cervical datada de 17/11/2015 com o
seguinte laudo pelo Dr. Leonardo Afonso Nogueira Matos CRM – PI nº 3508: “material metálico de PAF difusos pela região
anterior esquerda do pescoço infrahioide, em topografia do espaço jugulo-carotídeo, sublingual e paravertebral ipsilaterais”. 7
– Tomografia computadorizada de crânio datada de 24/11/2015 com o seguinte laudo pelo Dr. Herbert Galeno Prado Mendes
CRM – PI nº 3242: “tênue hipodensidade, mal definida, intra-axial, levemente expansiva, em topografia frontal esquerda.
Ausência de coleção intra-axial”. 8 – Registro de procedimento cirúrgico de debridamento de ferimento em região cervical
do dia 28/11/2015 pelo Dr. Marcos Aurelio Pereira de Araújo Varanda CPF.: 811.397.483-00; 9 – Relatório de Alta da UTI
para enfermaria do dia 21/11/2015 assinado pelo dr. Mauro Sérgio P. de Carvalho CRM- PI nº 4993 traz as seguintes
informações: “Diagnóstico: pós-operatório de cervicotomia por ferimento de arma de fogo; História da admissão: paciente
vítima de FAF em região cervical esquerda com perda do movimento em MSD no dia 16/11/2015. Foi admitida no Posto 1 dia
17/04/2015, no pós-operatório de cervicotomia (Realizado ligadura da artéria carótida comum esquerda e da veia jugular
interna esquerda). 21/11/2015 evoluiu com melhora clínica, sendo retirada a sedação e extubada no dia 19/11/2015,
mantendo bom padrão respiratório e estabilidade hemodinâmica. Está acordada, contactuante,com déficit motor em
hemicorpo direito (hemiparesia com predomínio braquial), mantendo Glasgow 15. (...) Recebe alta para enfermaria para
seguimento de tratamento”. 10 – Relatório Médico de Alta Hospitalar do Hospital de Urgência de Teresina – PI, datado de
01/12/2015: “Paciente 24 anos foi admitida neste hospital dia 16/11/2015 devido a lesão por PAF em região cervical e com
hemorragia ativa. Em seguida passou por ligadura em vasos cervicais (Carótida comum esquerda e jugular interna esquerda)
para controle hemorrágico, tendo sido internada na UTI onde permaneceu por 5 dias. Admitida na clinica cirúrgica dia
21/11/2015, paciente evolui com hemiparesia desproporcionada à direita + afasia de expressão. Na alta apresenta-se estável,
com bom estado geral, hidratada, orientada, afásica. FO limpa e seca com tecido de granulação e focos pontuais de fibrina.
Realizou EDA que evidenciou úlcera ativa. Recebe alta com encaminhamento para gastro, cirurgia vascular, CEIR, cirurgia
plástica e neurologia”. D I S C U S S Ã O: 1 - a pericianda foi vítima de ferimento penetrante por projétil de arma de fogo no
pescoço no dia 15/11/2015 que lhe implicou perigo de vida conforme os dados de atendimento médico apresentados e
transcritos acima na descrição (hipotensão arterial e frequência cardíaca elevada nos registros de transferência médica do
hospital regional Justino Luz em Picos – PI para o Hospital de Urgência de Teresina – PI, indicativos de choque hipovolêmico
que significa perda sanguínea aguda com iminente risco de morte); 2 - No pós-operatório a paciente precisou permanecer em
unidade de terapia intensiva por 5 dias, pois evoluiu com déficit neurológico por infarto cerebral provocado pela lesão de
vasos sanguíneos do pescoço devido ao ferimento por projétil de arma de fogo, que levaram a deficiente chegada de sangue
(circulação) ao cérebro (foi lesada a artéria carótida comum esquerda, uma das duas principais artérias responsáveis por levar
sangue ao cérebro e a veia jugular interna, uma das principais veias que drenam o sangue da cabeça, portanto entende-se
assim a magnitude da lesão cervical sofrida pela pericianda), portanto ainda com risco de vida. 3 – A pericianda passou do dia
16/11/2015 ao dia 01/12/2015 internada no Hospital de Urgência de Teresina – HUT, onde passou por dois procedimentos
cirúrgicos e saiu com sequelas neurológicas, vasculares e estéticas segundo registros médicos. 4 – Pela evolução da lesão
atualmente não foi possível este perito precisar pelo ferimento a distância do disparo. 5 – Atualmente a pericianda encontra-
se com sequela definitiva com cicatriz hipertrófica extensa em região cervical e ainda apresenta leve hemiparesia direita e
afasia de expressão. C O N C L U S Ã O: Pericianda sofreu ferimento por arma de fogo em região cervical que lhe causou
perigo de vida, incapacidade para as atividades habituais por mais de 30 dias e lhe deixou com deformidade definitiva.
R E S P O S T A S A O S Q U E S I T O S F O R M U L A D O S: 1) Há ferimento ou ofensa física? Resp.: SIM; 2) Quais as
regiões do corpo atingidas? Resp.: PESCOÇO DIRETAMENTE E CABEÇA INDIRETAMENTE; 3) Houve Perigo de Vida? Resp.:
SIM, HOUVE PERIGO DE VIDA POR HEMORRAGIA AGUDA PROVOCADA PELO FERIMENTO CORROBORADO PELOS REGISTROS
DE CHOQUE HIPOVOLÊMICO ENCONTRADOS NOS REGISTROS MÉDICOS DA PERICIANDA; 4) Resultou debilidade
permanente de membro, sentido ou função? Resp.: SIM. RESULTOU EM DEBILIDADE PERMANENTE DAS FUNÇÕES DA
COMUNICAÇÃO E ESTÉTICA DA PERICIANDA; 5) Houve incapacidade para as ocupações habituais por mais de trinta dias?
Resp.: SIM. HOUVE INCAPACIDADE PARA AS OCUPAÇÕES HABITUAIS POR PERÍODO SUPERIOR A 30 DIAS; 6) resultou perda ou
inutilização de membro, sentido ou função? Resp.: NÃO; 7) Originou incapacidade permanente para o trabalho ou
enfermidade incurável? Resp.: NÃO. 8) Resultou deformidade permanente? Resp.: SIM. DEFORMIDADE PERMANENTE NO
PESCOÇO E FACE POR CICATRIZ HIPERTRÓFICA EM REGIÃO CERVICAL ESQUERDA. Nada mais havendo, deu-se por findo o
KAIO DANILO LEITE DA SILVA ROCHA
presente laudo, que lido e achado conforme, vai devidamente
PERITO assinado.////////////////////////////////////////////////////////
MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9
ESTADO DO PIAUÍ
SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA
DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL
GERÊNCIA DE POLÍCIA DO INTERIOR - GPI
INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL DO PIAUÍ - IML
NÚCLEO DO IML - PICOS - PI

PESCOÇO E FACE POR CICATRIZ HIPERTRÓFICA EM REGIÃO CERVICAL ESQUERDA. Nada mais havendo, deu-se por findo o
presente laudo, que lido e achado conforme, vai devidamente assinado.////////////////////////////////////////////////////////

KAIO DANILO LEITE DA SILVA ROCHA


PERITO MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9

KAIO DANILO LEITE DA SILVA ROCHA


PERITO MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9
ESTADO DO PIAUÍ
SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA
DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL
GERÊNCIA DE POLÍCIA DO INTERIOR - GPI
INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL DO PIAUÍ - IML
NÚCLEO DO IML - PICOS - PI

FOTO 1 – CICATRIZ HIPERTRÓFICA EM REGIÃO CERVICAL COM RETRAÇÃO DA FACE

KAIO DANILO LEITE DA SILVA ROCHA


PERITO MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9
ESTADO DO PIAUÍ
SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA
DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL
GERÊNCIA DE POLÍCIA DO INTERIOR - GPI
INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL DO PIAUÍ - IML
NÚCLEO DO IML - PICOS - PI

FOTO 2 – CICATRIZ HIPERTRÓFICA EM REGIÃO CERVICAL ESQUERDA EM FORMATO DE


“Y”

KAIO DANILO LEITE DA SILVA ROCHA


PERITO MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9
ESTADO DO PIAUÍ
SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA
DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL
GERÊNCIA DE POLÍCIA DO INTERIOR - GPI
INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL DO PIAUÍ - IML
NÚCLEO DO IML - PICOS - PI

FOTO 3 – DETALHE DA CICATRIZ HIPERTRÓFICA CERVICAL

KAIO DANILO LEITE DA SILVA ROCHA


PERITO MÉDICO LEGAL - CRM 5217 PI
MATRÍCULA PC/PI - 286593-9