You are on page 1of 11

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03

DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 1 / 11

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA


Nome do produto (nome comercial): Hexano
Código interno de identificação do produto: 4365, 1320, 1111, 1321, 1322, 1048, 1562,
3448, 1319.
Nome da empresa: Quimidrol Comércio Indústria Importação Ltda.
Endereço: Rua Dona Francisca, 6505 – Distrito Industrial – Joinville – SC
Telefone para contato: 0800 - 601 8700 ou (47) 3027-8700
Telefone para emergências: 0800 - 601 8700 ou (47) 3027-8700
Fax: (47) 3027-8712
E-mail: laboratorio2@quimidrol.com.br

2. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS
Perigos mais importantes: O produto é inflamável e tóxico. Vapores inflamáveis podem ser
liberados.
Efeitos do produto: Não disponível
Efeitos adversos à saúde humana
Efeitos agudos
Inalação: Inalação de concentrações altas: irritação das membranas mucosas, dores de
cabeça, náuseas, vertigens, perturbações visuais e auditivas, excitação, depressão
moderada, falta de coordenação motora, confusão mental e perda de consciência.
Ingestão: Pode causar efeitos similares ao da inalação e irritação gastrointestinal. Se
aspirado, pode resultar em inflamação e possível acúmulo de fluído nos pulmões.
Pele: Pode causar leve irritação. Pode ser absorvido pela pele em quantidades perigosas.
Olhos: Pode provocar irritação.
Efeitos do produto (crônicos):
Se ingerido, pode causar vômitos e diarréia, além de efeitos narcóticos.
O contato cutâneo repetido pode causar irritação e dermatite por ressecamento.
Causa defeitos de nascença em ratos expostos a 20.000ppm
Efeitos ambientais
Ar: A evaporação de hidrocarbonetos reduz a concentração de oxigênio tornando o ambiente
asfixiante e extremamente explosivo.
Água: Tóxico, principalmente aos organismos aquáticos. O produto e a água resultante do
combate ao fogo e de diluição podem transmitir qualidades indesejáveis à água.
Solo: O produto derramado sobre o solo em parte evaporará e em parte poderá percolar e
contaminar o lençol freático. O produto é biodegradável.

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 2 / 11

Perigos físicos e químicos: Altamente inflamável – pode formar misturas explosivas com o
ar.
Perigos específicos: Forma misturas explosivas com o ar.
Principais sintomas:
Ingestão: A ingestão pode causar náuseas, dores de cabeça, dores abdominais, vômitos e
perturbações visuais.
Inalação de concentrações altas: irritação das membranas mucosas, dores de cabeça,
sonolência, náuseas, vertigens, depressão do SNC, perda de consciência.
Classificação de perigo do produto químico e o sistema de classificação utilizado
Segundo a Diretiva 93/67 da EEC,
F - Facilmente inflamável
Xn – Nocivo
Xi – Irritante
Visão geral de emergências: Produto inflamável e tóxico, pega fogo ao contato com chama
aberta, com calor ou com faísca. Vapores podem causar depressão do SNC. Em caso de
vazamento isolar a área, estancar o vazamento e conter o produto. Usar extintores de gás
carbônico (CO2 ) ou pó químico para pequenos focos. Evitar chamas e, calor e faíscas.
Elementos apropriados da rotulagem
Rotulagem de risco
R 11 - Facilmente inflamável.
R 38 - Irritante para a pele.
R 48/20 – Nocivo: Perigo de graves danos à saúde por prolongada exposição por inalação.
R 62 – Possível risco de prejudicar a fertilidade.
R 65 – Nocivo – pode causar dano pulmonar se ingerido.
R 67 – Os vapores podem causar sonolência e vertigem.
R 51/53 – Tóxico aos organismos aquáticos, pode causar efeitos danosos duradouros ao
ambiente aquático.

3. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES


Substância: Este produto é uma mistura de hidrocarbonetos saturados, constituído de 5 a 9
átomos de carbono, faixa de destilação entre 62 a 74 °C (a 760 mmHg) e densidade
entre 0,660 a 0,805 (20/4 oC).
Nome químico ou comum: Mistura de hexanos mínimo 97% v/v.
Sinônimo: Destilados de petróleo, destilado leve hidrotratado.
Número de registro CAS: Mistura de isômeros: 97% de hexanos CAS No 110-54-3
Impurezas que contribuam para o perigo (acompanhados do número de registro CAS):
Mistura de isômeros: 97% de hexanos CAS No 110-54-3
Benzeno: < 0,1 % (v/v) CAS 71-43-2
Outros hidrocarbonetos saturados: < 3% (p/p)

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 3 / 11

4. MEDIDAS DE PRIMEIROS-SOCORROS
Medidas de primeiros-socorros
Inalação: Remova a vítima para lugar arejado mantendo-a deitada, quieta e aquecida.
Manter as vias respiratórias livres, removendo dentes postiços (chapa), se tiver. Se a vítima
estiver com dificuldades para respirar, forneça oxigênio e faça respiração artificial. Avaliar a
necessidade de encaminhar ao médico.
Contato com a pele: Remover roupas contaminadas. Não apalpar nem friccionar as partes
atingidas. Lavar com água corrente abundante por 15 minutos (mínimo). Avaliar a
necessidade de encaminhar ao médico.
Contato com os olhos: Não friccionar. Remova lentes de contato se tiver. Lavar com água
corrente no mínimo por 15 minutos. Encaminhar ao oftalmologista.
Ingestão: Não provocar vômito. Se a vítima estiver consciente, lavar a sua boca com água
limpa em abundância e faze-la ingerir água. Obter atenção médica imediata. Manter a vítima
aquecida, combater a hipotensão. Não dar nada pela boca a uma pessoa inconsciente.
Ações que devem ser evitadas: Não administrar nada oralmente ou provocar o vômito em
vítima inconsciente ou com convulsão. Não limpar partes do corpo com solventes.
Proteção para o prestador de socorros: Usar os EPI’s indicados (ver seção 8).
Notas para o médico: A lavagem gástrica deve ser aplicada de forma cautelosa (intubação
endotraqueal). Depressor do sistema nervoso central. Em caso de contato com a pele e/ou
os olhos não friccione as partes atingidas.

5. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO


Meios de extinção apropriados: Espuma para hidrocarbonetos, pó químico e dióxido de
carbono (CO2) ou água na forma de neblina.
Meios de extinção não recomendados: Água em jato pleno (pois espalhará o produto
inflamável).
Perigos específicos referentes às medidas: Produto inflamável.
Métodos especiais de combate a incêndio: Evacue a área e combata o fogo a uma
distância segura. Utilize diques para conter a água usada no combate. Posicionar-se de
costas para o vento. Usar água em forma de neblina para resfriar tanques e tambores
expostos nas proximidades do fogo.
Proteção das pessoas envolvidas no combate a incêndio: Utilizar aparelhos de proteção
de respiração independente do ar e roupas de aproximação/proteção a temperaturas
elevadas.
Perigos específicos da combustão do produto químico: Liberação de CO, CO2.

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 4 / 11

6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTO


Precauções pessoais: Vestir equipamento de proteção pessoal. Colocar as pessoas em
segurança. Evitar contato com os olhos e pele. Evitar a inalação de névoas / vapores. Evite o
contato direto com o líquido. Reduza os vapores usando um sistema de exaustão.
Remoção de fontes de ignição: Isolar a área, eliminar toda fonte de fogo, calor ou faísca e
desligar os circuitos elétricos do veículo. Usar neblina de água para abafar os vapores.
Controle de poeira: Não de aplica. O produto é líquido.
Prevenção da inalação e do contato com a pele, mucosas e olhos: Utilizar corretamente
os equipamentos de proteção idividual (EPI) como avental, botas de borracha, óculos de
segurança herméticos, luvas de PVC, máscara semi-facial com filtro para vapores orgânicos.
Precauções ao meio ambiente: Conter as porções vazadas, absorver a mistura com
vermiculita, serragem, terra ou areia. Evitar que o líquido alcance bocas de lobo ou cursos
d'água.
Procedimentos de emergência e sistemas de alarme: Em caso de queimaduras na pele
e/ou olhos lavar com água em abundância. Procurar socorro médico imediato.
Métodos para limpeza
Recuperação: Recolher o produto em recipiente de emergência, devidamente etiquetado e
bem fechado. Conservar o produto recuperado para posterior reutilização ou descarte.
Vazamentos devem ser contidos e o produto retirado através de caminhão vácuo-truck (limpa
fossa) ou bomba à prova de explosão. Recolher a maior quantidade possível do líquido.
Cobrir o produto não recuperado com terra, areia, vermiculita ou outro material inerte,
remover e terra e o solo contaminado para outro recipiente independente, usar sempre
ferramentas anti-faiscantes.
Neutralização: Não disponível.
Descarte: Incineração ou aterramento de acordo com regulamentação vigente.
Prevenção de perigos secundários: Os vapores são mais pesados que o ar, podendo
queimar distantes da fonte de emanação, dependendo da direção do vento. Pode formar
misturas explosivas com o ar. Ponto de fulgor = –35 °C. Trabalhar em local ventilado, com
ferramentas anti-faiscantes; aterrar recipientes.
Diferenças na ação de grandes e pequenos vazamentos: Não disponível.

7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO
Manuseio
Medidas técnicas apropriadas: Manuseie de acordo com a boa higiene industrial e prática
de segurança. Sistema de ventilação aterrado e à prova de explosão. Todos os condutores
devem estar aterrados.
Prevenção da exposição do trabalhador: No manuseio, devem ser usadas roupas em
tecido de algodão, luvas, óculos de segurança herméticos ou protetor facial, botas forradas.

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 5 / 11

Se necessário, usar máscaras com filtro para vapores orgânicos. Em altas concentrações dos
vapores, utilizar máscara com suprimento de ar. Devem ser instalados chuveiros de
emergências e lava-olhos nas proximidades dos locais de manuseio do produto.
Prevenção de incêndio e explosão: Elimine fontes quentes e de ignição. Todos os
equipamentos elétricos usados devem ser blindados e a prova de explosão. As instalações e
equipamentos devem ser aterrados para evitar a eletricidade estática. Não fumar no local.
Prover exaustão dos vapores na sua fonte de emissão, bem como a ventilação geral dos
locais.
Precauções e orientações para manuseio seguro: Na operação de carga/descarga deve-
se evitar quedas das embalagens, descidas em rampas sem proteção, rolamentos em terreno
acidentado para evitar furos, amassamentos ou desaparecimento da identificação do produto.
Tambores contendo o produto devem ser armazenados sobre estrados ou ripas de madeira,
ao abrigo do sol e chuvas e longe de chamas, fogo, faíscas e fontes de calor. O
descarregamento das embalagens mais pesadas deve ser feito por meio de empilhadeiras.
As embalagens nunca devem ser jogadas sobre pneus. Todas operações devem ser feitas
somente por pessoas devidamente treinadas. Manter afastado de oxidantes fortes e fontes de
calor.
Medidas de higiene
Apropriadas: Sempre higienizar as mãos antes de manipular algum alimento. Manter as
luvas sempre isentas de umidade e descontaminadas.
Inapropriadas: Contato direto com o produto
Armazenamento: Armazenar o produto em áreas frescas, secas e ventiladas, longe do calor,
fontes de ignição, e agentes oxidantes. Manter as embalagens sempre bem fechadas.
Medidas técnicas: Deve ser efetuado em locais bem ventilados, ao abrigo de toda fonte de
ignição, de calor e de produtos oxidantes fortes. O piso deve ser impermeável, incombustível
e disposto de modo que, em caso de ruptura dos recipientes, o líquido possa ser contido.
Deve ser prevista a instalação de dique de contenção para os tanques. As instalações
elétricas devem ser à prova de explosão. A área deve ter sistema de combate a incêndio com
extintores apropriados.
Condições adequadas: Manter os recipientes identificados e totalmente fechados, em área
ventilada. Temperatura máxima recomendada para estocagem 30 ºC, sem restrições para
temperatura mínima ou tempo de estocagem.
Condições que devem ser evitadas: Exposição ao sol, chuva, fontes de ignição, calor e
oxidantes fortes.
Materiais para embalagens
Recomendados: Tambores de aço carbono para 200 litros, bombona de polietileno de alta
densidade e para quantidades menores frasco de vidro ou plástico resistente ao produto.
Inadequados: Reage com alguns tipos de plástico.

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 6 / 11

8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL


Parâmetros de controle específicos
Limites de exposição ocupacional
Limites de Tolerância Fonte Absorção pela pele
TWA = 50 ppm (hexano) ACGIH/05 -
TWA = 0,5 ppm (benzeno) ACGIH/05 sim (cancerígeno)
NR-15 = 1 ppm (benzeno) M. Tb. BR Sim
Indicadores biológicos: Exames conforme a NR-7: Clínicos e Laboratoriais, realizados
anualmente. IBMP: 5mg/g creat.(2,5hexanodiona/urina).
Outros limites e valores: Não disponível.
Medidas de controle de engenharia: Manter o local de trabalho ventilado mantendo a
concentração abaixo dos L.T. (Limites de Tolerância) recomendados. Em ambientes abertos
e manobras posicionar-se a favor do vento. Usar sistema de exaustão à prova de explosão na
fonte de emissão.
Equipamento de proteção individual apropriado
Proteção dos olhos/face: Óculos de segurança, onde haja risco de respingos.
Proteção das mãos: Luvas de PVC.
Proteção da pele e do corpo: Avental, calça e sapatos. Os tipos de auxílios para proteção
do corpo devem ser escolhidos especialmente segundo o posto de trabalho em função da
concentração e quantidade de substância.
Proteção respiratória: Máscara panorâmica ou semi-facial com filtro (p/ gases e vapores
orgânicos). Em ambientes confinados e em altas concentrações, recomenda-se o uso de
máscara autônoma de ar ou máscara de ar mandado.
Precauções especiais: Evitar a exposição maciça a vapores. Produtos químicos só devem
ser manuseados por pessoas capacitadas e habilitadas. Os EPI’s devem possuir o CA
(Certificado de Aprovação). Seguir rigidamente os procedimentos operacionais e de
segurança nos trabalhos com produtos químicos. Nunca usar embalagens vazias (de
produtos químicos) para armazenar produtos alimentícios. Nos locais onde se manipulam
produtos químicos deverá ser realizado o monitoramento da exposição dos trabalhadores,
conforme PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) da NR-9.

9. PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS


Aspecto (estado físico, forma, cor): Líquido, límpido, transparente, volátil e incolor
Odor: Característico suave
pH: Neutro

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 7 / 11

Ponto de fusão/ponto de congelamento: –96 °C


Ponto de ebulição inicial e faixa de temperatura de ebulição: 68 °C [a 101,325 kPa (760
mmHg)]
Ponto de fulgor: –35 °C (vaso fechado)
Taxa de evaporação: 6 (acetato de butila = 1)
Inflamabillidade: Não disponível
Limite inferior/superior de inflamabilidade ou explosividade
LEI: (limite de exposividade inferior): 1,2 %
LES: (limite de explosividade superior): 6,9 %
Pressão de vapor: 129 mmHg (a 21 °C)
Densidade de vapor: 2,9 (ar = 1)
Densidade: 0,660 a 0,675 (a 20/4 °C)
Solubilidade: Em água: Insolúvel
Solventes orgânicos: Solúvel.
Coeficiente de partição – n-octanol/água: Não disponível
Temperatura de auto-ignição: 225,0 °C
Temperatura de decomposição: Não disponível
Viscosidade: Não disponível

10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE


Estabilidade química: Produto estável em condições normais. Não polimeriza.
Reatividade: Não disponível
Possibilidade de reações perigosas: Reage violentamente com oxidantes fortes.
Condições a serem evitadas: Substâncias incompatíveis, calor, chama ou faíscas. Pode
explodir se aquecido em recipiente fechado.
Materiais ou substâncias incompatíveis: Oxidantes fortes, como tetracloreto de prata,
trifluoreto de bromo, ácido nítrico, tetróxido de dinitrogênio, tetranitrometano, clorados (como
cloro líquido) e oxigênio concentrado (como peróxidos).
Produtos perigosos da decomposição: Combustão (incêndio) produzirá vapor d’água, CO2
(dióxido de carbono), óxidos de nitrogênio, hidrocarbonetos, CO (monóxido de carbono),
fumaça e particulados.

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 8 / 11

11. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS


Informações de acordo com as diferentes vias de exposição
Toxicidade aguda (dados Cetesb 2006)
Inalação: CL50 (homem,10 min.)= 5.000 ppm (sistema nervoso central)
Contato com os olhos: Irritação ao olho humano: 5 ppm (Cetesb)
Ingestão: DL50 (rato) = 28.710 mg/kg (Petrobrás).
Toxicidade crônica
Ingestão: Pode causar vômitos e diarréia, além de efeitos narcotizantes.
Contato com a pele: Pode causar dermatite por ressecamento.
Principais sintomas: Se a exposição for prolongada, pode causar dor de cabeça, náuseas,
tontura, perturbações visuais e auditivas, além de excitação. Pode produzir depressão
moderada, seguida de falta de coordenação motora, confusão mental, podendo evoluir até a
perda de consciência. Pode causar vômitos e diarréia, além de efeitos narcotizantes, se
ingerido. Lesões no sistema nervoso periférico, podendo causar formigamento, alterações de
sensibilidade e de marcha. Pode causar arritmia cardíaca.
Efeitos específicos
Efeitos locais
Inalação: Pode causar irritação nas vias aéreas superiores, com tosse úmida (secreção
mucosa).
Contato com a pele: Irritante.
Contato com os olhos: Pode causar irritação, principalmente pelo contato com o hexano na
forma líquida.
Substâncias que podem causar
Interação: Não disponível
Aditivos: Não disponível
Potenciação Não disponível
Sinergia Não disponível

12. INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS


Efeitos ambientais, comportamentos e impactos do produto: Vapores do produto tornam
o ambiente inflamável. É tóxico a vida aquática. No solo o produto poderá em parte percolar e
contaminar o lençol freático.
Ecotoxicidade (dados Cetesb 2006)
Efeitos sobre organismos aquáticos: O produto é poluente hídrico. Pode transmitir
qualidades indesejáveis à água prejudicando seu uso.
Peixes :
Carassius auratus DL 50(24 h) = 4 mg/l

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 9 / 11

Oncorhynchus kisuth = nenhuma mortalidade em quantidade até 100 ppm, em água marinha
artificial a 8º C.
Algas: Microcystes pyrifera, pouco ou nenhum efeito sobre fotossíntese = 10 ppm.
Efeitos sobre organismo do solo: Pode afetar o solo e, por percolação degradar a
qualidade da água do lençol freático.
Persistência e degradabilidade: Biodegradável – 46% de remoção, após 196 horas, em
água subterrânea natural, a 13º C (Cetesb 2006)
Potencial bioacumulativo: Não disponível
Mobilidade no solo: Volátil
Outros efeitos adversos: Não disponível

13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO


Métodos recomendados para tratamento e disposição aplicados
Produto: Conter o vazamento, e remover o produto com caminhão vácuo. Recuperar por
destilação.
Restos de produtos: Queimar em incinerador químico, equipado com pós-queimador e
lavador de gases. A disposição deve ser acompanhada por um técnico especializado. Nos
resíduos aquosos de baixa concentração, pode ser utilizado o tratamento biológico.
Embalagem usada: Não usar para armazenar água ou produtos para consumo humano.
Queimar em incinerador ou colocar em aterro específico. Devem ser considerados como lixo
perigoso e tomados os cuidados de acordo com os regulamentos vigentes.
Observação: O usuário deve consultar os órgãos locais sobre regulamentação para
disposição.

14. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSPORTE


• Regulamentações nacionais e internacionais: Produto perigoso para o transporte
conforme Resolução N° 420 do Ministério dos Transportes.
Terrestres:
Transporte rodoviário no Brasil:
Número ONU: 1208
Nome apropriado para embarque: Hexanos
Classe de risco/divisão: 3
Número de risco: 33
Risco subsidiário: Não se aplica.
Grupo de embalagem: II

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 10 / 11

Hidroviário:
Marítimo:
Número ONU: 1208
Classe IMO: 3
Nome adequado para embarque: Hexanos
Classe de risco: 3
Número de risco: 33
Poluente marinho: não
Aéreo:
Número ONU: 1208
Classe IATA: 3
Nome adequado para embarque: Hexanos
Grupo de embalagem: 2

15. REGULAMENTAÇÕES
Regulamentações específicas para o produto químico
Classificação (segundo CEE):
F – Facilmente inflamável
Xn – Nocivo
Xi – Irritante
Frases de risco:
R 11 – Facilmente inflamável.
R 38 – Irritante para a pele.
R 48/20 – Nocivo: Perigo de graves danos à saúde por prolongada exposição por inalação.
R 62 – Possível risco de prejudicar a fertilidade.
R 65 – Nocivo – pode causar dano pulmonar se ingerido.
R 67 – Os vapores podem causar sonolência e vertigem.
R 51/53 – Tóxico aos organismos aquáticos, pode causar efeitos danosos duradouros ao
ambiente aquático.
NFPA:
Saúde (azul): 1
Inflamabilidade (vermelho): 3
Reatividade (amarelo): 0
• FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico) em conformidade
com o Decreto 2657 de 03.07.98, contém informações diversas sobre um determinado
produto químico, quanto à proteção, à segurança, à saúde e ao meio ambiente. Em alguns
países, essa ficha é chamada de Material Safety Data Sheet - MSDS. A norma brasileira NBR
14725-4, versão corrigida em 26.01.2010, apresenta informações para a elaboração e o
preenchimento de uma FISPQ. Esta norma estabelece que as informações sobre o produto

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011
FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Rev: 03
DE PRODUTO QUÍMICO

Código: FISPQ - 041 HEXANO Pág: 11 / 11

químico devem ser distribuídas, na FISPQ, por 16 seções determinadas, cuja terminologia,
numeração e seqüência não devem ser alteradas.
o
• Transporte de Produtos Perigosos: Decreto N 96.044, de 18/maio/1988 (Aprova o
regulamento técnico para o transporte rodoviário de produtos perigosos e dá outras
providencias). Resolução do Ministério dos Transportes No 420 de 12/Fev./2004, (aprova as
instruções complementares ao regulamento do transporte terrestre de produtos perigosos).

16. OUTRAS INFORMAÇÕES


Informações importantes, mas não especificamente descritas às seções anteriores
Nos locais onde se manipulam produtos químicos deverá ser realizado o monitoramento da
exposição dos trabalhadores, conforme PPRA (Programa de Prevenção de Riscos
Ambientais) da NR-9. Funcionários que manipulam produtos químicos em geral, devem ser
monitorados biologicamente conforme PCMSO (Programa Médico de Saúde Ocupacional) da
NR-7.
As informações e recomendações constantes desta publicação foram pesquisadas e
compiladas de fontes idôneas e capacitadas para emiti-las. Os dados dessa Ficha referem-se
a um produto específico e podem não ser válidos onde esse produto estiver sendo usado em
combinação com outros.
Referências bibliográficas: FISPQ dos fornecedores
Legendas e abreviaturas
LT – MP = Limite de Tolerância – Média Ponderada
VM = Valor Máximo
NR = Norma Regulamentadora
ACGIH: American Conference of Governmental Industial Hygienists
TLV – TWA = Threshold Limit Value – Time Weighted Average
TLV – STEL = Threshold Limit Value – Short-Term Exposure Limit
IARC = International Agency for Research on Cancer
PPRA = Programa de Prevenção de Riscos Ambientais
PCMSO = Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional
IMDG = International Marine Dangerous Goods Code
IATA – DGR = International Air Transport Association – Dangerous Goods Regulation

Elaborado por: Revisado por: Aprovado por:


Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo Claudia S. Portantiolo
Responsável Técnica Responsável Técnica Responsável Técnica
CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549 CRQ XIII 13400549
Data: 09/08/2011 Data: 28/04/2011 Data: 09/08/2011

Anexo - 9 PSQ C.1 – Controle de Projetos


Rev: 00 Data: 10/03/2011