You are on page 1of 3

UFRN – CCHLA − DEPARTAMENTO DE LETRAS

CONCURSO PARA O CARGO DE PROFESOR ADJUNTO DE LINGÜÍSTICA

PROGRAMA

1. A lingüística como ciência: concepções das principais correntes da lingüística


moderna.
2. Paradigmas lingüísticos: o pólo formalista e o pólo cognitivo-funcional.
3. Linguagem e cognição.
4. Abordagens do texto / discurso.
5. A(s) análise(s) discursiva(s).
6. A problemática dos gêneros do discurso/gêneros textuais.
7. A linguagem como prática discursiva
8. Dialogismo e heterogeneidade discursiva
9. Subjetividade na Linguagem
10. Lingüística Aplicada e ensino

TEMAS DA PROVA DIDÁTICA


1. Concepções de linguagem: da estrutura ao uso
2. A(s) lingüística(s) do texto: pressupostos, categorias descritivas e metodologias.
3. A(s) análise(s) do(s) / de discurso(s): pressupostos, categorias descritivas e
metodologias.
4. A linguagem como prática discursiva
5. Gêneros discursivos e gêneros textuais
6. Lingüística Aplicada e ensino

BIBLIOGRAFIA

ADAM, J.-M. A lingüística textual. Introdução à análise textual dos discursos. São
Paulo: Cortez, 2008.
APRESJAN, J. D. Idéias e métodos da lingüística estrutural contemporânea. São
Paulo: Cultrix,1980.
AUSTIN, J.L. Quando dizer é fazer. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990
AUTHIER-REVUZ. J. Entre a Transparência e a opacidade: um estudo enunciativo do
sentido. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005.
BAKHTIN, M/VOLOSHINOV. V. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins
Fontes, 2003.
BAKHTIN, M/VOLOSHINOV. V. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo:
Hucitec, 1988.
BENVENISTE, É. Problemas de lingüística geral I e II. São Paulo: Pontes, 1989.
BRONCKART, J. Atividades de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo
sócio-discursivo. São Paulo: EDUC, 2003.
CAVALCANTE, M. M., RODRIGUES, B. B., CIULLA, A. Referenciação. São Paulo:
Contexto, 2003.
CAVALCANTE, M. M. et al. Texto e discurso sob múltiplos olhares: referenciação e
outros domínios discursivos. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007. 2 vol.
CHOMSKY, N. Aspectos da Teoria da Sintaxe. Coimbra: Armênio Amado, 1975.
CHOMSKY, N. Linguagem e Pensamento. Petropólis: Vozes, 1971.
CHOMSKY, N. Novos horizontes no estudo da linguagem e da mente. São Paulo:
Editora Unesp, 2002.
CHOMSKY, N. Sobre natureza e linguagem. São Paulo: Martins Fontes 2006.
DUCROT, O. O dizer e o dito. Campinas: Pontes, 1987.
FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora da UNB, 2001.
FARACO, C. Linguagem & Diálogo: as idéias lingüísticas do Círculo de Bakhtin. Criar
Edições, 2003.
FELTES, H. P. M. Produção de sentido: estudos transdisciplinares. Caxias do Sul:
EDUCS; Porto Alegre: Nova Prova; Sao Paulo: Annablume, 2003.
FELTES, H. P. M. Semântica cognitiva. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2007.
FIORIN, J. L. (org.). Introdução à lingüística. São Paulo: Contexto, 2003, 2004. 2 v.
FOUCAULT, M. A Arqueologia do saber. 6. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2000.
FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 7. ed. São Paulo: Loyola, 2001.
FURTADO DA CUNHA, M. A.; RIOS DE OLIVEIRA, M.; MARTELOTTA, M. E.
(Orgs.). Lingüística funcional: teoria e prática. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.
GADET.F. e HALK, T. - Por uma análise automática do discurso: uma introdução à
obra de Michel Pêcheux. Campinas, Editora da Unicamp. 1990.I. V.
GLEASON JR., H. A. Introdução à lingüística descritiva. Lisboa: Fundação Calouste
Gulbenkian, 1961.
KOCH, I. V. O texto e a construção dos sentidos. São Paulo: Contexto, 2000.
KOCH, I. V., MORATO, E. M., BENTES, A. C. Referenciação e discurso. São Paulo:
Contexto, 2005.
KRISTEVA, Júlia. História da linguagem. Lisboa, Edições 70, 1983.
LYONS, John. Introdução à lingüística teórica. São Paulo: Companhia Editora
Nacional, 1979.
MAINGUENEAU. D. Gênese dos discursos. Curitiba: Criar Edições. 2005.
MAINGUENEAU. D. Novas tendências em análise do discurso. Campinas: Pontes,
1990.
MARTELOTTA, M. E. (org.) Manual de lingüística. São Paulo: Contexto, 2008.
MUSSALIM, F.; BENTES, A. C. (org.) Introdução à lingüística. São Paulo: Cortez:
2000, 2001, 2004. 3 vol.
NEGRI, L, FOLTRAN, M. J., OLIVEIRA, R. P. Sentido e significação. São Paulo:
Contexto, 2004.
ORLANDI, E . Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico.
Petrópolis: Vozes, 1996.
PASSEGGI, L., OLIVEIRA, M. S. Lingüística e educação. São Paulo: Terceira
Margem, 2001.
PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. 3. ed. Campinas: Pontes, 2002.
PERINI, M. A. Princípios de lingüística descritiva. São Paulo: Parábola, 2006.
ROJO, R. A prática de linguagem em sala de aula. São Paulo: Mercado de Letras, 2000.
SAUSSURE, F. de. Curso de lingüística geral. São Paulo, Cultrix, 1978.
SEARLE, J.R. Os actos de fala. Coimbra: Almedina, 1984.
SIGNORINI, I, (orgs) Gêneros catalisadores:letramento e formação de professor. São
Paulo: Parábola, 2006.
SILVA, A. S. da O mundo dos sentidos em português. Polissemia, semântica e cognição.
Coimbra: Almedina, 2006.
SILVA, A. S. DA; TORRES, A.; GONÇALVES, M. Linguagem, cultura e cognição.
Estudos de lingüística cognitiva. 2 v. Coimbra: Almedina, 2004.
ZACCUR, E. (Org.) A magia da linguagem. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 1999.
ZOZZOLI, R. e OLIVEIRA, M.B.F. de Leitura, Escrita e Ensino. Maceió, EDUFAL.
2008.