You are on page 1of 2

Disciplina: Sociologia

Professor: William Nunes


Turmas: segundos anos de Ensino Médio Integrado de Técnico em Agropecuária e
Técnico em Informática

A T I V I D A D E A V A L I A T I V A
(enviar a resolução para o e-mail william.nunes@iffarroupilha .edu.br)

A partir da apreciação do episodio 25 do desenho animado Irmão do Jorel,


intitulado Fúria e Poder Sobre Rodas, e do material de estudo da disciplina, respondam
as questões a seguir em duplas.

Considere o seguinte diálogo entre Lara e Irmão do Jorel (00:59 a 01:41) para realizar
as questões 1 e 2:
Lara – Deixa de ser “frangote”!
Irmão do Jorel – Você quer dizer que eu sou “mulherzinha”, por acaso?
Lara – Claro que não, Irmão do Jorel! Você chama alguém de
“mulherzinha” quando a pessoa é incrível.
Irmão do Jorel – “Mulherzinha” é quem faz coisa de menina, Lara.
Lara – Ah, é? E o que seria uma coisa de menina?
Irmão do Jorel – Sei lá. Brincar com um pônei rosa em miniatura, por exemplo.
Lara – Eu sou uma mulherzinha e não brinco com pônei rosa em
miniatura nenhum. Eu prefiro jogar bola.
Irmão do Jorel – Mas jogar bola é coisa de menino.
Lara – Quem disse?
Irmão do Jorel – Éh... Não sei. Alguém falou.

1. O diálogo entre Lara e Irmão do Jorel põe em questão os papéis de gênero em nossa
sociedade. Explique a diferença entre sexo e gênero, identifique qual das personagens
do diálogo acima faz uma defesa da visão tradicional de gênero e demonstre quais os
argumentos que são utilizados por ela para legitimar tal visão. (2 pontos).

2. É possível perceber que o diálogo entre Lara e Irmão do Jorel é motivado pela
discordância sobre o que é ser “mulherzinha”. Em contraposição a Irmão do Jorel, Lara
defende a valorização social feminina, associando a palavra “mulherzinha” a qualidades
positivas e não a um insulto. A crescente valorização da mulher em nossa sociedade está
fortemente vinculada ao surgimento do feminismo, entre o final do século XIX e início
do século XX, movimento social, filosófico e político que luta, dentre outras coisas,
pela igualdade de direitos entre mulheres e homens, assim como pela superação de
padrões sexistas opressores. Atualmente, existem diversos grupos e personalidades
públicas que promovem iniciativas de cunho feminista em nossa sociedade, visando a
valorização social feminina. Tragam o exemplo de um grupo ou personalidade que se
enquadram nesse perfil e expliquem com as suas palavras que tipo de ação promovem.
(2 pontos).
3. As diferenças e as desigualdades de posições de gênero que fundamentam o padrão
tradicional de relações entre mulheres e homens em nossa sociedade são demarcadas a
partir dos mais diversos aspectos do cotidiano, alguns deles muito sutis. Desde as
brincadeiras que são destinadas a meninas e meninos na infância, até as posições
ocupadas pela mulher e pelo homem em uma dança, é possível perceber a construção de
identidades de gênero diferentes. De maneira hegemônica, as mulheres são vinculadas
às noções de delicadeza e sensibilidade, enquanto os homens são vinculados à força e à
racionalidade. Na relação entre Lara e Irmão do Jorel há uma visível contestação desse
padrão. De tal forma, cite exemplos de situações entre Lara e Irmão do Jorel onde as
relações esperadas a partir do padrão tradicional de gênero são subvertidas e justifique
seus exemplos. (2 pontos).

4. No episódio Fúria e Poder Sobre Rodas, Irmão do Jorel é impedido de entrar para o
time de Roller Derby pelo fato desse esporte ser exclusivamente feminino, algo que o
deixa muito frustrado. Podemos ver aí um exemplo evidente de repressão de desejos e
comportamentos em função da separação de gêneros imposta socialmente. Tendo em
vista essa situação, tragam exemplos de mecanismos simbólicos e discursivos de
distinção de gênero que influenciam as suas vivências. Expliquem como eles se
manifestam e os tipos de efeitos que produzem. (2 pontos).

5. No desenho há uma diversidade de expressões de identidades gênero, porém


principalmente na construção estética e comportamental das personagens Lara (a melhor
amiga do Irmão do Jorel) e Ana Catarina (a paixão platônica do Irmão do Jorel) é
possível perceber características contrastantes sobre o que é ser mulher. Tomando como
ponto de discussão a objetificação do corpo feminino em nossa sociedade, realize uma
análise comparativa do perfil das referidas personagens. (2 pontos).

6. Questão extra. Caso queiram, elaborem uma questão extra e a respondam. (2 pontos
extras).