You are on page 1of 1

Brasília, 09 de maio de 2018.

Senhor Cotista,

A BRB - DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., na qualidade de gestora do FUNDO
DE INVESTIMENTO EM RENDA FIXA BRB – LIQUIDEZ, CNPJ 00.832.588/0001-40, convoca os senhores a se
reunirem no dia 22.05.2018, às 10h, na sede do BRB, SBS Quadra 01, Bloco E, Edifício Brasília, Auditório
do 15º andar, em Assembleia Geral Extraordinária, considerando o que prescreve a INSTRUÇÃO CVM Nº
555, para deliberar sobre a seguinte pauta:

(i) PROPOSTA DE REESTRUTURAÇÃO DA PRIMEIRA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, DA ESPÉCIE COM
GARANTIA REAL, EM SÉRIE ÚNICA, DA COMPANHIA CORREIO BRAZILIENSE S/A – POSICIONAMENTO DO
FUNDO NA AGD.

A Companhia Correio Braziliense S/A, emissora das debêntures (Ativo) adquiridas pelo Fundo em agosto de
2016, apresentou “Proposta de Reestruturação” do Ativo em virtude do não cumprimento de obrigações
financeiras (pagamento da amortização e juros contratados). O Fundo possui o valor total de
R$ 1.016.764,04, correspondente a 2,13% da quantidade integral da referida emissão, e correspondente a
2,13% do patrimônio líquido do Fundo. Prezando pelos deveres de diligência e no exercício da função
fiduciária, a BRB DTVM contratou, em nome do Fundo, a elaboração de parecer jurídico elaborado por
profissionais especializados. Este parecer concluiu que “qualquer proposta de renegociação das obrigações
assumidas pela entidade Emissora deve, necessariamente, vir acompanhada de melhores condições aos
credores”. Nesse sentido, a gestora buscou uma negociação que viabilizasse o pagamento por parte da
devedora e o cumprimento dos objetivos dos fundos em consonância com a orientação do escritório de
advocacia. A “Proposta de Reestruturação” contempla novo fluxo de pagamento dos juros e amortização
bem como oferece como garantia adicional de novos contratos de recebíveis, mantendo as expectativas de
rentabilidade. Além disso, o compromisso de alienação do imóvel permanece onerado em favor dos
Debenturistas/Credores para o fim específico de satisfazer as obrigações contraídas pela emissão dos
valores mobiliários. Assim, pelo princípio da transparência, a gestora submete aos cotistas a proposta para
a orientação de voto de aprovação/reprovação em assembleia geral de cotistas.

Cenário1– Aprovação (A FAVOR) – ativo com vencimento em 5 anos, pagamento de juros a partir do 13º
mês, amortização a partir de 25º mês, rentabilidade de 140% do CDI e liquidação final no vencimento.

Cenário 2 – Reprovação (CONTRA) – procedimento de execução da alienação fiduciária do imóvel sede da
emissora.

Ressalta-se que a deliberação dos cotistas não garante que a decisão final da Assembleia Geral de
Debenturistas a ser realizada posteriormente seja a mesma.

Os documentos disponíveis para suporte estão em www.brb.com.br, localize a aba
InvestimentosPortfolio de fundos BRB Liquidez  AGE 22.05.2018.
MANIFESTAÇÃO DO COTISTA

Aprovar a repactuação da debênture
( ) A FAVOR ( ) CONTRA
_____________________
Assinatura
_______________________________________________________________________________
Para uso da Agência Abonamos a assinatura acima

__________ ______________ _____________________________
Agência Conta Corrente Rubrica e carimbo do Comissionado responsável

___________________________ ATENÇÃO:
Nome do Cotista
O voto só será considerado válido se
___________________________ a assinatura do cotista for abonada
CC
por um funcionário comissionado do
CPF
BRB – Banco de Brasília S/A.

Sua manifestação poderá ser entregue em sua agência de relacionamento, para encaminhamento via
malote aos cuidados da BRB DTVM/GEDAF, caso o cotista não possa comparecer à Assembleia. Somente
serão consideradas válidas as manifestações recebidas na sede da BRB DTVM até às 10h do dia
22/05/2018. O resumo das deliberações da Assembleia estarão disponíveis, em nosso site, a partir de
26/05/2018.

BRB – DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS