You are on page 1of 19

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng


www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
APRESENTAÇÃO
Este e-book tem o objetivo de servir como material complementar ao e-
book “Dimensionamento e análise estrutural passo a passo” e é destinado àquele que
deseja aprender a desenvolver projetos estruturais de forma eficiente e segura através de
um dos principais e melhores softwares para projetos estruturais.

Os textos e imagens apresentados são de inteira responsabilidade do idealizador deste


material, fundamentados através de vários materiais bibliográficos, tais como:

 Livro: Curso Prático CypeCAD (Multiplus)


 FAQ (Multiplus)

“O conhecimento só é válido quando aplicado e acima de tudo, compartilhado.”

Espero que goste deste material e que ele possa lhe auxiliar no seu dia-a-dia profissional. Em
caso de correções ou de sugestões que visem melhorar o conteúdo do mesmo, estou 100% à
disposição para ouvir.

Atenciosamente,

Vinícius Cardoso Santos


Professor|Eng. Civil

"Há uma força motriz mais poderosa que o vapor,


a eletricidade e a energia atômica: A vontade."
- Albert Einstein

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
SUMÁRIO

1. DETALHAMENTO DE ARMADURA DE VIGAS ............................................................................... 4


2. ERROS MAIS COMUNS DE DIMENSIONAMENTO DE VIGAS ........................................................ 7
2.1 ERROS RELATIVOS À SEÇÃO DE CONCRETO OU METÁLICA ...................................................... 8
2.2 ERROS RELATIVOS À ESTRIBOS ............................................................................................... 13
2.3 ERROS RELATIVOS À VIGAS DE FUNDAÇÃO ............................................................................ 14
2.4 ERROS RELATIVOS À ARMADURAS EM GERAL ........................................................................ 14
2.5 ERROS RELATIVOS À ARMADURAS DE MONTAGEM ............................................................... 16
2.6 ERROS RELATIVOS À ARMADURAS NEGATIVAS ...................................................................... 17
2.7 ERROS RELATIVOS À ARMADURAS POSITIVAS ........................................................................ 18

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
4

ERROS MAIS COMUNS DE DIMENSIONAMENTO - CYPECAD

1. DETALHAMENTO DE ARMADURA DE VIGAS

O CYPECAD possui várias configurações para a geração dos desenhos de vigas.

É difícil ter uma configuração que atenda a todos os casos, por isso devemos saber onde
alterar os parâmetros para otimizar o detalhamento para cada tipo de obra.

O default do CYPECAD é gerar a armadura mais econômica possível, por isso se comparar a
área de aço necessária com a área de aço colocada, a diferença será muito pequena. Porém
muitas vezes o detalhamento mais econômico em seção de aço não é o mais indicado em
termos de execução. Para ter uma armadura mais simplificada podemos acessar:

 Entre em Obra
 Escolha a opção Dados Gerais

 Acesse “Por Elemento”

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
5

 Selecione a caixa amarela em frente a “Armadura de Montagem”

 Selecione o item Montagem contínua no tramo:

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
6

 Ou altere o valor do comprimento de barra mínima:

No caso, escolha a opção Armadura Porta-Estribos.

Veja que o default para o item comprimento de barra mínimo está em 80 cm.

Alterando esse valor para 300 (limite Máximo: 600 cm) teremos a seguinte configuração:

Existem dois tipos de armaduras superior: Armadura Negativa e Porta Estribo.

O CYPECAD sempre vai colocar a armadura negativa nos apoios e nos pontos em que o
momento positivo é predominante será colocado apenas uma armadura de montagem
(porta-estribos).

Ao alterar esse valor para 300 cm, no caso da armadura negativa ter um comprimento
menor do que 300 cm, o CYPECAD automaticamente vai unir com a armadura porta-estribo,
utilizando a área de aço da armadura negativa.

Com essa configuração, não terá barras com comprimentos pequenos, otimizando o
detalhamento de vigas.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
7

Também pode utilizar a armadura continua no tramo, porem a armadura continua, é uma
armadura de montagem que será disposta em toda a viga, e onde a armadura de montagem
não for suficiente, será acrescentado a armadura negativa.

Esse tipo de configuração requer que o usuário altere sua tabela de ferros, retirando as
armaduras de 5 e 6,3, já que se essas armaduras ficarem na tabela, sempre será colocado
esses ferros de ponta a ponta e mais a armadura negativa, muitas vezes de 6,3 e 8, ou seja,
em vez de colocar 2 ferros de 8 por exemplo, será colocado 2 de 6,3 ao longo da viga e mais
2 de 6,3 no comprimento do negativo.

2. ERROS MAIS COMUNS DE DIMENSIONAMENTO DE VIGAS

As vigas com problemas são desenhadas em vermelho se o erro está classificado como
grave, ou a amarelo se o erro está classificado como leve.

Esta classificação pode ser modificada na opção OBRA > DADOS GERAIS > POR ELEMENTOS
> OPÇÕES PARA VIGAS > ATRIBUIÇÃO DE CORES PARA ERROS.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
8

2.1 ERROS RELATIVOS À SEÇÃO DE CONCRETO OU METÁLICA

Compressão oblíqua: Cortante


Esta mensagem indica que a seção de concreto é insuficiente e que há rotura por
compressão oblíqua. Por isso, apesar de a armadura longitudinal e transversal ser calculada
pelo programa, o concreto rompe por compressão. Solução: Aumentar a seção transversal
da viga, largura ou altura.

Dobra por compressão: Isto pode acontecer nos apoios (internos extremos), quando a seção
for reduzida e o momento de cálculo for maior que o momento limite, com o que se torna
necessária a armadura inferior trabalhando a compressão. Como o comprimento de
amarração é insuficiente, devido à dimensão do pilar, é necessário, ou aumentar o pilar ou
tomar outras medidas. Em apoios intermédios não se deve cortar a armadura, mas torná-la
contínua (ao máximo), corrigindo o desenho. Solução. Aumentar a altura da viga para
diminuir a seção necessária de armadura ou então aumentara largura do pilar.

Armadura compressão superior: A armadura superior trabalha à compressão (normalmente


no centro do vão) e o concreto está na sua capacidade máxima; nestas condições, em caso
de ruptura, a seção teria uma ruptura frágil. Por isso é muito importante a colocação
adequada dos estribos. Solução: Apesar de não se tratar de um erro, dever-se-ia aumentar as
dimensões da viga.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
9

Armadura compressão inferior: A armadura inferior trabalha à compressão (normalmente


nos apoios da viga) e o concreto está na sua capacidade máxima; nestas condições, em caso
de ruptura, a seção teria uma ruptura frágil. Solução: Apesar de não se tratar de um erro,
dever-se-ia aumentar as dimensões da viga.

Limite de flecha: Trata-se de uma mensagem de aviso sobre a deformação da viga por
razões de funcionamento e estética. A largura recomendada é apenas uma possível solução.
Sobretudo no caso de apoios, o aumento de peso próprio da viga penalizará ainda mais a
flecha, pelo que deve aumentar a altura ou utilizar a opção aumentar a armadura até
encaixar a deformação aos valores adequados.

Limite de flecha inst. carga permanente: Foi ultrapassado o limite da flecha. Solução:
Aumentar preferencialmente a altura da viga, já que aumentando a largura apenas se ganha
inércia e aumenta-se muito o peso próprio. Se o limite tiver sido superado ligeiramente,
pode-se optar por aumentar a armadura da viga, no editor de armadura, até que a
deformação chegue nos valores adequados.

Limite de flecha inst. Sobrecarga: Ver Limite de flecha inst. carga permanente.

Limite de flecha inst. Total: Ver Limite de flecha inst. carga permanente.

Limite flecha total no infinito: Ver Limite de flecha inst. carga permanente.

Limite de flecha ativa: Ver Limite de flecha inst. carga permanente.

São necessários blocos rebaixados: Aparece quando na definição da viga pré-tensionada foi
especificado que se deve ter um número mínimo de blocos rebaixados e na planta foi
introduzida uma viga pré-tensionada sem abas.

Torção excessiva: A armadura de alma, devida à torção, tem um espaçamento menor que o
mínimo definido nas opções de cálculo. Também pode ser devido ao fato da armadura
longitudinal necessária por torção, distribuídas pelas faces superior e inferior da viga, não se

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
10

encaixar nas tabelas de armadura disponíveis para essa seção de viga. Solução: Aumentar a
altura ou largura da viga.

Compressão oblíqua: torção: O momento torsor é maior que o admissível, por compressão
oblíqua do concreto. Solução: Estudar o diagrama de momentos torsores ao longo da viga e,
se o momento torsor é importante somente no extremo da viga, dentro da zona maciça, não
será previsível problema algum. Se não existem zonas maciças, será necessário aumentar a
altura ou largura da viga. Entende-se por zonas maciças, os maciços em lajes nervuradas e
zonas de laje maciça, assim como os balanços que não tem continuidade das nervuras com
as nervuras do pano anterior, mas nas que se prevê que se maciçará, pelo menos, a primeira
fila de blocos, para transmitir as compressões que, por flexão, se originam na face inferior da
laje contígua.

Compressão oblíqua: A combinação de momento torsor e esforço cortante é maior que o


admissível, provocando o esgotamento do concreto por compressão oblíqua. Solução:
Estudar o diagrama de momentos torsores ao longo da viga e, se o momento torsor é
importante somente no extremo da viga, dentro da zona maciça, não será previsível
problema algum. Se não existem zonas maciças, será necessário aumentar a altura ou
largura da viga. Entende-se por zonas maciças, os maciços em lajes nervuradas e zonas de
laje maciça, assim como os balanços que não tem continuidade das nervuras com as
nervuras do pano anterior, mas nas que se prevê que se maciçará, pelo menos, a primeira
fila de blocos, para transmitir as compressões que, por flexão, se originam na face inferior da
laje contígua.

Impossível armar à torção: Tratando-se de uma viga pré-tensionada, não dispondo de


armadura de montagem superior, não é possível armar corretamente à torção. Também se
pode produzir quando, devido à deficiente largura da viga, só se dispõe de uma barra de
montagem ou positivo. Solução: Evitar a torção modificando o modelo da estrutura no
primeiro caso e aumentar a largura da viga no segundo.

Viga pré-tensada fora da tabela: Não existem tipos suficientes definidos na família de vigas
pré-tensionadas. Solução: Aumentar a tabela de vigas pré-tensionadas.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
11

Armadura manual de console curto: O pilar nasce na viga a uma distância inferior à altura
útil do pilar de apoio mais próximo. Solução: Deve-se calcular o tramo curto da viga através
do programa de consoles curtos e acrescentar um detalhe nas pranchas com a armadura
adicional calculada. Tensão excessiva A tensão sobre o perfil supera a sua tensão admissível.
Solução: Aumentar o perfil.

Não são atendidos critérios flambagem lateral ou abaulamento das abas: A verificação à
flambagem lateral faz-se somente para a aba inferior da viga e quando esta se encontra sob
a laje. Solução: Aumentar o perfil, levando-se em conta que, eventualmente, pode-se
desprezar a flambagem lateral, já que o comprimento de flambagem assumido é o do vão
simples da viga mesmo quando existem apoios intermediários, e o coeficiente de flambagem
é sempre igual a 1(um), ficando, assim, do lado da segurança.

O diâmetro nominal do conector é demasiado pequeno – Solução: Aumentar o diâmetro.

O comprimento total do conector é insuficiente – Solução: Aumentar o comprimento do


conector ou a espessura da cabeça.

O conector não fica embebido na laje – Solução: Diminuir o comprimento do conector ou a


espessura da cabeça.

O comprimento total do conector é insuficiente para o seu diâmetro nominal - Solução:


Aumentar o comprimento do conector.

O diâmetro da cabeça do conector é insuficiente para o seu diâmetro nominal - Solução:


Aumentar o diâmetro da cabeça.

A espessura da cabeça do conector é insuficiente para o seu diâmetro nominal - Solução:


Aumentar a espessura da cabeça.
O diâmetro nominal do conector não assegura a ductilidade da ligação: Ver O diâmetro
nominal do conector é demasiado pequeno.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
12

O comprimento do conector é insuficiente para assegurar a ductilidade da ligação -


Solução: Aumentar o comprimento do conector.

A largura da nervura da chapa é insuficiente para a colocação de um conector - Solução:


Para as normas EA-95, REAE e Eurocódigo Portugal a largura mínima da nervura de concreto
na chapa deve ser maior do que 5 cm. Para as normas NCh427, NTC DF, AISC LRFD, AISC ASD
e NBR8800 a largura média da nervura de concreto na chapa deve ser maior do que 5.08 cm
(2").

A altura do conector é insuficiente para a altura da chapa - Solução: Aumentar a altura do


parafuso.

A espessura da chapa é excessiva para a colocação de um conector: Normas NCh427, NTC


DF, AISC LRFD, AISC ASD e NBR 8800. Ocorre quando a altura total da chapa é maior que
7.62cm (3"). Solução: Utilizar uma chapa de menor espessura.

O número de conectores necessários não cabe no comprimento da viga: Aumentar o


diâmetro do conector, ou colocar um perfil de maior altura para que o esforço cortante no
conector seja menor.

A espessura do banzo é insuficiente para a localização do conector: Limita-se a um mínimo


a espessura da mesa onde se solda o conector. Esta espessura é função do diâmetro do
conector. Solução: Aumentar o perfil.

A largura do banzo é insuficiente para a localização de dois conectores: Existem distâncias


mínimas entre faces de conectores e entre a face do conector e a borda da mesa. Solução:
Escolher um perfil com maior largura de mesa.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
13

2.2 ERROS RELATIVOS A ESTRIBOS

Estribos de 16 mm: Indica que o diâmetro máximo dos estribos é 16 mm com o


espaçamento que especificado, necessário para absorver o esforço (normalmente cortante).
Solução: Aumentar a altura ou largura da viga.

Estribos fora de tabela: A armadura necessária não se encontra na tabela. De qualquer


forma, o programa calcula a armadura necessária independentemente da que esteja
definida na tabela de armaduras. Solução: Apesar de não ser um erro, querendo-se evitar a
armadura proposta pelo programa, deve-se modificar a tabela de armaduras.

Estribos em excesso ou impossíveis: Os estribos não são válidos nem com diâmetro de 16
mm a cada 1 cm. Solução: Deve-se aumentar a altura ou largura da viga.

As treliças não cabem na seção da viga: A largura da treliça mais duas vezes o cobrimento
lateral é maior que a largura da viga. Solução: Aumentar a largura da viga.

Os estribos não cabem na seção da viga: A largura do estribo (considerando os raios de


dobramento) mais duas vezes o cobrimento lateral é maior que a largura da viga. Solução:
Aumentar a largura da viga.

Os estribos das abas não cabem na seção da viga: A altura do estribo (considerando os raios
de dobramento) mais duas vezes o cobrimento é maior que a altura da mesa da viga.
Solução: Aumentar a altura da mesa da viga.

Espaçamento estribos: Não passa na verificação de espaçamento mínimo entre estribos.


Solução: Aumentar a altura ou largura da viga.

São necessários estribos por torção: Em vigas pré-tensionadas ou de treliça, quando existe
torsor que não seja possível absorver com o concreto, o programa avisa que colocou estribos
que resistem a esse excesso de torção. É apenas um aviso. O programa o fez
automaticamente.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
14

Compressão oblíqua por esf. tangencias união aba-alma: Em vigas T o concreto rompe por
compressão oblíqua na união mesa-alma. Solução: Aumentar a espessura da mesa.

Estribos abertos. Devem ser fechados porque são p/ torção: Foi selecionada, nas opções de
estribos para vigas pré-tensionadas, a disposição de estribos abertos, mas existe momento
torsor, que pede estribos fechados. Solução: Mudar a opção para estribo fechado.

Diâmetro de estribos maior largura/10: Norma NBR 6118:2014: Limita-se o diâmetro


máximo do estribo. Solução: Aumentar a altura ou a largura da viga.

2.3 ERROS RELATIVOS A VIGAS DE FUNDAÇÃO

Não há equilíbrio: Na seção transversal, a resultante de tensões fica fora da largura da viga.
Solução: Aumentar a largura da viga.

São necessários grampos nas abas: A seção de concreto da mesa é insuficiente para
absorver o esforço cortante. Solução: Deve-se calcular os estribos da mesa manualmente ou
aumentar a altura da mesa.

Tensão média maior que a tensão admissível: A tensão transmitida ao terreno, no ponto
médio da seção transversal, é superior à admissível. Solução: Aumentar a largura da viga.

Tensão na borda > 1.25 x tensão admissível: A tensão transmitida ao terreno, na borda da
seção transversal, é superior a 1.25 vezes a tensão admissível. Solução: Aumentar a largura
da viga.

2.4 ERROS RELATIVOS A ARMADURAS EM GERAL

Armadura pele fora de tabela: Ver Estribos fora de tabela

Ao se colocar a dobra geram-se segmentos de comprimento insuficiente: A dobra não cabe


na altura da viga. Solução: Aumentar a altura da viga.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
15

Viga contínua incorreta. Dividir no pilar: O programa considera que o encontro de dois
tramos de vigas que, a princípio, formam uma viga contínua em um pilar, não é possível.
Solução: Dividir a viga contínua no pilar, com a opção "Dividir viga contínua".

A armadura de pele não cabe na seção útil: Não passa na verificação de espaçamento
mínimo vertical. Solução: Aumentar a altura da viga.

Tramo curto, comprimento de barra menor que o mínimo de ancoragem: O comprimento


da viga é muito pequeno e a armadura não tem comprimento suficiente disponível. Solução:
Reveja a geometria da viga.

Armadura fora da viga. Reveja geometria de extremos e encontros: A armadura, nos


encontros com outras vigas de menor altura, sai fisicamente da viga por problemas de
interpretação da geometria do encontro por parte do programa. Solução: Modificar
ligeiramente os encontros com outras vigas.

Dobra da armadura de pele: É necessário ancorar a armadura de alma devido ao momento


torsor a que pode estar sujeita a viga e, em função do comprimento de ancoragem, a dobra
é necessária. Trata-se apenas de um aviso. O programa o fez automaticamente.

Divisão de barra dentro de zona de confinamento: Aparecerá esta mensagem quando se


utiliza a opção de ancorar a armadura positiva junto às zonas de confinamento sendo assim
colocadas emendas nestas zonas, para evitar que o comprimento exceda o comprimento
máximo da barra (padrão 12 m). Solução: Fica a critério do projetista modificar
manualmente a armadura da viga para que as emendas não se produzam nas zonas de
confinamento.

Desnível que necessita detalhe construtivo de continuidade de barras: Em vigas que sofrem
longitudinalmente um desnível (mudança de cota), o programa não calcula os estribos
adicionais do trecho de transição, que dá a continuidade da armadura longitudinal da viga
em relação aos trechos adjacentes aos desníveis. Solução: Realizar o detalhe construtivo que
indique esta armadura complementar.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
16

Comprimento da barra maior que o comprimento máximo: Surge quando, por algum
motivo, o programa não pode dividir a barra e resultem armaduras superiores a 12m.
Solução: Dividir a armadura manualmente.

2.5 ERROS RELATIVOS A ARMADURAS DE MONTAGEM

Armadura de montagem superior fora de tabela: Ver Estribos fora de tabela

Dobra na armadura de montagem superior: O comprimento da dobra é superior à altura da


viga menos o cobrimento. O texto do erro contém o valor em centímetros do excesso,
mesmo que, por padrão, o programa dobre a barras em U. Solução: Não se trata de um erro,
no entanto aconselha-se aumentar a altura ou largura da viga para simplificar a armadura.

Armadura de montagem superior colaborante: Quando uma armadura negativa supera o


comprimento máximo em percentagem indicado nas opções de cálculo (por padrão, 49% do
vão), o programa aumenta a armadura de montagem para que o reforço de armadura
negativa seja mais curto. Não é um erro, apenas um aviso de que a armadura de montagem
tem uma capacidade mecânica superior à geométrica mínima pelo motivo explicado. Analise
se é conveniente aumentar a altura ou a largura da viga, o que poderá ser feito se a
quantidade total de aço da viga for importante.
Armadura de montagem superior excessiva: A armadura sai fora dos limites. Solução:
Aumentar a altura da viga.

A armadura de montagem não cabe na seção útil: O número de camadas de armadura que
cumpre as condições de espaçamento mínimo vertical supõe a colocação de barras a uma
profundidade superior à metade da altura útil. Solução: Aumentar a altura ou largura da
viga.

Diâmetro de armadura de montagem nos cantos por sismo inferior ao mínimo: Limita-se o
diâmetro mínimo das barras dos cantos com a ação sísmica quando se aplica o critério de
armadura por ductilidade, portanto, o programa o faz de forma automática. É apenas um
aviso. O programa o fez automaticamente.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
17

Armadura de montagem em mais de uma camada: Se a armadura não cabe na largura da


viga, o programa a coloca em outra camada e aparece este aviso. Se forem muitas as
armaduras que se colocam na segunda ou mais camadas inferiores, o braço de alavanca
diminui sensivelmente. Fica a critério do projetista permitir que isto ocorra. Deve-se levar
em conta que o braço de alavanca utilizado pelo programa para o cálculo em todas as
armaduras é o da primeira camada. Solução: Aconselha-se aumentar a largura da viga para
que caibam as armaduras.

2.6 ERROS RELATIVOS A ARMADURAS NEGATIVAS

Dobra da armadura superior: Ver Dobra na armadura de montagem superior.

Armadura superior fora de tabela: Ver Estribos fora de tabela.

Quantidade geométrica máxima total superior esquerda: A armadura supera esta limitação
de percentagem máxima. Solução: Aumentar altura e largura da viga.

Quantidade geométrica máxima total superior direita: Ver Quantidade geométrica máxima
total superior esquerda

Quantidade geométrica máxima tração superior: Ver Quantidade geométrica máxima total
superior esquerda

Quantidade geométrica máxima compressão superior: Ver Quantidade geométrica máxima


total superior esquerda

Fissuração na armadura superior (esq.): Mostra-se quando o programa modifica a armadura


para que se verifique se a abertura de fissuras não supera a abertura limite definida. É
apenas um aviso. O programa o efetuou automaticamente.
Fissuração na armadura superior (dir.): Ver Fissuração na armadura superior (esq.).

Armadura negativa excessiva: Ver Armadura de montagem superior excessiva.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
18

A armadura negativa não cabe na seção útil: Ocorre quando a armadura é colocada em um
número de camadas que, embora verifique o espaçamento mínimo vertical, supõe a
colocação de barras a uma profundidade superior à metade da altura útil. Solução:
Aumentar a altura ou largura da viga.

Armadura negativa em mais de uma camada: Ver Armadura de montagem em mais de uma
camada.

2.7 ERROS RELATIVOS A ARMADURAS POSITIVAS

Armadura inferior fora de tabela: Ver Estribos fora de tabela.

Quantidade geométrica máxima total inferior: Ver Quantidade geométrica máxima total
superior esquerda.

Quantidade geométrica máxima tração inferior: Ver Quantidade geométrica máxima total
superior esquerda.

Quantidade geométrica máxima compressão inferior: Ver Quantidade geométrica máxima


total superior esquerda.

Dobra na armadura inferior: Ver Dobra na armadura de montagem superior.

Comprimento de ancoragem armadura inferior > ½ apoio: Quando em zonas de apoios é


necessária armadura de compressão inferior ou por comprimento de ancoragem da
armadura inferior se supera a face oposta do apoio, aparece esta mensagem. Trata-se
apenas de um aviso desta circunstância, já que o programa cota o comprimento necessário.

Fissuração na armadura inferior: Ver Fissuração na armadura superior (esq.).

Armadura positiva excessiva: Ver Armadura de montagem superior excessiva.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611
19

A armadura positiva não cabe na seção útil: Ver a armadura negativa não cabe na seção
útil.

Diâmetro das armaduras positivas nos cantos por sismo inferior ao mínimo: Ver Diâmetro
de armadura de montagem nos cantos por sismo inferior ao mínimo.

Armadura positiva em mais de uma camada: Ver Armadura de montagem em mais de uma
camada.

Copyright © 2018 GRUPO PROCAD - Todos os direitos reservados


Desenvolvido por Vinícius Cardoso Santos | Instagram: @viniciuscardoso.eng
www.viniciuscardosoeng.com.br | (31) 98782-8611