You are on page 1of 1

“Fica tranquilo, você é um homem muito querido”

“acho que o sofrimento fica mais pra a gente, que fica mais nessa expectativa sem saber que
hora vai acontecer... então espera... não tem necessidade de intervir, de medicar, nem de
apressar nada, o tempo é o dele... [médica falando com familiar]”

“a ideia é cuidar para que cada um viva sem dor e perto de quem ama até o fim[repórter]”

“o doente quanto vem para os cuidados paliativos não significa que não tem nada mais para
fazer, a única coisa que eu vou fazer é o que houver de necessário para que ele se sinta bem
[médica]”

“é o finalzinho? Então, vamos dar qualidade de vida pra você? Você quer ir viajar? Então tá,
vamos tirar a sua dor, vamos viver e você vai viajar! E a morte? *movimento com os ombros*
[enfermeira]”