You are on page 1of 10
~~ PUBLIGAGAO ssw 3030 Ate PUBLICAGOES 0062 __te30), 23, 41S | eget peg ALI INSTRUGAO NORMATIVA/INCRAIN? £7,9 DE .f7 DE MARCO DE 2015 Dispde sobre os procedimentos para atualizago cadastral no Sistema Nacional de Cadastro Rural e da outras providéncias. O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZACAO E REFORMA AGRARIA — INCRA Substituto, no uso das atribuigdes que Ihe conferem o inciso VII do Art. 21 da Estrutura Regimental, aprovada pelo Decreto n° 6.812, de 03 de abril de 2009, e 0 inciso IX do Art. 122 do Regimento Intemo, aprovado pela Portaria MDA n° 20, de 08 de abril de 2009, resolve: CAPITULO I DO OBJETO Art. 1° Esta Instrug&o Normativa estabelece normas e procedimentos para atualizagdo de dados no Sistema Nacional de Cadastro Rural — SNCR, instituido pela Lei n° 5.868, de 12 de dezembro de 1972, em conformidade com o art. 46 da Lei n° 4.504, de 30 de novembro de 1964. CAPITULO II DA OBRIGATORIEDADE DA APRESENTACAO DA DECLARACAO PARA CADASTRO DE IMOVEIS RURAIS Art. 2° Serio obrigatoriamente cadastrados no SNCR todos os iméveis rurais, conforme conceito estabelecido no Capitulo TI. Art. 3° O declarante sera: I- 0 proprietario, pessoa natural ou juridica, no caso de propriedade individual; TI 0 possuidor a qualquer titulo, pessoa natural ou juridica, no caso de posse exercida individualmente; III - qualquer um dos condéminos, pessoa natural ou juridica, no caso de propriedade em comum; IV - qualquer um dos compossuidores, pessoa natural ou juridica, no caso de posse exercida coletivamente; V - 0 devedor fiduciante, em caso de constituigao de propriedade fiduciria; VI- 0 usufrutuario, o enfiteuta ou foreiro, o superficiario, o concessionario, ¢ outros que detenham direito real de uso do imével, no caso de o dominio util ¢ o dominio direto apresentarem titularidades distintas. §1° Além do declarante, sero vinculadas ao imével rural todas as demais pessoas que detenham algum direito real sobre ele ou 0 uso temporario da terra. §2° Serio declarados, ainda, os dados do cdnjuge ou companheiro, bem como o regime de bens ¢ a data da celebragio do casamento ou da constituigao da unig estével. Art. 4° Caso a declaragéo nao seja voluntariamente apresentada por quem esteja obrigado a fazé-lo, o INCRA, ao tomar conhecimento da titularidade do imével rural ou da alteragio ocorrida, notificard o interessado para que providencie a atualizagéo cadastral no prazo de 30 (trinta) dias. Art. 5° Decorrido o prazo previsto no art. 4° sem a manifestago do interessado, ou néio sendo poss{vel localizé-lo, o INCRA procederé de oficio a atualizago cadastral do imével, desde que o preenchimento dos dados estruturais e pessoais seja possivel apenas com base na documentagéo disponivel, caso contrério, adotar os procedimentos previstos no Manual de Cadastro Rural. Pardgrafo ‘mico. Nas atualizagSes ex-oficio, a totalidade da area sera informada como rea aproveitivel nfo utilizada na aba Uso ¢ 0 interessado deverd ser comunicado do resultado da atualizagao. CAPITULO 11 DO CONCEITO DE IMOVEL RURAL Art. 6° Imével rural é a extensto continua de terras com destinagio (efetiva ou potencial) agricola, pecuaria, extrativa vegetal, florestal ou agroindustrial, localizada em zona rural ou em perimetro urbano. § 1° Duas ou mais reas confinantes, registradas ou nfo, que apresentem a mesma titularidade, serio cadastradas como um tnico imével rural, mesmo na ocorréncia das hipoteses abaixo: 1- estar o imével situado parcialmente: a) em dois ou mais municipios ou unidades da federagio; ) em zona rural e urbana. IL - existirem interrupedes fisicas por cursos d'dgua, estradas ou outro acidente ‘geogréfico, desde que seja mantida a unidade econdmica, ativa ou potencial. § 2° A existéncia de contratos agrarios (arrendamento, parceria, comodato) nao interfere no conceito de continuidade para fins de caracterizac4o do imével rural, nos termos desta Instrugio Normativa. } CAPITULO IV DA FORMA DE DECLARAGAO Art. 7° A Declaragio para Cadastro de Iméveis Rurais seré prestada mediante 0 preenchimento do formulério eletrénico disponivel na rede mundial de computadores, composto pelas seguintes secdes: 1 - Estrutura: contém os dados referentes a identificagio, localizagao, rea, situagto Juridica do imével rural, entre outros; U1 - Uso: contém os dados referentes a utilizagio ¢ exploragio do imével rural; II - Pessoas: contém os dados referentes & qualificagao de todas as pessoas relacionadas ao imével rural, bem como ao tipo de vinculo; IV - Dado Grafico: contém os dados referentes a geoinformacao do imével rural. Art. 8° Apés o envio da declaragio pela Internet, seré gerado um arquivo do Recibo de Entrega, que conterd a identificag#o do imével ¢ do declarante, bem como a relagao dos documentos necessérios para a comprovagao de dados, conforme 0 caso. Art. 9° No prazo de 30 (trinta) dias, contados a partir da data de envio da declaragao, 0 interessado deverd encaminhar ao INCRA uma via impressa do Recibo de Entrega, anexando a documentagao comprobatéria nele relacionada. § 1° A documentagao pertinente poderé ser encaminhada, pessoalmente ou através do servigo postal, para os enderegos sugeridos no Recibo de Entrega ou em qualquer unidade de recepgdo integrante da Rede Nacional de Cadastro Rural, conforme a convent do interessado. § 2° O operador do SNCR, lotado na unidade de recepgao, receberd a documentagio eniregue pelo interessado e informard imediatamente no Sistema. § 3° Caso néo seja informada a recepgio da documentagao comprobatéria, dentro do prazo a que se refere 0 caput, a declaragao serd rejeitada por decurso de prazo, devendo 0 interessado reiniciar 0 procedimento. Art, 10. Caso a unidade de recepeaio nao seja competente para andlise, nos termos do art. 12, ou o perfil de acesso nao permita o processamento, seré adotado 0 seguinte procedimento: I - quando a recepgdo for realizada por Unidades Avancadas ~ UAs ou Unidades Municipais de Cadastramento — UMCs, estas enviario os documentos para a ‘Superintendéncia Regional a qual est4o subordinadas, para os devidos encaminhamentos; II - recebida a documentagao pela Superintendéncia Regional, nos termos do inciso anterior ou diretamente em sua sede, e constatada a incompeténcia nos termos do art. 12, sera efetuada a remessa imediata para a superintendéncia competent.