You are on page 1of 5

Registros das turmas para a Ata do Conselho

Ciclos para as aprendizagens - Ensino Fundamental - Anos Finais


Cef 01 de Brasília
Matemática – Priscila Costa Diniz -2018
8° A, 8° B , 8° C , 8° D , 9° A
1º Bimestre
8° ano A
Turma com perfil adolescente.
Potencialidades: alunos comunicativos, boa interação com a professora (algo
conquistado gradativamente).
Estratégias didático-pedagógicas: Etapa 1 ( base teórica + atividades ). Duração (3 ou 4
semanas iniciais). Etapa 2 ( prática com avaliações + atividades). Duração (3 ou 4
semanas finais). Objetivo da estratégia: Etapa 1 (fundamentar e possibilitar
ferramentas matemáticas para que o aluno reúna os elementos necessários para
cumprir com os objetivos de aprendizagem propostos) e Etapa 2 (realização de
avaliações com níveis graduais de autonomia aluno versus professor). O empenho e o
esforço dos alunos também foi considerado.
Fragilidades: A turma é formada por alunos que demonstram apatia e falta de
interesse em realizar as tarefas durante as aulas. Alguns alunos tem comportamento
agressivo. Poucos alunos demonstram mínimo ou médio interesse em realizar as
atividades. Turma pouco participativa nas solicitações orais. Turma formada por alguns
alunos fora da faixa etária. Defasagem de conceitos matemáticos básicos acumulados
ao longo dos anos e falta de interesse em aprender por parte dos estudantes.
Estratégias didático-pedagógicas: Ciclo de avaliações para a verificação das
aprendizagens em níveis de maior e menor complexidade, em formato misto de
exercícios e comandos. Com as 10 avaliações (Trabalhos, Atividades , Listas, Prova)
todos os alunos tiveram oportunidades para desenvolver e mostrar as habilidades
adquiridas de acordo com sua dedicação ao longo do período de duração do ciclo
composto com as 10 avaliações. O que funcionou : as atividades/listas presenciais. O
que não funcionou: trabalhos para casa. O que funcionou parcialmente: a prova.

1
1º Bimestre
8° ano B
Turma com perfil adolescente.
Potencialidades: alunos comunicativos, com muita energia.
Estratégias didático-pedagógicas: Etapa 1 ( base teórica + atividades ). Duração (3 ou 4
semanas iniciais). Etapa 2 ( prática com avaliações + atividades). Duração (3 ou 4
semanas finais). Objetivo da estratégia: Etapa 1 (fundamentar e possibilitar
ferramentas matemáticas para que o aluno reúna os elementos necessários para
cumprir com os objetivos de aprendizagem propostos) e Etapa 2 (realização de
avaliações com níveis graduais de autonomia aluno versus professor). .O empenho e o
esforço dos alunos também foi considerado.
Fragilidades: Turma agitada e com produtividade mediana, no sentido de ter pouco
rendimento nas atividades propostas ou demonstrar muita dificuldade na execução
das atividades, salvo algumas exceções. Turma relativamente indisciplinada.
Defasagem de conceitos matemáticos básicos acumulados ao longo dos anos e falta de
interesse em aprender por parte dos estudantes.
Estratégias didático-pedagógicas: Ciclo de avaliações para a verificação das
aprendizagens em níveis de maior e menor complexidade, em formato misto de
exercícios e comandos. Com as 10 avaliações (Trabalhos, Atividades , Listas, Prova),
todos os alunos tiveram oportunidades para desenvolver e mostrar as habilidades
adquiridas de acordo com sua dedicação ao longo do período de duração do ciclo
composto com as 10 avaliações. O que funcionou : as atividades/listas presenciais. O
que não funcionou: trabalhos para casa. O que funcionou parcialmente: a prova.

2
1º Bimestre
8° ano C
Turma com perfil infantil e juvenil.
Potencialidades: participativa nas atividades, buscando realizar as atividades pelo
menos parcialmente. A turma costuma se preocupar em entregar trabalhos ou
atividades para casa.
Estratégias didático-pedagógicas: Etapa 1 ( base teórica + atividades ). Duração (3 ou 4
semanas iniciais). Etapa 2 ( prática com avaliações + atividades). Duração (3 ou 4
semanas finais). Objetivo da estratégia: Etapa 1 (fundamentar e possibilitar
ferramentas matemáticas para que o aluno reúna os elementos necessários para
cumprir com os objetivos de aprendizagem propostos) e Etapa 2 (realização de
avaliações com níveis graduais de autonomia aluno versus professor). . O empenho e o
esforço dos alunos também foi considerado.
Fragilidades: Turma agitada e com rendimento fraco ou mediano nas atividades
propostas. Defasagem de conceitos matemáticos básicos acumulados ao longo dos
anos e falta de interesse em aprender por parte dos estudantes. Defasagem de
conceitos matemáticos básicos acumulados ao longo dos anos e falta de interesse em
aprender por parte dos estudantes.
Estratégias didático-pedagógicas: Ciclo de avaliações para a verificação das
aprendizagens em níveis de maior e menor complexidade, em formato misto de
exercícios e comandos. Com as 10 avaliações (Trabalhos, Atividades , Listas, Prova),
todos os alunos tiveram oportunidades para desenvolver e mostrar as habilidades
adquiridas de acordo com sua dedicação ao longo do período de duração do ciclo
composto com as 10 avaliações. O que funcionou : as atividades/listas presenciais. O
que não funcionou: trabalhos para casa. O que funcionou parcialmente: a prova.

3
1º Bimestre
8° ano D
Turma com perfil infantil e juvenil.
Potencialidades: participativa nas atividades
Estratégias didático-pedagógicas: Etapa 1 ( base teórica + atividades ). Duração (3 ou 4
semanas iniciais). Etapa 2 ( prática com avaliações + atividades). Duração (3 ou 4
semanas finais). Objetivo da estratégia: Etapa 1 (fundamentar e possibilitar
ferramentas matemáticas para que o aluno reúna os elementos necessários para
cumprir com os objetivos de aprendizagem propostos) e Etapa 2 (realização de
avaliações com níveis graduais de autonomia aluno versus professor). . O empenho e o
esforço dos alunos também foi considerado.
Fragilidades: Turma extremamente agitada, com produtividade média. Defasagem de
conceitos matemáticos básicos acumulados ao longo dos anos e falta de interesse em
aprender por parte dos estudantes. Defasagem de conceitos matemáticos básicos
acumulados ao longo dos anos e falta de interesse em aprender por parte dos
estudantes.
Estratégias didático-pedagógicas: Ciclo de avaliações para a verificação das
aprendizagens em níveis de maior e menor complexidade, em formato misto de
exercícios e comandos. Com as 10 avaliações (Trabalhos, Atividades , Listas, Prova),
todos os alunos tiveram oportunidades para desenvolver e mostrar as habilidades
adquiridas de acordo com sua dedicação ao longo do período de duração do ciclo
composto com as 10 avaliações. O que funcionou : as atividades/listas presenciais. O
que não funcionou: trabalhos para casa. O que funcionou parcialmente: a prova.

4
1º Bimestre
9° ano A
Potencialidades: perfil juvenil, os alunos tem potencial e certa base matemática e se
conhecem de anos anteriores, uma parte dos alunos busca participar e interagir bem
com as atividades propostas , além de ter maturidade formal de conteúdo matemático
no sentido de responder bem aos estímulos com uma certa frequência.
Estratégias didático-pedagógicas: Etapa 1 ( base teórica + atividades ). Duração (3 ou 4
semanas iniciais). Etapa 2 ( prática com avaliações + atividades). Duração (3 ou 4
semanas finais). Objetivo da estratégia: Etapa 1 (fundamentar e possibilitar
ferramentas matemáticas para que o aluno reúna os elementos necessários para
cumprir com os objetivos de aprendizagem propostos) e Etapa 2 (realização de
avaliações com níveis graduais de autonomia aluno versus professor). Lista de
exercícios do livro didático sobre Teorema de Pitágoras e aplicações. Objetivo:
estimular os alunos a terem autonomia na leitura, interpretação e execução dos
exercícios em níveis diferentes de complexidade (em sala). Oficina. Objetivo: estimular
o trabalho colaborativo entre os alunos durante a realização da atividade dobre
Teorema de Pitágoras. Avaliação. Trabalho ( Juros simples e compostos ). Pesquisa
voltada a identificar aplicações dos juros no cotidiano, além das fórmulas matemáticas
e de exemplos relacionados. Foram solicitados, no mínimo, 10 exemplos para cada tipo
de juros. Objetivo: Raciocinar, expressar-se matematicamente e aplicar métodos
matemáticos no que se refere a matemática financeira, bem como suas aplicações
práticas.Prova. Questões formuladas com base nos descritores do SAEB, Objetivo:
estudar e compreender os níveis de proficiência dos alunos. O empenho e o esforço
dos alunos também foi considerado.
Fragilidades: uma parte dos alunos possui interesses adversos ao aprendizado e
alcance dos objetivos; verificação de que os alunos não estavam aptos para realizar a
avaliação (lista sobre Teorema de Pitágoras e aplicações) em sala; a turma tem
dificuldade em utilizar o conhecimento prévio em aplicações ou projeções para
situações-problema, alguns alunos não entregaram o trabalho sobre juros.
Estratégias didático-pedagógicas: diálogo, atenção, solicitações e orientações
repetidas para a realização das atividades. Mudança de estratégia (lista sobre Teorema
de Pitágoras e aplicações). Objetivo: fornecer aos alunos mais tempo para terem
autonomia na leitura, interpretação e execução dos exercícios em níveis diferentes de
complexidade (em casa).